Tuberculose: Qualquer uma das doenças infecciosas do ser humano e de outros animais causadas por espécies de MYCOBACTERIUM.Tuberculose Pulmonar: Infecções por MYCOBACTERIUM nos pulmões.Mycobacterium tuberculosis: Espécie de bactéria Gram-positiva, aeróbica, causadora da TUBERCULOSE em humanos, outros primatas, BOVINOS, CÃES e alguns outros animais que têm contato com o homem. Seu crescimento tende a ser em massas (com forma de corda ou serpentina) nas quais os bacilos mostram orientação paralela.Tuberculose Resistente a Múltiplos Medicamentos: Tuberculose resistente à quimioterapia, com dois ou mais ANTITUBERCULOSOS, incluindo pelo menos ISONIAZIDA e RIFAMPICINA. O problema de resistência é particularmente inoportuno em INFECÇÕES OPORTUNISTAS tuberculosas associadas com INFECÇÕES POR HIV. Requer o uso de medicamentos de segunda linha que são mais tóxicos que os de primeira linha. A TB com isolados que desenvolveram resistência posterior a pelo menos três das seis classes de drogas de segunda linha é definida como TUBERCULOSE EXTENSIVAMENTE RESISTENTE A MEDICAMENTOS.Vacinas contra a Tuberculose: Vacinas ou candidatos a vacinas utilizados para prevenir ou tratar TUBERCULOSE.Tuberculose Miliar: Forma aguda da TUBERCULOSE em que tubérculos diminutos são formados em órgãos do corpo devido à disseminação do bacilo pela corrente sanguínea.Isoniazida: Antibacteriano utilizado principalmente como tuberculostático. Permanece como tratamento de escolha para a tuberculose.Tuberculose Latente: Forma quiescente de TUBERCULOSE em que a pessoa não apresenta nenhum sintoma óbvio e nenhum sinal do agente etiológico (Mycobacterium tuberculosis) no ESCARRO, apesar do teste dermatológico para a infecção ser positivo.Tuberculose dos Linfonodos: A infecção dos nódulos linfáticos pela tuberculose. A infecção tuberculosa dos nódulos linfáticos cervicais é a escrófula.Tuberculose Osteoarticular: A tuberculose dos ossos e das articulações.Tuberculose Gastrointestinal: TUBERCULOSE que abrange qualquer região do TRATO GRASTROINTESTINAL, em sua maioria o ÍLEO distal e o CECO. Na maioria dos casos, o patógeno é o MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS. As características clínicas incluem DOR ABDOMINAL, FEBRE e massa palpável na área ileocecal.Tuberculose da Coluna Vertebral: A osteíte ou cárie da vértebra frequentemente ocorrendo como uma complicação da tuberculose pulmonar.Tuberculose Bovina: Infecção em bovinos causada pelo MYCOBACTERIUM BOVIS. É transmissível ao homem e a outros animais.Tuberculose Cutânea: Tuberculose da pele. Inclui escrofuloderma e tubercúlide, mas não LUPUS VULGARIS.Teste Tuberculínico: Um dos vários testes cutâneos para determinar uma tuberculose desenvolvida no passado ou no presente. Uma proteína purificada derivada do bacilo da tuberculose, chamada tuberculina, é introduzida na pele por arranhão, perfuração ou injeção intradérmica.Rifampina: Antibiótico semissintético produzido de Streptomyces mediterranei. Tem um amplo espectro antibacteriano, incluindo atividade contra várias formas de Mycobacterium. Em organismos suscetíveis, inibe a atividade da RNA polimerase dependente de DNA, formando um complexo estável com a enzima. Então, suprime a iniciação da síntese de RNA. A rifampina é bactericida, e age tanto em organismos intracelulares quanto extracelulares.Escarro: Material expelido dos pulmões e expectorado através da boca. Contém MUCO, fragmentos celulares e micro-organismos. Pode também conter sangue ou pus.Mycobacterium bovis: Tipo bovino do bacilo tuberculoso. Também é chamado Mycobacterium tuberculosis var. bovis.Tuberculose Pleural: A tuberculose da membrana serosa que reveste a cavidade torácica e que está ao redor dos pulmões.Tuberculose Extensivamente Resistente a Medicamentos: Tuberculose resistente à ISONIAZIDA e RIFAMPINA e pelo menos a três das principais seis classes de medicamentos de segunda linha (AMINOGLICOSÍDEOS, polipeptídeos, FLUOROQUINOLONAS, TIOAMIDAS, CICLOSSERINA e ÁCIDO PARAMINOSSALICÍLICO) como definidos pelos CDC (Centros para Controle e Prevenção de Doenças (Estados Unidos)).Tuberculose Urogenital: Termo genérico para infecções por MYCOBACTERIUM, de qualquer parte do SISTEMA UROGENITAL, em machos ou fêmeas.Pirazinamida: Pirazina usada terapeuticamente como agente antitubercular.Antibióticos Antituberculose: Substâncias obtidas de várias espécies de micro-organismos que são, isoladamente ou em combinação com outros agentes, úteis no tratamento de várias formas de tuberculose. Em sua maioria estes agentes são apenas bacteriostáticos, induzem resistência nos organismos, podendo ser tóxicos.Vacina BCG: Agente imunizante ativo; uma linhagem atenuada viável de Mycobacterium tuberculosis (var. bovis), que confere imunidade contra infecções micobacterianas; também usada na imunoterapia de neoplasias por estimular os anticorpos e a imunidade inespecífica.Tuberculose Meníngea: Forma de meningite bacteriana causada por MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS ou raramente por MYCOBACTERIUM BOVIS. O organismo se implanta nas meninges e forma microtuberculomas que posteriormente se rompem. O curso clínico tende a ser subagudo progredindo ao longo de um período de vários dias ou mais demoradamente. Cefaleia e irritação meníngea podem ser seguidas de CONVULSÕES, neuropatias cranianas, déficits neurológicos focais, sonolência e finalmente COMA. A doença pode ocorrer em indivíduos imunocompetentes ou como INFECÇÃO OPORTUNISTA na SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA e outras síndromes de imunodeficiência. