Morte Celular: Término da capacidade celular para exercer funções vitais como o metabolismo, crescimento, reprodução, responsividade e adaptabilidade.Causas de Morte: Todas as doenças, afecções mórbidas ou lesões que produziram ou contribuíram para a morte e as circunstâncias do acidente ou violência que produziram quaisquer de tais lesões. (CID-10, vol.2, 8a ed., rev. e ampl. 2008)Morte: Cessação irreversível de todas as funções corpóreas manifestada por ausência de respiração espontânea e perda total das funções cardiovascular e cerebral.Morte Súbita Cardíaca: Morte natural rápida e inesperada devido a colapso cardiovascular dentro de uma hora dos sintomas iniciais. Geralmente é causada pela piora de cardiopatias existentes. O início súbito dos sintomas, como DOR NO PEITO e ARRITMIAS CARDÍACAS, particularmente TAQUICARDIA VENTRICULAR, pode levar a perda de consciência e parada cardíaca seguida de morte biológica (Tradução livre do original: from Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine, 7th ed., 2005).Morte Encefálica: Estado de cessação prolongada irreversível de toda atividade encefálica, incluindo diminuição da função do tronco encefálico inferior, com ausência completa de movimentos voluntários, respostas a estímulos, reflexos do tronco encefálico e respiração espontânea. As afecções reversíveis que mimetizam este estado clínico (ex., superdosagem sedativa, hipotermia, etc.) são excluídas antes de ser determinada a morte encefálica. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp348-9)Morte Fetal: Morte do ser em desenvolvimento no útero. O NASCIMENTO de um FETO morto é NATIMORTO. (MeSH/NLM) Óbito fetal é a morte de um produto da concepção, antes da expulsão ou da extração completa do corpo da mãe, independentemente da duração da gravidez; indica o óbito o fato do feto, depois da separação, não respirar nem apresentar nenhum outro sinal de vida, como batimentos do coração, pulsações do cordão umbilical ou movimentos efetivos dos músculos de contração voluntária. (CID-10, vol.2, rev. e ampl. 2008, p.155) Para fins estatísticos, comparação internacional, e o uso da CID, se o produto da concepção, nesta ordem, (1) pesa menos que 500 g, tem (2) idade gestacional de menos de 22 semanas completadas ou (3) comprimento coroa-calcanhar de menos de 25 cm, é definido como um ABORTO. Se o produto da concepção pesa pelo menos 500 g ou tem idade gestacional de pelo menos 22 semanas completadas ou tem comprimento coroa-calcanhar de pelo menos 25 cm, é definido como NATIMORTO.Atitude Frente à Morte: Resposta conceitual de uma pessoa aos vários aspectos de morte, que são baseados na experiência psicossocial e cultural do indivíduo.Caspases: Família de CISTEÍNA ENDOPEPTIDASES intracelulares que desempenham um papel na regulação da INFLAMAÇÃO e da APOPTOSE. Clivam peptídeos especificamente em um aminoácido CISTEÍNA que segue um resíduo de ÁCIDO ASPÁRTICO. As caspases são ativadas por clivagem proteolítica de uma forma precursora produzindo subunidades grandes e pequenas que formam a enzima. Se o sítio de clivagem dentro dos precursores corresponder à especificidade das caspases, pode ocorrer ativação sequencial de precursores por caspases ativadas.Apoptose: Um dos mecanismos pelos quais ocorre a MORTE CELULAR (compare com NECROSE e AUTOFAGOCITOSE). A apoptose é o mecanismo responsável pela remoção fisiológica das células e parece ser intrinsecamente programada. É caracterizada por alterações morfológicas distintas no núcleo e no citoplasma, clivagem da cromatina em locais regularmente espaçados e clivagem endonucleolítica do DNA genômico (FRAGMENTAÇÃO DE DNA) em sítios internucleossômicos. Este modo de morte celular serve como um equilíbrio para a mitose no controle do tamanho dos tecidos animais e mediação nos processos patológicos associados com o crescimento tumoral.Receptores de Morte Celular: Família de receptores da superfície celular que sinalizam um domínio conservado que se extende para o CITOPLASMA da célula. O domínio conservado é referido como domínio de morte, porque vários destes receptores estão envolvidos na sinalização da APOPTOSE. Várias PROTEÍNAS ADAPTADORAS DE SINALIZAÇÃO DE RECEPTORES DE DOMÍNIO DE MORTE podem se ligar a estes domínios dos receptores ativados e por uma complexa sequência de interações, ativar os mediadores apoptóticos, como as CASPASES.Sobrevivência Celular: Medida da viabilidade de uma célula caracterizada pela capacidade para realizar determinadas funções como metabolismo, crescimento, reprodução, alguma forma de responsividade e adaptabilidade.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Mortalidade: Todas as mortes notificadas em uma população.Autopsia: Exame "postmortem" do corpo.Caspase 3: Caspase de pró-domínio curto que desempenha um papel efetor na APOPTOSE. É ativada por CASPASES INICIADORAS, como CASPASE 9. Há algumas isoformas desta proteína devido a processamentos alternativos múltiplos de seu RNA MENSAGEIRO.Necrose: Processo patológico que ocorre em células que estão morrendo por causa de traumas irreparáveis profundos. É causado pela ação descontrolada e progressiva de ENZIMAS degradativas que produzem DILATAÇÃO MITOCONDRIAL, floculação nuclear e lise celular. Distingue-se de APOPTOSE, que é um processo celular normal, regulado.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Proteínas Proto-Oncogênicas c-bcl-2: Proteínas de membrana codificadas por GENES BCL-2 e que atuam como potentes inibidores da morte celular por APOPTOSE. As proteínas são encontradas na mitocôndria, microssomos e MEMBRANA NUCLEAR de vários tipos celulares. A superexpressão das proteínas bcl-2, devido à translocação do gene, está associada com o linfoma folicular.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Transdução de Sinal: Transferência intracelular de informação (ativação/inibição biológica) através de uma via de sinalização. Em cada sistema de transdução de sinal, um sinal de ativação/inibição proveniente de uma molécula biologicamente ativa (hormônio, neurotransmissor) é mediado, via acoplamento de um receptor/enzima, a um sistema de segundo mensageiro ou a um canal iônico. A transdução de sinais desempenha um papel importante na ativação de funções celulares, bem como de diferenciação e proliferação das mesmas. São exemplos de sistemas de transdução de sinal: o sistema do receptor pós-sináptico do canal de cálcio ÁCIDO GAMA-AMINOBUTÍRICO, a via de ativação da célula T mediada pelo receptor e a ativação de fosfolipases mediada por receptor. Estes sistemas acoplados à despolarização da membrana ou liberação de cálcio intracelular incluem a ativação mediada pelo receptor das funções citotóxicas dos granulócitos e a potencialização sináptica da ativação da proteína quinase. Algumas vias de transdução de sinal podem ser parte de um sistema de transdução muito maior, como por exemplo, a ativação da proteína quinase faz parte da via de sinalização da ativação plaquetária.Antígenos CD95: Subtipo de receptor de fator de necrose tumoral encontrado em vários tecidos e nos LINFÓCITOS ativados. É específico para o LIGANTE FAZ e desempenha um papel na regulação das respostas imunológicas periféricas e APOPTOSE. As diversas isoformas existem devido ao PROCESSAMENTO ALTERNATIVO. O receptor ativado sinaliza através de um domínio de morte conservado que se associa com os FATORES ASSOCIADOS A RECEPTORES DE TNF no CITOPLASMA.Mitocôndrias: Organelas semiautônomas que se autorreproduzem, encontradas na maioria do citoplasma de todas as células, mas não de todos os eucariotos. Cada mitocôndria é envolvida por uma membrana dupla limitante. A membrana interna é altamente invaginada e suas projeções são denominadas cristas. As mitocôndrias são os locais das reações de fosforilação oxidativa, que resultam na formação de ATP. Elas contêm RIBOSSOMOS característicos, RNA DE TRANSFERÊNCIA, AMINOACIL-T RNA SINTASES e fatores de elongação e terminação. A mitocôndria depende dos genes contidos no núcleo das células no qual se encontram muitos RNAs mensageiros essenciais (RNA MENSAGEIRO). Acredita-se que a mitocôndria tenha se originado a partir de bactérias aeróbicas que estabeleceram uma relação simbiótica com os protoeucariotos primitivos. (Tradução livre do original: King & Stansfield, A Dictionary of Genetics, 4th ed).Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Fragmentação do DNA: Quebra da cadeia do DNA em fragmentos menores por CLIVAGEM DO DNA endonucleolítica, em vários pontos. Inclui a fragmentação do DNA internucleossomal, que junto com a condensação da cromatina, são típicas da APOPTOSE.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Análise de Sobrevida: Procedimentos estatísticos pra estimar a curva de sobrevivência de população mediante tratamentos, fatores de prognóstico, de exposição ou outras variáveis. (Tradução livre do original: Last, 2001)Linhagem Celular Tumoral: Linhagem celular derivada de células tumorais cultivadas.Inibidores de Caspase: Compostos endógenos ou exógenos que tanto inibem CASPASES quanto impedem sua ativação.Células Cultivadas: Células propagadas in vitro em meio especial apropriado ao seu crescimento. Células cultivadas são utilizadas no estudo de processos de desenvolvimento, processos morfológicos, metabólicos, fisiológicos e genéticos, entre outros.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Autofagia: Segregação e degradação de constituintes citoplasmáticos (lesados ou indesejados) por vacúolos autofágicos (citolisossomos), compostos de LISOSSOMOS (contendo componentes celulares no processo de digestão); desempenha papel importante na METAMORFOSE BIOLÓGICA de anfíbios, na remoção óssea por osteoclastos e na degradação de componentes de células normais (nos estados de deficiência nutricional).Marcação In Situ das Extremidades Cortadas: Método in situ para detectar áreas de DNA que são cortadas durante a APOPTOSE. A desoxinucleotidil transferase terminal é utilizada para adicionar a dUTP marcada, em uma maneira independente do molde, para as 3 principais terminações OH de uma fita única ou dupla de DNA. A desoxinucleotidil transferase terminal corta a marcação final, ou TÚNEL, avalia a apoptose marcada em um único nível celular, tornando-a mais sensível que a eletroforese em gel de agarose para análise da FRAGMENTAÇÃO DO DNA.Caspase 8: Caspase de pró-domínio longo contendo um domínio efetor de morte em sua região de pró-domínio. A caspase 8 desempenha um papel na APOPTOSE por clivagem e ativação de caspases efetoras. A ativação desta enzima pode ocorrer pela interação de seu domínio efetor de morte N-terminal com as PROTEÍNAS ADAPTADORAS DE SINALIZAÇÃO DE RECEPTORES DE DOMÍNIO DE MORTE.Mortalidade Infantil: Óbitos ocorridos desde o NASCIMENTO até 365 dias após o nascimento em uma dada população. Mortalidade pós-neonatal representa as mortes ocorridas entre 28 e 365 dias após o nascimento (conforme definição do National Center for Health Statistics). Mortalidade neonatal representa as mortes ocorridas até 27 dias após o nascimento.Proteínas Adaptadoras de Sinalização de Receptores de Domínio de Morte: Proteínas adaptadoras de sinalização intracelular que se ligam à região citoplasmática do domínio de morte encontrada nos Receptores de Domínio de Morte. Várias proteínas desta classe participam da sinalização intracelular dos RECEPTORES DE FATORES DE NECROSE TUMORAL.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Proteína Agonista de Morte Celular de Domínio Interatuante com BH3: Membro da família de proteínas Bcl-2 que reversivelmente liga MEMBRANAS. É uma proteína pró-apoptótica que é ativada por clivagem da caspase.Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO.Estados UnidosProteína X Associada a bcl-2: Membro da família de proteínas Bcl-2 e parceiro homólogo da PROTEÍNAS PROTO-ONCOGÊNICAS C-BCL-2. Regula a liberação de CITOCROMO C e do FATOR DE INDUÇÃO DE APOPTOSE da MITOCÔNDRIA. Várias isoformas da proteína X associadas com a BCL-2 ocorrem devido ao PROCESSAMENTO ALTERNATIVO do RNAm para esta proteína.Prognóstico: Predição do provável resultado de uma doença baseado nas condições do indivíduo e no curso normal da doença como observado em situações semelhantes.Taxa de Sobrevida: Proporção de sobreviventes de um grupo em estudo acompanhado por determinado período. (Tradução livre do original: Last, 2001)Espécies de Oxigênio Reativas: Moléculas ou íons formados pela redução incompleta de um elétron do oxigênio. Entre os oxigênios reativos intermediários estão OXIGÊNIO SINGLETO, SUPERÓXIDOS, PERÓXIDOS, RADICAL HIDROXILA e ÁCIDO HIPOCLOROSO. Contribuem para a atividade microbicida de FAGÓCITOS, regulação de transdução de sinais e expressão gênica e o dano oxidativo para os ÁCIDOS NUCLEICOS, PROTEÍNAS e LIPÍDIOS.Neoplasias: Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas.Medição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Caspase 9: Caspase de pró-domínio longo contendo um domínio recrutador de caspase em sua região de pró-domínio. A caspase 9 é ativada durante o stress celular pelos fatores pró-apoptóticos derivados da mitocôndria e pelas PROTEÍNAS ADAPTADORAS DE SINALIZAÇÃO CARD, como o FATOR APOPTÓTICO 1 ATIVADOR DE PROTEASES. Ativa a APOPTOSE por clivagem e ativação das caspases efetoras.Proteína Ligante Fas: Proteína transmembrana pertencente à superfamília do fator de necrose tumoral originalmente descoberta em uma linhagem de linfoide-mieloide, incluindo os LINFÓCITOS T ativados e as CÉLULAS MATADORAS NATURAIS. Desempenha um importante papel na homeostasia imunológica e na toxicidade mediada pela célula, ligando-se ao receptor FAS e desencadeando a APOPTOSE.Ativação Enzimática: Conversão da forma inativa de uma enzima a uma que possui atividade metabólica. Este processo inclui 1) ativação por íons (ativadores), 2) ativação por cofatores (coenzimas) e 3) conversão de um precursor enzimático (pró-enzima ou zimógeno) a uma enzima ativa.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Linhagem Celular: Determinadas culturas de células que têm o potencial de se propagarem indefinidamente.Clorometilcetonas de Aminoácidos: Inibidores de SERINA ENDOPEPTIDASES e de enzimas que contêm grupo sulfidrila. Atuam como alquilantes e são conhecidas por interferir no processo de translação.Homicídio: O assassinato de uma pessoa causado por outra pessoa.Infarto do Miocárdio: NECROSE do MIOCÁRDIO causada por uma obstrução no fornecimento de sangue ao coração (CIRCULAÇÃO CORONÁRIA).Sistema de Registros: Sistemas e processos relativos ao estabelecimento, manutenção, administração e operação de registros e cadastros como por exemplo, registros de doenças.Camundongos Endogâmicos C57BLSuicídio: O ato de matar a si mesmo.Citocromos c: Citocromos do tipo c encontrados na MITOCÔNDRIA eucariótica. Atuam como intermediários redox que aceitam elétrons do COMPLEXO III DA CADEIA DE TRANSPORTE DE ELÉTRONS mitocondrial e os transfere ao COMPLEXO IV DA CADEIA DE TRANSPORTE DE ELÉTRONS mitocondrial.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Mortalidade Materna: Óbitos decorrentes de complicações na gravidez, parto, puerpério e abortos.Inibidores de Cisteína Proteinase: Compostos exógenos e endógenos que inibem CISTEÍNA ENDOPEPTIDASES.Estimativa de Kaplan-Meier: Método não paramétrico de compilação de TÁBUAS DE VIDA ou tábuas de sobrevivência. Combina as probabilidades calculadas de sobrevida e as estimativas para permitir que as observações ocorram além de um limiar, assumido randomicamente. Os intervalos de tempo são definidos como final de cada tempo de um evento, sendo portanto desigual. