Delírio: Transtorno caracterizado por CONFUSÃO, desatenção, desorientação, ILUSÕES, ALUCINAÇÕES, agitação e, em alguns casos, superatividade do sistema nervoso autônomo. Pode resultar de afecções tóxicas/metabólicas ou lesões cerebrais estruturais. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp411-2)Demência: Transtorno mental orgânico adquirido, com perda das habilidades intelectuais de severidade suficiente para interferir com o funcionamento social ou ocupacional. A disfunção é multifacetada e envolve a memória, comportamento, personalidade, julgamento, atenção, relações espaciais, linguagem, pensamento abstrato e outras funções executivas. O declínio intelectual, normalmente é progressivo e inicialmente poupa o nível de consciência.Transtornos Cognitivos: Distúrbios do processo mental relacionados com o aprendizado, pensamento, o raciocínio e o julgamento.Amnésia: Perda completa ou parcial da capacidade de recordar experiências passadas (AMNÉSIA RETRÓGRADA) ou de formar novas memórias (AMNÉSIA ANTERÓGRADA). Este estado pode ser de origem orgânica ou psicológica. As formas de amnésia orgânica normalmente estão associadas com disfunção do DIENCÉFALO ou HIPOCAMPO. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp426-7)Antagonistas dos Receptores Histamínicos H3: Medicamentos que seletivamente se ligam, mas não ativam os RECEPTORES HISTAMÍNICOS H3. Têm sido utilizados para corrigir os TRANSTORNOS DO SONO-VIGÍLIA e TRANSTORNOS DA MEMÓRIA.Receptores Histamínicos H3: Classe de receptores de histamina discriminados pela sua farmacologia e modo de ação. Os receptores histamínicos H3 foram principalmente reconhecidos como autorreceptores inibitórios em terminais nervosos contendo histamina, e desde então se tem demonstrado que eles regulam a liberação de diversos neurotransmissores nos sistemas nervoso central e periférico.Testes Neuropsicológicos: Testes projetados para a avaliação da função neurológica associada a certos comportamentos. São utilizados no diagnóstico de disfunção ou dano cerebral e dos transtornos ou lesões do sistema nervoso central.Comprometimento Cognitivo Leve: Fase prodrômica de declínio cognitivo que pode preceder a emergência da DOENÇA DE ALZHEIMER e outras demências. Pode incluir o comprometimento da cognição, como compromentimento da linguagem, a conscientização espacial pela visão, ATENÇÃO e MEMÓRIA.Doença de Alzheimer: Doença degenerativa do CÉREBRO caracterizada pelo início traiçoeiro de DEMÊNCIA. Falhas da MEMÓRIA, no julgamento, no momento da atenção e na habilidade em resolver problemas são seguidas de APRAXIAS severas e perda global das habilidades cognitivas. A afecção ocorre principalmente após os 60 anos de idade e é marcada por atrofia cortical severa e tríade de PLACA AMILOIDE, EMARANHADOS NEUROFIBRILARES e FILAMENTOS DO NEURÓPILO. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp1049-57)Demência Vascular: Termo impreciso referente à demência associada com TRANSTORNOS CEREBROVASCULARES, incluindo o INFARTO CEREBRAL (único ou múltiplo), e afecções associadas com ISQUEMIA CEREBRAL crônica. Foram descritos os subtipos difuso, cortical e subcortical. (Tradução livre do original: Gerontol Geriatr 1998 Feb;31(1):36-44)Nootrópicos: Fármacos usados para facilitar especificamente o aprendizado ou a memória, particularmente para impedir os déficits cognitivos associados às demências. Estes fármacos agem através de vários mecanismos. Como ainda nenhum fármaco nootrópico potente foi aceito para uso geral, vários estão sendo ativamente investigados.Cognição: Processo intelectual ou mental por meio do qual um organismo obtém conhecimento.Transtornos da Memória: Distúrbios no registro de uma impressão, na retenção de uma impressão adquirida, ou na lembrança de uma impressão. Deficiências de memória estão associadas com DEMÊNCIA, TRAUMA CRANIOCEREBRAL, ENCEFALITE, ALCOOLISMO (ver também TRANSTORNO AMNÉSICO ALCOÓLICO), ESQUIZOFRENIA e outras afecções.