Obstrução Nasal: Qualquer impedimento à passagem de ar para dentro ou para fora do nariz. A obstrução pode ser unilateral ou bilateral, e pode envolver qualquer parte da CAVIDADE NASAL.Rinometria Acústica: Medida diagnóstica do nariz e sua cavidade através das reflexões acústicas. Utilizada para medir os limites anatômicos nasais, desvio de septo e mudanças nas vias aéreas em resposta aos testes de provocação alérgica (TESTES DE PROVOCAÇÃO NASAL).Rinomanometria: Técnica para medir a pressão e a taxa do fluxo de ar na cavidade nasal durante a respiração.Septo Nasal: A divisão que separa as duas CAVIDADES NASAIS no plano medial. É formada pela CARTILAGEM DO SEPTO NASAL, de partes dos ossos do crânio (OSSO ETMOIDE e VÔMER) e partes membranosas.Conchas Nasais: Placas ósseas semelhantes à tábulas com margens curvadas na parede lateral da CAVIDADE NASAL. Os ossos turbinados nasais, também chamados de conchas nasais, aumentam a área da superfície da cavidade nasal, propiciando, assim, um mecanismo para aquecimento e umidificação rápida do ar à medida que ele passa pelo pulmão.Descongestionantes Nasais: Drogas projetadas para tratar a inflamação das vias nasais, que geralmente resultam de uma infecção (frequentemente o resfriado comum) ou de um processo alérgico (allergy related condition), p. ex., a febre do feno. A inflamação envolve o inchaço da mucosa que reveste as vias nasais resultando na produção excessiva de muco. A principal classe de descongestionantes nasais são os vasoconstritores.Mucosa Nasal: Revestimento mucoso da CAVIDADE NASAL, inclusive das narinas (vestíbulo) e da MUCOSA OLFATÓRIA. Constituída por células ciliadas, CÉLULAS CALICIFORMES, células em escova, granulares pequenas, CÉLULAS-TRONCO e por glândulas que contêm células mucosas e serosas.Cavidade Nasal: Porção proximal das passagens respiratórias em cada lado do SEPTO NASAL. As cavidades nasais, estendendo-se das narinas até a NASOFARINGE, são revestidas por uma MUCOSA NASAL ciliada.Respiração Bucal: A respiração anormal através da boca, normalmente associada com transtornos obstrutivos das vias de passagem nasal.Rinite Alérgica Perene: Inflamação da mucosa do nariz semelhante àquela encontrada na febre do feno exceto que os sintomas persistem ao longo do ano. As causas são normalmente alérgenos presentes no ar, particularmente poeiras, penas, fungos, pele animal, etc.Procedimentos Cirúrgicos Nasais: Operações cirúrgicas no nariz e na cavidade nasal.Neoplasias Nasais: Tumores ou câncer do NARIZ.Obstrução Intestinal: Qualquer prejuízo (parada ou reversão) no fluxo do CONTEÚDO INTESTINAL no sentido do CANAL ANAL.Obstrução das Vias Respiratórias: Qualquer impedimento na passagem de ar para dentro ou para fora dos pulmões.Testes de Provocação Nasal: Aplicação de alérgenos para mucosa nasal. A interpretação inclui observação de sintomas nasais, rinoscopia e rinomanometria. Os testes de provocação nasal são utilizados nos diagnósticos de hipersensibilidade nasal, incluindo a RENITE ALÉRGICA SAZONAL.Pólipos Nasais: Acumulações focais de EDEMA líquido na MUCOSA NASAL acompanhadas de HIPERPLASIA do tecido conjuntivo submucoso. Os pólipos podem ser NEOPLASIAS, focos de INFLAMAÇÃO, lesões degenerativas ou malformações.Rinoplastia: Operação cirúrgica plástica no nariz, reconstrutora, restauradora ou cosmética. (Dorland, 28a ed)Rinite: Inflamação da MUCOSA NASAL, a mucosa que recobre as CAVIDADES NASAIS.Doenças Nasais: Os transtornos do nariz, gerais ou inespecíficos.Procedimentos Cirúrgicos Otorrinolaringológicos: Cirurgia feita na orelha e suas partes, nariz e cavidade nasal ou garganta, incluindo cirurgia de adenoide, tonsilas, faringe e traqueia.Nariz: Parte componente do trato respiratório superior. Contém o órgão do OLFATO. O termo inclui o nariz externo, a cavidade nasal, e os SEIOS PARANASAIS.Obstrução Ureteral: Bloqueio em qualquer parte do URETER causando obstrução do fluxo urinário do rim para a BEXIGA URINÁRIA. A obstrução pode ser congênita, adquirida, unilateral, bilateral, completa, parcial, aguda ou crônica. Dependendo do grau e duração da obstrução, as características clínicas variam vastamente, como a HIDRONEFROSE e a nefropatia obstrutiva.Epistaxe: Sangramento pelo nariz.Rinoscleroma: Doença granulomatosa causada por infecção por KLEBSIELLA RHINOSCLEROMATIS. Apesar de seu nome, esta doença não se limita ao