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 1995)Poli(ADP-Ribose) Polimerases: Enzimas que catalisam a transferência de múltiplos grupos ADP-RIBOSE da nicotinamida-adenina dinucleotídeo (NAD) para proteínas alvo, construindo assim um homopolímero de unidades repetitivas de ADP-ribose, i. é, POLI ADENOSINA DIFOSFATO RIBOSE.Proteína bcl-X: Membro da família de proteínas bcl-2 que desempenha um papel na regulação da APOPTOSE. As duas principais isoformas desta proteína existem devido ao PROCESSAMENTO ALTERNATIVO do RNAm da BCL2L1 e são denominadas Bcl-XS e Bcl-XL.Proteína de Morte Celular Associada a bcl: Proteína pró-apoptótica e membro da família de proteínas Bcl-2 regulada por FOSFORILAÇÃO. A proteína Bad não fosforilada inibe a atividade da PROTEÍNA BCL-XL.Western Blotting: Identificação por transferência de mancha (em um gel) contendo proteínas ou peptídeos (separados eletroforeticamente) para tiras de uma membrana de nitrocelulose, seguida por marcação com sondas de anticorpos.Risco: A probabilidade de que um evento ocorrerá. Ele abrange uma variedade de medidas de probabilidade de um resultado geralmente desfavorável (MeSH/NLM). 1. Medida de dano potencial ou prejuízo econômico expressa em termos de probabilidade estatística de ocorrência e de intensidade ou grandeza das consequências previsíveis. 2. Probabilidade de ocorrência de um acidente ou evento adverso, relacionado com a intensidade dos danos ou perdas, resultantes dos mesmos. 3. Probabilidade de danos potenciais dentro de um período especificado de tempo e/ou de ciclos operacionais. 4. Fatores estabelecidos, mediante estudos sistematizados, que envolvem uma probabilidade significativa de ocorrência de um acidente ou desastre. 5. Relação existente entre a ameaça de um evento adverso ou acidente determinado e o grau de invulnerabilidade do sistema receptor a seus efeitos (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992). Número esperado de perdas (de vidas, pessoas feridas, propriedades danificadas e interrupção de atividades econômicas), devido a um fenômeno particular, em um período de referência e em uma dada área. O risco é o produto de ameaça e vulnerabilidade.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Ferimentos e Lesões: Danos infligidos no corpo como resultado direto ou indireto de uma força externa, com ou sem rompimento da continuidade estrutural.Camundongos Knockout: Linhagens de camundongos nos quais certos GENES dos GENOMAS foram desabilitados (knocked-out). Para produzir "knockouts", usando a tecnologia do DNA RECOMBINANTE, a sequência do DNA normal no gene em estudo é alterada para impedir a síntese de um produto gênico normal. Células clonadas, nas quais esta alteração no DNA foi bem sucedida, são então injetadas em embriões (EMBRIÃO) de camundongo, produzindo camundongos quiméricos. Em seguida, estes camundongos são criados para gerar uma linhagem em que todas as células do camundongo contêm o gene desabilitado. Camundongos knock-out são usados como modelos de animal experimental para [estudar] doenças (MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS) e para elucidar as funções dos genes.Receptor de Morte Celular Programada 1: Receptor inibidor de LINFÓCITO T que possui especificidade para o ANTÍGENO CD274 e para a PROTEÍNA 2 LIGANTE DE MORTE CELULAR PROGRAMADA 1. A sinalização pelo receptor limita a proliferação da célula T e a síntese de INTERFERON GAMA. O receptor também pode desempenhar papel essencial na via reguladora que induz a TOLERÂNCIA PERIFÉRICA.Expectativa de Vida: Baseado em dados estatísticos conhecidos, número de anos que qualquer pessoa de uma determinada idade deve, razoavelmente, esperar viver.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Doenças Cardiovasculares: Afecções que envolvem o SISTEMA CARDIOVASCULAR, incluindo CORAÇÃO, VASOS SANGUÍNEOS ou PERICÁRDIO.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Antineoplásicos: Substâncias que inibem ou impedem a proliferação de NEOPLASIAS.Receptores do Ligante Indutor de Apoptose Relacionado a TNF: Membros da família de receptores do fator de necrose tumoral amplamente expressados e desempenham um papel na regulação das respostas imunes periféricas e na APOPTOSE. São específicos para os receptores do LIGANTE INDUTOR DE APOPTOSE RELACIONADO A TNF e sinalizam através domínios de morte conservados que se ligam a FATORES ASSOCIADOS A RECEPTORES DE TNF específicos no CITOPLASMA.Ligante Indutor de Apoptose Relacionado a TNF: Proteína transmembrana pertencente à família de proteínas de sinalização intracelular TNF. É um ligante amplamente expresso que ativa a APOPTOSE ao se ligar aos RECEPTORES DO LIGANTE INDUTOR DE APOPTOSE RELACIONADO AO TNF. A forma ligada à membrana da proteína pode ser clivada pelas CISTEÍNA ENDOPEPTIDASES específicas para formar o produto solúvel do ligante.Células Tumorais Cultivadas: Células provenientes de tecido neoplásico cultivadas in vitro. Se for possível estabelecer estas células como LINHAGEM CELULAR TUMORAL, elas podem se propagar indefinidamente em cultura de células.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Proteína Supressora de Tumor p53: Fosfoproteína nuclear codificada pelo gene p53 (GENES, P53) cuja função normal é controlar a PROLIFERAÇÃO CELULAR e a APOPTOSE. Uma proteína p53 mutante ou ausente tem sido encontrada na LEUCEMIA, OSTEOSARCOMA, CÂNCER DO PULMÃO e CÂNCER COLORRETAL.Inibidores Enzimáticos: Compostos ou agentes que se combinam com uma enzima de tal maneira a evitar a combinação substrato-enzima normal e a reação catalítica.Proteínas Proto-Oncogênicas: Produtos dos proto-oncogenes. Normalmente eles não possuem propriedade oncogênicas ou transformadoras, mas estão envolvidas na regulação ou diferenciação do crescimento celular. Geralmente possuem atividade de proteína quinase.Estatísticas Vitais: Tabulação sistemática de informações relacionadas a nascimentos, divórcios, separações e mortes com base nos registros desses eventos. (Tradução livre do original: Last, 2001)Potencial da Membrana Mitocondrial: Diferença de voltagem mantida em aproximadamente -180 mV, através da membrana mitocondrial interna por uma rede de movimentos de cargas positivas através da membrana. É o componente principal da FORÇA PRÓTON-MOTRIZ na MITOCÔNDRIA utilizada para dirigir a síntese de ATP.Overdose de Drogas: Uso acidental ou deliberado de um medicamento ou droga ilícita além da dosagem normal.Fatores Sexuais: Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.Hospitalização: Confinamento de um paciente em um hospital.Fator de Necrose Tumoral alfa: Glicoproteína sérica produzida por MACRÓFAGOS ativados e outros LEUCÓCITOS MONONUCLEARES de mamíferos. Possui atividade necrotizante contra linhagens de células tumorais e aumenta a capacidade de rejeitar transplantes tumorais. Também conhecido como TNF-alfa, só é 30 por cento homólogo à TNF-beta (LINFOTOXINA), mas compartilham RECEPTORES DE TNF.Análise Multivariada: Conjunto de técnicas usadas quando a variação em diversas variáveis deve ser estudada simultaneamente. Em estatística, a análise multivariada se interpreta como qualquer método analítico que permita o estudo simultâneo de duas ou mais variáveis dependentes. Análise e interpretação das inter-relações entre três ou mais variáveis.Receptores do Fator de Necrose Tumoral: Receptores de superfície celular que se ligam a FATORES DE NECROSE TUMORAL e desencadeiam alterações que influenciam o comportamento da célula.Asfixia: Afecção causada por falta de oxigênio que se manifesta na obstrução ou cessação real da vida.Transfecção: Captação de DNA simples ou purificado por CÉLULAS, geralmente representativo do processo da forma como ocorre nas células eucarióticas. É análogo à TRANSFORMAÇÃO BACTERIANA e ambos são rotineiramente usados em TÉCNICAS DE TRANSFERÊNCIA DE GENES.Células Jurkat: LINHAGEM CELULAR derivada a partir da LEUCEMIA DE CÉLULAS T humana e utilizada na determinação do mecanismo de suscetibilidade diferencial a drogas anticancerígenas e radiação.RNA Interferente Pequeno: RNAs pequenos, de cadeia dupla, de codificação não proteica (21-31 nucleotídeos) envolvidos nas funções de