Neoplasias Ovarianas: Tumores ou câncer de OVÁRIO. Estas neoplasias podem ser benignas ou malignas. São classificadas de acordo com o tecido de origem, como EPITÉLIO superficial, células endócrinas do estroma e CÉLULAS GERMINATIVAS totipotentes.Cistadenoma: Neoplasia histologicamente benigna, derivada do epitélio glandular, no qual se formam acúmulos císticos de secreções retidas. Em alguns casos, consideráveis porções da neoplasia, ou até mesmo toda a massa, podem ser císticas. (Stedman, 25a ed)Tumor de Brenner: Tumor fibroepitelial liso (sólido ou cístico) (NEOPLASIAS FIBROEPITELIAIS), geralmente encontrado nos OVÁRIOS, podendo também ser encontrado na região anexa e nos RINS. Consiste em um estroma fibroso, com ninhos de células epiteliais; estas às vezes se assemelham às células de transição que revestem bexiga urinária. Estes tumores geralmente são benignos e assintomáticos. Entretanto, formas malignas têm sido descritas.Tumor de Células da Granulosa: Neoplasia (composta inteiramente de CÉLULAS DA GRANULOSA) que ocorre principalmente no OVÁRIO, podendo conter CÉLULAS TECAIS (na forma adulta). Este tumor frequentemente produz ESTRADIOL e INIBINAS. A exposição excessiva ao estrógeno pode levar a outras malignidades (em mulheres) e a PUBERDADE PRECOCE (em meninas). Em casos raros, estes tumores têm sido identificados nos TESTÍCULOS.Tumor de Células de Sertoli-Leydig: Tumor estromal do cordão gonadal sexual das CÉLULAS INTERSTICIAIS DO TESTÍCULO, CÉLULAS DE SERTOLI e FIBROBLASTOS que variam em proporção e grau de diferenciação. A maioria destes tumores produz ANDROGÊNIOS nas CÉLULAS INTERSTICIAIS DO TESTÍCULO, anteriormente conhecidos como androblastoma ou arrenoblastoma. Androblastomas ocorrem nos TESTÍCULOS ou OVÁRIOS causando masculinização precoce nos machos e desfeminização ou virilização (VIRILISMO) nas fêmeas. Em alguns casos, as células de Sertoli produzem ESTROGÊNIOS.Tecoma: Neoplasia estromal gonadal composta somente de CÉLULAS TECAIS que ocorrem, em sua maioria, nos OVÁRIOS pós-menopausados. É preenchido com células em formato de fuso contendo lipídeos e produzindo ESTRÓGENOS que podem levar à HIPERPLASIA ENDOMETRIAL, HEMORRAGIA UTERINA ou outras malignidades em mulheres pós-menopausa e precocidade sexual em garotas. Quando os tumores que contêm células tecais também contiverem FIBROBLASTOS, são identificados como tumores tecoma-fibroma com menor produção de hormônios ativos.Cistadenocarcinoma: Neoplasia maligna derivada do epitélio glandular, no qual são formados acúmulos císticos de secreções retidas; as células neoplásicas manifestam graus variáveis de anaplasia e invasividade, ocorrendo extensão local e metástases; os cistos se desenvolvem frequentemente nos ovários, onde são reconhecidos tipos pseudomucinosos e serosos. (Stedman, 25a ed)Disgerminoma: Neoplasia maligna ovariana, que se pensava ser derivada das células germinativas primordiais de gônadas embrionárias sexualmente indiferenciadas. É a contraparte do seminoma clássico dos testículos que é idêntico tanto no aspecto como na histologia. Os disgerminomas compreendem 16 por cento de todos os tumores de células germinativas, mas são raros abaixo da idade de 10 anos, embora aproximadamente 50 por cento ocorram antes dos 20 anos de idade. Geralmente, são considerados como malignidade de grau intermediário, porém podem disseminar-se caso o tumor se estenda através de sua