Dispneia: A respiração com dificuldade ou com esforço.Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: Doença obstrutiva crônica de fluxo difuso e irreversível. Entre as subcategorias da DPOC estão BRONQUITE CRÔNICA e ENFISEMA PULMONAR.Testes de Função Respiratória: Medidas de vários processos envolvidos na respiração: inspiração, expiração, troca de oxigênio e dióxido de carbono, volume e deformação do pulmão, etc.Tolerância ao Exercício: Capacidade de um indivíduo para [realizar] exercícios medida através de [sua] resistência (duração máxima do exercício e/ou carga máxima de trabalho atingida) durante um TESTE de EXERCÍCIO.Dispneia Paroxística: Transtorno caracterizado por súbitos ataques de desconforto respiratório, em pacientes em repouso com INSUFICIÊNCIA CARDÍACA e EDEMA PULMONAR. Geralmente ocorre a noite após várias horas de sono em posição reclinada. Nos pacientes despertados há sensação de asfixia, tosse, suor frio e TAQUICARDIA. Quando há significante CHIADO é chamada asma cardíaca.Volume Expiratório Forçado: Medida da quantidade máxima de ar que pode ser expelido em vários segundos durante uma determinação da CAPACIDADE VITAL FORÇADA. Geralmente é dado como FEV seguido por uma indicação subscrita de vários segundos sobre o qual a medida é feita, embora algumas vezes é dado como uma porcentagem da capacidade vital forçada.Espirometria: Medida do volume de ar inspirado ou expirado pelo pulmão.Capacidade Vital: Volume de ar que é exalado por uma expiração máxima seguido de uma inspiração máxima.Pneumopatias Obstrutivas: Qualquer transtorno caracterizado pela obstrução das vias aéreas nos pulmões. A OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS pode ser crônica, intermitente ou persistente.Teste de Esforço: Atividade física controlada que é realizada para permitir a avaliação das funções fisiológicas, especialmente as cardiovasculares e pulmonares, mas também a capacidade aeróbica. O exercício máximo (mais intenso) é geralmente exigido, mas o submáximo também é utilizado.Músculos Respiratórios: Neste grupo de músculos estão incluídos o DIAFRAGMA e os MÚSCULOS INTERCOSTAIS.Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Tosse: Expulsão súbita e audível de ar dos pulmões através de uma glote parcialmente fechada precedida por inalação. É uma resposta protetora que serve para limpar a traqueia, brônquios e/ou pulmões de irritantes e secreções ou para prevenir a aspiração de materiais estranhos para dentro dos pulmões.Obstrução das Vias Respiratórias: Qualquer impedimento na passagem de ar para dentro ou para fora dos pulmões.Capacidade Inspiratória: Volume máximo de ar que pode ser inspirado após alcançar o final de uma expiração normal e tranquila. É a soma do VOLUME DE VENTILAÇÃO PULMONAR e do VOLUME INSPIRATÓRIO DE RESERVA. A abreviação normal é IC.Radiografia Torácica: Visualização do peito e órgãos da cavidade torácica por raio x. Não está restrita à visualização dos pulmões.Exercícios Respiratórios: Exercícios terapêuticos visando aprofundar a inspiração ou expiração ou equilibrar a frequência e ritmo respiratório alterados.Qualidade de Vida: Conceito genérico que reflete um interesse com a modificação e a aprimoramento dos componentes da vida, ex. ambiente físico, político, moral e social; a condição geral de uma vida humana.Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.Broncodilatadores: Substâncias que causam um aumento na expansão dos brônquios ou tubos brônquicos.Derivados da Escopolamina: Análogos ou derivados da escopolamina.Oxigenoterapia: Inalação de oxigênio objetivando o restabelecimento para a normalidade de qualquer alteração patofisiológica nas trocas gasosas do sistema cardiopulmonar, seja pelo uso de respirador, cateter nasal, tenda, câmara ou máscara. (Tradução livre do original: Dorland, 27a ed)Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Evolução Fatal: Morte resultante da presença de uma doença em um indivíduo, como mostrado por um único caso relatado ou um número limitado de pacientes. Deve ser diferenciado de MORTE, a interrupção fisiológica da vida e de MORTALIDADE, um conceito epidemiológico ou estatístico.Doenças Pulmonares Intersticiais: Grupo diverso de doenças pulmonares que afetam o parênquima pulmonar. São caracterizadas por uma inflamação inicial dos ALVÉOLOS PULMONARES que se estende ao interstício e além dele, levando a uma FIBROSE PULMONAR. Doenças do interstício pulmonar são classificadas por sua etiologia (causas conhecidas ou desconhecidas), e características radiopatológicas.Insuficiência Cardíaca: Afecção heterogênea em que o coração é incapaz de bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades metabólicas do corpo. A insuficiência cardíaca pode ser causada por defeitos estruturais, anomalias funcionais (DISFUNÇÃO VENTRICULAR), ou uma sobrecarga súbita além de sua capacidade. A insuficiência cardíaca crônica é mais comum que a insuficiência cardíaca aguda que resulta de injúria repentina à função cardíaca, como INFARTO DO MIOCÁRDIO.Pneumopatias: Processos patológicos que envolvem qualquer parte do PULMÃO.Medidas de Volume Pulmonar: Medida da quantidade de ar que os pulmões podem conter em vários pontos no ciclo respiratório.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.BroncopatiasHemoptise: Expectorar ou cuspir sangue originário de qualquer parte do TRATO RESPIRATÓRIO, geralmente oriundo de hemorragia no parênquima pulmonar (ALVÉOLOS PULMONARES) e nas ARTÉRIAS BRÔNQUICAS.Mecânica Respiratória: Ação física ou mecânica dos PULMÕES, DIAFRAGMA, COSTELAS e PAREDE TORÁCICA durante a respiração. Inclui fluxo de ar, volume pulmonar, controles neural e reflexo, mecanorreceptores, padrões respiratórios, etc.Neoplasias Cardíacas: Tumores em qualquer parte do coração. Incluem-se os tumores cardíacos primários e tumores que metastatizam no coração. Sua interferência com as funções cardíacas normais pode causar vários sintomas, inclusive INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, ARRITMIAS CARDÍACAS ou EMBOLIA.Neoplasias da TraqueiaAsma: Forma de transtorno brônquico com três componentes distintos: hiper-responsividade das vias aéreas (HIPERSENSIBILIDADE RESPIRATÓRIA), INFLAMAÇÃO das vias aéreas e intermitente OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS. É caracterizado por contração espasmódica do músculo liso das vias aéreas, RUÍDOS RESPIRATÓRIOS, e dispneia (DISPNEIA PAROXÍSTICA).Doenças da TraqueiaDoença Aguda: Doença relativamente grave de curta duração.Inalação: RESPIRAÇÃO para dentro.Trabalho Respiratório: Contração dos MÚSCULOS RESPIRATÓRIOS durante a INALAÇÃO. O trabalho é realizado em três fases: trabalho de COMPLACÊNCIA PULMONAR que necessita expandir os PULMÕES contra suas forças elásticas; trabalho de resistência tecidual que necessita superar a viscosidade do pulmão e estruturas da parede torácica; trabalho de RESISTÊNCIA DAS VIAS RESPIRATÓRIAS que necessita superar a resistência do fluxo de ar durante o movimento do ar nos pulmões. O trabalho da respiração não se refere à expiração, que é um processo totalmente passivo causado pelo recuo elástico do pulmão e caixa torácica. (Tradução livre do original: Guyton, Textbook of Medical Physiology, 8th ed, p406)Broncoscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia dos brônquios.Peptídeo Natriurético Encefálico: PEPTÍDEO secretado pelo ENCÉFALO e átrio cardíaco, armazenado principalmente no ventrículo cardíaco do MIOCÁRDIO. Pode causar NATRIURESE, DIURESE, VASODILATAÇÃO e inibir a secreção de RENINA e ALDOSTERONA. Aumenta a função cardíaca. Contém 32 AMINOÁCIDOS.Ventilação Voluntária Máxima: Medida da quantidade máxima de ar que pode ser inspirado e expirado em um intervalo contínuo de 15 ou 20 segundos. As abreviações