Neoplasias Musculares: Câncer ou tumores localizados no tecido muscular ou músculos específicos. Eles se distinguem das NEOPLASIAS DE TECIDO MUSCULAR, que são neoplasias compostas de tecido muscular esquelético, cardíaco ou liso, como MIOSSARCOMA ou LEIOMIOMA.Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.Proteínas Musculares: Proteínas que compõem o músculo, sendo as principais as ACTINAS e MIOSINAS. Existem mais de uma dúzia de proteínas acessórias, incluindo a TROPONINA, TROPOMIOSINA e DISTROFINA.Músculo Liso: Um dos músculos dos órgãos internos, vasos sanguíneos, folículos pilosos etc. Os elementos contráteis são alongados, em geral células fusiformes com núcleos de localização central e comprimento de 20 a 200 micrômetros, ou ainda maior no útero grávido. Embora faltem as estrias transversais, ocorrem miofibrilas espessas e delgadas. Encontram-se fibras musculares lisas juntamente com camadas ou feixes de fibras reticulares e, com frequência, também são abundantes os nichos de fibras elásticas. (Stedman, 25a ed)Músculo Esquelético: Subtipo de músculo estriado fixado por TENDÕES ao ESQUELETO. Os músculos esqueléticos são inervados e seus movimentos podem ser conscientemente controlados. Também são chamados de músculos voluntários.Fibras Musculares Esqueléticas: Células grandes, multinucleadas, individualizadas, de forma cilíndrica ou prismática, que formam a unidade básica do MÚSCULO ESQUELÉTICO. Consistem de MIOFIBRILAS confinadas e aderidas ao SARCOLEMA. São derivadas da fusão de MIOBLASTOS ESQUELÉTICOS em um sincício, seguido por diferenciação.Músculo Liso Vascular: Tecido muscular não estriado e de controle involuntário que está presente nos vasos sanguíneos.Desenvolvimento Muscular: Eventos do desenvolvimento que levam à formação do sistema muscular adulto, incluindo a diferenciação de vários tipos de células musculares precursoras, migração de mioblastos, ativação da miogênese e desenvolvimento da fixação do músculo.Contração Muscular: Processo que leva ao encurtamento e/ou desenvolvimento de tensão no tecido muscular. A contração muscular ocorre por um mecanismo de deslizamento de miofilamentos em que os filamentos da actina [se aproximam do centro do sarcômero] deslizando entre os filamentos de miosina.Fadiga Muscular: Estado atingido através de contração muscular prolongada e forte. Estudos em atletas durante exercício submáximo prolongado mostraram que a fadiga muscular aumenta em proporção quase direta à taxa de depleção do glicogênio muscular. A fadiga muscular no exercício máximo de curta duração está associada com a falta de oxigênio e com nível aumentado de ácido láctico sanguíneo e muscular, e ainda aumento paralelo na concentração hidrogeniônica no músculo exercitado.Fibras Musculares de Contração Rápida: Fibras musculares esqueléticas caracterizadas por sua expressão de isoformas Tipo II de CADEIAS PESADAS DE MIOSINA que possuem alta atividade de ATPase e efetuam várias outras propriedades funcionais – diminuição da velocidade, saída de energia, taxa de remodelação da tensão. Vários tipos de fibras de contração rápida já foram identificados.Denervação Muscular: Resecção ou remoção da inervação de um músculo ou tecido muscular.Fibras Musculares de Contração Lenta: Fibras musculares esqueléticas caracterizadas por sua expressão de isoformas Tipo I de CADEIAS PESADAS DE MIOSINA que possuem baixa atividade de ATPase e efetuam várias outras propriedades funcionais – diminuição da velocidade, potência, taxa de remodelação da tensão.Miócitos de Músculo Liso: Células fusiformes, alongadas e não estriadas encontradas no revestimento do trato digestivo, útero e vasos sanguíneos. São provenientes de mioblastos especializados (MIOBLASTOS DE MÚSCULO LISO).Mitocôndrias Musculares: Mitocôndrias localizadas no músculo esquelético e liso. Este tipo de mitocôndria não inclui a mitocôndria do miocárdio para a qual a MITOCÔNDRIAS CARDÍACAS está disponível.Neoplasias Pancreáticas: Tumores ou câncer do PÂNCREAS. Dependendo dos tipos de CÉLULAS das ILHOTAS PANCREÁTICAS presentes nos tumores, vários hormônios podem ser secretados: GLUCAGON das CÉLULAS PANCREÁTICAS ALFA, INSULINA das CÉLULAS PANCREÁTICAS BETA e SOMATOSTATINA das CÉLULAS SECRETORAS DE SOMATOSTATINA. A maioria é maligna, exceto os tumores produtores de insulina (INSULINOMA).Músculos do Pescoço: Os músculos do pescoço consistem do platisma, esplênio da cabeça, esternocleidomastóideo, longo do pescoço (longo cervical), escaleno anterior, médio e posterior, digástrico, estiloióideo, miloióideo, genioióideo, esternoióideo, omoióideo, esternotireóideo e tireoióideo.Músculos Oculomotores: Músculos que movem os olhos. Fazem parte deste grupo os músculos: reto medial, reto lateral, reto superior, reto inferior, oblíquo inferior, oblíquo superior, orbital e levantador da pálpebra superior.Músculo Estriado: Um dos dois tipos de músculo do corpo, caracterizado pelo arranjo em bandas observadas ao microscópio. Os músculos estriados podem ser divididos em dois subtipos: MÚSCULO CARDÍACO e MÚSCULO ESQUELÉTICO.Neoplasias: Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas.Fusos Musculares: Estruturas musculoesqueléticas que funcionam como MECANORRECEPTORES responsáveis pelo estiramento ou reflexo miotático (REFLEXO DE ESTIRAMENTO). São compostos por um feixe encapsulado de fibras (ver FIBRAS NERVOSAS MIELINIZADAS) de MÚSCULO ESQUELÉTICO, isto é, as fibras intrafusais (fibras em saco nuclear bag1, fibras em saco nuclear bag2, e fibras em cadeia nuclear) inervadas por CÉLULAS RECEPTORAS SENSORIAIS.Relaxamento Muscular: Fase do abalo (twitch) muscular durante a qual o músculo retorna a sua posição de repouso.Músculos Respiratórios: Neste grupo de músculos estão incluídos o DIAFRAGMA e os MÚSCULOS INTERCOSTAIS.Debilidade Muscular: Queixa vaga de debilidade, fadiga e exaustão que é atribuída à fraqueza de vários músculos. A fraqueza pode ser caracterizada como subaguda ou crônica, frequentemente progressiva, e é a manifestação de muitas doenças musculares e neuromusculares.Músculos Papilares: Projeções musculares cônicas das paredes dos ventrículos cardíacos ligados às cúspides das válvulas atrioventriculares pelas cordas tendíneas.Neoplasias Císticas, Mucinosas e Serosas: Neoplasias contendo formações semelhantes a cistos ou produzindo mucina ou soro.Músculos Abdominais: Músculos que formam a PAREDE ABDOMINAL; entre eles: RETO DO ABDOME, músculos oblíquos (externo e interno), abdominal transverso e quadrado do abdome. (Tradução livre do original: Stedman, 25a ed)Músculo Quadríceps: Quadríceps femural. Nome coletivo do músculo (de quatro cabeças) da coxa, composto pelo reto femural e pelos vastos intermédio, lateral e medial.Células Musculares: Células contráteis maduras, geralmente conhecidas como miócitos, que formam um dos três tipos de músculo. Os três tipos de músculo são o esquelético (FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS), o cardíaco (MIÓCITOS CARDÍACOS) e o liso (MIÓCITOS DE MÚSCULO LISO). Provêm de células musculares embrionárias (precursoras) denominadas MIOBLASTOS.Músculo Masseter: Músculo mastigatório cuja ação é o fechamento da mandíbula.Músculos Faciais: Músculos da expressão facial ou músculos miméticos; os numerosos músculos supridos pelo nervo facial fixados à pele da face e que a movimentam. A NA também inclui alguns músculos mastigadores nesse grupo. (Stedman, 25a ed)Músculos da Mastigação: Origem: parte superficial, borda inferior dos dois terços anteriores do arco zigomático; parte profunda, borda inferior e superfície medial do arco zigomático; inserção: superfície lateral do ramo e processo coronoide da mandíbula; ação: fecha a mandíbula; inervação: massetérico da divisão mandibular do trigêmeo. (Stedman, 25a ed)Músculos Intercostais: Músculos respiratórios que se originam da borda inferior de uma costela e se inserem na borda superior da costela abaixo; e se contraem durante a inspiração e a expiração. (Stedman, 25a ed)Eletromiografia: Registro das alterações no potencial elétrico do músculo por meio de eletrodos de superfície ou agulhas.Atrofia Muscular: Distúrbio do tamanho e número de fibras musculares, que ocorre como passar dos anos e com a redução do suprimento sanguíneo, ou seguido à imobilização, magreza prolongada, desnutrição e particularmente na desnervação.Contração Isométrica: Contrações musculares caracterizadas por aumento de tensão, sem alteração no comprimento [da fibra muscular].Neoplasias Cutâneas: Tumores ou câncer da PELE.Células Satélites de Músculo Esquelético: Mioblastos quiescentes, fusiformes e alongados em contato íntimo com o músculo esquelético