cápsula e envolva linfonodos ou vasos sanguíneos. (Tradução livre do original: Dorland, 27th ed; DeVita Jr et al., Cancer: Principles & Practice of Oncology, 3d ed, p1646)Tumor de Células de Sertoli: Neoplasia gonadal composta inteiramente por CÉLULAS DE SERTOLI ou que possam ter um componente de CÉLULAS GRANULOSAS. Alguns dos tumores de células de Sertoli produzem ESTROGÊNIO ou ANDROGÊNIOS, mas raramente em quantidades suficientes para causar sintomas clínicos como FEMINIZAÇÃO ou masculinização (VIRILISMO).Cistos Ovarianos: Termo geral para CISTOS e doenças císticas do ovário.Cisto Dermoide: Tumor que consiste em estruturas ectodérmicas deslocadas ao longo de linhas de fusão embrionária, sendo a parede formada de tecido conjuntivo revestido de epitélio, anexos cutâneos e contendo ceratina, sebo e pelos. (Stedman, 25a ed)Doenças Ovarianas: Processos patológicos do OVÁRIO.Tumores do Estroma Gonadal e dos Cordões Sexuais: Neoplasia derivada de células estromais gonadais ou do cordão sexual primitivo das GÔNADAS embrionárias. São classificadas por sua suposta histogênese e diferenciação. A partir do cordão sexual, se forma o TUMOR DE CÉLULAS DE SERTOLI e o TUMOR DE CÉLULAS DA GRANULOSA; do estroma gonadal, o TUMOR DE CÉLULAS DE LEYDIG e TECOMA. Estes tumores podem ser identificados tanto no OVÁRIO como nos TESTÍCULOS.Cistadenoma Seroso: Tumor cístico do ovário, contendo líquido seroso, fino, amarelo e transparente, e quantidades variáveis de tecido sólido, com um potencial maligno várias vezes maior que o do CISTADENOMA MUCINOSO. (Dorland, 28a ed)Teratoma: Neoplasia verdadeira composta por um certo número de tipos diferentes de tecidos, nenhum dos quais originário da área em que ocorre. É composto por tecidos derivados de três camadas germinativas, o endoderma, o mesoderma e o ectoderma. São classificadas histologicamente como maduras (benigna) ou imaturas (maligna). (Tradução livre do original DeVita Jr et al., Cancer: Principles & Practice of Oncology, 3d ed, p1642)Carcinoma: Neoplasia maligna constituída de células epiteliais que tendem a infiltrar os tecidos circunvizinhos e originar metástases. Sob o ponto de vista histológico, é um tipo de neoplasia, mas o termo é frequentemente empregado de forma errônea como sinônimo de câncer.Estadiamento de Neoplasias: Métodos que tentam expressar em termos replicáveis a extensão de neoplasias no paciente.Imuno-Histoquímica: Localização histoquímica de substâncias imunorreativas utilizando anticorpos marcados como reagentes.Adenocarcinoma: Tumor epitelial maligno com organização glandular.Neoplasias Pancreáticas: Tumores ou câncer do PÂNCREAS. Dependendo dos tipos de CÉLULAS das ILHOTAS PANCREÁTICAS presentes nos tumores, vários hormônios podem ser secretados: GLUCAGON das CÉLULAS PANCREÁTICAS ALFA, INSULINA das CÉLULAS PANCREÁTICAS BETA e SOMATOSTATINA das CÉLULAS SECRETORAS DE SOMATOSTATINA. A maioria é maligna, exceto os tumores produtores de insulina (INSULINOMA).Neoplasias: Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas.Neoplasias Císticas, Mucinosas e Serosas: Neoplasias contendo formações semelhantes a cistos ou produzindo mucina ou soro.Neoplasias Cutâneas: Tumores ou câncer da PELE.Neoplasias Primárias Múltiplas: Dois ou mais crescimentos anormais de tecido que ocorrem simultaneamente e de origens supostamente separadas. As neoplasias podem ser histologicamente as mesmas ou diferentes e podem