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp717-9)Proteínas de Bactérias: Proteínas encontradas em qualquer espécie de bactéria.Tuberculose Ocular: A infecção por tuberculose do olho, primariamente da íris, do corpo ciliar e da coroide.Tuberculose Esplênica: A infecção do baço por espécies do MYCOBACTERIUM.Mycobacterium: Gênero de bactérias Gram-positivas e aeróbias. A maioria das espécies é de vida livre no solo e na água, embora o principal habitat para algumas sejam tecidos doentes de hospedeiros homeotermos.Tuberculose Hepática: Infecções do FÍGADO com espécies de MYCOBACTERIUM, mais frequente o MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS. Caracterizada por pequenas lesões miliares tuberculosas localizadas ou massas semelhantes a tumores (TUBERCULOMA), e anormalidades em algumas funções hepáticas.Antígenos de Bactérias: Substâncias elaboradas pelas bactérias, que apresentam atividade antigênica.Tuberculose dos Genitais Femininos: Infecções por MYCOBACTERIUM do trato reprodutivo feminino (GENITÁLIA FEMININA).Etambutol: Agente antituberculose que inibe a transferência do ácido micólico para dentro da parede celular do bacilo da tuberculose. Pode também inibir a síntese de espermidina em micobactérias. Sua ação é geralmente bactericida, podendo a droga penetrar as membranas celulares humanas para exercer seu efeito letal. (Tradução livre do original: Smith and Reynard, Textbook of Pharmacology, 1992, p863)Mycobacterium smegmatis: Espécie não fotocromogênica nem patogênica, de crescimento rápido, originalmente isolada do esmegma humano e encontrada também no solo e água. (Dorland, 28a ed)Terapia Diretamente Observada: Método de tratamento no qual os pacientes estão sob observação direta quando tomam suas medicações ou recebem um tratamento. Este método é indicado para reduzir o risco de interrupção do tratamento e segurar a complacência do paciente.Tuberculose Endócrina: Infecção das GLÂNDULAS ENDÓCRINAS por uma espécie de MYCOBACTERIUM (frequentemente MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS).Tuberculose do Sistema Nervoso Central: A tuberculose do cérebro, medula espinhal ou meninges (TUBERCULOSE MENINGEA), mais frequentemente causada pelo MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS e raramemente pelo MYCOBACTERIUM BOVIS. A infecção pode estar limitada ao sistema nervoso ou coexistir em outros órgãos (p.ex., TUBERCULOSE PULMONAR). O organismo tende a se espalhar nas meninges causando uma meningite difusa e leva à formaçao do TUBERCULOMA que pode ocorrer no cérebro, coluna espinhal ou espaços perimeníngeos. O acometimento da coluna vertebral pela tuberculose (TUBERCULOSE DA COLUNA VERTEBRAL) pode resultar numa compressão da raiz nervosa ou da medula espinhal.Tuberculose Laríngea: Tuberculose que envolve a laringe produzindo ulceração das CORDAS VOCAIS e da MUCOSA LARÍNGEA.Tuberculose Renal: Infecção do RIM com espécies de MYCOBACTERIUM.DNA Bacteriano: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de bactérias.Tuberculose Bucal: A tuberculose da boca, língua e glândulas salivares.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Testes de Sensibilidade Microbiana: Qualquer teste que demonstre a eficácia relativa de diferentes agentes quimioterápicos contra micro-organismos específicos (isto é, bactérias, fungos, vírus).Farmacorresistência Bacteriana: Capacidade da bactéria em resistir ou tornar-se tolerante aos agentes quimioterápicos, antimicrobianos ou a antibióticos. Essa resistência pode ser adquirida através de mutação gênica ou plasmídeos transmissíveis com DNA estranho (FATORES R).Técnicas Bacteriológicas: Técnicas usadas para estudar as bactérias.Busca de Comunicante: Identificação daquelas pessoas (ou animais) que tenham tido contato com pessoas ou animais infectados ou ambiente contaminado tendo tido a oportunidade de adquirir a infecção. A busca de comunicante é um método geralmente aceito para controle de doenças sexualmente transmissíveis.Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS: Infecções oportunistas encontradas em pacientes que possuem teste positivo ao vírus da imunodeficiência humana (HIV). Entre as mais comuns estão PNEUMONIA POR PNEUMOCYSTIS, sarcoma de Kaposi, criptosporidose, herpes simples, toxoplasmose, criptococose e infecções com o complexo Mycobacterium avium, Microsporidium e Citomegalovírus.Interferon gama: Principal interferon produzido por LINFÓCITOS estimulados por mitógenos ou antígenos. É estruturalmente diferente do INTERFERON TIPO I e sua principal atividade é a imunorregulação. Tem sido associado à expressão de ANTÍGENOS DE HISTOCOMPATIBILIDADE CLASSE II em células que normalmente não os produzem, levando a DOENÇAS AUTOIMUNES.Impressões Digitais de DNA: Técnica para identificação de indivíduos de uma espécie baseada na singularidade de suas sequências de DNA. A singularidade é determinada identificando-se qual combinação de variações alélicas ocorrem no indivíduo em número estatisticamente relevante de diferentes loci. Em estudos forenses, o POLIMORFISMO DE FRAGMENTO DE RESTRIÇÃO de LOCI VNTR ou loci de REPETIÇÕES MINISSATÉLITE múltiplos e altamente polimórficos são analisados. O número de loci usados para o perfil depende da FREQUÊNCIA ALÉLICA na população.Tuberculina: Proteína extraída da cultura fervida do bacilo da tuberculose (MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS). É usada no TESTE TUBERCULÍNICO cutâneo para o diagnóstico da infecção por tuberculose em pessoas assintomáticas.África do Sul: República ao sul da África, a parte mais austral da África. Possui três capitais: Pretoria (administrativa), Cidade do Cabo (legislativa) e Bloemfontein (jurídica). É oficialmente a República da África do Sul desde 1960, e foi chamada de União da África do Sul entre 1910 e 1960.Polimorfismo de Fragmento de Restrição: Variação que ocorre dentro de uma espécie na presença ou no comprimento de um fragmento de DNA gerado por uma endonuclease específica em um sítio específico do genoma. Estas variações são geradas por mutações que criam ou abolem sítios de reconhecimento para estas enzimas, ou modificam o comprimento do fragmento.Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.Infecções por Mycobacterium: Infecções por bactérias do gênero MYCOBACTERIUM.Farmacorresistência Bacteriana Múltipla: Capacidade da bactéria em resistir ou tornar-se tolerante a diversas drogas estrutural e funcionalmente distintas simultaneamente. Essa resistência pode ser adquirida através de mutação gênica ou plasmídeos transmissíveis com DNA estranho (FATORES R).Tuberculose dos Genitais Masculinos: Infecções por MYCOBACTERIUM do trato reprodutor masculino (GENITÁLIA MASCULINA).