adulto. Acredita-se que desempenham um papel no reparo e regeneração do músculo.Neoplasias Primárias Múltiplas: Dois ou mais crescimentos anormais de tecido que ocorrem simultaneamente e de origens supostamente separadas. As neoplasias podem ser histologicamente as mesmas ou diferentes e podem ser encontradas no mesmo local ou em locais diferentes.Imuno-Histoquímica: Localização histoquímica de substâncias imunorreativas utilizando anticorpos marcados como reagentes.Músculos Peitorais: Músculos peitorais (maior e menor), localizados à frente da AXILA, que elevam a parte superior e anterior do peito.Doenças Musculares: Transtornos adquiridos, familiares e congênitos de MÚSCULO ESQUELÉTICO e MÚSCULO LISO.Neoplasias Renais: Tumores ou câncer do RIM.Segunda Neoplasia Primária: Crescimentos anormais de tecido que se seguem a uma neoplasia prévia mas não são metástases desta. A segunda neoplasia pode ter o mesmo tipo histológico ou diferente e pode ocorrer nos mesmos ou em diferentes órgãos que a neoplasia prévia, mas em todos os casos origina-se de um evento oncogênico independente. O desenvolvimento da segunda neoplasia pode ou não ser relacionada com o tratamento da neoplasia prévia uma vez que o risco genético ou fatores predisponentes podem ser na realidade a causa.Músculos Psoas: Potente flexor da coxa na altura da articulação do quadril (psoas maior) e um fraco flexor do tronco e região lombar da coluna vertebral (psoas menor). A palavra psoas é derivada do Grego 'psoa' significando 'músculos da região lombar'. É uma região comum de infecção que se manifesta como um abscesso (ABSCESSO DO PSOAS). Os músculos psoas e suas fibras também são frequentemente utilizados em experimentos envolvendo fisiologia muscular.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Miofibrilas: Organelas contráteis longas e cilíndricas das células do MÚSCULO ESTRIADO compostas por FILAMENTOS DE ACTINA, filamentos de MIOSINAS e outras proteínas organizadas em arranjos de unidades repetidas chamadas SARCÔMEROS.Músculo Temporal: Músculo mastigatório cuja ação é fechar a mandíbula. Sua porção posterior é responsável pela retração da mandíbula.Membro Posterior: Cada uma das duas extremidades traseiras de animais terrestres não primatas, que apresentam quatro membros. Geralmente é constituído por FÊMUR, TÍBIA, FÍBULA, OSSOS DO TARSO, OSSOS DO METATARSO e DEDOS DO PÉ. (Tradução livre do original: Storer et al., General Zoology, 6th ed, p 73)Coelhos: Espécie Oryctolagus cuniculus (família Leporidae, ordem LAGOMORPHA) nascem nas tocas, sem pelos e com os olhos e orelhas fechados. Em contraste com as LEBRES, os coelhos têm 22 pares de cromossomos.Neoplasias da Glândula Tireoide: Tumores ou câncer da GLÂNDULA TIREOIDE.Adenocarcinoma Mucinoso: Adenocarcinoma que produz mucina em quantidades significativas. (Dorland, 28a ed)Células Cultivadas: Células propagadas in vitro em meio especial apropriado ao seu crescimento. Células cultivadas são utilizadas no estudo de processos de desenvolvimento, processos morfológicos, metabólicos, fisiológicos e genéticos, entre outros.Estimulação Elétrica: Uso de correntes ou potenciais elétricos para obter respostas biológicas.Transtornos Mieloproliferativos: Afecções que causam proliferação de tecido hematopoeticamente ativo ou de tecido que tem potencial hematopoético embrionário. Todos os transtornos envolvem desregulação de CÉLULAS PROGENITORAS MIELOIDES multipotentes, mais frequentemente causada por uma mutação na PROTEÍNA TIROSINA QUINASE JAK2.Cadeias Pesadas de Miosina: As maiores subunidades das MIOSINAS. As cadeias pesadas possuem peso molecular de aproximadamente 230 kDa e cada uma delas geralmente está associada a um par diferente de CADEIAS LEVES DE MIOSINA. As cadeias pesadas possuem atividade ligante de actina e atividade ATPase.Cálcio: Elemento fundamental encontrado em todos os tecidos organizados. É um membro da família dos metais alcalinoterrosos cujo símbolo atômico é Ca, número atômico 20 e peso atômico 40. O cálcio é o mineral mais abundante no corpo e se combina com o fósforo para formar os fosfatos de cálcio presentes nos ossos e dentes. É essencial para o funcionamento normal dos nervos e músculos além de desempenhar um papel importante na coagulação do sangue (como o fator IV) e em muitos processos enzimáticos.