ser encontradas no mesmo local ou em locais diferentes.Neoplasias Renais: Tumores ou câncer do RIM.Segunda Neoplasia Primária: Crescimentos anormais de tecido que se seguem a uma neoplasia prévia mas não são metástases desta. A segunda neoplasia pode ter o mesmo tipo histológico ou diferente e pode ocorrer nos mesmos ou em diferentes órgãos que a neoplasia prévia, mas em todos os casos origina-se de um evento oncogênico independente. O desenvolvimento da segunda neoplasia pode ou não ser relacionada com o tratamento da neoplasia prévia uma vez que o risco genético ou fatores predisponentes podem ser na realidade a causa.Adenocarcinoma Mucinoso: Adenocarcinoma que produz mucina em quantidades significativas. (Dorland, 28a ed)Neoplasias da Glândula Tireoide: Tumores ou câncer da GLÂNDULA TIREOIDE.Transtornos Mieloproliferativos: Afecções que causam proliferação de tecido hematopoeticamente ativo ou de tecido que tem potencial hematopoético embrionário. Todos os transtornos envolvem desregulação de CÉLULAS PROGENITORAS MIELOIDES multipotentes, mais frequentemente causada por uma mutação na PROTEÍNA TIROSINA QUINASE JAK2.DNA de Neoplasias: DNA presente em tecidos neoplásicos.Neoplasias Pulmonares: Tumores ou câncer do PULMÃO.Neoplasias Parotídeas: Tumores ou câncer das GLÂNDULAS PARÓTIDAS.Neoplasias de Tecido Conjuntivo e de Tecidos Moles: Neoplasias que se desenvolvem a partir de alguma estrutura dos tecidos conjuntivo e subcutâneo. O conceito não se refere às neoplasias localizadas em tecidos moles ou do conjuntivo.Neoplasias de Plasmócitos: Neoplasias associadas com proliferação de um clone único de CÉLULAS PLASMÁTICAS e caracterizadas pela secreção das PARAPROTEÍNAS.Neoplasias do Apêndice: Tumores ou câncer do APÊNDICE.Neoplasias Hepáticas: Tumores ou câncer do FÍGADO.Cistadenoma Mucinoso: Tumor multilocular com epitélio secretor de mucina. É mais encontrado no ovário, mas também pode ser encontrado no pâncreas, apêndice e, raramente, no retroperitônio e bexiga urinária. Considera-se que tenha baixo grau de potencial para malignidade.Neoplasias das Glândulas Endócrinas: Tumores ou câncer das GLÂNDULAS ENDÓCRINAS.Neoplasias Gastrointestinais: Tumores ou câncer do TRATO GASTROINTESTINAL, desde a BOCA até o CANAL ANAL.Carcinoma Ductal Pancreático: Carcinoma que se origina dos DUCTOS PANCREÁTICOS. É responsável pela maioria dos cânceres derivados do PÂNCREAS.Neoplasias Experimentais: Crescimento anormal de TECIDOS em animais, induzidos experimentalmente para estabelecer um modelo de estudo das neoplasias humanas.Neoplasias de Tecido Vascular: Neoplasias compostas de tecido vascular. Esse conceito não se refere às neoplasias localizadas nos vasos sanguíneos.Neoplasias Oculares: Tumores ou câncer do OLHO.Neoplasias Nasais: Tumores ou câncer do NARIZ.Neoplasias das Glândulas Salivares: Tumores ou câncer das GLÂNDULAS SALIVARES.Neoplasias Induzidas por Radiação: Tumores, câncer ou outras neoplasias produzidas por exposição a radiações ionizante ou não ionizante.Adenocarcinoma Papilar: Adenocarcinoma contendo prolongamentos digitiformes de tecido conjuntivo vascular coberto por epitélio neoplásico, projetando-se nos cistos ou na cavidade de glândulas ou folículos; ocorre mais frequentemente no ovário e na glândula tireoide. (Stedman, 25a ed)Carcinoma Papilar: Neoplasia maligna caracterizada por formação de numerosas projeções irregulares digitiformes e