Ácidos MicólicosInfecções por HIV: Incluem o espectro das infecções pelo vírus da imunodeficiência humana que vão desde o estado soropositivo assintomático, passando pelo complexo relação-AIDS até a síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS).Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Peritonite Tuberculosa: Forma de PERITONITE observada em pacientes com TUBERCULOSE, caracterizada por lesão de tipo miliar ou como massa pélvica na superfície peritoneal. A maioria dos pacientes apresenta ASCITE, inchaço abdominal, DOR ABDOMINAL e outros sintomas sistêmicos como FEBRE, PERDA DE PESO e ANEMIA.Técnicas de Tipagem Bacteriana: Procedimentos para identificação de tipos e variedades de bactérias. Os sistemas de tipagem mais frequentemente empregados são TIPAGEM DE BACTERIÓFAGO e SOROTIPAGEM bem como tipagem de bacteriocinas e biotipagem.Estreptomicina: Antibiótico produzido pelo actinomiceto "Streptomyces griseus" do solo. Atua por inibição dos processos de iniciação e elongação durante a síntese de proteínas.Micobacteriófagos: Vírus cujo hospedeiro é uma ou mais espécies de Mycobacterium. Inclui tanto tipos temperados quanto virulentos.Granuloma: Lesão inflamatória nodular relativamente pequena, contendo fagócitos mononucleares agrupados, causadas por agentes infecciosos e não infecciosos.Macrófagos: Células fagocíticas dos tecidos dos mamíferos, relativamente de vida longa e originadas dos MONÓCITOS. Os principais tipos são os MACRÓFAGOS PERITONEAIS, MACRÓFAGOS ALVEOLARES, HISTIÓCITOS, CÉLULAS DE KUPFFER do fígado e os OSTEOCLASTOS. Os macrófagos, dentro das lesões inflamatórias crônicas, se diferenciam em CÉLULAS EPITELIOIDES ou podem unir-se para formar CÉLULAS GIGANTES DE CORPO ESTRANHO ou CÉLULAS GIGANTES DE LANGHANS. (Tradução livre do original: The Dictionary of Cell Biology, Lackie and Dow, 3rd ed.)Etionamida: Agente antitubercular de segunda linha que inibe a síntese do ácido micólico.Emigração e Imigração: Movimento de entrada ou saída de indivíduos ou grupo de indivíduos, de um mesmo país para outro, geralmente em busca de melhores condições de vida.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Testes de Liberação de Interferon-gama: Ensaio de liberação de INTERFERON GAMA dos linfócitos depois da exposição um antígeno teste específico, a fim de verificar a MEMÓRIA IMUNOLÓGICA resultante de uma exposição prévia ao antígeno. A quantidade de interferon gama liberado é geralmente obtida por ELISA (ENSAIO DE IMUNOADSORÇÃO ENZIMÁTICA).Elementos de DNA Transponíveis: Discretos segmentos de DNA que podem retirar e reintegrar-se a outros sítios do genoma. Muitos são inativos, ou seja, não foram encontrados fora do seu estado integrado. Os elementos de DNA transponíveis incluem elementos IS (sequência de inserção) bacterianos, elementos Tn, os elementos controladores do milho Ac e Ds, Drosófila P, elemento 'gypsy' e 'pogo', o elemento humano Tigger e os elementos Tc e 'mariner' que são encontrados por todo o reino animal.Micobactérias não Tuberculosas: É a chamada espécie atípica do gênero MYCOBACTERIUM. Também denominados bacilos tuberculoides, ou seja, M. buruli, M. chelonae, M. duvalii, M. flavescens, M. fortuitum, M. gilvum, M. gordonae, M. intracellulare (v. COMPLEXO MYCOBACTERIUM AVIUM), M. kansasii, M. marinum, M. obuense, M. scrofulaceum, M. szulgai, M. terrae, M. ulcerans, M. xenopi.Coinfecção: Infecção simultânea de um organismo hospedeiro por dois ou mais patógenos. Em virologia, co-infecção se refere mais frequentemente à infecção simultânea de uma única célula por dois ou mais vírus diferentes.Controle de Doenças Transmissíveis: 1) Programas de vigilância elaborados para prevenir a transmissão de doenças, por qualquer via, de pessoa para pessoa ou de animal para humano (MeSH). 2) Operações e programas de monitoramento de doenças transmissíveis com o objetivo de reduzir e eliminar sua incidência e/ou prevalência. (Tradução livre do original: Last, 2001)Capreomicina: Antibiótico peptídico cíclico similar à VIOMICINA. É produzido pelo Streptomyces capreolus.ÍndiaEpidemiologia Molecular: Uso de técnicas de Biologia Molecular em estudos epidemiológicos (...) sobre exposição, suscetibilidade ou outros eventos biológicos. Não constitui uma disciplina, referindo-se apenas ao uso de técnicas moleculares. (Tradução livre do original: Last, 2001)Fatores Corda: Glicolipídeos tóxicos compostos por derivados de dimicolato trealose. São produzidos por MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS e outras espécies de MYCOBACTERIUM. Induzem disfunções celulares em animais.Radiografia Torácica: Visualização do peito e órgãos da cavidade torácica por raio x. Não está restrita à visualização dos pulmões.Kit de Reagentes para Diagnóstico: Conjuntos de reagentes preparados comercialmente, com dispositivos acessórios, contendo os principais componentes (e literatura) necessários para realizar um ou mais testes ou os procedimentos diagnósticos especificados. Podem ser para uso laboratorial ou individual.Genótipo: Constituição genética do indivíduo que abrange os ALELOS presentes em cada um dos LOCI GÊNICOS.Repetições Minissatélites: Arranjos enfileirados de sequências curtas (10 a 60 bases) e moderadamente repetitivas de DNA encontrados dispersos pelo genoma e apinhados próximos aos TELÔMEROS. O grau de repetição varia de duas centenas a várias centenas em cada locus. Os loci são milhares, mas cada locus mostra uma unidade de repetição distinta.Carga Bacteriana: Quantidade mensurável de bactéria em um objeto, organismo ou compartimento de organismo.Genes Bacterianos: Unidades hereditárias funcionais das BACTERIAS.Regulação Bacteriana da Expressão Gênica: Qualquer dos processos pelos quais os fatores citoplasmáticos ou intercelulares influem no controle diferencial da ação gênica nas bactérias.Notificação de Doenças: Comunicação obrigatória de determinadas doenças às autoridades de saúde pública locais, após diagnosticadas. (Tradução livre do original: Last, 2001)Contagem de Colônia Microbiana: Enumeração por contagem direta de CÉLULAS ou ESPOROS viáveis isolados de bactérias, archaea ou fungos capazes de crescerem em MEIOS DE CULTURA sólidos. O método é usado rotineiramente por microbiologistas ambientais para quantificar organismos no AR, ALIMENTOS E ÁGUA; por clínicos, para medir a resistência microbiana dos pacientes e no teste de medicamentos antimicrobianos.