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Antagonistas dos Receptores Histamínicos: Fármacos que se ligam a receptores da histamina, bloqueando assim a ação da histamina ou de agonistas histamínicos, sem ativação dos referidos receptores. Os anti-histamínicos clássicos bloqueiam somente os receptores H1 da histamina.Delirium, Demência, Transtorno Amnéstico e Outros Transtornos Cognitivos: Transtornos cognitivos que incluem o delirium, a demência e outros. Estes podem ser resultantes do uso de substâncias, traumas ou outras causas.Memória: Função mental complexa que tem quatro fases distintas: (1) memorização ou aprendizagem, (2) retenção, (3) rememoração e (4) reconhecimento. Clinicamente, a memória é, em geral, subdividida em imediata, recente, e remota.Doenças do Sistema Nervoso: Doenças do sistema nervoso central e periférico. Estas incluem distúrbios do cérebro, medula espinhal, nervos cranianos, nervos periféricos, raizes nervosas, sistema nervoso autônomo, junção neuromuscular e músculos.Delirium por Abstinência Alcoólica: Transtorno mental orgânico agudo, induzido pela cessação ou redução no consumo crônico de álcool. Entre as características clínicas estão CONFUSÃO, DELUSÕES, ALUCINAÇÕES vívidas, TREMOR, agitação, insônia e sinais de hiperatividade autônoma (ex., aumento na pressão arterial e frequência cardíaca, pupilas dilatadas e diaforese). Ocasionalmente esta afecção pode ser fatal. Fora outrora chamada de delirium tremens. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1175)Envelhecimento: Mudanças graduais irreversíveis na estrutura e funcionamento de um organismo que ocorrem como resultado da passagem do tempo.Aprendizagem em Labirinto: A aprendizagem do caminho correto através de um labirinto para obtenção de reforço. É utilizado para populações humanas ou animais.Descoberta de Drogas: Processo de encontrar compostos químicos para potencial uso terapêutico.Hipocampo: Elevação curva da SUBSTÂNCIA CINZENTA, que se estende ao longo de todo o assoalho no LOBO TEMPORAL do VENTRÍCULOS LATERAIS (ver também LOBO TEMPORAL). O hipocampo, subículo e GIRO DENTEADO constituem a formação hipocampal. Algumas vezes, os autores incluem o CÓRTEX ENTORRINAL na formação hipocampal.Atrofia: Diminuição no tamanho de uma célula, tecido, órgão ou múltiplos órgãos associada com uma variedade de afecções, como alterações celulares anormais, isquemia, desnutrição ou alterações hormonais.Aprendizagem: Mudança de comportamento relativamente duradoura que resulta da experiência passada ou da prática. O conceito inclui a aquisição de conhecimento.Transtorno Bipolar: Transtorno afetivo importante caracterizado por graves oscilações do humor (episódios de mania ou de depressão significativa) e por uma tendência à remissão e à recorrência.Escalas de Graduação Psiquiátrica: Procedimentos padronizados baseados em escalas de avaliação ou roteiros de entrevistas conduzidos por profissionais da saúde para a avaliação do grau de doença mental.Transtornos Mentais: Doenças psiquiátricas que se manifestam por rupturas no processo de adaptação expressas primariamente por anormalidades de pensamento, sentimento e comportamento, produzindo sofrimento e prejuízo do funcionamento.Demência por Múltiplos Infartos: Perda das funções corticais superiores com retenção da atenção, devido a INFARTO CEREBRAL múltiplo cortical ou subcortical. Memória, julgamento, momento de atenção e controle do impulso, geralmente são prejudicados, podendo ser acompanhados de PARALISIA PSEUDOBULBAR, hemiparesia, anormalidades dos reflexos e outros sinais de disfunção neurológica localizada. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1060)Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Transtornos do Humor: Aqueles transtornos que têm como principal característica o distúrbio do humor.Atividade Motora: Atividade física de um humano ou de um animal como um fenômeno comportamental.Avaliação Geriátrica: Avaliação do nível de funcionamento físico, fisiológico ou mental em grupos populacionais de idosos.Doença por Corpos de Lewy: Doença neurodegenrativa caracterizada por demência, parkinsonismo leve e flutuações na atenção e alerta. As manifestações neuropsiquiátricas tendem a preceder o início de bradicinesia, RIGIDEZ MUSCULAR, e outros sinais extrapiramidais. DELUSÕES