estroma fibroso coberto com uma camada superficial de células epiteliais neoplásicas. (Stedman, 25a ed)Neoplasias Testiculares: Tumores ou câncer do TESTÍCULO. Tumores de células germinativas (GERMINOMA) do testículo constituem 95 por cento de todas as neoplasias testiculares.Neoplasias de Tecido Muscular: Neoplasias compostas de tecido muscular: esquelético, cardíaco ou liso. O conceito não se refere às neoplasias localizadas em músculos.Neoplasias Epiteliais e Glandulares: Neoplasias compostas por tecido glandular, um agregado de células epiteliais que elaboram secreções, e por qualquer tipo de epitélio por si mesmo. O conceito não se refere às neoplasias localizadas em várias glândulas ou no tecido epitelial.Cistadenocarcinoma Mucinoso: Tumor maligno cístico ou semissólido ocorrendo mais frequentemente no ovário. Raramente é sólido. Este tumor pode se desenvolver a partir de um cistadenoma mucinoso ou pode ser maligno desde o início. Os cistos são revestidos com células epiteliais colunares altas; em outros, o epitélio consiste de muitas camadas de células que perderam inteiramente as estruturas normais. Nos tumores mais indiferenciados, podem-se ver lâminas e ninhos de células tumorais que têm pouquíssima semelhança com a estrutura parental.Adenoma: Tumor epitelial benigno com organização glandular.Neoplasias de Tecidos Moles: Neoplasias de qualquer tipo celular ou de origem, que ocorre no arcabouço do tecido conjuntivo extraesquelético do corpo incluindo os órgãos de locomoção e suas várias estruturas componentes, tais como, nervos, vasos sanguíneos, linfáticos, etc.Neoplasias Hematológicas: Neoplasias localizadas no sangue ou em tecidos formadores de sangue (a medula óssea e o tecido linfático). As formas mais comuns são os vários tipos de LEUCEMIA, de LINFOMA e das formas potencialmente fatais e progressivas das SÍNDROMES MIELODISPLÁSICAS.Proteínas de Neoplasias: Proteínas cuja expressão anormal (ganho ou perda) está associada com o desenvolvimento, crescimento ou progressão de NEOPLASIAS. Algumas proteínas de neoplasias são antígenos de tumores (ANTÍGENOS DE NEOPLASIAS), ou seja, induzem uma reação imunológica ao seu tumor. Muitas proteínas de neoplasia foram caracterizadas e são utilizadas como BIOMARCADORES TUMORAIS, quando são detectáveis nas células e nos líquidos do corpo como monitores da presença ou crescimento de tumores. A expressão anormal das PROTEÍNAS ONCOGÊNICAS está envolvida na transformação neoplásica, enquanto a perda de expressão das PROTEÍNAS SUPRESSORAS DE TUMOR está envolvida com a perda do controle do crescimento e progressão da neoplasia.Neoplasias Uterinas: Tumores ou câncer do ÚTERO.Neoplasias Intestinais: Tumores ou câncer dos INTESTINOS.Neoplasias de Anexos e de Apêndices Cutâneos: Neoplasias compostas de tecido glandular sebáceo ou sudoríparo ou tecido de outros apêndices da pele. O conceito não se refere às neoplasias localizadas nas glândulas sebáceas ou sudoríparas ou em outros apêndices da pele.Neoplasias Vasculares: Neoplasias localizadas no sistema vascular, como ARTÉRIAS e VEIAS. São diferenciadas das NEOPLASIAS DE TECIDO VASCULAR, como ANGIOFIBROMA ou HEMANGIOMA.Neoplasias das Glândulas SudoríparasLinfoma: Termo genérico para várias doenças neoplásicas do tecido linfoide.Neoplasias Ósseas: Tumores ou câncer localizados em tecido ósseo ou em OSSOS específicos.Neoplasias Palatinas: Tumores ou câncer do