Ácido Aminossalicílico: Antitubercular frequentemente administrado em associação com a ISONIAZIDA. O sal de sódio da droga é melhor tolerado que o ácido livre.Tuberculoma: Massa semelhante a um tumor que resulta do aumento de uma lesão tuberculosa.Etiópia: Estado independente na África oriental. A Etiópia fica localizada no Chifre da África e é limitada ao norte e nordeste pela Eritreia, ao leste pelo Djibuti e Somália, ao sul pelo Quênia e ao oeste e sudoeste pelo SUDÃO. Sua capital é Adis Abeba.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Tuberculose Cardiovascular: Afecções do SISTEMA CARDIOVASCULAR causadas por infecção por MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS. A abrangência da tuberculose pode incluir CORAÇÃO, VASOS SANGUÍNEOS ou o PERICÁRDIO.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Virulência: Grau de patogenicidade dentro de um grupo ou espécies de micro-organismos ou vírus, conforme indicado pela taxa de fatalidade dos casos e/ou pela capacidade do organismo invadir os tecidos do hospedeiro. A capacidade patogênica de um organismo é determinada por seus FATORES DE VIRULÊNCIA.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Técnicas de Diagnóstico Molecular: Técnicas da BIOLOGIA MOLECULAR usadas no diagnóstico de doenças.Mycobacterium marinum: Espécie fotocromogênica de crescimento moderado, encontrada em aquários, peixes doentes e piscina. Ela é a causa de lesões cutâneas e granulomas (granuloma de piscina) em humanos. (Dorland, 28a ed)Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Análise por Conglomerados: Conjunto de métodos de estatística usados para agrupar variáveis ou observações em subgrupos altamente inter-relacionados. Em epidemiologia, pode-se usar para analisar séries de grupos de eventos com grande afinidade entre si ou casos de doença ou outros fenômenos relacionados à saúde cujos modelos de distribuição sejam bem definidos com respeito a tempo ou espaço, ou a ambos.PeruDiarilquinolinas: Classe de compostos quinolínicos definidos pela presença de duas estruturas com anéis aromáticos que são ligadas por uma cadeia lateral ao carbono 3 da estrutura quinolínica. As duas porções aromáticas são tipicamente NAFTALENO e BENZENO. Vários compostos desta classe são usados como ANTITUBERCULOSOS.Infecções por Micobactéria não Tuberculosa: Infecções pelas denominadas micobactérias atípicas (bacilos tuberculoides): M. kansasii, M. marinum, M. scrofulaceum, M. flavescens, M. gordonae, M. obuense, M. gilvum, M. duvalii, M. szulgai, M. intracellulare (v. COMPLEXO MYCOBACTERIUM AVIUM), M. xenopi (littorale), M. ulcerans, M. burulii, M. terrae, M. fortuitum (minetti, giae), M. chelonae.Tuberculose Aviária: Variedade da TUBERCULOSE que afeta várias aves, incluindo galinhas e patos. É causada pelo MYCOBACTERIUM AVIUM e é caracterizada por tubérculos compostos principalmente de células epitelioides.Anticorpos Antibacterianos: Imunoglobulinas produzidas em resposta a ANTÍGENOS DE BACTÉRIAS.Genoma Bacteriano: Complemento genético de uma BACTÉRIA como representado em seu DNA.Mycobacterium avium: Bactéria que causa tuberculose em aves domésticas e outras aves. Em porcos pode causar doenças localizadas e às vezes disseminadas. Este organismo ocorre ocasionalmente em ovelhas e no gado. Deve ser distinguida do complexo M. avium, que infecta humanos primariamente.Testes Imunológicos: Técnicas imunológicas envolvidas em diagnósticos.Mycobacterium leprae: Espécie de bactéria Gram-positiva aeróbia que causa HANSENÍASE no homem. Seus organismos são geralmente arranjados em amontoados, massas arredondadas ou em grupos de bacilos lado a lado.Derrame Pleural: Presença de líquido na cavidade pleural resultante de transudação excessiva ou exsudação das superfícies pleurais. Constitui um sinal de doença e não um diagnóstico por si só.Resistência Microbiana a Medicamentos: Capacidade de micro-organismos (especialmente bactérias) em resistir ou tornar-se tolerante a agentes quimioterápicos, antimicrobianos ou a antibióticos. Essa resistência pode ser adquirida através de mutação gênica ou plasmídeos transmissíveis com DNA estranho (FATORES R).Camundongos Endogâmicos C57BLFederação RussaMeios de Cultura: Qualquer preparação líquida ou sólida preparada especificamente para o crescimento, armazenamento ou transporte de micro-organismos ou outros tipos de células. A variedade de meios existentes (como os meios diferenciados, seletivos, para teste, e os definidos) permite o cultivo de micro-organismos e tipos celulares específicos. Os meios sólidos são constituídos de meios líquidos que foram solidificados com um agente como AGAR ou GELATINA.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Mustelidae: Família de carnívoros terrestres, de corpo longo e delgado, que apresentam longa cauda e glândula odorífera anal. Entre eles estão texugos, doninhas, MARTAS, FURÕES, visom, glutões e LONTRAS.Uganda: República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.Sequência de Bases: Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Fagossomos: Vesículas citoplasmáticas limitadas por membrana formadas pela invaginação de material fagocitado. Estas vesículas se fundem com os lisossomos para formar os fagolisossomos, nos quais as enzimas hidrolíticas do lisossomo digerem o material fagocitado.Aciltransferases: Enzimas da classe das transferases que catalisam a transferência de grupos acil de doador para recebedor, formando ésteres ou amidas. EC 2.3.Ensaio de Imunoadsorção Enzimática: Imunoensaio utilizando um anticorpo ligado a uma enzima marcada, tal como peroxidase de raiz-forte (ou rábano silvestre). Enquanto a enzima ou o anticorpo estiverem ligados a um substrato imunoadsorvente, ambos retêm sua atividade biológica; a mudança na atividade enzimática como resultado da reação enzima-anticorpo-antígeno é proporcional à concentração do antígeno e pode ser medida