LuxaçõesLuxação do Quadril: Deslocamento do fêmur em relação à posição normal da ARTICULAÇÃO DO QUADRIL.Luxação do Ombro: Deslocamento do ÚMERO a partir da ESCÁPULA.Luxação do Joelho: Luxação do FÊMUR para fora da TÍBIA.Luxação Congênita de Quadril: Luxação congênita do quadril que geralmente inclui a subluxação da cabeça do fêmur, displasia acetabular e luxação completa da cabeça do fêmur do acetábulo verdadeiro. Essa afecção ocorre em aproximadamente 1 a cada 1000 nascimentos vivos e é mais comum no gênero feminino que no masculino.Luxação Patelar: Deslocamento da PATELA proveniente de um sulco femural.Tração: Puxão em um membro ou de uma parte dele. A tração da pele (tração indireta) é aplicada pelo uso de uma bandagem para puxar sobre a pele e a faixa onde uma tração leve é requerida. A tração esquelética (tração direta), contudo, utiliza pinos ou fios inseridos no osso e é ligada a pesos, roldanas e cabos.Subluxação do Cristalino: Ruptura incompleta da zônula, ficando o cristalino deslocado atrás da pupila. No deslocamento, ou ruptura completa, o cristalino é deslocado para frente dentro da câmara anterior ou para trás dentro do corpo vítreo. Quando é congênita, esta afecção é conhecida como ECTOPIA LENTIS.Articulação Acromioclavicular: Articulação deslizante, formada pela extremidade externa da CLAVÍCULA e pela margem interna do acrômio da ESCÁPULA.Articulação do Cotovelo: Articulação dobradiça que conecta o ANTEBRAÇO ao BRAÇO.Articulação do Quadril: Ligação que é formada pela articulação da cabeça do FÊMUR e o ACETÁBULO da PELVE.Artroplastia de Quadril: Substituição da articulação do quadril.Manipulação Ortopédica: Manipulação planejada e cuidadosa da musculatura esquelética, extremidades e coluna vertebral, para aumentar o movimento. O termo é às vezes utilizado para denotar a sequência precisa de movimentos de uma articulação, para determinar a presença de alguma doença ou reduzir um deslocamento. No caso de fraturas, a manipulação ortopédica pode produzir um melhor posicionamento e alinhamento da fratura.Instabilidade Articular: Perda de estabilidade de uma articulação ou de uma prótese articular. Os fatores envolvidos são doença intra-articular e integridade das estruturas extra-articulares tais com cápsula articular, ligamentos e músculos.Acetábulo: Parte da pelve que compreende o encaixe pélvico onde a cabeça do FÊMUR se junta para formar a ARTICULAÇÃO DO QUADRIL (articulação acetabulofemoral).Prótese de Quadril: Substituição de uma articulação do quadril.Falha de Prótese: Malfuncionamento de desvios de implantação, válvulas, etc., e perda, migração e ruptura de próteses.Amplitude de Movimento Articular: A distância e direção para qual uma articulação óssea pode ser estendida. A amplitude de movimento é uma função da condição das articulações, músculos e tecidos conjuntivos envolvidos. A flexibilidade da articulação pode ser melhorada através de EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO MUSCULAR apropriados.Procedimentos Ortopédicos: Procedimentos utilizados para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões do SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO, articulações e estruturas associadas.Contenções: Aparelho rígido ou flexível usado para manter em posição uma parte desviada ou móvel, ou para manter no lugar e proteger uma parte traumatizada. (Dorland, 28a ed)Cabeça do Fêmur: Superfície articular hemisférica na extremidade superior do osso da coxa. (Stedman, 25a ed)Articulação Esternoclavicular: Articulação dupla formada pela CLAVÍCULA, pelas porções superior e lateral do manúbrio do esterno no nó clavicular e pela cartilagem da primeira costela.Ligamentos Articulares: Cordões fibrosos de TECIDO CONJUNTIVO que unem ossos uns aos outros e mantêm reunidos os vários tipos de articulações do corpo. Os ligamentos articulares são fortes, elásticos e permitem movimento apenas em direções específicas, dependendo da articulação particular.Articulação Atlantoaxial: Articulação que envolve o ATLAS CERVICAL e ossos do áxis.Articulação Atlantoccipital: Ponto da articulação entre o OSSO OCCIPITAL e o ATLAS CERVICAL.Reoperação: Operação refeita para a mesma doença, no mesmo paciente, devido à evolução ou recidiva da doença, ou como acompanhamento de cirurgia anterior que não atingiu seu objetivo.Articulações Tarsianas: Articulações entre os vários OSSOS DO TARSO, que não incluem a ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO (constituída pelas articulações entre TÍBIA, FÍBULA e TÁLUS).Traumatismos do Punho: Traumatismos do punho ou das articulações do punho.Osteotomia: Corte cirúrgico de um osso. (Dorland, 28a ed)Patela: Osso achatado, triangular, situado na parte anterior do JOELHO.Articulação do Ombro: Articulação entre a cabeça do ÚMERO e a cavidade glenoide da ESCÁPULA.Ulna: O mais interno e maior osso do ANTEBRAÇO.Lesões do Quadril: Lesões