Intoxicação Alcoólica: Síndrome cerebral aguda resultante da ingestão excessiva de ETANOL ou BEBIDAS ALCOÓLICAS.Alcoólicos: Pessoas que têm história de dependência física ou psicológica de ETANOL.Cirrose Hepática Alcoólica: FIBROSE do parênquima hepático devido ao excesso crônico de CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS.Hepatopatias Alcoólicas: Doenças hepáticas associadas com ALCOOLISMO. Geralmente se refere à coexistência de duas ou mais subentidades, i. é, FÍGADO GORDUROSO ALCOÓLICO, HEPATITE ALCOÓLICA e CIRROSE HEPÁTICA ALCOÓLICA.Hepatite Alcoólica: INFLAMAÇÃO do FÍGADO devido ao ALCOOLISMO. É caracterizada por NECROSE dos HEPATÓCITOS, infiltração de NEUTRÓFILOS e depósito de CORPOS DE MALLORY. Dependendo da gravidade, a lesão inflamatória pode ser reversível ou progredir para CIRROSE HEPÁTICA.Intoxicação por Água: Afecção resultante de retenção excessiva de água com depleção de sódio.Fígado Gorduroso Alcoólico: Infiltração lipídica das células do parênquima hepático devido ao abuso de álcool. As trocas gordurosas no fígado gorduroso alcoólico podem ser reversíveis dependendo da quantidade de TRIGLICERÍDEOS acumulado.Bebidas Alcoólicas: Líquidos bebíveis que contêm ETANOL.Pancreatite Alcoólica: INFLAMAÇÃO aguda ou crônica do PÂNCREAS devido ao CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS. A pancreatite alcoólica geralmente se apresenta como episódio agudo, mas é uma doença crônica progressiva em alcoólatras.Alcoolismo: Doença crônica, primária, com fatores genéticos, psicossociais e ambientais influenciando seu desenvolvimento e manifestações. A doença é geralmente progressiva e fatal. É caracterizada pela falta de controle sobre a bebida, pré-ocupação com a droga álcool, uso de álcool apesar das consequências adversas, e distorções no pensamento, negação notável. Cada um destes sintomas pode ser contínuo ou periódico.Alcoólicos Anônimos: Organização de autodenominados alcoólicos que se reúnem frequentemente para reforçar sua prática de abstinência.Etanol: Líquido claro e incolor que é rapidamente absorvido no trato gastrointestinal e distribuído por todo o corpo. Possui atividade bactericida e é frequentemente utilizado como desinfetante tópico. É amplamente utilizado como solvente e na preservação de preparações farmacológicas, bem como matéria-prima das BEBIDAS ALCOÓLICAS.Cardiomiopatia Alcoólica: Doença do MÚSCULO CARDÍACO resultante do consumo excessivo crônico de álcool. O dano no miocárdio pode ser causado por: (1) efeito tóxico de álcool, (2) desnutrição em alcoólatras, como DEFICIÊNCIA DE TIAMINA, ou (3) efeito tóxico de aditivos em bebidas alcoólicas, como COBALTO. Esta doença geralmente se manifesta por DISPNEIA e palpitações com CARDIOMEGALIA e insuficiência cardíaca congestiva (INSUFICIÊNCIA CARDÍACA).Temperança: Moderação habitual na indulgência de um apetite natural, especialmente, mas não exclusivamente, com relação ao consumo de álcool.Envenenamento: Afecção ou estado físico produzido por ingestão, injeção, inalação ou exposição a um agente nocivo.Neuropatia Alcoólica: Afecção em que o dano do sistema nervoso periférico (incluindo os elementos periféricos do sistema nervoso autonômo) está associado com ingestão crônica de bebidas alcoólicas. O transtorno pode ser causado por um efeito direto do álcool, uma deficiência nutricional associada, ou uma combinação de fatores. As manifestações clínicas incluem graus variados de fraqueza, ATROFIA, PARESTESIAS, dor, perda de reflexos, perda sensorial, diaforese e hipotensão postural.Psicoses Alcoólicas: Grupo de transtornos mentais associados com dano cerebral orgânico e causados por intoxicação alcoólica.Consumo de Bebidas Alcoólicas: Comportamentos associados à ingestão de bebidas alcoólicas, incluindo o ato de beber em situações sociais.Depressores do Sistema Nervoso Central: Grupo de drogas vagamente definido que tende a reduzir a atividade do sistema nervoso central. Os principais grupos aqui incluídos são o álcool etílico, anestésicos, hipnóticos e sedativos, narcóticos, e agentes tranquilizantes (antipsicóticos e ansiolíticos).Intoxicação por Plantas: Intoxicação pela ingestão de plantas ou suas folhas, frutos, raizes ou caules. As manifestações, tanto em humanos como em animais, variam no grau de severidade, desde leve até causar risco de morte. Em animais, especialmente animais domésticos, normalmente é o resultado da ingestão de fungos ou forragem fermentada.Intoxicação por Monóxido de Carbono: Asfixia tóxica devido ao deslocamento de oxigênio da oxiemoglobina pelo monóxido de carbono.Transtorno Amnésico Alcoólico: Transtorno mental associado com abuso crônico de etanol (ALCOOLISMO) e deficiências nutricionais caracterizadas por perda de memória a curto prazo, confabulações e distúrbios de atenção. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1139)Cerveja: Bebida alcoólica normalmente feita de grãos de cereal maltado (como cevada), aromatizada com lúpulo e preparada através de fermentação lenta.Overdose de Drogas: Uso acidental ou deliberado de um medicamento ou droga ilícita além da dosagem normal.Delirium por Abstinência Alcoólica: Transtorno mental orgânico agudo, induzido pela cessação ou redução no consumo crônico de álcool. Entre as características clínicas estão CONFUSÃO, DELUSÕES, ALUCINAÇÕES vívidas, TREMOR, agitação, insônia e sinais de hiperatividade autônoma (ex., aumento na pressão arterial e frequência cardíaca, pupilas dilatadas e diaforese). Ocasionalmente esta afecção pode ser fatal. Fora outrora chamada de delirium tremens. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1175)Encefalopatia de Wernicke: Transtorno neurológico agudo caracterizado pela tríade de oftalmoplegia, ataxia e distúrbios da atividade mental ou da consciência. Entre as anormalidades dos movimentos dos olhos estão nistagmo, paralisias do reto externo e olhar conjugado reduzido. A DEFICIÊNCIA DE TIAMINA e o ALCOOLISMO crônico são afecções associadas. Os sinais patológicos incluem hemorragias petéquicas periventriculares e colapso do neurópilo no diencéfalo e tronco encefálico. A deficiência crônica de tiamina pode levar à SÍNDROME DE KORSAKOFF. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp1139-42; Davis & Robertson, Textbook of Neuropathology, 2nd ed, pp452-3)Vinho: Suco fermentado de uvas frescas ou de outra fruta ou produtos de plantas usados como uma bebida.Antídotos: Antídoto: Agente que age contra ou neutralizam a ação de um VENENO. Homeódoto: Remédio homeopático utilizado para compensar as consequências sintomáticas do (ou a reação excessiva causada pelo) primeiro remédio.Fígado: Grande órgão glandular lobulado no abdomen de vertebrados responsável pela desintoxicação, metabolismo, síntese e armazenamento de várias substâncias.Intoxicação por MercúrioBebidas Energéticas: Bebidas consumidas como estimulantes e tônicos. Geralmente contêm uma combinação de CAFEÍNA com outras substâncias como suplementos vegetais, VITAMINAS, AMINOÁCIDOS e açúcar ou derivados de açúcar.Acetaldeído: Líquido incolor e inflamável utilizado na fabricação de ácido acético, perfumes e sabores. É também uma substância produzida no metabolismo do álcool. Possui efeito narcótico geral, além de causar irritação de mucosas. Altas doses podem causar morte por paralisia respiratória.Intoxicação por ChumboHemoperfusão: Remoção de toxinas ou metabólitos da circulação pela passagem de sangue, num adequado circuito extracorpóreo, sobre microcápsulas semipermeáveis contendo adsorventes (por exemplo, carvão mineral ativado) ou enzimas, outras preparações enzimáticas (por exemplo, microssomos aprisionados em gel, enzimas de membrana livres, ligadas a carreadores artificiais) ou outros adsorventes (por exemplo, várias resinas, agarose conjugada à albumina).Digitoxina: Glicosídeo cardíaco algumas vezes usado no lugar da DIGOXINA. Tem uma meia-vida mais longa do que a digoxina. Os efeitos tóxicos, que são similares aos da digoxina, duram mais tempo.Botulismo: Doença causada por potentes NEUROTOXINAS proteicas produzidas por CLOSTRIDIUM BOTULINUM que interferem com a liberação pré-sináptica de ACETILCOLINA na JUNÇÃO NEUROMUSCULAR. Entre as características clínicas estão dor abdominal, vômitos, PARALISIA aguda (incluindo paralisia respiratória), visão embaçada e DIPLOPIA. O botulismo pode ser classificado em vários subtipos (p.ex., transmitido por alimento, lactente, feridas e outros). (Tradução livre do original : Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1208)Hepatopatias: Processos patológicos do FÍGADO.Intoxicação Alimentar por Cogumelos: Intoxicação por ingestão de cogumelos, principalmente de variedades tóxicas, mas não restrita a essas.Álcoois: Compostos alquilos que contêm o grupo hidróxido. Eles são classificados de acordo com o átomo de carbono: álcoois primários, R-CH2OH; álcoois secundários, R2-CHOH e álcoois terciários, R3-COH. (Tradução livre do original: Grant & Hackh's Chemical Dictionary, 5th Ed)Transtornos do Sistema Nervoso Induzidos por Álcool: Transtornos neurológicos agudos e crônicos associados com os vários efeitos neurológicos do ETANOL. Os sítios primários da lesão incluem o cérebro e os nervos periféricos.