comuns são MVV e MBC.Capacidade de Difusão Pulmonar: Quantidade de um gás captado pelos capilares sanguíneos pulmonares, a partir do gás alveolar, por minuto por unidade da média do gradiente de pressão do gás através da BARREIRA SANGUE-AR.Volume Residual: Volume de ar que permanece nos PULMÕES ao final de uma expiração máxima. A abreviação habitual é VR (RV).Enfisema Pulmonar: Alargamento dos espaços aéreos distais aos BRONQUÍOLOS TERMINAIS, onde normalmente ocorre a troca de gás. Isto geralmente é devido à destruição da parede alveolar. O enfisema pulmonar pode ser classificado pela localização e distribuição das lesões.Cuidados Paliativos: Tratamento para aliviar sintomas sem curar a doença. (Stedman, 25a ed)Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Albuterol: Agonista beta-2 adrenérgico de ação curta usado principalmente como um agente broncodilatador para tratamento de ASMA. O albuterol é preparado como uma mistura racêmica de estereoisômeros R(-) e S(+). A preparação do isômero R(-) do albuterol é chamada de levalbuterol.Derrame Pericárdico: Acúmulo de líquido dentro do PERICÁRDIO. Os derrames serosos estão associados com doenças pericárdicas. O hemopericárdio está associado com trauma. O derrame contendo lipídeos (quilopericárdio) resulta de vazamento no DUCTO TORÁCICO. Casos graves podem levar a TAMPONAMENTO CARDÍACO.Embolia Pulmonar: Bloqueio da ARTÉRIA PULMONAR ou um de seus ramos por um ÊMBOLO.Respiração: Ato de respirar com os PULMÕES, consistindo em INALAÇÃO ou captação do ar ambiente para os pulmões e na EXPIRAÇÃO ou expulsão do ar modificado, que contém mais DIÓXIDO DE CARBONO que o ar inalado. (Tradução livre do original: Blakiston's Gould Medical Dictionary, 4th ed.). Não está incluída a respiração tissular (= CONSUMO DE OXIGÊNIO) ou RESPIRAÇÃO CELULAR.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Caminhada: Atividade em que o corpo avança com ritmo lento a moderado movimentando os pés de modo coordenado. Compreende caminhada recreativa e para aptidão física (fitness), e corrida para competição.Capacidade Pulmonar Total: Volume de ar contido nos pulmões ao final de uma inspiração máxima. É o equivalente a cada uma das seguintes somas: CAPACIDADE VITAL mais VOLUME RESIDUAL, CAPACIDADE INSPIRATÓRIA mais CAPACIDADE RESIDUAL FUNCIONAL, VOLUME DE VENTILAÇÃO PULMONAR mais VOLUME DE RESERVA INSPIRATÓRIA mais capacidade residual funcional ou, volume de ventilação pulmonar mais volume de reserva inspiratória mais VOLUME DE RESERVA EXPIRATÓRIA mais volume residual.Testes de Provocação Brônquica: Testes envolvendo inalação de alérgenos (nebulizados ou na forma de poeira), soluções de nebulizados farmacologicamente ativos (por exemplo, histamina, metacolina), ou soluções controle, seguidos por avaliação da função respiratória. Esses testes são utilizados no diagnóstico da asma.Natriuréticos: Substâncias químicas endógenas ou exógenas que regulam o EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO no corpo. Consistem em compostos peptídicos e não peptídicos.Volume de Reserva Expiratória: Volume de ar extra que pode ser expirado com o máximo de esforço além do nível alcançado ao final de uma expiração normal, tranquila. A abreviação comum é VRE (ERV).Pneumonia em Organização Criptogênica: Doença pulmonar intersticial de etiologia desconhecida que ocorre entre os 21 e 80 anos de idade. É caracterizada por um início dramático de doença semelhante à pneumonia com tosse, febre, mal estar, fatiga, e perda de peso. As características patológicas incluem inflamação intersticial proeminente sem fibrose por colágeno, focos fibroblásticos difusos e nenhuma alteração em favo de mel sob microscópio. Há uma proliferação excessiva de tecido granuloso dentro das pequenas cavidades aéreas e nos dutos alveolares.Estenose TraquealDor no Peito: Pressão, queimadura ou entorpecimento no peito.

