Transtornos Neurológicos da Marcha: Anormalidades da marcha, que são manifestações de disfunção do sistema nervoso. Estas afecções podem ser causadas por uma ampla variedade de transtornos que afetam o controle motor, feedback sensorial e força muscular, incluindo: DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL, DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO, DOENÇAS NEUROMUSCULARES ou DOENÇAS MUSCULARES.Marcha: Modo ou estilo de andar.Apraxia da Marcha: Ambulação deficiente não atribuída a deficiência sensorial ou fraqueza motora. Transtornos do LOBO FRONTAL, DOENÇAS DOS GÂNGLIOS DA BASE (ex., TRANSTORNOS PARKINSONIANOS), DEMÊNCIA POR MÚLTIPLOS INFARTOS, DOENÇA DE ALZHEIMER e outras afecções podem estar associadas com apraxia da marcha.Administração de Consultório: Planejamento, organização e administração das atividades do consultório.Atividade Nervosa Superior: Termo usado na literatura científica da Europa Ocidental sobre encéfalo e fisiologia comportamental das funções corticais. Refere-se ao nível mais elevado da função integrativa do encéfalo, centrado no CÓRTEX CEREBRAL, regulando a linguagem, o pensamento e o comportamento via processos cognitivos, sensoriais e motores.Apraxia Ideomotora: Forma de apraxia caracterizada por uma inabilidade adquirida em desempenhar uma atividade motora complexa, apesar da habilidade de formular mentalmente a ação. Esta afecção tem sido atribuída a uma interrupção de conexões entre o córtex parietal dominante e regiões corticais pré-motoras e suplementares em ambos hemisférios. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p57)Transtornos dos Movimentos: Síndromes caracterizadas por DISCINESIAS como manifestação cardinal do processo da doença. Incluídas nesta categoria estão as afecções degenerativas, hereditárias, pós-infecciosas, induzidas por medicamentos, condições pós-inflamatórias e pós-traumáticas.Núcleo Tegmental Pedunculopontino: Coleção densa de células no tegmento pontomesencefálico caudal, conhecida por desempenhar papel na organização funcional dos GÂNGLIOS BASAIS e na modulação do sistema neuronal talamocortical.Coxeadura Animal: Marcha diferente da normal em animais.Exame Neurológico: Avaliação das reações e reflexos motores e sensoriais usada para detectar uma doença do sistema nervoso.Caminhada: Atividade em que o corpo avança com ritmo lento a moderado movimentando os pés de modo coordenado. Compreende caminhada recreativa e para aptidão física (fitness), e corrida para competição.Equilíbrio Postural: POSTURA na qual é conseguida a distribuição ideal da massa corpórea. O equilíbrio postural provê a estabilidade na sustentação do corpo e condições para o funcionamento normal nas posições estática ou em movimento, tais como sentado, em pé ou durante o andar.Doença de Parkinson: Doença neurológica degenerativa progressiva caracterizada por TREMOR, que se torna máximo durante o repouso, retropulsão (i. é, tendência em cair para trás), rigidez, postura estática, lentidão dos movimentos voluntários e uma expressão facial semelhante a uma máscara. Entre os sinais patológicos estão a perda de neurônios contendo melanina na substância negra e outros núcleos pigmentados do tronco encefálico. Os CORPOS DE LEWY estão presentes na substância negra e no locus cerúleo, mas também podem ser encontrados em uma doença relacionada (DOENÇA POR CORPOS DE LEWY difusa), caracterizada por demência combinada com graus variados de parkinsonismo. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6a ed, p1059, pp1067-75)Avaliação Geriátrica: Avaliação do nível de funcionamento físico, fisiológico ou mental em grupos populacionais de idosos.Marcha Atáxica: Deficiência na capacidade em coordenar os movimentos necessários para a ambulação normal (CAMINHADA) que pode resultar de deficiências da função motora ou feedback sensorial. Esta afecção pode estar associada com ENCEFALOPATIAS (incluindo DOENÇAS CEREBELARES e DOENÇAS DOS GÂNGLIOS DA BASE), DOENÇAS DA MEDULA ESPINAL ou DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO.Doenças do Sistema Nervoso: Doenças do sistema nervoso central e periférico. Estas incluem distúrbios do cérebro, medula espinhal, nervos cranianos, nervos periféricos, raizes nervosas, sistema nervoso autônomo, junção neuromuscular e músculos.Transtorno Bipolar: Transtorno afetivo importante caracterizado por graves oscilações do humor (episódios de mania ou de depressão significativa) e por uma tendência à remissão e à recorrência.Transtornos Mentais: Doenças psiquiátricas que se manifestam por rupturas no processo de adaptação expressas primariamente por anormalidades de pensamento, sentimento e comportamento, produzindo sofrimento e prejuízo do funcionamento.Transtornos de Ansiedade: ANSIEDADE persistente e incapacitante.Transtornos do Humor: Aqueles transtornos que têm como principal característica o distúrbio do humor.Fenômenos Biomecânicos: Propriedades, processos e comportamento de sistemas biológicos sob ação de forças mecânicas.Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais: Classificação categórica de TRANSTORNOS MENTAIS baseada nos grupos de critérios com características definidas. É produzido pela American Psychiatric Association. (DSM-IV, página xxii)Transtorno Depressivo Maior: Depressão importante que surge no período de involução e que se caracteriza por alucinações, delírios, paranoia e agitação.Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade: Transtorno comportamental que tem origem na infância e cujas características essenciais são sinais de desatenção inconsistentes com o nível de desenvolvimento, impulsividade e hiperatividade. Embora muitos indivíduos tenham sintomas tanto de desatenção como de hiperatividade-impulsividade, um ou outro padrão podem ser predominantes. O transtorno é mais frequente em indivíduos do sexo masculino do que feminino. O início se dá na infância. Os sintomas geralmente são atenuados no fim da adolescência, embora uma minoria experimente o quadro completo de sintomas até o meio da idade adulta. (Tradução livre do original: DSM-V)Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Transtorno Depressivo: Transtorno afetivo que se manifesta tanto por um humor disfórico como pela perda de interesse ou prazer nas atividades usuais. O distúrbio do humor é predominante e relativamente persistente.Transtorno Autístico: Transtorno que tem o seu início na infância. É caracterizado pela presença de um desenvolvimento acentuadamente anormal ou prejudicado nas interações sociais e na comunicação social, e de um repertório de atividades e interesses restritos. As manifestações do distúrbio variam enormemente dependendo do nível de desenvolvimento e idade cronológica do indivíduo. (Tradução livre do original: DSM-V)Transtorno Obsessivo-Compulsivo: Transtorno da ansiedade caracterizado por obsessões ou compulsões recorrentes e persistentes. Obsessões são ideias, pensamentos e imagens intrusivos, que são experimentados como não tendo sentido ou sendo repulsivos. Compulsões são comportamentos repetitivos e aparentemente propositais, geralmente reconhecidos pelo indivíduo como não tendo sentido e não trazendo prazer, embora proporcionem um alívio da tensão.Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos: Classe de transtornos de estresse traumático com sintomas que perduram por mais de um mês. Há várias formas de transtornos de estresse pós-traumático, dependendo do tempo de início e a duração destes sintomas estressantes. Na forma aguda, a duração dos sintomas está entre 1 a 3 meses. Na forma crônica, os sintomas persistem por mais de 3 meses. Com o início tardio, os sintomas se desenvolvem mais que 6 meses após o evento traumático.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Aparelhos Ortopédicos: Aparelhos utilizados para suportar, alinhar, prevenir ou corrigir deformidades ou melhorar a função de partes móveis do corpo.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Transtornos Fóbicos: Transtornos da ansiedade nas quais o aspecto central é um medo persistente e irracional de um objeto, atividade ou situação específicos, que o indivíduo se sente compelido a evitar. O indivíduo reconhece que o medo é excessivo e despropositado.Transtornos Globais do Desenvolvimento Infantil: Distorções severas no desenvolvimento de várias funções psicológicas básicas que não são normais em nenhuma fase do desenvolvimento. Estas distorções se manifestam através de prejuízo social duradouro, anormalidades da fala e movimentos peculiares.Transtornos Psicóticos: Transtornos em que há uma perda dos limites do ego e um prejuízo acentuado do teste da realidade, com delírios ou alucinações proeminentes.(Tradução livre do original: From DSM-IV, 1994)Transtornos Cognitivos: Distúrbios do processo mental relacionados com o aprendizado, pensamento, o raciocínio e o julgamento.Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias: Transtornos relacionados ao abuso de substâncias.Paresia: Termo geral que se refere ao grau leve a moderado de fraqueza muscular, ocasionalmente usado como sinônimo de PARALISIA (perda grave ou completa da função motora). Na literatura antiga, paresia geralmente se referia especificamente a neurossífilis parética (ver NEUROSSÍFILIS). "Paresia geral" e "paralisia geral" podem ainda trazer esta conotação. A paresia das extremidades inferiores bilateral é denominada PARAPARESIA.Articulação do Tornozelo: Articulação formada pelas superfícies articulares inferior e maleolar da TÍBIA, a superfície articular maleolar da FÍBULA e superfícies maleolares medial, lateral superior do TÁLUS.Locomoção: Movimento ou capacidade para se deslocar de um lugar a outro. Pode se referir a humanos, vertebrados ou invertebrados, e