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Síndrome de Abstinência a Substâncias: Sintomas fisiológicos ou psicológicos associados com abstinência do uso de uma droga, após administração ou hábito prolongado. O conceito inclui abstinência de fumar ou beber, como também abstinência de uma droga administrada.Paraquat: Composto dipiridílio venenoso usado como herbicidas de contato. O contato com soluções concentradas causa irritação da pele, fissuração e perda das unhas e um prazo prolongado na cicatrização de cortes e feridas.Metanol: Líquido incolor e inflamável utilizado na fabricação do FORMALDEÍDO e do ÁCIDO ACÉTICO, na síntese química, como anticongelante e como solvente. A ingestão de metanol é tóxica e pode causar cegueira.Cirrose Hepática: A doença hepática na qual a microcirculação normal, a anatomia vascular no geral, e a arquitetura hepática têm sido destruídas e alteradas de modo variado por septos fibrosos ao redor de nódulos parenquimatosos regenerados ou em regeneração.Rhododendron: Gênero de plantas da família ERICACEAE.Ricina: Fototoxina proteica derivada das sementes de Ricinus communis, a planta do óleo de rícino. Aglutina células, é proteolítica e causa inflamação letal e hemorragia se ingerida.Citocromo P-450 CYP2E1: Enzima dependente do citocromo P-450 induzida por etanol que metaboliza vários pré-carcinógenos, drogas e solventes a metabólitos reativos. Os substratos incluem ETANOL, ANESTÉSICOS INALATÓRIOS, BENZENO, ACETAMINOFEN e outros compostos de baixo peso molecular. A CYP2E1 tem sido usada como um marcador enzimático no estudo do abuso de álcool.Intoxicação por Organofosfatos: Intoxicação devida à exposição a COMPOSTOS ORGANOFOSFORADOS, como ORGANOFOSFATOS, ORGANOTIOFOSFATOS e ORGANOTIOFOSFONATOS.Evolução Fatal: Morte resultante da presença de uma doença em um indivíduo, como mostrado por um único caso relatado ou um número limitado de pacientes. Deve ser diferenciado de MORTE, a interrupção fisiológica da vida e de MORTALIDADE, um conceito epidemiológico ou estatístico.Doença Hepática Induzida por Drogas: Variação de doenças hepáticas clínicas que vão desde anormalidades bioquímicas brandas até FALÊNCIA HEPÁTICA AGUDA, causada por medicamentos (ou drogas), metabólitos de medicamentos (ou drogas) e compostos químicos do ambiente.Aspartato Aminotransferases: Enzimas da classe das transferases que catalisam a conversão de L-aspartato e 2-cetoglutarato em oxaloacetato e L-glutamato. EC 2.6.1.1.Intoxicação por Cádmio: Intoxicação que ocorre após exposição aos compostos ou fumos de cádmio. Pode causar síndromes gastrintestinais, anemia ou pneumonite.Herbicidas: Pesticidas usados para destruir a vegetação indesejada, especialmente vários tipos de ervas daninhas, gramas (POACEAE) e plantas lenhosas. Algumas plantas desenvolvem RESISTÊNCIA A HERBICIDA.Testes de Função Hepática: Testes sanguíneos usados para avaliar o quão bem o fígado de um paciente está trabalhando e também para ajudar a diagnosticar doenças hepáticas.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Toxinas Botulínicas: Proteínas tóxicas produzidas pela espécie CLOSTRIDIUM BOTULINUM. As toxinas são sintetizadas como uma única cadeia peptídica que é então processada em uma proteína madura consistindo de uma cadeia pesada e uma leve, unidas por ligação dissulfeto. A cadeia leve da toxina botulínica é uma protease dependente de zinco que é liberada da cadeia pesada por ENDOCITOSE em TERMINAÇÕES PRÉ-SINÁPTICAS. Uma vez dentro da célula, a cadeia leve da toxina botulínica cliva proteínas SNARE específicas que são essenciais para a secreção de ACETILCOLINA por VESÍCULAS SINÁPTICAS. Esta inibição da liberação de acetilcolina resulta em PARALISIA muscular.Abstinência de Álcool: Não consumo de BEBIDAS ALCOÓLICAS.Toxina Diftérica: Polipeptídeo que ribolisa o ADP produzido por CORYNEBACTERIUM DIPHTHERIAE, causadora de sinais e sintomas de DIFTERIA. A toxina pode ser quebrada em dois domínios desiguais: o menor, o domínio catalítico A é o fragmento letal que contém a MONO(ADP RIBOSE) TRANSFERASE que transfere a ADP RIBOSE ao FATOR 2 DE ELONGAÇÃO DE PEPTÍDEOS, inibindo, deste modo, a síntese proteica; e o domínio B maior, que é necessário para entrar nas células.Reativadores da Colinesterase: Drogas usadas para reverter a inativação da colinesterase causada por organofosforados ou sulfonatos. São um componente importante da terapia nos envenenamentos agrícolas, industriais e militares, por organofosforados e sulfonatos.Mel: Comida líquida e doce produzida nas bolsas de mel de várias abelhas a partir do néctar coletado das flores. O néctar é amadurecido em mel por inversão de seu açúcar de sacarose em frutose e glucose. É um pouco ácido e tem propriedades antissépticas moderadas e às vezes é usado no tratamento de queimaduras e lacerações.Síndromes Neurotóxicas: Transtornos neurológicos causados pela exposição a substâncias tóxicas através da ingestão, aplicação cutânea