Duplicação Gênica: Processos que ocorrem em vários organismos, pelos quais novos genes são copiados. A duplicação gênica pode resultar em uma FAMÍLIA MULTIGÊNICA, em supergenes ou PSEUDOGENES.Duplicação Cromossômica: Aberração em que se encontra um cromossomo extra ou um segmento cromossômico extra.Cromossomos: Estrutura encontrada em uma célula procariótica ou no núcleo de uma célula eucariótica que consiste de ou contém DNA que carrega a informação genética essencial para a célula.Replicação do DNA: Processo pelo qual se duplica a molécula de DNA.Mapeamento Cromossômico: Qualquer método utilizado para determinar a localização das distâncias relativas entre genes em um cromossomo.Bandeamento Cromossômico: Coloração das bandas, ou segmentos cromossômicos, seguindo a identificação de cromossomos individuais ou partes de cromossomos. As aplicações incluem a determinação de rearranjos cromossômicos em síndromes de malformação e câncer, química de segmentos cromossômicos, alterações cromossômicas durante a evolução e, juntamente com estudos de hibridização, mapeamento cromossômico.Cromossomo X: Cromossomo sexual (diferencial) feminino transportado por gametas masculinos (50 por cento) e por todos os gametas femininos (nos humanos e em outras espécies heterogaméticas masculinas).Aberrações Cromossômicas: Número ou estrutura anormal de cromossomos. Aberrações cromossômicas podem resultar em TRANSTORNOS CROMOSSÔMICOS.Cromossomos Sexuais: Cromossomos homólogos não similares do sexo heterogamético. Há o CROMOSSOMO X, CROMOSSOMO Y e os cromossomos W e Z (em animais cuja fêmea é o sexo heterogamético (na mariposa do bicho-da-seda Bombyx mori, por exemplo)). Em tais casos o cromossomo W é o que determina o sexo feminino e o ZZ determina o masculino. (Tradução livre do original: King & Stansfield, A Dictionary of Genetics, 4th ed)Cromossomos Humanos Par 1: Um par específico de cromossomos humanos no grupo A (CROMOSSOMOS HUMANOS 1-3) na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos: Moléculas de DNA muito longas e proteínas associadas, HISTONAS, e proteínas cromossômicas diferentes das histonas (PROTEÍNAS CROMOSSÔMICAS NÃO HISTONA). Nos núcleos de células humanas normalmente são encontrados 46 cromossomos, incluindo dois cromossomos sexuais. Os cromossomos carregam a informação hereditária do indivíduo.Duplicações Segmentares Genômicas: Elementos de DNA repetitivo com poucas cópias (2 a 50) que são altamente homólogos e variam em tamnaho de 1000 a 400000 pares de bases.Cromossomos Bacterianos: Estruturas encontradas no interior do núcleo de células bacterianas que consistem de ou contêm DNA, o qual carrega informação genética essencial para a célula.Cromossomos Humanos Par 17: Par específico de cromossomos do grupo E na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 7: Um par específico de cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Segregação de Cromossomos: Segregação ordenada dos CROMOSSOMOS durante a MEIOSE ou MITOSE.Deleção Cromossômica: Perda concreta de parte de um cromossomo.Cromossomos Humanos Par 11: Um par específico dos cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos de Plantas: Estruturas complexas de nucleoproteínas que contêm o DNA genômico e parte delas estão no NÚCLEO CELULAR DE PLANTAS.Cromossomos Humanos Par 6: Um par específico de cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 9: Um par específico dos cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Evolução Molecular: Processo de mudanças cumulativas em relação ao DNA, RNA e PROTEÍNAS, ao longo de sucessivas gerações.Cromossomos Humanos Par 21: Par específico de cromossomos do grupo G na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Fúngicos: Estruturas encontradas no interior do núcleo de células fúngicas que consistem de ou contêm DNA, o qual carrega informação essencial para a célula.Cromossomos Humanos Par 16: Par específico de cromossomos do grupo E na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 22: Par específico de cromossomos do grupo G na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos 6-12 e X: Cromossomos humanos submetacêntricos, de tamanho intermediário, denominados grupo C na classificação do cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12 e o cromossomo X.Cromossomos Humanos Par 2: Um par específico de cromossomos humanos no grupo A (CROMOSSOMOS HUMANOS 1-3) na classificação dos cromossomos humanos.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Cromossomos Artificiais Bacterianos: Construções de DNA que são compostas de, pelo menos, uma ORIGEM DE REPLICAÇÃO, para replicação bem sucedida, propagação a e para manutenção como um cromossomo extra em bactérias. Além disso, eles podem carregar grandes quantidades (cerca de 200 kilobases) de outra sequência para uma variedade de propósitos em bioengenharia.Cromossomos Humanos X: Cromossomo humano sexual feminino que se diferencia transportando metade dos gametas masculinos e todos os gametas femininos (nos humanos).Transtornos Cromossômicos: Situações clínicas causadas por uma constituição cromossômica anormal na qual há material cromossômico a mais ou a menos (ou um cromossomo inteiro ou um segmento deste). (Tradução livre do original: Thompson et al., Genetics in Medicine, 5th ed, p429)Cromossomos de Mamíferos: Estruturas complexas de nucleoproteínas que contêm o DNA genômico e parte deles estão no NÚCLEO CELULAR DE MAMÍFEROS.Hibridização In Situ Fluorescente: Tipo de HIBRIDIZAÇÃO IN SITU no qual as sequências alvo são coradas com corante fluorescente, por isso sua localização e tamanho podem ser determinados utilizando microscopia de fluorescência. Esta coloração é suficientemente distinta do sinal de hibridização que pode ser visto na difusão de metáfases e na interfase de núcleos.Cromossomos Humanos Par 15: Par específico de cromossomos do grupo D na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 10: Um par específico de cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Y: Cromossomo humano sexual masculino que se diferencia transportando a metade dos gametas masculinos e nenhum gameta feminino (nos humanos).Cariotipagem: Mapeamento do CARIÓTIPO de uma célula.Cromossomos Humanos Par 13: Par específico de cromossomos do grupo D na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 4: Um par específico de cromossomos do grupo B na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 8: Um par específico de cromossomos do grupo C na classificação dos cromossomos humanos.Família Multigênica: Conjunto de genes originados por duplicação e variação de algum gene ancestral. Estes genes podem estar reunidos nos mesmo cromossomo ou dispersos em cromossomos diferentes. São exemplos de famílias multigênicas as que codificam as hemoglobinas, imunoglobulinas, antígenos de histocompatibilidades, actinas, tubulinas, queratinas, colágenos, proteínas de choque térmico, proteínas adesivas salivares, proteínas coriônicas, proteínas de cutícula, proteínas vitelínicas, e faseolinas, bem como as histonas, RNA ribossômico, e genes de RNA de transferência. Os últimos três são exemplos de genes repetidos, onde centenas de genes idênticos estão presentes e ordenados em fila.Pareamento Cromossômico: Alinhamento dos CROMOSSOMOS nas sequências homólogas.Sequência de Bases: Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.Cromossomos Humanos Par 19: Par específico dos cromossomos do grupo F na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos Par 5: Um dos dois pares de cromossomos humanos na classe do grupo B (CROMOSSOMOS HUMANOS 4-5).Cromossomos Humanos Par 12: Par específico dos CROMOSSOMOS DO GRUPO C da classificação cromossômica humana.Cromossomos Humanos 1-3: Cromossomos humanos metacêntricos e grandes, denominados grupo A na classificação dos cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 1, 2 e 3.Quebra Cromossômica: Tipo de aberração cromossômica que envolve QUEBRAS DE DNA. Quebras no cromossomo podem resultar em TRANSLOCAÇÃO CROMOSSÔMICA, INVERSÃO CROMOSSÔMICA ou DELEÇÃO DE SEQUÊNCIA.Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Coloração Cromossômica: Técnica para visualizar ABERRAÇÕES CROMOSSÔMICAS utilizando sondas de DNA fluorescentemente classificadas que são hibridizadas para DNA cromossômico. Múltiplos fluorocromos podem ser ligados às sondas. Sobre hibridização, esta produz um efeito de múltiplas cores, com uma única cor em cada sítio de hibridização. Esta técnica também pode ser utilizada para identificar homologia cruzada em espécies pela classificação de sondas de uma espécie por hibridização com cromossomos de outras espécies.Inversão Cromossômica: Aberração em que um segmento cromossômico é eliminado (deleted) e reinserido no mesmo lugar, porém com uma diferença de 180 graus em relação a sua orientação original; assim a sequência gênica do segmento fica invertida em relação ao resto do cromossomo.Cromossomos Humanos Par 14: Par específico de cromossomos do grupo D na classificação dos cromossomos humanos.Ligação Genética: Co-herança de dois ou mais GENES não alélicos, devido ao fato de estarem localizados relativamente próximos no mesmo CROMOSSOMO.Cromossomos Humanos Par 18: Par específico de cromossomos do grupo E na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Artificiais de Levedura: Cromossomos nos quais fragmentos de DNA exógeno alcançando extensão superior a várias centenas de pares de kilobases, que têm sido clonados em levedura através de ligação a sequências de vetores. Estes cromossomos artificiais são amplamente utilizados em biologia molecular na construção de bibliotecas genômicas com a finalidade de compreensão de organismos superiores.Cromossomos Humanos Par 20: Par específico de cromossomos do grupo F na classificação dos cromossomos humanos.Cromossomos Humanos 16-18: Cromossomos humanos submetacêntricos e pequenos, denominados grupo E na classificação do cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 16, 17 e 18.Genes Duplicados: Dois genes idênticos manifestando a mesma ação fenotípica, porém localizadas em regiões diferentes de um cromossomo ou em cromossomos diferentes.Cromossomos Humanos 13-15: Cromossomos humanos acrocêntricos, de tamanho intermediário, denominados grupo D na classificação do cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 13, 14 e 15.Marcadores Genéticos: Característica genética fenotipicamente reconhecível, que pode ser usada para identificar um locus gênico, um grupo de "linkage", ou um evento de recombinação.Cromossomos Humanos 21-22 e Y: Cromossomos humanos metacêntricos e pequenos, denominados grupo G na classificação do cromossomos humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 21, 22 e o cromossomo Y.Cromossomos em Anel: Cromossomos aberrantes sem extremidades, isto é, circular.Recombinação Genética: Produção de novos arranjos de DNA por vários mecanismos, como agrupamento e segregação, INTERCÂMBIO, CONVERSÃO GÊNICA, TRANSFORMAÇÃO GENÉTICA, CONJUGAÇÃO GENÉTICA, TRADUÇÃO GENÉTICA ou infecção de vírus mistos.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Translocação Genética: Tipo de aberração caracterizada pela QUEBRA CROMOSSÔMICA, com transferência do fragmento para outro local, frequentemente a um cromossomo diferente.Centrômero: Região clara de constrição do cromossomo, na qual as cromátides permanecem unidas e pela qual o cromossomo é preso ao fuso durante a divisão celular.Posicionamento Cromossômico: Mecanismos das CÉLULAS EUCARIÓTICAS que colocam ou mantêm os CROMOSSOMOS em um espaço subnuclerar particular.Modelos Genéticos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade de processos ou fenômenos genéticos. Envolvem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Cromossomos Humanos 4-5: Cromossomos humanos submetacêntricos e grandes, denominados grupo B na classificação do cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 4 e 5.Inativação do Cromossomo X: Processo de compensação da dosagem que ocorre nos estágios embrionários iniciais dos mamíferos em desenvolvimento, no qual um CROMOSSOMO X do par é suprimido nas células somaticas da fêmea de maneira aleatória.Análise de Sequência de DNA: Processo de vários estágios que inclui clonagem, mapeamento físico, subclonagem, determinação da SEQUÊNCIA DE DNA e análise de informação.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Cromossomos de Insetos: Estruturas no NÚCLEO CELULAR de células de inseto que contêm DNA.Meiose: Tipo de divisão do NÚCLEO CELULAR que ocorre durante a maturação das CÉLULAS GERMINATIVAS. A duplicação de um único cromossomo (FASE S) é seguida por duas divisões sucessivas do núcleo celular, que resulta em células filhas com a metade do número de CROMOSSOMOS das células dos pais.Dosagem de Genes: Número de cópias de um dado gene, presente em uma célula de um organismo. Um aumento na dosagem gênica (por exemplo, por DUPLICAÇÃO GÊNICA) pode resultar na formação de níveis maiores do produto gênico. Os mecanismos de compensação da DOSAGEM DE GENES resultam em ajustes do nível da EXPRESSÃO GÊNICA quando há alterações ou diferenças na dosagem de genes.Mitose: Tipo de divisão do NÚCLEO CELULAR, através do qual os dois núcleos das células filhas normalmente recebem complementos idênticos do número de CROMOSSOMOS das células somáticas da espécie.Aneuploidia: Constituição cromossômica de células que se desviam do normal pela adição ou subtração de CROMOSSOMOS, de pares ou fragmentos cromossômicos. Em uma célula DIPLOIDE normal, a perda de um par cromossômico é denominada nulissomia (símbolo: 2N-2), a perda de um único cromossomo é MONOSSOMIA (símbolo: 2N-1), a adição de um par cromossômico é tetrassomia (símbolo: 2N+2) e a adição de um único cromossomo é TRISSOMIA (símbolo: 2N+1).Linhagem: Registro da descendência ou ancestralidade, particularmente de uma característica ou traço especial que identifica cada membro da família, suas relações e seu estado em relação a este traço ou característica.Clonagem Molecular: Inserção de moléculas de DNA recombinante de origem procariótica e/ou eucariótica em um veículo replicante, tal como um plasmídeo ou vírus vetores, e a introdução das moléculas híbridas resultantes em células receptoras, sem alterar a viabilidade dessas células.Sequências Repetitivas de Ácido Nucleico: Sequências de DNA ou RNA que ocorrem em múltiplas cópias. Há vários tipos de sequências: SEQUÊNCIAS REPETITIVAS DISPERSAS que são cópias de ELEMENTOS DE DNA TRANSPONÍVEIS ou RETROELEMENTOS dispersos por todo o genoma. SEQUÊNCIAS REPETIDAS TERMINAIS flanqueiam ambos os terminais de outra sequência, por exemplo, repetições terminais longas (LTRs) nos RETROVÍRUS. As variações podem ser repetições diretas, que ocorrem na mesma direção ou repetições invertidas, aquelas com direções opostas umas as outras. As SEQUÊNCIAS REPETIDAS EM TANDEM são cópias que permanecem adjacentes umas às outras, diretas ou invertidas (SEQUÊNCIAS REPETIDAS INVERTIDAS).Genoma: Complemento genético de um organismo, incluindo todos os seus GENES, representado por seu DNA ou em alguns casos, por seu RNA.Células Híbridas: Qualquer tipo de célula diferente do ZIGOTO que contém elementos (como NÚCLEO CELULAR e CITOPLASMA) provenientes de duas ou mais células, geralmente produzida por FUSÃO CELULAR artificial.Alelos: Formas variantes do mesmo gene, ocupando o mesmo locus em CROMOSSOMOS homólogos e governando as variantes na produção do mesmo produto gênico.Estruturas Cromossômicas: Estruturas que são parte dos CROMOSSOMOS ou que estão nele contidas.Alinhamento de Sequência: Combinação de dois ou mais aminoácidos ou sequências de bases de um organismo ou organismos de tal forma a alinhar áreas das sequências de distribuição das propriedades comuns. O grau de correlação ou homologia entre as sequências é previsto computacionalmente ou estatisticamente, baseado nos pesos determinados dos elementos alinhados entre as sequências. Isto pode servir como um indicador potencial de correlação genética entre os organismos.Trissomia: Presença de um terceiro cromossomo [adicional] em qualquer tipo em célula diploide.Cruzamentos Genéticos: Reprodução deliberada de dois indivíduos diferentes, que resulta em descendentes que transportam parte do material genético de cada um dos pais. Os progenitores devem ser geneticamente compatíveis e podem ser de diferentes variedades ou de espécies estreitamente relacionadas.Rearranjo Gênico: Reorganização ordenada de regiões gênicas por recombinação de DNA, como as que ocorrem normalmente durante o desenvolvimento.Metáfase: Fase da divisão do núcleo celular após a PROMETÁFASE, em que os CROMOSSOMOS se alinham no plano equatorial do FUSO MITÓTICO antes da separação.Repetições de Microssatélites: Variedade de sequências de repetição simples que são distribuídas pelo GENOMA. São caracterizadas por uma unidade de repetição curta de 2 a 8 pares de bases que são repetidas até 100 vezes. Também são conhecidas como repetições curtas em tandem (STRs, do inglês "short tandem repeats").Cromossomos Humanos 19-20: Cromossomos humanos metacêntricos e pequenos, denominados grupo F na classificação do cromossomo humano. Este grupo compreende de pares de cromossomos 19 e 20.Anormalidades MúltiplasPoliploidia: Constituição cromossômica de uma célula contendo múltiplos do número normal de CROMOSSOMOS. Inclui triploidia (símbolo: 3N), tetraploidia (símbolo: 4N), etc.Sequências Repetidas em Tandem: Cópias de sequências de DNA que se posicionam adjacentes uma em relação à outra na mesma orientação (sequências repetidas diretas), ou em direções opostas (SEQUÊNCIAS REPETIDAS INVERTIDAS).DNA: Polímero desoxirribonucleotídeo que é material genético primário de todas as células. Organismos eucariotos e procariotos normalmente contém DNA num estado de dupla fita, ainda que diversos processos biológicos importantes envolvam transitoriamente regiões de fita simples. O DNA, cuja espinha dorsal é constituída de fosfatos poliaçucarados possuindo projeções de purinas (adenina ou guanina) e pirimidinas (timina e citosina), forma uma dupla hélice que é mantida por pontes de hidrogênio entre as purinas e as pirimidinas (adenina com timina e guanina com citosina).Homologia de Sequência do Ácido Nucleico: Correspondência sequencial de nucleotídeos em uma molécula de ácido nucleico com os de outras moléculas de ácido nucleico. A homologia de sequência é uma indicação da relação genética de organismos diferentes e a função gênica.Genoma de Planta: Complemento genético de uma planta (PLANTAS) como representado em seu DNA.Southern Blotting: Método (primeiro desenvolvido por E.M. Southern) para detecção de DNA que é separado eletroforeticamente e imobilizado por "blotting" em papel de nitrocelulose ou outro tipo de papel ou membrana de nylon, seguido de hibridização com SONDAS DE ÁCIDO NUCLEICO marcado.Pseudogenes: Genes apresentando estreita semelhança com genes conhecidos em loci diferentes, mas que se tornaram não funcionais por adições ou eliminações na estrutura, o que impede sua transcrição ou translação normal. Quando íntrons ausentes e contendo um segmento poli-A próximo à extremidade a jusante (como resultado da cópia reversa a do RNA nuclear processado para DNA de fita simples), eles são chamados genes processados.Variação Genética: Diferenças genotípicas observadas entre indivíduos em uma população.Hibridização de Ácido Nucleico: Técnica amplamente usada que explora a capacidade de sequências complementares de DNAs ou RNAs de fita simples para parear entre si formando uma dupla hélice. A hibridização pode ocorrer entre duas sequências complementares de DNA, entre DNA de fita simples e um RNA complementar, ou entre duas sequências de RNA. A técnica é usada para detectar e isolar sequências específicas, medir homologia, ou definir outras características de uma ou ambas as cadeias. (Tradução livre do original: Kendrew, Encyclopedia of Molecular Biology, 1994, p503)Genoma Humano: Complemento genético completo contido no DNA de um grupo de CROMOSSOMOS em um SER HUMANO. O comprimento de um genoma humano é cerca de 3 bilhões de pares de bases.Deleção de Genes: Reordenamento genético [que ocorre] através da perda de segmentos de DNA ou de RNA, trazendo sequências normalmente separadas para perto. Esta eliminação (deletion) pode ser detectada por técnicas citogenéticas e também inferida a partir do fenótipo, que indica eliminação em locus específico.Evolução Biológica: Processo de alterações acumuladas ao longo de gerações sucessivas através das quais os organismos adquirem características morfológicas e fisiológicas distintas.Escore Lod: Probabilidade relativa total (expressa em escala logarítmica) de que uma relação de "linkage" exista entre os loci selecionados. Lod é o acrônimo de "logarithmic odds", probabilidade logarítmica.Genes: Categoria de sequências de ácidos nucleicos que agem como unidades da hereditariedade e que codificam as instruções básicas para o desenvolvimento, reprodução e manutenção dos organismos.Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Hibridização Genômica Comparativa: Método para comparar dois conjuntos de DNA cromossômicos pela análise das diferenças relativas ao número de cópias e a localização das sequências específicas. É usado para investigar grandes alterações de sequências, como deleções, duplicações, amplificações ou translocações.Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Éxons: Partes de um transcrito de um gene (ver GENES) rompido que permanece após a remoção dos ÍNTRONS. São unidas, tornando-se um RNA MENSAGEIRO ou outro RNA funcional.Elementos de DNA Transponíveis: Discretos segmentos de DNA que podem retirar e reintegrar-se a outros sítios do genoma. Muitos são inativos, ou seja, não foram encontrados fora do seu estado integrado. Os elementos de DNA transponíveis incluem elementos IS (sequência de inserção) bacterianos, elementos Tn, os elementos controladores do milho Ac e Ds, Drosófila P, elemento 'gypsy' e 'pogo', o elemento humano Tigger e os elementos Tc e 'mariner' que são encontrados por todo o reino animal.Deficiência Intelectual: Funcionamento intelectual subnormal que se origina durante o período de desenvolvimento. Possui múltiplas etiologias potenciais, incluindo defeitos genéticos e lesões perinatais. As pontuações do quociente de inteligência (QI) são comumente utilizadas para determinar se um indivíduo possui deficiência intelectual. As pontuações de QI entre 70 e 79 estão na margem da faixa de retardo mental. As pontuações abaixo de 67 estão na faixa de retardo. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1992, Ch55, p28)Centrossomo: O centro celular que consiste de um par de CENTRÍOLOS, envolvidos por uma nuvem de material amorfo, chamada de região pericentriolar. Durante a interfase, os microtúbulos nucleados do centrossomo superam o crescimento. O centrossomo duplica e (durante a mitose) se separa para formar os dois polos do fuso mitótico (APARELHO FUSAL MITÓTICO).Fuso Acromático: Estrutura composta por microtúbulos que se forma durante a DIVISÃO CELULAR. Consiste de dois POLOS DO FUSO, e conjuntos de MICROTÚBULOS que podem incluir os microtúbulos do áster, os microtúbulos polares e os microtúbulos do cinetocoro.Centríolos: Organelas, curtas e fibrosas em formato de bastão, que se autorreplicam. Cada centríolo é um cilindro curto contendo nove pares de microtúbulos periféricos, organizados de maneira a formar a parede do cilindro.Homologia de Sequência de Aminoácidos: Grau de similaridade entre sequências de aminoácidos. Esta informação é útil para analisar a relação genética de proteínas e espécies.Drosophila melanogaster: Espécie de mosca de fruta bastante utilizada em genética devido ao grande tamanho de seus cromossomos.Telômero: Seção terminal de um cromossomo que contém uma estrutura especializada e que está envolvida na replicação e estabilidade do cromossomo. Acredita-se que seu comprimento seja de poucas centenas de pares de base.Vertebrados: Animais que têm coluna vertebral (membros do filo Chordata, subfilo Craniata) que compreende os mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes.Sintenia: Presença de dois ou mais loci gênicos no mesmo cromossomo. Extensões desta definição original referem-se à similaridade no conteúdo e organização entre os cromossomos de diferentes espécies, por exemplo.Genótipo: Constituição genética do indivíduo que abrange os ALELOS presentes em cada um dos LOCI GÊNICOS.Mosaicismo: Ocorrência, em um indivíduo, de duas ou mais populações de células de constituições cromossômicas diferentes e provenientes de um único ZIGOTO , em oposição ao QUIMERISMO, no qual as populações de células diferentes derivam de mais de um zigoto.Diploide: Constituição cromossômica de células, em que cada tipo de CROMOSSOMO é representado duas vezes. Símbolo: 2N ou 2X.Passeio de Cromossomo: Técnica com a qual uma região desconhecida de um cromossomo pode ser explorada. É geralmente utilizada para isolar um local de interesse para o qual nenhuma sonda está disponível, mas que se sabe que é ligada a um gene que foi identificado e clonado. Um fragmento contendo um gene conhecido é selecionado e utilizado como sonda para identificar outros fragmentos sobrepostos que contêm o mesmo gene. A sequência de nucleotídeos desses fragmentos pode então ser caracterizada. Este processo continua pelo comprimento do cromossomo.Proteínas Cromossômicas não Histona: Nucleoproteínas que em contraste com as HISTONAS, são insolúveis em ácidos. Estão envolvidas em funções cromossomais; por exemplo, elas ligam-se seletivamente ao DNA, estimulam a transcrição resultando na síntese de RNA específico do tecido e sofre alterações específicas em resposta a vários hormônios ou fitomitógenos.Haplotipos: Constituição genética de indivíduos, em relação a um membro de um par de genes alelos ou grupos de genes intimamente ligados e que tendem a ser herdados em conjunto, como os do COMPLEXO PRINCIPAL DE HISTOCOMPATIBILIDADE.Não Disjunção Genética: Impossibilidade de segregação de CROMOSSOMOS ou CROMÁTIDES homólogos durante a MITOSE ou MEIOSE, resultando em uma célula filha com os dois cromossomos ou cromátides paternos e a outra sem nenhum.Genes de Plantas: Unidades hereditárias funcionais de PLANTAS.Cinetocoros: Grandes complexos multiproteicos que ligam os centrômeros dos cromossomos aos microtúbulos do fuso acromático durante a metáfase no ciclo celular.Pontos de Quebra do Cromossomo: Localizações em sequências específicas de DNA em que ocorreram QUEBRAS CROMOSSÔMICAS.Heterozigoto: Indivíduo com alelos diferentes em um ou mais loci considerando um caráter específico.Sondas de DNA: Espécies ou subespécies específicas de DNA (incluindo DNA COMPLEMENTAR, genes conservados, cromossomos inteiros ou genomas inteiros) utilizados em estudos de hibridização para identificar micro-organismos, medir as homologias DNA-DNA ou agrupar subespécies, etc. A sonda de DNA hibridiza-se com o RNAm específico, se presente. Técnicas convencionais usadas como teste para produtos de hibridização incluem ensaios dot blot, ensaios de Southern blot e testes de anticorpo específico de híbrido DNA:RNA. Marcadores convencionais para sondas DNA incluem radioisótopos 32P e 125I e o marcador químico biotina. O uso de sondas DNA proporciona uma substituição específica, sensível, rápida e barata de técnicas de cultura celular para diagnosticar infecções.Instabilidade Cromossômica: Tendência crescente em adquirir ABERRAÇÕES CROMOSSÔMICAS quando vários processos envolvidos na replicação cromossômica, reparo ou segregação são disfuncionais.Cromossomos Artificiais Humanos: Construções de DNA que são compostas de, pelo menos, todos os elementos, tais como ORIGEM DE REPLICAÇÃO, TELÔMERO e CENTRÔMERO, necessários para replicação bem sucedida, propagação a e manutenção em progênie de células humanas. Alem disso, eles são construídos para carregar outras sequências para análises ou transferência de gene.Transtornos dos Cromossomos Sexuais: Afecções clínicas causadas por uma constituição anormal dos cromossomos sexuais (ABERRAÇÕES DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS), na qual há material do cromossomo sexual a mais ou a menos (um cromossomo inteiro ou um segmento cromossômico).Saccharomyces cerevisiae: Espécie do gênero SACCHAROMYCES (família Saccharomycetaceae, ordem Saccharomycetales) conhecida como levedura "do pão" ou "de cerveja". A forma seca é usada como suplemento dietético.DNA Satélite: Sequências de DNA altamente repetitivas encontradas na HETEROCROMATINA, principalmente próximo aos centrômeros. São compostos por sequências simples (muito curtas) (veja REPETIÇÕES MINISSATÉLITES) repetidas em sequência por várias vezes para formar grandes blocos de sequência. Adicionalmente, após o acúmulo de mutações, esses blocos de repetições foram repetidos um após o outro. O grau de repetição é da ordem de 1000 a 10 milhões em cada locus. Os locus são poucos, geralmente um ou dois por cromossomo. Eles são chamados satélites visto que em gradientes de densidade, eles frequentemente sedimentam como distintas bandas satélites separadas do conjunto de DNA genômico possuindo uma BASE DE COMPOSIÇÃO distinta.Variações do Número de Cópias de DNA: Trechos de DNA genômico que existem em diferentes multiplicidades entre os indivíduos. Muitas variações no número de cópias têm sido associadas com a suscetibilidade ou resistência a doenças.Polimorfismo Genético: Ocorrência regular e simultânea de dois ou mais genótipos descontínuos em uma única população que está se multiplicando. O conceito inclui diferenças em genótipos variando em tamanho de um local contendo um único nucleotídeo (POLIMORFISMO DE UM ÚNICO NUCLEOTÍDEO) a uma grande sequência de nucleotídeos visível num nível cromossômico.Mapeamento de Sequências Contíguas: Sobreposição de DNA clonado ou sequenciado para se construir uma região contínua de um gene, cromossomo ou genoma.Íntrons: Sequências de DNA localizadas nos genes entre os ÉXONS. São transcritos juntamente com os éxons, porém removidos da transcrição gênica primária por PROCESSAMENTO DE RNA deixando o RNA maduro. Alguns íntrons codificam genes independentes.Cariótipo: Conjunto total de CROMOSSOMOS apresentado como um arranjo sistematizado de cromossomos em METÁFASE a partir de uma fotomicrografia de um único NÚCLEO CELULAR organizado em pares em ordem decrescente de tamanho e de acordo com a posição do CENTRÔMERO. (Tradução livre do original: Stedman, 25th ed)Anormalidades do Sistema Digestório: Anomalias estruturais congênitas do SISTEMA DIGESTÓRIO.Proteínas de Ciclo Celular: Proteínas que controlam o CICLO DE DIVISÃO CELULAR. Esta família de proteínas inclui uma ampla variedade de classes, entre elas as QUINASES CICLINA-DEPENDENTES, quinases ativadas por mitógenos, CICLINAS e FOSFOPROTEÍNAS FOSFATASES, bem como seus supostos substratos, como as proteínas associadas à cromatina, PROTEÍNAS DO CITOESQUELETO e FATORES DE TRANSCRIÇÃO.Fragilidade Cromossômica: Suscetibilidade cromossômica a quebra, levando a translocação, INVERSÃO CROMOSSÔMICA, DELEÇÃO DE SEQUÊNCIA ou outra aberração relacionada com QUEBRA CROMOSSÔMICA.Cosmídeos: Plasmídeos contendo pelo menos um cos (sítio terminal coesivo) do FAGO LAMBDA. Eles são usados como veículos clonantes.Análise Citogenética: Exame dos CROMOSSOMOS para diagnosticar, classificar, triar ou gerenciar doenças e anomalias genéticas. Após a preparação da amostra, é feito o CARIÓTIPO e/ou os cromossomos específicos são analisados.Proteínas Nucleares: Proteínas encontradas no núcleo de uma célula. Não se deve confundir com NUCLEOPROTEÍNAS, que são proteínas conjugadas com ácidos nucleicos, que não estão necessariamente no núcleo.Locos de Características Quantitativas: Loci gênicos associados com uma característica quantitativa.Ordem dos Genes: A localização sequencial de genes em um cromossomo.Proteínas de Ligação a DNA: Proteínas que se ligam ao DNA. A família inclui proteínas que se ligam às fitas dupla e simples do DNA e também inclui proteínas de ligação específica ao DNA no soro, as quais podem ser utilizadas como marcadores de doenças malignas.Plasmídeos: Moléculas extracromossômicas, geralmente de DNA CIRCULAR, que são autorreplicantes e transferíveis de um organismo a outro. Encontram-se em uma variedade de bactérias, Archaea, fungos, algas e espécies de plantas. São usadas na ENGENHARIA GENÉTICA como VETORES DE CLONAGEM.Genômica: O estudo sistemático das sequências completas do DNA (GENOMA) dos organismos.Cromátides: Cada um dos dois filamentos longitudinalmente adjacentes formados quando um cromossomo eucariótico se replica anteriormente à mitose. As cromátides permanecem unidas no centrômero. Cromátides irmãs são derivadas do mesmo cromossomo. (Tradução livre do original: Singleton & Sainsbury, Dictionary of Microbiology and Molecular Biology, 2d ed)Primers do DNA: Sequências curtas (geralmente em torno de 10 pares de bases) de DNA que são complementares à sequência do RNA mensageiro e permite a transcriptase reversa, copiando as sequências adjacentes de RNAm. Os primers são utilizados largamente em técnicas de biologia molecular e genética.Sequência Conservada: Sequência de aminoácidos em um polipeptídeo ou de nucleotídeos no DNA ou RNA que é semelhante em múltiplas espécies. Um grupo conhecido de sequências conservadas é representado por uma SEQUÊNCIA CONSENSO. Os MOTIVOS DE AMINOÁCIDOS são frequentemente compostos de sequências conservadas.Deleção de Sequência: Deleção das sequências dos ácidos nucleicos a partir do material genético de um indivíduo.Drosophila: Gênero de moscas pequenas, com duas asas, contendo aproximadamente 900 espécies descritas. Estes organismos são os mais extensamente estudados de todos os gêneros do ponto-de-vista genético e de citologia.Citogenética: Subdisciplina da genética que lida com as análises citológica e molecular dos CROMOSSOMOS, localização dos GENES nos cromossomos e com o movimento cromossômico durante o CICLO CELULAR.DNA Bacteriano: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de bactérias.Seleção Genética: Reprodução diferencial (e não casual) de genótipos diferentes, resultando em (operating to) alteração das frequências gênicas dentro de uma população.Genes de Insetos: Unidades hereditárias funcionais dos INSETOS.Doença de Pelizaeus-Merzbacher: Transtorno raro, lentamente progressivo, da formação de mielina. Os subtipos desta doença são referidos como forma clássica, congênita, transitória e adulta. A forma clássica é ligada ao cromossomo X, tem seu início na infância e está associada com uma mutação no gene da proteína proteolipídica. As manifestações clínicas incluem TREMOR, espasmos nutans, movimentos de olhos divagando, ATAXIA, espasticidade e NISTAGMO CONGÊNITO. A morte ocorre por volta da terceira década de vida. A forma congênita tem características similares, mas se apresenta logo na fase neonatal e caracteriza-se por progressão rápida da doença. Os subtipos adulto e transitório têm seu início tardio e sintomatologia menos grave. Os sinais patológicos incluem áreas malhadas de desmielinização com conservação das ilhas perivasculares (aparência trigoide). (Tradução livre do original: Menkes, Textbook of Child Neurology, 5th ed, p190)Polimorfismo de Nucleotídeo Único: Variação nucleotídica única em sequência genética que ocorre com frequência apreciável na população.Linhagem Celular: Determinadas culturas de células que têm o potencial de se propagarem indefinidamente.Polimorfismo de Fragmento de Restrição: Variação que ocorre dentro de uma espécie na presença ou no comprimento de um fragmento de DNA gerado por uma endonuclease específica em um sítio específico do genoma. Estas variações são geradas por mutações que criam ou abolem sítios de reconhecimento para estas enzimas, ou modificam o comprimento do fragmento.Escherichia coli: Espécie de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbicas, em forma de bastão (BACILOS GRAM-NEGATIVOS ANAERÓBIOS FACULTATIVOS) comumente encontrada na parte mais baixa do intestino de animais de sangue quente. Geralmente não é patogênica, embora algumas linhagens sejam conhecidas por produzir DIARREIA e infecções piogênicas. As linhagens patogênicas (virotipos) são classificadas pelos seus mecanismos patogênicos específicos como toxinas (ESCHERICHIA COLI ENTEROTOXIGÊNICA), etc.Genes Dominantes: Genes que influenciam o FENÓTIPO, tanto no estado homozigótico como heterozigótico.DNA de Plantas: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de plantas.Genoma Fúngico: Complemento gênico completo contido em um conjunto de cromossomos de um fungo.Síndrome: Complexo sintomático característico.Transcrição Genética: Biossíntese de RNA realizada a partir de um molde de DNA. A biossíntese de DNA a partir de um molde de RNA é chamada de TRANSCRIÇÃO REVERSA.Loci Gênicos: Regiões específicas mapeadas dentro de um GENOMA. Loci gênicos são geralmente identificados com uma notação abreviada que indica o número do cromossomo e a posição de uma determinada banda no braço P ou no braço Q do cromossomo em que foram encontrados. Por exemplo, o locus 6p21 está localizado na banda 21 do braço P do CROMOSSOMO 6. Muitos loci gênicos bem conhecidos também são denominados por nomes comuns que estão associados a uma função genética ou a uma DOENÇA HEREDITÁRIA.Ploidias: Grau de réplicas (isto é, número de cópias) do conjunto de cromossomos no cariótipo.Haploidia: Constituição cromossômica das células, nas quais cada tipo de CROMOSSOMO é representado uma vez. Símbolo: N.Amplificação de Genes: Aumento seletivo no número de cópias de um gene codificado por uma proteína específica sem um aumento proporcional nos outros genes. Ocorre naturalmente através da excisão de uma cópia da sequência repetida do cromossomo e sua replicação extracromossômica em um plasmídeo, ou através da produção de um transcrito de RNA de uma sequência inteira de repetições do RNA ribossômico, seguido pela transcrição reversa da molécula para produzir uma cópia adicional da sequência de DNA original. Técnicas de laboratório foram introduzidas para induzir uma replicação desproporcional por cruzamento desigual, captação do DNA de células lisadas ou geração de sequências extracromossômicas da replicação de circunferências primitivas.Genes Ligados ao Cromossomo X: Genes que estão localizados no CROMOSSOMO X.Oryza sativa: Gramínea de cereal anual (família POACEAE) cujo grão amiláceo comestível (arroz) é o alimento básico para cerca de metade da população mundial.Sitios de Sequências Rotuladas: Traços pequenos de sequências de DNA que são usados como marcadores no mapeamento de um GENOMA. Na maioria dos casos, sequências de 200 a 500 pares de bases definem uma Sequência-Etiqueta de Sítio (STS) que é operacionalmente única no genoma humano (i. é, pode ser especificamente detectada pela reação em cadeia da polimerase na presença da todas as outras sequências genômicas). A vantagem espetacular da STSs sobre marcadores de mapeamento definidos de outro modo, é que os meios para testar a presença de uma determinada STS podem ser completamente descritos como informação em uma base de dados.Interfase: Intervalo entre duas DIVISÕES CELULARES sucessivas durante as quais os CROMOSSOMOS não são individualmente distinguíveis. É composta das fases G (FASE G1, FASE G0, FASE G2) e FASE S (quando ocorre a replicação de DNA).Análise Mutacional de DNA: Identificação bioquímica das alterações mutacionais em uma sequência de nucleotídeos.Genes Bacterianos: Unidades hereditárias funcionais das BACTERIAS.Genes Recessivos: Genes que influenciam o FENÓTIPO apenas no estágio homozigoto.DNA Complementar: DNA complementar de fita única sintetizado a partir de um molde de RNA pela ação da DNA polimerase dependente de RNA. O DNAc (DNA complementar, não DNA circular, não C-DNA) é utilizado numa variedade de experimentos de clonagem molecular assim como servem como uma sonda de hibridização específica.Tirosina Quinase 3 Semelhante a fms: Receptor de tirosina quinase envolvido na HEMATOPOIESE. Está intimamente relacionado com a Proteína Proto-Oncogênica fms e normalmente está mutado na LEUCEMIA MIELOIDE aguda.Genes Letais: Genes cuja MUTAÇÃO de perda de função ou ganho de função leva à morte do portador antes da maturidade. Podem ser genes essenciais (GENES ESSENCIAIS) necessários para a viabilidade, ou genes que causam um bloqueio da função de um gene essencial em um determinado período em que a função do gene essencial é necessária para a viabilidade.Genes Fúngicos: Unidades hereditárias funcionais dos FUNGOS.Perda de Heterozigosidade: Perda de um alelo em um locus específico, causada por mutação de deleção, ou perda de um cromossomo a partir de um par cromossômico, resultando em um HEMIZIGOTO anormal. É detectada quando marcadores heterozigóticos para um locus parecem monomórficos porque um dos ALELOS foi deletado.Homozigoto: Indivíduo cujos alelos (ambos), em um dado locus, são idênticos.Predisposição Genética para Doença: Suscetibilidade latente a doenças de caráter genético, podendo ser ativada sob determinadas situações.Doença de Charcot-Marie-Tooth: Neuropatia sensorial e motora hereditária, transmitida com mais frequência como traço autossômico dominante, e caracterizada por desperdício distal progressivo e perda de reflexos dos músculos das pernas (e ocasionalmente envolvendo os braços). O início é normalmente entre a segunda e quarta década de vida. Esta afecção foi dividida em dois subtipos: neuropatia motora hereditária e sensorial (NMSH) tipos I e II. A NMSH I está associada com velocidades anormais de condução do nervo e hipertrofia do nervo, características não encontradas na NMSH II.Cromossomos Politênicos: CROMOSSOMOS de tamanho extra grande, cada um consistindo de muitas cópias idênticas de um cromossomo que se justapõem em paralelo.Fatores de Transcrição: Substâncias endógenas, usualmente proteínas, que são efetivas na iniciação, estimulação ou terminação do processo de transcrição genética.Núcleo Celular: Corpo, limitado por uma membrana, localizado no interior das células eucarióticas. Contém cromossomos e um ou mais nucléolos (NUCLÉOLO CELULAR). A membrana nuclear consiste de uma membrana dupla que se apresenta perfurada por certo número de poros; e a membrana mais externa continua-se com o RETÍCULO ENDOPLÁSMICO. Uma célula pode conter mais que um núcleo.Enzimas de Restrição do DNA: Enzimas que são parte dos sistemas de restrição-modificação. Catalisam a clivagem endonucleolítica de sequências de DNA que não possuem o padrão de metilação da espécie no DNA da célula hospedeira. A clivagem produz fragmentos ao acaso, ou específicos de fita dupla, com 5'-fosfatos terminais. A função das enzimas de restrição é destruir qualquer DNA estranho que invada a célula hospedeira. A maioria tem sido estudada em sistemas bacterianos, mas poucos foram encontradas em organismos eucariotos. Também são usadas como ferramentas na dissecção sistemática e no mapeamento dos cromossomos, na determinação da sequência de bases do DNA, e tornaram possível cortar e recombinar genes de um organismo no genoma de outro. EC 3.21.1.Espermatócitos: Células germinativas masculinas derivadas das ESPERMATOGÔNIAS. Os espermatócitos primários euploides sofrem MEIOSE e dão origem aos espermatócitos secundários haploides que, por sua vez, dão origem às espermátides.Cromatina: O material dos CROMOSSOMOS. É um complexo de DNA, HISTONAS e proteínas não histonas (PROTEÍNAS CROMOSSÔMICAS NÃO HISTONA) encontradas dentro do núcleo da célula.Monossomia: Situação em que um cromossomo (de um par) está faltando. Em uma célula diploide normal é representado simbolicamente como 2n-1.Impressão Genômica: Expressão fenotípica variável de um GENE dependendo de sua origem paterna ou materna que é uma função do padrão de METILAÇÃO DE DNA. Observou-se que as regiões de impressão são mais metiladas e transcripcionalmente menos ativas. (Tradução livre do original: Segen, Dictionary of Modern Medicine, 1992)