PALATO, incluindo os palatos duro e mole e ÚVULA.Neoplasias Complexas Mistas: Neoplasias compostas de mais de um tipo de tecido neoplásico.Antígenos de Neoplasias: Frações proteicas, glicoproteicas ou lipoproteicas das superfícies de células tumorais que são geralmente identificadas por anticorpos monoclonais. Muitos destes antígenos são de origem embrionária ou viral.Neoplasias Mandibulares: Tumores ou câncer da MANDÍBULA.Neoplasias dos Ductos Biliares: Tumores ou câncer dos DUCTOS BILIARES.Invasividade Neoplásica: A habilidade de neoplasias de infiltrarem e destruir ativamente tecidos ao seu redor.Neoplasias do Timo: Tumores ou câncer do TIMO.Neoplasias Esplênicas: Tumores ou câncer do BAÇO.Neoplasias Cardíacas: Tumores em qualquer parte do coração. Incluem-se os tumores cardíacos primários e tumores que metastatizam no coração. Sua interferência com as funções cardíacas normais pode causar vários sintomas, inclusive INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, ARRITMIAS CARDÍACAS ou EMBOLIA.

*  Fatores de risco e patogênese das neoplasias malignas epiteliais de o…
185 Fatores de risco e patogênese das neoplasias malignas epiteliais de ovário: revisão de literatura Risk factors and ... As neoplasias epiteliais malignas correspondem de 90 a 95% das neoplasias malignas ovarianas. A Organização Mundial de Saúde ( ... Palavras-chave: Neoplasias ovarianas, Fatores de risco, Patogênese, Epidemiologia, Revisão. Revisão de Literatura Fatores risco ... é a segunda neoplasia mais comum do trato genital feminino, somando 5% das neoplasias nas mulheres, segundo dados ...
  https://pt.slideshare.net/AdrianoPires/fatores-de-risco-e-patognese-das-neoplasias-malignas-epiteliais-de-ovrio
*  sangue fezes, dor abdominal, dor testiculos, hernia umbigo
Neoplasias Ovarianas. 3. + +. 83. Infecções por Clostridium. 3. + +. 84. Gastropatias. 3. + +. 85. Complicações na Gravidez. 3 ...
  https://lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=sangue+fezes,+dor+abdominal,+dor+testiculos,+hernia+umbigo&lang=3&parent=/&mode=F
*  mancha branca no utero, anemia, dor na cintura
Neoplasias Ovarianas. 2. + +. 73. Doença Crônica. 2. + +. 74. Dor Pélvica. 2. + +. 75. Sarcoma do Estroma Endometrial. 2. + +. ...
  https://lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=mancha+branca+no+utero,+anemia,+dor+na+cintura&lang=3&parent=/&mode=F
*  gravidez; Gestação
Neoplasias Ovarianas. 2. + +. 58. Doenças das Tubas Uterinas. 2. + +. 59. Isoimunização Rh. 2. + +. ...
  https://lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=gravidez%3B%20Gesta%C3%A7%C3%A3o&lang=3&parent=%2F&mode=F
*  dor abdominal lado esquerdo, quadrante inferior
Neoplasias Ovarianas. 1. + +. 105. Anorexia. 1. + +. 106. Peritonite Tuberculosa. 1. + +. 107. Pseudo-Obstrução Intestinal. 1. ... Neoplasias das Glândulas Suprarrenais. 1. + +. Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui ...
  http://www.lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=dor+abdominal+lado+esquerdo%2C+quadrante+inferior&lang=3&parent=%2F&diagnosis=Verificar&mode=F
*  vbNews - Read
Neoplasias ovarianas, uterinas ou vaginais. . Doenças endócrinas: hiper e hipotireoidismo, diabetes, disfunções das glândulas ...
  http://www.procrescer.med.br/vbnews/vbnews_read.php?id=136
*  PREFEITURA DE SÃO PAULO Fundação Paulistana de Educação e Tecnologia da Faculdade e Escola Técnica de Saúde Pública Cidade...