ou outro método. Estes incluem afecções causadas por agentes biológicos, químicos e farmacêuticos.Oxibato de Sódio: Sal sódico do ácido 4-hidroxibutírico. Utilizado tanto para a indução quanto para a manutenção da ANESTESIA.Alanina Transaminase: Enzima que catalisa a conversão de L-alanina e 2-oxoglutarato a piruvato e L-glutamato. EC 2.6.1.2.Toxinas Bacterianas: Substâncias tóxicas formadas nas bactérias (ou elaboradas por elas). Geralmente são proteínas de massa molecular e antigenicidade elevadas, sendo algumas usadas como antibióticos e outras em testes cutâneos para detectar a presença de doenças ou para avaliar a susceptibilidade a elas.Filho de Pais Incapacitados: Criança com um ou mais pais atormentados por um transtorno físico ou mental.Substâncias para a Guerra Química: Substâncias químicas usadas para causar transtornos, doenças ou morte em seres humanos durante a GUERRA.Etilenoglicol: Álcool di-hidroxilado incolor, inodoro e viscoso. Possui um sabor adocicado, porém é venenoso se ingerido. Etilenoglicol é o glicol mais importante disponível comercialmente e é produzido em larga escala nos Estados Unidos. É utilizado como líquido refrigerante, em fluidos hidráulicos e na manufatura de dinamites de baixo congelamento e resinas.Hialina: Substância eosinófila, clara, homogênea e desestruturada que ocorre na degeneração patológica dos tecidos.Álcool Desidrogenase: Enzima contendo zinco que oxida álcoois primários e secundários ou hemiacetais na presença de NAD. Na fermentação alcoólica, catalisa a etapa final de redução de um aldeído a um álcool na presença de NADH e hidrogênio.Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool: Transtornos relacionados ou resultado por abuso ou mau uso de álcool.Doenças Transmitidas por Alimentos: 1) Doença aguda que geralmente afeta o TRATO GASTROINTESTINAL, ocasionada pelo consumo de comida ou bebida contaminada. A maioria destas doenças é infecciosa, causada por uma grande variedade de bactérias, vírus ou parasitas que podem ser transmitidos por alimento. Algumas vezes as doenças são causadas por toxinas prejudiciais dos micróbios ou outra substância química presente na comida. Principalmente no último caso, a afecção é com frequência chamada de intoxicação alimentar. (MeSH) 2) Efeitos nocivos que surgem após a ingestão de alimentos resultantes da: l - contaminação por bactéria patogênica; 2 - produtos tóxicos de fungos e bactérias; 3 - reações alérgicas a determinadas proteínas ou outros componentes do alimento ou; 4 - contaminantes químicos.Coma: Estado profundo de inconsciência associado a depressão da atividade cerebral da qual o indivíduo não pode ser despertado. O coma geralmente ocorre quando há disfunção ou lesão envolvendo ambos os hemisférios cerebrais ou a FORMAÇÃO RETICULAR do tronco cerebral.Rabdomiólise: A necrose ou a desintegração do músculo esquelético frequentemente seguida por mioglobinuria.Intoxicação por Frutos do Mar: Envenenamento por toxinas presentes em moluscos bivalves que foram ingeridos. Reconhecem-se quatro tipos distintos de intoxicação por mexilhões, de acordo com a toxina envolvida.Intoxicação do Sistema Nervoso por Mercúrio: Transtornos neurológicos associados com exposição as formas orgânica e inorgânica de MERCÚRIO. A intoxicação aguda pode estar associada com distúrbios gastrointestinais, alterações do estado mental e PARAPARESIA. A exposição crônica ao mercúrio inorgânico, normalmente ocorre nos trabalhadores industriais e se manifesta por confusão mental, alterações comportamentais proeminentes (incluindo psicose), DISCINESIAS e NEURITE. A intoxicação por alquil mercúrio pode ocorrer através da ingestão de frutos do mar ou grãos contaminados e seus sinais característicos incluem POLINEUROPATIA, ATAXIA, perda visual, NISTAGMO PATOLÓGICO e SURDEZ. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1997, Ch20, pp10-15)Psicoses Induzidas por Substâncias: Transtornos mentais orgânicos psicóticos, resultantes do efeito tóxico de drogas e substâncias químicas, ou outras substâncias dolosas.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Pelagra: Doença devida à deficiência de NIACINA (vitamina do complexo B) ou seu precursor TRIPTOFANO. É caracterizada por DERMATITE esfoliativa que está frequentemente associada com DIARREIA e DEMÊNCIA (os três 'D's).Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias: Transtornos relacionados ao abuso de substâncias.Fígado Gorduroso: Infiltração lipídica das células parenquimatosas hepáticas, resultando em um fígado de coloração amarelada. O acúmulo anormal de lipídeos, normalmente é sob forma de TRIGLICERÍDEOS, como uma única gota grande ou múltiplas gotículas. O fígado gorduroso é causado por um desequilíbrio no metabolismo de ÁCIDOS GRAXOS.Metomil: Inseticida carbamato com atividade anticolinesterase.Dissuasores de Álcool: Substâncias que interferem no metabolismo do álcool etílico, causando efeitos colaterais desagradáveis. Acredita-se que estes efeitos desagradáveis desencorajam a ingestão de bebidas alcoólicas. Os dissuasores de álcool são usados no tratamento do alcoolismo.Toxicologia Forense: Aplicação do conhecimento em TOXICOLOGIA às questões de direito.Intoxicação por Tetracloreto de CarbonoCarbonato de Lítio: Sal de lítio, classificado como um agente estabilizador de humor. O íon lítio altera o metabolismo das MONOAMINAS BIOGÊNICAS no SISTEMA NERVOSO CENTRAL e afeta múltiplos sistemas de neurotransmissão.4-Hidroxicumarinas: Substâncias encontradas em muitas plantas, contendo o radical 4-hidroxicumarina. Interferem com a vitamina K e o mecanismo de coagulação do sangue, são fortemente ligadas a proteínas, inibem enzimas mitocondriais e microssomais, e são usadas como anticoagulantes orais.Antitoxina Botulínica: Antissoro administrado terapeuticamente no BOTULISMO.Sarina: Composto éster organofosforado que produz inibição potente e irreversível da colinesterase. É tóxico ao sistema nervoso e é um agente químico de guerra.Toxinas Botulínicas Tipo A: Sorotipo de toxina botulínica com especificidade para clivagem da PROTEÍNA 25 ASSOCIADA A SINAPTOSSOMA.Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas: Técnica microanalítica que combina espectrometria de massas e cromatografia gasosa para determinação qualitativa e quantitativa de compostos.Carvão Vegetal: Forma amorfa de carbono preparada a partir da combustão incompleta de material combustível de origem animal ou vegetal, por exemplo, madeira. O carvão vegetal ativado é utilizado no tratamento de intoxicações. (Tradução livre do original: Grant & Hackh's Chemical Dictionary, 5th ed)Tentativa de Suicídio: Tentativa fracassada de matar a si mesmo.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.2-Propanol: Isômero do 1-PROPANOL. Apresenta-se como um líquido incolor com propriedades desinfetantes. É utilizado na manufatura da acetona e seus derivados e como solvente. Topicamente, é utilizado como antisséptico.Ratos Wistar: Linhagem de ratos albinos desenvolvida no Instituto Wistar e que se espalhou amplamente para outras instituições. Este fato diluiu marcadamente a linhagem original.Doença Aguda: Doença relativamente grave de curta duração.Pancreatite: INFLAMAÇÃO do PÂNCREAS. A pancreatite é classificada como aguda, a menos que haja uma tomografia computadorizada ou achados de colangiopancreatografia endoscópica retrógrada que indiquem PANCREATITE CRÔNICA (Simpósio Internacional de Pancreatite Aguda, Atlanta, 1992). As duas formas mais comuns de pancreatite aguda são PANCREATITE ALCOÓLICA e pancreatite por cálculo biliar.Inibidores da Colinesterase: Drogas que inibem as colinesterases. O neurotransmissor ACETILCOLINA é rapidamente hidrolisado, e portanto inativado, pelas colinesterases. Quando as colinesterases são inibidas, a ação da acetilcolina liberada endogenamente nas sinapses colinérgicas é potencializada. Os inibidores da colinesterase são muito usados clinicamente pela sua potenciação das entradas colinérgicas para o trato gastrointestinal e a bexiga urinária, os olhos e músculos esqueléticos. Também são usados por seus efeitos no coração e no sistema nervoso central.Terapia Aversiva: Tratamento que suprime o comportamento indesejável expondo o sujeito simultaneamente a consequências desagradáveis.Medicina Legal: Aplicação do conhecimento médico às perguntas da lei.Simarouba: Gênero de plantas (família SIMAROUBACEAE) cujos membros produzem quassinoides.Chumbo: Metal azul-acinzentado macio com sais venenosos de símbolo Pb, número atômico 82, peso atômico 207,19. (Dorland, 28a ed)Ergotismo: Intoxicação causada pela ingestão de grãos ergotizados ou pelo uso mal direcionado ou excessivo do fungo Claviceps [ergot] como medicamento.Toxinas Marinhas: Substâncias tóxicas ou venenosas elaboradas pela flora ou fauna marinhas, compreendendo venenos ou toxinas específicos e caracterizados, para as quais não há mais título específico (como as de PEIXES venenosos).Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Acetaminofen: Derivado analgésico e antipirético da acetanilida. Possui fracas propriedades anti-inflamatórias e é utilizado como analgésico comum, porém pode causar lesão renal, hepática e em células do sangue.Euforia: Sentimento exagerado de bem-estar emocional e físico que não condiz com o estímulo ou os eventos presentes; geralmente de origem psicológica, mas também é encontrado em afecções cerebrais orgânicas e nos estados tóxicos.