microrganismos.: Extremidade distal da perna dos vertebrados que consiste do tarso (TORNOZELO), do METATARSO, das falanges e dos tecidos moles que envolvem estes ossos.Hemiplegia: Perda grave ou completa da função motora em um lado do corpo. Esta afecção normalmente é causada por ENCEFALOPATIAS que estão localizadas no hemisfério cerebral oposto ao lado da fraqueza. Com menor frequência, lesões do TRONCO ENCEFÁLICO, DOENÇAS DA MEDULA ESPINHAL cervical, DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO e outras afecções podem se manifestar como hemiplegia. O termo hemiparesia (v. PARESIA) se refere à fraqueza leve a moderada envolvendo um lado do corpo.Andadores: Auxiliares de marcha geralmente tendo dois tensores manuais e quatro pernas.Doenças do Sistema Nervoso Central: Doenças de qualquer componente do cérebro (incluindo hemisférios cerebrais, diencéfalo, tronco cerebral e cerebelo) ou a medula espinhal.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Ataxia: Dificuldade na capacidade em desempenhar movimentos voluntários coordenados suaves. Esta afecção pode acometer os membros, tronco, olhos, faringe, laringe e outras estruturas. A ataxia pode resultar das funções motora ou sensorial deficientes. A ataxia sensorial pode resultar de lesões da coluna posterior ou DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO. A ataxia motora pode estar associada com DOENÇAS CEREBELARES, doenças DO CÓRTEX CEREBRAL, DOENÇAS TALÂMICAS, DOENÇAS DOS GÂNGLIOS DA BASE, lesões do NÚCLEO RUBRO e outras afecções.Transtorno da Conduta: Padrão repetitivo e persistente de comportamento, em que os direitos básicos dos outros, ou as principais normas ou regras sociais, válidas para a idade são violadas. Entre os comportamentos estão a conduta agressiva que causa, ou ameaça causar, danos físicos para outro povo ou animais, conduta não agressiva que causa perda ou prejuízo de propriedade, falsidade ou roubo e sérias violações das regras. Inicia-se antes da idade de 18 anos. (Tradução livre do original: DSM-IV, 1994)Acidentes por Quedas: Quedas devido a escorregões ou tropeços que podem resultar em lesão.Paralisia Cerebral: Grupo heterogêneo de transtornos motores não progressivos causados por lesões cerebrais crônicas, que se originam no período pré-natal, período perinatal ou primeiros cinco anos de vida. Os quatro subtipos principais são espástico, atetoide, atáxico e paralisia cerebral mista, sendo a forma espástica a mais comum. O transtorno motor pode variar desde dificuldades no controle motor fino à espasticidade severa (v. ESPASTICIDADE MUSCULAR) em todos os membros. A diplegia espástica (doença de Little) é o subtipo mais comum, e é caracterizado por espasticidade mais proeminente nas pernas que nos braços. Esta afecção pode estar associada com LEUCOMALÁCIA PERIVENTRICULAR. (Tradução livre do original: Dev Med Child Neurol 1998 Aug;40(8):520-7)Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Transtornos de Tique: Transtornos caracterizados por TIQUES recorrentes podendo interferir com a fala e outras atividades. Os tiques são vocalizações ou movimentos motores estereotipados, não rítmicos, rápidos e súbitos que podem ser exacerbados por estresse e geralmente são atenuados durante atividades absorventes. Os transtornos de tique se distinguem das afecções caracterizadas por outros tipos de movimentos anormais que podem acompanhar outros achados médicos. (Tradução livre do original: DSM-IV, 1994)Escalas de Graduação Psiquiátrica: Procedimentos padronizados baseados em escalas de avaliação ou roteiros de entrevistas conduzidos por profissionais da saúde para a avaliação do grau de doença mental.Comorbidade: Presença de doenças coexistentes ou adicionais com relação ao diagnóstico inicial ou com relação à doença índice que é o objetivo do estudo. A comorbidade pode afetar o desempenho de indivíduos afetados e até mesmo a sua sobrevivência. Pode ser usado como um indicador prognóstico para a duração da hospitalização, fatores de custos e de melhoria ou sobrevivência.AmputadosEncefalopatias: Afecções que acometem o CÉREBRO, composto de componentes intracranianos do SISTEMA NERVOSO CENTRAL. Este inclui (mas não se limita a estes) CÓRTEX CEREBRAL, substância branca intracraniana, GÂNGLIOS DA BASE, TÁLAMO, HIPOTÁLAMO, TRONCO ENCEFÁLICO e CEREBELO.Articulação do Joelho: Conexão articular sinovial formada entre os ossos do FÊMUR, TÍBIA e PATELA.Acidente Vascular Cerebral: Grupo de afecções caracterizadas por perda súbita, não convulsiva, da função neurológica, devido a ISQUEMIA ENCEFÁLICA ou HEMORRAGIAS INTRACRANIANAS. O acidente cerebral vascular é classificado pelo tipo de NECROSE de tecido, como localização anatômica, vasculatura envolvida, etiologia, idade dos indivíduos afetados e natureza hemorrágica versus não hemorrágica (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp777-810).

