Arterite de Células Gigantes: Transtorno sistêmico autoimune que afeta tipicamente as ARTÉRIAS médias e grandes, levando a vasculite granulomatosa oclusiva com infiltração transmural contendo CÉLULAS GIGANTES multinucleadas. Normalmente a ARTÉRIA TEMPORAL está envolvida. Este transtorno aparece principalmente em pessoas acima dos 50 anos de idade. Entre os sintomas estão FEBRE, FADIGA, CEFALEIA, perda visual, dor nos maxilares e língua, e agravamento da dor por temperaturas frias (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p856).Artérias Temporais: Artérias que nascem ou da artéria carótida externa ou da artéria maxilar e distribuem-se pela região temporal.Polimialgia Reumática: Síndrome, em idosos, caracterizada por dor muscular e na articulação proximal, alta velocidade de hemossedimentação, e um curso autolimitante. A dor geralmente é acompanhada por evidência de uma reação inflamatória. Mulheres são afetadas duas vezes mais que homens, e caucasianos são afetados com maior frequência que outros grupos. A afecção está frequentemente associada com ARTERITE DE CÉLULAS GIGANTES e algumas teorias levantam a possibilidade de que as duas doenças tenham uma única etiologia ou até que sejam a mesma entidade.Arterite: INFLAMAÇÃO de quaisquer ARTÉRIAS.Arterite de Takayasu: Processo inflamatório crônico que afeta a AORTA e seus principais ramos, como a artéria braquiocefálica (TRONCO BRAQUIOCEFÁLICO) e ARTÉRIAS CARÓTIDAS. Resulta em estenose arterial progressiva, oclusão e formação de aneurisma. A pulsação do braço é difícil de ser detectada. Os pacientes com a síndrome de aortite frequentemente mostram retinopatia.Células Gigantes: Massas multinucleares produzidas pela fusão de muitas células; frequentemente associadas com infecções virais. Na AIDS, há indução destas células quando o envelope glicoproteico do vírus HIV liga-se ao antígeno CD4 de células T4 vizinhas não infectadas. O sincício resultante leva à morte celular explicando então o efeito citopático do vírus.Sedimentação Sanguínea: Medida da razão de sedimentação de eritrócitos no sangue não coagulado.Neuropatia Óptica Isquêmica: Lesão isquêmica do NERVO ÓPTICO que normalmente afeta o DISCO ÓPTICO (neuropatia óptica isquêmica anterior) e, menos frequentemente, a porção retrobulbar do nervo (neuropatia óptica isquêmica posterior). A lesão resulta da oclusão do suprimento de sangue arterial, que pode resultar de ARTERITE TEMPORAL, ATEROSCLEROSE, DOENÇAS DO COLÁGENO, EMBOLISMO, DIABETES MELLITUS e outras afecções. A doença ocorre principalmente na sexta década ou mais tarde e se apresenta com início súbito de perda visual monocular, normalmente grave e sem dor. A neuropatia óptica isquêmica anterior também se caracteriza por edema do disco óptico com micro-hemorragias. O disco óptico se apresenta normal na neuropatia óptica isquêmica posterior (Tradução livre do original: Glaser, Neuro-Ophthalmology, 2nd ed, p135).Vírus da Arterite Equina: Representante do gênero ARTERIVIRUS e agente etiológico de uma doença respiratória equina importante, causadora de aborto, pneumonia ou outras infecções.Tumor de Células Gigantes do Osso: Tumor ósseo composto de estroma celular de células fusiformes, contendo células gigantes multinucleadas dispersas que se assemelham a osteoclastos; os sintomas podem incluir dor local espontânea e à palpação, incapacidade funcional e, ocasionalmente, fraturas patológicas. Os tumores permanecem benignos ou progridem para lesões francamente malignas e são mais frequentes em uma extremidade de um osso tubular longo de adultos jovens. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Prednisolona: Glucocorticoide com as propriedades gerais dos corticosteroides. É a droga de escolha para todas as afecções nas quais a terapia corticosteroide sistêmica é indicada, exceto nos estados de deficiência adrenal.Artéria Axilar: Continuação da artéria subclávia. Distribui-se sobre o membro superior, axila, peito e ombro.Tumores de Células Gigantes: Tumores de tecido ósseo ou sinovial ou outro tecido mole caracterizados pela presença de células gigantes. Os mais comuns são o tumor de células gigante da bainha do tendão e o TUMOR DE CÉLULAS GIGANTES DO OSSO.Poliarterite Nodosa: Forma de inflamação necrosante não granulomatosa que ocorre principalmente em ARTÉRIAS de médio calibre, frequentemente com microaneurismas. Caracteriza-se por dor muscular, articular e abdominal resultante de infarto arterial e cicatrizes nos órgãos afetados. A poliarterite nodosa com envolvimento de pulmão é chamada de SÍNDROME DE CHURG-STRAUSS.Síndrome de Adie: Síndrome caracterizada por uma PUPILA TÔNICA ocorrendo em combinação com diminuição dos reflexos das extremidades inferiores. A pupila afetada responde