*  OLIGONEURIIDAE | Gêneros | Ephemeroptera do Brasil
Da-Silva, E. R. & F. F. Salles. 2012. Ephemeroptera Hyatt & Arms, 1891, p. 231-244. In: J. A. Rafael, G. A. R. Melo, C. J. B. Carvalho, S. A. Casari & R. Constantino(Eds.). Insetos do Brasil: Diversidade e taxonomia. Ribeirão Preto, Holos, 810 p.. Edmunds G.F., Jr. & Jensen S.L. & Berner L. 1976. The mayflies of North and Central America. Univ. Minnesota Press., 330 pp.. Kluge N.J. 1998. Phylogeny and higher classification of Ephemeroptera. Zoosystematica Rossica 7(2): 255-269.. McCafferty W.P. 1990. Chapter 2. Ephemeroptera. In: Grmaldi D.A. (ed.). Insects from the Santana formation, Lower Cretaceous of Brazil. Bulletin of the AmericanMuseum of Natural History 195: 20-50.. McCafferty W.P. 1991. Toward a phylogenetic classification of the Ephemeroptera (Insecta): A commentary on systematics. Annals of the Entomological Society of America 84(4): 343-360.. Ogden T.H. & Gattolliat J.L. & Sartori M. & Staniczek A.H. & Soldan T. & Whiling M.F. 2009. Towards a new ...
  http://ephemeroptera.com.br/lista/oligoneuriidae/
*  Plecoptera - Wikipedia
O Wikispecies tem informações sobre: Plecoptera Os plecópteros (Plecoptera) constituem uma pequena ordem de insetos aquáticos, com pouco mais de 2000 espécies descritas, também conhecidos como perlários ou perlópteros. Eles ocorrem por quase todo o mundo, à exceção da Antártida e em uma grande variação de altitudes (0 a 5600m). O nome da ordem tem origem na junção de dois radicais gregos: pleco + ptera, que significa asa dobrada. Assemelham-se superficialmente a ortópteros e embiídeos, mas diferem dos primeiros em relação à venação das asas e pelos dois pares de asas serem membranosas; diferem dos embiídeos por não possuírem o primeiro par de pernas especializados para a produção de seda e pela presença de ocelos. Os Plecoptera são insetos que variam em comprimento de 4 a 50mm, e como em todos os insetos, possuem o corpo dividido em três tagmas: cabeça, tórax e abdome. A cabeça é prognata, porta um par de ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Plecoptera
*  Dermaptera - Wikipedia
Nota: Não confundir com Dermoptera. O Wikispecies tem informações sobre: Dermaptera Os dermápteros (Dermaptera) são uma ordem de insetos pterigotos, com cerca de 1800 espécies descritas em todo o mundo. São conhecidos popularmente como tesourinhas ou forfículas. Apesar da distribuição cosmopolita, a maior diversidade da ordem é alcançada nas regiões tropicais e subtropicais. O nome Dermaptera vem do grego: derma - pele, ptera - asas, e se refere às asas anteriores que são coriáceas (espessas) e protegem as asas posteriores, que são membranosas (delgadas). Variam em tamanho de 4 a 80 mm, possuem corpo estreito, alongado, de cor uniforme preta ou marrom-escuro, em algumas espécies com detalhes amarelados ou marrom-claro. O corpo é dividido em três tagmas, como em todos os insetos, cabeça, tórax e abdome. A cabeça porta um par de olhos compostos, não possui ocelos, as antenas são filiformes, com cerca de 10 a 50 segmentos, aparelho bucal ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Dermaptera
*  Chrysopidae - Wikipedia
Chrysopidae é uma família de insectos neurópteros. Há cerca de 85 géneros e (conformes as fontes) entre 1.300 e 2000 espécies neste vasto grupo. Os membros dos géneros Chrysopa e Chrysoperla são muito comuns na América do Norte e na Europa e são muito similares, tendos muitos dos espécies sido mudados várias vezes de um género para outro (pelo que na literatura não científica a classificação como Chrysopa ou Chrysoperla raramente é confiável). Indivíduos da família são conhecidos no Brasil pelos nomes comuns bicho-lixeiro, bicho-lixeiro-verde, e bicho-da-fortuna (estado de Minas Gerais). Os crisopídeos são insectos delicados, com uma envergadura entre 6 a 65 mm, vivendo as maiores espécies nos trópicos. Os seus corpos são usualmente verdes e brilhantes ou castanho esverdados. Os seus olhos compostos são muitas vezes dourados. As asas são usualmente translúcidas, por vezes com veios esverdeados. Os adultos tem tímpanos na base das asas posteriores, ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Chrysopidae