E) método laboratorial empregado para o diagnóstico de neoplasias ovarianas de células germinativas. 05. O diagnóstico ... CITOLOGIA ONCÓTICA Neoplasia: crescimento desordenado de células, originando um tumor (massa de células) Tumor benigno: massa ...
  http://docplayer.com.br/8208491-Prefeitura-de-sao-paulo-fundacao-paulistana-de-educacao-e-tecnologia-da-faculdade-e-escola-tecnica-de-saude-publica-cidade-tiradentes.html
*  FAQ - Grupo Oncoclínicas
O que a torna, de certa forma, mais protegida do desenvolvimento da neoplasias ovarianas. Outros fatores que na teoria reduzem ... está relacionada ao desenvolvimento de neoplasias malignas ovarianas. Outra corrente, no entanto, preconiza o extremo oposto. ... Já as neoplasias altamente agressivas, como o próprio nome diz, são extremamente graves, refratárias a tratamentos e dotadas de ... Tanto o tabagismo quanto o etilismo são os maiores fatores de risco associados a neoplasias da cabeça e do pescoço e muitos ...
  http://www.grupooncoclinicas.com/pacientes-e-familiares/faq/
*  I Onco Updates on Management of Ovarian Cancer - OncoEventos
Apesar de o tratamento de neoplasias ovarianas requerer uma abordagem multidisciplinar, esta prática ainda não é inteiramente ... consolidação e divulgação da abordagem multimodal na atuação oncológica em neoplasias ovarianas. ... o intuito de apresentar e debater o papel do atendimento multidisciplinar no atendimento do paciente com neoplasias ovarianas. ... O Hospital de Câncer de Barretos (HCB) conta com um departamento de ginecologia oncológica no qual patologias ovarianas são ...
  http://oncoeventos.com.br/evento/41-i-onco-updates-on-management-of-ovarian-cancer
*  Sangramento Uterino Disfuncional - Ginecologia.
Investigar neoplasias malignas endometriais, cervicais e ovarianas. *. Principais causas de hemorragia genital:. ...
  http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAML0AK/sangramento-uterino-disfuncional
*  Associação entre endometriose e câncer de ovário | MedicinaNET
O estudo demonstrou que existe uma clara associação entre endometriose e alguns tipos de neoplasias epiteliais ovarianas, mas ... Endometriose foi substancialmente mais prevalente no grupo com neoplasia do que nas mulheres saudáveis (9,3 % versus 6,1%). No ... Existem basicamente 5 subtipos de neoplasia epitelial invasiva do ovário: células claras, endometrioide, mucinoso, seroso de ... que se identifique melhor qual paciente com endometriose está exposta a um maior ou menor risco de desenvolver a neoplasia. ...
  http://www.medicinanet.com.br/conteudos/artigos/5076/associacao_entre_endometriose_e_cancer_de_ovario.htm
*  Pesquisa: Tumores Uterinos | MedicinaNET
É intuitivo associar massas anexiais com afecções ovarianas, que podem representar uma neoplasia. Essa percepção justifica-se ... neoplasia trofoblástica gestacional, gravidez ectópica Sangramento vaginal acíclico, de gran...... ...
  http://medicinanet.com.br/pesquisas/tumores_uterinos.htm
*  Pesquisa: Lesoes Causticas | MedicinaNET
ações, massas cervicais e/ou vaginais Neoplasias intraepiteliais ou invasivas de colo e/ou vagina Ciclos hipermenorrágicos, ...
  http://medicinanet.com.br/pesquisas/lesoes_causticas.htm
*  Criança com tosse durante alimentação | MedicinaNET
Neoplasias Ovarianas. *Precaução Para Clostridium Difficile. *Fenobarbital. *TreeCalc Para Probabilidade de Parto Cesárea Entre ...
