Peritonite: INFLAMAÇÃO do PERITÔNIO, que reveste a CAVIDADE ABDOMINAL, em consequência de processos infecciosos, autoimunes ou químicos. A peritonite primária é decorrente da infecção na CAVIDADE PERITONEAL através da disseminação sanguínea ou linfática sem uma origem intra-abdominal. A peritonite secundária se origina na própria CAVIDADE ABDOMINAL através de RUPTURAS ou ABSCESSO de órgãos intra-abdominais.Peritonite Tuberculosa: Forma de PERITONITE observada em pacientes com TUBERCULOSE, caracterizada por lesão de tipo miliar ou como massa pélvica na superfície peritoneal. A maioria dos pacientes apresenta ASCITE, inchaço abdominal, DOR ABDOMINAL e outros sintomas sistêmicos como FEBRE, PERDA DE PESO e ANEMIA.Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua: Diálise peritoneal portátil com a presença contínua (24 horas por dia, 7 dias por semana) de uma solução de diálise na cavidade peritoneal, exceto por períodos de drenagem e instilação de solução fresca.Diálise Peritoneal: Líquido de diálise introduzido e removido da cavidade peritoneal como procedimento contínuo ou intermitente.Peritônio: Camada de CÉLULAS EPITELIAIS escamosas (células mesoteliais), cobertas pelas MICROVILOSIDADES apicais, que permitem a rápida absorção de líquidos e partículas da CAVIDADE PERITONEAL. O peritônio é dividido nos componentes parietal e visceral. O peritônio parietal reveste o interior da PAREDE ABDOMINAL e o visceral reveste os órgãos intraperitoneais. O peritônio em dupla camada forma o MESENTÉRIO, que suspende estes órgãos da parede abdominal.Cateteres de Demora: Cateteres desenvolvidos para serem deixados dentro de um órgão ou orifício por um extenso período de tempo.Líquido Ascítico: Líquido seroso das ASCITES que se acumula na cavidade peritoneal.Soluções para Diálise: Soluções preparadas para troca (através de uma membrana semipermeável) de solutos de tamanho molecular abaixo de um valor (determinado pelo limite [de exclusão imposto pelo tamanho dos poros] do material da membrana).Ascite: Acúmulo ou retenção de líquido livre dentro da cavidade peritoneal.Infecções Bacterianas: Infecções por bactérias, gerais ou inespecíficas.Lavagem Peritoneal: Lavagem externa da cavidade peritoneal. O procedimento é uma técnica diagnóstica, bem como terapêutica, que se segue a um trauma abdominal ou inflamação.Perfuração Intestinal: Abertura ou penetração através da parede do INTESTINO.Falência Renal Crônica: Estágio final da INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA. Caracterizada por danos renais graves e irreversíveis (segundo os dados de PROTEINURIA) e pela redução na TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR para menos que 15 ml por min (Kidney Foundation: Kidney Disease Outcome Quality Initiative, 2002). A condição destes pacientes geralmente exige HEMODIÁLISE ou TRANSPLANTE RENAL.Cefazolina: Cefalosporina semisintética análoga com amplo espectro de ação antibiótica devido a sua ação inibitória sobre a síntese da parede celular das bactérias. Atinge altos níveis séricos e é excretada rapidamente através da urina.Cavidade Peritoneal: Espaço recoberto pelo peritônio. É dividido em duas partes, o grande saco e o pequeno saco ou bolsa omental, que se localiza atrás do ESTÔMAGO. Os dois sacos estão conectados pelo forame de Winslow ou forame epiploico.Infecções por Bactérias Gram-Positivas: As infecções causadas por bactérias que retêm o corante cristal de violeta (positivo) quando submetidas ao método de coloração pelo gram.Antibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Infecções por Bactérias Gram-Negativas: As infecções causadas por bactérias que se coram de rosa (negativa) quando tratadas pelo método de coloração do gram.Laparotomia: Incisão lateral no abdome entre as costelas e a pelve.Esclerose: Processo patológico constituído por engrossamento ou fibrose de uma estrutura anatômica, geralmente vaso ou nervo.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Sepse: Síndrome de resposta inflamatória sistêmica com uma etiologia infecciosa suspeita ou comprovada. Quando a sepse está associada com uma disfunção orgânica distante do local de infecção, é denominada sepse grave. Quando a sepse está acompanhada por HIPOTENSÃO apesar de uma infusão adequada de líquidos, é denominada CHOQUE SÉPTICO.Doença Diverticular do Colo: Inflamação do DIVERTÍCULO DO COLO, geralmente com formação de abscesso e subsequente perfuração.Paracentese: Procedimento no qual se retira líquido de uma cavidade corporal ou órgão por meio de um trocarte, cânula, agulha ou outro instrumento perfurante.Tioglicolatos: Ésteres orgânicos do ácido tioglicólico (HS-CH2COOH).Infecções Estafilocócicas: As infecções por bactérias do gênero STAPHYLOCOCCUS.Pneumoperitônio: Situação em que há aprisionamento de gás ou ar na CAVIDADE PERITONEAL, normalmente secundária à perfuração de órgãos internos como PULMÃO e TRATO GASTROINTESTINAL, ou cirurgia recente. O pneumoperitônio pode ser propositadamente introduzido para auxiliar exames radiológicos.Vancomicina: Antibacteriano obtido a partir do Streptomyces orientalis. É um glicopeptídeo relacionado à RISTOCETINA, que inibe a formação da parede celular. Tem efeito nefro e oto-tóxico.Ceco: Bolsa cega (ou área em fundo-de-saco) do INTESTINO GROSSO, localizada abaixo da entrada do INTESTINO DELGADO. Apresenta uma extensão em forma de verme, o APÊNDICE vermiforme.Remoção de Dispositivo: Remoção de um dispositivo terapêutico ou protético implantado.Abdome Agudo: Síndrome clínica caracterizada por dor abdominal intensa, localizada e de início rápido. O abdome agudo pode ser causado por uma variedade de transtornos, lesões ou doenças.Doenças Peritoneais: Processos patológicos envolvendo o PERITÔNIO.Mupirocina: Antibiótico usado topicamente obtido da Pseudomonas fluorescens. Apresenta excelente atividade contra estafilococos e estreptococos Gram-positivos. O antibiótico é utilizado principalmente no tratamento de distúrbios da pele primários e secundários, infecções nasais e em curativos de ferimentos.Diverticulose Cólica: Afecção caracterizada pela presença de vários divertículos no COLO (DIVERTÍCULO DO COLO). Sua patogênese é multifatorial, incluindo envelhecimento do colo, disfunção motora, aumento da pressão intraluminal e carência de fibras na dieta.Aderências Teciduais: Processos patológicos constituídos pela união das superfícies opostas de uma ferida.Infusões Parenterais: Administração de medicação líquida, nutrientes ou outros fluidos por alguma outra via que o canal alimentar, usualmente por minutos ou horas, por gravidade do fluxo ou por bombeamento de infusão.Ascite Quilosa: Presença de linfa leitosa (QUILO) na CAVIDADE PERITONEAL, com ou sem infecção.

