Meningioma: Neoplasia relativamente comum do SISTEMA NERVOSO CENTRAL, que surge de células da aracnoide. A maioria é de tumores vasculares bem diferenciados, de crescimento lento e baixo potencial de invasão, embora ocorram subtipos malignos. Meningiomas surgem com maior frequência na região parassagital, convexidade cerebral, borda esfenoidal, sulco olfatório e CANAL VERTEBRAL (Tradução livre do original: DeVita et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, pp 2056-7).Neoplasias Meníngeas: Processos neoplásicos malignos e benignos que surgem ou que envolvem secundariamente as coberturas meníngeas do cérebro e medula espinhal.Aracnoide-Máter: Membrana delicada que envolve o encéfalo e a medula espinhal. Localiza-se entre a PIA-MÁTER e a DURA-MÁTER. É separada da pia-máter pela cavidade subaracnóidea, preenchida com LÍQUIDO CEFALORRAQUIDIANO.Neoplasias Cranianas: Neoplasias da porção óssea do crânio.Hiperostose: O aumento da massa óssea por unidade de volume.Neoplasias da Base do Crânio: Neoplasias especificamente da base do crânio, diferenciadas das neoplasias de localização inespecífica ou de ossos do crânio (NEOPLASIAS CRANIANAS).Ângulo Cerebelopontino: Junção entre o cerebelo e a ponte.Neoplasias Encefálicas: Neoplasias dos componentes intracranianos do sistema nervoso central, incluindo os hemisférios cerebrais, gânglios da base, hipotálamo, tálamo, tronco encefálico e cerebelo. As neoplasias encefálicas são subdivididas em formas primárias (originárias do tecido encefálico) e secundárias (i. é, metastáticas). As neoplasias primárias são subdivididas em formas benignas e malignas. Em geral, os tumores encefálicos podem ser classificados pela idade de início, tipo histológico ou local de apresentação no cérebro.Dura-Máter: A mais externa das três MENINGES, uma membrana fibrosa de tecido conjuntivo que cobre o encéfalo e cordão espinhal.Genes da Neurofibromatose 2: Genes supressores de tumores localizados no braço longo do cromossomo 22 humano. A mutação ou perda desses genes causa a NEUROFIBROMATOSE 2.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Neuroma Acústico: SCHWANOMA benigno do oitavo nervo craniano (NERVO VESTIBULOCOCLEAR) proveniente principalmente do ramo vestibular (NERVO VESTIBULAR) durante a quinta ou sexta década de vida. Entre as manifestações clínicas estão PERDA AUDITIVA, CEFALEIA, VERTIGEM, ZUMBIDO e DOR FACIAL. Os neuromas acústicos bilaterais estão associados com NEUROFIBROMATOSE 2. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p673).Neoplasias do Nervo Óptico: Neoplasias benignas e malignas que surgem a partir do nervo óptico ou da sua bainha. O GLIOMA DO NERVO ÓPTICO é o tipo histológico mais comum. As neoplasias do nervo óptico tendem a causar perda visual unilateral e um defeito pupilar aferente e podem se disseminar por vias neurais para o cérebro.Hemangiopericitoma: Tumor composto de células fusiformes com uma rica rede vascular, o qual aparentemente origina-se de pericitos. Ele pode ser benigno ou maligno e geralmente ocorre nas extremidades inferiores ou no retroperitônio. (Dorland, 28a ed)Procedimentos Neurocirúrgicos: Cirurgia feita no sistema nervoso ou suas partes.Neoplasias da Orelha: Tumores ou câncer de qualquer parte do sistema da audição e de equilíbrio do corpo (ORELHA EXTERNA, ORELHA MÉDIA e ORELHA INTERNA).Neurofibromatose 2: Transtorno autossômico, dominante, caracterizado por uma alta incidência de neuromas acústicos bilaterais, como schwanomas (NEURILEMOMA) de outros nervos periféricos e cranianos, além de tumores benignos intracranianos, entre eles meningiomas, ependimomas, neurofibromas espinhais e gliomas. A doença tem sido associada com mutações do gene NF2 (GENES DA NEUROFIBROMATOSE 2) no cromossomo 22 (22q12) e normalmente, apresenta-se clinicamente na primeira ou segunda década de vida.Craniotomia: Qualquer operação no crânio; incisão no crânio. (Dorland, 28a ed)Neoplasias do Ventrículo Cerebral: Neoplasias localizadas nos ventrículos cerebrais, incluindo os dois laterais, o terceiro e o quarto ventrículos. Os tumores ventriculares podem ser primários (ex., NEOPLASIAS DO PLEXO COROIDE e GLIOMA SUBEPENDIMAL), metástases de órgãos distantes ou ocorrer como extensão de tumores invasivos locais de estruturas cerebrais adjacentes.Neurilemoma: Neoplasia que se origina das CÉLULAS DE SCHWANN dos nervos autônomos, periféricos e cranianos. Clinicamente, estes tumores podem se apresentar como uma neuropatia craniana, uma massa de tecido mole ou abdominal, lesão intracraniana ou com compressão da medula espinhal. Histologicamente, estes tumores são encapsulados, altamente vascularizados e compostos por um padrão homogêneo de células bifásicas em forma de fuso que podem ter a aparência de paliçadas. (Tradução livre do original: DeVita Jr et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, pp964-5).Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.Meninges: As três membranas que cobrem o ENCÉFALO e a MEDULA ESPINAL. São elas: dura-máter, aracnoide e pia-máter.Forame Magno: Grande orifício na base do crânio através do qual passa a MEDULA ESPINAL.Cromossomos Humanos Par 22: Par específico de cromossomos do grupo G na classificação dos cromossomos humanos.Neurofibromina 2: Proteína de membrana homóloga ao ERM (Ezrina-Radixina-Moesina) família de proteínas associadas com citoesqueleto que regula propriedades físicas de membranas. As alterações na neurofibromina 2 são as causas de NEUROFIBROMATOSE 2 .