por espectrofotometria ou a olho nu. Muitas variações do método têm sido desenvolvidas.República da GeórgiaTipagem Molecular: Uso de técnicas de BIOLOGIA MOLECULAR como ANÁLISE DE SEQUÊNCIA DE DNA, ELETROFORESE EM GEL DE CAMPO PULSADO e IMPRESSÕES DIGITAIS DE DNA para identificar, classificar e comparar organismos e seus subtipos.Sequências Repetitivas Dispersas: Cópias de elementos transponíveis entremeadas ao longo do genoma, algumas das quais ainda estão ativas e frequentemente chamadas de genes saltadores ("jumping genes"). Há duas classes da elementos repetitivos entremeados. Elementos classe I (ou RETROELEMENTOS - como os retrotransposons, retrovirus, ELEMENTOS NUCLEOTÍDEOS LONGOS E DISPERSOS e ELEMENTOS NUCLEOTÍDEOS CURTOS E DISPERSOS) transpõem, via transcrição reversa, de um RNA intermediário. Elementos classe II (ou ELEMENTOS DE DNA TRANSPONÍVEIS - como transposons, elementos Tn, elementos de sequência de inserção e cassetes gênicos móveis de integrons bacterianos) transpõem diretamente de um sítio no DNA para outro.Paleopatologia: O estudo de moléstias nos períodos pré-históricos, revelada em ossos, múmias e artefatos arqueológicos.Estudos de Avaliação como Assunto: Estudos que determinam a efetividade ou o valor dos processos, pessoal e equipamento, ou o material na condução destes estudos. Para medicamentos e dispositivos estão disponíveis os ENSAIOS CLÍNICOS COMO ASSUNTO, AVALIAÇÃO DE MEDICAMENTOS e AVALIAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DE MEDICAMENTOS.Complexo Mycobacterium avium: Complexo que inclui várias linhagens de M. avium. M. intracellulare não é facilmente distinguida de M. avium, razão pela qual é incluída no complexo. A maioria destes organismos é frequentemente encontrada em secreções pulmonares de pessoas com micobacteriose semelhante à tuberculose. Linhagens deste complexo também têm sido associadas com linfadenite infantil e AIDS. M. avium sozinha causa tuberculose em várias aves e outros animais, inclusive porcos.Compostos AzaMicroscopia: Uso de instrumentos e técnicas para visualizar material e detalhes que não podem ser vistos a olho nu. Geralmente é feito por meio da amplificação de imagens (transmitidas por luz ou feixes de elétrons) com lentes ópticas ou magnéticas que ampliam todo o campo da imagem. Na microscopia eletrônica de varredura as imagens são geradas coletando ponto-a-ponto as imagens [parciais] sobre uma escala amplificada à medida que a amostra é percorrida por feixe estreito de luz ou elétrons, laser ou sonda condutora ou topográfica.Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Camundongos Endogâmicos BALB CAnálise de Sequência de DNA: Processo de vários estágios que inclui clonagem, mapeamento físico, subclonagem, determinação da SEQUÊNCIA DE DNA e análise de informação.Manejo de Espécimes: Procedimentos para coleta, preservação e transporte de espécimes suficientemente estáveis para fornecer resultados eficientes e precisos, adequados à interpretação clínica.Linfócitos T: Linfócitos responsáveis pela imunidade mediada por células. Foram identificados dois tipos: LINFÓCITOS T CITOTÓXICOS e linfócitos T auxiliadores (LINFÓCITOS T AUXILIARES-INDUTORES). São formados quando os linfócitos circulam pelo TIMO e se diferenciam em timócitos. Quando expostos a um antígeno, dividem-se rapidamente, produzindo um grande número de novas células T sensibilizadas a este antígeno.Tuberculoma Intracraniano: Massa bem delimitada composta por tecido de granulação tuberculosa que pode ocorrer nos hemisférios cerebrais, cerebelo, tronco cerebral ou espaços perimeníngeos. Lesões múltiplas são bem comuns. O controle das manifestações intracranianas varia com o local da lesão. Tuberculomas intracranianos podem estar associados com CONVULSÕES, déficits neurológicos focais e HIPERTENSÃO INTRACRANIANA. Os tuberculomas da medula espinhal podem estar associados com dor radicular ou localizada, fraqueza, perda sensorial e incontinência. Os tuberculomas podem surgir como INFECÇÕES OPORTUNISTAS, mas também podem ocorrer em indivíduos imunocompetentes.Técnicas de Amplificação de Ácido Nucleico: Técnicas de laboratório envolvendo a síntese in vitro de muitas cópias de DNA ou RNA a partir de um modelo original.Rifamicinas: Grupo de AGENTES ANTIBACTERIANOS caracterizados por um grupo cromóforo de nafto-hidroquinona atravessado por uma ponte alifática não encontrada previamente em outros AGENTES ANTIBACTERIANOS conhecidos. Foram isolados de caldos de fermentação de Streptomyces mediterranei.Saúde Mundial: Conceito relativo ao estado de saúde dos habitantes do mundo. Por ordem de gravidade os principais riscos para a saúde mundial foram assim classificados: subalimentação, prática de sexo sem proteção, hipertensão, tabagismo, álcool, má qualidade da água, colesterol, fumaça de combustíveis sólidos como carvão e lenha, carência de ferro e a obesidade.Soronegatividade para HIV: Estado imunitário caracterizado pela não produção de anticorpos anti-HIV e determinado por vários testes sorológicos.Citocinas: Proteínas, que não são anticorpos, secretadas por leucócitos inflamatórios e por células não leucocíticas que agem como mediadores intercelulares. As citocinas diferem dos hormônios clássicos no sentido de que elas são produzidas por vários tecidos ou tipos celulares e não por glândulas especializadas. Elas geralmente agem localmente de modo parácrino ou autócrino em vez de endócrino.Emigrantes e Imigrantes: Povo que deixa suas residência em um país e estabelece em um país diferente.Viabilidade Microbiana: Capacidade de um micróbio sobreviver abaixo de determinadas condições. Pode também estar relacionado a uma capacidade da colônia para replicar-se.Erros de Diagnóstico: Diagnósticos incorretos após exame clínico ou técnicas de procedimentos diagnósticos.Programas de Rastreamento: Tentativa de identificação de pessoas portadoras de uma doença ou agravo não evidente por meio de testes, exames, questionários ou outros procedimentos de aplicação rápida. O rastreamento classifica as pessoas em negativas ou positivas; estas (casos suspeitos) são encaminhadas para confirmação clínica de diagnóstico