*  Intoxicação alcoólica associada a perda de memória em estudantes universitários | ALERT® ONLINE - PT

No entanto, 'se a intoxicação alcoólica, na verdade, compromete a capacidade de executar tarefas de memória, inclusive até dias ... Um estudo recente relaciona a intoxicação alcoólica em estudantes universitários com uma diminuição da capacidade de recordar ...

*  Perturbações da marcha - Wikipédia, a enciclopédia livre

Intoxicação alcoólica;. *Lesão cerebral;. *Danos às células nervosas do cerebelo;. *Medicamentos (ex: fenitoína); ...

*  APOSTILA DE CLINICA MÉDICA

intoxicação alcoólica. Encorajar mobilização no leito e atividade física conforme tolerado. 3. escarro ferruginoso. Aspirar ... Esteatohepatite não alcoólica (esteatose hepática. sem causa definida. impotência.O alcoolismo. aumento das mamas dos homens. ... anabolizantes (hormônios usados para melhorar o desempenho físico . maior é o risco de hepatite alcoólica e cirrose. varia de ... Outro tipos de Hepatites: Álcool: uso abusivo de qualquer tipo de bebida alcoólica. Ainda rara no Brasil. Autoimune: algumas ...

*  Warrant (banda dos Estados Unidos) - Wikipedia

Lane morreu por causa de uma intoxicação alcoólica. Robert Mason - vocal e violão (2008-presente) Erik Turner - guitarra, vocal ...

*  Jani Lane - Wikipedia

Lane morreu por causa de uma intoxicação alcoólica.. ...

*  Protocolo Integrado de Saude Mental

Primeira escolha: Intoxicação alcoólica aguda; Abstinência de álcool ou de drogas hipnótico sedativas; Intoxicação por cocaína ... Intoxicação alcoólica aguda grave (coma alcoólico); Intoxicação por outras drogas; Traumatismo crânio-encefálico com sinais de ... recaídas ou intoxicação alcoólica e suas conseqüências, construindo estratégias para reconhecê-las e evitá-las; • Modificar, ... intoxicação anfetamínica, intoxicação por cocaína, estados de ansiedade, mania Excesso de insulina, muitas vezes complicada, ...

*  Zoopsia - Wikipedia

Trata-se de uma perturbação frequente no decurso de uma intoxicação alcoólica. Os animais visualizados podem ser ...

*  Cólica Nefrética | dos Sintomas ao Diagnóstico e Tratamento | MedicinaNET

Raros: hiponatremia, intoxicação hídrica, convulsão, anafilaxia, trombose. Absolutas: doença de von Willebrand tipo IIB, ... Relativos: DPOC, doença biliar, intoxicação alcoólica. Combinações. Acetaminofeno + Codeína. 500 mg de acetaminofeno + 30 mg de ...

*  Metformina 500mg c/ 30 Comprimidos Genérico Prati Donaduzzi - Farma Delivery

Intoxicação alcoólica aguda. Descompensaçãocetoacidótica, pré-coma diabético. Hipersensibilidade a qualquer um dos componentes ...