INATIVAÇÃO GÊNICA, especialmente o RNA DE INTERFERÊNCIA (RNAi). Os siRNAs são endogenamente gerados a partir de dsRNAs (RNA DE CADEIA DUPLA) pela mesma ribonuclease, Dicer, que gera miRNAs (MICRORNAS). O pareamento perfeito das cadeias de siRNAs' antissenso com seus RNAs alvos medeia a clivagem do RNAi guiado por siRNA. Os siRNAs caem em diferentes classes, inclusive siRNA de atuação trans (tasiRNA), RNA com repetições associadas (rasiRNA), RNA de varredura pequena (scnRNA), e RNA de interação com a proteína Piwi (piRNA) e têm funções diferentes de inativação gênica específica.Citometria de Fluxo: Técnica que utiliza um sistema instrumental para fabricação, processamento e exibição de uma ou mais medidas em células individuais obtidas de uma suspensão de células. As células são geralmente coradas com um ou mais corantes específicos aos componentes de interesse da célula, por exemplo, DNA, e a fluorescência de cada célula é medida rapidamente pelo feixe de excitação transversa (laser ou lâmpada de arco de mercúrio). A fluorescência provê uma medida quantitativa de várias propriedades bioquímicas e biofísicas das células, bem como uma base para separação das células. Outros parâmetros ópticos incluem absorção e difusão da luz, a última sendo aplicável a medidas de tamanho, forma, densidade, granularidade e coloração da célula.Proliferação de Células: Todos os processos envolvidos em aumentar o NÚMERO DE CÉLULAS. Estes processos incluem mais que a DIVISÃO CELULAR, parte do CICLO CELULAR.InglaterraVigilância da População: Exame minucioso de uma população (população em geral, estudo de população, objetivo da população, etc.) geralmente usando métodos notáveis por sua praticabilidade, uniformidade e frequentemente por sua rapidez e mais ainda por sua completa precisão.Peróxido de Hidrogênio: Agente oxidante forte usado em soluções aquosas como um agente maturativo, alvejante e anti-infeccioso tópico. É relativamente instável e suas soluções se deterioram ao longo do tempo caso não sejam estabilizadas com a adição de acetanilida ou materiais orgânicos similares.Assistência Terminal: Cuidados médicos e de enfermagem prestados a pacientes na fase terminal de uma doença.Consternação: Refere-se ao processo completo de pesar e luto e está associado a um sentimento profundo de perda e tristeza.Acidente Vascular Cerebral: Grupo de afecções caracterizadas por perda súbita, não convulsiva, da função neurológica, devido a ISQUEMIA ENCEFÁLICA ou HEMORRAGIAS INTRACRANIANAS. O acidente cerebral vascular é classificado pelo tipo de NECROSE de tecido, como localização anatômica, vasculatura envolvida, etiologia, idade dos indivíduos afetados e natureza hemorrágica versus não hemorrágica (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp777-810).Fármacos Neuroprotetores: Fármacos usados com a intenção de impedir lesões encefálicas ou medulares devidas a isquemia, acidente vascular cerebral, convulsões, ou traumatismos. Alguns devem ser administrados antes que o evento ocorra, mas outros podem ser eficazes durante algum tempo depois. Agindo por meio de diversos mecanismos, de modo direto ou indireto, eles frequentemente minimizam a lesão produzida pelos aminoácidos excitatórios endógenos.Imuno-Histoquímica: Localização histoquímica de substâncias imunorreativas utilizando anticorpos marcados como reagentes.Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Arritmias Cardíacas: Quaisquer distúrbios da pulsação rítmica normal do coração ou CONTRAÇÃO MIOCÁRDICA. As arritmias cardíacas podem ser classificadas pelas anormalidades da FREQUÊNCIA CARDÍACA, transtornos de geração de impulsos elétricos, ou condução de impulso.Proteína Serina-Treonina Quinases de Interação com Receptores: Família de serina-treonina quinases que desempenha um papel na transdução de sinal intracelular por interação com uma variedade de proteínas adaptadoras de sinalização, como a PROTEÍNA ADAPTADORA DE SINALIZAÇÃO CRADD, FATOR 2 ASSOCIADO A RECEPTOR DE TNF e PROTEÍNA DE DOMÍNIO DE MORTE ASSOCIADA A RECEPTOR DE TNF. Embora, inicialmente tenham sido descritas como proteínas adaptadoras de ligação ao domínio de morte, os membros desta família podem conter outros domínios de ligação à proteína, como aqueles envolvendo a ativação e recrutamento de caspases.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Camundongos Transgênicos: Camundongos de laboratório que foram produzidos de um OVO ou EMBRIÃO DE MAMÍFEROS, manipulados geneticamente.Mortalidade Prematura: Mortes que ocorrem antes que a EXPECTATIVA DE VIDA seja alcançada em uma determinada população.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Proteínas de Transporte: Proteínas de transporte que carreiam substâncias específicas no sangue ou através das membranas.Dano ao DNA: Lesões no DNA que introduzem desvios em relação a sua conformação normal e que, se não reparadas, resultam em uma MUTAÇÃO ou bloqueio da REPLICAÇÃO DO DNA. Esses desvios podem ser causados por agentes físicos ou químicos e ocorrem tanto em circunstâncias naturais ou não. Incluem a introdução de bases erradas durante a replicação, seja por desaminação ou outras modificações de bases, perda de uma base da cadeia do DNA, deixando um local sem base, quebras da fita simples, quebra da dupla hélice e ligações intrafita (DÍMEROS DE PIRIMIDINA) ou interfita. Na maioria das vezes, o dano pode ser reparado (REPARO DO DNA). Se o dano for extenso, pode induzir APOPTOSE.Acidentes de Trânsito: Acidentes em ruas, estradas e rodovias envolvendo condutores, passageiros, pedestres ou veículos. Estes acidentes referem-se a AUTOMÓVEIS (carros para passageiros, ônibus e caminhões), BICICLETAS e MOTOCICLETAS, mas não VEÍCULOS RECREACIONAIS A MOTOR, FERROVIAS nem veículos para neve.Citoproteção: Processo pelo qual [determinados] compostos químicos garantem (provide) proteção para as células contra agentes prejudiciais.Eletrocardiografia: Registro do momento-a-momento das forças eletromotrizes do CORAÇÃO enquanto projetadas a vários locais da superfície corporal delineadas como uma função escalar do tempo. O registro é monitorado por um traçado sobre papel carta em movimento lento ou por observação em um cardioscópio que é um MONITOR DE TUBO DE RAIOS CATÓDICOS.Glicoproteínas de Membrana: Glicoproteínas encontradas nas membranas ou na superfície das células.Proteína Killer-Antagonista Homóloga a bcl-2: Proteína de membrana mitocondrial com vários domínios e membro da família de proteínas bcl-2. A proteína Bak interage com a PROTEÍNA SUPRESSORA DE TUMOR P53 e promove a APOPTOSE.Anexina A5: Proteína da família anexina isolada da PLACENTA humana e outros tecidos. Inibe a FOSFOLIPASE A2 citosólica e demonstra atividade anticoagulante.País de GalesDoença das Coronárias: Desequilíbrio entre as necessidades funcionais miocárdicas e a capacidade dos VASOS CORONÁRIOS para fornecer suficiente fluxo sanguíneo. É uma forma de ISQUEMIA MIOCÁRDICA (fornecimento insuficiente de sangue ao músculo cardíaco), causada por uma diminuição da capacidade dos vasos coronarianos.Regulação para Cima: Efeito controlador positivo sobre os processos fisiológicos nos níveis molecular, celular ou sistêmico. No nível molecular, os principais sítios regulatórios incluem os receptores de membrana, genes (REGULAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA), RNAm (RNA MENSAGEIRO) e as proteínas.Evolução Fatal: Morte resultante da presença de uma doença em um indivíduo, como mostrado por um único caso relatado ou um número limitado de pacientes. Deve ser diferenciado de MORTE, a interrupção fisiológica da vida e de MORTALIDADE, um conceito epidemiológico ou estatístico.Insuficiência Cardíaca: Afecção heterogênea em que o coração é incapaz de bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades metabólicas do corpo. A insuficiência cardíaca pode ser causada por defeitos estruturais, anomalias funcionais (DISFUNÇÃO VENTRICULAR), ou uma