nariz e à NASOFARINGE, mas pode afetar qualquer parte do TRATO RESPIRATÓRIO, algumas vezes com extensão ao lábio e à pele.Rinite Alérgica Sazonal: Rinite alérgica que ocorre na mesma época todos os anos. Caracteriza-se por CONJUNTIVITE aguda com lacrimejamento, coceira e é considerada uma afecção alérgica desencadeada por ALÉRGENOS específicos.Resistência das Vias Respiratórias: Fisiologicamente representa a oposição do fluxo de ar causado pelas forças de fricção. Como uma parte do teste da função pulmonar, é a relação da pressão propulsora para a taxa de fluxo de ar.Hidroxizina: Antagonista do receptor H1 da histamina que é eficaz no tratamento da urticária crônica, dermatite e no prurido mediado por histamina. Ao contrário do seu metabólito principal, CETIRIZINA, provoca sonolência. É também eficaz como antiemético, para o alívio da ansiedade e tensão, e como sedativo.Seios Paranasais: Extensões preenchidas de ar localizadas nos ossos ao redor da CAVIDADE NASAL. São extensões da cavidade nasal e recobertas pela MUCOSA NASAL ciliada. Cada seio é nominado a partir do osso cranial em que está localizado, como o SEIO ETMOIDAL, o SEIO FRONTAL, o SEIO MAXILAR e o SEIO ESFENOIDAL.Endoscopia: Procedimentos em que se empregam ENDOSCÓPIOS para diagnóstico e tratamento de doenças. A endoscopia envolve a passagem de um instrumento óptico através de pequena incisão na pele, isto é, percutânea; ou através de orifícios naturais e ao longo de vias naturais do corpo, como o trato digestório; e/ou através de incisão na parede de órgão ou estrutura tubular, isto é, transluminal, para examinar ou realizar cirurgia em partes interiores do corpo.Doenças dos Seios Paranasais: Doenças que acometem ou envolvem os SEIOS PARANASAIS e que se manifestam geralmente na forma de inflamação, abscessos, cistos ou tumores.Mióticos: Agentes que causam contração da pupila do olho. Algumas fontes usam o termo mióticos somente para os parassimpaticomiméticos, mas qualquer droga usada para induzir miose se inclui aqui.Ronco: Respiração ruidosa, pesada durante o sono, devido à vibração da úvula e palato mole.Angiofibroma: Neoplasia benigna de tecido fibroso em que existem numerosos canais vasculares, pequenos e grandes, quase sempre dilatados. (Stedman, 25a ed)Argônio: Gás nobre com símbolo atômico Ar, número atômico 18 e peso atômico 39,948. É utilizado em tubos fluorescentes e quando se deseja uma atmosfera inerte e o nitrogênio não pode ser empregado.Tonsila Faríngea: Coleção de nódulos linfoides na parede posterior e no teto da NASOFARINGE.Sinusite: Inflamação da MUCOSA NASAL em um ou mais dos SEIOS PARANASAIS.Neoplasias dos Seios Paranasais: Tumores ou câncer dos SEIOS PARANASAIS.Administração Intranasal: Administração de medicamentos pela mucosa nasal.Obstrução Duodenal: Obstrução da passagem dos conteúdos da luz do DUODENO. A obstrução duodenal pode ser parcial ou completa e ser causada por fatores intrínsecos ou extrínsecos. A obstrução simples está associada com a diminuição ou interrupção do fluxo do conteúdo luminal. A obstrução oclusiva está associada com a diminuição do fluxo sanguíneo no duodeno junto à obstrução do fluxo do conteúdo luminal.Estesioneuroblastoma Olfatório: Neuroblastoma olfatório maligno originando-se do epitélio olfatório da cavidade nasal superior e placa crivada. Ele é incomum (3 por cento dos tumores nasais) e está associado raramente com a produção excessiva de hormônios (SIADH, Síndrome de Cushing). Tem uma propensão alta de recorrências locais múltiplas e metástases ósseas.Espirro: Expulsão súbita de ar, forçada e involuntária, do NARIZ e BOCA causada por irritação das MEMBRANAS MUCOSAS do TRATO RESPIRATÓRIO superior.Antagonistas dos Receptores Histamínicos H1: Fármacos que se ligam seletivamente aos receptores H1 da histamina, bloqueando assim a ação da histamina endógena, mas sem ativar os receptores H1. Estão incluídos aqui os anti-histamínicos clássicos que antagonizam ou impedem a ação da histamina principalmente na hipersensibilidade imediata. Eles agem nos brônquios, nos capilares, e sobre alguns outros músculos lisos, sendo usados para impedir ou aliviar o enjoo que ocorre durante a viagem (motion sickness), a rinite sazonal, a dermatite alérgica e ainda para induzir sonolência. Os efeitos do bloqueio dos receptores H1 do sistema nervoso central ainda não são bem compreendidos.Neoplasias