*  o cão não consegue ficar de pe se desequilibra
Transtornos Neurológicos da Marcha. 5. + +. 11. Artropatia Neurogênica. 5. + +. 12. Deformidades Congênitas da Mão. 5. + +. ...
  http://www.lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=o+c%C3%A3o+n%C3%A3o+consegue+ficar+++de+pe+se+desequilibra&lang=3&parent=/&mode=F
*  ingua nas axilas , dor nas pernas
Transtornos Neurológicos da Marcha. 1. + +. 40. Claudicação Intermitente. 1. + +. 41. Púrpura. 1. + +. ...
  http://www.lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=ingua+nas+axilas+,+dor+nas+pernas&lang=3&parent=/&mode=F
*  Transtorno Por Uso De Tabaco - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3906
*  Ginecomastia - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=1588
*  Malformações Arteriovenosas Intracranianas - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2030
*  Abscesso Hepático - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2286
*  Linfoma Folicular De Células Mistas - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2363
*  Taquicardia Paroxística - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3822
*  Osteoma Osteóide - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2920
*  Ruptura Gástrica - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3743
*  Infecções Por Bartonellaceae - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=377
*  Dor Abdominal - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=4
*  Aneurisma Intracraniano - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2027
*  Doença De Bowen - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=457
*  Diabetes Mellitus Lipoatrófica - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=962
*  Empiema Subdural - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=1125
*  Cistos Aracnóides - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=285
*  Inércia Uterina - lookfordiagnosis.com
Transtornos Neurológicos Da Marcha. * Galactorréia. * Galactosemias. * Doenças Da Vesícula Biliar. * Neoplasias Da Vesícula ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=4083
*  Estereotipia - Wikipedia
... e posição de marcha. A estereotipia pode ser encontrada em pessoas com deficiência intelectual, transtornos do espectro autista ... A demência frontotemporal é também uma causa neurológica na qual comportamentos repetitivos e estereotipias é característica ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Estereotipia
*  Síndrome de Asperger - Wikipedia
... do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V) e a síndrome foi incorporada aos transtornos do espectro ... Normalmente, isso é de domínio específico e envolve a processamento neurológico minucioso. Por outro lado, em comparação com os ... Também, possivelmente apresentam problemas com a propriocepção, além de apresentarem dispraxia, como equilíbrio, marcha tandem ... Difere de outros transtornos do espectro autista pelo desenvolvimento típico da linguagem e cognição. Embora não seja ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Asperger

Perturbações da marchaBengala (bastão): Bengala é um acessório para o auxílio no caminhar, sendo mais usada por pessoas que têm dificuldades na locomoção em razão da idade, ou em razão de doença, problemas traumatológicos, como fraturas, ou cegueira.Transtorno bipolarTranstorno mental: upright=1.1|thumb|A loucura, de [[Angelo Bronzino.Mecanoquímica: A Mecanoquímica é o ramo da Físico-Química que se ocupa do comportamento químico dos materiais sob o efeito de forças mecânicas. Uma definição mais antiga foi oferecida por Wilhelm Ostwald: A mecanoquímica é o estudo das relações entre as formas de energia mecânica com a energia química.EsquizofreniaDriven to Distraction: Driven to Distraction (Tendência à Distração em português) é um livro de 1994 sobre o distúrbio do déficit de atenção (DDA), escrito pelos psiquiatras americanos Edward Hallowell e John Ratey.Transtorno obsessivo-compulsivoOnirologia: A Onirología (do grego ὄνειρος, sonho, e λouγος logos, estudo, ciência) é o estudo científico dos sonhos.ÓrteseClaustrofobia: A claustrofobia é a fobia que se caracteriza pela aversão ao confinamento. Pessoas com claustrofobia costumam evitar elevadores, trens ou comboios e aviões.Dipsomania: Dipsomania (do grego dípsa, sede, e manía, loucura, mania) é o impulso ininterrupto e irresistível de ingerir bebidas alcoólicas.Maléolo: Maléolo é cada uma das eminências ósseas (tornozelos), interna e externa, situadas na extremidade inferior da perna.Johnnie Walker: thumbnail|direita|Johnnie Walker Green LabelDiplegia: Diplegia, no singular, caracteriza a paralisia que afeta partes simétricas do corpo, por exemplo, a diplegia facial ou a diplegia de Little na paralisia cerebral. Diferencia-se da quadriplegia ou tetraplegia, que envolve os quatro membros, não necessariamente de modo simétrico; da hemiplegia, que denomina a paralisia de um hemicorpo; e da paraplegia, que é a paralisia dos membros inferiores sem acometimento dos membros superiores.OsteoartriteAcidente vascular cerebral