Fratura de Colles: Fratura da terminação inferior do rádio em que o fragmento inferior é deslocado posteriormente.Fraturas do RádioMoldes Cirúrgicos: Ataduras feitas de fibra de vidro, plástico, ou bandagem impregnada com emplastro de paris usadas para imobilização de várias partes do corpo em casos de fraturas, deslocamentos e ferimentos infectados. Em comparação com modelos de emplastro, modelos feitos de fibras de vidro ou plástico são leves, radiolucentes, hábeis a resistir à misturas e menos rígidos.Manipulação Ortopédica: Manipulação planejada e cuidadosa da musculatura esquelética, extremidades e coluna vertebral, para aumentar o movimento. O termo é às vezes utilizado para denotar a sequência precisa de movimentos de uma articulação, para determinar a presença de alguma doença ou reduzir um deslocamento. No caso de fraturas, a manipulação ortopédica pode produzir um melhor posicionamento e alinhamento da fratura.Fixação de Fratura: Utilização de dispositivos metálicos dentro ou através do osso para sustentar uma fratura em uma posição assentada e alinhada enquanto o osso cicatriza.Rádio (Anatomia): O menor e mais externo dos dois ossos do ANTEBRAÇO, paralelo à ULNA que se torce sobre si mesmo parcialmente.Fios Ortopédicos: Fios de aço, usados para fixar ossos quebrados, em geral enfiados através da pele, tecidos macios e osso. Fios de Kirschner ou aparelhos também incluem a aplicação de tração ao osso cicatrizado através dos fios.Articulação do Punho: Articulação formada pela extremidade distal do RÁDIO, pelo disco articular da articulação radioulnar distal, e pelo grupo proximal dos OSSOS DO CARPO (OSSO ESCAFOIDE, OSSO SEMILUNAR e osso triquetral).Fraturas Ósseas: Fraturas em ossos.Consolidação da Fratura: Restauração fisiológica do tecido e função óssea após uma fratura. Inclui a formação de CALO ÓSSEO e a reposição normal do tecido ósseo.Fraturas do Quadril: Fraturas de CABEÇA DO FÊMUR, COLO DO FÊMUR (FRATURAS DO COLO FEMORAL), trocânteres ou das regiões inter ou subtrocantéricas. Estão excluídas as fraturas do acetábulo e do eixo femoral abaixo da região subtrocantérica (FRATURAS DO FÊMUR).Fraturas do Fêmur: Fraturas do fêmur.Fraturas da Coluna Vertebral: Ossos quebrados na coluna vertebral.Fixação Interna de Fraturas: Utilização de dispositivos internos (placas metálicas, pregos, hastes, etc.) para sustentar a posição de uma fratura no alinhamento apropriado.Fraturas Cominutivas: Fratura na qual o osso é estilhaçado ou esmagado. (Dorland, 28a ed)

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Imagem 15

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2010/08/corte-axial-de-abdomen.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Anatomia do Fígado

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2011/04/anatomia-do-figado.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Incidência de calcâneo em perfil

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2016/10/incidencia-de-calcaneo-em-perfil.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Pneumonia de Hipersensibilidade PH

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2011/07/pneumonia-de-hipersensibilidade-ph.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: ANEURISMA ARTÉRIA RENAL

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2010/08/aneurisma-da-arteria-renal-tomografia.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Funções do sistema cardiovascular

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2011/09/funcoes-do-sistema-cardiovascular.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Pneumotorax

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ... Em 1623, Ambroise Paré descreveu a presença de enfisema subcutâneo secundário à fratura de costela, sem mencionar contudo a ...
radiologianota10.blogspot.com/2011/07/pneumotorax.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Síndrome de Klippel Feil

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2011/01/sindrome-de-klippel-feil.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: Artrose do joelho

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2010/10/artrose-do-joelho.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde 2010: A descoberta dos raios-x

Fratura de Barton (1) * Fratura de Colles (1) * Fratura de Coluna Vertebral (1) ...
radiologianota10.blogspot.com/2010/09/descoberta-dos-raios-x.html


Fraturas


  • Após a redução da luxação geralmente o ortopedista pedirá por radiografias para a verificação da existência ou não de fraturas, caso não haja nenhuma fratura o paciente somente receberá tratamento com anti-inflamatórios, muito gelo, usará uma tala por algumas semanas e realizará um extenso trabalho de reabilitação com um fisioterapeuta. (blogspot.com)
  • Trauma indireto, com uma queda sobre a mão estendida com o cotovelo em flexão, acompanhada por uma forte contração do tríceps, pode resultar em uma fratura transversa ou obliqua através do olecrano e finalmente, uma combinação de trauma direto e indireto, na qual tanto a contração muscular quanto o trauma direto atuam juntos, pode produzir fraturas cominutivas com desvio. (blogspot.com)

contudo


  • Em 1623, Ambroise Paré descreveu a presença de enfisema subcutâneo secundário à fratura de costela, sem mencionar contudo a presença de pneumotórax associado. (blogspot.com)

paciente


  • Assim, se a decisão de operar uma fratura, aumenta a sobrevida do paciente, é óbvio, que deve ser operada. (blogspot.com)
  • Para ser considerada não desviada, uma fratura do olécrano deve ter desvio menor que 2mm, nenhum aumento neste grau de separação com flexão a 90 graus do cotovelo, e capacidade do paciente de estender ativamente o cotovelo contra a gravidade. (blogspot.com)

tratamento


  • Fica claro que uma grande vantagem do tratamento cirúrgico, é a não necessidade de imobilização das articulações adjacentes à fratura. (blogspot.com)

vezes


  • Trauma direto, com uma queda sobre a ponta do cotovelo ou um golpe direto no olecrano, muitas vezes resulta em uma fratura cominutiva. (blogspot.com)

osso


  • Para tratarmos uma fratura e decidirmos se a fratura é cirúrgica ou não, seja lá qual for o osso, devemos raciocinar da seguinte forma: de acordo com prioridades. (blogspot.com)

pode


  • Primária ou direta: pode ser obtida cirurgicamente com a estabilização rígida da fratura. (blogspot.com)
  • Também pode haver um sulco palpável no local de fratura, acompanhado de arco de movimentação doloroso e limitado. (blogspot.com)