*  05:19<...

Neoplasia ou tuberculose na área a ser tratada ou em suas proximidades; ... Após uma lesão muscular ocorre formação de tecido cicatricial, podendo resultar em adesões entre as fibras musculares, causando ... musculares, lesões musculotendinosas, tendinites e rupturas tendinosas parciais (lacerações tendoperiósticas), tendossinovites ...
terapiamanual-ff.blogspot.com.br/2013/06/efeitos-da-massagem-transversal.html

*  Pindas Chinesas

... dores musculares e fibromialgia. Um aspecto importante é que ajudam a reforçar as defesas imunológicas do organismo.. Outros ...
vidaplenaespacoterapeutico.blogspot.com/2011/08/pindas-chinesas.html

*  Vida Plena Espaço Terapêutico: 25/08/2011

... dores musculares e fibromialgia. Um aspecto importante é que ajudam a reforçar as defesas imunológicas do organismo.. Outros ...
vidaplenaespacoterapeutico.blogspot.com/2011_08_25_archive.html

*  GFU -Aparelho Portátil de Eletroterapia - Equilibrando e Revitalizando: 19 - SISTEMA IMUNOLÓGICO - Medula óssea - TIMO - Linfa...

É comum a pessoa que tem quadro alérgico a cheiros ter uma questão emocional variável e dores musculares. O GFU equilibrando as ... As leucemias (na medula óssea e sangue) e linfomas (nos gânglios linfáticos) são neoplasias (ou seja cancro) das células do ...
gfugeradordefrequencia.blogspot.com.br/2011/03/x_22.html

*  Manual do Paciente em Quimioterapia<...

Quando há problemas na fabricação do sangue, o paciente pode apresentar cansaço, indisposição, dores musculares e dor de cabeça ... Nestes casos, há formação do câncer, também chamado de neoplasia. Esse crescimento desordenado de células pode comprometer ...
shhsjc.com.br/manual-do-paciente-em-quimioterapia/

*  O fato sobre como controlar diabetes em 30 dias Que ninguém está sugerindo

O CEA não deve ser utilizado para diagnóstico do neoplasias, devido à sua própria baixa especifidade.. IMPORTANTE: Nãeste usar ... Os valores do CPTK se elevam em presença do lesões musculares como infarto do miocárdio, doença muscular (miopatias, ...
sethgiiig.qowap.com/6072692/o-fato-sobre-como-controlar-diabetes-em-30-dias-que-ningu-m-est-sugerindo

*  AMPLITUDE DE MOVIMENTO - ppt video online carregar

Após cirurgias cardíacas Derrames articulares ou hemorragias Traumas adicionais Neoplasias ... musculares, cirurgias, imobilização prolongada. ...
slideplayer.com.br/slide/296110/

*  Recurrence after cardiomyotomy: diagnosis, technical options and results

... como processos inflamatórios e principalmente a neoplasia com acurácia superior ao estudo radiológico e por manometria que ... para avaliar a ausência de fibras musculares na área da miotomia4,6. ...
scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-67202010000100011&lng=en&nrm=iso

*  Faculdade de Medicina Veterinária - PDF

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS ... À medida que os ductos se fundem para formar os ductos galactóforos são observadas fibras musculares lisas longitudinais (Zayas ... CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS NEOPLASIAS CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS NEOPLASIAS 1) INTRODUÇÃO Neoplasia significa crescimento novo ... UNIC Universidade de Cuiabá NEOPLASIAS CMF IV Aspectos Morfológicos das Neoplasias DEFINIÇÕES Neoplasia Tumor Câncer Inflamação ...
docplayer.com.br/693376-Faculdade-de-medicina-veterinaria.html

*  MANUAL DE ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO NA PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL - PDF

... à Saúde Neoplasia maligna dos brônquios e pulmões; angiosarcoma do fígado; polineuropatias; encefalopatias; neoplasia maligna ... dores musculares, intoxicação, fadiga, choque elétrico e até assedio sexual), está a figurar como uma das piores formas de ... dores musculares nos membros e coluna vertebral; ferimentos; fadiga; distúrbios do sono; afogamento Afogamento; perfuração da ... neoplasia maligna dos brônquios e pulmões; ulceração ou necrose do septo nasal; queimaduras Dermatoses ocupacionais; dermatites ...
docplayer.com.br/112114-Manual-de-atuacao-do-ministerio-publico-na-prevencao-e-erradicacao-do-trabalho-infantil.html