*  Veja 5 dicas para você ter mais saúde neste carnaval - CidadeVerde.com

Entre os perigos do consumo abusivo de bebidas alcoólicas estão: intoxicação alcoólica; gastrite aguda; vômitos; pancreatite e ... que são os que mais provocam intoxicação alimentar", explica a nutricionista Ana Paula Cruz, do Complexo Hospitalar de Niterói ...

*  Hipotermia - Wikipedia

Comumente isso inclui intoxicação alcoólica, mas também pode incluir níveis baixos de açúcar no sangue, anorexia, idade ...

*  PT contratou pai-de-santo contra impeachment de Dilma

A causa oficial da morte de Bon Scott foi "intoxicação alcoólica aguda" e "morte por descuido". Nada de "Vingança de Deus". Há ...

*  GLIFAGE 500MG C/30

... intoxicação alcoólica aguda. Descompensação cetoacidótica, pré-coma diabético. Reconhecida hipersensibilidade a qualquer um dos ...

*  dificuldade para evacuar, com gases no intestino grosso

Intoxicação Alcoólica. 1. + +. 320. Linfoma Difuso de Grandes Células B. 1. + +. 321. Adenocarcinoma Mucinoso. 1. + +. ...

*  ESTUDO PARA DIÁCONO

... há um paralelo entre a intoxicação alcoólica e o ser cheio ou pleno do Espírito. Quando alguém se ...

*  A fundação em memória de Amy Winehouse que ajuda dependentes químicas - 23/02/2017 - UOL Estilo de vida

Amy Winehouse teve uma longa batalha contra a dependência e morreu aos 27 anos de intoxicação alcoólica Imagem: Getty Images. ... Winehouse morreu aos 27 anos em julho de 2011 de intoxicação por álcool. Ela tinha lutado anteriormente contra sua dependência ...

*  Teologia - Casos - Wistemy

Intoxicação alcoólica e hipoglicemia:. Como já foi visto antes o álcool etílico, principal componente das bebidas alcoólicas, é ... A hipoglicemiaprde produzirmuitos dos comportamentos associados à intoxicação alcoólica - agitação, julgamento dinimuído e ...

*  Medicina, Mitos & Verdades | O QUE LEVA UMA PESSOA AO SUICÍDIO?

Intoxicação alcoólica precedendo a tentativa; • A presença de uma arma de fogo em casa é o mais poderoso fator, principalmente ... A intoxicação por álcool é um potente fator no momento da morte. Três características marcam o ato suicida praticado por ... tabagismo excessivo e intoxicação por álcool, e pobre gerenciamento da rotina dos filhos por parte dos pais. ...

*  O paciente com tontura - Elliot M. Frohman MD PhD | MedicinaNET

... intoxicação alcoólica), muda de direção - movimento para a esquerda com o olhar fixo à esquerda; movimento para a direita no ... intoxicação por tolueno, perda visual adquirida e doença de Pelizaeus-Mertzbacher ...

*  Glifage XR 750mg 30's | Comprar Glifage XR 750mg 30's pelo melhor preço

Insuficiência hepatocelular, intoxicação alcoólica aguda, alcoolismo crônico;. • Descompensaçãoceto-acidótica, pré-coma ...

*  Droga alucinógena - Wikipedia

... a exemplo da clássica visão dupla induzida pela intoxicação alcoólica ou por grandes doses de café tal como recentemente se ...

*  Mergulho autônomo - Wikipedia

... à intoxicação alcoólica, em mergulhadores que respiram alta pressão de gás em mergulho profundo. O mecanismo é similar ao óxido ... Intoxicação por oxigênio ocorre quando o oxigênio no corpo excede a "pressão parcial" segura (PPO2). Em casos extremos ela ... Intoxicação por oxigênio pode ser prevenida nunca mergulhando além da profundidade máxima para determinado gás. Para mergulhos ...

*  Epistaxe - Wikipedia

... entre outras Intoxicação alcoólica (devido à vasodilatação) Alergias Discrasia sanguínea Falência cardíaca (devido a um aumento ...

*  Godide - Wikipedia

... aparentemente vítima de uma intoxicação alcoólica. Mangua, que fora educado durante alguns anos na Escola de Artes e Ofícios ...

*  Notícias Policiais do PR: Novembro 2009

"Não foi uma intoxicação, apenas uma reação à droga... Não quero nem imaginar o teria acontecido. se os teus dedos tivessem ... "Em depoimento, ele confessou o crime e disse que estava sob o efeito de crack e de bebida alcoólica. A elucidação desse crime ...