sobrecarga súbita além de sua capacidade. A insuficiência cardíaca crônica é mais comum que a insuficiência cardíaca aguda que resulta de injúria repentina à função cardíaca, como INFARTO DO MIOCÁRDIO.RNA Mensageiro: Sequências de RNA que servem como modelo para a síntese proteica. RNAm bacterianos são geralmente transcritos primários pelo fato de não requererem processamento pós-transcricional. O RNAm eucariótico é sintetizado no núcleo e necessita ser transportado para o citoplasma para a tradução. A maior parte dos RNAm eucarióticos têm uma sequência de ácido poliadenílico na extremidade 3', denominada de cauda poli(A). Não se conhece com certeza a função dessa cauda, mas ela pode desempenhar um papel na exportação de RNAm maduro a partir do núcleo, tanto quanto em auxiliar na estabilização de algumas moléculas de RNAm retardando a sua degradação no citoplasma.Ciclo Celular: Série complexa de fenômenos que ocorre entre o fim de uma DIVISÃO CELULAR e o fim da divisão seguinte, através da qual o material celular é duplicado, e então, dividido entre as duas células filhas. O ciclo celular inclui a INTERFASE que inclui a FASE G0, FASE G1, FASE S e FASE G2 e a FASE DE DIVISÃO CELULAR.Proteínas de Membrana: Proteínas encontradas em membranas, incluindo membranas celulares e intracelulares. Consistem em dois grupos, as proteínas periféricas e as integrais. Elas incluem a maioria das enzimas associadas a membranas, proteínas antigênicas, proteínas de transporte e receptores de drogas, hormônios e lectinas.Ferimentos por Arma de Fogo: Rompimento da continuidade estrutural do corpo como resultado da descarga de armas de fogo.Proteína de Domínio de Morte Associada a Receptor de TNF: Proteína adaptadora de transdução de sinal de 34 kDa que se associa com o Receptor Tipo I de Fatores de Necrose Tumoral. Facilita o recrutamento de proteínas sinalizadoras, tais como o FATOR 2 ASSOCIADO A RECEPTOR DE TNF e a PROTEÍNA DE DOMÍNIO DE MORTE ASSOCIADO A FAS, para o complexo receptor.Envenenamento: Afecção ou estado físico produzido por ingestão, injeção, inalação ou exposição a um agente nocivo.Regulação da Expressão Gênica: Qualquer dos processos pelos quais os fatores nucleares, citoplasmáticos ou intercelulares influenciam o controle diferencial (indução ou repressão) da ação gênica ao nível da transcrição ou da tradução.Proteínas Quinases JNK Ativadas por Mitógeno: Sub grupo de proteínas quinases ativadas por mitógeno que ativam o FATOR DE TRANSCRIÇÃO AP-1 por meio da fosforilação das Proteínas c-jun. São componentes das vias de sinalização intracelular que regulam a PROLIFERAÇÃO CELULAR, APOPTOSE e DIFERENCIAÇÃO CELULAR.Recidiva: Retorno de um sinal, sintoma ou doença após uma remissão.Divisão Celular: Fissão de uma CÉLULA. Inclui a CITOCINESE quando se divide o CITOPLASMA de uma célula e a DIVISÃO DO NÚCLEO CELULAR.Fosforilação: Introdução de um grupo fosfato em um composto [respeitadas as valências de seus átomos] através da formação de uma ligação éster entre o composto e um grupo fosfato.Proteínas Inibidoras de Apoptose: Classe conservada de proteínas que controla a APOPTOSE tanto em VERTEBRADOS como em INVERTEBRADOS. As proteínas PIA (IAP) interagem com as CASPASES, inibidindo-as, e atuam como PROTEÍNAS ANTIAPOPTÓTICAS. Esta classe de proteínas é definida por aproximadamente 80 motivos de aminoácidos denominados inibidor baculoviral de apoptose repetitiva.Caspase 1: Longo pró-domínio da caspase que é específico para a forma precursora da INTERLEUCINA-1BETA. Desempenha um papel na INFLAMAÇÃO convertendo cataliticamente as formas inativas das CITOCINAS, como a interleucina-1beta, para sua forma secretada e ativa. A caspase é conhecida como enzima conversora da interleucina-1beta e é frequentemente abreviada como ICE.Células HeLa: A primeira LINHAGEM CELULAR humana maligna continuamente cultivada, derivada do carcinoma cervical de Henrietta Lacks. Estas células são utilizadas para a CULTURA DE VÍRUS e em ensaios de mapeamento de drogas antitumorais.Marcadores Biológicos: Parâmetros biológicos mensuráveis e quantificáveis (p. ex., concentração específica de enzima, concentração específica de hormônio, distribuição fenotípica de um gene específico em uma população, presença de substâncias biológicas) que servem como índices para avaliações relacionadas com a saúde e com a fisiologia, como risco para desenvolver uma doença, distúrbios psiquiátricos, exposição ambiental e seus efeitos, diagnóstico de doenças, processos metabólicos, abuso na utilização de substâncias, gravidez, desenvolvimento de linhagem celular, estudos epidemiológicos, etc.Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Regulação para Baixo: Efeito controlador negativo sobre os processos fisiológicos nos níveis molecular, celular ou sistêmico. No nível molecular, os principais sítios regulatórios incluem os receptores de membrana, genes (REGULAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA), RNAm (RNA MENSAGEIRO) e proteínas.Caspase 2: Caspase de pró-domínio longo contendo um domínio recrutador de caspase em sua região de pró-domínio. A ativação desta enzima pode ocorrer pela interação de seu domínio recrutador de caspase com as PROTEÍNAS ADAPTADORAS DE SINALIZAÇÃO CARD. A caspase 2 desempenha um papel na APOPTOSE por clivagem e ativação de pró-caspases efetoras. Há várias formas desta proteína devido ao múltiplo processamento alternativo de seu RNA mensageiro.Cardiopatias: Afecções que envolvem o CORAÇÃO, inclusive anomalias estruturais e funcionais.Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa: Variação da técnica de PCR na qual o cDNA é construído do RNA através de uma transcrição reversa. O cDNA resultante é então amplificado utililizando protocolos padrões de PCR.Patologia Legal: Aplicação da patologia para as dúvidas da lei.Modelos Logísticos: Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.Natimorto: Evento em que um FETO é nascido morto (ou natimorto). (Tradução livre do original: MeSH/NLM) Óbito Fetal Tardio ou Nascido Morto ou Natimorto é o óbito com 28 semanas ou mais de geração. (IBGE: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/registrocivil/obito_fetal.shtm)Progressão da Doença: Piora de uma doença ao longo do tempo. Este conceito é usado com mais frequência para doenças crônica e incuráveis, em que o estágio da doença é um determinante importante de terapia e prognóstico.Neoplasias Pulmonares: Tumores ou câncer do PULMÃO.Núcleo Celular: Corpo, limitado por uma membrana, localizado no interior das células eucarióticas. Contém cromossomos e um ou mais nucléolos (NUCLÉOLO CELULAR). A membrana nuclear consiste de uma membrana dupla que se apresenta perfurada por certo número de poros; e a membrana mais externa continua-se com o RETÍCULO ENDOPLÁSMICO. Uma célula pode conter mais que um núcleo.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Animais Recém-Nascidos: Refere-se a animais no período logo após o nascimento.Caspase 7: Caspase de pró-domínio curto que desempenha um papel efetor na APOPTOSE. É ativada por CASPASES INICIADORAS, como CASPASE 3 e CASPASE 10. Há várias isoformas desta proteína devido ao múltiplo processamento alternativo de seu RNA MENSAGEIRO.Obtenção de Tecidos e Órgãos: Procedimentos administrativos envolvidos com a aquisição de TECIDOS ou órgãos para TRANSPLANTE através de vários programas, sistemas ou organizações. Estes procedimentos incluem a obtenção do consentimento dos DOADORES DE TECIDO e procura do meio de transporte dos tecidos e órgãos doados, após a OBTENÇÃO DO TECIDO, para os HOSPITAIS para o processamento e transplante.Propídio: Análogo do etídio com amônio quaternário. Uma tintura intercalante com afinidade específica por certas formas de DNA e, utilizado como di-iodeto para separá-las em gradientes de densidade. Também forma complexos fluorescentes com a colinesterase, a qual inibe.Cisteína Endopeptidases: ENDOPEPTIDASES que têm uma cisteína envolvida no processo catalítico. Este grupo de enzimas é inativado por INIBIDORES DE CISTEÍNO PROTEINASE tais como as CISTATINAS e os REAGENTES DE SULFIDRILA.Interferência de RNA: Fenômeno de inativação gênica, pelo qual os RNAds (RNA DE CADEIA DUPLA) desencadeiam a degradação de RNAm homólogo (RNA MENSAGEIRO). Os RNAs de cadeia dupla específicos são processados em RNA INTERFERENTE PEQUENO (RNAsi) que serve como guia para a clivagem do RNAm homólogo no COMPLEXO DE INATIVAÇÃO INDUZIDO POR RNA. A METILAÇÃO DE DNA também pode ser desencadeada durante este processo.