do Seio Maxilar: Tumores ou câncer do SEIO MAXILAR. Representam a maioria das neoplasias paranasais.Seio Maxilar: Espaço com ar localizado no corpo da maxila próximo a cada bochecha. Cada um dos seios paranasais comunica-se com o meato médio da CAVIDADE NASAL no mesmo lado.Antialérgicos: Fármacos usados para tratar reações alérgicas. A maioria age impedindo a liberação de mediadores inflamatórios ou inibindo as ações dos mediadores liberados em suas células alvo.Líquido da Lavagem Nasal: Líquido obtido através de IRRIGAÇÃO TERAPÊUTICA ou lavagem da cavidade nasal e MUCOSA NASAL. O líquido resultante é utilizado em ensaios citológicos e imunológicos da mucosa nasal, como no TESTE DE PROVOCAÇÃO NASAL no diagnóstico de hipersensibilidade nasal.Eletrocoagulação: Procedimentos que utilizam fio ou bisturi aquecido eletricamente para tratar hemorragias (por exemplo, sangramento de úlceras) e remover tumores, lesões de mucosas e arritmias refratárias. É diferente de ELETROCIRURGIA, que é usada mais para cortar tecido do que para destruí-lo e em que o paciente faz parte do circuito elétrico.Obstrução do Colo da Bexiga Urinária: Fluxo urinário bloqueado pelo colo da bexiga, uma abertura uretral interna estreita na base da BEXIGA URINÁRIA. O estreitamento ou restrição na URETRA pode ser congênito ou adquirido. É frequentemente observado em homens com a glândula PRÓSTATA aumentada.Obstrução Uretral: Bloqueio parcial ou completo em qualquer parte da URETRA, podendo levar a uma dificuldade ou incapacidade para esvaziar a BEXIGA URINÁRIA. É caracterizada por alargamento da bexiga (frequentemente danificada) e frequente necessidade de esvaziamento.Obstrução da Saída Gástrica: Impedimento na saída do ESTÔMAGO para o intestino delgado. A obstrução pode ter origem mecânica ou funcional, como EDEMA de ÚLCERA PÉPTICA, NEOPLASIAS, CORPOS ESTRANHOS ou ENVELHECIMENTO.Apneia do Sono Tipo Obstrutiva: Transtorno caracterizado por apneias reincidentes durante o sono, apesar de esforços respiratórios persistentes. É devido à obstrução da rota aérea superior. As pausas respiratórias podem induzir HIPERCAPNIA ou HIPÓXIA. Podem ocorrer as arritmias e a elevação cardíaca da pressão arterial sistêmica e pulmonar. As frequentes estimulações parciais ocorrem ao longo do sono, resultando em relativa PRIVAÇÃO DO SONO e fadiga diurna. Entre as afecções associadas estão OBESIDADE, ACROMEGALIA, MIXEDEMA, micrognatia, DISTROFIA MIOTÔNICA, distrofia adenotonsilar e DOENÇAS NEUROMUSCULARES (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p395).Obstrução do Fluxo Ventricular Externo: Oclusão do fluxo no trato do VENTRÍCULO ESQUERDO como no do VENTRÍCULO DIREITO do coração. Isto pode ser o resultado de CARDIOPATIAS CONGÊNITAS, predispondo a doenças cardíacas, complicações de cirurgia, ou NEOPLASIAS CARDÍACAS.Hipertrofia: Aumento geral no volume do órgão ou parte dele devido ao CRESCIMENTO CELULAR e acúmulo de LÍQUIDOS E SECREÇÕES, e não devido à formação de tumor e nem a um aumento no número de células (HIPERPLASIA).Osso Nasal: Cada um dos dois ossos retangulares e alongados que juntos formam a ponte do nariz.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Síndromes da Apneia do Sono: Transtornos caracterizados por paradas múltiplas da respiração durante o sono que levam a despertares parciais e interferem na manutenção do sono. As síndromes da apneia do sono são divididas nos tipos: central (v. APNEIA DO SONO TIPO CENTRAL), obstrutiva (v. APNEIA DO SONO TIPO OBSTRUTIVA) e mista central-obstrutiva.Obstrução dos Ductos Lacrimais: Interferência com a secreção de lágrimas pelas glândulas lacrimais. A obstrução do saco lacrimal ou DUCTO NASOLACRIMAL causa inflamação aguda ou crônica do saco lacrimal (DACRIOCISTITE). É causada também em neonatos pela insuficiência do ducto nasolacrimal em se abrir para o meato inferior e ocorre por volta da terceira semana de vida. Em adultos, a oclusão pode ocorrer espontaneamente ou após lesão ou doença nasal.Polissonografia: Monitoramento simultâneo e contínuo de vários parâmetros durante o sono para estudar o sono normal e anormal. O estudo inclui o monitoramento de ondas cerebrais para avaliar os estágios do sono, e de outras variáveis fisiológicas como a respiração, movimentos oculares, e níveis de oxigênio do sangue, que apresentam padrão alterado nos distúrbios do sono.

