Insuficiência Vertebrobasilar: Redução difusa ou localizada do fluxo sanguíneo através do sistema arterial vertebrobasilar, que nutre o TRONCO ENCEFÁLICO, CEREBELO, LOBO OCCIPITAL, LOBO TEMPORAL médio e TÁLAMO. Entre os sinais clínicos característicos estão SÍNCOPE, Sensação de Cabeça Leve, distúrbios visuais e VERTIGENS. Os INFARTOS DO TRONCO ENCEFÁLICO ou outros INFARTOS ENCEFÁLICOS podem estar associados.Artéria Vertebral: Primeiro ramo da ARTÉRIA SUBCLÁVIA que se distribui para os músculos do PESCOÇO, VÉRTEBRAS, MEDULA ESPINAL, CEREBELO e interior do CÉREBRO.Síndrome do Roubo Subclávio: Redução clinicamente significante do suprimento de sangue para o TRONCO ENCEFÁLICO e CEREBELO (i. é, INSUFICIÊNCIA VERTEBROBASILAR), resultante da reversão do fluxo sanguíneo através da ARTÉRIA VERTEBRAL devido à oclusão ou estenose da artéria braquiocefálica ou subclávia proximal. Entre os sintomas comuns estão VERTIGEM, SÍNCOPE e CLAUDICAÇÃO INTERMITENTE da extremidade superior envolvida. O roubo subclávio também pode ocorrer em indivíduos assintomáticos. (Tradução livre do o original: J Cardiovasc Surg 1994;35(1):11-4; Acta Neurol Scand 1994;90(3):174-8)Artéria Subclávia: Artéria que do lado direito se origina do tronco braquiocefálico, e do lado esquerdo se origina do arco da aorta. Dirige-se para o pescoço, parede torácica, medula espinhal, cérebro, meninges e membros superiores.Artéria Basilar: Artéria formada pela união das artérias vertebrais direita e esquerda. Corre da parte inferior para a parte superior da ponte, onde se bifurca em duas artérias cerebrais posteriores.Vertigem: Ilusão de movimento, tanto do mundo externo girando em volta do indivíduo ou do indivíduo girando no espaço. Vertigem pode estar associada com transtornos da ORELHA INTERNA, NERVO VESTIBULAR, TRONCO ENCEFÁLICO ou CÓRTEX CEREBRAL. As lesões no LOBO TEMPORAL e LOBO PARIETAL podem ser associadas com ataques focais que podem apresentar vertigem como manifestação ictal. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp300-1)Angiografia Cerebral: Radiografia do sistema vascular do cérebro, após injeção de um meio de contraste.Arteriopatias Oclusivas: Processos patológicos que resultam de obstrução parcial ou completa das ARTÉRIAS. São caracterizados por grande redução ou ausência de fluxo sanguíneo através destes vasos. Também são conhecidos como insuficiência arterial.Insuficiência Adrenal: Afecções nas quais a produção de CORTICOSTEROIDES adrenais encontra-se abaixo das necessidades do corpo. A insuficiência suprarrenal pode ser causada por defeitos nas GLÂNDULAS SUPRARRENAIS, HIPÓFISE ou HIPOTÁLAMO.Insuficiência Renal: Afecções nas quais os rins (RIM) apresentam atividade abaixo do nível normal em excretar resíduos, concentrar URINA e manter o EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO, PRESSÃO ARTERIAL e o metabolismo de CÁLCIO. A insuficiência renal pode ser classificada pelo grau de lesão ao rim (conforme medido pelo nível de PROTEINURIA) e redução na TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR.Insuficiência Venosa: Fluxo de sangue venoso prejudicado ou retorno venoso (estase venosa), geralmente causado por valvas venosas inadequadas. Com frequência, a insuficiência venosa ocorre nas pernas e está associada com EDEMA e, às vezes, com ÚLCERA POR ESTASE VENOSA nos quadris.Aneurisma Intracraniano: Bolsa externa anormal na parede de vasos sanguíneos intracranianos. Os aneurismas saculares (em grãos) são os mais comuns e estão localizados em pontos das ramificações no CÍRCULO ARTERIAL DO CÉREBRO na base do encéfalo. A ruptura resulta em HEMORRAGIA SUBARACNOIDE ou HEMORRAGIAS INTRACRANIANAS. Os aneurismas gigantes (maiores que 2,5 cm de diâmetro) podem comprimir as estruturas adjacentes, incluindo o NERVO OCULOMOTOR (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p841).Insuficiência Pancreática Exócrina: Estado em que ocorre má absorção resultante de uma redução superior a 10 por cento da secreção de enzimas digestivas pancreáticas (LIPASE, PROTEASES e AMILASE) pelo PÂNCREAS EXÓCRINO no DUODENO. Esta afecção é frequentemente associada à FIBROSE CÍSTICA e à PANCREATITE CRÔNICA.Dissecação da Artéria Vertebral: Separação da parede do vaso na ARTÉRIA VERTEBRAL. A hemorragia intersticial para a média da parede do vaso pode levar a oclusão da artéria vertebral, formação de aneurisma, ou TROMBOEMBOLIA. A dissecação da artéria vertebral está frequentemente associada com TRAUMA e lesões à região cabeça-pescoço, mas pode ocorrer de forma espontânea.Insuficiência Placentária: Insuficiência da PLACENTA em garantir um suprimento adequado de nutrientes e OXIGÊNIO ao FETO.Angiografia por Ressonância Magnética: Método não invasivo de imagem e determinação da anatomia vascular interna sem injeção de um meio de contraste ou exposição à radiação. A técnica é utilizada especialmente em ANGIOGRAFIA CEREBRAL assim como em estudos de outras estruturas vasculares.Angiografia Digital: Método de delinear vasos sanguíneos por subtrair a imagem de um tecido de uma imagem de um tecido acrescida de um contraste intravascular que atenua os fótons de raio x. A imagem é determinada de uma imagem digitalizada feita poucos minutos antes da injeção do contraste. O angiograma resultante é uma imagem de alto contraste do vaso. Esta técnica de subtração permite a extração de um sinal de alta intensidade de uma informação sobreposta em segundo plano. A imagem é então o resultado da absorção diferencial dos raios x por diferentes tecidos.Infarto da Artéria Cerebral Posterior: NECROSE induzida por ISQUEMIA no sistema de distribuição da ARTÉRIA CEREBRAL POSTERIOR que abastece porções do TRONCO ENCEFÁLICO, TÁLAMO, LOBO TEMPORAL e LOBO OCCIPITAL. Dependendo do tamanho e localização do infarto, as características clínicas incluem TRANSTORNOS DO OLFATO e problemas visuais (AGNOSIA, ALEXIA, HEMIANOPSIA).Ataque Isquêmico Transitório: Breves episódios reversíveis de disfunção isquêmica focal, não convulsiva do cérebro, tendo uma duração de menos de 24 horas, e normalmente menos de uma hora, causados por oclusão ou estenose de vasos sanguíneos embólicos ou trombóticos transitórios. Os eventos podem ser classificados pela distribuição arterial, padrão temporal ou etiologia (ex. embólica versus trombótica).Arteriosclerose Intracraniana: Doenças vasculares caracterizadas por engrossamento e endurecimento das paredes de ARTÉRIAS dentro do CRÂNIO. Há três subtipos: 1) aterosclerose com depósitos de gorduras na ÍNTIMA ARTERIAL, 2) esclerose de Monckeberg com depósitos de cálcio na camada média e 3) arteriolosclerose envolvendo artérias de pequeno calibre. Entre os sinais clínicos estão CEFALEIA, CONFUSÃO, cegueira transitória (AMAUROSE FUGAZ), deficiência na fala, e PARESIA.Osso Petroso: Parte densa (semelhante à pedra) do osso temporal contendo a ORELHA INTERNA. O osso petroso está localizado na base do crânio. Às vezes, está associado com o PROCESSO MASTOIDE e chamado parte petromastoide do osso temporal.Neuralgia do Trigêmeo: Síndrome caracterizada por episódios recorrentes de dor lancinante, que dura vários segundos ou mais, na distribuição sensorial do NERVO TRIGÊMEO. A dor pode se iniciar por estimulação dos pontos-gatilho no rosto, lábios ou bochechas ou por movimentos dos músculos faciais, como mascar. Entre as afecções associadas estão ESCLEROSE MÚLTIPLA, anomalias vasculares, ANEURISMAS e neoplasias. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p187)Ecoencefalografia: Utilização de ultrassom refletido no diagnóstico de processos patológicos intracranianos.

