Pólipos: Discreta massa tecidual anormal que se projeta para o lúmen dos tratos digestório ou respiratório. Os pólipos podem ser estruturas esferoidais, hemisferoidais ou em forma de montículos irregulares conectados à MEMBRANA MUCOSA da parede do lúmen seja por uma haste, pedúnculo ou uma base larga.Pólipos do Colo: Massas discretas de tecido que se projetam no lúmen do COLO. Estes PÓLIPOS são conectados à parede do colo por meio de uma haste, pedúnculo ou por uma base larga.Pólipos Nasais: Acumulações focais de EDEMA líquido na MUCOSA NASAL acompanhadas de HIPERPLASIA do tecido conjuntivo submucoso. Os pólipos podem ser NEOPLASIAS, focos de INFLAMAÇÃO, lesões degenerativas ou malformações.Pólipos Adenomatosos: Pólipos que consistem em tecido neoplásico benigno derivado do epitélio glandular. (Stedman, 25a ed)Colonoscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia da superfície luminal do colo.Colonografia Tomográfica Computadorizada: Método de imagem não invasivo que usa dados tomográficos computadorizados combinados com software de imagem, especializado para examinar o colo.Adenoma: Tumor epitelial benigno com organização glandular.Polipose Adenomatosa do Colo: Síndrome de polipose devida a uma mutação autossômica e dominante dos GENES APC no CROMOSSOMO 5. A síndrome é caracterizada pelo desenvolvimento de centenas de PÓLIPOS ADENOMATOSOS no COLO e RETO de indivíduos afetados a partir do início da vida adulta.Polifosfatos: Polímeros lineares onde os resíduos ortofosfato estão acoplados com ligações fosfoanídricas de alta energia. São encontrados em plantas, animais e microrganismos.Neoplasias Colorretais: Tumores ou câncer do cólon, ou do RETO ou ambos. Entre os fatores de risco para o câncer colorretal estão colite ulcerativa crônica, polipose familiar do cólon, exposição a ASBESTO e irradiação do COLO DO ÚTERO.Síndrome de Peutz-Jeghers: Doença hereditária causada por mutações autossômicas, dominantes envolvendo o CROMOSSOMO 19. Caracteriza-se pela presença de PÓLIPOS INTESTINAIS, consistentemente no JEJUNO e pigmentação mucocutânea com máculas de MELANINA nos lábios, MUCOSA da boca e dedos.Sinusite: Inflamação da MUCOSA NASAL em um ou mais dos SEIOS PARANASAIS.Hiperplasia: Aumento na quantidade de células em um tecido ou órgão, sem formação tumoral. Difere de HIPERTROFIA, que é aumento no volume, porém sem aumento no número de células.Neoplasias do Colo: Tumores ou câncer do COLO.Doenças Retais: Desenvolvimentos patológicos na região do RETO do INTESTINO GROSSO.Polipose Intestinal: Crescimento de PÓLIPOS INTESTINAIS. Os processos de crescimento podem ser neoplásico (ADENOMA e CARCINOMA) e não neoplásico (hiperplásico, mucoso, inflamatório e outros pólipos).Neoplasias Fibroepiteliais: Neoplasias compostas de tecido fibroso e epitelial. O conceito não se refere às neoplasias localizadas no tecido fibroso ou epitelial.Genes APC: Genes de supressão tumoral localizados na região 5q21 do braço longo do cromossomo humano 5 . A mutação destes genes está associada com a polipose adenomatosa familiar (POLIPOSE ADENOMATOSA DO COLO) e SÍNDROME DE GARDNER, bem como alguns cânceres colorretais esporádicos.Rinite: Inflamação da MUCOSA NASAL, a mucosa que recobre as CAVIDADES NASAIS.Doenças Uterinas: Processos patológicos envolvendo qualquer parte do ÚTERO.Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMOIDE.Endoscopia: Procedimentos em que se empregam ENDOSCÓPIOS para diagnóstico e tratamento de doenças. A endoscopia envolve a passagem de um instrumento óptico através de pequena incisão na pele, isto é, percutânea; ou através de orifícios naturais e ao longo de vias naturais do corpo, como o trato digestório; e/ou através de incisão na parede de órgão ou estrutura tubular, isto é, transluminal, para examinar ou realizar cirurgia em partes interiores do corpo.Hydra: Gênero de pólipos (família Hydradae, ordem Hidroida, classe dos HIDROZOÁRIOS) de água doce, particularmente interessantes devido a sua organização complexa e porque sua organização adulta corresponde grosseiramente à gástrula