*  Duplicação cromossômica - Wikipedia

A duplicação de genes (ou duplicação cromossómica) é qualquer duplicação de uma região de ADN que contém um gene; pode ocorrer como um erro na recombinação homóloga, um evento de retrotransposição ou duplicação de um cromossoma inteiro. A segunda cópia de um gene é muitas vezes livre de pressão selectiva, isto é, mutações nele não têm efeitos deletérios no organismo hospedeiro. Então sofre mutações mais rápido que um gene funcional, ao longo de gerações de organismos. Pensa-se que a duplicação de genes desempenhe uma função importante na evolução; este facto tem sido mantido pela comunidade científica desde há 100 anos. Susumu Ohno foi um dos mais famosos desenvolvedores desta teoria, no seu livro clássico Evolution by gene duplication (1970). Ohno argumenta que a duplicação de genes é a mais importante força evolutiva desde a emergência do descendente comum. Duplicação de genomas de maior ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Duplicação_cromossômica

*  Cromossomo sexual - Wikipedia

O cromossomo sexual (português brasileiro) ou cromossoma sexual (português europeu) é um tipo de cromossomo, encontrado em células da maioria dos organismos, e determina o sexo dos indivíduos. A maioria das plantas e animais são organismos diploides (2n): possuem duas cópias de cada cromossomo. Nos núcleos das células, os cromossomos são encontrados em conjuntos de pares idênticos, excetuando-se um par de cromossomos. Os cromossomos pareados são chamados de autossomos. Os cromossomos não-pareados são chamados de cromossomos sexuais. No caso da espécie humana, o total de cromossomos é de 23 pares, sendo 22 pares de autossomos e um par de cromossomos sexuais (XX ou XY). É o mecanismo da espécie humana e aparentemente em todos os outros mamíferos (com exceção do ornitorrinco), no qual a presença do cromossomo Y determina a masculinidade. O sexo, nestes casos, é caracterizado por: Fêmeas: Apresentam em suas células somáticas um número par de cromossomos do tipo XX e ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cromossomo_sexual

*  Fundamental é Biologia biology ecology global warming: Crossing-over:...