mais vigorosamente à acomodação que à luz (dissociação luz-proximidade) e é supersensível à diluição com gotas oculares de pilocarpina, que induzem a constrição pupilar. Os sinais patológicos incluem degeneração do gânglio ciliar e das fibras parassimpáticas pós-ganglionares, que enervam o músculo constritor pupilar.Biópsia: Remoção e avaliação patológica de amostras, na forma de pequenos fragmentos de tecido do corpo vivo.Granuloma de Células Gigantes: Lesão inflamatória não neoplásica, normalmente da região maxilomandibular ou da gengiva que contém células multinucleadas grandes. Inclui granuloma de células gigantes reparativo. O granuloma de células gigantes periférico refere-se à gengiva (lesão periférica de células gigantes); central refere-se à região maxilomandibular.Equimose: Extravasamento de sangue na pele, resultando em uma mancha não elevada, redonda ou irregular, azul ou púrpura, maior que uma petéquia.Metilprednisolona: Derivado da PREDNISOLONA com ação anti-inflamatória semelhante à prednisolona.Midríase: Dilatação das pupilas maior que 6 mm combinada com falência das pupilas em contrair quando estimuladas com luz. Este estado pode ocorrer em virtude de lesão das fibras pupilares no nervo oculomotor, em glaucoma de ângulo fechado agudo e na SÍNDROME DE ADIE.Prednisona: Glicocorticoide anti-inflamatório sintético, derivado da CORTISONA. É biologicamente inerte e no fígado se converte em PREDNISOLONA .Cegueira: Incapacidade de enxergar ou ausência da percepção visual. Esta afecção pode ser o resultado de DOENÇAS OCULARES, DOENÇAS DO NERVO ÓPTICO, doenças do QUIASMA ÓPTICO ou DOENÇAS CEREBRAIS que afetam as VIAS VISUAIS ou LOBO OCCIPITAL.Couro Cabeludo: Revestimento externo do crânio. Composto por várias camadas: PELE, tecido conjuntivo subcutâneo, músculo ocipitofrontal (que inclui a galea aponeurótica tendinosa), tecido conjuntivo frouxo e pericrânio (PERIÓSTEO do CRÂNIO).Serviço Hospitalar de Patologia: Serviço hospitalar que administra e presta serviços de patologia.Artéria Subclávia: Artéria que do lado direito se origina do tronco braquiocefálico, e do lado esquerdo se origina do arco da aorta. Dirige-se para o pescoço, parede torácica, medula espinhal, cérebro, meninges e membros superiores.Oclusão da Artéria Retiniana: ISQUEMIA súbita na RETINA devido a bloqueio do fluxo sanguíneo através da ARTÉRIA RETINIANA CENTRAL ou suas ramificações, levando à perda súbita da visão completa ou parcial, respectivamente.Vasa Vasorum: Vasos sanguíneos nutridores que irrigam as paredes de grandes artérias e veias.Síndrome do Roubo Subclávio: Redução clinicamente significante do suprimento de sangue para o TRONCO ENCEFÁLICO e CEREBELO (i. é, INSUFICIÊNCIA VERTEBROBASILAR), resultante da reversão do fluxo sanguíneo através da ARTÉRIA VERTEBRAL devido à oclusão ou estenose da artéria braquiocefálica ou subclávia proximal. Entre os sintomas comuns estão VERTIGEM, SÍNCOPE e CLAUDICAÇÃO INTERMITENTE da extremidade superior envolvida. O roubo subclávio também pode ocorrer em indivíduos assintomáticos. (Tradução livre do o original: J Cardiovasc Surg 1994;35(1):11-4; Acta Neurol Scand 1994;90(3):174-8)Vasculite: Inflamação de qualquer um dos vasos sanguíneos, inclusive ARTÉRIAS, VEIAS, e resto do sistema de vasculatura do corpo.Glucocorticoides: Grupo de CORTICOSTEROIDES que afetam o metabolismo de carboidratos (GLUCONEOGÊNESE, depósito de glicogênio hepático, elevação da GLICEMIA), inibem a secreção de CORTICOTROPINA e possuem atividade anti-inflamatória pronunciada. Também desempenham um papel no metabolismo de gorduras e proteínas, manutenção da pressão arterial, alteração da resposta do tecido conjuntivo a lesão, redução no número de linfócitos circulantes e no funcionamento do sistema nervoso central.CorticosteroidesInfarto: Formação do infarto, que é NECROSE no tecido, causado por ISQUEMIA local devido à obstrução da CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA, geralmente por TROMBOSE ou EMBOLIA.Anti-Inflamatórios: Agentes que reduzem ou eliminam a INFLAMAÇÃO.Transtornos da Visão: Compromentimentos da visão que limitam uma ou mais funções básicas do olho: acuidade visual, adaptação ao escuro, visão de cores ou periférica. Podem resultar de OFTALMOPATIAS, DOENÇAS DO NERVO ÓPTICO, doenças das VIAS VISUAIS, doenças do LOBO OCCIPITAL, TRANSTORNOS DA MOTILIDADE OCULAR e outras afecções. (Tradução livre do original: Newell, Ophthalmology: Principles and Concepts, 7th ed, p132)Carcinoma de Células Gigantes: Neoplasia epitelial caracterizada por células anaplásicas incomumente grandes. É altamente maligna, com história clínica fulminante, aparência histológica pleomórfica e prognóstico ruim. É mais comum nos pulmões e na tireoide. (Stedman, 25a ed)