dos animais superiores.Sigmoidoscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia da dobra sigmoide.Neoplasias Retais: Tumores ou câncer do RETO.Mucosa Nasal: Revestimento mucoso da CAVIDADE NASAL, inclusive das narinas (vestíbulo) e da MUCOSA OLFATÓRIA. Constituída por células ciliadas, CÉLULAS CALICIFORMES, células em escova, granulares pequenas, CÉLULAS-TRONCO e por glândulas que contêm células mucosas e serosas.Histeroscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do interior do útero.Hidrozoários: Classe no filo CNIDÁRIOS cujos membros alternam entre as formas de pólipo e medusa durante seu ciclo de vida. Há mais de 2.700 espécies em cinco ordens.Colonoscópios: Endoscópios especialmente desenvolvidos para visualizar a superfície interior do colo.Gastropatias: Processos patológicos envolvendo o ESTÔMAGO.Lesões Pré-Cancerosas: Relativo a um processo patológico que tende a tornar-se maligno. (Dorland, 28a ed)Doenças da Vesícula Biliar: Doenças da VESÍCULA BILIAR. Geralmente envolvem diminuição do fluxo da BILE, CÁLCULOS BILIARES no TRATO BILIAR, infecções, neoplasias, ou outras doenças.Fosfotransferases (Aceptor do Grupo Fosfato): Grupo de enzimas que catalisa a transferência de um grupo fosfato para um aceptor de grupo fosfato. EC 2.7.4.Hamartoma: Malformação focal que se assemelha a uma neoplasia, composta de um crescimento exagerado de células maduras e de tecido que ocorrem normalmente na área afetada.Cnidários: Filo de invertebrados radialmente simétricos que se caracterizam por possuírem células urticantes denominadas nematócitos, cujos membros possuem VENENOS DE CNIDÁRIOS. As classes são: ANTHOZOA, CUBOZOA, HYDROZOA e SCYPHOZOA .Reto: Segmento distal do INTESTINO GROSSO, entre o COLO SIGMOIDE e o CANAL ANAL.Seios Paranasais: Extensões preenchidas de ar localizadas nos ossos ao redor da CAVIDADE NASAL. São extensões da cavidade nasal e recobertas pela MUCOSA NASAL ciliada. Cada seio é nominado a partir do osso cranial em que está localizado, como o SEIO ETMOIDAL, o SEIO FRONTAL, o SEIO MAXILAR e o SEIO ESFENOIDAL.Colo Ascendente: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o COLO TRANSVERSO. Possui trajeto ascendente desde o ceco à superfície caudal do lóbulo direito do FÍGADO onde se dobra pronunciadamente à esquerda, formando a flexura cólica direita.Neoplasias Duodenais: Tumores ou câncer do DUODENO.Mucosa Intestinal: Revestimento dos INTESTINOS, consistindo em um EPITÉLIO interior, uma LÂMINA PRÓPRIA média, e uma MUSCULARIS MUCOSAE exterior. No INTESTINO DELGADO, a mucosa é caracterizada por várias dobras e muitas células absortivas (ENTERÓCITOS) com MICROVILOSIDADES.Neoplasias Intestinais: Tumores ou câncer dos INTESTINOS.Doenças da Laringe: Processos patológicos envolvendo qualquer parte da LARINGE, a qual coordena muitas funções como a produção da voz, respiração, deglutição e tosse.Síndrome de Gardner: Variante da POLIPOSE ADENOMATOSA DO COLO causada por mutação no gene APC (GENES APC) no CROMOSSOMO 5. Caracteriza-se não somente pela presença de múltiplas colônias de poliposes, mas também por PÓLIPOS ADENOMATOSOS no TRATO GASTROINTESINAL SUPERIOR, OLHO, PELE, CRÂNIO, OSSOS FACIAIS, bem como da malignidade em outros órgãos, além do trato GI.Enema: Solução ou composto que são introduzidos no RETO, para limpar o COLO (ou para procedimentos diagnósticos).Doenças do Colo: Processos patológicos na região do COLO do INTESTINO GROSSO.Gastroscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do interior do estômago.Adenoma Viloso: Adenoma papilar do intestino grosso. É, em geral, um tumor séssil solitário, frequentemente grande, de mucosa colônica e composto de epitélio mucinoso que cobre delicadas projeções vasculares. Costumam ocorrer hipersecreção e alterações malignas. (Stedman, 25a ed)Endoscopia Gastrointestinal: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do trato gastrointestinal.Interpretação de Imagem Radiográfica Assistida por Computador: Sistemas computadorizados ou informatizados destinados a fornecer interpretação à informação radiográfica.