*  Ephemeroptera - Wikipedia
O Wikispecies tem informações sobre: Ephemeroptera Os efemerópteros (Ephemeroptera) constituem uma ordem de artrópodes pertencentes à classe Insecta, chamados popularmente de efeméridas ou efêmeras. Possui aproximadamente 2.500 espécies, distribuídas por 23 famílias. São animais longos, de corpo mole e de tamanho pequeno a médio, podendo atingir até quatro cm de comprimento. O nome efémera está relacionado com o fato do adulto viver apenas poucas horas, sem se alimentar, dedicadas apenas à reprodução e à postura dos ovos da geração seguinte. Possuem asas membranosas com numerosas veias, sendo as asas posteriores menores que as anteriores. Apresentam antenas pequenas, olhos compostos bem desenvolvidos e três longos filamentos no abdome. As efémeras adultas caracterizam-se por peças bucais atrofiadas e um sistema digestivo não funcional, enquanto que as ninfas possuem peças bucais do tipo mastigadoras. As ninfas das efémeras vivem na água, em geral escondidas ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Ephemeroptera
*  Evolução dos insetos - Wikipedia
O estudo da evolução dos insetos, abarcado em partes pela paleoentomologia, dedica-se à análise do processo evolutivo pelo qual os insetos passaram ao longo de sua existência no planeta Terra. Com base nos dados de sequenciação do genoma, estima-se que os insetos tenham surgido na Terra, cerca de 480 milhões de anos atrás, no Ordoviciano, mais ou menos ao mesmo tempo das plantas terrestres, onde evoluíram a partir de um grupo de crustáceos. Eles foram os primeiros animais a desenvolver voo, cerca de 400 milhões de anos atrás no Devoniano. O Rhyniognatha hirsti é o mais antigo fóssil de inseto, estima-se entre 407 à 396 milhoes de anos. As condições climáticas globais mudaram várias vezes durante a história da Terra, e junto com ele a diversidade de insetos. Os pterigotos (insetos alados) passou por uma grande radiação no Carbonífero (356 à 299 milhoes de anos atrá), enquanto que os endopterigotos (insetos ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Evolu%C3%A7%C3%A3o_dos_insetos
*  Prejuízos causados por insetos podem aumentar 18% por causa das mudanças climáticas - Destaque Rural | Portal do Agronegócio |...
Um novo estudo publicado na Nature Communication concluiu que 10 espécies de insetos são responsáveis por prejuízos anuais de US$ 77 bilhões por ano em todo o mundo e que esse valor poderá aumentar em 18% até 2050 por causa das mudanças climáticas. Cobrindo danos a bens e serviços, perdas agrícolas e até mesmo os custos de saúde, o estudo reúne o maior banco de dados já compilado de prejuízos econômicos causados por insetos invasores em todo o mundo: 737 artigos, livros e relatórios.. Mas por que tanto trabalho por causa de insetos?. Os insetos reduzem a produção global entre 10% e 16% e estão entre as mais virulenta de espécies invasoras. 87% dos 2.500 invertebrados terrestres que colonizaram novos territórios são insetos. "Durante milhões de anos, os insetos têm sido responsáveis por propagar doenças entre os seres humanos e animais e causar danos consideráveis, que vão ...
  http://www.destaquerural.com.br/2016/10/28/prejuizos-causados-por-insetos-podem-aumentar-18-por-causa-das-mudancas-climaticas/
*  Brazilian dragonflies « A Última Arca de Noé
INTRODUÇÃO. Os insetos pertencem a Classe Insecta, Filo Arthropoda, Reino Animalia, com cerca de 1 milhão de espécies, sendo a mais numerosa classe. Ocorrem em quase todos os ambientes da Terra. Uma das principais características externas de identificação imediata dos insetos é que todos possuem cabeça, tórax e abdome distintos e 3 pares de pernas articuladas.. Pela maneira de viver podemos dividir os insetos em solitários e sociais. Entre os insetos sociais destacam-se as formigas e abelhas, por serem mais conhecidas. A ciência que estuda os insetos chama-se ENTOMOLOGIA (entomon = inseto do grego e logia= estudo). Em relação aos homens, muitos insetos são úteis (ex. abelhas), enquanto outros acabam sendo prejudiciais (mosquito). Apesar de numerosos os insetos são praticamente as primeiras vítimas da degradação ambiental, em ocorrendo desmatamento e principalmente com a aplicação de ...