*  Obstrução nasal por corpo estranho

Na maior parte das vezes, o corpo estranho fica retido em nível da cavidade nasal provocando obstrução nasal e rinorréia ... A obstrução nasal por corpo estranho é uma situação relativamente freqüente entre os idosos, especialmente com deficit ... O exame da cavidade nasal é fundamental, pois não é incomum este quadro ser confundido com o de uma rinossinusite e ser tratado ... Com o tempo, o corpo estranho se transforma em um "rinolito" aderido à mucosa nasal, havendo necessidade de remoção cirúrgica. ...

*  Sinusite - Wikipedia

Suas características são a dor maxilar e pouca obstrução nasal. Além disso elas são classificadas de acordo com o tempo que ... A sinusite e a obstrução nasal têm cura. O importante é destacar que o tratamento correto e a adesão do paciente são de ... obstrução nasal e crises de espirros. e também tosses abundantes. Traumática: causada por diferença de pressão. Por exemplo, ... Dor de cabeça forte Obstrução nasal Febre Coriza Espirros O processo de diagnóstico se inicia e muitas vezes é suficiente com ...

*  Manual de Pediatria

... obstrução nasal ou tosse persistente. Medidas gerais para desobstrução nasal, controle da febre, ingesta freqüente de líquidos ... 2.Dor abdominal associada à obstrução, massa ou peritonite Obstrução A obstrução intestinal é uma causa freqüente de cirurgia ... A obstrução nasal deve ser diminuída como uso de solução salina morna. Nos casos persistentes, que perturbe o sono ou ... Um curso curto de corticóide oral poderá ser indicado nos primeiros dias de tratamento, se os sintomas de obstrução nasal forem ...