*  Pólipo intestinal - Wikipedia

Pólipos com mais de 1 cm são removidos durante a colonoscopia e examinados ao microscópio. Se os pólipos são muito extensos ou ... Inflamatório: Pólipos associados a colite ulcerativa ou doença de Crohn. Embora os pólipos em si raramente sejam cancerosos, ... Os pólipos intestinais geralmente não causam sintomas, mas várias síndromes se associam a pólipos. Sintomas de problemas ... Pequenos pólipos serrilhados no cólon inferior, raramente são malignos. Pólipos serrilhados maiores que 1cm, tipicamente planos ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pólipo_intestinal

*  DÚVIDAS PRÓTESE CAPILAR : Janeiro 2014

Ao contrário dos pólipos intestinais, os miomas no útero da mulher são tumores benignos que não se tornam malignos. Muitas ... Os outros tipos de pólipos não são preocupantes. Para saber se o pólipo é ou não um adenoma, é necessário fazer biópsia por ... Pouco mais da metade dos pólipos do intestino, quando avaliados em laboratórios, são do tipo "adenoma"- considerados "pré- ...
blogduv.blogspot.com.br/2014/01/

*  GEDR: Cap polipose

Cap polipose é caracterizada por múltiplos pólipos inflamatórios distintivos que são predominantemente localizados na porção ... pólipos inflamatórios e neoplasias. No momento, nenhum tratamento específico e eficaz foi estabelecida. Drogas terapêuticas ... Características típicas endoscópica incluem vários pólipos sésseis vermelho no reto e cólon sigmóide, situado nos ápices de ...
estudandoraras.blogspot.com/2011/11/cap-polipose.html

*  Pólipo - Wikipedia

Os pólipos vivem alojados em uma estrutura calcária que constroem. À medida que morre novos pólipos crescem por cima.Já as ... Reprodução sexuada, os pólipos produzem testículos e ovários na parede lateral dos pólipos, em projeções arredondadas, sendo a ... é composto exclusivamente de pólipos. Os pólipos são muito mais diversos que as medusas, em grande medida por sua capacidade de ... Os pólipos podem formar pequenos brotos que depois se desprendem, caindo no substrato no qual irão se fixar dando origem a um ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pólipo

*  Pólipo endometrial - Wikipedia

Pólipos grandes podem ser cortado em seções e removidos em partes. Os pólipos raramente voltam a crescer. Se as células ... Pólipos grandes e múltiplos causam sangrados uterinos anormais (menorragia e/ou metrorragia). Apenas 0,5 por cento dos pólipos ... terapia de reposição hormonal e uma história de pólipos cervicais. Os pólipos endometriais podem ser detectados por ... Os pólipos uterinos são sensíveis ao estrogênio, o que significa que eles crescem em resposta ao estrogênio circulante. Fatores ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pólipo_endometrial

