Doenças Parasitárias: Infecções ou infestações por parasitas. Frequentemente são contraídas por meio do contato com um vetor intermediário, mas podem ocorrer como resultado da exposição direta.Dermatopatias Parasitárias: Doenças de pele causadas por ARTRÓPODES, HELMINTOS ou outros parasitas.Infecções por Protozoários: Infecções por organismos unicelulares membros do antigo sub-reino Protozoa.Antiparasitários: Fármacos usados para tratar ou para prevenir infecções parasitárias.Esquistossomose: Infecção com vermes (trematódeos) do gênero SCHISTOSOMA. Três espécies produzem as doenças clínicas mais frequentes: SCHISTOSOMA HAEMATOBIUM (endêmico na África e Oriente Médio), SCHISTOSOMA MANSONI (no Egito, norte e sul do continente africano, em algumas ilhas das Índias Orientais, 2/3 do norte da América do Sul) e SCHISTOSOMA JAPONICUM (no Japão, China, Filipinas, Sulawesi, Tailândia, Laos). S. mansoni é detectado com frequência em porto-riquenhos que moram nos Estados Unidos.Amébidos: Ordem de protozoários ameboides comumente uninucleados e que possuem mitocôndria. A maioria dos organismos é não patogênica.Helmintíase: A infestação com vermes parasitas da classe dos helmintos.Eimeriida: Ordem de organismos parasitas da classe COCCIDIA que abrange as famílias CRYPTOSPORIDIIDAE, EIMERIIDAE e SARCOCYSTIDAE.Neurocisticercose: Infecção do encéfalo, medula espinal ou estruturas perimeningeanas com formas larvais do gênero TAENIA (principalmente T. solim em humanos). As lesões formadas pelo organismo são conhecidas como cisticercos. A infecção pode ser subaguda ou crônica e a gravidade dos sintomas depende da gravidade da resposta imune do hospedeiro e do local das várias lesões. Os ATAQUES representam a manifestação clínica mais frequente, embora déficits neurológicos focais possam ocorrer. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1998, Ch27, pp46-50)Enteropatias Parasitárias: Infecção dos INTESTINOS com PARASITAS, geralmente envolvendo VERMES PARASITAS. Infecções com vermes cilíndricos (INFECÇÕES POR NEMATOIDES) e tênias (INFECÇÕES POR CESTOIDES) também são conhecidas como HELMINTÍASES.Antiprotozoários: Substâncias que destroem protozoários.Leishmaniose: Doença causada por qualquer uma das espécies de protozoários do gênero LEISHMANIA. Há quatro tipos clínicos principais dessa infecção: cutânea, (LEISHMANIOSE CUTÂNEA), cutânea difusa (LEISHMANIOSE CUTÂNEA DIFUSA), mucocutânea (LEISHMANIOSE MUCOCUTÂNEA) e visceral (LEISHMANIOSE VISCERAL).Helmintíase Animal: A infestação em animais de vermes parasitas da classe dos helmintos. A infecção pode ser experimental ou veterinária.Anti-Helmínticos: Agentes destrutivos para os vermes parasitários. São usados terapeuticamente para tratar a HELMINTÍASE, tanto no homem como nos animais.Doenças do Sistema Digestório: Doenças de qualquer parte do TRATO GASTROINTESTINAL ou órgãos acessórios (FÍGADO, TRATO BILIAR, PÂNCREAS).Pneumopatias Parasitárias: Infecções dos pulmões com parasitas, mais comumente por vermes parasitas (HELMINTOS).Anticorpos Anti-Helmínticos: Imunoglobulinas produzidas em uma resposta a ANTÍGENOS DE HELMINTOS.Parasitologia: Estudo de parasitas e DOENÇAS PARASITÁRIAS.Equinococose: Infecção causada pela infestação da forma larvária de Tênias do gênero Echinococcus. Fígado, pulmões e rins são as áreas mais comuns de infestação.Medicina Tropical: Ramo da medicina voltado (concerned) para as doenças, principalmente de origem parasitária, comuns nas regiões tropicais e subtropicais.Antígenos de Helmintos: Qualquer parte ou derivado de um helminto que induz uma reação imune. Os antígenos de helmintos mais frequentemente encontrados são os do schistosomos.Tripanossomíase: Infecção por protozoários do gênero TRYPANOSOMA.Iodoquinol: Um dos 8-quinolinóis halogenados amplamente utilizados como antisséptico intestinal, especialmente como agente antiamebiano. Também é usado topicamente em outras infecções e pode causar dano ao SNC e aos olhos. É conhecido mundialmente por nomes comerciais muito similares.Amebíase: Infecção causada por qualquer uma de várias amebas. Ela é um estado de portador assintomático na maioria dos indivíduos, mas doenças que vão desde diarreias leves e crônicas a disenterias fulminantes podem ocorrer.Infecções por Nematoides: As infecções por nematoides, gerais ou não especificadas.Taenia solium: Espécie de tênia (gênero TAENIA) que infecta os suínos. Os homens a adquirem pela ingestão de porco defumado ou mal-cozido.Parasitos: Organismos invertebrados que vivem sobre um organismo ou dentro dele (hospedeiro) tirando proveito. Tradicionalmente, estão excluídos da definição de parasitas, as BACTÉRIAS patogênicas, os FUNGOS, os vírus e as PLANTAS, embora possam viver de forma parasita.Echinococcus: Gênero de TÊNIAS muito pequenas da família Taeniidae. A forma adulta é encontrada em vários CARNÍVOROS, mas não em humanos. Em humanos, a forma larval é observada em certas circunstâncias epidemiológicas.Schistosoma: Gênero de trematódeos que pertence à família Schistosomatidae. Possui mais