*  Tuberculose peritoneal

... cífico de ascite tuberculosa[13] . Outro achado comum é a adenopatia tuberculosa, que acomete os linfonodos mesentéricos, ... Tuberculose peritoneal: como diagnosticar? Rev Imagem 2007;29(2):47-5252 Em pacientes com HIV, a peritonite infecciosa pode ser ...

*  Adriano Machado - Wikipedia

Pouco depois sofreu uma peritonite tuberculosa, de que faleceria. Faleceu no Porto e foi a sepultado no jazigo de família, no ...

*  Líquido ascítico - Wikipedia

Os níveis de glicose tendem a estar diminuídos na peritonite tuberculosa e carcinomatosa. A atividade de amilase deve ser ... A contagem celular é importante no diagnóstico da peritonite bacteriana espontânea, que normalmente apresenta conatagem de ...

*  Peritonite e abscessos intra-abdominais - W. Conrad Liles, E. Patchen Dellinger | MedicinaNET

A peritonite bacteriana aguda pode ser distinguida da peritonite tuberculosa pela observação de vários aspectos. A peritonite ... A peritonite secundária possui um foco intra-abdominal que inicia a infecção. A peritonite tuberculosa é considerada em outro ... No paciente com peritonite tuberculosa sem cirrose nem ascite, o abdome pode exibir uma consistência pastosa característica. ... Peritonite A peritonite é um processo inflamatório difuso ou localizado, que afeta o revestimento peritoneal.1,2 Existem 2 ...

*  perda de peso, fraqueza, coração inchado, água no pulmão

Peritonite Tuberculosa. 1. + +. 70. Distúrbios do Paladar. 1. + +. 71. Doenças Linfáticas. 1. + +. ...

*  nódulo calcificado no segmento superior do lobo inferior direito, lesão residual de processo granulomatoso

Peritonite Tuberculosa. 3. + +. 690. Histiocitoma Fibroso Benigno. 3. + +. 691. Cardiomiopatia Chagásica. 3. + +. ...

*  dor abdominal lado esquerdo, quadrante inferior

Peritonite Tuberculosa. 1. + +. 107. Pseudo-Obstrução Intestinal. 1. + +. 108. Doenças dos Anexos. 1. + +. ...