genéricas ou inespecíficas envolvendo o quadril.Traumatismos da Coluna Vertebral: Traumatismos envolvendo a coluna vertebral.Desenho de Prótese: Planejamento e delineamento de próteses em geral ou de uma prótese específica.Fraturas do Colo Femoral: Fraturas da porção curta, contraída do osso da coxa, entre a cabeça do fêmur e o trocanter. Estão excluídas as fraturas intertrocantéricas que são FRATURAS DO QUADRIL.Moldes Cirúrgicos: Ataduras feitas de fibra de vidro, plástico, ou bandagem impregnada com emplastro de paris usadas para imobilização de várias partes do corpo em casos de fraturas, deslocamentos e ferimentos infectados. Em comparação com modelos de emplastro, modelos feitos de fibras de vidro ou plástico são leves, radiolucentes, hábeis a resistir à misturas e menos rígidos.Fios Ortopédicos: Fios de aço, usados para fixar ossos quebrados, em geral enfiados através da pele, tecidos macios e osso. Fios de Kirschner ou aparelhos também incluem a aplicação de tração ao osso cicatrizado através dos fios.Traumatismo Múltiplo: Múltiplos traumatismos ou danos físicos que ocorrem simultaneamente.Fraturas Ósseas: Fraturas em ossos.Impacto Femoroacetabular: Processo patológico mecânico que pode levar a falhas no quadril. É causado por anormalidades do ACETÁBULO e/ou FÊMUR combinadas com movimento intenso do quadril que levam a colisões repetitivas que danificam as estruturas de tecido mole.Fratura de Monteggia: Fratura na porção proximal do shaft da ulna, com deslocamento da cabeça do rádio.Necrose da Cabeça do Fêmur: A necrose avascular ou asséptica da cabeça do fêmur. Os tipos principais são idiopáticos (primários), como uma complicação de fraturas ou deslocamentos e a DOENÇA DE LEGG-CALVE-PERTHES.Fixação Interna de Fraturas: Utilização de dispositivos internos (placas metálicas, pregos, hastes, etc.) para sustentar a posição de uma fratura no alinhamento apropriado.Cápsula Articular: Cápsula que recobre a articulação. Externamente é composta por uma cápsula articular fibrosa e internamente pela MEMBRANA SINOVIAL.Fraturas do Ombro: Fraturas do úmero proximal, incluindo a cabeça, pescoços anatômico e cirúrgico e tuberosidades.Articulação Metacarpofalângica: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.Doenças do Desenvolvimento ÓsseoResultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Traumatismos dos Dedos: Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo os dedos.Osso Semilunar: Osso do carpo, em forma de lua, localizado entre os ossos ESCAFOIDE e PIRAMIDAL.Artroplastia: Reconstituição cirúrgica de uma articulação para aliviar a dor ou restaurar o movimento.Vértebras Cervicais: As primeiras sete vértebras da COLUNA VERTEBRAL, correspondendo às vértebras do PESCOÇO.Recuperação de Função Fisiológica: Retorno parcial (ou completo) ao normal (ou a atividade fisiológica adequada) de um órgão (ou parte) após doença ou trauma.Rádio (Anatomia): O menor e mais externo dos dois ossos do ANTEBRAÇO, paralelo à ULNA que se torce sobre si mesmo parcialmente.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Articulação Talocalcânea: Formada pela articulação do tálus com o calcâneo.Osso Escafoide: O osso cuja localização é a mais lateral na fileira proximal dos OSSOS DO CARPO.Imobilização: Restrição do MOVIMENTO do corpo ou partes do corpo por meios físicos (RESTRIÇÃO FÍSICA), ou quimicamente por ANALGESIA ou uso de TRANQUILIZANTES ou AGENTES NÃO DESPOLARIZANTES NEUROMUSCULARES. Inclui protocolos experimentais usados para avaliar os efeitos fisiológicos de imobilidade.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Manúbrio: Parte superior ou segmento mais anterior do ESTERNO que articula com a CLAVÍCULA e com os dois primeiros pares de COSTELAS.Migração do Implante de Lente Intraocular: Movimentação ou inclinação de cristalino artificial implantado, o que resulta em visão prejudicada.Neuropatias Fibulares: Doença envolvendo o NERVO FIBULAR comum ou suas ramificações, os nervos fibulares profundos e superficiais. As lesões do nervo fibular profundo estão associadas com PARALISIA da dorsiflexão do tornozelo e dedos dos pés, e perda da sensação no espaço entre o primeiro e segundo dedo do pé. As lesões do nervo fibular superficial resultam em fraqueza ou paralisia dos músculos fibulares (os quais cobrem o pé) e perda da sensação por toda a superfície lateral e dorsal da perna. A lesão traumática do nervo fibular comum, próximo à cabeça da FÍBULA, é uma causa relativamente comum desta afecção.Fêmur: O mais longo e o maior osso do esqueleto; está situado entre o quadril e o joelho.Recidiva: Retorno de um sinal, sintoma ou doença após uma remissão.Atlas Cervical: Primeira vértebra cervical.Retenção da Prótese: Sustentação da PRÓTESE no local.Ligamento Cruzado Posterior: Ligamento resistente do joelho que se origina a partir da superfície anterolateral do côndilo medial do fêmur, passando posterior e inferiormente entre os côndilos e ligando-se à área intercondilar posterior da tíbia.Artroscopia: Exame endoscópico, terapia e cirurgia das articulações.Articulação Temporomandibular: Articulação entre o côndilo da mandíbula e o tubérculo articular do osso temporal.Acidentes de Trânsito: Acidentes em ruas, estradas e rodovias envolvendo condutores, passageiros, pedestres ou veículos. Estes acidentes referem-se a AUTOMÓVEIS (carros para passageiros, ônibus e caminhões), BICICLETAS e MOTOCICLETAS, mas não VEÍCULOS RECREACIONAIS A MOTOR, FERROVIAS nem veículos para neve.