de doze espécies. Estes parasitas são encontrados no homem e outros mamíferos. Caramujos são os hospedeiros intermediários.Dracunculíase: Infecção com nematoides do gênero Dracunculus. Um ou mais vermes podem ser observados num dado momento, sendo que as pernas e pés são as áreas mais frequentemente afetadas. Os sintomas incluem prurido, náusea, vômitos, diarreia ou ataques de asma.Cysticercus: Forma larvar de diversas tênias do gênero Taenia.Giardíase: Infecção do intestino delgado causada pelo protozoário flagelado, GIARDIA LAMBLIA. Dissemina-se por meio de alimento e água contaminados e por contato direto de pessoa a pessoa.Doenças Negligenciadas: Doenças que são subfinanciadas e possuem baixo reconhecimento, mas são as principais ameaças em países pouco desenvolvidos. A Organização Mundial da Saúde apontou seis doenças infecciosas tropicais como negligenciadas em países industrializados que são endêmicas em muitos países em desenvolvimento (HELMINTÍASE, HANSENÍASE, ELEFANTÍASE FILARIAL, ONCOCERCOSE, ESQUISTOSSOMOSE e TRACOMA).Cisticercose: Infecção por CYSTICERCUS, a forma larvar de várias vermes cestoides do gênero Taenia (geralmente T. solium em humanos). Em humanos penetram a parede intestinal e invadem o tecido subcutâneo, cérebro, olhos, músculo, coração, fígado, pulmões e peritônio. O comprometimento cerebral resulta em NEUROCISTICERCOSE.Filariose: Infecções com nematoides da superfamília FILARIOIDEA. A presença de vermes vivos no corpo é principalmente assintomática, mas a morte dos vermes adultos causa a inflamação granulomatosa e fibrose permanente. Os organismos do gênero Elaeophora infectam alces silvícolas e carneiro doméstico causando necrose isquêmica do cérebro, cegueira e dermatose facial.Schistosoma japonicum: Espécie de trematódeo sanguíneo que pertence à família Schistosomatidae e cuja distribuição é confinada a áreas do Extremo Oriente. O hospedeiro intermediário é o caramujo. Ocorre no homem e outros mamíferos.Schistosoma mansoni: Espécie de trematódeo sanguíneo da família Schistosomatidae. É comum no delta do Nilo. O hospedeiro intermediário é o caramujo planorbídeo. Este parasita causa esquistossomose mansoni e bilhiarziose intestinal.Leishmaniose Visceral: Doença crônica causada por LEISHMANIA DONOVANI e transmitida pela picada de várias espécies de flebótomos do gênero Phlebotomus e Lutzomyia. Ela é frequentemente caracterizada por febre, calafrios, vômitos, anemia, hepatoesplenomegalia, leucopenia, hipergamaglobulinemia, emagrecimento e uma coloração acinzentada da pele. A doença é classificada em três tipos principais de acordo com a distribuição geográfica: indiana, mediterrânea (infantil) e africana.Toxocaríase: A infecção por nematódeos do gênero TOXOCARA, normalmente encontrados em gatos silvícolas ou domesticados e em cachorros e raposas, com exceção da larva, que pode produzir a larva migrans visceral ou ocular no homem.Doença de Chagas: Infecção com parasita protozoário TRYPANOSOMA CRUZI, uma forma de TRYPANOSSOMOSE endêmica nas Américas Central e do Sul. Foi denominada pelo médico brasileiro Carlos Chagas, que descobriu o parasita. A infecção pelo parasita (somente com resultado sorológico positivo) se diferencia das manifestações clínicas que se desenvolvem após alguns anos, como destruição dos GÂNGLIOS PARASSIMPÁTICOS, CARDIOMIOPATIA CHAGÁSICA e disfunção do ESOFÂGO ou CÓLON.Esquistossomose Japônica: Esquistossomíase causada por Schistosoma japonicum. É endêmica no extremo Oriente e infecta os intestinos, o fígado e o baço.Infecções do Sistema Nervoso Central: Infecções patogênicas do cérebro, medula espinhal e meninges. INFECÇÕES POR DNA VÍRUS, INFECÇÕES POR RNA VÍRUS, INFECÇÕES BACTERIANAS, INFECÇÕES POR MICOPLASMA, INFECÇÃO POR SPIROCHAETALES, infecções fúngicas, INFECÇÕES POR PROTOZOÁRIOS, HELMINTÍASE e DOENÇAS DE PRÍON podem acometer o sistema nervoso central como processos primários ou secundários.Entamebíase: A infecção por amebas do gênero ENTAMOEBA. A infecção por E. histolytica causa DISENTERIA AMEBIANA e ABSCESSO HEPÁTICO AMEBIANO.Schistosoma haematobium: Espécie de trematódeo sanguíneo da família Schistosomatidae que ocorre em diferentes fases do desenvolvimento nas veias dos sistemas pulmonar e hepático e, finalmente, na luz da bexiga. Este parasita causa esquistossomose urinária.Gnathostoma: Gênero de nematoides parasitas que ocorre em mamíferos incluindo o homem. A infestação de humanos ocorre pela penetração de larvas pela pele ou pela ingestão de peixe mal cozido.Infecções por Uncinaria: A infecção em homens e animais por ancilóstomas duodenais que não sejam aqueles do gênero Ancylostoma ou Necator, para os quais os termos à disposição são a ANCILOSTOMÍASE E NECATORÍASE.Doenças Transmissíveis: Doença causada por um agente infeccioso ou suas toxinas através da transmissão deste agente ou seus produtos, do reservatório ou de uma pessoa infectada ao hospedeiro suscetível, quer diretamente através de uma pessoa ou animal infectado quer indiretamente através de um hospedeiro intermediário