*  DEUS É MAIS: Milagres de Lourdes: exemplo de cooperação harmoniosa entre a Igreja e a ciência

"Peritonite tuberculosa. A enferma foi submetida a sete intervenções cirúrgicas abdominais a partir de 1938. Há três anos ... Primeiro tem que operar um quisto tuberculoso nos ovários, depois, uma peritonite tuberculosa que a acometeu, logo seguida por ... "Reconhecemos que a senhorita Jeanne Fretel, acometida de peritonite tuberculosa com sinais meningíticos e em estado muito grave ...

*  CAMINHOS DA CURA COM AUTO-HEMOTERAPIA APONTADOS DESDE O INÍCIO DO SÉCULO XX; SINISTO, MAS OS MÉDICOS ESQUECEM A...

soroterapia-In tuberculosa peritonite, [P. De Michele] Riv.med. 34:101,. 26 de julho 27B6: bubões cancróide. seguintes tratados ... ostearthritis tuberculosa e outras condições, [M.. Havranek] Rev.med.fran ‡. 8: 329-333, Abril '27 27B29: em venéreas bubo, [R ... peritonite; casos, [M. GuiffrŠ] Clin.pediat. 10: 701731, Nov.. '28 29A18: valor de autosoroterapia irradiados com rádio para o ...

*  Tuberculose na criança

A primo-infecção tuberculosa inicia-se quando um indivíduo virgem de infecção passa a albergar essa carga bacilar, em geral ... A tuberculose do aparelho digestivo (peritonite e intestinal), pericardite, gênito-uri- nária e cutânea são mais raras. A ... A meningoencefalite tuberculosa costuma cursar com fase prodrômica de uma a oito semanas, quase sempre com febre, ... dir a infecção tuberculosa em escolares, o cálculo desse risco nem sempre é fácil, uma vez que é elevada a cober- tura vacinal ...

*  CID-10 Capítulo I: Algumas doenças infecciosas e parasitárias - Wikipedia

Osteíte tuberculosa (M90.0*) Osteomielite tuberculosa (M90.0*) Osteonecrose tuberculosa (M90.0*) Sinovite tuberculosa (M68.0*) ... Peritonite† (K67.3*) Tuberculose (do): ânus e reto† (K93.0*) intestino (delgado) (grosso)† (K93.0*) retroperitonial (gânglios ... Episclerite tuberculosa (H19.0*) Iridociclite tuberculosa (H22.0*) A18.6 Tuberculose do ouvido Otite média tuberculosa† (H67.0 ... Meningoencefalite tuberculosa (G05.0*) Mielite tuberculosa (G05.0*) Polineuropatia tuberculosa (G63.0*) Tuberculoma do(a) ...

*  Tuberculose infantil - Wikipedia

Tuberculose abdominal foi também causa de 5% complicações abdominais como peritonite e intestinal obstrução entre as crianças ... com linfadenite tuberculosa que vive em ambiente de HIV prevalente; que mora em lugar com alta resistência a isoniazida ou com ... meses também pode ser usado para crianças HIV-negativas com suspeita ou com tuberculose pulmonar ou com linfadenite tuberculosa ...

*  Março

peritonite pélvica (infecção pélvica generalizada). * formação de abscessos uterinos ou pélvicos. * septicemia. * choque ... Ocorre com freqüência em pacientes com salpingite, endometrite tuberculosa, endometrite purulenta ou endometrite posterior a ...

*  Patologia da Sistema digestivo (2) | Patologias e saúde.

Esta medida destina-se a prevenir a ocorrência de peritonite pós-operatória.. Peritonite é uma complicação freqüente destas ... Há fístulas de origem tuberculosa?. Sim; em uma pequena porcentagem de casos, a formação de fístulas é associada com ... Isso elimina o risco de peritonite.. •. HEMORRÓIDAS. O que são hemorróidas?. Varizes, ou seja, a permanente expansão das veias ... Isto, por sua vez, pode causar perfuração do órgão, peritonite e morte;. b) recorrente cólica devido ao cálculo, obstrução ...

*  Professor » Eduardo Garcia Vilela » Faculdade de Medicina » Departamento de Clínica Médica » Somos UFMG

Meningite tuberculosa Câncer gastrointestinal Escgerichia coli aderente-invasiva Artrite Reumatóide densidade mineral ... Peritonite bacteriana espontânea Síndromes eosinofílicas do trato digestório Hepatite tóxica Insuficiência Exócrina do Pâncreas ...