*  Coleção Praxis Enfermagem 4 - ISBN 9788527712286

Nariz (obstrução nasal) Náuseas Neve urêmica Nictúria Nistagmo Nível de consciência diminuído. Nodos de Heberden Nódulo na mama ... Obstrução nasal. Odinofagia Olhos (cegueira noturna). Olhos (desvio ocular) Olhos (dor) Olhos (fotofobia) Olhos (lacrimejamento ...

*  Blog Samia Maluf Aromaterapia e Aromatologia : Sinusite e Aromaterapia - Como esta irá auxiliar nos sintomas indesejáveis

Obstrução nasal. *Febre. *Coriza. *Espirros. *Sentir cheiros podres. A dor pode aumentar quando o paciente está curvado ou ...

*  Alergia, como lidar? ~ Maternidade Colorida

A rinite alérgica é um processo inflamatório da mucosa nasal decorrente de uma reação exagerada a uma ou mais substâncias, ...

*  ALTERAÇÕES CORPORAIS E PSÍQUICAS DURANTE A GESTAÇÃO

... obstrução nasal, uni ou bilateral e erinite vasomotora. O intumescimento da mucosa nasal acarreta o fechamento da fenda ... Diminuição da motilidade, obstrução mecânica pelo fato de menor absorção de água do cólon levam à constipação. ... As manifestações mais comuns são de congestão nasal, epistaxe e alteração no tom de voz. (BARROS, 2006). ... Aspectos Otorrinolaringológicos: desenvolve-se a vascularização da mucosa nasal, por influência hormonal, não sendo de ...

*  Audiometria - Centro de Excelência Médica Dra Neiva

... sangramento nasal; zumbidos; tontura; garganta inflamada; rouquidão; ronco; dor de ouvido. Exames Relacionados Audiometria ... Obstrução nasal (nariz entupido); sangramento nasal; zumbidos; tontura; garganta inflamada; rouquidão; ronco; dor de ouvido. ...

*  Pneumonias na infância: Pneumonias Adquiridas na Comunidade

Tosse, coriza, obstrução nasal. Febre baixa. Presença ou ausência de cianose e dificuldade respiratória. ... obstruçãonasal e tosse improdutiva. A febre durou 01dia, mas os demais sintomas persistiram. ... congestão nasal,• apnéia e cianose são menos comuns. ...

*  Luma Vergara

Obstrução nasal (rinite), causando respiração difícil.. - Às vezes, dor de dente (se for alcançado seio atrás dos dentes). ... Rinite (congestão nasal, coriza), muitas vezes causada por um vírus (que também pode levar a infecção bacteriana secundária, ... As cavidades (paranasais) estão localizadas nos ossos do crânio perto da cavidade nasal e estão cheias de ar. Mais explicações ... Spray nasal ou comprimidos de descongestionantes (vasoconstritores) ou corticosteróides nasais contendo pulverização ( ...

*  Consultas e Tratamentos | Centro Cirúrgico de Coimbra

Rinologia (obstrução nasal, desvios do septo, sinusites). *Laringologia (rouquidão, pólipos das cordas vocais, alterações na ...

*  Projeto APE - D.E. Marília: Doenças Respiratórias

Prurido ou coceira nasal;. *Obstrução nasal (nariz entupido);. *Corrimento nasal (coriza);. *Espirros; ... A sinusite é uma inflamação das cavidades dos ossos da face (seios) que se comunicam com a cavidade nasal e provoca dor acima ... Na rinite alérgica não há infecção por microrganismos; e há somente desconforto pelo corrimento nasal, coceira e espirros. ... Nas amigdalites não há quase secreção nasal ou catarro intenso, mas, geralmente, pontos brancos de pus na garganta. As ...