vegetal ou animal, por meio de um vetor, ou através do meio ambiente inanimado.Echinococcus multilocularis: Espécie de tênia (CESTODA) do norte temperado, cuja forma adulta infecta ROEDORES selvagens e RAPOSAS. A forma larval pode infectar humanos, produzindo CISTOS HEPÁTICOS HIDÁTIDOS.Interações Hospedeiro-Parasita: Relação entre um invertebrado e outro organismo (o hospedeiro), um dos quais vive às custas do outro. Tradicionalmente excluídos da definição de parasitas, são BACTÉRIAS patogênicas, FUNGOS, VÍRUS e PLANTAS; entretanto eles podem viver de modo parasitário.Albendazol: Anti-helmíntico benzimidazólico de largo espectro, relacionado estruturalmente com o MEBENDAZOL, que é eficaz contra muitas doenças.Infecções por Trematódeos: As infecções causadas pela infestação de vermes da classe Trematoda.Escabiose: Inflamação cutânea contagiosa causada pela picada do piolho SARCOPTES SCABIEI. É caracterizada por erupções papulares com prurido e escavações na pele principalmente nas axilas, cotovelos, punhos e genitália, embora possa se espalhar e cobrir o corpo inteiro.Leishmania: Gênero de protozoários flagelados que compreende diversas espécies patogênicas ao homem. Organismos deste gênero possuem fases amastigota e promastigota em seu ciclo de vida. Como resultado de estudos enzimáticos, este único gênero foi divido em dois subgêneros: Leishmania leishmania e Leishmania viannia. Espécies do subgênero Leishmania leishmania incluem: L. aethiopica, L. arabica, L. donovani, L. enrietti, L. gerbilli, L. hertigi, L. infantum, L. major, L. mexicana e L. tropica. As seguintes espécies compõem o subgênero Leishmania viannia: L. braziliensis, L. guyanensis, L. lainsoni, L. naiffi e L. shawi.Leishmania donovani: Hemoflagelado parasita do subgênero Leishmania leishmania que infecta o homem e animais e causa LEISHMANIOSE VISCERAL. Os gêneros de mosquitos-palha Phlebotomus e Lutzomyia são os vetores.Triquinelose: Infeção por TRICHINELLA. É causada pela ingestão de carne crua ou mal cozida que estiver infectada com larvas de vermes nematoides do gênero TRICHINELLA. Todos os membros do gênero TRICHINELLA podem afetar humanos, além da TRICHINELLA SPIRALIS, o agente etiológico tradicional. É distribuído em boa parte do mundo e é reemergente em algumas partes como um dano à saúde pública e um problema de segurança alimentar.Trypanosoma cruzi: Agente da tripanossomíase sul-americana ou DOENÇA DE CHAGAS. Seus hospedeiros vertebrados são o homem e vários animais domésticos e selvagens. Insetos de diversos gêneros são os vetores.Abdome Agudo: Síndrome clínica caracterizada por dor abdominal intensa, localizada e de início rápido. O abdome agudo pode ser causado por uma variedade de transtornos, lesões ou doenças.Paragonimíase: Infecção com TREMATÓDEOS do gênero PARAGOMINUS.Esquistossomose mansoni: A esquistossomose causada pelo Schistosoma mansoni. Ela é endêmica na África, no Oriente Médio, na América do Sul e no Caribe e afeta principalmente os intestinos, o baço e o fígado.Taenia: Gênero de grandes tênias ou solitárias.Testes de Sensibilidade Parasitária: Testes que demonstram a eficácia relativa de agentes quimioterápicos contra parasitos específicos.Entamoeba histolytica: Espécie de protozoário parasita que causa ENTAMEBÍASE e DISENTERIA AMEBIANA. Suas características incluem único núcleo contendo pequeno cariossomo central e cromatina periférica de granulação fina e regular.Contagem de Ovos de Parasitas: Determinação do número de ovos de parasitas nas fezes.Doenças Parasitárias em Animais: Infecções ou infestações por organismos parasitas. As infestações podem ser experimentais ou veterinárias.Vetores de Doenças: Invertebrados ou vertebrados não humanos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro a outro.Proteínas de Helminto: Proteínas encontradas em quaisquer espécies de helminto.Leishmania infantum: Hemoflagelado parasita do subgênero Leishmania leishmania que infecta o homem e animais causando LEISHMANIOSE VISCERAL. Infecções em humanos são praticamente restritas a crianças. Este parasita é comumente visto em cães, outros Canidae, e porcos-espinhos, sendo os humanos considerados hospedeiros acidentais. A transmissão ocorre por mosquitos-pólvora Phlebotomus.Malária: Doença causada em humanos por protozoários de quatro espécies do gênero PLASMODIUM: PLASMODIUM FALCIPARUM, PLASMODIUM VIVAX, PLASMODIUM OVALE e PLASMODIUM MALARIAE e transmitida pela picada da fêmea infectada do mosquito do gênero ANOPHELES. A malária é endêmica em partes da Ásia, África, Américas Central e do Sul, Oceania e em certas ilhas Caribenhas. Caracteriza-se clinicamente por exaustão extrema associada com paroxismos de FEBRE alta, SUDORESE, CALAFRIOS e ANEMIA. Em ANIMAIS, a malária é causada por outras espécies de plasmódio.Eosinofilia: Aumento anormal de EOSINÓFILOS no sangue, tecidos ou órgãos.Praziquantel: Anti-helmíntico usado na maioria das infestações por esquistossoma e muitos cestódeos.Tripanossomíase Africana: Doença endêmica entre pessoas e animais da África Central. É causada por várias espécies de tripanossomas, particularmente T. gambiense e T. rhodesiense. Seu hospedeiro secundário são MOSCAS TSÉ-TSÉ. O acometimento do sistema nervoso central produz a "doença do sono africana". A nagana é uma tripanossomose rapidamente fatal em cavalos e outros animais.Arábia SauditaControle de Doenças Transmissíveis: 1) Programas de vigilância elaborados para prevenir a transmissão de doenças, por qualquer via, de pessoa para pessoa ou de animal para humano (MeSH). 