  http://www.aultimaarcadenoe.com.br/tag/brazilian-dragonflies/
*  aspectos socioambientais em: Topics by WorldWideScience.org
Aspectos biológicos de Chrysoperla externa (Hagen, 1861(Neuroptera: Chrysopidae em casa-de-vegetação Biological aspects of Chrysoperla externa (Hagen, 1861 (Neuroptera: Chrysopidae in greenhouse. Directory of Open Access Journals (Sweden). Katia Gisele Brasil Boregas. 2003-02-01. Full Text Available Objetivou-se estudar em casa-de-vegetação alguns aspectos biológicos das fases imaturas e adulta de Chrysoperla externa (Hagen, alimentando suas larvas com ovos do piralídeo Anagasta kuehniella (Zeller e os adultos com dietas artificiais. O período embrionário foi determinado utilizando-se tubos de vidro de 2,5 x 8,5 cm, gaiola plástica transparente de 2,5 x 1,0 cm e tubo de pvc de 10,0 x 10,0 cm (com e sem umidificador. Os aspectos biológicos das fases de larva e pupa foram determinados confinando-as em tubos de vidro e gaiolas plásticas e os adultos em gaiolas de pvc de 10,0 x 10,0 cm, alimentando-os com lêvedo de cerveja + mel, extrato de soja + mel e pólen + mel, nas ...
  https://worldwidescience.org/topicpages/a/aspectos+socioambientais+em.html
*  Ordem Lepidoptera Lineu « A Última Arca de Noé
INTRODUÇÃO. Os insetos pertencem a Classe Insecta, Filo Arthropoda, Reino Animalia, com cerca de 1 milhão de espécies, sendo a mais numerosa classe. Ocorrem em quase todos os ambientes da Terra. Uma das principais características externas de identificação imediata dos insetos é que todos possuem cabeça, tórax e abdome distintos e 3 pares de pernas articuladas.. Pela maneira de viver podemos dividir os insetos em solitários e sociais. Entre os insetos sociais destacam-se as formigas e abelhas, por serem mais conhecidas. A ciência que estuda os insetos chama-se ENTOMOLOGIA (entomon = inseto do grego e logia= estudo). Em relação aos homens, muitos insetos são úteis (ex. abelhas), enquanto outros acabam sendo prejudiciais (mosquito). Apesar de numerosos os insetos são praticamente as primeiras vítimas da degradação ambiental, em ocorrendo desmatamento e principalmente com a aplicação de ...
  http://www.aultimaarcadenoe.com.br/tag/ordem-lepidoptera-lineu/
*  odonatas « A Última Arca de Noé
INTRODUÇÃO. Os insetos pertencem a Classe Insecta, Filo Arthropoda, Reino Animalia, com cerca de 1 milhão de espécies, sendo a mais numerosa classe. Ocorrem em quase todos os ambientes da Terra. Uma das principais características externas de identificação imediata dos insetos é que todos possuem cabeça, tórax e abdome distintos e 3 pares de pernas articuladas.. Pela maneira de viver podemos dividir os insetos em solitários e sociais. Entre os insetos sociais destacam-se as formigas e abelhas, por serem mais conhecidas. A ciência que estuda os insetos chama-se ENTOMOLOGIA (entomon = inseto do grego e logia= estudo). Em relação aos homens, muitos insetos são úteis (ex. abelhas), enquanto outros acabam sendo prejudiciais (mosquito). Apesar de numerosos os insetos são praticamente as primeiras vítimas da degradação ambiental, em ocorrendo desmatamento e principalmente com a aplicação de ...