A recombinação gênica acontece durante a meiose, um tipo especial de divisão celular que ocorre durante a formação do espermatozóide e óvulos e dá a eles o número correto de cromossomos. A partir do momento que os gametas se unem durante a fertilização, cada um deve conter apenas metade do número de cromossomos que outras células do corpo possuem. Caso contrário, a célula fertilizada teria cromossomos a mais.. Dentro das células germinativas os cromossomos homólogos ficam pareados. Enquanto eles são comprimidos, os cromossomos podem quebrar, e cada um pode trocar uma porção do seu material genético pela porção correspondente de seu par. Essa forma de recombinação é chamada de crossing-over. Quando os cromossomos se grudam de volta e se separam, cada um obteve um novo material genético do outro. As versões de genes que o cromossomo apresenta agora são diferentes da original. Como este processo só ocorre com uma das duas cópias do cromossomo, o conjunto das ...
professorarejanebiologia.blogspot.com/2009/11/crossing-over-recombinacao-genica.html

*  Replicação do DNA Agradecimentos: Profa. Dra. Aline Maria da Silva - ppt carregar

Replicação do DNA O mecanismo de replicação está baseado no pareamento das bases da dupla hélice do DNA. A estrutura do DNA contém a informação necessária para perpetuar sua sequência de bases
slideplayer.com.br/slide/365343/

*  O Professor On line e a Pedagogia da Transmissão

AD-1-2014. EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Alunas: Luciene Ferreira Arcangelo Rocha Matrícula: 10112080306 Viviane Corrêa Monteiro Matrícula: 12212080377 Pólo Magé O professor online e a pedagogia da transmissão Introdução :   A educação via internet tem se tornado um grande desafio para o professor, acostumado com o modelo clássico de ensino da sala de aula presencial, tendo em vista que neste tipo de educação a emissão é ativa e a recepção passiva, enquanto que na educação online ocorre a interação, na qual todos são chamados a ser co-autor da comunicação e da aprendizagem. O uso do computador possibilita ao usuário sair da condição de espectador para se tornar sujeito operativo e participativo, capaz de criar novas possibilidades de conhecimento através da educação online. Desse modo, é necessário que o professor acompanhe essas mudanças, a fim de evitar que suas práticas se tornem obsoletas vinculada a pedagogia da transmissão. Ensinar NÃO é transferir ...
livrozilla.com/doc/36717/o-professor-on-line-e-a-pedagogia-da-transmissão

*  ProfªAnanda♥: Estratégias para ajudar o professor e o aluno hiperativo

É importante que a criança seja avaliada por um profissional experiente nesse assunto, pois, assim, a chance de erro no diagnóstico será menor, uma vez que não há um marcador biológico para isso. Além da avaliação médica, o diagnóstico pode ser complementado por uma avaliação psicológica e uma avaliação escolar, em que se inclui pelo menos um histórico acadêmico e exemplos de comportamento da criança, obtidos por meio de questionários e observações diretas. É possível que a criança apresente algumas características do TDAH e não seja portadora da síndrome. Por isso, é necessário frisar que os sintomas devem estar presentes por mais de seis meses e em diferentes contextos sociais e ter surgido antes dos 7 anos de idade, embora alguns autores não estejam totalmente de acordo com esta última condição ...
profanandaschultz.blogspot.com/2010/07/estrategias-para-ajudar-o-professor-e-o.html

*  HIDROSHOW & HIDROSHOW: HIDROSHOW & HIDROSHOW

A qualidade do sono é fundamental para o desempenho de suas atividades durante o dia. A insônia e outros distúrbios podem causar diversos problemas como depressão, lapsos de memória e comprometimento do nível de atenção e concentração. A hidromassagem, quando feita à noite, alivia a tensão e faz o corpo relaxar, condição ideal para um sono profundo e revigorante ...
hidroshow.blogspot.com/2011/03/hidroshow-hidroshow.html

*  Esporte para pessoas com necessidades especiais - Educação Físicaa

Não são poucas as dificuldades e desafios de quem possui algum tipo de deficiência, física ou mental. Elas podem ser congênitas ou terem sido adquiridas ao longo da vida. Seja qual for a razão ou a fatalidade que as levou a essa condição, a vida não acabou. É tudo uma questão de se adaptar a uma nova realidade. E, para isso, o esporte tem sido recomendado pelas diversas especialidades médicas que tratam dessas pessoas. As perspectivas são promissoras e os resultados têm se mostrado bastante positivos. Mas antes do início de qualquer atividade, consultar um especialista é uma providên cia essencial ...
educacaofisicaa.com.br/2012/03/esporte-para-pessoas-com-necessidades.html

*  videVERSUS: 11/07/2017

Zveiter alardeia que faixa preta de jiu-jitsu. Mas é um velho. O triste é que tenha se prevalecido de sua "condição atlética" sobre um companheiro de bancada que está em tratamento de um câncer. Além disso, judoca de fato não usa essa condição para ameaçar colegas. Depois dessa troca de "gentilezas", ainda na sala da Comissão de Constituição e Justiça, onde a sessão ocorria, Zveiter foi até o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) relatar que quase tinha saído no braço com o colega. O assunto ainda rendeu outra discussão acalorada com o deputado Mauro Pereira, outro peemedebista gaúcho, como Perondi. Perguntado sobre o que tinha ocorrido na sala da Comissão de Constituição e Justiça, após o incidente, Zveiter confirmou e explicou por que não partiu para a agressão física com o colega: "Disse a ele que não dispensaria a ele o tratamento dispensado aos moleques que o acompanham". De fato, no fim de sua carreira política, tudo que não faltava a Darcisio Perondi era se ...
poncheverde.blogspot.com.br/2017_07_11_archive.html

*  Epilepsia começa a ser mapeada no Brasil| Boasaúde

01 de Outubro de 2002 Bibliomed Ainda hoje a epilepsia - condição neurológica grave que atinge cerca de 60 milhões de pessoas no mundo - é tratada ...
boasaude.com.br/noticias/4370/epilepsia-comeca-a-ser-mapeada-no-brasil.html

*  Supremo Tribunal Federal em Debate: Conjur publica parecer do caso Battisti

Em relação ao poder de discricionariedade pelo Executivo, fundamento usado pela Advocacia-Geral da União, que embasou, juridicamente, a decisão do ex-presidente Lula, Ribas Vieira afirma que o Tratado de Extradição Brasil-Itália disciplina os casos de recusa de extradição. "Se a parte requerida tiver razões ponderáveis para supor que a pessoa reclamada será submetida a atos de perseguição e discriminação por motivo de raça, religião, sexo, nacionalidade, língua, opinião política, condição social ou pessoal; ou que sua situação possa ser agravada por um dos elementos antes mencionados", cita os condicionantes para a não extradição ...
supremoemdebate.blogspot.com/2011/02/conjur-publica-parecer-do-caso-battisti.html

*  SALA DE EMERGÊNCIA. - ppt video online carregar

ESTRUTURA FÍSICA RDC-50 Quantificação Mínima = 01 sala SALA DE EMERGÊNCIA ESTRUTURA FÍSICA RDC-50 Quantificação Mínima = 01 sala
slideplayer.com.br/slide/399057/

*  VAGAS EM COMUNICAÇÃO: RELAÇÕES PÚBLICAS

Atuar com pauta de imprensa, assessoria, visitas periódicas aos clientes da empresa, estreitar vínculos com os mesmos, avaliar a qualidade dos serviços prestados e encaminhar relatórios ...
vagasemcomunicacao.blogspot.com/2011/10/relacoes-publicas.html

*  Inativação do cromossomo X - Wikipedia

A inativação do cromossomo X é um processo no qual uma das duas cópias do cromossomo X presente em fêmeas de mamíferos é inativada. A inativação do cromossomo X ocorre para que as fêmeas, que possuem dois cromossomos X, não produzam o dobro de produtos gênicos referentes ao X que os machos, os quais possuem somente uma cópia do cromossomo ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Inativação_do_cromossomo_X

*  Ahhhhh os relacionamentos...: Pesos x Medidas x Cupido Burro = DÚVIDA

Você me vê assim do jeito que eu sou é, e faz de mim o que bem quer... se ficar assim me olhando, me querendo, procurando, não sei não eu vou me apaixonar!... e agora não importa aonde vá: ME GANHOU, VAI TER QUE ME LEVAR! Com você é bom qualquer lugar..." ...
cupidoburroesuashistorias.blogspot.com/2010/03/pesos-x-medidas-x-cupido-burro-duvida.html

*  Radiologia nota 10 é aqui Desde...

O anodo rotatório permite uma corrente mais alta pois os elétrons encontram uma maior área de impacto. Com isso o calor resultante não fica concentrado apenas em um ponto como no anodo fixo. Fazendo a comparação de ambos, num tubo com foco de 1mm, temos: no anodo fixo a área de impacto (alvo) é de aproximadamente 1mm x 4mm = 4mm². No anodo rotatório de diâmetro de 7 cm, o raio de impacto é de aproximadamente 3 cm (30 mm). Sua área alvo total é aproximadamente 2 x p x 30mm x 4mm = 754mm². Portanto, o anodo rotatório permite o uso de área uma centena de vezes maior que um anodo fixo, com mesmo tamanho de foco ...
radiologianota10.blogspot.com/2010/09/descoberta-dos-raios-x.html

*  Trauma x Trabalho - Eu, Estudante

Como abalos emocionais afetam a carreira? Problemas de concentra o, baixa produtividade, ansiedade e depress o podem atrapalhar durante o expediente, mas, seg
correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/tf_carreira/2017/06/11/tf_carreira_interna,601780/trauma-x-trabalho.shtml

*  Amantes da Biologia Com Prof. Alan Calvet: As doenças relacionadas às Leis de Mendel caem muito no vestibular!

O daltonismo é uma anomalia que causa problemas na diferenciação de cores. Possui diversos tipos, com diferentes problemas.o contrário das duas doenças anteriores, o daltonismo tem ligação com o cromossomo X, ou seja, é ligada ao sexo. Analisamos aqui um homem normal e uma mãe portadora do daltonismo. Os pais mandarão apenas um cromossomo cada: o pai pode mandar X ou Y, enquanto a mãe pode mandar Xd ou X (Xd é o cromossomo afetado pelo daltonismo!). É interessante citar que o daltonismo vai se manifestar de forma diferente em homens e mulheres. Os homens possuem apenas um cromossomo X; sendo assim, se este X for um cromossomo portador do gene para o daltonismo, o homem será daltônico. Já uma mulher precisaria dos dois cromossomos X afetados para manifestar completamente a característica.Assim, observamos que um casal XY x XdX pode resultar em um filho normal, uma filha normal, uma filha portadora e um filho daltônico ...
https://alancalvet.blogspot.com/2015/10/as-doencas-relacionadas-as-leis-de.html

*  Estatística Multivariada (Parte I) - AlfaCon LABs

Em qualquer decisão tem-se que analisar um grande número de fatores. Porém, nem todos tem o mesmo peso. Quando isso ocorre recorremos a decisão por intuição que ocorre de modo assistemático, o que pode levar a conclusões erradas. Para evitar isso deve-se analisar as chamadas variáveis intervenientes.. São elas que demonstraram o que realmente interfere no resultado desejado.. O primeiro passo para isso é estabelecer relações entre essas variáveis, como podemos controlá-las, manipulá-las e medi-las. Isso é importante para entender o fenômeno analisado.. Pesquisa Correlacional x Experimental. Correlacional (Levantamento): O pesquisador não influencia (ou tenta não influenciar) nenhuma variável, mas apenas as mede e procura por relações (correlações) entre elas.. Experimental (Experimento): O pesquisador manipula algumas variáveis e então mede os efeitos desta manipulação em outras variáveis.. O objetivo principal de toda pesquisa ou análise científica é encontrar ...
labs.alfaconcursos.com.br/estatistica-multivariada-parte-i/

*  quero-quero

Fazem os ninho com folhas secas, geralmente de gram neas, s o depositadas numa rasa depress o no solo e em local seco. Os 2 a 4 ovos, pardo-amarelados e verdes com desenhos pretos, camuflam-se com o substrato. Os ovos medem 45 x 33 mm e s o incubados principalmente pela f mea. Quando nascem os filhotes, nid fugos, a f mea alimenta-os durante alguns dias e o macho ocasionalmente o faz. Durante a incuba o e cuidado com os filhotes o macho torna-se agressivo, executando v os rasantes sobre o intruso que se aproxima. Nesta esp cie pode ocorrer poligamia, quando um macho re ne 2 f meas que p em seus ovos num mesmo ninho ...
praiadapinheira.com/quero-quero.htm

*  ADN...: Mutações cromossómicas estruturais

No entanto, o blog ainda não está a 100%. Eu sei que é muito trabalhoso e que com a quatidade de trabalho que temos às outras disciplinas às vezes é difícil! Mas é tudo uma questão de organização! Neste aspecto vejo-me obrigada a concordar com a Ana pois, realmente este espaço na Internet poderia ser uma mais valia para o vosso trabalho na medida em que, faria com que o projecto chegasse a muito mais gente. Para além disso traria benefícios para vós pois desenvolveriam competências a varios níveis ...
adngenetica.blogspot.com/2008/02/mutaes-cromossmicas-estruturais.html

*  Biquíni AGUA DOCE Top Frente Única Calcinha Tradicional - Lojas Renner

Biquíni em lycra AGUA DOCE , top com bojo modelo frente única e detalhe de amarração na parte frontal com detalhe de estrela,calcinha modelo tradicional com lateral drapeada.
lojasrenner.com.br/p/biquini-agua-doce-top-frente-unica-calcinha-tradicional-529640163

*  Vozes do pensamento: DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

Os cromossomos carregam milhares de genes, que determinam todas as nossas características. Desses cromossomos, 44 são denominados regulares e formam pares (de 1 a 22). Os outros dois constituem o par de cromossomos sexuais - chamados XX no caso das meninas e XY no caso dos meninos. Esse cromossomo extra aparece no par número 21. Por isso, a síndrome de Down também é chamada de trissomia do 21. A síndrome é a ocorrência genética mais comum que existe, acontecendo em cerca de um a cada 700 nascimentos, independentemente de raça, país, religião ou condição econômica da família ...
https://luanacarvalhoblog.blogspot.com/2017/03/dia-internacional-da-sindrome-de-down.html

*  Genética :: Ciência com Todos

Como somos seres vivos diploides, recebemos, para cada característica (excepto algumas das sexuais), duas informações, uma proveniente do pai e outra proveniente da mãe. Um ser humano possui assim, em cada célula, 23 pares de cromossomas: 22 pares de autossomas mais um par de cromossomas sexuais que definem o nosso sexo. Cada par de autossomas tem informação para as mesmas características, embora a informação que possuem para cada característica possa ser igual (a pessoa diz-se homozigótica para essa característica) ou diferente (nesse caso a pessoa é heterozigótica para essa característica). Durante a formação de gâmetas ocorre um processo de divisão celular designado meiose durante o qual os 23 pares de cromossomas são separados, ficando cada gâmeta com apenas um cromossoma por par. Assim, cada pessoa recebe da sua mãe (via óvulo) 22 autossomas e um cromossoma X. Do pai recebe (via espermatozoide) 22 autossomas e um cromossoma sexual que poderá ser o X (nesse caso ...
cienciapatodos.webnode.pt/forum/genetica/

*  Estatuto da Diversidade Sexual: Estatuto da Diversidade Sexual é uma grande promessa de solução para o impasse contra os...