Úmero: Osso em humanos e primatas que se estende da ARTICULAÇÃO DO OMBRO até a ARTICULAÇÃO DO COTOVELO.Ossos do Carpo: Os oito ossos do punho: escafoide, lunato (OSSO SEMILUNAR), PIRAMIDAL, PISCIFORME, TRAPÉZIO, TRAPEZOIDE, CAPITATO e HAMATO.Polegar: Primeiro dedo no lado radial da mão que, em humanos, é oposto aos outros quatro.Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos: Procedimentos utilizados para reconstruir, restaurar ou melhorar estruturas defeituosas, danificadas ou perdidas.Fraturas da Ulna: Fraturas do maior osso do antebraço.Osteoartrite do Quadril: A doença degenerativa não inflamatória da articulação do quadril que normalmente aparece em pessoas de meia idade ou em idosos. Ela é caracterizada por distúrbios do crescimento ou da maturação na cabeça e colo do fêmur, assim como displasia do acetábulo. Um sintoma dominante é a dor pela sobrecarga de peso ou movimentação.Ossos do Tarso: Os sete ossos que formam o tarso - CALCÂNEO, TÁLUS, cuboide, navicular, e os cuneiformes externo, médio e interno.Polietileno: Material plástico que produz gases tóxicos ao ser incinerado; frequentemente usado em garrafas, embalagens para alimentos, bolsas, pratos e talheres descartáveis (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Traumatismos em Atletas: Traumatismos que ocorrem durante a participação em esportes competitivos ou não competitivos.Migração de Corpo Estranho: Migração de um corpo estranho de sua localização original para alguma outra localização no corpo.Futebol Americano: Esporte de competição por equipes jogado em um campo retangular. Esta é a versão americana ou canadense do jogo e também inclui a forma conhecida como rugby. Não inclui o futebol não americano (FUTEBOL).Traumatismos do Joelho: Traumatismos do joelho ou junção do joelho.Articulação Patelofemoral: Articulação entre a superfície articular da PATELA e a superfície patelar do FÊMUR.Parafusos Ósseos: Dispositivos especializados usados em cirurgia em ORTOPEDIA para reparar fraturas ósseas.ÁxisArtrografia: Roentgenografia de uma articulação, usualmente após injeção de um meio de contraste positivo ou negativo.Ligamentos: Fitas brilhantes e flexíveis de tecido fibroso conectando as extremidades articulares dos ossos. São maleáveis, resistentes e inextensíveis.Ossos Pélvicos: Conjunto dos ossos que constituem cada metade da cintura pélvica em VERTEBRADOS, formados pela fusão do ÍLEO, ÍSQUIO e OSSO PÚBICO.Ligamento Patelar: Fita de tecido fibroso que liga o ápice da PATELA à parte inferior do tubérculo da TÍBIA. Na realidade, o ligamento é a continuação caudal do tendão comum do QUADRÍCEPS FEMORAL, estando a patela implantada no tendão. Assim, o ligamento patelar pode ser considerado como uma conexão entre tendão do quadríceps femoral e tíbia; assim, às vezes é denominado tendão patelar.Ligamentos Colaterais: Um dos numerosos ligamentos de cada lado da articulação, servindo como um raio do movimento, tendo um movimento de dobradiça; ocorre nas articulações seguintes: cotovelo, joelho, punho e as articulações metacarpo ou metatarsofalangianas, interfalangianas proximais e interfalangianas distais das mãos e pés. (Stedman, 25a ed)Ísquio: Um dos três ossos que compõem o osso da coxa da cintura pélvica. Em tetrápodes, que é a parte da pélvis, que projecta para trás no lado ventral, e em primatas, que suporta o peso do animal sentado.Fíbula: Osso da perna, lateral à tíbia (e menor que esta). Proporcionalmente a seu comprimento, é o mais delgado dos ossos longos.Retroversão Óssea: Fixação de um osso em que sua cabeça e colo estão inclinados excessivamente para trás.