e ALUCINAÇÕES visuais são relativamente frequentes nesta afecção. Exames histológicos revelam CORPOS DE LEWY no CÓRTEX CEREBRAL e TRONCO CEREBRAL. PLACAS SENIS e outros sinais patológicos característicos da DOENÇA DE ALZHEIMER podem também estar presentes.Transtornos de Ansiedade: ANSIEDADE persistente e incapacitante.Apolipoproteína E4: Principal e a segunda isoforma mais comum da apolipoproteína E. Em humanos, a Apo E4 difere da APOLIPOPROTEÍNA E3 em apenas um resíduo, o 112 (cisteína é substituída pela arginina), e exibe uma baixa resistência à desnaturação e grande propensão para formar intermediários dobrados. A Apo E4 é um fator de risco para DOENÇA DE ALZHEIMER e DOENÇAS CARDIOVASCULARES.Complexo AIDS Demência: Afecção neurológica associada com a SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA e caracterizada por perda de concentração e memória, vagareza nos movimentos das mãos, ATAXIA, incontinência, apatia e dificuldades para andar associadas com a infecção pelo vírus HIV-1 no sistema nervoso central. O exame clínico do cérebro revela rarefação de substância branca, infiltrados perivasculares de linfócitos, macrófagos espumosos e células gigantes multinucleadas. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp760-1; N Engl J Med, 1995 Apr 6; 332(14): 934-40)Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO.Agitação Psicomotora: Sentimento de agitação associado com atividade motora elevada. Pode ocorrer como uma manifestação de toxicidade do sistema nervoso ou outras afecções.Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais: Classificação categórica de TRANSTORNOS MENTAIS baseada nos grupos de critérios com características definidas. É produzido pela American Psychiatric Association. (DSM-IV, página xxii)Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Confusão: Estado mental caracterizado por confusão, distúrbios emocionais, falta da clareza de pensamento e desorientação da percepção.Entrevista Psiquiátrica Padronizada: Entrevista clínica padronizada utilizada para avaliar psicopatologia atual através da graduação em escala das respostas do paciente.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Progressão da Doença: Piora de uma doença ao longo do tempo. Este conceito é usado com mais frequência para doenças crônica e incuráveis, em que o estágio da doença é um determinante importante de terapia e prognóstico.Testes de Associação de Palavras: Teste em que o indivíduo é solicitado a dizer qual o significado conceitual que ele atribui a cada palavra de uma lista.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Estudos Longitudinais: Estudo no qual as variáveis relacionadas a um indivíduo ou grupo de indivíduos são acompanhadas por anos e com contato a intervalos regulares.Hipnóticos e Sedativos: Drogas usadas para induzir sonolência, sono ou ainda para reduzir a excitação ou ansiedade psicológicas.Função Executiva: Conjunto de funções cognitivas que controla os complexos pensamentos e comportamentos direcionados a objetivos. A função executiva envolve vários domínios, como FORMAÇÃO DE CONCEITO, gerenciamento de objetivos, flexibilidade cognitiva, controle da INIBIÇÃO e MEMÓRIA OPERACIONAL. O comprometimento da função executiva é observado em uma série de distúrbios, como ESQUIZOFRENIA e TRANSTORNO DO DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Unidades de Terapia Intensiva: Unidades hospitalares que proveem assistência intensiva e contínua a pacientes em estado grave.Afasia Primária Progressiva: Forma progressiva de demência caracterizada pela perda global das habilidades de linguagem e preservação inicial de outras funções cognitivas. Foram descritos os subtipos fluente e não fluente. Eventualmente emerge um padrão de disfunção cognitiva global, similar à DOENÇA DE ALZHEIMER. Patologicamente, não há alterações do tipo da DOENÇA DE PICK ou de Alzheimer, entretanto, alterações espongiformes das camadas corticais II e III estão presentes nos LOBOS TEMPORAL e FRONTAL. (Tradução livre do original: Brain 1998 Jan;121(Pt 1):115-26)Lobo Temporal: Parte lateral inferior do hemisfério cerebral responsável