Chega de discussão se a prioridade para os direitos do cidadão LGBT é o casamento igualitário ou a criminalização da homofobia. Chega também de partidarização acima da causa - o nosso maior câncer para obtermos reais conquistas para gays , lésbicas, bissexuais e transgêneros. Pouco importa se é tal partido o detentor de uma história política ao lado de gays, se outro é o que mais realizações fez para os homossexuais para no fim ainda LGBTs continuarem sendo assassinados pelo simples fato de serem o que são ou termos dificuldades de realizar o casamento com pessoas do mesmo sexo em alguns lugares do país ...
estatutodiversidadesexual.com.br/2012/08/estatuto-da-diversidade-sexual-e-uma.html

*  Coordenação Geral de Tributação - PDF

Fls. 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta nº 73 Data 28 de março de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF Assunto: Normas de Administração Tributária Ementa: SIMPLES NACIONAL. MONITORAMENTO
docplayer.com.br/2355025-Coordenacao-geral-de-tributacao.html

*  As Três Rotinas Abdominais Para Reduzir a Gordura da Barriga | Dicas de Beleza

fazer flexões e exercícios de abs são uma das formas mais recomendadas de exercícios, embora existam outras alternativas, também. Saiba mais neste artigo.
belezadicas.com.br/as-tres-rotinas-abdominais-para-reduzir-a-gordura-da-barriga/

*  MOMENTOS DE : 1/nov/2007

Um certame de grande tradição instituído, de acordo com documentos existentes, em 1579, mas ainda assim, há outros dados que dão conta que Alvito já tinha uma feira em 1295 no reinado de D.Dinis ...
bxalentejo.blogspot.com/2007_11_01_archive.html

*  Outros acessórios para comedouros - Tiendanimal

Além de todos os tipos de comedouros e bebedouros para gatos que dispomos na TiendAnimal há outros acessórios para comedouros.
https://tiendanimal.pt/outros-acessorios-para-comedouros-c-2_81_783.html

*  RETALHOS DE LEITURAS: O ADMINISTRADOR DE SONHOS - Matthew Kelly

60.000 (19/07/2012) / 56.000 (20/06/2012) / 55.000 (14/06/2012) / 54.000 (08/06/2012) / 53.000 (01/06/2012) / 52.000 (25/05/2012) / 51.000 (19/05/2012) / 50.000 (13/05/2012) /49.000 (07/05/2012) / 48.000 (30/04/2012) / 47.000 (23/04/2012) / 46.000 (16/04/2012) / 45.000 (10/04/2012) / 44.000 (02/04/2012) / 43.000 (26/03/2012) / 42.000 (20/03/2012) / 41.000 (13/03/2012) / 40.000 (08/03/2012) / 39.000 (02/03/2012) 38.000 (24/02/2012) / 37.000 (15/02/2012) / 36.000 (06/02/2012) / 35.000 (26/01/2012) / 34.000 (15/01/2012) / 33.000 (02/01/2012) / 32.000 (20/12/2011) / 31.000 (07/12/2011) / 30.000 (29/11/2011) / 29.000 (19/11/2011) / 28.000 (07/11/2011) / 27.000 (26/10/2011) / 26.000 (16/10/2011) / 25.000 (06/10/2011) / 24.000 (25.09.2011) / 23.000 (13/09/2011) / 22.000 (01/09/2011) / 21.000 (21/08/2011) / 20.000 (07/08/2011) / 19.000 (19/07/2011) / 18.000 (30/06/2011) / 17.000 (16/06/2011) / 16.000 (08/06/2011) / 15.000 (26/05/2011) / 14.000 (12/05/2011) / 13.000 (28/04/2011) / 12.000 (13/04/2011) / ...
retalhosdeleituras.blogspot.com/2011/12/o-administrador-de-sonhos-matthew-kelly.html

*  CAMPOS RESISTE !!!: REALENGO TEM SOLUCÃO

Consciente de que ao sair da igreja estará indissoluvelmente ligada ao seu esposo, e que, na presença de Deus, acabou de constituir uma nova família, da qual Deus também fará parte. Ela sabe que, dos filhos que vierem, os pais só formam o corpo; é Deus quem cria a alma - espiritual e imortal - de cada filho e a infunde no próprio ato da concepção. Assim, é no claustro materno que isso se realiza. Neste sentido, na esposa legítima e fiel, esse claustro constitui um verdadeiro lugar sagrado ...
camposresiste.blogspot.com/2011/04/realengo-tem-solucao.html

*  Requerimentos de Patentes envolvendo o acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado no Brasil

Em 1992, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (ECO92) realizada no Rio de Janeiro, foi assinada a Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB). Como signatário da CDB, o Brasil regulamentou o acesso ao patrimônio genético e conhecimento tradicional associado, em seu país, através da Medida Provisória (MP) Nº 2186-16.
104.46.43.139/pt_BR/actualidade/blog/2012/02/Requerimentos-de-Patentes-envolvendo-o-acesso-ao-patrimonio-genetico-e-ao-conhecimento-tradicional-associado-no-Brasil.html

*  Saúde e Bem estar ( Físico e Mental ): 2010

A idéia de mapear o genoma levantou desde o princípio uma série de controvérsias. Para muitos pesquisadores tratava-se na época de um projeto irrealizável. Para outros não havia sentido em mapear o genoma pois as infomações obtidas seriam desencontradas e não valeriam o esforço. Por outro lado, alguns pesquisadores viram naquela oportunidade a chance de transformar a biologia (e mais especificamente a genética) em big science, com direito a financiamentos gigantescos e divulgação ampla. O projeto foi lançado nos EUA quatro anos depois, patrocinado pelo NIH (National Institutue of Health) e pelo DOE (Department of Energy). A proposta era mapear todo o patrimônio genético do homem. Em seguida laboratórios da Europa, do Japão e da Austrália uniram-se ao projeto. Surgiu então um organismo de coordenação internacional chamado HUGO (Human Genome Organization), para sintonizar o trabalho e organizar o conhecimento adquirido em um banco de dados centralizado, o Genome Database. ...
saudedferro.blogspot.com/2010/

*  Nós, os Cachorros - No Japão: Médiuns Irresponsaveis

cachorros (724) Momento Espírita (622) Fatos Históricos (618) notícias (540) Mundo Animal (501) comportamento (475) interessante (447) Textos para Refletir (432) Japão (418) Dicas (347) saúde (286) tecnologia (272) vídeos (255) homenagem (254) engraçado (240) Espiritualidade (233) Plantas que Curam (227) MunDo MelHoR (221) Receitas (209) mulheres (195) religião (193) Madonna (178) família (165) Blog (164) música (153) Amizade (151) alimentação (144) Raças de Cachorro (126) internet (126) Terremoto no Japão (113) cultura japonesa (111) Letra (99) Anjo Pessoal (88) bRasIL (83) frases (81) Mensagem Espírita (80) Tradução (78) Egito (71) TeRRa (68) Brasileiros no Japão (66) filmes (55) Gatos (46) Apple (44) cultura (44) Adoção de Animais (43) poesia (40) Fotografia (34) Memórias (34) download (30) TV (29) Hérnia de Disco em Cachorros (28) Raças de Gato (26) Reciclagem (26) Natureza (24) aMOr (24) homossexualismo (24) livros (22) pensamentos (20) DiAbeTEs (19) dieta (19) Allan ...
nososcachorros.blogspot.com/2012/05/mediuns-irresponsaveis.html

*  Quebra cromossômica - Wikipedia

Uma quebra cromossômica (que é um tipo de aberração cromossômica) corre o risco de tornar-se uma quebra espontânea ou induzida. Sabe-se que os agentes alquilantes, alguns tipos de irradiação e substâncias mutagênicas provocam a quebra cromossômica induzida. Ela pode induzir a diversas coisas, entre elas infermidades, como translocação de pares de bases, eliminações e quebra de cromátides. Portal da ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quebra_cromossômica

*  FILOGENIA DAS ANGIOSPERMAS: PRIMEIROS PASSOS - ppt carregar

Passo 1: O que é Filogenia? Uso da distância evolutiva como principal (ou único) critério para classificação dos organismos. A filogenia utiliza as melhores ferramentas disponíveis pela tecnologia para gerar resultados e novos conhecimentos. As atuais ferramentas de análise, como a cladística, representam hoje o que há de mais adequado para a classificação dos vegetais.
slideplayer.com.br/slide/355081/

*  MEU QUADRADO: 25/10/2012

Troca de experiências, jardinagem, pomar e horta, reciclagem, paisagismo, decoração, culinária, artesanato. O mundo, com olhos sempre novos.
mg-perez.blogspot.com/2012_10_25_archive.html

*  MEU QUADRADO: 15/10/2013

Troca de experiências, jardinagem, pomar e horta, reciclagem, paisagismo, decoração, culinária, artesanato. O mundo, com olhos sempre novos.
mg-perez.blogspot.com/2013_10_15_archive.html

*  MEU QUADRADO: 21/03/2014

Troca de experiências, jardinagem, pomar e horta, reciclagem, paisagismo, decoração, culinária, artesanato. O mundo, com olhos sempre novos.
mg-perez.blogspot.com/2014_03_21_archive.html

*  Inversão cromossômica - Wikipedia

Inversão é a ocorrência de duas quebras em um cromossomo unifilamentoso durante a intérfase e a soldadura em posição invertida do fragmento ao restante do cromossomo. A inversão é dita paracêntrica se as quebras ocorrerem em um mesmo braço cromossômico, e é denominada pericêntrica se o fragmento cromossômico invertido incluir o centrômero. Quando uma inversão está presente, uma alça é formada durante o pareamento dos cromossomos na meiose I. A ocorrência de uma permuta no local de uma inversão paracêntrica fará com que de cada bivalente surjam dois cromossomos gaméticos anormais (um dicêntrico e outro acêntrico), um normal e outro com a inversão original: A ocorrência de permuta em uma inversão pericêntrica fará com que um bivalente dê origem a dois cromossomos anormais (ambos com uma deficiência e uma duplicação), um cromossomo normal e outro com a inversão original. Uma inversão geralmente não causa um fenótipo anormal nos portadores. Sua importância ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Inversão_cromossômica

*  Liam Payne disponibiliza mansão em Los Angeles para aluguel; veja - Casa - iG

Após o nascimento de seu filho com Cheryl Cole, Liam Payne decidiu colocar a mansão para alugar e viver na Inglaterra; veja fotos da casa de Liam Payne
delas.ig.com.br/casa/2017-04-18/liam-payne-mansao-alugar.html

*  Cabeamento Estruturado Inicio dos anos 80, os prédios possuíam cabeamento distintos para cada serviço oferecido como: Voz Dados...

Cabeamento Estruturado Objetivo - Estabelecer critérios para ordenar e estruturar o cabeamento dentro das empresas. Os comitês da EIA/TIA e da ISSO/IEC propuseram normas e procedimentos, sob o ponto de vista da instalação, avaliação de desempenho e soluções de problemas, para a integração do cabeamento de redes, de telecomunicações e de controle, para prover os serviços citados.
slideplayer.com.br/slide/338136/

*  Marcador genético - Wikipedia

Marcador genético é uma característica que mostra as diferenças entre dois ou mais indivíduos ou organismos. Um marcador genético deve: Ser capaz de diferenciar os progenitores e Ser reproduzido com precisão na progênie. Do ponto de vista molecular, um marcador genético (ou locus marcador) serve para identificar um local ou uma região de um cromossomo. Um marcador genético ideal deve apresentar uma série de atributos: Alto nível de polimorfismo Estabilidade em diferentes ambientes Detectar grande número de loci não ligados Herança simplesGuerra, Nodari e Stefenon Os marcadores moleculares correspondem, basicamente, a uma sequência de nucleotídeos que atua como referência em um cromossomo. O surgimento de novas técnicas de biologia molecular permitiu a utilização de marcadores genéticos capazes de detectar polimorfismos a níveis de DNA. Através da tecnologia dos marcadores moleculares a caracterização genética de diferentes genomas se tornou mais fácil e rápida, e ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Marcador_genético

*  Recombinação homóloga - Wikipedia

Recombinação homóloga é um tipo de recombinação genética, um processo de rearranjo físico que ocorre entre duas cadeias de ADN. A recombinação homóloga envolve o alinhamento de sequências similares, formação de uma junção de Holliday e quebra e reparo, conhecido como resolução, do ADN para produzir uma troca de material entre cadeias. O processo de recombinação homóloga ocorre naturalmente em organismos e é também utilizada como uma técnica de biologia molecular para introdução de mudanças genéticas num organismo. Recombinação genética Recombinação Reparo de ADN Gene ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Recombinação_homóloga

*  Pesquisa: Resultados de Longo Prazo em Reparo de Aneurisma de Aorta Abdominal |...

nto e as populações alvo são inconsistentes. Na Inglaterra, a recomendação é para um rastreamento uma única vez de todos os homens de 65 anos de idade ou mais. As recomendações atuais da US Task Force são para realizar rastreamento em todos os homens de 65 a 75 anos de idade tabagistas ou tabagistas prévios e considerar uma análise seletiva em homens de 65 a 75 anos de idade que nunca fumaram, não....... Ver Índice ...
medicinanet.com.br/pesquisas/resultados_de_longo_prazo_em_reparo_de_aneurisma_de_aorta_abdominal.htm

*  Meiose - Wikipedia

Meiose é o nome dado ao processo de divisão celular através do qual uma célula tem o seu número de cromossomos reduzido pela metade. Nos organismos de reprodução sexuada a formação de seus gametas ocorre por meio desse tipo de divisão celular. Quando ocorre fecundação, pela fusão de dois desses gametas, ressurge uma célula diplóide, que passará por numerosas mitoses comuns até formar um novo indivíduo cujas células serão, também, diplóides. Nos vegetais, que se caracterizam pela presença de um ciclo reprodutivo haplodiplobionte, a meiose não tem como fim a formação de gametas, mas, sim, a formação de esporos. Curiosamente, nos vegetais a meiose relaciona-se com a porção assexuada de seu ciclo reprodutivo. A meiose permite a recombinação gênica, de tal forma que cada célula diplóide é capaz de formar quatro células haplóides (três no caso da oogênese) geneticamente diferentes entre si. Isso explica a variabilidade das espécies de reprodução sexuada. A ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Meiose

*  trampoescolar.com: LIGAÇÃO GÊNICA E PERMUTAÇÕES - O que é ligação gênica? - GENÉTICA - Gametas parentais e recombinantes -...