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.NF-kappa B: Ativador transcripcional nuclear induzível e presente em todas as células, liga-se aos elementos facilitadores em diferentes tipos celulares e é ativado por estímulos patogênicos. O complexo NF-kappa B é um heterodímero composto por duas subunidades de ligação a DNA: a NF-kappa B1 e relA.Isquemia Miocárdica: Transtorno da função cardíaca causado por fluxo sanguíneo insuficiente ao tecido muscular do coração. A diminuição do fluxo sanguíneo pode ser devido ao estreitamento das artérias coronárias (DOENÇA DA ARTÉRIA CORONARIANA), à obstrução por um trombo (TROMBOSE CORONARIANA), ou menos comum, ao estreitamento difuso de arteríolas e outros vasos pequenos dentro do coração. A interrupção grave do suprimento sanguíneo ao tecido miocárdico pode resultar em necrose do músculo cardíaco (INFARTO DO MIOCÁRDIO).Reino UnidoContagem de Células: Número de CÉLULAS de um tipo específico, geralmente medido por unidade de volume ou área da amostra.Métodos Epidemiológicos: Técnicas de pesquisa focalizadas em desenhos de estudo e dados que reúnem métodos em populações humanas e animais.Razão de Chances: É uma aproximação do risco relativo, característica de estudos de casos e controles, dada pela proporção entre a probabilidade de adoecer e não adoecer mediante a exposição e não exposição ao fator de risco em estudo.Expressão Gênica: Manifestação fenotípica de um gene (ou genes) pelos processos de TRANSCRIÇÃO GENÉTICA e TRADUÇÃO GENÉTICA.Proteínas: Polipeptídeos lineares sintetizados nos RIBISSOMOS e posteriormente podem ser modificados, entrecruzados, clivados ou agrupados em proteínas complexas com várias subunidades. A sequência específica de AMINOÁCIDOS determina a forma que tomará o polipeptídeo, durante o DOBRAMENTO DE PROTEÍNA e a função da proteína.Fator Apoptótico 1 Ativador de Proteases: Proteína CARD adaptora de sinalização que desempenha um papel na apoptose estimulada pela mitocôndria (Via Intrínseca da Apoptose). Liga-se ao CITOCROMO C no CITOSSOL para formar um complexo proteico apoptossomal (APOPTOSSOMAS) e ativar as CASPASES INICIADORAS, tal como a CASPASE 9.Isquemia Encefálica: Redução localizada do fluxo sanguíneo em tecidos encefálicos, devido à obstrução arterial ou hipoperfusão sistêmica. Ocorre frequentemente em conjunto com a HIPÓXIA ENCEFÁLICA. A isquemia prolongada está associada com INFARTO ENCEFÁLICO.Análise de Regressão: Procedimentos para encontrar a função matemática que melhor descreve a relação entre uma variável dependente e uma ou mais variáveis independentes. Na regressão linear (v. MODELOS LINEARES) a relação é construída para ser uma linha reta e usa-se a ANÁLISE DOS MÍNIMOS QUADRADOS para determinar o melhor ajuste. Na regressão logística (v. MODELOS LOGÍSTICOS) a variável dependente é qualitativa em vez de uma variável contínua e são usadas FUNÇÕES VEROSSIMILHANÇA para encontrar a melhor relação. Na regressão múltipla, considera-se que a variável dependente pende mais que uma única variável independente.Neoplasias da Mama: Tumores ou câncer da MAMA humana.Estaurosporina: Indocarbazol, inibidor potente da PROTEÍNA QUINASE C que aumenta as respostas mediadas por cAMP em células do neuroblastoma humano. (Tradução livre do original: Biochem Biophys Res Commun 1995;214(3):1114-20)Grupo dos Citocromos c: Grupo de citocromos com ligações de tioéter covalente, entre as cadeias vinílicas laterais do proto-heme e a proteína, ou ambos.Hábito de Fumar: Inalação e exalação da fumaça do TABACO queimado.Genes bcl-2: Genes de leucemia/linfoma-2 de células B, responsáveis pelo bloqueio da apoptose em células normais, e associado com o linfoma folicular quando superexpressado. A superexpressão resulta da translocação do [gene] t(14;18). O gene c-bcl-2 humano está localizado no [locus] 18q24, no longo braço do cromossomo 18.Neurotoxinas: Substâncias tóxicas (produzidas por microrganismos, plantas ou animais) que interferem nas funções do sistema nervoso. A maioria dos venenos contém substâncias neurotóxicas. As miotoxinas estão incluídas neste conceito.Microscopia de Fluorescência: Microscopia de amostras coradas com corantes fluorescentes (geralmente isotiocianato de fluoresceína) ou de substâncias naturalmente fluorescentes, que emitem luz quando expostas à luz ultravioleta ou azul. A microscopia de imunofluorescência utiliza anticorpos que são marcados com corante fluorescente.Doença Aguda: Doença relativamente grave de curta duração.Proteínas Serina-Treonina Quinases: Grupo de enzimas que catalisa a fosforilação de resíduos de serina ou treonina nas proteínas, com ATP ou outros nucleotídeos como doadores de fosfato.Tábuas de Vida: Técnicas utilizadas para descrever o padrão de mortalidade e sobrevida de populações (Last, 2001). Estes métodos também podem se aplicados a qualquer agravo à saúde, incluindo incapacidades.JapãoCálcio: Elemento fundamental encontrado em todos os tecidos organizados. É um membro da família dos metais alcalinoterrosos cujo símbolo atômico é Ca, número atômico 20 e peso atômico 40. O cálcio é o mineral mais abundante no corpo e se combina com o fósforo para formar os fosfatos de cálcio presentes nos ossos e dentes. É essencial para o funcionamento normal dos nervos e músculos além de desempenhar um papel importante na coagulação do sangue (como o fator IV) e em muitos processos enzimáticos.Proteínas Recombinantes: Proteínas preparadas através da tecnologia de DNA recombinante.Comorbidade: Presença de doenças coexistentes ou adicionais com relação ao diagnóstico inicial ou com relação à doença índice que é o objetivo do estudo. A comorbidade pode afetar o desempenho de indivíduos afetados e até mesmo a sua sobrevivência. Pode ser usado como um indicador prognóstico para a duração da hospitalização, fatores de custos e de melhoria ou sobrevivência.Calpaína: Cisteína proteinase encontrada em muitos tecidos. Hidrolisa uma variedade de proteínas endógenas, incluindo NEUROPEPTÍDEOS, PROTEÍNAS DO CITOESQUELETO, proteínas do MÚSCULO LISO, MÚSCULO CARDÍACO, fígado, plaquetas e eritrócitos. São conhecidas duas subclasses com alta e baixa sensibilidade ao cálcio. Remove os discos Z e as linhas M das miofibrilas. Ativa a fosforilase quinase e a proteína quinase cíclica independente de nucleotídeo. Esta enzima fora classificada previamente como EC 3.4.22.4.Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal: Ampla categoria de proteínas transportadoras que desempenham um papel na TRANSDUÇÃO DE SINAL. De modo geral, possuem vários domínios modulares, cada um com seu próprio sítio ativo de ligação, e atuam formando complexos com outras moléculas de sinalização intracelular. As proteínas adaptadoras de transdução de sinal não possuem atividade enzimática, porém sua atividade pode ser modulada por outras enzimas de transdução de sinal.Proteínas de Ligação a DNA: Proteínas que se ligam ao DNA. A família inclui proteínas que se ligam às fitas dupla e simples do DNA e também inclui proteínas de ligação específica ao DNA no soro, as quais podem ser utilizadas como marcadores de doenças malignas.Receptores Tipo I de Fatores de Necrose Tumoral: Subtipo de receptor de fator de necrose tumoral específico para o FATOR DE NECROSE TUMORAL ALFA e a LINFOTOXINA ALFA. É constitutivamente expresso na maioria dos tecidos e um mediador chave da sinalização do fator de necrose tumoral na grande maioria das células. O receptor ativado sinaliza através de um domínio de morte conservado que se associa com os FATORES ASSOCIADOS A RECEPTORES DE TNF no CITOPLASMA.Transtornos Cerebrovasculares: Espectro de afecções com comprometimento do fluxo sanguíneo no encéfalo. Podem envolver vasos (ARTÉRIAS ou VEIAS) no CÉREBRO, CEREBELO e TRONCO ENCEFÁLICO. Entre as principais categorias estão MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS INTRACRANIANAS, ISQUEMIA ENCEFÁLICA, HEMORRAGIA CEREBRAL e outras.Antioxidantes: Substâncias naturais ou sintéticas que inibem ou retardam a oxidação de uma substância na qual é adicionado. Agem contra os efeitos nocivos e danosos da oxidação em tecidos animais.Doadores de Tecidos: Indivíduos que fornecem tecidos vivos, órgãos, células, sangue ou componentes do sangue para transferência ou transplante para receptores histocompatíveis.Mortalidade da Criança: Número de mortes de crianças [entre um a doze anos de idade] de uma determinada população.SuéciaDistribuição de Qui-Quadrado: Distribuição na qual a variável está distribuída como a soma dos quadrados de qualquer variável dada independente e aleatória, tendo cada qual uma distribuição normal com média zero e desvio um. O teste de Qui-quadrado é um teste estatístico baseado na comparação de uma estatística e uma distribuição de Qui-quadrado. Os testes mais antigos se usam para detectar se duas ou mais distribuições da população diferem entre si.Fibroblastos: Células do tecido conjuntivo que secretam uma matriz extracelular rica em colágeno e outras macromoléculas.Proteínas Associadas aos Microtúbulos: Proteínas de alto peso molecular encontradas nos MICROTÚBULOS do sistema do citoesqueleto. Sob certas circunstâncias, elas são necessárias para o acoplamento da TUBULINA aos microtúbulos e estabilização dos microtúbulos formados.Pesar: Tristeza normal e apropriada em resposta a uma causa imediata. É autolimitante e desaparece gradativamente dentro de um período razoável de tempo.Mortalidade Perinatal: Mortes que ocorrem da vigésima oitava semana de GESTAÇÃO ao vigésimo oitavo dia após o nascimento em uma dada população.Proteínas Proto-Oncogênicas c-akt: Proteína-serina-treonina quinase ativada por FOSFORILAÇÃO em resposta aos FATORES DE CRESCIMENTO ou INSULINA. Desempenha um importante papel no metabolismo celular, crescimento e sobrevivência como componente central da TRANSDUÇÃO DE SINAL. Foram descritas três isoformas em células de mamíferos.

*  Fotos & Grafia: Desenbahia disponibiliza R$ 50 milhões para renovação de taxis
Mudanças em benefícios não serão aprovadas sem alt.... *"O Segredo das Conchas" é tema de Maryzélia na Mic... ... Homicídios são principal causa da morte de jovens .... *Bancos e governo discutem plano para combater crim... ...
  http://reginaldotracaja.blogspot.com/2015/04/desenbahia-disponibiliza-r-50-milhoes.html
*  Entenda mudanças do abono salarial, seguro-desemprego e pensão por morte
... 19 de janeiro de 2015. 1 de fevereiro de 2015. admin ... Entenda abaixo as mudanças do abono salarial, do seguro-desemprego, do seguro-defeso, da pensão por morte e do auxílio-doença. ... DIREITO DO TRABALHADOR Entenda mudanças do abono salarial, seguro-desemprego e pensão por morte. ... Fique Ligado! Entenda mudanças do abono salarial, seguro-desemprego e pensão por morte. ...
  http://www.sintratelcampinaseregiao.org.br/entenda-mudancas-abono-salarial-seguro-desemprego-e-pensao-por-morte/
*  Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte...
... pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA Pacote Levy No dia 30 de dezembro de 2014, o Governo ... mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, ... 19 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664/2014 PENSÃO POR MORTE Vigência: a partir de 01/03/2015, com a exceção apontada a seguir. Mudanças ... Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte ...
  http://docplayer.com.br/5509207-Medidas-provisorias-664-e-665-pacote-levy-mudancas-no-seguro-desemprego-abono-salarial-auxilio-doenca-pensao-por-morte-otavio-pinto-e-silva.html
*  'Sudden' (morte súbita) degelo na Groenandia quase concluído. Aumento do nível do mar e mudanças geomagnéticas: O Caminho da...
Sudden' (morte súbita) degelo na Groenandia quase concluído. Aumento do nível do mar e mudanças geomagnéticas: O Caminho da ... 3º- Mudanças sutis no eixo magnético da Terra, acompanhado por um aumento na atividade sísmica e vulcânica como consequência do ...
  http://jornalcelestial.portaldosanjos.net/2012/07/morte-subita-degelo-na-groenandia-quase.html
*  Walt Disney Animation Studios - Wikipedia
Aladdin sofreu mudanças significativas depois da morte de Ashman. Ele e Menken haviam escrito oito canções para o filme mas ... Após a morte de Frank Wells em 1994, Katzenberg pressionou o CEO Michael Eisner para a posição vaga de presidente. Mas as ... Após a morte de Walt Disney, Woolie Reitherman continuou como produtor e diretor das animações. O estúdio começou a década de ... Na época da morte de Walt, o professor de jornalismo Ralph S. Izard, comentou que os valores nos filmes da Disney são aqueles " ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Walt_Disney_Animation_Studios
*  Catarina de Médici - Wikipedia
O fim da dinastia Valois, logo após sua morte, trouxe mudanças nas prioridades da coroa. Catarina de Médici casou-se com ... A morte de Henrique a empurrou para a arena política como a mãe do frágil rei Francisco II, de quinze anos de idade. Quando ele ... Depois da morte de sua filha Isabel no parto em 1568, ela havia prometido a mão de sua filha mais nova, Margarida, em noivado ... A morte do herdeiro do trono em 1584 levou o duque de Guise a assumir a liderança da Liga católica. Ele planejava bloquear a ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Catarina_de_M%C3%A9dici
*  Falitzis - Wikipedia
Com a morte de Arpades, mudanças profundas ocorreram na confederação tribal. Apesar de várias tribos podiam inclusive agir em ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Falitzis
*  Mensagem em Vídeo - Dez dicas do Papa Francisco para ser feliz
Não existe a morte: existe mudanças. E do outro lado te esperam pessoas maravilhosas! (Uma reflexão Extraordinária) 5/5 930 ...
  http://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-video/585/dez-dicas-do-papa-francisco-para-ser-feliz
*  Circulos Mágicos: 01/06/11 - 01/07/11
CAIXÃO: Morte/ Mudanças.. CACHIMBO - Ligado a energia masculina. Sensualidade. Alguém que pensa no consulente. Tempo de para ... Época para libertar de velhos padrões negativos de comportamento, preparar-se para pequenas mudanças e para as mudanças maiores ... As luas do inverno inspiram a contemplar a vida e seus paradoxos e sobre a morte. É tempo de aprender a ter paciência. Época em ... Mudanças na maneira de pensar e agir.. ÁRVORE: Realizações a caminho, prosperidade e saúde. Fase de reconhecimento e bons ...
  http://circulandomagia.blogspot.com/2011/06/
*  Foxes (filme) - Wikipedia
A morte de Annie traz mudanças para o resto das meninas. Madge se casa com Jay (Randy Quaid), um homem mais velho que ela foi ... Comportamento instável de Annie mantém todos na borda, e, finalmente, leva à sua morte em um acidente de carro. ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Foxes_(filme)
*  O povo das estrelas: SÍMBOLOS
CAIXÃO: Morte/ Mudanças.. CACHIMBO - Ligado a energia masculina. Sensualidade. Alguém que pensa no consulente. Tempo de para ... Indica viagens ou mudanças.. MÃO: Calúnias ou brigas iminentes, também pode significar que alguém lhe pedira auxilio.. MACHADO ... Mudanças na maneira de pensar e agir.. ÁRVORE: Realizações a caminho, prosperidade e saúde. Fase de reconhecimento e bons ... Pode representar Homem, mudanças ou viagens.. CESTO: Quando aparece com flores ou frutas significa prosperidade e fertilidade; ...