  http://www.aultimaarcadenoe.com.br/tag/odonatas/
*  Ordem Anoplura Leach « A Última Arca de Noé
INTRODUÇÃO. Os insetos pertencem a Classe Insecta, Filo Arthropoda, Reino Animalia, com cerca de 1 milhão de espécies, sendo a mais numerosa classe. Ocorrem em quase todos os ambientes da Terra. Uma das principais características externas de identificação imediata dos insetos é que todos possuem cabeça, tórax e abdome distintos e 3 pares de pernas articuladas.. Pela maneira de viver podemos dividir os insetos em solitários e sociais. Entre os insetos sociais destacam-se as formigas e abelhas, por serem mais conhecidas. A ciência que estuda os insetos chama-se ENTOMOLOGIA (entomon = inseto do grego e logia= estudo). Em relação aos homens, muitos insetos são úteis (ex. abelhas), enquanto outros acabam sendo prejudiciais (mosquito). Apesar de numerosos os insetos são praticamente as primeiras vítimas da degradação ambiental, em ocorrendo desmatamento e principalmente com a aplicação de ...
  http://www.aultimaarcadenoe.com.br/tag/ordem-anoplura-leach/
*  Insetos vão ser a comida do futuro | Dedetização Insetan | Dedetizadora BH | Empresa de Dedetização BH
As Nações Unidas estimam que uma dieta à base de insetos poderá ser a solução para alimentar a cada vez maior população do planeta, sem destruir o meio ambiente. Nos últimos anos, várias empresas têm angariado milhões de dólares em investimento para desenvolver produtos alimentares à base de insetos, nomeadamente barras de proteínas feitas com grilos esmagados. A Exo, por exemplo, já conseguiu 5,6 milhões de dólares e a irmã de Mark Zuckerberg, Arielle, também já investiu um montante não revelado na Tiny Farms, uma empresa que se dedica a produzir insetos.. Algumas destas empresas estão a apostar em colocar proteínas de insetos em alimentos que as pessoas já comem habitualmente, como é o caso das barras de cereais e essa abordagem poderá ser a melhor, em vez de encorajar as pessoas a comerem insetos inteiros. Drew Fink, da Tiny Farms, explica que o que se está a popularizar é «o uso de farinha de grilo como aditivo em alguns ...
  http://www.dedetizacaoinsetan.com.br/curiosidades/insetos-vao-ser-a-comida-do-futuro/
*  Insetos têm sangue como nós? - Diário de Biologia
Sim, os insetos tem sangue, porém o "sangue dos insetos" é chamado de hemolinfa e algumas características desta substância são bem diferentes do que estamos acostumados ver por aí. Mas, não dá para falar em sangue de inseto sem contar uma grande novidade: os insetos não possuem veias e artérias pelo corpo como nós. Neles o sangue, fica espalhado entre os órgãos, num tipo de circulação chamada circulação aberta, o coração fica ao longo de todo corpo e assim como nós, serve como uma bomba para movimentar a hemolinfa por todo o corpo. O sangue dos insetos não é vermelho como conhecemos, isso porque os insetos não possuem hemoglobina no sangue.. Assim, se você pensa que ao matar um mosquito, aquele sangue vermelho que fica espalhado é o sangue do próprio, você está muito enganado, pois aquele sangue é seu, ou de outra pessoa que o mosquito picou. A cor da hemolinfa pode variar, mas normalmente é transparente, algumas vezes com ...
  http://diariodebiologia.com/2011/10/insetos-tem-sangue/
*  Blog Trinca-Ferro verdadeiro: Vamos comer insetos?
Onde o relatório da FAO, que é muito bem ilustrado especialmente para os que têm um estômago forte (já são bem conhecidas as brochetes de escorpião chinesas), não cumpre com as expectativas é com relação ao tema da sustentabilidade. Com efeito, se a criação de insetos se faz na base de vegetais ou de resíduos vegetais ou animais, que o ser humano de igual forma que os insetos podem comer diretamente, qual é a lógica de usar um intermediário como eles, os insetos? Todo intermediário, todo elo adicional na cadeia trófica é um estorvo. Os complementos nutricionais podem ser providos de muitas formas mais convencionais. Os humanos, quando desceram das árvores, passaram a consumir a cada século e a cada milênio mais e mais vegetais. Então... Por que não continuar com a tradição? Embora seja verdade que os insetos possam ser mais eficientes para transformar a biomassa vegetal em carne ou "carne" (já que o termo não se aplica por ...