Quando dois ou mais pares de genes alelos se localizam em um mesmo par de cromossomos, dizemos que eles apresentam ligação gênica (ou ligação fatorial). Os autores de língua inglesa dão a essa situação o nome de linkage. No entanto, há um fenômeno capaz de alterar essa tendência de união. É a permutação gênica (ou crossing-over), troca de fragmentos entre cromossomos homólogos, que pode acontecer na prófase da primeira divisão da meiose ...
trampoescolar.com/2013/05/ligacao-genica-e-permutacoes-o-que-e.html

*  Riscos e Catástrofes Naturais - ppt carregar

Risco natural: Catástrofe natural: Perigo que ameaça um grupo humano devido a um fenómeno natural. Catástrofe natural: Fenómeno natural que causa vítimas e estragos avultados, em áreas habitadas.
slideplayer.com.br/slide/395327/

*  NAS RAIAS DA LEI: DESOCUPAÇAO DE IMOVEL COMODATO

PrezadosDoutores,Tenho uma questão pessoal, para a qual gostaria, se possível for e porgentileza, de uma orientação solidária.A questão é:Tia, idosa, com princípio de Alzheimer, e necessitando de "dama decompanhia".Essa pessoa foi babá de três crianças, que hoje já adultas contribuem, aomenos duas delas, de formas diversas. Minha tia passou de certo modo de babáà mãe, visto que as três crianças cresceram sob os cuidados dela.Em razão do Alzheimer, e da necessidade de contratação de uma acompanhante,pois minha Tia já começa a apresentar lapsos de memória, surgiu anecessidade de alugar uma casa que fica nos fundos da casa em que minha Tiamora. (minha tia é proprietária dos imóveis)Das três crianças, uma saiu da casa da minha tia para casar e contribuiatualmente com o pagamento das consultas do Geriatra, remédios e afins. Asegunda criança, hoje, homem adulto, ainda mora com minha tia, e contribuicom cesta básica e algum dinheiro. Minha tia recebe um outro valor mensal ...
nasraiasdalei.blogspot.com/2009/12/prezadosdoutorestenho-uma-questao.html

*  A VIDA É UM MOMENTO - VIAGEM À VIDA: MINHA MAIOR LIÇÃO DE VIDA -VEIO DO MEU AVÔ

Certo dia, meu avô teve pena de mim e disse: - Maria. Eu não vou viver muito mais. Sinto que nesta casa já não faço falta a ninguém. Mas quero-te dizer, minha filha. Tu és única. Nunca te arrependas de fazer o bem. Deus te compensará por tudo. Sei que é difícil, para ti, seres só tu a dares-me de comer. Acredita, Maria. Sei que, por tudo que estás a fazer por mim, que estás triste e magoada. Mas nem por isso deixas de ser meiga, quando me pões a colher na boca. Deus nunca se esquece dos seus filhos. Deus porá no teu caminho tudo aquilo que tu mereceres. E tu mereces muito. E eu te admiro muito. Enquanto estiveres comigo, aproveita para aprenderes as minhas lições de vida. Com as tuas irmãs eu já não perco mais tempo ...
joaquinavieira.blogspot.com/2011/07/minha-maior-licao-de-vida-veio-do-meu.html

*  Das Mãos da Teresinha: Casaco de tricô para bebé - tamanho 1 - 4 meses

Fizeste-o com muito bom gosto e talento. Sei o quanto é difícil, porque, sabendo que essa arte foi inventado por marinheiros para passar o tempo nas longas travessias, eu também tentei aprendê-la por duas vezes, mas saía torto, a vista turvava, e me dava nos nervos. Já minha avó paterna, uma de suas filhas, minha mãe e uma de suas irmãs em especial, a tia Luzia que faz isso muito, sempre fizeram tricô, crochê e renda, esta última foi só tia Luzia mesmo que fez, e muito, faz até hoje, e vende, ainda que tenha sido professora de profissão ...
dasmaosdateresinha.blogspot.com/2014/11/casaco-de-trico-para-bebe-tamanho-1-4.html

*  Mente Livre: Tia Jú

Jurema Penna dedicou 50 anos de sua vida à arte de representar e despediu-se dos palcos magoada com os diretores teatrais de Salvador. Deixou isso claro ao registrar seu depoimento no programa do espetáculo "Os Fuzis da Senhora Carrar", o último de sua carreira, sob direção da jovem artista Cecília Raiffer. Até entrar em cena no primeiro semestre de 2001 para protagonizar essa versão para a peça do alemão Bertolt Brecht, a veterana atriz não recebia mais convites para trabalhar. Sentia-se esquecida em seus 50 anos de carreira ...
mentelivre.blogspot.com/2008/11/tia-j.html

*  By Thaay Fermino : Antes e Depois da Minha Cozinha

esse armário de cima foi avô do meu marido que deu pra nos e o de baixo foi ele também que achou na rua e trouxe e me deu, a pia que não esta aparecendo na foto era da tia do meu esposo que reformo casa e nos deu a dela, e balcão era um improvisado feito com resto de madeira que sobrou da construção ...
bythaayfermino.blogspot.com/2017/03/antes-e-depois-da-minha-cozinha.html

*  Bárbara: Homem do Lago

O avô, Barnabé, também é um uru, que nasceu e passou toda a sua vida sobre as ilhas feitas de totora. A ilha onde eles moram se chama Utama, que significa "sua casa" em aymara, idioma falado pelos uros. O avô lhe ensina muitas coisas, dentre elas o artesanato de totora - e Emerson diz que quando for grande vai construir sua própria ilha ...
barbarabasso.blogspot.com/2011/01/homem-do-lago.html

*  Clonagem II

Antes da clonagem, em paralelo, deve-se preparar os insertos (o que se deseja clonar: DNA genômico, cDNA, um gene específico, etc) e o vetor que pode ser de diferentes tipos, mas aqui falarei sobre vetores plasmidiais, que são os únicos com os quais já trabalhei. Muito resumidamente, isso consiste em digerir o plasmídio e o inserto com as mesmas enzimas de restrição a fim de obter terminações complementares para então ligá-las por meio da T4 DNA Ligase. A clonagem pode ser direcional ou não. Clonagem direcional significa que o fragmento de DNA será inserido no plasmídio em apenas um sentido. Para isso, o inserto pode ser digerido com duas enzimas diferentes: por exemplo, EcoRI cortando na extremidade 5' e HindIII, na extremidade 3'. Digerindo o plasmídio com as mesmas enzimas, haverá apenas uma orientação possível para a ligação do inserto, aquela onde as extremidades são complementares. Discutirei aqui alguns pontos que considero mais problemáticos em toda a seqüência ...
rnasefree.blogspot.com/2009/04/clonagem-ii.html

*  Alelos Múltiplos (Polialelia) - ppt carregar

Alelos Múltiplos (Polialelia) Ex.: Cor da pelagem em coelhos. 4 alelos C  selvagem (aguti). cch  chinchila. ch  himalaia. ca  albino. ch _ cch _ C _ C > cch > ch > ca caca
slideplayer.com.br/slide/396443/

*  Trissomia - Wikipedia

A trissomia, consiste na presença de três cromossomos (e não dois, como seria normal) de um tipo específico num organismo. Portanto, a presença de três cromossomas 21 é designada de trissomia 21. A maioria das trissomias resultam num número variável de deficiências à nascença (geralmente presentes na maioria dos indivíduos com cromossomas extra). Muitas trissomias resultam em mortes precoces. Uma trissomia diz-se parcial quando parte de um cromossoma extra (e não todo) é acoplado a um dos outros cromossomas. Uma trissomia em mosaico é uma condição em que nem todas as células contêm a informação genética do cromossoma extra. Embora a trissomia possa ocorrer com qualquer cromossoma, os tipos mais comuns (em humanos) são: Trissomia 21 (Síndrome de Down) Trissomia 18 (Síndrome de Edward) Trissomia 13 (Síndrome de Patau) Trissomia 8 (Síndrome de Warkany) Trissomia relacionada com cromossomas sexuais: Trissomia X (Síndrome Triplo X) Síndrome de Klinefelter (XXY) XYY ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Trissomia

*  Trissomia 22 - Wikipedia

A Trissomia 22 refere-se à aneuploidia onde existem três cópias do cromossomo 22, ao invés de duas. A trissomia 22 é causa comum de abortamentos espontâneos nos três primeiros meses de gravidez, em raros casos, houve gestação até o sexto mês. São raros os casos de nascimento de bebês portadores da trissomia, que geralmente morrem antes do primeiro ano de vida. A Trissomia 22 é a segunda trissomia autossômica mais comum em abortos espontâneos e refere-se à aneuploidia (Que é a célula que teve o seu material genético alterado, sendo portador de um número cromossômico diferente do normal da espécie. Podendo ter uma diminuição ou aumento do número de pares de cromossomos, porém não de todos.) onde existem três cópias do cromossomo 22, ao invés de duas. A trissomia 22 é causa comum de abortamentos espontâneos nos três primeiros meses de gravidez, em raros casos, houve gestação até o sexto mês. São raros os casos de nascimento de bebês portadores da trissomia, ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Trissomia_22

*  Trissomia 9 - Wikipedia

Trissomia 9 é uma anomalia cromossômica caracterizada no cromossomo 9, pode ou não apresentar mosaicismo. Os sintomas variam, mas geralmente ocorrem deformações no crânio e no sistema nervoso, e ocorre retardo mental. Problemas cardíacos, nos rins e no sistema osteomuscular podem ocorrer. Trissomia 9 é uma anomalia cromossômica caracterizada no cromossomo 9, a trissomia do 9 é considerada uma anormalidade cromossômica rara, com pouco mais de 51 casos relatados na literatura desde a sua primeira descrição em 1973. Na trissomia 9 pode ou não apresentar mosaicismo (Que é um distúrbio que ocorre como uma variação no número de cromossomos nas células do corpo, ou seja chama-se de mosaico a um indivíduo com dois materiais genéticos distintos, porém proveniente do mesmo zigoto). Os sintomas variam, mas geralmente ocorrem deformações no crânio e no sistema nervoso, e ocorre retardo mental. Problemas cardíacos, nos rins e no sistema osteomuscular (Que é o sistema ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Trissomia_9

*  Trissomia X - Wikipedia

A Trissomia do X (47, XXX) ou síndrome do triplo X só ocorre em mulheres, sendo elas reconhecidas assim, como super fêmeas. Nas células 47, XXX, dois dos cromossomos X são inativados e de replicação tardia. Quase todos os casos resultam de erros na meiose materna. Síndrome do Triplo X pode não causar quaisquer sinais ou sintomas. Se os sintomas aparecem, eles podem incluir: Estatura maior que o normal; Pregas verticais que possa cobrir os cantos internos dos olhos (pregas epicânticas); Atraso no desenvolvimento da fala e linguagem; Tônus muscular mais fraco (hipotonia); Dedos mindinhos mais curvos (clinodactilia); Problemas de saúde mental; Falência ovariana prematura ou anormalidades no ovário; Constipação ou dores abdominais. Dores nos olhos http://www.mayoclinic.com/health/triple-x-syndrome/DS01090/DSECTION= ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Trissomia_X

*  Síndrome de Edwards - Wikipedia

A síndrome de Edwards (SE) (ou trissomia 18) é uma síndrome genética resultante de trissomia do cromossoma 18. Ela foi descrita inicialmente pelo geneticista britânico John H. Edwards. A SE é a segunda trissomia autossômica mais frequentemente observada ao nascimento, ficando atrás apenas da síndrome de Down (trissomia do cromossomo 21). As características principais da síndrome são: atraso mental, atraso do crescimento e, por vezes, malformação grave do coração. O crânio é excessivamente alongado na região occipital e o pavilhão das orelhas apresenta poucos sulcos. A boca é pequena e o pescoço geralmente muito curto. Há uma grande distância intermamilar e os genitais externos são anômalos. O dedo indicador é maior que os outros e flexionado sobre o dedo médio. Os pés têm as plantas arqueadas e as unhas costumam ser hipoplásticas. Calcula-se que 95% dos casos de trissomia 18 resultem em abortos espontâneos durante a gravidez. Dos que recém-nascidos, estima-se que ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Síndrome_de_Edwards

*  a minha voz: Trissomia 21

acerca de mim... eu sou tão simples - quero ser feliz e fazer quem eu amo feliz! Mas sou tão complicada que não dá para descrever em 1200 letras... complico tudo quando estou bem e tudo está calmo... quero ser feliz mas quero a perfeição e se eu não sou - como exigir dos outros o que eu também não tenho??? Crissy - pedrocristina@hotmail. ...
a-minha-voz.blogspot.com/2008/05/rissomia-21.html

*  Poliploidia - Wikipedia

Poliploidia é a situação genética de núcleo celular, célula, ou organismo, em que há mais de dois conjuntos de cromossomas homólogos. A não-disjunção dos cromossomas durante uma meiose pode originar gâmetas com todo o conjunto dos cromossomas característicos da espécie. A auto-fecundação, comum entre as plantas, pode constituir zigotos poliplóides com o dobro dos cromossomas da espécie progenitora. Estes indivíduos ficam isolados reprodutivamente dos seus antecessores constituindo uma nova espécie. A poliploidia é muito mais rara em animais. É encontrada em alguns insetos, peixes, anfíbios e répteis. Durante muito tempo não foram encontrados mamiferos poliplóides, mas em Setembro de 1999, foi publicada na revista Nature a descoberta de um rato tetraplóide (4n), na Argentina. As células poliplóides sao maiores do que as células diplóides, visto que a quantidade de ADN no núcleo das células é maior. As células do figado do rato encontrado na Argentina são ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Poliploidia

*  Pseudogene - Wikipedia

Um pseudogene é uma sequência nucleotídica similar a um gene normal mas que não dá como resultado um produto funcional, quer dizer, que não se expressa. Propuseram-se vários cenários para explicar a origem de um pseudogene: Fragmentos da transcrição em ARNm de um gene podem ser transcritos inversamente de maneira espontânea e inseridos no DNA cromossômico (chamada retrotransposição). A estes pseudogenes são chamados processados. Já que estes pseudogenes carecem dos promotores dos genes normais, não se expressam com normalidade. Um sucesso de duplicação genética pode significar que um genoma tenha duas cópias de um gene quando só necessita de uma. As mutações que desativem uma das cópias não seriam, portanto, selecionadas contra (e inclusive poderiam ter certa vantagem seletiva estando desativados). Mais, o sucesso da duplicação pode não ser completo, de maneira que a cópia tenha promotores incompletos. Estes pseudogenes chamam-se duplicados. Um gene pode deixar de ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pseudogene