*  Pólipos Colorretais

Pólipos grandes (maiores que 1 cm), com displasia de alto grau, lesões múltiplas, tipo histológico (pólipos vilosos têm maior ... Os pólipos diagnosticados devem ser ressecados. Todos os pacientes que tiverem ressecados um ou mais pólipos adenomatosos ... Pólipos adenomatosos são encontrados em cerca de um terço das pessoas com 50 anos ou mais e sua incidência aumenta com a idade ... Pacientes com pólipos adenomatosos de alto risco para malignização ou com antecedentes familiares de neoplasia colorretal podem ...
progastro.blogspot.com/2009/08/titulo-de-informacao-e-prestacao-de.html

*  Curso rápido melhora detecção de pólipos pré-cancerosos imperceptíveis, mostra estudo da Mayo Clinic - Mayo Clinic News Network

Curso rápido melhora detecção de pólipos pré-cancerosos imperceptíveis, mostra estudo da Mayo Clinic ... "Também sabemos que a proficiência para a detecção desses pólipos varia muito de um médico para outro", ele afirma. ... Michael Wallace e sua equipe desenvolveram um curso de treinamento de duas horas, que descreve pólipos difíceis de encontrar, ... "Inúmeros estudos têm demonstrado que a maior detecção e remoção de pólipos potencialmente pré-cancerosos reduzem a incidência ...
https://newsnetwork.mayoclinic.org/discussion/curso-rpido-melhora-deteco-de-plipos-pr-cancerosos-imperceptveis-mostra-estudo-da-mayo-clinic/

*  Histeroscopia - Wikipedia

Pólipos. Miomas. Aderências. Espessamento do endométrio. Adenocarcinoma do endométrio. Cavidade uterina visualizada na ... Indicações Cirúrgicas: Retirada de miomas Retirada de pólipos. Retirada de sinéquias (cicatrizes) ou de septos (alteração ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Histeroscopia

*  Câncer colorretal - Bernard Levin | MedicinaNET

... pólipos hiperplásicos e pólipos admistos podem surgir por uma via diferente daquela que leva ao aparecimento dos pólipos ... Os pólipos vilosos são mais propensos a conter carcinomas invasivos do que os pólipos tubulares de mesmo tamanho.5,6 ... Estas lesões potencialmente pré-malignas devem ser distinguidas dos pólipos juvenis, hamartomas e pólipos inflamatórios, que ... na carga de pólipos (isto é, a soma dos diâmetros dos pólipos), em comparação ao grupo tratado com placebo. Uma dose menor (100 ...
medicinanet.com.br/conteudos/acp-medicine/5293/cancer_colorretal_–_bernard_levin.htm

*  Cancro do estômago - Wikipedia

Pólipos no estômago; Anemia perniciosa; Sangue tipo A Infecção pelo vírus de Epstein-Barr; Exposição constante a poeira de ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cancro_do_estômago

*  Hematoquezia - Wikipédia, a enciclopédia livre

Uma cirurgia pode ser necessária para remover polipos ou as partes do cólon danificadas por cancro, diverticulite ou doença ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hematoquezia

*  Sychronous colorrectal câncer: a case report and literature review

Pólipos sincrônicos ocorrem em até 18 a 27% dos casos. No caso de tumores malignos, essa freqüência é de 1,5 até 8% (9); (12). ... O CCR esporádico pode associar-se à presença de outros tumores malignos em 1,5 a 8% (em média 4%) dos casos e de pólipos ... Variáveis como sexo masculino e a presença de pólipos à colonoscopia, já foram citadas como sinal de alerta para a possível ... Foi encontrada uma freqüência de pólipos adenomatosos de 18% no seguimento de pacientes submetidos à ressecção de CCR, maior no ...
scielo.br/scielo.php?pid=S0101-98802007000100010&script=sci_arttext

*  Tipos de câncer | Minha Vida

Pólipos. Pólipos são lesões na parede interna do cólon ou do reto. Em geral eles são bastante comuns em pessoas acima dos 50. ... Pólipos adenomatosos. Esses tipos de pólipos têm mais chances que outros de se tornarem tumores. Durante a sigmoidoscopia ou a ... pólipos. Depois uma proctoscopia (um exame do reto) após a cirurgia, uma vez a cada seis meses, para procurar pólipos. Se a ... seqüência para procurar outros pólipos. Depois,quando o cólon estiver livre de pólipos, os especialistas recomendam repetir a ...
minhavida.com.br/saude/materias/1504-tipos-de-cancer