*  Reações de Hipersensibilidade a Medicamentos Parte II - PDF

Age mais rápido, combate a obstrução nasal e praticamente Leia mais HIDROCLOROTIAZIDA Brainfarma Indústria Química e ... Asma, polipose nasal, sinusites e urticária crônica idiopática são fatores de risco para o desenvolvimento de reações aos ... Não causa sonolência COMBATE OS SINTOMAS DA GRIPE Dores em geral Febre Congestão nasal APRESENTAÇÕES NALDECON DIA é apresentado ... de fenilefrina 20mg Sem anti-histamínico Não causa sonolência COMBATE OS SINTOMAS DA GRIPE Dores em geral Febre Congestão nasal ...

*  Estudo De Caso Enfermagem Pneumonia Grátis Artigos Acadêmicos

sinusite neste caso tem características de dor na região dos seios da face, seguida de obstrução nasal, secreção purulenta e ... Suas características são a dor maxilar e pouca obstrução nasal. Os casos mais comuns que... ... obstrução nasal,crises de espirros e tosses abundantes. -Traumática: causada por diferença de pressão. Por exemplo, durante ...

*  O meu filho tem tosse - devo preocupar-me?

Ele não apresenta febre, catarro, coriza, dor de cabeça, obstrução nasal...simplesmente nada. Já prescreveram uma infinidade de ... tenho um bebê de 4 meses ele foi prematuro,desde que veio para casa a uns 2 meses e meio começou uma congestão nasal,fiz de ... Acredito que o entupimento nasal é um problema , por isso Desentupir nariz para ajudar a amenzar parte do problema. ... Faça-lhe uma boa higiene nasal e espera mais 2-3 dias.. Cumprimentos,. Hugo Rodrigues ...

*  Jornal do Feio

"Alergia respiratória se caracteriza por coriza, espirros, obstrução nasal, coceira no nariz. Normalmente ela vem sem febre, ao ...

*  Avaliação do Biotipo Facial em Pacientes com Respiração Oral ou Mista - PDF

Exame da Cavidade Nasal e Tratamento Cirúrgico da Obstrução Nasal. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto. 2008;7: ... de Ricketts em 30 pacientes com queixas de obstrução nasal entre os 7 e 12 anos e concluiu que a maior causa de obstrução nasal ... 2- PONTOS MAXILARES Espinha Nasal Anterior (ENA) Ponto localizado na extremidade anterior da espinha nasal; Espinha Nasal ... obstrução de 25-50%; grau III - obstrução de 50-75%; grau IV - obstrução maior que 75% da luz da orofaringe. 19,34,36,38,42,43 ...

*  Dicas na mão: Setembro 2010

Fiquem atentos aos sintomas: Tosse, coriza, espirros,obstrução nasal e chiado no peito.. De acordo com o pneumologista João ...

*  Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

A obstrução nasal é notavelmente associada a uma diminuição da qualidade de vida desses pacientes.15 ... A incidência de coexistência de DS nasal e CMB é alta. A relação entre CMB e DS nasal foi relatada por Aktas et al.5, Bhandary ... O desvio externo nasal sempre resulta em um desvio do septo nasal. Saul et al.14 relataram desvio da placa perpendicular ... O nariz torto está frequentemente associado a obstrução nasal, cefaleias e infecções nasosinusais. A maioria dos desvios ...

*  Fonoaudiologia: Abril 2010

Depressão da asa nasal e desvio de septo que podem contribuir para obstrução nasal. ... na tentativa de compensar o escape de ar nasal (tentativa para impedir que a corrente aérea seja direcionada para o nariz). ... que pode provocar hipernasalidade vocal e refluxo alimentar nasal. ...

*  ius communicatio

Também podem ocorrer sintomas respiratórios, como obstrução nasal, coriza, dor de garganta e tosse seca. É possível ainda que o ...

*  Blog da Alergia: ALERGIAS NA GRAVIDEZ

A maior queixa da gestante é a obstrução nasal e por conseqüência, a respiração bucal. Ou seja, em função das narinas ... A rinite gestacional é um quadro caracterizado por obstrução nasal duradoura que se inicia em qualquer fase da gravidez, ... obstrução nasal persistente, secreção catarral do nariz, febre ou mal estar. Em muitos casos o único sintoma da sinusite é uma ... congestão e obstrução nasal. Pode ocorrer também gotejamento de secreção na parte posterior do nariz, provocando pigarro ou ...