*  O paciente com tontura - Elliot M. Frohman MD PhD | MedicinaNET

Insuficiência vertebrobasilar. Dois terços dos pacientes com insuficiência vertebrobasilar se queixarão de tontura em algum ... Como a insuficiência vertebrobasilar é potencialmente prejudicial à vida, deve ser ativamente excluída como causa de tontura em ... Em pacientes com insuficiência vertebrobasilar estabelecida, um aspecto crítico da terapia é a redução dos fatores de risco ... É importante reconhecer que a vestibulopatia associada à insuficiência vertebrobasilar pode ser resultante de uma isquemia no ...
medicinanet.com.br/conteudos/acp-medicine/4760/o_paciente_com_tontura_–_elliot_m_frohman_md_phd.htm

*  Vertigem - Wikipedia

Quando a circulação sangüínea dessa área do cérebro é comprometida (distúrbio denominado insuficiência vertebrobasilar), o ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Vertigem

*  DOPLER TRANSCRANIANO - Dra. Viviane Flumignan Zetola - NEUROLOGIA

diagnóstico de insuficiência vertebro-basilar. *Testes dinâmicos *avaliação da reatividade vasomotora (reserva funcional) ...
flumignano.com/medicos/viviane.htm

*  Manobra de Matos - Wikipedia

Osteoporose precoce progressiva Insuficiência vertebro-basilar Instabilidade da coluna cervical Lesões da coluna cervical alta ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Manobra_de_Matos

*  NOOTROPIL - Bula NOOTROPIL

... pré-vertigem ou insuficiência vertebrobasilar). A atividade de caminhar melhorou em todos os 5 pacientes tratados, em ... Pacientes com insuficiência do fígado Em pacientes com insuficiência do fígado e dos rins recomenda-se ajuste de dose. Não é ... Pacientes com insuficiência hepática Em pacientes com insuficiência hepática e renal recomenda-se ajuste de dose. Não é ... Insuficiência hepática A influência da insuficiência hepática na farmacocinética do piracetam não foi avaliada até o momento. ...
medicinanet.com.br/bula/3749/nootropil.htm

*  Clínica Central de Saúde - Lourinhã - Exames Médicos

Exame não invasivo que permite o estudo hemodinâmico do polígono de Willis, artérias oftálmicas e sistema vertebro basilar ... Insuficiência venosa; Mapa venoso pré operatório.. A avaliação do sistema venoso profundo da perna em doentes com suspeita de ...
clinica-centraldesaude.pt/pt/ms/ms/exames-medicos-2530-109-lourinha/ms-90050819-p-5/


vertebro-basilar