  http://trincaferroverdadeiro.blogspot.com/2013/10/vamos-comer-insetos.html
*  Como é que alguns insectos conseguem comer plantas venenosas? ~ Génesis Contra Darwin
Talvez as diferenças genéticas tenham sido directamente construídas, ou talvez um sistema celular bem construído as tenha coloca em operação numa altura após a criação. A primeira hipótese não está sujeita à observação científica directa uma vez que é um evento agregado a outra linha temporal. Nenhuma experiência científica alguma vez verificou a segunda possibilidade, mas nenhuma experiência alguma vez demonstrou que o sistema que permite os insectos ingerir plantas venenosas é o efeito duma ainda-por-comprovar "evolução convergente ...
  http://genesiscontradarwin.blogspot.com/2012/11/como-e-que-alguns-insectos-conseguem.html
*  Pesquisadores | Ephemeroptera do Brasil
Lista de pesquisadores que atuam com os temas Ephemeroptera e Brasil. Caso seja do seu interesse, envie um e-mail para Frederico Salles com as informações constantes na lista (nome, email, instituição e linha de pesquisa), a fim de que seus dados sejam incluídos.. ...
  http://ephemeroptera.com.br/pesquisadores/
*  Filo Arthropoda Subfilo Hexapoda Classe Insecta - ppt video online carregar
Alimentação Estratégias alimentares: herbivoria, detritivoria, comensalismo e parasitismo. Insetos podem ser classificados como: mastigadores, sugadores e embebedores. Mastigadores (gafanhotos) apresentam as peças bucais menos modificadas. Insetos Mastigadores podem ser carnívoros, herbívoros ou detritívoros. Herbívoros: gafanhotos, grilos, formigas-cortadeiras (usam folhas para cultivar fungos)
  http://slideplayer.com.br/slide/1705248/
*  Kafe Kultura: Insectos, uma dieta para amanhã
Segundo Eva Muller, directora da FAO e co-autora do estudo, os resultados não indicam que todos os 7000 milhões de habitantes da Terra devam começar imediatamente a comer insectos. "O que estamos a dizer é que os insectos são um dos recursos proporcionados pelas florestas, e cujo potencial para a alimentação humana e sobretudo animal está ainda muito inexplorado", diz Muller, citada num comunicado da FAO. Como em qualquer outra fonte de alimentos, os insectos também correm o risco de serem sobre-explorados. Um estudo publicado em 2006 na revista Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine chama a atenção para o risco existente sobre 14 espécies de insectos ameaçados no México, sugerindo a criação dos mesmos como alternativa. Investigar o que é melhor em termos ambientais é um dos passos que a FAO diz ser necessário agora para melhor aproveitar o alargamento desta potencial fonte alimentar. O relatório menciona que nalguns países já se pratica a criação de ...
  http://kafekultura.blogspot.com/2013/05/insectos-uma-dieta-para-amanha.html
*  Biogeografia de insetos
O Cerrado possui uma grande diversidade de insetos, com a ocorrência de espécies raras, o que reafirma a importância de se estudar a entomofauna. Foram realizadas coletas de insetos com o uso de pratos-armadilha coloridos, dispostos no nível do solo, em duas fitofisionomias do bioma Cerrado, em cerrado típico (vegetação característica, retorcida e com gramíneas) e parque cerrado (antes chamado campo de murunduns; elevados com arbustos e outras plantas no campo alagável). As coletas aconteceram na estação seca. Foram capturados 8 ordens, sendo a armadilha amarela mais eficiente para captura de insetos nas duas áreas de estudo e os himenópteros como grupo mais capturado. Insetos em duas fitofisionomias: parque cerrado (em cima), insetos capturados e cerrado típico (em baixo ...