Sistema muscular: 200px|thumb|Sistema Muscular do corpo humanoMúsculo liso vascular: Músculo liso vascular se refere ao tipo particular de músculo liso encontrado no interior das paredes dos vasos sanguíneos.Contracção muscular: é um processo fisiológico característico das fibras musculares que corresponde a capacidade de gerar tensão com a ajuda de um neurônio motor. Na contração muscular, a actina desliza sobre os filamentos da miosina, que conservam seus comprimentos originais.Astenia: Astenia (do grego a-/an-, "sem" e sthénos, "vigor") é um termo empregado em medicina para designar uma fraqueza orgânica, porém sem perda real da capacidade muscular. Caso ocorra perda muscular, passa a ser chamado de miastenia.Sinaptogênese: Sinaptogênese é o processo de formação de sinapses entre os neurônios dos sistema nervoso central. Embora ele ocorra durante o decorrer da vida de um ser humano saudável, há esmagadora maioria do processo de sinaptogênese ocorre no início do desenvolvimento do sistema nervoso, ainda intra-útero, e também no início da vida, quando a criança está aprendendo a se relacionar com o mundo exterior.PancreatoblastomaMúsculo esterno-hióideo: O músculo esterno-hióideo ou "esterno-cleido-hioideu" é um músculo do pescoço.Músculo reto inferior: O músculo reto inferior é um músculo extraocular. Tem como função o abaixamento do eixo lateral, adução e rotação externa do bulbo do olho.Fibra muscular intrafusal: right|264px|thumbnail|Um fuso muscularMúsculo abaixador do supercílio: O músculo abaixador do supercílio é um músculo da cabeça.Músculos da respiração: Os diversos músculos da respiração auxiliam tanto na inspiração quanto na expiração, o que requer mudanças na pressão dentro da cavidade torácica. Os músculos da respiração trabalham para mudar esta pressão, através da alteração das dimensões da cavidade torácica.Veia torácica lateral: A veia torácica lateral é uma veia do tórax.Miofibrilha: As miofibrinas ou miofibrilas (também conhecido como uma fibrila muscular) é uma unidade do tipo varão da base de um músculo. As miofibrilhas são organelos tubulares dispostos em feixes longitudinais que preenchem quase totalmente o citoplasma das células musculares, em contacto com as extremidades do sarcolema (a membrana celular destas células) e são responsáveis pela sua contratibilidade.Tumor da tiroideNeoplasia mucinosa papilar intraductalMYH7: thumb


dores musculares


  • Quando há problemas na fabricação do sangue, o paciente pode apresentar cansaço, indisposição, dores musculares e dor de cabeça, falta de ar, infecções ou sangramentos. (shhsjc.com.br)
  • Prodrômica ou pré-ictérica: com aparecimento de febre, astenia, dores musculares ou articulares e sintomas digestivos, tais como anorexia, náuseas e vômitos, perversão do paladar, às vezes cefaleia repulsa ao cigarro. (blogspot.com)
  • Relaxa a tensão, dores musculares e nas articulações. (blogspot.com)

tratamento


  • A massagem transversa profunda, juntamente com outras intervenções em um programa terapêutico planejado são úteis no tratamento das lacerações musculares, lesões musculotendinosas, tendinites e rupturas tendinosas parciais (lacerações tendoperiósticas), tendossinovites, torções ligamentares, endurecimento de áreas subcutâneas e tecido cicatricial. (blogspot.com.br)
  • Costuma-se dividir o tratamento do câncer de próstata em duas eras: a era pré-psa e a era pós-psa, tal a mudança provocada pela sua adoção no diagnóstico e no tratamento desta neoplasia. (docplayer.com.br)

baixa


  • O CEA não deve ser utilizado para diagnóstico do neoplasias, devido à sua própria baixa especifidade. (qowap.com)

articulares


  • Amplitude articular : goniometria Amplitude muscular : excursão funcional Fatores que diminuem a ADM: doenças articulares, neurológicas, musculares, cirurgias, imobilização prolongada. (slideplayer.com.br)

tecido


  • Após uma lesão muscular ocorre formação de tecido cicatricial, podendo resultar em adesões entre as fibras musculares, causando dor quando o músculo se contrai. (blogspot.com.br)