pelo processamento auditório, olfatório e semântico. Está localizado em posição inferior à fissura lateral e anterior ao LOBO OCCIPITAL.Rememoração Mental: O processo através do qual uma representação da experiência passada é evocada.Cuidadores: Pessoas que proveem cuidado para aqueles que precisam de supervisão ou assistência no estado de doença ou incapacidade. Podem prestar a assistência em casa, em um hospital ou em uma instituição. Apesar do termo cuidador incluir médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, o conceito também se refere a pais, cônjuges ou outros familiares, amigos, clérigos, professores, assistentes sociais, colegas pacientes.Transtorno Depressivo Maior: Depressão importante que surge no período de involução e que se caracteriza por alucinações, delírios, paranoia e agitação.Proteínas tau: Proteínas associadas ao microtúbulo, expressas principalmente nos neurônios. As proteínas tau possuem várias isoformas e desempenham um papel importante para o acoplamento dos monômeros de tubulina nos microtúbulos e na manutenção do citoesqueleto e transporte axonal. A agregação de grupos específicos de proteínas tau nas inclusões filamentosas é característica comum de lesões fibrilares intraneuronais e gliais (EMARANHADOS NEUROFIBRILARES e FILAMENTOS DO NEURÓPILO) encontrados em vários transtornos neurodegenerativos (DOENÇA DE ALZHEIMER, TAUOPATIAS).Inibidores da Colinesterase: Drogas que inibem as colinesterases. O neurotransmissor ACETILCOLINA é rapidamente hidrolisado, e portanto inativado, pelas colinesterases. Quando as colinesterases são inibidas, a ação da acetilcolina liberada endogenamente nas sinapses colinérgicas é potencializada. Os inibidores da colinesterase são muito usados clinicamente pela sua potenciação das entradas colinérgicas para o trato gastrointestinal e a bexiga urinária, os olhos e músculos esqueléticos. Também são usados por seus efeitos no coração e no sistema nervoso central.Transtorno Depressivo: Transtorno afetivo que se manifesta tanto por um humor disfórico como pela perda de interesse ou prazer nas atividades usuais. O distúrbio do humor é predominante e relativamente persistente.Processamento de Imagem Assistida por Computador: Técnica de entrada de imagens bidimensionais em um computador e então realçar ou analisar a imagem em uma forma que é mais útil ao observador humano.Casas de Saúde: Centros que prestam supervisão de enfermagem e cuidados médicos limitados a pessoas que não requerem hospitalização.Teste de Sequência Alfanumérica: A capacidade do indivíduo de ligar, em sequencia e em um determinado intervalo de tempo, 25 círculos com letras e números. Um escore de 12 ou menos é sugestivo de lesões cerebrais orgânicas.Hipnose Anestésica: Procedimento no qual um indivíduo é induzido a um estado de transe para aliviar a dor. Este procedimento é frequentemente realizado com ANESTESIA local, mas não geral.Mapeamento Encefálico: Técnicas de imagem usadas para colocalizar os sítios das funções ou atividades fisiológicas do encéfalo com suas respectivas estruturas.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Atividades Cotidianas: Realização das atividades básicas de cuidados pessoais próprios como vestir-se, caminhar ou comer.Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Amnésia Anterógrada: Perda da habilidade de formar novas memórias a partir de um determinado ponto no tempo. Esta afecção pode ser de origem orgânica ou psicogênica. A amnésia anterógrada organicamente induzida pode ocorrer seguida a um TRAUMATISMOS CRANIOCEREBRAIS, CONVULSÕES, ANÓXIA e outras afecções adversas que acometem as estruturas neuronais associadas com a formação de memória (ex., o HIPOCAMPO, FÓRNICE, CORPOS MAMILARES e NÚCLEOS ANTERIORES DO TÁLAMO).Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade: Transtorno comportamental que tem origem na infância e cujas características essenciais são sinais de desatenção inconsistentes com o nível de desenvolvimento, impulsividade e hiperatividade. Embora muitos indivíduos tenham sintomas tanto de desatenção como de hiperatividade-impulsividade, um ou outro padrão podem ser predominantes. O transtorno é mais frequente em indivíduos do sexo masculino do que feminino. O início se dá na infância. Os sintomas geralmente são atenuados no fim da adolescência, embora uma minoria experimente o quadro completo de sintomas até o meio da idade adulta. (Tradução livre do original: DSM-V)Peptídeos beta-Amiloides: Peptídeos gerados a partir do precursor dos peptídeos beta-amiloide. Uma forma amiloide fibrilar destes peptídeos é o principal componente das placas amiloides encontradas em indivíduos com doença de Alzheimer e em idosos com trissomia 21 (SÍNDROME DE DOWN). O peptídeo é encontrado predominantemente no sistema nervoso, mas há relatos de sua presença em tecidos não neurais.Haloperidol: Fenil-piperidinil-butirofenona utilizado principalmente para tratar ESQUIZOFRENIA e outras PSICOSES. Também é utilizado em transtornos esquizoafetivos, ESQUIZOFRENIA PARANOIDE, balismo e SÍNDROME DE TOURETTE (droga de escolha) e ocasionalmente como terapia adjunta na DEFICIÊNCIA INTELECTUAL e coreia da DOENÇA DE HUNTINGTON. É um antiemético potente e utilizado no tratamento do SOLUÇO intratável. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1994, p279)Institucionalização: Assistência a pessoas em instituições e sua adaptação às rotinas características do ambiente institucional e/ou a perda da adaptação à vida fora da instituição.Indanos: CICLOPENTANOS arílicos que são uma forma reduzida (protonada) de INDENOS.Antipsicóticos: Fármacos que controlam o comportamento psicótico agitado, aliviam os estados psicóticos agudos, reduzem os sintomas psicóticos, e exercem um efeito tranquilizador. São usados na ESQUIZOFRENIA, demência senil, psicose passageira após cirurgia ou INFARTO DO MIOCÁRDIO, etc. Embora estes fármacos sejam frequentemente chamados neurolépticos (com alusão à tendência para produzir efeitos neurológicos colaterais) é pouco provável que todos os antipsicóticos produzam esse tipo de efeito. Muitos destes fármacos também podem ser eficazes contra náusea, êmese e prurido.Memória Episódica: Tipo de memória declarativa que consiste de memória pessoal (autobiográfica) ao contrário da de conhecimento geral.Valor Preditivo dos Testes: O valor preditivo de um teste diagnóstico é a probabilidade de um resultado positivo (ou negativo) corresponder a um indivíduo doente (ou não doente). Depende da sensibilidade e especificidade do teste (adaptação e tradução livre do original: Last, 2001)Diagnóstico de Enfermagem: Conclusões provenientes da avaliação em enfermagem que estabelece um perfil do estado de saúde do paciente e a partir do qual as intervenções da enfermagem devem ser determinadas.Aprendizagem Verbal: Ato de aprender a responder verbalmente a um sinal de estímulo verbal.Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Avaliação em Enfermagem: Avaliação da natureza e extensão dos problemas de enfermagem apresentados pelo paciente usando o planejamento da assistência ao paciente.Análise de Variância: Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.Estado Terminal: Doença ou estado no qual a morte é possível ou iminente.Transtornos Psicóticos: Transtornos em que há uma perda dos limites do ego e um prejuízo acentuado do teste da realidade, com delírios ou alucinações proeminentes.(Tradução livre do original: From DSM-IV, 1994)Benzodiazepinas: Grupo de compostos heterocíclicos de dois anéis consistindo em um anel benzeno fundido a um anel diazepino. É permitido qualquer grau de hidrogenação, qualquer substituinte e qualquer isômero H.Transtorno Obsessivo-Compulsivo: Transtorno da ansiedade caracterizado por obsessões ou compulsões recorrentes e persistentes. Obsessões são ideias, pensamentos e imagens intrusivos, que são experimentados como não tendo sentido ou sendo repulsivos. Compulsões são comportamentos repetitivos e aparentemente propositais, geralmente reconhecidos pelo indivíduo como não tendo sentido e não trazendo prazer, embora proporcionem um alívio da tensão.Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos: Classe de transtornos de estresse traumático com sintomas que perduram por mais de um mês. Há várias formas de transtornos de estresse pós-traumático, dependendo do tempo de início e a duração destes sintomas estressantes. Na forma aguda, a duração dos sintomas está entre 1 a 3 meses. Na forma crônica, os sintomas persistem por mais de 3 meses. Com o início tardio, os sintomas se desenvolvem mais que 6 meses após o evento traumático.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Transtorno Autístico: Transtorno que tem o seu início na infância. É caracterizado pela presença de um desenvolvimento acentuadamente anormal ou prejudicado nas interações sociais e na comunicação social, e de um repertório de atividades e interesses restritos. As manifestações do distúrbio variam enormemente dependendo do nível de desenvolvimento e idade cronológica do indivíduo. (Tradução livre do original: DSM-V)Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Comorbidade: Presença de doenças coexistentes ou adicionais com relação ao diagnóstico inicial ou com relação à doença índice que é o objetivo do estudo. A comorbidade pode afetar o desempenho de indivíduos afetados e até mesmo a sua sobrevivência. Pode ser usado como um indicador prognóstico para a duração da hospitalização, fatores de custos e de melhoria ou sobrevivência.Psicoses Alcoólicas: Grupo de transtornos mentais associados com dano cerebral orgânico e causados por intoxicação alcoólica.Instituição de Longa Permanência para Idosos: Centros de assistência geriátrica de longa permanência que proporcionam supervisão e assistência nas atividades diárias e serviços de enfermagem quando necessários.Transtornos Fóbicos: Transtornos da ansiedade nas quais o aspecto central é um medo persistente e irracional de um objeto, atividade ou situação específicos, que o indivíduo se sente compelido a evitar. O indivíduo reconhece que o medo é excessivo e despropositado.Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias: Transtornos relacionados ao abuso de substâncias.Transtornos Globais do Desenvolvimento Infantil: Distorções severas no desenvolvimento de várias funções psicológicas básicas que não são normais em nenhuma fase do desenvolvimento. Estas distorções se manifestam através de prejuízo social duradouro, anormalidades da fala e movimentos peculiares.Doença de Parkinson: Doença neurológica degenerativa progressiva caracterizada por TREMOR, que se torna máximo durante o repouso, retropulsão (i. é, tendência em cair para trás), rigidez, postura estática, lentidão dos movimentos voluntários e uma expressão facial semelhante a uma máscara. Entre os sinais patológicos estão a perda de neurônios contendo melanina na substância negra e outros núcleos pigmentados do tronco encefálico. Os CORPOS DE LEWY estão presentes na substância negra e no locus cerúleo, mas também podem ser encontrados em uma doença relacionada (DOENÇA POR CORPOS DE LEWY difusa), caracterizada por demência combinada com graus variados de parkinsonismo. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6a ed, p1059, pp1067-75)Transtorno Amnésico Alcoólico: Transtorno mental associado com abuso crônico de etanol (ALCOOLISMO) e deficiências nutricionais caracterizadas por perda de memória a curto prazo, confabulações e distúrbios de atenção. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1139)Psiquiatria Geriátrica: Subespecialidade da psiquiatria voltada para a saúde mental do idoso.Córtex Cerebral: Camada delgada de SUBSTÂNCIA CINZENTA localizada na superfície dos hemisférios cerebrais (ver CÉREBRO) que se desenvolve a partir do TELENCÉFALO e se molda em giros e sulcos. Alcança seu maior desenvolvimento no ser humano, sendo responsável pelas faculdades intelectuais e funções mentais superiores.Psicotrópicos: Grupo vagamente definido de drogas que têm efeito sobre a função psicológica. Aqui os agentes psicotrópicos incluem os antidepressivos, alucinógenos, e tranquilizantes (inclusive os antipsicóticos e ansiolíticos).Neuroimagem: Métodos não invasivos de visualização do SISTEMA NERVOSO CENTRAL, especialmente o encéfalo, por meio de várias modalidades de técnicas de imagem.Anisotropia: Propriedade física que mostra valores diferentes