  http://www.institutojurumi.org.br/2014/08/biogeografia-de-insetos.html
*  ASBAI-RJ: Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia do Rio de Janeiro
As reações a picada de insetos pode ser apresentadas de duas principais formas:. a) A primeira é ocasionada por insetos hematófagos ou "sugadores", que injetam substâncias para sugar o sangue (mosquitos, pulgas, carrapatos etc.). Estes venenos são substâncias que servem para trazer mais sangue para o local da "picada". Costumam provocar reações características na pele, com caroços avermelhados e que coçam muito, principalmente nos locais das picadas. Podem ocorrer imediatamente ou até três dias depois.. b) A segunda é ocasionada por insetos himenópteros, ou seja, que injetam venenos (abelhas, vespas / marimbondos, formigas etc.). Provocam na maioria das vezes reações anafiláticas, imediatamente após a picada, podendo ser severas, com risco de morte.. As pessoas que apresentam reações a picada de insetos deve tomar cuidados, adotando medidas preventivas como as seguintes:. CONTROLE DAS ALERGIAS A INSETOS ...
  http://asbairj.org.br/artigos-para-leigos-detalhe-10.asp
*  FísikanaRede: O Peixe Arqueiro bom de Mira
Se você não entendeu a minha pergunta e já está dizendo "é óbvio que o peixe mira no inseto!", é justamente aí que está a minha questão. Explico. É que o peixe, de dentro d'água, não vê exatamente o inseto mas apenas uma imagem do inseto que é formada quando a luz passa do ar para a água (note na foto que o olho do peixe está abaixo da superfície de separação ar/água). E o problema é que a imagem do inseto e o inseto verdadeiro (que chamamos em Óptica de objeto) não estão no mesmo lugar! Logo, o peixe não pode mirar no que vê que é apenas uma imagem virtual! Ele deve mirar no que não vê! Afinal, ele não se alimenta de insetos virtuais e sim de insetos reais! E, se esta espécie de peixe não foi extinta até hoje, com certeza a sua técnica de conseguir se alimentar de insetos derrubando-os na água é muito eficiente! Certo? Logo, o peixe "sabe", de alguma forma, para onde atirar! Incrível, não ...
  http://fisikanarede.blogspot.com/2011/08/o-peixe-arqueiro-bom-de-mira.html
*  Laboratório de Biotecnologia Vegetal - LBVeg: Cientistas desvendam interação entre cana-de-açúcar, inseto e fungo
Mostramos que a sugarina tem uma poderosa atividade antifúngica. Penetra nos microrganismos e provoca sua morte celular. Essa interação entre planta, inseto e fungo sugere que, ao longo da evolução, a planta desenvolveu um sistema no qual a presença do inseto que causa a lesão no colmo expressa uma proteína que tem efeito não sobre o inseto, mas sobre o fungo que aparece após seu ataque", disse Silva-Filho. ...
  http://lbveg.blogspot.com/2012/05/cientistas-desvendam-interacao-entre.html
*  Insetos que atacam cães | eHow Brasil
Insetos que atacam cães. Os cães podem ser atacados por insetos que os usam como fonte de comida. Algumas espécies de insetos, como a pulga, podem transmitir sérias infecções, o que inclui a tênia. Cães infetados com parasitas precisam de tratamentos para prevenir a transmissão para os outros animais da casa.
  http://www.ehow.com.br/insetos-atacam-caes-info_93349/
*  O culpado foi pego: mariposa que causa tumores em planta na região do Pampa brasileiro é descoberta! - Saense
Quando uma planta é atacada por bactérias, fungos, ácaros, insetos, ou outros organismos, algumas vezes a região lesada aumenta de tamanho devido a um desequilíbrio gerado pelo ataque, o que cria um tumor ou 'galha' na planta (Figura 1). Essas lesões geralmente não levam a planta a morte, mas podem prejudica-la de muitas maneiras.. Insetos são os responsáveis pela maioria das galhas, pois aqueles que conseguem atacar a planta para gerar o tumor usam essas regiões para colocar seus ovos. A fêmea coloca os ovos sobre a planta e a região modificada vai ser usada pelas larvas como alimento. Uma vez que elas se tornam adultas, deixam as galhas, e estas não costumam regredir após a saída dos insetos. Essa relação entre os insetos ditos 'galhadores' e as plantas é bem específica, e uma espécie de inseto costuma usar apenas uma espécie de planta como hospedeiro.. Outra característica envolvendo a indução dos tumores ...
  http://saense.com.br/2017/09/o-culpado-foi-pego-mariposa-que-causa-tumores-em-planta-na-regiao-do-pampa-brasileiro-e-descoberta/