2) Operações e programas de monitoramento de doenças transmissíveis com o objetivo de reduzir e eliminar sua incidência e/ou prevalência. (Tradução livre do original: Last, 2001)Viagem: Aspectos de saúde e de doença relacionados a viagens.Coccidiose: A infecção por protozoários encontrada em animais e no homem. Ela é causada por vários gêneros diferentes de COCCIDIA.Filariose Linfática: As infestações por parasitas do sistema linfático humano causadas pela WUCHERERIA BANCROFTI ou BRUGIA MALAYI. Ela também é chamada de filaríase linfática (ou elefantíase filárica).Ivermectina: Mistura composta na maior parte de avermectina H2B1a (RN 71827-03-7) com pouca avermectina H2B1b (Rn 70209-81-3), que são macrolídeos obtidos de STREPTOMYCES avermitilis. Esta mistura se liga aos canais de cloreto controlados por glutamato causando aumento na permeabilidade e hiperpolarização de células nervosas e musculares. Interagem também com outros CANAIS DE CLORETO. É um antiparasitário de amplo espectro e ativo contra microfilárias de ONCHOCERCA VOLVULUS, mas não contra a forma adulta.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Esquistossomose Urinária: Doença humana causada por infecção pelo verme parasita SCHISTOSOMA HAEMATOBIUM. É endêmica na ÁFRICA e partes do ORIENTE MÉDIO. Os tecidos, mais frequentemente danificados estão no SISTEMA URINÁRIO, especificamente a BEXIGA URINÁRIA.Infecções por Strongylida: As infecções por nematoides da ordem STRONGYLIDA.Proteínas de Protozoários: Proteínas encontradas em quaisquer espécies de protozoários.Anticorpos Antiprotozoários: Imunoglobulinas produzidas em uma resposta a ANTÍGENOS DE PROTOZOÁRIOS.Ensaio de Imunoadsorção Enzimática: Imunoensaio utilizando um anticorpo ligado a uma enzima marcada, tal como peroxidase de raiz-forte (ou rábano silvestre). Enquanto a enzima ou o anticorpo estiverem ligados a um substrato imunoadsorvente, ambos retêm sua atividade biológica; a mudança na atividade enzimática como resultado da reação enzima-anticorpo-antígeno é proporcional à concentração do antígeno e pode ser medida por espectrofotometria ou a olho nu. Muitas variações do método têm sido desenvolvidas.China: País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.Zoonoses: Doenças de animais que podem ser transmitidas aos HUMANOS ou podem ser transmitidas dos humanos para os animais.Antígenos de Protozoários: Qualquer parte ou derivado de qualquer protozoário que induz imunidade; os antígenos da malária (Plasmodium) e do tripanossoma são atualmente os mais frequentemente encontrados.Leishmaniose Cutânea: Doença endêmica que é caracterizada pelo desenvolvimento de lesões localizadas múltiplas ou únicas em áreas expostas da pele que frequentemente se ulceram. A doença tem sido dividida nas formas "Novo Mundo" e "Velho Mundo". A leishmaniose do "Velho Mundo" é separada em três tipos distintos de acordo com manifestações epidemiológicas e clínicas e é causada por espécies dos complexos L. tropica e L. aethiopica assim como por espécies do maior gênero da Leishmania. A leishmaniose do "Novo Mundo", também chamada de leishmaniose americana, ocorre nas Américas Central e do Sul e é causada por espécies dos complexos L. mexicana e L. braziliensis.Gastroenteropatias: Doenças em qualquer segmento do TRATO GASTROINTESTINAL desde o ESÔFAGO ao RETO.Plasmodium falciparum: Espécie de protozoário que é o agente causador da MALÁRIA FALCIPARUM. É a mais prevalente nos trópicos e subtrópicos.Fezes: Excrementos oriundos do INTESTINO que contêm sólidos não absorvidos, resíduos, secreções e BACTÉRIAS do SISTEMA DIGESTÓRIO.Países em Desenvolvimento: Países no processo de mudança com o crescimento econômico, ou seja, um aumento na produção, consumo e renda per capita. O processo de crescimento econômico envolve a melhor utilização de recursos naturais e humanos que resultam em uma mudança nas estruturas sociais, políticas e econômicas.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Doenças do Cão: Doenças do cão doméstico (Canis familiaris). Este termo não inclui doenças de cães selvagens, LOBOS, RAPOSAS e outros Canidae, para os quais o termo CARNÍVOROS é utilizado.Insetos Vetores: Insetos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro para outro, ou de um reservatório inanimado para um hospedeiro animado.Toxoplasma: Gênero de protozoários parasitas de aves e mamíferos. T. gondii é um dos animais patogênicos infecciosos mais comuns como parasitas do homem.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Camundongos Endogâmicos BALB C