*  Técnicas Vocais - Portal Educação

O curso Técnicas Vocais é direcionado a fonoaudiólogos, acadêmicos de Fonoaudiologia e demais indivíduos que utilizam a voz profissionalmente ou buscam informações sobre produção vocal e as técnicas utilizadas na terapia de patologias vocais.
https://portaleducacao.com.br/cursos/psicologia-2/curso-livre/fonoaudiologia/tecnicas-vocais/764

*  Fauna da Austrália - Wikipedia

Encontram-se poríferos, como as esponjas marinhas; cnidários como as medusas e os pólipos; ctenóforos, similares a medusas; ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fauna_da_Austrália

*  Chaetodon - Wikipedia

Alimentam-se de pólipos de corais e outros invertebrados. São encontradas com mais frequência nos recifes ricos em espécies de ... Seu focinho é curto, a boca estreita e forte, e a alimentação baseada quase só em pólipos de coral, ocasionalmente algas. ... Alimentam-se de pólipos de coral duro principalmente do gênero Acropora. Chaetodon baronessa (Cuvier, 1829) Chaetodon larvatus ... Existem espécies exclusivamente coralívoras, que só alimentam-se dos pólipos de corais ou octocorais, e espécies onívoras. ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Chaetodon

*  Analysis of the prevalence of coloproctological conditions elderly patients of the colorectal unit in a university hospital

Em pacientes assintomáticos, estima-se que a incidência de pólipos seja de 24 a 47% aos 50 anos25. A colonoscopia é o método de ... Em 15,60% dos gerontes foram identificados pólipos contra 4,07% dos pacientes abaixo de 60 anos (p,0,0001). Alguns estudos ... As doenças mais frequentes no grupo I foram: doença diverticular dos cólons, pólipos colônicos e câncer colorretal. No grupo I ... Outro diagnóstico dos mais prevalentes no idoso foi o de pólipos intestinais. ...
scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-98802009000200001&lng=en&nrm=iso

*  Cancro do cólon

... formação de pólipos adenomatosos, crescimento e displasia destes pólipos, formação de carcinomas não invasivos (carcinoma 'in ... Os pólipos com , 1cm têm um risco ligeiramente superior a 1% de se tornarem malignos; em comparação, os adenomas com , 2cm têm ... Quase todos os pólipos do cólon e mais de 50% dos cancros colorrectais não são detectados por este meio, porque não sangram ... Os pólipos adenomatosos benignos, especialmente aqueles com mais de 1cm, podem sofrer degenerescência maligna. O processo de ...
alert-online.com/pt/medical-guide/cancro-do-colon

*  Ronco

Pólipos no nariz;. * Palato em forma de ogiva;. * Rinite, sinusite e obstruções nasais; ...
https://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/ronco/

*  Anthomedusae - Wikipedia

Os pólipos, solitários ou formando colónias, não apresentam hidroteca. Família Monobrachiidae Família Paragotoeidae Família ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Anthomedusae

*  Matéria Médica de Boericke carla

Irritação nasal com pólipos). Dose - Primeira dinamização. . GEMMR - Matéria Médica de Boerike - Colaboração: Carla 84. Arum ...
https://pt.scribd.com/doc/24456593/Materia-Medica-de-Boericke-carla

*  Tumor benigno - Wikipedia

Exemplos comuns de tumores benignos são as verrugas e pólipos. Alguns tumores benignos podem fazer transformação maligna e por ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tumor_benigno

*  Sinusite - Wikipedia

Pólipos nasais: crescimento de tecido que bloqueia as passagens nasais. A fisiopatologia das sinusites é determinada tanto por ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sinusite