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.ArtropatiasProcesso Odontoide: Processo em forma de dente localizado na superfície superior do áxis, articulando-se acima com o ATLAS CERVICAL.Escala de Gravidade do Ferimento: Escala de severidade anatômica, baseada na Escala Resumida de Ferimentos (EAF/AIS) e desenvolvida especificamente para escores de ferimentos traumáticos múltiplos. Tem sido usada como um preditor de mortalidade.Corpos Livres Articulares: Fragmentos fibrosos, ósseos, cartilaginosos e osteocartilaginosos numa articulação sinovial. As causas principais são osteocondrite dissecante, condromatose sinovial, osteófitos, superfícies articulares fraturadas e meniscos danificados.Braquetes: Aparelho ortopédico (órtese) usado para suportar, alinhar ou manter partes do corpo em posição correta. (Dorland, 28a ed)Clavícula: Osso no lado ventral da cintura escapular que, em humanos, é comumente chamado de clavícula.Degradação Associada com o Retículo Endoplasmático: Perda de algumas sequências do TELÔMERO durante a REPLICAÇÃO DO DNA dos primeiros vários pares de bases de uma molécula de DNA linear ou por DANO AO DNA. As células possuem vários mecanismos para restaurar o comprimento dos cromossomos (HOMEOSTASE TELOMÉRICA). O encurtamento do telômero está envolvido na progressão do ENVELHECIMENTO CELULAR.Fraturas do RádioCimentos para Ossos: Adesivos usados para fixar dispositivos protéticos a ossos, e para cimentar ossos entre si nas fraturas difíceis. As resinas sintéticas geralmente são usadas como cimento. Uma pasta óssea útil é a mistura de fosfato monocálcico monoidratado, fosfato alfa-tricálcico e carbonato de cálcio em solução de fosfato de sódio.Fusão Vertebral: Imobilização ou ancilose operatória de duas ou mais vértebras, por fusão dos corpos vertebrais com um curto enxerto ósseo ou muitas vezes com discectomia ou laminectomia.Doença de Legg-Calve-Perthes: Tipo particular de NECROSE DA CABEÇA DO FÊMUR que ocorre em crianças, na maior parte das vezes do sexo masculino, com um curso de quatro anos ou mais.Mau Alinhamento Ósseo: O deslocamento dos ossos para fora do seu alinhamento em relação com as articulações. Ele pode ser congênito ou traumático na sua origem.Segmento Posterior do Olho: Dois terços posteriores do olho que incluem a membrana hialoide anterior e todas as estruturas ópticas atrás deles: HUMOR VÍTREO, RETINA e COROIDE, além do NERVO ÓPTICO.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Rotação: Movimento de um objeto em que um ou mais pontos sobre uma linha estão fixos. Também é o movimento de uma partícula sobre um ponto fixo (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed).Hálux: Dedo mais interno do pé de PRIMATAS.Âncoras de Sutura: Implantes utilizados em cirurgia artroscópica e outros procedimentos ortopédicos para ligar o tecido mole ao osso. Uma das extremidades da sutura é ligada ao tecido mole e a outra ao implante. As âncoras são feitas de vários materias, incluindo titânio, aço inoxidável ou polímeros absorvíveis.Cabeça do Úmero: Porção da extremidade arredondada superior do úmero que se encaixa na cavidade glenoide da ESCÁPULA. (Tradução livre do original: Stedman, 27th ed)Fraturas do Fêmur: Fraturas do fêmur.Cartilagem Aritenoide: Cartilagem de um par de cartilagens pequenas em forma de pirâmide que se articulam com a lâmina da CARTILAGEM CRICOIDE. O LIGAMENTO VOCAL correspondente e vários músculos estão ligados a ela.Tendões: Feixes fibrosos ou cordas de TECIDO CONJUNTIVO nas terminações das FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS, que servem para ligar os MÚSCULOS a ossos e outras estruturas.Ligamento Colateral Médio do Joelho: Ligamento que vai do epicôndilo medial do FÊMUR à margem e superfície mediais da TÍBIA. O menisco medial está inserido em uma depressão na superfície da tíbia.Desigualdade de Membros Inferiores: Afecção em que uma das pernas do par deixou de crescer como a outra, que poderia resultar de lesão ou cirurgia.Prótese Articular: Próteses usadas para restituir parcial ou totalmente uma articulação humana ou animal. (Tradução livre do original: from UMDNS, 1999)Transferência Tendinosa: Procedimento cirúrgico pelo qual um tendão é cortado na sua inserção e colocado numa região anatômica distante da inserção original. O tendão permanece ligado ao ponto de origem e retira a função de um músculo inativado por trauma ou doença.Ruptura: Fratura ou rompimento traumático ou forçoso de um órgão ou outra parte macia do corpo.Cimentação: Junção de objetos por meio de um cimento (por exemplo, na fixação de fraturas, tal como na artroplastia de quadril pela junção do componente acetabular ao componente femoral). Em odontologia, é utilizada para os processos de fixação de partes de um dente ou material restaurativo a um dente natural ou para a fixação de bandas ortodônticas aos dentes por meio de um adesivo.Articulações Carpometacarpais: Articulações entre os OSSOS DO CARPO e OSSOS METACARPAIS.Tenodese: Fixação da extremidade de um tendão ao osso, frequentemente por sutura.Epífises: Extremidade dilatada dos ossos longos, separada da parte média pelo disco epifisário (até o crescimento ósseo cessar). Neste período, o disco desaparece e a extremidade se une à parte média do osso.Retículo Endoplasmático: Sistema de cisternas no CITOPLASMA de grande quantidade de células. Em alguns locais, o retículo endoplasmático é contíguo à membrana plasmática (MEMBRANA CELULAR) ou com a membrana externa do envelope nuclear. Se as superfícies externas das membranas do retículo endoplasmático