tumores


  • De 40 a 80% dos meningiomas estão associados a um cromossomo 22q anormal, um cromossomo normalmente envolvido na supressão do crescimento de tumores. (wikipedia.org)
  • Meningiomas também frequentemente produzem fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGFR) e receptores do factor de crescimento epidérmico (EGFR), o que pode contribuir para o crescimento destes tumores. (wikipedia.org)
  • Os tipos mais comuns de tumores primários em adultos são os meningiomas (geralmente benignos) e os astrocitomas, tais como os gliobastomas. (wikipedia.org)
  • Meningiomas: Segundo mais comuns (20%), são tumores que surge das membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal (meninges). (wikipedia.org)
  • Outras possíveis causas incluem infecção (encefalite), desmielinização dos axônios por esclerose, agravamento de quadro diabético, parassonia noturna e tumores em tecido neurológicos (glioma ou/e meningioma). (wikipedia.org)
  • Outras condições médicas que afetam as meninges incluem a meningite (podendo esta ser causada por infecção fúngica, bacterial, ou virótica) e os meningiomas (tumor na meninge) surge nas meninges ou em tumores formados em outra parte do organismo que sofrem metástase para as meninges. (wikipedia.org)

podem ser


  • Os meningiomas podem ser detectados através de radiografia de crânio. (wikipedia.org)
  • As possíveis causas incluem : Derrame cerebral: o sangramento pode ser hematoma subdural, epidural ou subaracnóide, Tumor cerebral: geralmente são metástases de câncer em outras partes do corpo, mas podem ser primários como glioma, meningioma, adenoma hipofisário ou meduloblastoma. (wikipedia.org)

tumor


  • Meningioma é um tumor das membranas meningeas que envolvem o sistema nervoso central(SNC). (wikipedia.org)

grau


  • 26. A OMS classificou os meningiomas com base na probabilidade de recidiva e no grau. (blogspot.com)
  • Breve resumo: Pacientes com menos de 60 anos, meningiomas grau II e inéditos tem melhor prognóstico numa casuística de pessoas com meningiomas de alto grau. (neuropolaca.com)

contraste


  • A RMN com contraste demonstra a relação entre o meningioma com as estruturas vascular e neural. (wikipedia.org)
  • As lesões são baseadas na dura-máter, impregnam-se por contraste e podem simular meningiomas. (wikipedia.org)