*  Doença parasitária - Wikipedia

Há uma dubiedade quanto ao emprego de um ou de outro sufixo quando se trata de doenças parasitárias, embora a denominação ... Existe grande controvérsia quanto a terminação das palavras indicadoras de doenças parasitárias. Os sufixos -íase e -ose, ... O estudo das doenças parasitárias é denominado Parasitologia. ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doença_parasitária

*  IPTV USP :: Principais Doenças Parasitárias Causadas Por...

Licenciatura, em, Ciências, Módulo, 5, Doenças, infecciosas, parasitárias, Protozoários, Susana, Segura, Munhoz, Ana, Paula, ... Licenciatura em Ciências, Módulo 5, Doenças infecciosas parasitárias, Protozoários, Susana Segura Munhoz, Ana Paula Moraes ...
iptv.usp.br/portal/video.action?idItem=8420

*  DOENÇAS INFECTOCONTAGIOSAS E PARASITÁRIAS

o que resulta em maior risco de contrair doenças infecciosas e parasitárias transmitidas pela água. habitação. no mercado de ... Doenças senis - doenças que resultam do processo de envelhecimento. Nesse espaço social. ou à procura de. aplicar e fiscalizar ... o que ajuda a evitar uma série de doenças infecciosas e parasitárias, dentre as quais as gastrenterites, que pioravam as ... doenças cardiovasculares.. O SISVAN pode ser muito útil no trabalho em saúde.P OF AE R PROBLEMA NUTRICIONAL DADOS DE PESQUISAS ...
https://pt.scribd.com/doc/63395279/DOENCAS-INFECTOCONTAGIOSAS-E-PARASITARIAS

*  CID-10 Capítulo I: Algumas doenças infecciosas e parasitárias - Wikipedia

O Capítulo I relaciona Algumas doenças infecciosas e parasitárias A00.0 Cólera devida a Vibrio cholerae 01, biótipo cholerae ... de outras doenças infecciosas e parasitárias e das não especificadas B95 Estreptococos e estafilococos como causa de doenças ... doenças classificadas em outros capítulos B97 Vírus como causa de doenças classificadas em outros capítulos B99 Outras doenças ... resultando em doenças infecciosas e parasitárias B21 Doença pelo vírus da imunodeficiência humana [HIV], resultando em ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Capítulo_I:_Algumas_doenças_infecciosas_e_parasitárias

*  DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS | Universidade Federal Fluminense

Receba por email as novidades que publicamos nas áreas de notícias, informes e eventos.. Atenção: Antes de clicar, certifique-se de que não haja nenhuma conta aberta do gmail em seu navegador.. ...
uff.br/?q=doencas-infecciosas-e-parasitarias

*  Blog do Marcelo Gurgel: Doenças Infecciosas e Parasitárias

Doenças infecciosas e parasitárias: auto-avaliação e revisão. Rio de Janeiro: Revinter, 1995. 192p. ... A Editora Revinter, do Rio de Janeiro, engendrou, para indumentária externa de "Doenças Infecciosas e Parasitárias: auto- ...
blogdomarcelogurgel.blogspot.com/2009/03/doencas-infecciosas-e-parasitarias.html

*  Pesquisa: Doencas Infecciosas e Parasitarias - Guia de Bolso do Ministerio da Saude | MedicinaNET

"Doencas Infecciosas e Parasitarias - Guia de Bolso do Ministerio da Saude". Sua busca por "Doencas Infecciosas e Parasitarias ... Doenças infecciosas e parasitárias : guia de bolso / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de ... que, ao lado de especialistas, revisem e atualizem este Guia de Bolso de Doenças Infecciosas e Parasitárias, embora as ... à saúde da população brasileira a 7ª edição do Guia de Bolso de Doenças Infecciosas e Parasitárias. Gerson Penna Secretário de ...
medicinanet.com.br/pesquisas/doencas_infecciosas_e_parasitarias_–_guia_de_bolso_do_ministerio_da_saude.htm