*  Associação dos tipos de dispneia e da "flexopneia" com as patologias cardiopulmonares nos cuidados de saúde primários

Dentre os vários tipos de dispneia, os mais frequentes são a dispneia aos esforços, a dispneia paroxística noturna (DPN), a ... A dispneia esteve presente em 43,8% dos voluntários e, entre eles, os tipos mais prevalentes foram a dispneia aos esforços (26, ... A associação da obesidade com a dispneia é descrita na literatura38. Os mecanismos envolvidos na dispneia em obesos incluem ... Estimar a associação da dispneia aos esforços, ortopneia, dispneia paroxística noturna e flexopneia com as doenças crônicas não ...

*  Dispneia - Wikipedia

Ortopneia: É a dificuldade respiratória (dispneia) que ocorre quando a pessoa está deitada. Dispneia de decúbito: Dispneia que ... Dispneia paroxística noturna: Dispneia que surge algum tempo após o adormecer, com a pessoa acordando bruscamente com forte ... Trepopneia: Dispneia com a pessoa deitada de lado. Platipneia: Dispneia na posição ortostática, que alivia com o decúbito. ... Dispneia também chamada de falta de ar é um sintoma no qual a pessoa tem desconforto para respirar, normalmente com a sensação ...

*  Dispneia paroxística noturna - Wikipedia

Dispneia, por Roberto Henrique Heinisch. Dispneia Ortopneia Trepopneia. ... Dispneia paroxística noturna (DPN) é um sintoma no qual a pessoa desenvolve dificuldades de respiração após deitar-se para ...

*  Pesquisa: Caso Clinico 24 Mulher de 39 Anos Com Dispneia e Dor Toracica | MedicinaNET

Sua busca por "Caso Clinico 24 Mulher de 39 Anos Com Dispneia e Dor Toracica" obteve 17 resultados. ... "Caso Clinico 24 Mulher de 39 Anos Com Dispneia e Dor Toracica" ...

*  Programa de Emagrecimento: Ganho de Saúde, Confiança e Reduzir Medidas

REDUÇÃO DA DISPNEIA DIMINUIÇÃO DE TRIGLICERÍDEOS DIMINUIÇÃO DO COLESTEROL RUIM E AUMENTO DO COLESTEROL BOM ...

*  Asma | MedicinaNET

Dispneia. A dispneia costuma ser um dos principais componentes da asma e é útil monitorar seus níveis em pacientes asmáticos. ... A embolia pulmonar, que também pode causar dispneia e sibilo, pode ser confundida com uma exacerbação da asma. É importante ... sibilo e dispneia).32 As medidas de função pulmonar obtidas na hora de dormir e ao acordar, geralmente, comprovam uma piora ... dispneia por esforço e mudança da qualidade da voz. Os pacientes com disfunção das cordas vocais, que não são asmáticos, ...