*  O Papiloma Vírus Humano (HPV) e a sua influência no Câncer do Colo do Útero - PDF

Departamento de Neonatologia Obstrução nasal no recém-nascido Minhas dúvidas sobre o HPV Departamento de ...

*  Blog da Alergia: Rinite Alérgica: seja dono do seu nariz!

O cheiro ativo das substâncias químicas pode agravar seus sintomas e ocasionar a obstrução nasal. O uso da gota nasal não é ... Além disso,citam-se: coriza em geral clara e abundante, congestão (obstrução) nasal e espirros repetidos. O tratamento da ... Neosoro (assim como outros vasoconstritores nasais) provoca vício e o uso repetido da medicação agrava a obstrução nasal. Além ... A ardência nasal pode indicar uma complicação da rinite. É aconselhável que entre em contato com seu alergista e peça uma ...

*  Sinusite e Rinite: Rotas de Cura Através do Yoga - Yoga Dṛṣṭi

Ela afeta nariz, olhos e seios da face, causando espirro, coceira, aumento da secreção e obstrução nasal.3. ... Os médicos notam que os ataques de espirros e irritação nasal muitas vezes acompanham os períodos de instabilidade emocional ( ...

Rinomanometria: A rinomanometria ou rinometria acústica tem como finalidade avaliar a potência nasal e, geralmente, é realizada com a provocação nasal, observando o efeito do alérgeno nos quadros de obstrução nasal.Antonio Carlos Lopes.Desvio de septo nasal: Septo nasal é a estrutura que divide o nariz em duas narinas. Formado por ossos (na sua parte posterior) e cartilagem (na porção anterior), é revestido pelo mesmo tipo de tecido que forra internamente o nariz, conhecido por mucosa nasal.XilometazolinaRespiração pela bocaPólipo nasalRinoplastia: Rinoplastia é uma cirurgia realizada na estrutura nasal para melhorar a estética ou a respiração do indivíduo. Serve para correcção de deformidades traumáticas ou naturais e ainda para corrigir disfunções.EpistaxeRinoscleromaFebre dos fenosHidroxizina: Anti-histamínico Derivado da piperazina, inibidor dos receptores H1 da histamina. Seus nomes comerciais são Hixizine®, Prurizin® e Marax®.Seio paranasal: Seios paranasais são espaços preenchidos de ar localizados no interior dos ossos do crânio e face, que se comunicam com a cavidade nasal.Argônio-36: Argônio-36 é um dos três isótopos estáveis de argônio, com 36 prótons e 18 nêutrons. Possui uma massa atômica de 35,96754552.SinusiteVia nasal: Via nasal é uma via de administração, que consiste na aplicação de fármacos dentro do nariz. Evita o efeito de primeira passagem hepática.MacropædiaEspirroApneia: Apneia (do , a = prefixo de negação e pneia = respirar) designa a suspensão voluntária ou involuntária da ventilação, ou a interrupção da comunicação do ar atmosférico com as vias aéreas inferiores e pulmões.Hipertrofia muscular: A hipertrofia muscular é uma resposta fisiológica caracterizada pelo aumento do volume dos músculos decorrentes de estímulos gerados pelo exercício físico. Esta resposta é uma adaptação ao estresse decorrente do aumento de tensão e/ou ph gerados no tecido muscular.Cavalo campolina: Campolina é uma raça de origem brasileira. Um senhor brasileiro de ascendência lusitana, chamado Cassiano Campolina foi o selecionador de dessa raça de cavalos que depois de sua morte recebeu o nome de Campolina e obteve reconhecimento e espalhou-se pelo Brasil.Polissonografia: Polissonografia (ou polissomnografia) ou exame do sono (do grego polis = "muitos"; somnus = "sono"; e graphos = "escrita") é um teste multiparamétrico utilizado no estudo do sono e de suas variáveis fisiológicas.