ou tratamento. (Tradução livre do original: Last, 2001)Linfócitos T CD4-Positivos: Subpopulação crítica de linfócitos T, envolvida na indução da maioria das funções imunológicas. O vírus HIV apresenta tropismo seletivo pelas células T4, que expressam o marcador fenotípico CD4 (um receptor para o HIV). Na verdade, na profunda imunossupressão observada (na infecção pelo HIV) o elemento chave consiste na depleção (desaparecimento) deste subgrupo de linfócitos T.Quimioterapia Combinada: Terapia administrada simultaneamente com duas ou mais preparações diferentes para obter um efeito combinado.Vacinação: Administração de vacinas para estimulação da resposta imune do hospedeiro. Isto inclui qualquer preparação que objetive a profilaxia imunológica ativa.Tioacetazona: Tiossemicarbazona que é utilizada em associação com outros agentes antimicobacterianos nas fases iniciais e subsequentes dos regimes antituberculose. Tiacetazona contendo regimes são menos eficazes que os regimes de curto curso recomendado pela União Internacional Contra Tuberculose e são usados em alguns países desenvolvidos para reduzir os custos com drogas.China: País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.Pericardite Tuberculosa: INFLAMAÇÃO do saco ao redor do coração (PERICÁRDIO) devido à infecção por MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS. A pericardite pode levar a edema (DERRAME PERICÁRDICO), compressão do coração (TAMPONAMENTO CARDÍACO) e impedir o batimento cardíaco normal.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Cobaias: Nome popular utilizado para o gênero Cavia. A espécie mais comum é a Cavia porcellus, que é o porquinho-da-índia, ou cobaia, domesticado e usado como bicho de estimação e para pesquisa biomédica.Mycobacterium kansasii: Espécie fotocromogênica de crescimento lento que é o agente etiológico de uma doença semelhante à tuberculose em humanos e é frequentemente isolada de secreções pulmonares ou tubérculos humanos. A incidência de infecção é agudamente aumentada em indivíduos imunocomprometidos. (Dorland, 28a ed)Tioridazina: Antipsicótico fenotiazínico usado no tratamento de TRANSTORNOS PSICÓTICOS, incluindo ESQUIZOFRENIA.DNA Girase: DNA topoisomerase II bacteriana que catalisa a quebra, dependente de ATP, das duas fitas de DNA, a passagem das fitas íntegras através das aberturas e a reagrupamento das cadeias quebradas. A girase se liga ao DNA sob a forma de um heterotetrâmero que consiste de duas subunidades A e duas subunidades B. Na presença de ATP, a girase também pode converter o duplex relaxado de DNA circular em uma super-hélice. Na ausência de ATP, o DNA superespiralado é relaxado pela DNA girase.Técnicas de Laboratório Clínico: Técnicas utilizadas para cumprir procedimentos clínicos investigativos no diagnóstico e terapia de doenças.Granuloma do Sistema Respiratório: Transtornos granulomatosos que afetam um ou vários lugares no sistema respiratório.Vigilância da População: Exame minucioso de uma população (população em geral, estudo de população, objetivo da população, etc.) geralmente usando métodos notáveis por sua praticabilidade, uniformidade e frequentemente por sua rapidez e mais ainda por sua completa precisão.Surtos de Doenças: Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.Soropositividade para HIV: O desenvolvimento de anticorpos neutralizantes em indivíduos que tenham sido expostos ao vírus da imunodeficiência humana (HIV/HTLV-III/LAV).Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional: Transmissão de doenças infecciosas ou de patógenos do paciente para os profissionais ou pessoal técnico de saúde. Inclui transmissão via exposição direta ou indireta às bactérias, fungos, parasitas ou agentes virais.Técnicas de Diagnóstico do Sistema Respiratório: Métodos e procedimentos para o diagnóstico de doenças do trato respiratório ou seus órgãos. Abrangem TESTES DE FUNÇÃO RESPIRATÓRIA.Clofazimina: Tintura lipossolúvel de riminofenazina utilizada para o tratamento da hanseníase. Tem sido utilizada na pesquisa em combinação com outras drogas antimicobacterianas para tratar as infecções de Mycobacterium avium em pacientes de AIDS. A clofazimina também tem um efeito anti-inflamatório marcante. É administrada para controlar a reação da hanseníase, o eritema nodoso lepromatoso. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1993, p1619)Baço: Órgão linfático encapsulado através do qual o sangue venoso é filtrado.Testes Sorológicos: Procedimentos diagnósticos envolvendo reações de imunoglobulina.VietnãHipersensibilidade Tardia: Reatividade aumentada a antígenos específicos mediada não por anticorpos, mas por células.Gâmbia: República na África Ocidental, constituindo um enclave dentro do SENEGAL que se estende em ambos os lados do Rio Gâmbia. Sua capital é Banjul, antigamente Bathurst. A desembocadura do rio foi descoberta em 1455 pelos portugueses, e os ingleses subiram o rio entre 1618-19. A reivindicação britânica para a região foi reconhecida pelo Tratado de Versalhes em 1783. Seu estado sob domínio dos britânicos e de Serra Leoa mudou várias vezes de 1807 até 1965 quando ficou independente. O país é assim denominado em homenagem ao rio e é uma deturpação portuguesa do nome nativo Ba-Dimma, que significa rio.Países em Desenvolvimento: Países no processo de mudança com o crescimento econômico, ou seja, um aumento na produção, consumo e renda per capita. O processo de crescimento econômico envolve a melhor utilização de recursos naturais e humanos que resultam em uma mudança nas estruturas sociais, políticas e econômicas.Primers do DNA: Sequências curtas (geralmente em torno de 10 pares de bases) de DNA que são complementares à sequência do RNA mensageiro e permite a transcriptase reversa, copiando as sequências adjacentes de RNAm. Os primers são utilizados largamente em técnicas de biologia molecular e genética.Contagem de Linfócito CD4: Contagem do número de LINFÓCITOS T CD4-POSITIVOS por unidade de SANGUE. A determinação requer o uso de um citômetro de fluxo de fluorescência ativada.Cristalografia por Raios X: Estudo da estrutura dos cristais utilizando técnicas de DIFRAÇÃO