*  Sarcocistose - Wikipedia

A infecção do S.cruzi em bovinos causa: Febre; Perda do apetite; Palidez das mucosas; Corrimento nasal e ocular; Dispneia; ... dispneia, salivação e podem ser fatais. O Sarcocystis tem um ciclo de dois hospedeiros: Hospedeiros definitivos: animais que ...

*  Hipertrigliceridemia - Wikipedia

Os sinais e sintomas podem incluir: Dor no peito, barriga e/ou costas; Náuseas e vômitos; Dispneia (respiração irregular); ...

*  Hipercloremia - Wikipedia

Dispneia (dificuldade para respirar); Polidipsia (Sede intensa); Astenia (Fraqueza); Edema de Pitting (inflamação); Capacidade ...

*  Fenol - Wikipedia

Provoca dispneia e tosse. A absorção sistêmica provoca danos ao fígado, rins e sistema nervoso central. Cuidados: Remover o ...

*  Anemia - Wikipedia

Dispneia (falta de ar); Inapetência (falta de apetite) ocorre frequentemente em crianças; Queilite angular (inflamação da boca ...

*  Ortopneia - Wikipedia

Ortopneia é a dificuldade respiratória (dispneia) que ocorre quando a pessoa está deitada, fazendo com que a pessoa tenha que ... diminuindo a superfície de troca gasosa e em consequência provocando a dispneia. Este mecanismo também permite explicar os ...

*  Mnemofobia - Wikipedia

... dispneia). Dentre os sintomas psíquicos e comportamentais, encontra-se: Desejo de fugir; Sensação de perda de controle; Choro; ...

*  Insuficiência cardíaca - Wikipedia

É a dispneia paroxística noturna. Isso pode evoluir ainda para um quadro ainda mais grave de descompensação esquerda denominado ... Os possíveis sintomas de Insuficiência cardíaca são: Dispneia (falta de ar) A falta de ar do portador de insuficiência cardíaca ... São possíveis sinais da Insuficiência cardíaca: Dispneia (Respiração dificultosa) Taquicardia (Aceleração do coração) Palidez ...

*  Pesquisa: Eletrocardiograma 47 | MedicinaNET

Eletrocardiograma - Dispneia súbita durante esforço físico ...universal definition of myocardial infarction. Circulation 2012; ...

*  Pesquisa: Eletrocardiograma 76 | MedicinaNET

Eletrocardiograma - Dispneia súbita durante esforço físico ...a 1), este paciente tem TIMI 6, o que confere uma mortalidade de ...

*  Trepopneia - Wikipedia

Outros tipos de dispneia posicional includem ortopneia e dispneia paroxística nocturna. A respiração pode ser descrita como ... Trepopneia é a dispneia (dificuldade em respirar) que é sentida quando a pessoa está em decúbito lateral, não sendo sentida no ... O aumento da perfusão no pulmão doente iria aumentar a hipoxémia e o shunting, resultando num piorar da dispneia. Para ... eupneica, bradipneica (lenta) ou taquipneica (rápida). Dispneia paroxística noturna Ortopneia ^ Tsunezuka, Yoshio; Sato, Hideo ...

*  Matéria Médica de Boericke carla

Dispneia com hemoptise. Dor em todos os ossos e cartilagens do peito. Tosse espasmódica violenta, com herpes no rosto. Tosse ... Dispneia urémica. Remédio eficaz em muitos casos de asma. Estimula o centro respiratório e aumenta a quantidade de oxigénio no ... Dispneia. Sente como se tivesse uma barra em volta do peito. Palpitações, pulso irregular e intermitente; piora deitando sobre ... Terrível medo e dispneia, com gastralgia; também fraqueza, friagem como gelo e muito cansaço. Sintomas malignos. Tudo o que ...

*  Asfixiologia forense - Wikipedia

Dispneia é a respiração forçada e difícil. Jimenez Dias a definiu como "a sensação de uma respiração que não se realiza bem". ... Ortopneia é termo que indica dispneia tão intensa que obriga o indivíduo a sentar-se para dar inteira liberdade de ação aos ...