se encontrarem recobertas por ribossomos, diz-se que o retículo endoplasmático apresenta superfície rugosa (RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO); caso contrário, diz-se que sua superfície é lisa (RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO).Hamato: Osso do carpo localizado entre o CAPITATO e o PIRAMIDAL. O hamato tem um processo proeminente que se projeta anteriormente.Placas Ósseas: Dispositivos implantáveis para a fixação de fraturas que se unem aos fragmentos ósseos com parafusos para fazer uma ponte que una o intervalo da fratura e proteja o local do estresse, como as cicatrizações ósseas. (Tradução livre do original:UMDNS, 1999)Articulação do Joelho: Conexão articular sinovial formada entre os ossos do FÊMUR, TÍBIA e PATELA.Fraturas do ÚmeroAparelhos Ortopédicos: Aparelhos utilizados para suportar, alinhar, prevenir ou corrigir deformidades ou melhorar a função de partes móveis do corpo.Pseudoartrose: Afecção caracterizada por desossificação de um osso longo que suporta peso, seguida por encurvamento e fratura patológica, com incapacidade para formar CALO ÓSSEO normal, levando à existência da "articulação falsa" que dá o nome à afecção. (Tradução livre do original: Dorland, 27th ed)Artroplastia de Substituição: Substituição parcial ou total de um articulação.Escápula: Também chamada de omoplata, é um osso triangular chato, um par dos quais forma a parte posterior da cintura escapular.Traumatismos dos Tendões: Traumatismos das cordas fibrosas do tecido conjuntivo que unem músculos aos ossos ou outras estruturas.Fixadores Externos: Dispositivos externos que mantêm fios ou pinos que são colocados em um ou ambos os córtex de osso para manter a posição de uma fratura no alinhamento apropriado. Esses dispositivos permitem fácil acesso aos ferimentos, ajustamento durante o curso de cicatrização e uso mais funcional dos membros envolvidos.Ílio: O maior dos três ossos que constituem cada metade da cintura pélvica.Acidentes por Quedas: Quedas devido a escorregões ou tropeços que podem resultar em lesão.Articulações do Carpo: Articulações entre os vários OSSOS DO CARPO. Delas não faz parte a ARTICULAÇÃO DO PUNHO (entre o RÁDIO, ULNA e ossos proximais do carpo).Metatarso: Parte do pé entre os ossos do tarso e os DEDOS DO PÉ.Técnicas de Sutura: Técnicas para juntar as bordas de uma ferida com alças de fio ou materiais semelhantes (SUTURAS).Ligamento Cruzado Anterior: Ligamento resistente localizado no joelho que se origina a partir da porção posteromedial do côndilo lateral do fêmur, passando anteriormente e inferiormente entre os côndilos e ligando-se à depressão encontrada na área anterior da eminência intercondilar da tíbia.Traumatismos do Pé: Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo o pé.Articulação do Punho: Articulação formada pela extremidade distal do RÁDIO, pelo disco articular da articulação radioulnar distal, e pelo grupo proximal dos OSSOS DO CARPO (OSSO ESCAFOIDE, OSSO SEMILUNAR e osso triquetral).Fixadores Internos: Dispositivos internos usados na osteossíntese para manter a posição da fratura no alinhamento apropriado. Pela aplicação dos princípios de engenharia biomédica, o cirurgião utiliza placas de metal, pregos, barras, etc., para a correção dos defeitos do esqueleto.Ossos do Metatarso: Cinco ossos longos do METATARSO que se articulam proximalmente com os OSSOS DO TARSO e distalmente com as FALANGES DOS DEDOS DO PÉ.Fraturas da Coluna Vertebral: Ossos quebrados na coluna vertebral.Deformidades Articulares Adquiridas: As deformidades adquiridas após o nascimento como resultado de acidente ou doença. A deformidade articular está frequentemente associada com artrite reumatoide e hanseníase.Nervo Musculocutâneo: Importante nervo da extremidade superior. As fibras do nervo musculocutâneo se originam na região cervical inferior da medula espinhal (geralmente entre C5 e C7), percorrem seu trajeto via fascículo lateral do plexo braquial e fornecem inervação sensitiva e motora para a região superior do braço, para o cotovelo e antebraço.Ortopedia: Especialidade cirúrgica que utiliza métodos médicos, cirúrgicos e físicos para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões no sistema esquelético, em suas articulações e estruturas associadas.Fixação de Fratura: Utilização de dispositivos metálicos dentro ou através do osso para sustentar uma fratura em uma posição assentada e alinhada enquanto o osso cicatriza.Paralisia Cerebral: Grupo heterogêneo de transtornos motores não progressivos causados por lesões cerebrais crônicas, que se originam no período pré-natal, período perinatal ou primeiros cinco anos de vida. Os quatro subtipos principais são espástico, atetoide, atáxico e paralisia cerebral mista, sendo a forma espástica a mais comum. O transtorno motor pode variar desde dificuldades no controle motor fino à espasticidade severa (v. ESPASTICIDADE MUSCULAR) em todos os membros. A diplegia espástica (doença de Little) é o subtipo mais comum, e é caracterizado por espasticidade mais proeminente nas pernas que nos braços. Esta afecção pode estar associada com LEUCOMALÁCIA PERIVENTRICULAR. (Tradução livre do original: Dev Med Child Neurol 1998 Aug;40(8):520-7)Paralisia Obstétrica: Paralisia devido à lesão recebida no parto. (Dorland, 28a ed)Ligamentos Longitudinais: Duas faixas fibrosas extensas que correm ao longo da coluna vertebral. Ligamentum longitudinale anterius, ligamento longitudinal anterior, lacerto médio: a ampla faixa fibrosa que interliga as superfícies anteriores dos corpos vertebrais; ligamentum longitudinale posterius, ligamento longitudinal posterior: a ampla faixa fibrosa que interliga as superfícies posteriores dos corpos vertebrais. (Stedman, 25a ed)Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Fenômenos Biomecânicos: Propriedades, processos e comportamento de sistemas biológicos sob ação de forças mecânicas.Lesões dos Tecidos Moles: Lesões de outros tecidos que não sejam ossos. O conceito é normalmente geral e não se refere normalmente a vísceras ou órgãos internos. O significado completo se refere a regiões ou órgãos em que os tecidos moles (músculos, gordura, pele) devem ser diferenciados de ossos ou tecidos ósseos, como "lesões dos tecidos moles da mão".Contratura: Encurtamento prolongado do músculo ou outro tecido mole ao redor de uma articulação, impedindo o movimento da articulação.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Transplante Ósseo: Enxerto ósseo de um sítio doador a um sítio receptor.Equipamentos Ortopédicos: Itens não consumíveis usados no desempenho de cirurgia ortopédica e terapia relacionada. São diferentes de DISPOSITIVOS ORTÓTICOS, aparelhos usados para prevenir ou corrigir deformidades em pacientes.Osteonecrose: Morte de um osso ou parte dele, tanto sem trauma ou pós-traumática.Fraturas Fechadas: Fraturas em que a quebra no osso não é acompanhada de um ferimento externo.Terapia Passiva Contínua de Movimento: Movimento de uma parte do corpo, iniciado e mantido por um dispositivo mecânico ou elétrico, para restaurar a variação normal dos movimentos das articulações, músculos ou tendões, após cirurgia, implantação de próteses, contratura de flexão ou imobilização por longo tempo.Articulação do Dedo do Pé: Articulação entre a cabeça de uma falange e a base da falange distal a ela, em cada dedo do pé.Cinese: Comportamento locomotor que não envolve uma reação de direcionamento, mas no qual pode haver uma virada em direção aleatória. Inclui a ortocinese, a quantidade de movimento, e a clinocinese, a quantidade de viradas, que são relacionadas com a intensidade da estimulação.Quadril: Parte que se projeta de cada lado do corpo, formado pela borda da pelve e pela parte superior do fêmur.Bainha Rotadora: Bainha musculotendínea formada pelos músculos supraespinhal, infraespinhal, subescapular e redondo menor. Estas estruturas ajudam a manter a cabeça do ÚMERO na cavidade glenoide e permitem a rotação da ARTICULAÇÃO DO OMBRO no eixo longitudinal.Fraturas do Quadril: Fraturas de CABEÇA DO FÊMUR, COLO DO FÊMUR (FRATURAS DO COLO FEMORAL), trocânteres ou das regiões inter ou subtrocantéricas. Estão excluídas as fraturas do acetábulo e do eixo femoral abaixo da região subtrocantérica (FRATURAS DO FÊMUR).

*  Luxação - Wikipedia
Existem algumas doenças e condições médicas nas quais as luxações ocorrem frequentemente e espontaneamente nos pacientes ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Luxa%C3%A7%C3%A3o
*  Luxações vertebrais | Institut Chiari e Siringomielia e Scoliose de Barcelona
AVISO LEGAL Essas condições entram em vigor no dia 07 de Setembro de 2007. Podem ser modificadas para se adaptar às mudanças regulatórias, que em algum caso, podem se produzir. No caso de alteração das condições legais do site se registará este fato nesta seção. Ultima atualização: 04 de junho de 2014. I. - INFORMAÇÃO EM CUMPRIMENTO DA LEI RELATIVA AOS SERVIÇOS DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DE COMÉRCIO ELETRÔNICO - Lei 34/2002 - (LSSICE) O "Institut Chiari & Siringomielia & Escoliosis de Barcelona" (à frente chamado ICSEB) é responsável pelo portal www.institutchiaribcn.com O ICSEB foi criado mediante escritura publica número 2447, com a data de 06 de setembro de 2007, autorizada pelo Notário do Ilustre Colegio Notartial de Catalunya, Don Jose-Javier Cuevas Castaño, e foi inscrita no Registro Mercantil de Barcelona, com a data de 29 de fevereiro de 2008, no Volume 40.286, Fólio 83, Folha B 362284. O CNPJ do ICSEB é B64658735. O endereço postal ao qual os usuários se ...
  https://institutchiaribcn.com/pt/doencas-que-tratamos/luxacoes-vertebrais/
*  LUXAÇõES
sou uma pessoa normal que tem por objtivo agradar o coração de Deus eu o amo mais do que tudo em minha ...