POR RAIOS X.Parede Celular: Camada mais externa de uma célula na maioria das PLANTAS, BACTÉRIAS, FUNGOS e ALGAS. Geralmente é uma estrutura rígida externa à MEMBRANA CELULAR, e oferece uma barreira protetora contra agentes físicos e químicos.Lavagem Gástrica: Procedimento médico que envolve o esvaziamento do conteúdo do estômago, por meio do uso de um tubo inserido pelo do nariz ou da boca. É realizada para remover agentes tóxicos ou aliviar a pressão devido à obstrução intestinal ou durante cirurgias.Fator de Necrose Tumoral alfa: Glicoproteína sérica produzida por MACRÓFAGOS ativados e outros LEUCÓCITOS MONONUCLEARES de mamíferos. Possui atividade necrotizante contra linhagens de células tumorais e aumenta a capacidade de rejeitar transplantes tumorais. Também conhecido como TNF-alfa, só é 30 por cento homólogo à TNF-beta (LINFOTOXINA), mas compartilham RECEPTORES DE TNF.Hospitais de Doenças Crônicas: Hospitais que prestam assistência médica a pacientes com enfermidades de longo prazo.Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Prisões: Instituições penais ou lugares de confinamento para prisioneiros de guerra.Testes Cutâneos: Aplicação epicutânea ou intradérmica de um sensibilizador para demonstração de hipersensibilidade retardada ou imediata. Usado no diagnóstico de hipersensibilidade ou como testes para imunidade celular.Ofloxacino: Fluoroquinolona sintética antibacteriana que inibe a atividade de formação de espiral da DNA GIRASE bacteriana, impedindo a REPLICAÇÃO DO DNA.AmidoidrolasesEstudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Galactanos: Polissacarídeos compostos de repetições de unidades de galactose. Podem consistir em cadeias ramificadas ou não ramificadas em quaisquer ligações.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Pessoas em Situação de Rua: Pessoas que não têm nenhuma residência permanente. O conceito exclui pessoas nômades.QuinolinasFluoroquinolonas: Grupo de QUINOLONES com pelo menos um átomo de fluor e um grupo piperazinila.Aerossóis: Coloides com uma fase de dispersão gasosa e outra fase de dispersão líquida (nevoeiro) ou sólida (fumaça). Usados em fumigação ou em terapia por inalação. Podem conter agentes propelentes.Imunidade Celular: Manifestações da resposta imune que são mediadas por linfócitos T (sensibilizados por antígenos) via linfocinas ou via citotoxicidade direta. Isto ocorre na ausência de anticorpos circulantes ou quando o anticorpo desempenha um papel secundário.Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Benzofenoneídio: Corante de anilina utilizado como desinfetante e antisséptico. Apresenta fraca fluorescência e se liga especificamente a certas proteínas.ÁfricaProteínas Recombinantes: Proteínas preparadas através da tecnologia de DNA recombinante.Tanzânia: República na África oriental, sul de UGANDA e ao norte de MOÇAMBIQUE. Sua capital é Dar es Salaam. Foi formada em 1964 por uma fusão dos países de TANGANICA e ZANZIBAR.Deleção de Genes: Reordenamento genético [que ocorre] através da perda de segmentos de DNA ou de RNA, trazendo sequências normalmente separadas para perto. Esta eliminação (deletion) pode ser detectada por técnicas citogenéticas e também inferida a partir do fenótipo, que indica eliminação em locus específico.Organização Mundial da Saúde: Agência especializada das Nações Unidas, designada como uma autoridade coordenadora no trabalho internacional de saúde. Sua intenção é promover o nível mais alto possível de saúde para todos os povos.Interações Hospedeiro-Patógeno: Interações entre um hospedeiro e um patógeno, geralmente resultando em doença.Células Cultivadas: Células propagadas in vitro em meio especial apropriado ao seu crescimento. Células cultivadas são utilizadas no estudo de processos de desenvolvimento, processos morfológicos, metabólicos, fisiológicos e genéticos, entre outros.Refugiados: Migrantes involuntários, vítimas de condições políticas, guerras ou catástrofes naturais. (Tradução livre do original: Popline, 2002)

*  contraste em pacientes: Topics by WorldWideScience.org
... entre 28 pacientes portadores de neoplasias do trato digestório (esofágicas, gástrica... ... O câncer de mama é uma das neoplasias mais comum entre as mulheres. A mastectomia pode ser realizada de várias maneiras, ... Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ação da timulina em pacientes com neoplasia maligna, submetidos ao tratamento, com e ... Full Text Available Resumo A gencitabina é um fármaco utilizado no tratamento de vários tipos de neoplasias malignas. Há poucas ...
  https://worldwidescience.org/topicpages/c/contraste+em+pacientes.html
*  Achados fibrobroncoscópicos em pacientes com neoplasia maligna de esôfago
Neoplasias esofágicas Origem Nacional. Tipo Resumo publicado em evento. URI http://hdl.handle.net/10183/4446. ... Achados fibrobroncoscópicos em pacientes com neoplasia maligna de esôfago. Autor Gazzana, Marcelo Basso Baglio, Pierangelo ...
  http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/4446
*  Brazilian Journal of Otorhinolaryngology
Outras mortes foram relacionadas a acidentes cardiovasculares ou neoplasias pulmonares e esofágicas. ... O carcinoma laríngeo compreende menos de 2% das neoplasias em todo o mundo, muito embora a incidência tenha aumentado.1,2 O ... Neoplasias laríngeas, Câncer glótico inicial, Estado de margem, Sobrevida global, Sobrevida livre de doença ... Pacientes com margens próximas, margens positivas ou lesões pré‐cancerosas (neoplasia intraepitelial laríngea leve a moderada) ...
  http://bjorl.org/pt/prognostic-role-margin-status-in/articulo/S2530053917302018/
*  rio paraguai em: Topics by WorldWideScience.org
... entre 28 pacientes portadores de neoplasias do trato digestório (esofágicas, gástrica... ... Full Text Available As neoplasias mamárias são raras em primatas não humanos, enquanto que nas mulheres apresentam alta ... OBJETIVO: Comparar indicadores do estado nutricional em pacientes portadores de neoplasias do trato digestório. MÉTODO: Estudo ... Este último é uma neoplasia linfóide, de origem multifatorial, decorrente da transformação maligna de linfócitos. A forma ...