Pólipo (medicina): Pólipo é um crescimento anormal de tecido que protubera de uma membrana mucosa. O pólipo pode ser mole, carnoso ou fibroso, geralmente pediculado e piriforme, que se desenvolve nas cavidades revestidas por uma mucosa.Pólipo nasalAdenomaSíndrome de Peutz–JeghersSinusiteHiperplasia: O termo hiperplasia é usado quando se quer mencionar o aumento do número de células num órgão ou num tecido. A hiperplasia ocorre se a população celular for capaz de sintetizar DNA permitindo, assim, que ocorra a mitose.Pi HydraeHydrozoa: Richard C. Brusca, Gary J.Sinal de Murphy: Na medicina, o de Murphy é um sinal médico presente no exame físico de um paciente. É indicativo de colecistite, quando o paciente suspende a inspiração por dor à compressão do rebordo costal direito(local onde se encontra a vesícula biliar)Gorgoniidae: Gorgoniidae é uma família de corais da subordem Holaxonia.Seio paranasal: Seios paranasais são espaços preenchidos de ar localizados no interior dos ossos do crânio e face, que se comunicam com a cavidade nasal.Síndrome de GardnerTécnica de Malone: Técnica de Malone ou Apendicostomia é um procedimento médico-cirúrgico que consiste na exteriorização do apêndice vermicular na parede abdominal (stomia) permitindo a execução de clisteres (ou enemas) anterógrados e grande melhoria da qualidade de vida, em pessoas com obstipação crónica rebelde. Esta técnica tem sido utilizada com excelentes resultados em crianças com distúrbios neurológicos que se acompanham de grave obstipação e incontinência fecal.


podem ser


  • Além do cólon e reto, pólipos podem ser encontrados também no trato digestivo superior (estômago e duodeno), intestino delgado, tireóide, adrenais, pâncreas e hipófise (6) . (blogspot.com)
  • Os pólipos endometriais podem ser detectados por ultrassonografia transvaginal (sonohisteroscopia) e histeroscopia. (wikipedia.org)
  • Os pólipos podem ser removidos cirurgicamente com dilatação e curetagem. (wikipedia.org)
  • Pólipos grandes podem ser cortado em seções e removidos em partes. (wikipedia.org)
  • Procedimentos terapêuticos também podem ser realizados durante a colonoscopia e entre eles, o mais frequente é a polipectomia que é a remoção de pólipos. (itaigaramemorial.com.br)

removidos cirurgicamente


  • Pólipos serrilhados maiores que 1cm, tipicamente planos e difíceis de detectar, localizados no cólon superior são precancerosos e portanto devem ser removidos cirurgicamente. (wikipedia.org)

benignos


  • Independentemente da causa dos pólipos fibroepiteliais, eles geralmente são benignos. (ehow.com.br)
  • É realizado principalmente para detecção de pólipos (tumores benignos), que podem sofrer transformação para malignidade. (wikipedia.org)

geralmente


  • Pólipo intestinal ou pólipo colônico é um pequeno aglomerado de células das paredes do intestino, geralmente inofensivos, porém alguns pólipos podem conter um câncer colorretal. (wikipedia.org)
  • Os pólipos intestinais geralmente não causam sintomas, mas várias síndromes se associam a pólipos. (wikipedia.org)
  • Do ponto de vista clínico, a doença geralmente se manifesta na puberdade, com o aparecimento de pólipos adenomatosos na mucosa colorretal (5) . (blogspot.com)

principalmente


  • A cirurgia está de ressecação e extração de pólipos está indicada principalmente nos casos de obstrução, sangramento ou intussuscepção do tubo digestivo. (wikipedia.org)

tubo digestivo


  • Quando este crescimento não regulado ocorre nas mucosas, como as paredes do tubo digestivo, são chamados de pólipos. (wikipedia.org)
  • Na infância aparecem os primeiros sintomas, que aumentam com a idade e incluem: Dor abdominal, Escurecimento da mucosa da boca, Sangramento intestinal, Pólipos (hamartomas) em tubo digestivo. (wikipedia.org)