Embriaguez: Embriaguez é o nome dado ao torpor e intoxicação causados pelo consumo excessivo de algumas drogas, sobretudo o álcool. Por vezes, a abuso do álcool acaba se tornando um forte agravante da violência doméstica.Hepatite alcoólica: Hepatite alcoólica é a hepatite (inflamação do fígado) devido ao consumo excessivo de álcool. Embora distinta cirrose, a hepatite alcóolica é considerada como o primeiro estágio da doença hepática alcoólica.BeberHistória do consumo de álcoolAlcoolismoÁlcool combustível: direita|thumb|Informação em uma bomba de combustível na [[Califórnia.]]Baeometra: Baeometra é um género botânico pertencente à família Colchicaceae.Chope: O chope (do alemão Schoppen, "copo de meio litro", pelo francês chope) é como se denomina, no Brasil, a cerveja com ou sem pasteurização, servida a partir de barris sob pressão, que em Portugal recebe o nome de fino ou imperial.Wernicke: Wernicke:Vinho de arroz: Vinho de arroz é uma designação aplicada a diversas bebidas alcoólicas fermentadas produzidas a partir de arroz, muito populares na Ásia, principalmente como ingredientes culinários. "Rice wine" no site de ingredientes culinários da BBCAntídoto: Antídoto é uma substância ou mistura que neutraliza os efeitos de um veneno.Espaço de Disse: thumbEtanalDigitoxina: Digitoxina é um fármaco utilizado pela medicina como cardiotônico e antiarrítimico. É um glicosídeo cardiotônico derivado dos vegetais Digitalis purpurea e da Digitalis lanata.BotulismoGyromitra: Gyromitra é um género de fungos ascomicetes encontrado no hemisfério norte. O seu membro mais famoso é o controvrso G.Classificação de Child-Pugh: Na medicina (gastroenterologia), a classificação de Child-Pugh, também conhecida como classificação de Child-Turcotte-Pugh, é usada para avaliar o prognóstico da doença hepática crônica, principalmente da cirrose. Embora tenha sido usado originalmente para predizer a mortalidade durante a cirurgia, a escala é usada atualmente para determinar o prognóstico, assim como a necessidade de transplante hepático.Azálea: A azálea é um arbusto de flores classificadas no gênero dos rododendros, existem azáleas de folhas caducas e azáleas perenes. É um dos símbolos da cidade de São Paulo, assim declarado pelo prefeito Jânio Quadros.Éster fosfatoTransaminase: #REDIRECT transaminaçãoDoença de itai-itai: Doença de itai-itai ou doença dói-dói é a denominação dada ao envenenamento de centenas de pessoas por cádmio ocorrido no Japão junto ao Rio Jintsu. O termo Itaí-itai, traduzido do japonês para o português, significa dói-dói ou também ai-ai e se deve à principal queixa do paciente: dor causada por fraturas inexplicáveis dos ossos.Herbicida: Herbicida (de acordo com a etimologia: herbi, erva, e cida matar) é um produto químico utilizado na agricultura para o controle de ervas classificadas como daninhas. Os herbicidas constituem um tipo de pesticida.Neurotoxicidade: Neurotoxicidade ocorre quando a exposição a substâncias tóxicas naturais ou artificiais, chamadas neurotoxinas, altera a atividade normal do sistema nervoso de tal forma que causa danos ao tecido nervoso. Tal pode, eventualmente, levar à morte dos neurónios, células-chave que transmitem e processam sinais no cérebro e noutras partes do sistema nervoso.Alanina aminotransferase: A alanina aminotransferase (ALT), ou alanina transaminase, também conhecida como transaminase glutâmico pirúvica (TGP), é uma enzima transaminase.VXÁlcool desidrogenase: Álcool desidrogenases (ADH) são um grupo de enzimas desidrogenases que ocorrem em muitos organismos e facilitam a interconversão entre alcoóis e aldeídos ou cetonas com a redução de dinucleotídeos de adenina nicotinamida(NAD+ a NADH). Nos seres humanos e muitos outros animais, ADHs servem para quebrar álcoois que de outra forma são tóxicos, e que também participam na geração de aldeído útil, cetona, ou grupos álcool durante a biossíntese de vários metabólitos.RabdomióliseMinamata: Minamata (水俣市 -shi) é uma cidade japonesa localizada na província de Kumamoto.PelagraDipsomania: Dipsomania (do grego dípsa, sede, e manía, loucura, mania) é o impulso ininterrupto e irresistível de ingerir bebidas alcoólicas.Fígado gordurosoNitrato de lítioMatsumoto: Matsumoto (松本) é um nome japonês que se pode referir a :Suicídio por queima de carvãoPancreatiteRimonabanto: Rimonabant ou rimonabanto é um fármaco que era utilizado para redução do peso e afinamento da cintura. Em Abril de 2006 o laboratório Sanofi-Aventis anunciou a venda do medicamento no Brasil.


morreu

  • Lane morreu por causa de uma intoxicação alcoólica. (wikipedia.org)
  • Winehouse morreu aos 27 anos em julho de 2011 de intoxicação por álcool. (uol.com.br)