*  Biologia

Imaginava-se que os genes eram quase sempre presente em duas cópias em um genoma. No entanto, descobertas recentes têm revelado que grandes segmentos de DNA, que variam em tamanho de milhares a milhões de bases de ADN, podem variar em número de cópias. Tais variações cópia número (ou CNVs) pode abranger genes que levam a desequilíbrios de dosagem. Por exemplo, os genes que foram pensados ​​para sempre ocorrer em duas cópias por genoma foram agora encontrados, por vezes, estar presentes em um, três, ou mais do que três cópias. Em alguns casos raros, os genes estão completamente ausentes.. Importância. Diferenças na sequência de DNA de genomas nossos contribuir para a nossa singularidade. Essas mudanças influenciam a maioria das características, incluindo a susceptibilidade à doença. Pensou-se que alterações únicas de nucleótidos (chamados SNPs) em DNA foram a forma mais prevalente e importante de variação genética. Os estudos atuais revelam que CNVs compreendem, ...
medicinageriatrica.com.br/category/biologia/

*  Genoma humano - Wikipedia

O genoma humano é um genoma (do grego geno: que forma e ma: ação) do Homo sapiens: é a sequência dos 23 pares de cromossomos do núcleo de cada célula humana diplóide somado ao pequeno porém destinto grupamento de DNA mitocondrial. Dos 23 pares, 22 são cromossomos autossômicos e um par é determinante do sexo (o cromossomo X nas mulheres e o cromossomo Y nos homens). O Projeto Genoma Humano produziu uma sequência de referência do genoma humano eucromático, usado em todo o mundo e nas ciências biomédicas. Estimava-se que o genoma humano possui cerca de 27.000 genes,.que codificam todas as proteínas humanas com exceção daquelas codificadas pela mitocôndria. No entanto, estudos mais recentes trazem evidencias de existir 19.000 genes. A sequência de DNA que conforma o genoma humano contém codificada a informação necessária para a expressão altamente coordenada e adaptável ao ambiente, do conjunto de proteínas humanas. As proteínas e não o DNA, são as principais ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Genoma_humano

*  Consórcio vai Sequenciar DNA do Rato Até Fevereiro| Boasaúde

Por Karla Harby FILADÉLFIA Reuters Health O processo para desvendar o genoma humano se aproxima de sua conclusão mas um novo consórcio de ...
boasaude.com.br/noticias/1137/consorcio-vai-sequenciar-dna-do-rato-ate-fevereiro.html

*  Síntese evolutiva moderna - Wikipedia

A síntese evolutiva moderna (frequentemente chamada de síntese moderna, síntese evolutiva, síntese neodarwiniana ou neodarwinismo) geralmente denota a combinação da teoria da evolução das espécies por meio de seleção natural de Charles Darwin, a genética como base para a herança biológica do monge agostiniano Gregor Mendel, e a genética populacional. Entre as personagens mais importantes para o desenvolvimento da síntese moderna destacam-se Thomas Hunt Morgan, Ronald Fisher, Theodosius Dobzhansky, J. B. S. Haldane, Sewall Wright, William D. Hamilton, Cyril Darlington, Julian Huxley, Ernst Mayr, George Gaylord Simpson e G. Ledyard Stebbins. Essencialmente, a síntese moderna introduziu a conexão entre duas importantes descobertas: as unidades de evolução (genes) com o mecanismo de evolução (seleção natural). Ela também representa a unificação de vários ramos da biologia que, anteriormente, tinham pouco em comum, em particular, a genética, a citologia, a sistemática, a ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Síntese_evolutiva_moderna

*  Debate entre Criacionistas X Evolucionistas - P gina 4

Te sta escreveu:Eduardo escreveu:Te sta escreveu:Eduardo escreveu:Te sta escreveu:Mesmo com tantos estudos sobre o assunto ainda sou Teista Evolucionista-Criaci
gospelbrasil.topicboard.net/t4380p75-debate-entre-criacionistas-x-evolucionistas

*  Deficiência mental - Wikipedia

A principal característica da deficiência mental é a redução da capacidade intelectual (QI), situada abaixo dos padrões considerados normais para idade, se criança, ou inferiores à média da população, quando adultas. A pessoa com deficiência na maioria das vezes apresenta dificuldades ou nítido atraso em seu desenvolvimento neuropsicomotor, aquisição da fala e outras habilidades, um deficit no comportamento adaptativo, seja na comunicação (linguagem), socialização ou aquisições práticas da vida cotidiana (higiene, uso de roupas, etc.). A definição da AAMR (2002) assinala ainda que tais incapacidades têm início antes dos 18 anos, obviamente distinguindo o retardo mental das demências. A deficiência intelectual pode ter várias causas, entre as principais estão os fatores que podem ser classificados como: genéticos, perinatais (ocorridos durante a gestação e o parto) e pós-natais. O diagnóstico correto dos fatores causais no momento do nascimento pode não só ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Deficiência_mental

*  Formas de olhar para o processo de inclusão de pessoas com deficiência mental na escola comum a partir da análise de documentos...

Tendo em vista a importância das concepções que permeiam a formação do professor, considerado apto para a inclusão de alunos com deficiência no ensino comum, nesse estudo, a intenção é analisar alguns dos documentos produzidos pelo Ministério da Educação em parceria com a Secretaria de Educação Especial (MEC/SEESP) buscando compreender o entendimento do Governo Federal no que diz respeito à inclusão educacional e a deficiência mental. Foram selecionados como materiais empíricos da pesquisa as publicações "Atendimento Educacional Especializado " Aspectos Legais e Orientações Pedagógicas" (2007), "Atendimento Educacional Especializado - Deficiência Mental" (2007) e a "Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva" (2008). Ao investir nas necessárias mudanças de concepções e práticas organizativas solicitadas pelo projeto inclusivo, a escola passa a constituir-se como espaço que prioriza a qualidade da educação e cria as ...
repositorio.ufsm.br/handle/1/1481

*  Doenças metabólicas associadas à deficiência mental - Wikipedia

Doenças metabólicas associadas à deficiência mental Os erros inatos do metabolismo (ou erros metabólicos hereditários) são distúrbios bioquímicos, geneticamente determinados, nos quais um defeito enzimático especifico produz um bloqueio metabólico que pode originar uma doença, pela falta de formação de um produto (cretinismo bocígeno) ou pelo acúmulo de um precursor ou substância (Hiperuricemia) ou ainda por distúrbios de transporte de membrana (Cistinúria), considerando-se a máxima, que vem se modificando com as descobertas do projeto genoma de um gene determina uma enzima e esta uma reação bioquímica. De acordo com Thompson & Thompson o genoma humano contém mais de 5.000 genes que codificam enzimas além disso já forma identificados mais de 1.900 distúrbios associados à 1 único gene, além disso existem mais de 2.800 doenças relacionadas a um único gene onde o defeito do gene acometido não é conhecido ou não se conhece o gene relacionado à doença. Nas ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doenças_metabólicas_associadas_à_deficiência_mental

*  BLOG FUTURO ESTÁ AQUI: Deficiência Intelectual: o que é e como tratar

No dia a dia, isso significa que a pessoa com Deficiência Intelectual tem dificuldade para aprender, entender e realizar atividades comuns para as outras pessoas. Muitas vezes, essa pessoa se comporta como se tivesse menos idade do que realmente tem. A Deficiência Intelectual é resultado, quase sempre, de uma alteração no desempenho cerebral, provocada por fatores genéticos, distúrbios na gestação, problemas no parto ou na vida após o nascimento. Um dos maiores desafios enfrentados pelos pesquisadores da área é que em grande parte dos casos estudados essa alteração não tem uma causa conhecida ou identificada. Muitas vezes não se chega a estabelecer claramente a origem da deficiência. Entre os inúmeros fatores que podem causar a deficiência intelectual, destacam-se alterações cromossômicas e gênicas, desordens do desenvolvimento embrionário ou outros distúrbios estruturais e funcionais que reduzem a capacidade do cérebro. • Síndrome de Down - alteração genética que ...
futurotaqui.blogspot.com/2014/05/deficiencia-intelectual-o-que-e-e-como.html

*  Curso de Capacitação para Cuidadores de Pessoas com Deficência

O papel do cuidador é, além de um ato de respeito e solidariedade, agregar conhecimentos técnicos, compromisso e empenho no resgate da dignidade humana e a qualidade de vida da pessoa com deficiência.Estes atributos separados, por maior que seja a boa vontade, não alcançam o resultado esperado e desejado.. Dessa forma, é fundamental, além dos estímulos naturais para o ato de cuidar, que a pessoa esteja munida de conhecimentos básicos para desempenhar a tarefa, permitindo aplicar técnicas necessárias para criar hábitos diários na vida de crianças e adultos com deficiência mental (intelectual), paralisia cerebral ou autismo, assim como melhorar sua qualidade de vida num entendimento eficaz direcionado às necessidades, as dificuldades e as características das necessidades que acometem a pessoa com deficiência e seus familiares.. Objetivo do curso:. Aprender de forma didática como desenvolver habilidades necessárias para a aquisição dos hábitos de higiene, vestuário, ...
faculdadesaobraz.net.br/curso-de-capacitacao-para-cuidadores-de-pessoas-com-deficencia

*  O Burguês Inglório: Dezembro 2015

Blogueiro anônimo cujo estilo de vida busca a utópica evolução social, financeira, física e intelectual. Aspirante a playboy internacional.
burguesinglorio.blogspot.com/2015/12/

*  O Burguês Inglório: Abril 2017

Blogueiro anônimo cujo estilo de vida busca a utópica evolução social, financeira, física e intelectual. Aspirante a playboy internacional.
burguesinglorio.blogspot.com/2017/04/

*  Fuso mitótico - Wikipedia

O fuso mitótico ou fuso acromático é uma estrutura celular efémera, constituída por microtúbulos. É uma estrutura do citosqueleto das células eucariotas, envolvida na mitose e na meiose. Durante a meiose leva o nome de fuso meiótico. A sua função é a de separar os cromossomos durante a divisão celular de modo a que sejam incluídos nas células-filha. É constituído por feixes de microtúbulos que se alinham longitudinalmente e que no conjunto apresentam uma forma do tipo elipsoide. O fuso orienta os cromossomos para que fiquem centralizados no equador da célula durante a metáfase da mitose. Só existe nas células animais, juntamente com os centríolos, nas células vegetais aparece sem os centríolos. o aparelho mitótico de células animais é constituído de dois componentes: o áster e o fuso acromático. O áster é um feixe de fibras microtubulares, disposto como raios que partem de cada centrossomo localizado nos polos da célula em divisão. O fuso acromático é outra ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fuso_mitótico

*  TRF2 - Wikipedia

Predefinição:PBB/7014 TRF2 (Telomeric repeat-binding factor 2) é uma proteína que faz regulação negativa do comprimento dos telômeros e ajuda a estabilizar a extremidade do cromossomo. A superexpressão do TRF2 resulta no progressivo encurtamento do telômero. TRF2 afeta o nível de expressão da telomerase. TRF1 http://www.ncbi.nlm.nih.gov/gene?Db=gene&Cmd=ShowDetailView&TermToSearch= ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/TRF2

*  Vantagem do heterozigoto - Wikipedia

Uma vantagem do heterozigoto é quando um genótipo heterozigoto tem uma aptidão maior do que os genótipos homozigotos. O específico caso de vantagem do heterozigoto por um único locus é conhecido por sobredominância. Polimorfismo pode ser mantido pela seleção que favorece o heterozigoto, e este mecanismo é usado apra explicar a ocorrência de alguns tipo de variação genética. Um exemplo comum é o caso onde o heterozigoto possui tanto vantagem quanto desvantagem, enquanto o homozigoto possui apenas desvantagem. Um conhecido caso de vantagem do heterozigoto é o gene que provoca a anemia falciforme. Vantagem do heterozigoto é o mais importante mecanismo para o vigor híbrido, em que a melhora de uma função e qualidade biológica se dá em indivíduos híbridos. Charlesworth D, Willis JH (novembro de 2009). «The genetics of inbreeding depression». Nat. Rev. Genet. 10 (11): 783-96. PMID 19834483. doi:10.1038/nrg2664 Carr DE, Dudash MR (junho de 2003). «Recent approaches into the ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Vantagem_do_heterozigoto

*  Na mídia: Projeto estabelece benefícios a portadores de doenças auto-imunes reumatológicas | APAFISP

Projeto de lei da senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) em tramitação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) estabelece uma série de benefícios aos portadores de doenças auto-imunes reumatológicas crônicas. Pela proposta (PLS 320/06), que será ainda apreciada em decisão terminativa pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), essas pessoas serão consideradas portadores de necessidades especiais e terão direito a isenções tributárias e tarifárias e ainda a atendimento prioritário.. As doenças auto-imunes têm origens desconhecidas, segundo relata a senadora na justificação de seu projeto. No entanto, fatores genéticos e ambientais costumam ser responsáveis pelo aparecimento e desenvolvimento dessas doenças, que se caracterizam pela reação do sistema imunológico do indivíduo ao próprio corpo, o que ocasiona processos inflamatórios que podem gerar destruição, perda da função ou comprometimento do órgão ou parte do corpo atingida.. A doença auto-imune é considerada ...
apafisp.org.br/2012/12/3471-na-midia-projeto-estabelece-beneficios-a-portadores-de-doencas-auto-imunes-reumatologicas/

*  ઇ‍ઉ Tudo Azul: 11/08/12

Além disso, o suplemento não substitui nenhuma substância da dieta: deve ser usado juntamente com a dieta e nunca substitui-la. São indicados principalmente para indivíduos portadores de doenças, pois muitas vezes complementam a alimentação de acordo com necessidades específicas. Há suplementos energéticos ou hipercalóricos, que apresentam um elevado valor calórico, por exemplo, e são utilizados para aumentar a ingestão calórica de pacientes em casos de inapetência, baixo peso ou doenças que promovem perda de peso como o câncer. ...
tudoazul06.blogspot.com/2012_11_08_archive.html

*  Saccharomyces cerevisiae - Wikipedia

Saccharomyces cerevisiae é um organismo eucariota unicelular que pertence ao reino dos Fungos. É a levedura utilizada na produção do pão e também da cerveja, além de ser usada para a produção de etanol. Ela é utilizada como base para muitas indústrias, como a de panificação e de bebidas. Esse fungo é utilizado como fermento biológico, por liberar dióxido de carbono, por exemplo, na massa de pão, fazendo-a crescer. No caso das bebidas alcoólicas produzidas pelo processo de fermentação, a Saccharomyces cerevisae converte o açúcar em álcool etílico e também pode contribuir na formação de constituintes secundários responsáveis pelo sabor - é o caso da cerveja, rum e uísque . É um organismo utilizado como modelo no estudo da Bioquímica, Genética e Biologia Celular de eucariotas. Isto porque é de fácil manutenção em laboratório e o conhecimento biológico sobre ela é bem desenvolvido - o seu genoma já foi sequenciado. Hieróglifos egípcios sugerem que, há ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Saccharomyces_cerevisiae