*  BRENDA DE MELO MACHADO 9. PERÍODO MEDICINA EMESCAM - ppt carregar

A principal etiologia para a artrite apresentada pelo paciente é: a) reativa b) fúngica c) gonocócica d) tuberculosa e) ... abscessos tuboováricos e peritonite com gravidade variável, podendo levar à morte. Mais freqüentemente resulta em dor pélvica ... A principal etiologia para a artrite apresentada pelo paciente é: a) reativa b) fúngica c) gonocócica d) tuberculosa e) ...

*  Pericardite Tuberculosa - lookfordiagnosis.com

Peritonite Tuberculosa. * Abscesso Peritonsilar. * Neuropatias Fibulares. * Transtornos Peroxissômicos. * Síndrome Do Golfo ...

*  Casos Clínicos | MedicinaNET

Peritonite bacteriana espontânea e encefalopatia hepática. *. DPOC descompensado. *. Pneumonia e insuficiência adrenal. ...

Peritonite bacteriana espontânea: Peritonite bacteriana espontânea (PBE) é uma forma de peritonite que ocorre em pacientes com cirrose.Diálise peritoneal: Diálise peritoneal é o processo de depuração do sangue no qual a transferência de solutos e líquidos ocorre através de uma membrana semipermeável (o peritônio) que separa dois compartimentos. Um deles é a cavidade abdominal, onde está contida a solução de diálise; o outro é o capilar peritoneal, onde se encontra o sangue com excesso de escórias nitrogenadas, potássio e outras substâncias.Diálise: Diálise é o processo físico-químico pelo qual duas soluções (de concentrações diferentes), são separadas por uma membrana semipermeável, após um certo tempo as espécies passam pela membrana para igualar as concentrações. Na hemodiálise, a transferência de massa ocorre entre o sangue e o líquido de diálise através de uma membrana semipermeável artificial (o filtro de hemodiálise ou capilar).Cefazolina: A Cefazolina é um antibiótico do grupo das Cefalosporinas da primeira geração, mais conhecido como Kefazol (ABL - Laboratório). Apresenta propriedades um pouco distintas da cefalotina como velocidade mais lenta de eliminação, ligação mais alta às proteínas, volume mais baixo de distribuição, dentre as cefalosporinas de primeira geração a cefazolina é preferida pelas propriedades já citadas em profilaxias cirúgicas.Cavidade peritoneal: A cavidade peritoneal se localiza dentro da cavidade abdominal, seu limite inferior é a cavidade pélvica. É um espaço virtual com espessura de capilar, fica entre as lâminas parietal e visceral do peritônio.Bacitracina: Bacitracina é um fármaco de utilização tópica com ação antibiótica.P.Laparotomia: Laparotomia é uma manobra cirúrgica que envolve uma incisão através da parede abdominal para aceder à cavidade abdominal. É também conhecida como celiotomia.SepseParacentese: Paracentese é um procedimento médico que envolve a punção de fluido de uma cavidade do corpo através de uma agulha. O termo é mais utilizado para punção da cavidade peritoneal no abdômen.Ácido tioglicólicoVancomicinaApendicite epiploicaMupirocinaDiverticulose


abscessos

  • 5 CONSEQÜÊNCIAS A infecção ascendente do trato genital feminino pode levar a endometrite, salpingite, abscessos tuboováricos e peritonite com gravidade variável, podendo levar à morte. (slideplayer.com.br)

Intestinal

  • Tuberculose abdominal foi também causa de 5% complicações abdominais como peritonite e intestinal obstrução entre as crianças nessa pesquisa. (wikipedia.org)

salpingite

  • Ocorre com freqüência em pacientes com salpingite, endometrite tuberculosa, endometrite purulenta ou endometrite posterior a uma instrumentação ou cirurgia. (blogspot.com)

abdominal

  • A peritonite primária, também chamada espontânea, não está associada a nenhum distúrbio intra-abdominal subjacente como causa direta de infecção, mas geralmente envolve um distúrbio subjacente que inibe as defesas normais do hospedeiro na cavidade abdominal. (medicinanet.com.br)
  • A peritonite secundária possui um foco intra-abdominal que inicia a infecção. (medicinanet.com.br)

pacientes

  • A peritonite bacteriana espontânea (PBE) vem sendo identificada com frequência cada vez maior em pacientes com hepatopatia crônica avançada e ascite concomitante ou insuficiência hepática fulminante acompanhada de ascite. (medicinanet.com.br)
  • Staphylococcus aureus é uma causa infrequente de PBE, mas constitui uma das principais causas de peritonite em pacientes cirróticos com shunts peritoneovenosos de LeVeen. (medicinanet.com.br)
  • Embora a incidência de peritonite primária seja maior entre as crianças, também pode desenvolver-se em adultos, sendo que quase todos os pacientes adultos afetados são mulheres. (medicinanet.com.br)