intestinal


  • Os pólipos em si não tem risco de malignidade, mas ambos casos há um risco maior de adenocarcinoma intestinal (um tipo de câncer de intestino). (wikipedia.org)
  • A síndrome de Peutz-Jeghers' (SPJ), também denominada síndrome da polipose hereditária intestinal(SPHI) é uma doença genética caracterizada pelo desenvolvimento de pólipos hamartomosos no aparelho digestivo e manchas escuras nos lábios e na mucosa da boca. (wikipedia.org)
  • Além da avaliação da mucosa intestinal e do calibre do órgão, permite a realização de coleta de material para exame histopatológico (biópsia) e a realização de procedimentos, como a retirada de pólipos (polipectomia), descompressão de volvo intestinal e a hemostasia de lesões sangrantes. (wikipedia.org)

tornam


  • Existem vários tipos de pólipos do cólon, incluindo: Adenomas: A maioria dos pólipos são adenomatosos e a maioria dos adenomas nunca se tornam malignos, mas quase todos os pólipos que se tornam malignos são adenomatosos. (wikipedia.org)
  • A natureza adenomatosa e a enorme quantidade de pólipos tornam a possibilidade de degeneração maligna preocupação importante em pacientes não tratados, em que o desenvolvimento de CCR é regra, surgindo em média 10 anos após o desenvolvimento dos pólipos (43) . (blogspot.com)

raramente


  • Pequenos pólipos serrilhados no cólon inferior, raramente são malignos. (wikipedia.org)
  • Embora os pólipos em si raramente sejam cancerosos, ambas doenças estão associadas a um maior risco de câncer de intestino. (wikipedia.org)
  • Os pólipos raramente voltam a crescer. (wikipedia.org)

colon


mucosa


  • Se os pólipos são muito extensos ou inacessíveis para serem removidos na colonoscopia, pode ser necessário uma ressecção cirúrgica da mucosa. (wikipedia.org)

comuns


  • Pólipos intestinais são bastante comuns em fumantes, obesos, maiores de 50 anos ou portadores de doenças inflamatórias intestinais. (wikipedia.org)
  • Os pólipos fibroepiteliais são comuns em recém-nascidos. (ehow.com.br)

tamanho


  • A maioria dos pólipos é de tamanho pequeno, mas algumas espécies de anêmonas-do-mar alcançam tamanhos gigantescos. (wikipedia.org)

intestino


  • Polipose adenomatosa familiar é uma condição genética que causa a formação de um número de pólipos no intestino grosso, no geral, mil ou mais. (wikipedia.org)

idade


  • Apenas 0,5 por cento dos pólipos contêm células cancerosas (adenocarcinoma), sendo o risco maior com a maior idade. (wikipedia.org)

possuem


  • Ver artigo principal: Cnidários Os pólipos possuem simetria radial o seu corpo apresenta forma tubular, com uma extremidade inferior (disco basal ou pé) fechada e fixa ao substrato. (wikipedia.org)
  • As hidras e anémonas as quais possuem forma de pólipos, deslocam-se soltando o disco basal e apoiando-se nos tentáculos. (wikipedia.org)

frequentemente


  • O exame mais sensível e frequentemente usado para examinar pólipos e câncer intestinais é a colonoscopia. (wikipedia.org)
  • Medicamentos hormonais, incluindo progestinas e agonistas da hormona liberadora de gonadotropina, podem reduzir os sintomas dos pólipos temporariamente, mas o sangrado frequentemente volta sem a medicação. (wikipedia.org)

risco


  • Fatores de risco incluem obesidade, hipertensão arterial, uso de tamoxifeno, terapia de reposição hormonal e uma história de pólipos cervicais. (wikipedia.org)

tipos


  • Ver artigo principal: Reprodução assexuada Os pólipos apresenta reprodução de dois tipos: Sexuada e Assexuada. (wikipedia.org)

vida


  • Tais pólipos aparecem durante adolescência ou no começo da vida adulta. (wikipedia.org)
  • Os membros deste filo são classificados em duas formas estruturais distintas: as medusas, a qual é de vida livre e os pólipos, dos quais a grande maioria vive fixa em substratos (séssil) como as rochas e conchas. (wikipedia.org)

forma


  • A forma medusa ocorre em todas as classes dos cnidários, com exceção do subfilo anthozoa - este subfilo é composto exclusivamente de pólipos. (wikipedia.org)
  • Porém a forma mais frequente de reprodução dos pólipos é do tipo assexuado. (wikipedia.org)