espirros

  • Alérgica: apresenta dor nos ossos da face, ocasionalmente febre e vem com todos os sintomas comuns da alergia, coriza clara e abundante, obstrução nasal e crises de espirros. (wikipedia.org)
  • Além da gravidade da doença, discutido mais adiante, a sinusite pode ser classificada pela cavidade nasal que afeta: Maxilar (CID-10 J01.0/J32.0) Frontal (CID-10 J01.1/J32.1) Etmoidal (CID-10 J01.2/J32.2) Esfenoidal (CID-10 J01.3/J32.3) Dor de cabeça forte Obstrução nasal Febre Coriza Espirros O processo de diagnóstico se inicia e muitas vezes é suficiente com uma história clínica bem colhida, associada a um exame físico bem feito. (wikipedia.org)

febre

  • Esta patologia pode se dividir em três tipos: Infecciosa: tem características de dor na região dos seios da face, seguida de obstrução nasal, secreção purulenta e febre. (wikipedia.org)

nariz entupido

  • Entre os sinais e sintomas mais comuns estão a produção de muco nasal espesso, nariz entupido e dor na cara. (wikipedia.org)

mucosa nasal

  • Com o tempo, o corpo estranho se transforma em um "rinolito" aderido à mucosa nasal, havendo necessidade de remoção cirúrgica. (medicinageriatrica.com.br)
  • A rinite alérgica é um processo inflamatório da mucosa nasal decorrente de uma reação exagerada a uma ou mais substâncias, chamadas de alérgenos. (blogspot.com)

cavidade nasal

  • A obstrução nasal por corpo estranho é uma situação relativamente freqüente entre os idosos, especialmente com deficit cognitivo, como Doenca de Alzheimer, Demência frontotemporal, Demência vascular e existe uma grande variedade de objetos inanimados que são introduzidos na cavidade nasal pelas idosos (feijão, milho, botão, bolas de papel, entre outros). (medicinageriatrica.com.br)
  • Na maior parte das vezes, o corpo estranho fica retido em nível da cavidade nasal provocando obstrução nasal e rinorréia purulenta fétida unilaterais. (medicinageriatrica.com.br)
  • O exame da cavidade nasal é fundamental, pois não é incomum este quadro ser confundido com o de uma rinossinusite e ser tratado como tal indefinidamente. (medicinageriatrica.com.br)

principais causas

  • Segue a lista das principais causas: Desvio de septo nasal: acontece quando a parede entre as narinas estão tortas que bloqueiam os seios nasais. (wikipedia.org)
  • 3,4 Vários estudos têm se concentrado na relação entre os desvios de septo (DS), que podem ser uma das principais causas de obstrução das vias respiratórias de ar nasal, e a presença de CMB. (bjorl.org)

sinusite

  • Os casos mais comuns que podem desencadear a sinusite são: a gripe comum, alergia, desvio de septo nasal e condições climáticas adversas. (wikipedia.org)
  • A pneumatização extensa da concha média, também chamada de concha bolhosa ou concha média bolhosa (CMB), é conhecida por ser um dos possíveis fatores etiológicos da obstrução nasal, sinusite recorrente e cefaleia. (bjorl.org)

vias

  • Trauma na face: quando um osso do rosto é fraturado pode causar obstrução das passagens das vias nasais. (wikipedia.org)
  • Além da deformidade estética, o nariz desviado pode ocasionar problemas funcionais devido à obstrução das vias respiratórias. (bjorl.org)

airway

  • 11 ABSTRACT Currently, the high Western s population incidence of respiratory diseases may compromise the nasal airway, leading to changes in the normal development of both the face and the skull. (docplayer.com.br)

garganta

  • Nas amigdalites não há quase secreção nasal ou catarro intenso, mas, geralmente, pontos brancos de pus na garganta. (blogspot.com)

sintomas

  • Os sintomas podem ser aliviados com analgésicos, corticosteroides nasais e irrigação nasal. (wikipedia.org)

podem

  • 9 RESUMO Actualmente verifica-se uma elevada incidência de doenças do sistema respiratório nas populações ocidentais que podem comprometer a via aérea nasal, conduzindo a alterações no desenvolvimento da face e do crânio. (docplayer.com.br)