  https://worldwidescience.org/topicpages/r/rio+paraguai+em.html
*  Transtorno Por Uso De Tabaco - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3906
*  Ginecomastia - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=1588
*  Malformações Arteriovenosas Intracranianas - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2030
*  Abscesso Hepático - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2286
*  Linfoma Folicular De Células Mistas - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2363
*  Taquicardia Paroxística - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3822
*  Osteoma Osteóide - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2920
*  Ruptura Gástrica - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3743
*  Infecções Por Bartonellaceae - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=377
*  Dor Abdominal - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=4
*  Aneurisma Intracraniano - lookfordiagnosis.com
Neoplasias Esofágicas. * Perfuração Esofágica. * Espasmo Esofágico Difuso. * Estenose Esofágica. * Esofagite. * Esofagite ...
  https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=2027
*  Esófago - Wikipedia
As artérias bronquiais e esofágicas, ramos diretos da parte torácica da aorta, também são responsáveis por parte do suprimento ... é possível que essa metaplasia evolua para uma neoplasia esofágica. A porção cérvico-torácica do esôfago é suprida pelas ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Es%C3%B3fago
*  Glândula paratiroide - Wikipedia
Tumores da paratireoide -neoplasias da paratireoide. Esquema mostrando o desenvolvimento dos corpos epiteliais branquiais. I, ... traqueais ou esofágicas. A drenagem venosa faz-se para o plexo tiroideu. A drenagem linfática é feita para os gânglios ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Gl%C3%A2ndula_paratiroide

TuberculoseMycobacterium tuberculosis: Mycobacterium tuberculosis (MTB), ou bacilo de koch, é uma espécie de bactéria patogênica na família Mycobacteriaceae e o agente causador da maioria dos casos de tuberculose (TB). Descoberta pela primeira vez em 1882 por Robert Koch, M.Tuberculose miliarIsoniazida: Isoniazida é um fármaco antibiótico, usado como primeira escolha no tratamento da tuberculose. É menos tóxico, mais eficaz e mais barato que seus similares e disponível em combinações.Necrose caseosa: Necrose caseosa ou degeneração caseosa é uma ação de degradação progressiva e irreversível feita por enzimas em tecidos lesionados. Característica de focos de tuberculose.Mycobacterium bovis: Mycobacterium bovis é uma bactéria responsável pela transmissão da tuberculose entre bovinos e em menor grau a outros mamiferos inclusive ao homem. A bactéria M.Escrofuloderma: Escrofuloderma ou tuberculose subcutânea é uma infecção bacteriana causada pelo Mycobacterium tuberculosis normalmente disseminada diretamente pela tuberculose pulmonar, de gânglios linfáticos, ossos ou articulações. Formam bolhas firmes, indolores que eventualmente se rompem com uma base granular.Sputa: Sputa, sputum ou mais popularmente escarroSociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Jornal Brasileiro de Pneumologia.Piúria: Piúria é a presença de leucócitos degenerados na urina.Mycobacterium: Mycobacterium ou micobactéria é um gênero de actinobactérias bacilares, aeróbicas obrigatórias, imóveis e altamente patogênicas, que causam diversas doenças, sendo as mais famosas Hanseníase(lepra) e tuberculose. Apesar de terem características de gram-positivas (não possuírem membrana externa), suas paredes ricas em Ácido micólico não se tingem com tinção de Gram, sendo assim classificadas com bactérias álcool-ácido resistentes (BAAR).Exame complementar de diagnóstico: Nas ciências da saúde, são denominados exames complementar de diagnóstico aqueles exames (laboratoriais, de imagem, etc.) que complementam aos dados da anamnese e do exame físico para a confirmação das hipóteses diagnósticas e tratamento.Noroeste (África do Sul): O Noroeste é uma província da África do Sul. A sua capital é Mahikeng, antigal capital do Protectorado Britânico da Bechuanalândia.Genótipo: Genótipo (do grego genos, originar) é a constituição genética de uma célula, organismo ou indivíduo. Deve-se à presença de material hereditário herdado dos progenitores.Antirretroviral: Os antirretrovirais (ARV) são fármacos usados para o tratamento de infecções por retrovírus, principalmente o HIV. A terapia altamente eficaz com antirretrovirais é conhecida como TARV.Estreptomicina: A estreptomicina foi o primeiro agente específico efetivo no tratamento da tuberculose. Foi também uns dos primeiros aminoglicosídeos descobertos.Companhia Britânica das Índias Orientais: A Companhia Inglesa das Índias Orientais (mais tarde chamada Companhia Britânica das Índias Orientais) foi uma companhia majestática formada por comerciantes de Londres, em 1600, com o nome de “Company of Merchants of London Trading to the East Indies”,The Register of Letters &c. of the Governor and Company of Merchants of London trading into the East Indies, 1600–1619.Notificação compulsória: Notificação compulsória é um registro que obriga e universaliza as notificações, visando o rápido controle de eventos que requerem pronta intervenção. Para a construir o Sistema de Doenças de Notificação Compulsória (SDNC), cria-se uma Lista de Doenças de Notificação Compulsória (LDNC), cujas doenças são selecionadas através de determinados critérios como: magnitude, potencial de disseminação, transcedência, vulnerabilidade, disponibilidade de medidas de controle, compromisso internacional com programas de erradicação, etc.Rio Dabus: O rio Dabus é um curso de água da Etiópia e afluente do rio Abay pela margem norte. Este rio tem uma área de drenagem de aproximadamente km².Incidência: Usada em estatística e em epidemiologia, a Incidência pode referir-se a:Virulência: Virulência é a capacidade infecciosa de um microrganismo, medida pela mortalidade que ele produz e/ou por seu poder de invadir tecidos do hospedeiro. Dependendo da vida hostilizada e enormemente lascerada no caminho da vida.Madre de Deus (nau): A nau Madre de Deus foi o maior navio do mundo no seu tempo, deslocando 1 600 toneladas (900 das quais em carga). Construída na Ribeira das Naus em Lisboa em 1589, para a Carreira da Índia, tinha 50 metros de comprimento e 14,5 metros de largura.


  • Intestinal
  • Outra possível patologia de quem possui doença do refluxo gastroesofágico é o esôfago de Barrett onde o epitélio esofágico acaba por sofrer uma metaplasia para tecido intestinal, caso o estresse causado pela acidez do refluxo permaneçam, é possível que essa metaplasia evolua para uma neoplasia esofágica. (wikipedia.org)