  http://opovodasestrelas.blogspot.com/2009/03/simbolos.html
*  A Era do Apocalipse - Wikipedia
A morte do professor X provoca mudanças drásticas no futuro. Legião imediatamente deixa de existir, já que seu pai morreu antes ... O poderoso mutante Apocalipse, ciente da morte de Xavier, começa a sua guerra pela supremacia dos mais fortes dez anos antes do ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Era_do_Apocalipse
*  Bororos - Wikipédia, a enciclopédia livre
A morte de alguém pode provocar mudanças ou reforçar as alianças.. Referências. *↑ a b c Instituto Socioambiental. Povos ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Bororos
*  Impressão digital - Wikipedia
As papilas são formadas durante a gestação e acompanham a pessoa até a morte, sem apresentar mudanças significativas. Esta ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Impress%C3%A3o_digital
*  Mage: The Awakening - Wikipedia
São os magos necromantes prontos para as mudanças, representada pela carta dA Morte; Seus Arcana são Morte e Matéria. Obrimos: ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Mage:_The_Awakening
*  Harry Potter and the Half-Blood Prince - Wikipedia
... e o quarto foi Harry Potter e as Reliquias da Morte onde começa com Voldemort e os Comensais da Morte discutindo como irão ... mudanças ocorrem em Hogwarts. Snape finalmente conseguiu tornar-se Professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, sendo ... Nem os Comensais da Morte ficariam surpresos que nós tivéssemos capturado e matado sua mãe - é o que eles mesmo fariam, afinal ... O.M.s e também que se tornará chefe da equipe de Quadribol da Grifinória Devido ao aumento de atividades dos Comensais da Morte ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Harry_Potter_and_the_Half-Blood_Prince
*  ferida na canela que não cicatriza?
Mudanças Depois da Morte. 2. + +. 51. Infecções Estafilocócicas. 2. + +. 52. Traumatismos Encefálicos. 1. + +. ...
  https://lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=ferida+na+canela+que+n%C3%A3o+cicatriza%3F&lang=3&parent=/&mode=F
*  Grupo Espírita Alvorada da Paz: Outubro 2011
147 -Proporciona a morte mudanças inesperadas e certas modificações rápidas, como será de desejar? ... 152 -A morte violenta proporciona aos desencarnados sensações diversas da chamada "morte natural?" ... A morte não apresenta perturbações à consciência reta e ao coração amante da verdade e do amor dos que viveram na Terra tão- ... A primeira decepção que os aguarda é a realidade da vida que se não extingue com as transições da morte do corpo físico, vida ...
  http://geapalvoradadapaz.blogspot.com/2011/10/
*  A Morte (tarô) - Wikipedia
A carta da morte mostra que mudanças involuntárias irão ocorrer e que não se deve tentar impedi-las, pelo contrário, deve-se ... A Morte é o décimo terceiro Arcano Maior do Tarot. Quando aparece numa consulta, ela significa uma grande transformação na vida ... A morte, representada pela carta do Tarot de Rider Waite, tem como plano principal um cavaleiro, de gênero não definido, ... Purificação através da dor, nada de ruim virá depois da morte. «Meaning of the Strength Tarot Card». Consultado em 31 de ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Morte_(tar%C3%B4)
*  Curso Livre Confessional de Doutor em Divindade - .::SeminarioGospel::. - Seminario Gospel
... de interpretar e analisar cenários de curtos e longos prazos e de lidar com incertezas e mudanças, pois esse é o perfil para ... Doença e Morte. 13. Fim do Milênio. 07. Salvação no Milênio. Módulo VIII - Quarta e Última Guerra Mundial. ...
  http://www.faculdadegospel.com.br/curso-a-distancia/curso-livre-confessional-de-doutor-em-divindade

Morte: Morte (do latim mors), óbito (do latim obitu), falecimento (falecer+mento), passamento (passar+mento), ou ainda desencarne (deixar a carne), são sinônimos usados para se referir ao processo irreversível de cessamento das atividades biológicas necessárias à caracterização e manutenção da vida em um sistema outrora classificado como vivo. Após o processo de morte o sistema não mais vive; e encontra-se morto.Taxa de mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um índice demográfico que reflete o número de mortes registradas, em média por mil habitantes, em uma determinada região em um período de tempo. A taxa é expressa comumente em unidades de morte por 1000 pessoas ao ano.Caspase: Caspases são um grupo de proteases baseadas em cisteína, enzimas com um resíduo de cisteína capazes de clivar outras proteínas depois de um resíduo de ácido aspártico, uma especifidade incomum entre proteases. O nome "caspase" é derivado dessa função molecular característica: cysteine-aspartic-acid-proteases.Necrose de liquefação: A Necrose de liquefação ou necrose liquefativa, também conhecida como necrose por coliquação ou coliquativa ao contrário da necrose de coagulação, apresenta a área necrótica de consistência mole; na maioria das vezes o tecido morto se encontra mesmo liquefeito.Mitocôndria: A mitocôndria (do Grego μίτος ou mitos (fio/linha) + χονδρίον ou "chondrion" (grânulo).), é uma das organelas celulares mais importantes, sendo extremamente relevante para a respiração celular.Autofagia: A autofagia (Biologia) é um processo essencial para o funcionamento da célula. Quem é responsável por este processo é o lisossomo.Estímulo (fisiologia): Do ponto de vista da fisiologia, estímulo é qualquer factor que provoca uma resposta fisiológica, ou comportamental num organismo.Pro-oxidante: Pro-oxidantes são químicos que induzem stress oxidativo através da criação de espécies reactivas de oxigénio ou através da inibição dos sistemas antioxidantes. O stress oxidativo produzido por estes químicos pode danificar células e tecidos.Taxa de mortalidade padronizada para a idade: Taxa de mortalidade padronizada para a idade é uma taxa de mortalidade que foi padronizada de modo a eliminar os efeitos da diversidade da estrutura etária nas populações a comparar.Incidência: Usada em estatística e em epidemiologia, a Incidência pode referir-se a:Homicídio: Homicídio (do latim hominis excidium) é um crime que consiste no ato de uma pessoa matar outra. É tido como um crime universal, sendo punido em praticamente todas as culturas.Esquadrão Suicida: Esquadrão Suicida (Suicide Squad) é um fictício grupo de mercenários de histórias em quadrinhos da DC Comics.Fast Future Generation: Fast Future Generation é um "rockumentary" sobre os Good Charlotte noJesse Sullivan: Jesse Sullivan é conhecido como o primeiro homem biônico do mundo. Os dois protótipos, de braço biônico, foram desenvolvidos pelo Instituto de Reabilitação de Chicago.Teoria de Chapman-Enskog: A teoria ou método de Chapman-Enskog apresenta fórmulas precisas para uma mistura gasosa multicomponente em equilíbrio térmico e químico. Em gases elásticos o desvio da distribuição de Maxwell-Boltzmann no equilíbrio é pequeno e pode ser tratado como uma perturbação.P53: p53 é uma proteína citoplasmática, de massa molecular 53 kDa, sintetizada pela própria célula.ROBERTIS (Jr.Etanercepte: Etanercepte é um medicamento recombinante humano, utilizado pela medicina no tratamento da artrite reumatóide, artrite psoriásica, espondilite anquilosante e psoríase. É uma molécula de tamanho consideravel: 150.Asfixia: Asfixia (do grego asphyxía, "falta de pulso") ou sufocação é a dificuldade respiratória que leva à falta de oxigênio no organismo. Pode ser causada por:Transfecção: Transfecção é o processo de introdução intencional de ácido nucleicos nas células. O termo é usado sobretudo para métodos não-virais nas células eucarióticas.Citometria de fluxoSurrey: Surrey é um condado situado no sudeste da Inglaterra, fazendo fronteira com Kent, East Sussex, West Sussex, Hampshire, Berkshire e com a área metropolitana de Londres.