*  Terlipressina - Wikipedia

Reações incomuns: Hiponatremia (diminuição dos níveis de Sódio no sangue). Reações raras: Taquicardia, dispneia e insuficiência ...

*  Metamizol - Wikipedia

Prurido; Rubor; Urticária; Além de dispneia e, menos frequentemente, sintomas gastrintestinais. Entre outras reações adversas ...

*  Rhinoscleroma

Negava alterações vocais ou dispneia. Havia relato de ter sido submetida a uma cirurgia nasal para ressecção de sinéquias há ...

*  Infarto agudo do miocárdio - Wikipedia

Killip I - sem dispneia, terceira bulha ou estertoração pulmonar. Mortalidade = 6%. Killip II - dispneia e estertoração ...

Doença pulmonar obstrutiva crônicaDispneia paroxística noturna: Dispneia paroxística noturna (DPN) é um sintoma no qual a pessoa desenvolve dificuldades de respiração após deitar-se para dormir.Esteira ergométrica: 150px|thumb|right|Imagem de uma passadeira mecânica.Tosse pós-viral: Tosse pós-viral é um tipo de tosse clinicamente reconhecida como uma doença que acontece somente após uma infecção viral do trato respiratório tais como um resfriado, ou seja, por vírus. Pode durar até oito semanas.BroncodilatadorClassificação funcional da New York Heart Association: A Classificação funcional da New York Heart Association (NYHA) proporciona um meio simples de classificar a extensão da insuficiência cardíaca. Categoriza os doentes em uma de quatro categorias baseada na limitação da atividade física (dispnéia).HemoptiseRespiração de Cheyne-StokesHR Carinae: HR Carinae é uma estrela supergigante azul variávellocalizada na constelação de Carina. Como esta estrela tem uma atmosfera em expansão é cercado por uma vasta nebulosa de material nuclear processado e ejectado nuclear.Dia Mundial da AsmaN-terminal do pró-hormônio do peptídeo natriurético do tipo B: A porção N-terminal do pró-hormônio do peptídeo natriurético do tipo B (NT-proBNP) ,também abreviado como BNPT, é um peptídeo inativo formado pela porção N-terminal do pró-hormônio proBNP, reação que dá origem também ao BNP.EspirometriaInspiração: A inspiração é o processo de sugar o ar para dentro do organismo, para depois liberá-lo para fora do corpo através da expiração, realizando um ciclo respiratório. Guyton,John E.SalmeterolAngiografia pulmonar: Angiografia pulmonar (ou arteriografia pulmonar) é um procedimento medico cardiológico. Neste procedimento é utilizado raios-x sobre os vasos sanguíneos pulmonares para detectar malformações arteriovenosas.Bengala (bastão): Bengala é um acessório para o auxílio no caminhar, sendo mais usada por pessoas que têm dificuldades na locomoção em razão da idade, ou em razão de doença, problemas traumatológicos, como fraturas, ou cegueira.


ortopneia

  • Estimar a associação da dispneia aos esforços, ortopneia, dispneia paroxística noturna e flexopneia com as doenças crônicas não transmissíveis e, especialmente, com a insuficiência cardíaca e seus fenótipos na atenção primária. (elsevier.pt)
  • Ortopneia: É a dificuldade respiratória (dispneia) que ocorre quando a pessoa está deitada. (wikipedia.org)

sintoma

  • A dispneia é o sintoma mais comummente reportado por pacientes com insuficiência cardíaca, doenças pulmonares, obesos e idosos. (elsevier.pt)
  • A dispneia é um sintoma frequentemente relatado por idosos, com prevalência estimada entre 20‐60% 1,2 . (elsevier.pt)
  • Dispneia também chamada de falta de ar é um sintoma no qual a pessoa tem desconforto para respirar, normalmente com a sensação de respiração incompleta. (wikipedia.org)