*  Prefeitura de Uberaba (CODAU) - MG

Profilaxia das doenças parasitárias. Ciclo evolutivo dos protozoários e helmintos.Imunologia: princípios de Imunologia e ... Provas sorológicas para doenças reumáticas. Provas de aglutinação nas doenças infecciosas, imunoglobulinas. Reações de ...
https://pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-uberaba-codau-mg-5-vagas

*  Linfopenia | dos Sintomas ao Diagnóstico e Tratamento | MedicinaNET

Várias outras doenças virais comuns como o sarampo estão, tipicamente, associadas à Linfopenia transitória durante as fases ... A Linfopenia resulta, em parte, da destruição e/ou depuração de células T CD4 + infectadas com HIV-1 ou HIV-2. Outras doenças ... Além disso, apresentam risco aumentado de doenças alérgicas. Além da diminuição do número de linfócitos, a deficiência no ... Os pacientes com imunodeficiências adquiridas podem ter infecções recorrentes, bem como doenças autoimunes, e têm um aumento do ...
medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/7130/linfopenia.htm

*  Sporozoa - Wikipedia

São parasitas intracelulares que atacam os tecidos de artrópodos e peixes causando-lhes doenças parasitárias. Principais ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sporozoa

*  Esporozoários - Wikipedia

São parasitas intracelulares que atacam os tecidos de artrópodes e peixes causando-lhes doenças parasitárias. Principais ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Esporozoários

*  Água - Wikipedia

Doenças parasitárias como esquistossomose e oncocercose também são comuns em regiões tropicais, onde utilizam a água como meio ... Doenças como malária e dengue, que são transmitidas por mosquitos vetores cuja reprodução depende da água, são também grandes ... Muitas doenças são causadas pelo consumo de água imprópria, geralmente contendo microorganismos danosos. A diarreia, causada ... Estima-se que cerca de quatro em cada cinco das doenças e mortes estejam diretamente relacionadas ao uso de água contaminada ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Água

*  Sebastião José de Oliveira - Wikipedia

Já em 1939 entra no Instituto Oswaldo Cruz como bolsista não-renumerado Departamento Nacional de Doenças Parasitárias (DNER) - ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sebastião_José_de_Oliveira

*  Processo saúde-doença - Wikipedia

A geografia médica e as doenças infecto-parasitárias. Caminhos de Geografia. cuiabá MT 2002.. ... O conceito de multicausalidade não exclui a presença de agentes etiológicos numa pessoa como fator de aparecimento de doenças. ... único de surgimento de doenças um agente etiológico - vírus, bactérias, protozoários -, o conceito de saúde-doença estuda os ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Processo_saúde-doença

*  Conjuntos de dados - Portal Brasileiro de Dados Abertos

Mortalidade - Doenças Infecciosas e Parasitárias Recursos disponíveis no site da Sala de Apoio à Gestão Estratégica (http:// ...
dados.gov.br/dataset?tags=Sala de Apoio à Gestão Estratégica&organization=ministerio-da-saude-ms

*  Cólica equina - Wikipedia

Doenças parasitárias, qualidade da forragem e estresse ambiental são outros fatores que contribuem para o surgimento de ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cólica_equina

*  dores intestinais, enxaqueca, enjoo, boca amarga,dor no estomago

Lista detalhada de doenças possíveis dados diversos sintomas ou uma história clínica completa. Se fornece uma medida da ... Doenças. Pesquisas freqüentes. Pesquisa médica. Plantas medicinais. Temas de saúde. Dicionário médico. Sites de saúde. ... Doenças Parasitárias. 1. + +. 177. Hipersensibilidade. 1. + +. 178. Tuberculose Bucal. 1. + +. 179. Miíase. 1. + +. ...
lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=dores intestinais, enxaqueca, enjoo, boca amarga,dor no estomago&lang=3&parent=/&mode=F

*  Factor de necrose tumoral - Wikipedia

... presente nas doenças parasitárias e nas neoplasias. Hoje o TNF-α é reconhecido como um importante mediador da atividade letal ... Seu mau funcionamento pode causar inflamações dolorosas em doenças auto-imunes, choque séptico e permitir o aparecimento de ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Factor_de_necrose_tumoral

*  Psitacose - Wikipedia

Doenças infecciosas e parasitárias. 6ª edição revisada. Brasília: Ministério da Saúde, 2005. MOSCHIONI, Cristiane. et al.; ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Psitacose

*  SBlogI: Efeitos Biológicos do CD40 Ligante Solúvel (sCD40L)

... área da interação entre sCD40L e doenças parasitárias. Não se sabe ao certo seu comportamento durante a evolução dessas doenças ... Estes conhecimentos poderão trazer perspectivas para avaliação do prognóstico dessas doenças e gerar novas abordagens ... o que poderia afetar a evolução das doenças. Foi demonstrado que o sCD40L inibe a produção de anticorpos de in vitro e a reação ... Nas doenças infecciosas ainda não está clara se a interação entre o sCD40L modularia a resposta imune positivamente ou ...
blogdasbi.blogspot.com/2011/04/efeitos-biologicos-do-cd40-ligante_4816.html