*  Temsempreumaboa: Fungos

O objetivo : Observar qual temperatura mais adequada para o processo de fermentação do Saccharomyces cerevisiae, um tipo de levedura componente do fermento biológico ...
temsempreumaboa.blogspot.com/2012/08/fungos.html

*  Laptop Battery 10.8V 7800mAh PA3533U-1BRS for Toshiba - pt.tmart.com

Satellite Pro L300-154, Satellite Pro L300-155, Satellite Pro L300-156, Satellite Pro L300-15E, Satellite Pro L300-19K Satellite Pro L300-19Q, Satellite Pro L300-19R, Satellite Pro L300-19S, Satellite Pro L300-1AD, Satellite Pro L300-1AF Satellite Pro L300-1AI, Satellite Pro L300-1AU, Satellite Pro L300-1CN, Satellite Pro L300-EZ1004V, Satellite Pro L300-EZ1004X Satellite Pro L300-EZ1005V, Satellite Pro L300-EZ1005X, Satellite Pro L300-EZ1501, Satellite Pro L300-EZ1502 Satellite Pro L300-EZ1521, Satellite Pro L300-EZ1522, Satellite Pro L300-EZ1523, Satellite Pro L300-EZ1524 Satellite Pro L300-EZ1525, Satellite Pro L300-128, Satellite Pro L300-12F, Satellite Pro L300-12H, Satellite Pro L300-12I Satellite Pro L300-12X, Satellite Pro L300-152, Satellite Pro L300-153, Satellite Pro L300-1DS, Satellite Pro L300-1FJ Satellite Pro L300-1FK, Satellite Pro L300-1FL, Satellite Pro L300-1FN,Satellite Pro L300-1FO, Satellite Pro L300-21F Satellite Pro L300-23L, Satellite Pro L300-23M, Satellite Pro ...
pt.tmart.com/Laptop-Battery-10-8V-7800mAh-PA3533U-1BRS-for-Toshiba_p234966.html

*  O QUE SÃO SATÉLITES. Serviço de Satélite de Amador - PDF

O QUE SÃO SATÉLITES Serviço de Satélite de Amador Introdução Os satélites estudados, desenvolvidos e fabricados por organismos técnicos e científicos internacionais criados por Amadores de Rádio, são uma
docplayer.com.br/2824979-O-que-sao-satelites-servico-de-satelite-de-amador.html

*  Satélite minúsculo registra lançamento de foguete da atmosfera

Satélite estava passando pela plataforma de lançamento na hora e fez o fantástico registro de seus pares sendo lançados para o espaço
hypescience.com/satelite-foguete/

*  Usuários reclamam do sistema de conexão implantado no T2, bem como da estrutura do local

Além do conceito de novo sistema para embarque no terminal, os usuários não ficaram satisfeito com a estrutura do local - foto: Gerson Freitas Alguns
emtempo.com.br/usuarios-reclamam-do-sistema-de-conexao-implantado-no-t2-bem-como-da-estrutura-do-local/

*  Genômica funcional - Wikipedia

Genômica funcional é um campo da biologia molecular que descreve a função de genes e proteínas. Ao contrário da genômica, a genômica funcional se concentra sob aspectos dinâmicos, tais como a transcrição de um gene, a tradução e interações entre proteínas, em oposição aos aspectos estáticos da genômica, como o sequenciamento de DNA e estudos estruturais. A genômica funcional tenta responder questões sobre a função do DNA a nível de genes, transcrição de RNA e síntese de proteínas. Os estudos de genômica funcional são caracterizados por abordagens que geralmente envolvem métodos high-throughput preferivelmente a metodologias mais tradicionais (gene-por-gene). As duas abordagens mais utilizadas nesse campo de estudo têm sido a análise do perfil global da expressão gênica (transcriptoma) e a análise sistemática das proteínas (proteoma). O objetivo da genômica funcional é entender a relação entre o genoma de um organismo e seu fenótipo. O termo genoma ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Genômica_funcional

*  Seleção artificial - Wikipedia

Seleção artificial é o processo conduzido pelo ser humano de cruzamentos seletivos com o objetivo de selecionar características desejáveis em animais, plantas. Estas características podem ser, por exemplo, um aumento da produção de carne, leite, lã, seda ou frutas. Para esse fim foram, e são, produzidas diversas raças domésticas, como cães, gatos, pombos, bovinos, peixes e plantas ornamentais. É uma seleção em que a luta pela vida, ou seleção natural, que foi substituída pela escolha humana dos indivíduos que melhor atendem aos seus objetivos. Distingue-se da seleção natural pela intencionalidade presente na intervenção influente. O processo de seleção artificial ajudou na criação de um modelo que pudesse explicar a variação natural dos seres vivos, a seleção natural. Os processos de seleção artificial são o endocruzamento e formação de híbridos. Através do endocruzamento o homem promove uma seleção direcional escolhendo os indivíduos portadores das ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Seleção_artificial

*  Questão 157550 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 157550 - Índice 2723 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/157550

*  Questão 280530 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 280530 - Índice 1431 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/280530

*  Questão 281121 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos -...

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 281121 - Índice 1866 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/281121

*  Questão 411848 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 411848 - Índice 1328 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/411848

*  Questão 429605 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 429605 - Índice 1016 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/429605

*  Questão 453853 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 453853 - Índice 965 de 2746 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/453853

*  Questão 583216 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 583216 - Índice 35 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/583216

*  Questão 613131 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 613131 - Índice 98 de 2726 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/613131

*  Questão 747527 - Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos, questão 747527 - Índice 1689 de 2746 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-gerenciamento-da-informacao-e-gestao-de-documentos/747527

*  Questão 478176 - Avaliação de documentos - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos e Avaliação de documentos, questão 478176 - Índice 2 de 152 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-avaliacao-de-documentos/478176

*  Questão 628798 - Protocolo - Arquivologia

Questão de concurso da matéria Arquivologia e Gerenciamento da Informação e Gestão de Documentos e Protocolo, questão 628798 - Índice 17 de 219 questões. Estude com qualidade e foco.
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/arquivologia-protocolo/628798

Duplicação de genes: #REDIRECIONAMENTO Duplicação cromossômicaTus (proteína): Tus (do inglês terminus utilization substance) é uma proteína que se liga às sequências terminadoras da replicação de ADN e actua contra a helicase DnaB quando entra em contacto com uma helicase que avança. A união da proteína Tus detém eficazmente o movimento do ADN polimerase, pelo que este não pode progredir na replicação do ADN.Evolução molecular: Evolução molecular refere-se a vários processos evolutivos resultantes de alterações no DNA, RNA, e/ou Proteína. A evolução no Ácido nucleico ocorre por processos mutacionais, os quais, por sua vez, provocam alterações nos aminoácidos codificados.Genes ParaHOX: O cluster de genes denominado ParaHox é parte da família de genes Homeobox, foi descoberto no anfioxo Branchiostoma floridae e hoje sabemos que está presente em Cnidária, Acoelomorpha, Deuterostomia, Lophotrochozoa e alguns Ecdysozoa, porém em muitos grupos o cluster não é conservado e alguns genes não estão presentes ou estão espalhados pelo genoma.Long terminal repeat: Long Terminal Repeats (LTR) são grandes sequências repetitivas de nucleotídeos que medem centenas ou milhares de bases. As LTRs são encontradas nas extremidades de uma molécula de ácido nucléico, flanqueando genes funcionais, como em DNA retroviral e em retrotransposons.Filogenética molecular: A filogenética molecular, também conhecida como sistemática molecular, é o uso das estruturas das moléculas com vista a se ganhar informação sobre as relações evolutivas de um organismo.Linkage genético: Linkage genético, ou ligação genética, descreve a associação de dois ou mais loci num cromossoma a partir do nível de recombinação meiótica entre eles.Síndrome do cromossoma 20 em anel: A síndrome do cromossoma 20 em anel é uma anomalia genética rara, na qual os dois braços do cromossoma 20 se unem, formando um anel.http://www.Estrutura primária: A estrutura primária é dada pela sequência de aminoácidos ao longo da cadeia polipeptídica. É o nível estrutural mais simples e mais importante, pois dele deriva todo o arranjo espacial da molécula.Oncogene: Oncogene é a denominação dada aos genes relacionados com o surgimento de tumores, sejam malignos ou benignos, bem como genes que quando deixam de funcionar normalmente, transformam uma célula normal numa célula cancerosa. As versões de função normal de oncogenes, os proto-oncogenes, são genes responsáveis pelo controle da divisão celular (mitose), da diferenciação celular e da tradução proteica.Centrómero: O é a região mais condensada do cromossomo, normalmente no meio deste, onde as cromátides-irmãs entram em contato. Pode ser categorizado como parte da heterocromatina, visto corresponder a uma região de DNA inactiva — ou seja, os genes não têm actividade e não se expressam (não são transcritos, traduzidos, etc.Método de Sanger: O método de Sanger é procedimento tradicional sequenciamento de DNA, foi desenvolvido por Frederick Sanger e colaboradores na década de 70 e consiste na adição de nucleotídeos modificados, chamados didesoxiribonucleotídeos, que impedem o crescimento de um fragmento de DNA em replicação pela DNA polimerase após sua adição. Tem sido largamente utilizado por centros de pesquisa ao redor do globo.DUF1220: DUF1220 é uma domínio proteico que pode ser encontrado em várias proteínas, incluindo aquela que é produzida pelo gene MGC8902, que está repetido em quantidade maior no ADN humano relativamente a genomas de outros primatas. A sua função é ainda desconhecida.Marcador: Em genética e epigenética, o marcador (ou bookmarking) é um fenômeno biológico "Gene bookmarking: keeping the pages open" publicado pelo jornal Cell Symposia - Volume 30, Issue 11, p605–610, em novembro de 2005 por Kevin D. Sarge [que funciona como um mecanismo epigenético para a transmissão de memória celular] do padrão de expressão de genes em uma célula, ao longo da [[mitose, às suas células-filhas"Ciclo Celular - Mitose" no site PortalBiologia.Probando: Probando é um termo usado em genética médica e noutros campos da medicina para designar um indivíduo particular (pessoa ou animal) que estiver sendo estudado ou reportado na literatura científica. Quando uma doença genética é diagnosticada pela primeira vez numa determinada família, o indivíduo diagnosticado é o probando (caso índice).Dominância (genética): Dominância, de acordo com as leis da genética descobertas por Gregor Mendel, se refere à propriedade de alguns alelos, chamados de alelos dominantes, e, por convenção, representados por letras maiúsculas, como A, se manifestarem no fenotipo mesmo na presença de outros alelos, chamados de alelos recessivos e representados por letras minúsculas, como a.Phillip McClean (1998), Quantitative Genetics [em linha]Modelação por homologia: A modelação por homologia de proteínas refere-se à construção de um modelo de resolução atómica de uma proteína-alvo a partir da sua sequência de aminoácidos.Trissomia 9: Trissomia 9 é uma anomalia cromossômica caracterizada no cromossomo 9, pode ou não apresentar mosaicismo. Os sintomas variam, mas geralmente ocorrem deformações no crânio e no sistema nervoso, e ocorre retardo mental.Metáfase: A Metáfase (do grego μετά =depois e φάσις= estágio) é a fase mitótica em que os centrômeros dos cromossomas estão ligados às fibras cinetocóricas que provêm dos centríolos que se ligam aos microtúbulos do fuso mitótico.Microssatélite (genética): {{Desambiguação} https://pt.wikipedia.Epicanto: Epicanto ou dobra epicântica é uma prega de pele da pálpebra superior (do nariz até ao lado interior da sobrancelha), cobrindo o canto interior (canto medial) do olho. A dobra epicântica está por vezes presente na maioria das pessoas de ascendência da Ásia Oriental como os mongóis (e também coreanos, japoneses e etc), do Sudeste Asiático (vietnamitas, indonésios, malaios e etc), dos originários da Ásia Central, e ainda inuítes, indígenas americanos, khoisans na África e Madagáscar.Poliploidia: Poliploidia é a situação genética de núcleo celular, célula, ou organismo, em que há mais de dois conjuntos de cromossomas homólogos.


ocorre


  • Além disso, na fase S, ocorre o início da duplicação dos centrossomas e o início do seus movimentos para os polos da célula. (wikipedia.org)
  • Na meiose ocorre uma duplicação cromossômica para duas divisões celulares, havendo redução do número de cromossomo, através da meiose I e meiose II. (wikipedia.org)

duas


  • Eles descobriram que, durante a formação dos gametas, ocorrem duas divisões celulares sucessivas, após uma única duplicação cromossômica, de modo que as quatro células-filhas formadas ficam com a metade do número de cromossomo existentes na célula original (como Weismann previu que deveria acontecer. (wikipedia.org)
  • Inicia-se a espiralização cromossômica, nessa fase os filamentos cromossômicos são finos, pouco visíveis e já é constituído cada um por duas cromátides. (wikipedia.org)

cromossomos


  • Anáfase A anáfase começa pela duplicação dos centrômeros, libertando as cromátides-irmãs que passam a ser chamadas de cromossomos-filhos.As fibras do fuso, ligadas aos centrômeros, encurtam, puxando os cromossomos para os pólos da célula. (wikipedia.org)
  • O mais comum é ocorrer a troca de material entre os cromossomos e duplicação de algum material genético, o que gera o erro aleatório na 'recombinação' cromossômica durante a formação do embrião', explica o médico. (sissaude.com.br)

pode


  • pode ocorrer como um erro na recombinação homóloga, um evento de retrotransposição ou duplicação de um cromossoma inteiro. (wikipedia.org)
  • Em muitos desses estudos, conclusões foram feitas e hoje sabe-se que o autismo pode ter ligação com fatores ambientais, como complicações durante a gravidez ou parto, alterações bioquímicas causadas pelo excesso de serotonina no sangue ou ainda é causado por uma anormalidade cromossômica, que pode surgir com o desaparecimento ou duplicação do cromossomo 16. (desabafodemae.com.br)

cromossomo


  • Fase S A segunda etapa da Intérfase é marcada, principalmente pela duplicação do material genético, logo, dobrando a ploidia da célula, fazendo que cada cromossomo apresente uma cromátide irmã. (wikipedia.org)

genes


  • Ohno argumenta que a duplicação de genes é a mais importante força evolutiva desde a emergência do descendente comum. (wikipedia.org)

muitas


  • As mutações pontuais são muitas vezes geradas por erros na duplicação do DNA ou na hora transcrever o DNA para RNA. (wikipedia.org)
  • Essas descobertas permitiram o diagnóstico de muitas doenças genéticas através da análise cromossômica e de testes moleculares. (wikipedia.org)