  http://nonete-maria.blogspot.com/2010/07/luxacoes.html
*  Prefeitura de Figueira - PR
Luxações. Traumatismos. Lesões traumáticas do crânio, coluna vertebral, tórax, abdome e dos membros. Apendicite e hérnias ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-figueira-pr-47-vagas
*  Prefeitura de Lavínia - SP
Luxações. Massagem relaxante. Modelos alternativos de atenção a saúde das pessoas deficientes. Municipalização - Processo Saúde ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-lavinia-sp-43-vagas
*  IFTO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - TO
Luxações. Traumatismos. Lesões traumáticas do crânio, coluna vertebral, tórax, abdome e dos membros. Apendicite e hérnias ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/ifto-instituto-federal-de-educacao-ciencia-e-tecnologia-to-16-vagas
*  As lesões mais comuns no MMA
Luxações. Estas são outras lesões que são bastante comuns durante as lutas, mas também podem acontecer até mesmo durante os ...
  http://www.sempretops.com/esportes/as-lesoes-mais-comuns-no-mma/
*  Conceito emergencia luana
Entorses e luxações são geralmente urgências também. Na rotina pré-hospitalar, encaramos todas as ocorrências como uma situação ...
  https://www.slideshare.net/diogoina/conceito-emergencia-luana
*  Prefeitura de Teófilo Otoni - MG
I - PROVA ESPECÍFICA: Princípios gerais da ortopedia; Infecções articulares; Tumores; Fraturas e luxações; Distúrbios de ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-teofilo-otoni-mg-53-vagas
*  Prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu - PR
... fraturas e luxações; corpos estranhos; politraumatismo, queimaduras. Pediatria: o crescimento e o desenvolvimento infantil; ... fraturas e luxações, corpos estranhos, traumatismo, queimaduras. Código de Ética Profissional. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-santa-terezinha-de-itaipu-pr-44-vagas
*  Prefeitura de Nova Iorque - MA
Noções de Primeiros Socorros: papel do socorrista, parada cardiorespiratória, hemorragias, ferimentos, entorses, luxações e ... fraturas e luxações, corpos estranhos, politraumatismo, queimaduras Pediatra: a criança: o crescimento e o desenvolvimento ... fraturas e luxações; corpos estranhos; politraumatismo, queimaduras. Pediatra: a criança: o crescimento e o desenvolvimento ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-nova-iorque-ma-70-vagas
*  Prefeitura de Morro do Chapéu - BA
... fraturas e luxações; corpos estranhos; politraumatismo, queimaduras 5. Pediatra: a criança: o crescimento e o desenvolvimento ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-morro-do-chapeu-ba-370-vagas
*  Prefeitura de Indiana - SP
... fraturas e luxações, corpos estranhos, politraumatismo, queimaduras 5. Pediatra: a criança: o crescimento e o desenvolvimento ... fraturas e luxações; corpos estranhos; politraumatismo, queimaduras Pediatra: a criança: o crescimento e o desenvolvimento ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-indiana-sp-9-vagas
*  Prefeitura e Câmara de Rolim de Moura - RO
Afecções do cristalino: congênitas, adquiridas, luxações e sub-luxações. Técnica cirúrgica da catarata. Afecções da retina: ... Luxações do quadril e fraturas da cabeça do fêmur; Fraturas do colo do fêmur; Demais fraturas proximais do fêmur; Fratura ... úmero e luxações do cotovelo; Fraturas da cabeça do rádio e olecrano; Biomecânica e artroplastia de ombro e cotovelo; ... Luxações da mão; Lesões dos tendões flexores e extensores do punho e mão; Lesões do plexo braquial; instabilidades cárpicas; ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-e-camara-de-rolim-de-moura-ro-165-vagas
*  Prefeitura de João Monlevade - MG
Fraturas e luxações. - Expostas. - Fechadas. Retardo de consolidação e pseudo-astrose. Pé torto congênito. Paralisia cerebral. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-joao-monlevade-mg-209-vagas
*  Concurso Público CBMERJ - EDITAL Nº 002/2008 - Corpo de Bombeiros
Luxações recidivantes. Fraturas viciosamente consolidadas. Pseudoartroses. Doenças degenerativas ósteo-articulares. Alterações ...