*  Prefeitura de Monte Alegre de Sergipe - SE

Corpo Humano: doenças parasitárias, sistemas do corpo humano (composição (órgão) e principais considerações funcionais de todos ... doenças gastrointestinais e glândulas anexas; doenças do metabolismo e glândulas endócrinas; doenças cardiovasculares; doenças ... doenças pulmonares; desequilíbrio do peso corpóreo; doenças neoplásicas; grande queimado, politraumatismo e sepse; doenças do ... Conhecimentos Específicos: Doenças transmissíveis; Imunização; Assistência de enfermagem à criança e ao adulto; Tratamento e ...
https://pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-monte-alegre-de-sergipe-se-62-vagas

*  Medicina Apostila

2. DOENÇAS PARASITÁRIAS: Conceito: São as infestações orgânicas por vermes e protozoários. Importância Médico Legal: Doenças e ... Doenças Profissionais. CONCEITO: INFORTUNÍSTICA é a parte da medicina legal que trata dos Acidentes do trabalho, das Doenças ... 2. As doenças etárias: Catarata senil, osteoartrose da coluna, etc. 3. As doenças endêmicas: Malária, febre amarela, lepra, etc ... 17-Doenças em Geral: Todas as doenças perturbam o funcionamento físico e mental de qualquer pessoa principalmente dos ...
https://pt.scribd.com/document/28027349/Medicina-Apostila

*  Anhanguera: Janeiro 2015

Doenças Parasitárias em Pequenos Animais. Data: 26/01. Hora: 8h Curso de Gestão de Empreendimentos Solidário Data: 26 a 31/01 ...
blog.aedu.com.br/2015/01/

*  Hospital das Clínicas Samuel Libânio - Wikipedia

Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP). Endocrinologia. Gastroenterologia. Ginecologia e Obstetrícia. Hematologia. Homeopatia ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hospital_das_Clínicas_Samuel_Libânio

*  CID-10 Capítulo XIII: Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo - Wikipedia

M00) Artrite piogênica (M01) Infecções diretas da articulação em doenças infecciosas e parasitárias classificadas em outra ... Espondilopatia em outras doenças infeciosas e parasitárias classificadas em outra parte (M49.4) * Espondilopatia neuropática ( ... Doenças sistêmicas do tecido conjuntivo em doenças classificadas em outra parte (M40) Cifose e lordose (M40.0) Cifose postural ... Osteíte deformante em doenças neoplásicas (C00-C48†) (M90.7) * Fratura óssea em doenças neoplásicas (C00-C48†) (M90.8) * ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Capítulo_XIII:_Doenças_do_sistema_osteomuscular_e_do_tecido_conjuntivo