  http://medicinanet.com.br/conteudos/casos/2468/crianca_com_tosse_durante_alimentacao.htm
*  Alterações na radiografia de tórax II | MedicinaNET
Neoplasias Ovarianas. *Ultrassom a Beira-leito Pode Ajudar a Descartar Tromboembolismo Pulmonar ... e neoplasia pulmonar envolvendo parcialmente a aorta descendente no segundo paciente. ...
  http://medicinanet.com.br/conteudos/casos/2726/alteracoes_na_radiografia_de_torax_ii.htm
*  Portal Saude Direta - Protocolos
As neoplasias malignas ovarianas possuem caráter mundial, distribuindo-se em todas as faixas etárias, em especial na pós- ... Doenças Malignas Ovarianas: Importância Atual da Ultrassonografia no Rastreamento e Manejo Terapêutico. Lima JC, Mauad Filho F ...
  http://www.saudedireta.com.br/protocolos.php?page=198
*  PETIVIT BC - Bula PETIVIT BC
Neoplasias Ovarianas. *Pioglitazona. *Entenda o BPR-Guia de Remédios. *Profilaxia de Úlcera de Estresse no Novo Milênio ...
  http://www.medicinanet.com.br/bula/4087/petivit_bc.htm
*  Pesquisa: Doenca de Churg Strauss | MedicinaNET
Neoplasias Ovarianas. *Colecistopatia Calculosa Crônica. *Heparina Não Fracionada. *Propedêutica Pulmonar. *Doença Inflamatória ...
  http://medicinanet.com.br/pesquisas/doenca_de_churg_strauss.htm
*  Pesquisa: 30 Novas Calculadoras na Secao Medcalc3000 | MedicinaNET
Neoplasias Ovarianas. *Centros de Controle de Intoxicações. *Encefalopatia Anóxica: um Relato da Própria Paciente ...
  http://www.medicinanet.com.br/pesquisas/30_novas_calculadoras_na_secao_medcalc3000.htm

Cistoadenocarcinoma: Cistoadenocarcinoma é uma forma maligna de cistoadenoma e ums neoplasia maligna derivada do epitélio glandular, no qual se formam aglomerados císticos de secreções retidas. As células neoplasmáticas manifestam vários graus de anaplasia e invasividade, podendo ocorrer metástase local.DisgerminomaCisto dermoideCistoadenoma seroso do pâncreas: Cistoadenoma seroso do pâncreas é um tumor benigno do pâncreas. Geralmente situa-se na cabeça do pâncreas, e pode estar associado com a síndrome de von Hippel-Lindau.Teratoma: (ILDS C62.930)Adenocarcinoma: Adenocarcinoma é uma neoplasia maligna (câncer, cancro, tumor) que se origina em tecido glandular. Para ser classificado como um adenocarcinoma, as células não necessariamente precisam fazer parte de uma glândula, contanto que elas tenham características secretórias.PancreatoblastomaNeoplasia mucinosa papilar intraductalTumor da tiroideIpilimumabNeoplasia cística mucinosa do pâncreas: Neoplasias císticas mucinosas pancreáticas ou tumores císticos mucinosos são um grupo de neoplasias císticas que se formam no pâncreas.Marcador tumoral: Marcador tumoral é uma substância encontrada no sangue, urina ou tecidos biológicos que numa concentração superior a um determinado nível pode indicar a existência de um câncer. .Corpo de psammoma: Corpo de psammoma ou corpo psammoma (do grego ψάμμος psámmos, areia) é um termo médico para calcificações microscópicas encontradas em alguns tumores benignos e malignos(câncer) e em alguns processos inflamatórios crônicos. http://www.AdenomaTecido mole: O termo tecido mole se refere à classe de tecidos animais com matriz extracelular rica em fibras de colágeno e elastina. Os tecidos moles possuem propriedades estruturais, pois transmitem forças, e realizam grandes deformações.Tumor ósseo