  https://pt.scribd.com/document/48964153/Concurso-Publico-CBMERJ-EDITAL-N%C2%BA-002-2008-Corpo-de-Bombeiros
*  Prefeitura de Mimoso do Sul - ES
04 - Fraturas e luxações. - Expostas. - Fechadas. 05 - Retardo de consolidação e pseudo-astrose. 06 - Pé torto congênito. 07 - ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-mimoso-do-sul-es-216-vagas
*  Prefeitura de São Gonçalo do Amarante - CE
TRAUMA: Fraturas expostas; Lesões musculares; Fraturas MMII e luxações; Fraturas MMSS e luxações; Classificações das fraturas. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-sao-goncalo-do-amarante-ce-292-vagas
*  Prefeitura de Rancho Alegre - PR
Entorses, luxações e fraturas. Vertigens, desmaios e convulsões. Choques elétricos. Transporte de pessoas acidentadas. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-rancho-alegre-pr-94-vagas
*  Prefeitura de Palmeira - PR
Fraturas e luxações; 05. Distúrbios de músculos, tendões e estruturas associadas; 06. Medicina Esportiva; 07. Anomalias ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-palmeira-pr-53-vagas
*  Prefeitura de Sebastião Laranjeiras - BA
... luxações e entorses; Principais tesões musculares; Doenças Ósseas (Osteomielite, Osteoporose, Raquitismo, Doença de Paget, ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-sebastiao-laranjeiras-ba-158-vagas
*  Prefeitura de Santa Helena de Goiás - GO
Fraturas e luxações da cintura escapular; Fraturas do úmero; Fraturas e luxações da cintura pélvica; Fraturas do terço proximal ... luxações e sub-luxações; Afecções da retina: congênitas, traumáticas, inflamatórias, tumores e descolamento; Afecções da órbita ... Traumatologia: fraturas, luxações, entorses, distensões, lesões ligamentares, lesões meniscais, artroplastias, ... Fraturas luxações do carpo; Fraturas do punho (Fratura de Colles); Lesões traumáticas da mão; Fraturas dos ossos do antebraço; ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-santa-helena-de-goias-go-167-vagas
*  Comparation between the technique of substitution of the round ligamentum by glycerin-preserved bubaline fascia lata implant...
TOMLINSON, J.L. Redução das luxações coxofemorais. In: BOJRAB, M.J. Técnicas atuais de cirurgia de pequenos animais. 3.ed. São ... As luxações coxofemorais surgem principalmente após traumatismo externo na pelve, sendo o tipo de luxação mais comum em cães, ... ANDRIOLI, L.G. Luxações coxofemorais traumáticas: análise da técnica de fixação transarticular e dos aspectos relacionados ao ... A redução aberta é indicada principalmente em animais com recidiva da luxação, em luxações com complicações, como fraturas e ...
  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Prefeitura de Praia Grande - SP
Fraturas e luxações do membro inferior; fraturas e luxações da coluna; fraturas e luxações da bacia; Fraturas e luxações na ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-praia-grande-sp-49-vagas

LuxaçãoLesão Bankart: Na ortopedia, uma lesão de Bankart é a lesão do labrum anterior da glenóide devido a repetidas (anterior) luxação do ombro. É uma indicação para a cirurgia e, muitas vezes acompanhado por uma lesão de Hill-Sachs, os danos à cabeça do úmero posterior.British United TractionSubluxação da cabeça do rádioOsteotomia: Osteotomia é o seccionamento cirúrgico de um osso, com o fim de corrigir uma restauração ou deformidade do esqueleto, ou por consolidação viciosa de fratura, ou por anomalias congênitas ou adquiridas. A osteotomia é empregada, por exemplo,visando à correção de uma deformidade da articulação do quadril.Fios de Kirschner: Os Fios de Kirschner ou K-fios ou pinos são esterilizados, afiados, feitos de aço inoxidável liso. Introduzidos em 1909 por Martin Kirschner, os fios são hoje amplamente utilizados em ortopedia e outros tipos de cirurgia médica e veterinária.Fratura de MonteggiaArco (desambiguação): * Arco (arma), arma portátil de metal, madeira ou outro material, destinada ao arremesso de setas ou de flechas.Articulação sinovial: As superfícies articulares dos ossos são protegidas por uma cartilagem fibrosa que confere resistência à superfície articular. As superfícies articulares estão então revestidas por uma camada de cartilagem que forma como que uma bolsa onde se encontra a articulação.Tornozelo: Em anatomia, chama-se tornozelo, tibio-társica à articulação entre a perna e o pé dos mamíferos e, em geral, de muitos vertebrados tetrápodes.Fratura do escafoideArtroscopia: Artroscopia (também chamada de cirurgia artroscópica) é um procedimento cirúrgico endoscópico minimamente invasivo através do qual se examina e, por vezes, se realiza o tratamento dos danos do interior de uma articulação. É realizada utilizando um artroscópio, um tipo de endoscópio que é inserido dentro da articulação através de uma pequena incisão.John HerbertMúsculo flexor curto do polegar: O músculo flexor curto do polegar é um músculo da mão.Osso navicular: O osso navicular ocorre na anatomia do homem e na do cavalo.Polietileno de baixa densidade: O Polietileno de baixa densidade ou LDPE (en.: Low density polyethylen) é um termoplástico à base de petróleo.John Mackey:
New York City, New York
Artrografia: Artrografia é uma radiografia a uma articulação.Síndrome de Osgood-SchlatterEnxerto médico: Na medicina, um enxerto é um procedimento cirúrgico para transplantar tecidos sem nutrição sanguínea. O tecido implantado deve obter a vascularização sanguínea a partir de um novo leito vascular, caso contrário este morre.


  • outros
  • Em atletas que sempre está em plena atividade, às luxações é fator de risco para outros inconvenientes, favorecendo a instabilidade do local lesionado, por isso a cirurgia é bem recomendada, porque esse procedimento reforça as estruturas que sustentam as articulações , fazendo com que a articulação lesionada não se torne facilmente luxada novamente. (blogspot.com)