Poroceratose: Transtorno hereditário de queratinização defeituosa, caracterizada pela proliferação de QUERATINÓCITOS e lesões, evidenciando crostas atróficas de grau variável envolvidas por uma margem queratótica elevada. Estas lesões queratóticas podem evoluir e revelar neoplasias cutâneas. Várias variantes clínicas são reconhecidas, incluindo a poroqueratose de Mibelli, poroqueratose linear, poroqueratose actínica superficial disseminada, poroqueratose palmoplantar e a poroqueratose pontuada.Dermatoses FaciaisDermatoses da Mão: Lesões cutâneas das mãos, que podem ter diversas etiologias, tais como infecciosas, irritativas, alérgicas, etc.Doenças do Pênis: Processos patológicos envolvendo o PÊNIS ou os componentes de seus tecidos.Dermatoses da Perna: Termo inespecífico utilizado para indicar qualquer lesão cutânea ou grupo de lesões, ou erupções de qualquer tipo na perna. (Stedman, 25a ed)Doenças da Unha: Doenças da placa da unha e tecidos ao redor desta. O conceito é limitado a primatas.Escroto: Bolsa cutânea da pele que contém os testículos e os cordões espermáticos.Carcinoma de Células Gigantes: Neoplasia epitelial caracterizada por células anaplásicas incomumente grandes. É altamente maligna, com história clínica fulminante, aparência histológica pleomórfica e prognóstico ruim. É mais comum nos pulmões e na tireoide. (Stedman, 25a ed)Duplicação Cromossômica: Aberração em que se encontra um cromossomo extra ou um segmento cromossômico extra.