Doença parasitária: Doença parasitária, enfermidade parasitária, ou parasitose, é uma doença infecciosa causada por um parasito protozoário ou metazoário (cestódeo, trematódeo, nematódeo e artrópode). O estudo das doenças parasitárias é denominado Parasitologia.Protozoose: Protozooses ou Protozoonoses são as doenças causadas por protozoários parasitas. Os protozoários são organismos eucariontes, heterótrofos e cuja grande maioria é de vida livre e são encontrados nos mais diversificados ambientes.IvermectinaEsquistossomoseVerminose: Verminose é uma doença provocada por agentes específicos, denominados parasitas, especialmente endoparasitas que vivem no interior do corpo do hospedeiro. Constitui-se uma doença frequente, de difícil controle pelos órgãos públicos, que acomete o ser humano de forma irrestrita. É observada nas crianças e nos adultos, em ambos os sexos, em todas as classes sociais, tanto na zona rural como nas cidades.Parasita intestinal: Parasitas intestinais são parasitas que infestam o trato gastro-intestinal em humanos e outros animais.Loukopoulos P, Komnenou A, Papadopoulos E, Psychas V.TeclozanaAnti-helmíntico: == Anti-helmínticos ==EquinococoseDoença tropical: Doenças tropicais são doenças infecciosas que ocorrem unicamente nas regiões tropicais e subtropicais (o que é raro) ou, mais seguidamente, são ou mais difundidas nos trópicos ou mais difíceis de prevenir e controlar.SurraBalamuthia mandrillaris: Balamuthia mandrillaris é uma ameba de vida livre, heterotrófica, de regiões temperadas, com ciclo de cistos e trofozoítos de 30 a 120um. Ambas fases podem infectar por meio de feridas da pele ou por inalação e causar encefalite amebiana granulomatosa (GAE) ou protozoose disseminada em grandes primatas (inclusive humanos).Schistosoma mekongi: Schistosoma mekongi é um verme achatado parasita do filo Platyhelminthes classe Trematoda. Habita o sudeste asiático.DracunculíaseGiárdia: A giárdia (Giardia lamblia) é um protozoário microscópico que parasita o intestino dos mamíferos, inclusive de seres humanos.Neurocisticercose: Neurocisticercose (NCC) é o termo usado para aludir à infecção do sistema nervoso central (SNC) pela forma larvária da Taenia solium, sendo problema particularmente comum em países latino-americanos, asiáticos e africanos. É uma doença de origem parasita e potencialmente endêmica e ocasiona, sobre tudo, epilepsia crônica.Schistosoma japonicum: Schistosoma japonicum é um verme achatado parasita, pertencente do filo Platyhelminthes, classe Trematoda. É um importante parasita e um dos principais agente causadores de esquistossomose.Esquistossomo: O esquistossomo ou chistossoma (Schistosoma mansoni) é um platelminto da classe trematóide causador da esquistossomose, uma verminose bastante perigosa e comum em áreas com saneamento precário. Sua descrição completa foi feita pelo médico brasileiro Pirajá da Silva, em 1908.LeishmanioseToxocaríaseChagas: Campanha é Hora de TratarSchistosoma haematobium: Schistosoma haematobium é um verme achatado parasita, pertencente ao filo Platyhelminthes, classe Trematoda. Habita a Africa sub-sahariana.GnatostomíaseEchinococcus multilocularis: Echinococcus multilocularis é uma espécie de cestoda da família Taeniidae. Os adultos parasitam o intestino delgado de canídeos, e as larvas utilizam como hospedeiro intermediário roedores e o homem, causando o cisto hidático.AlbendazolSarnaLeishmania aethiopica: Leishmania aethiopica é uma espécie de protozoário flagelado da família Trypanosomatidae. A espécie é o agente etiológico da leishmaniose cutânea do Velho Mundo.Leishmania donovani: Leishmania donovani é uma espécie de protozoário flagelado da família Trypanosomatidae. A espécie é o agente etiológico da leishmaniose visceral do Velho Mundo.Trichinella spiralis: Trichinella spiralis é uma espécie de nematódeo do gênero Trichinella comumente encontrado parasitando porcos, ratos e humanos, causador da triquinelose.Mitreva, M.Tripanossoma: Os tripanossomas (género Trypanosoma, filo Kinetoplastida, reino Protista) fazem parte do grupo dos protozoários e podem infectar insetos e vários mamíferos, incluindo o homem.Apendicite epiploicaParagonimíaseEntamoeba histolytica: Entamoeba histolytica é uma espécie de protozoário que causa disenterias (diarreias) graves com sangue e muco. Pode progredir para abcesso amebiano do fígado, a amebíase.Leishmania infantum: Leishmania infantum é uma espécie de protozoário flagelado da família Trypanosomatidae. A espécie é o agente etiológico da leishmaniose visceral do Velho Mundo e Novo Mundo.Projeto do Atlas da Malária: O Projecto do Atlas da Malária (Malaria Atlas Project) ou MAP, é um projecto sem fins lucrativos, financiado por 5 anos pela Wellcome Trust, UK. O MAP é um projecto em colaboração entre o Grupo de Malaria Public Health and Epidemiology, do Centre for Geographic Medicine, Kenya, e o Grupo de Spatial Ecology and Epidemiology, da University of Oxford, UK, com colaboradores nas regiões da América e Ásia.Gastroenterite eosinofílicaPraziquantelTripanossomíaseAhmed YamaniEimeriose: A eimeriose ou coccidiose é uma doença comum em galinhas, causada por um protozoário do gênero Eimeria,http://www.pvj.Universidade Estadual de CampinasMicronema: Os micronemas são organelos típicos de protozoários Apicomplexa com função secretora. Estão situados no terceiro apical do protozoa, são pequenos e delgados com forma de corda enroscada e rodeados de membrana, com uma matriz interna eletrodensa devido ao seu conteúdo proteico.Nordeste da ChinaLeishmaniose cutâneaGametócito: Célula germinal que produz, durante a fase da gametogénese, um óvulo ou espermatozóide.Exame complementar de diagnóstico: Nas ciências da saúde, são denominados exames complementar de diagnóstico aqueles exames (laboratoriais, de imagem, etc.) que complementam aos dados da anamnese e do exame físico para a confirmação das hipóteses diagnósticas e tratamento.Terrier: Terrier é um grupo de raças de cães produzidas inicialmente para caça de pequenos animais. Geralmente de porte pequeno e médio, estes cães são extremamente corajosos e resistentes, e têm uma personalidade vívida, e energética.


pode causar


  • Seu mau funcionamento pode causar inflamações dolorosas em doenças auto-imunes, choque séptico e permitir o aparecimento de tumores. (wikipedia.org)

Neoplasias


  • em 1985, que redescobriram o TNF-α como uma substância idêntica à caquexina, um mediador sérico implicado nas síndromes consumptivas, presente nas doenças parasitárias e nas neoplasias. (wikipedia.org)

podem


  • Tais categorias podem incluir um conjunto de doenças semelhantes. (wikipedia.org)
  • Os pacientes com imunodeficiências adquiridas podem ter infecções recorrentes, bem como doenças autoimunes, e têm um aumento do risco de malignidades como linfoma em doentes com imunodeficiência comum variada. (medicinanet.com.br)
  • Outras doenças virais e bacterianas também podem estar associadas à Linfopenia. (medicinanet.com.br)

aparecimento


  • O conceito de multicausalidade não exclui a presença de agentes etiológicos numa pessoa como fator de aparecimento de doenças. (wikipedia.org)