em relação à direção [longitudinal ou transversal] em que a medida é feita. A propriedade física pode estar relacionada com a condutividade térmica ou elétrica ou com a refração da luz. Na cristalografia, descreve cristais cujo índice de refração varia com a direção da luz incidente. É chamada também de acolotropia e colotropia. O oposto de anisotropia é isotropia, em que os mesmos valores caracterizam o objeto quando medido ao longo de eixos em todas as direções.Marcadores Biológicos: Parâmetros biológicos mensuráveis e quantificáveis (p. ex., concentração específica de enzima, concentração específica de hormônio, distribuição fenotípica de um gene específico em uma população, presença de substâncias biológicas) que servem como índices para avaliações relacionadas com a saúde e com a fisiologia, como risco para desenvolver uma doença, distúrbios psiquiátricos, exposição ambiental e seus efeitos, diagnóstico de doenças, processos metabólicos, abuso na utilização de substâncias, gravidez, desenvolvimento de linhagem celular, estudos epidemiológicos, etc.Terapia Intensiva: Cuidado avançado e altamente especializado prestado a pacientes clínicos ou cirúrgicos, cujas condições ameaçam a vida e requerem amplos cuidados e constante monitorização. É geralmente administrado em unidades especialmente equipadas de instituições de cuidados de saúde.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Geriatria: Ramo da medicina voltado para os aspectos fisiológicos e patológicos dos idosos, inclusive os problemas clínicos do envelhecimento e da senilidade.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Idoso Fragilizado: Adultos velhos ou indivíduos maduros que estão tendo falta de força em geral e são excepcionalmente suscetíveis a doenças ou outras enfermidades.Recognição (Psicologia): O conhecimento ou percepção que alguém ou algo presente tenha sido encontrado anteriormente.Imagem de Tensor de Difusão: Uso de dados de ANISOTROPIA de difusão dos resultados das imagens de difusão obtidas por ressonância magnética para construir imagens baseadas na direção da difusão das moléculas de água mais rápidas.Corpos de Lewy: Inclusões citoplasmáticas e eosinofílicas, de forma redonda a alongada, encontradas em vacúolos de neurônios lesados ou fragmentados. A presença de corpos de Lewy é o marcador histológico de alterações degenerativas na DOENÇA POR CORPOS DE LEWY e na DOENÇA DE PARKINSON, mas podem ser encontradas em outras afecções neurológicas. São tipicamente encontrados na substância negra e no locus ceruleus, mas também são encontradas no prosencéfalo basal, nos núcleos hipotalâmicos e no neocórtex.

*  dilatação das veias frontais cerebro, dor lobo frontal, queimação nuca

Delirium, Demência, Transtorno Amnéstico e Outros Transtornos Cognitivos. 8. + +. 20. Neoplasias Meníngeas. 8. + +. ...
lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=dilatação das veias frontais cerebro, dor lobo frontal, queimação nuca&lang=3&parent=/&mode=F

*  Psicopatologia - Wikipedia

Delirium, demência, transtorno amnéstico e outros transtornos cognitivos 3. Transtornos mentais causados por uma condição ... Esquizofrenia e outros transtornos psicóticos 6. Transtornos do humor 7. Transtornos de ansiedade 8. Transtornos somatoformes 9 ... Transtornos da alimentação 13. Transtornos do sono 14. Transtornos do controle do impulso não classificados em outro local 15. ... F30-F48 - Transtorno do humor (afetivos). F40-F48 - Transtornos neuróticos, transtornos relacionados com o estresse e ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Psicopatologia

*  DOENÇA DE ALZHEIMER : O IMPACTO NO CUIDADOR INFORMAL

O diagnóstico diferencial deve excluir o Delirium, o transtorno amnéstico, a demência vascular, a demência devido a outras ... os déficits cognitivos não são mais especificados por outro transtorno do Eixo I (Critério F). ... De acordo com o DSM-IV-TR™, os transtornos que caracterizam a demência se constituem pelo desenvolvimento de múltiplos déficits ... a demência do tipo Alzheimer, demência SOE, o retardo mental, o transtorno cognitivo SOE, a esquizofrenia, o transtorno ...
longidade.blogspot.com/2014/11/doenca-de-alzheimer-o-impacto-no.html

Excited delirium: Excited delirium (expressão que em inglês pode significar delírio agitado, delírio induzido ou delírio seguido de morte) é uma condição que se manifesta como uma combinação de delírio, agitação psicomotora, ansiedade, alucinações, distúrbios da fala, desorientação, comportamento violento e excêntrico, insensibilidade à dor, elevada temperatura corporal e força sobre-humana.|acessodata=}} Também é conhecida como síndrome do delírio agitado se resultar em morte súbita (geralmente pela via cardíaca ou respiratória), por vezes associada a medidas de controle físico, incluindo a repressão policial e o uso de tasers.DemênciaCiproxifan: Ciproxifan é um fármaco que atua como antagonista do receptor de histamina H3.Alois AlzheimerNootrópico: Nootrópico (do grego νους nous, mente, τρέπειν trepein, dobrar) é o termo usado para descrever uma classe de compostos que supostamente aumentam o desempenho cognitivo no ser humano.Henry Molaison: Henry Gustav Molaison (Hartford, 26 de fevereiro de 1926 - Windsor Locks, 2 de dezembro de 2008), também conhecido por H.M.Atrofia testicular: A atrofia testicular é um caso médico no qual o órgão reprodutivo masculino (os testículos, que nos humanos estão localizados no escroto) diminui de tamanho e pode ser acompanhado pela perda de funcionamento. Este termo não é usado para se referir a mudanças temporárias como as que acontecem causadas pelo frio.Transtorno bipolarTranstorno mental: upright=1.1|thumb|A loucura, de [[Angelo Bronzino.Estímulo (fisiologia): Do ponto de vista da fisiologia, estímulo é qualquer factor que provoca uma resposta fisiológica, ou comportamental num organismo.Agitação psicomotoraEsquizofreniaConfusão: Confusão é o estado de uma pessoa que não consegue se concentrar corretamente, ou está realizando erroneamente os atos. Também é o termo utilizado para definir uma relação interpessoal caótica.Hipnótico: Hipnóticos ou soníferos são fármacos capazes de induzir o sono. Podem ser considerados hipnóticos fármacos como benzodiazepínicos, barbitúricos, além dos próprios medicamentos pertencentes a esta classe.Proteína tau: As proteínas tau são proteínas que estabilizam os microtúbulos. São abundantes nos neurónios do sistema nervoso central e menos comuns noutros locais.Imagem real: Imagem real é a que pode ser projetada sobre telas. Formada por raios emergentes do sistema óptico, ela é obtida no cruzamento de raios refletidos (reflatados) efetivos.Caso-controle: Em epidemiologia, caso-controle ou caso-controlo é definido como uma forma de pesquisa observacional, longitudinal, em geral retrospectivo e analítico em que se compara dois grupos expostos a um determinado fator, o primeiro de indivíduos com determinada condição (p.e.Driven to Distraction: Driven to Distraction (Tendência à Distração em português) é um livro de 1994 sobre o distúrbio do déficit de atenção (DDA), escrito pelos psiquiatras americanos Edward Hallowell e John Ratey.HaloperidolDonepezilaAntipsicótico atípicoBenzodiazepinaTranstorno obsessivo-compulsivoOnirologia: A Onirología (do grego ὄνειρος, sonho, e λouγος logos, estudo, ciência) é o estudo científico dos sonhos.Taxa de mortalidade padronizada para a idade: Taxa de mortalidade padronizada para a idade é uma taxa de mortalidade que foi padronizada de modo a eliminar os efeitos da diversidade da estrutura etária nas populações a comparar.Claustrofobia: A claustrofobia é a fobia que se caracteriza pela aversão ao confinamento. Pessoas com claustrofobia costumam evitar elevadores, trens ou comboios e aviões.Dipsomania: Dipsomania (do grego dípsa, sede, e manía, loucura, mania) é o impulso ininterrupto e irresistível de ingerir bebidas alcoólicas.


Mentais


  • A psicopatologia enquanto estudo dos transtornos mentais é referida como psicopatologia geral. (wikipedia.org)
  • assim, é fundamental que o interessado no estudo da psicopatologia esteja ciente de que existem várias teorias e abordagens na compreensão dos transtornos mentais e de comportamento. (wikipedia.org)