*  Arterite temporal - Wikipedia

A arterite temporal, também chamada de arterite de células gigantes (GCA) é uma doença inflamatória nos vasos sanguíneos ( ... arterite de célula gigante) reflete o tipo de célulala inflamatória que é envolvida (como visto na biópsia). A desordem pode ... à procura de células gigantes que infiltram o tecido. Considerando que os vasos sanguíneos são envolvidos em um padrão ... O padrão de ouro para diagnosticar arterite temporal é a biópsia, pois envolve a remoção de uma parte pequena do vaso sanguíneo ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Arterite_temporal

*  Vasculite - Wikipedia

Vasculites de grandes vasos: - Arterite de células gigantes ou temporal; - Arterite de Takayasu. Vasculites de médios vasos: - ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Vasculite

*  O paciente com tontura - Elliot M. Frohman MD PhD | MedicinaNET

Arterite de células gigantes. Enxaqueca Compressão microvascular AVC na circulação posterior Ataque isquêmico transitório ... Essa região de células ciliadas e sustentação tecidual é chamada de crista. Os estereocílios e cinocílios das células ciliadas ... Ambas as sinapses, aferente e eferente, convergem na extremidade basal da célula. As células ciliadas são mecanorreceptores que ... b) Os estereocílios e cinocílios da célula ciliada do otólito projetam-se para dentro de uma membrana gelatinosa, que é coberta ...
medicinanet.com.br/conteudos/acp-medicine/4760/o_paciente_com_tontura_–_elliot_m_frohman_md_phd.htm

*  Arterite - Wikipedia

Arterite temporal - também chamada de arterite de células gigantes. Arterite de Takayasu - afeta a aorta e seus ramos. ... Arterite é a inflamação das paredes das artérias, geralmente como resultado de uma infecção ou resposta auto-imune. ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Arterite

*  Mialgia | dos Sintomas ao Diagnóstico e Tratamento | MedicinaNET

A polimialgia reumática pode estar associada à arterite de células gigantes; nesse caso, os pacientes apresentam cefaléia de ... a complicação mais temida da arterite de células gigantes. ...
medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1177/mialgia.htm

*  Reumatologia - Wikipedia

Síndrome de Sjögren Poliarterite Nodosa Granulomatose de Wegener Doença de Behçet Arterite de células gigantes Arterite de ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Reumatologia

*  Questão 26987 - Dermatologia - Medicina

arterite de células gigantes. Ver resposta da questão Não quer só ver a resposta? Resolva essa e outras questões dessa ...
rotadosconcursos.com.br/questoes-de-concursos/medicina-dermatologia/26987

*  minha lingua sempre tem uma sensaçaão de estar queimando e fica manchas vermelhas e migram de um lado para outro

Arterite de Células Gigantes. 1. + +. 53. Neoplasias das Glândulas Salivares. 1. + +. 54. Tumor de Células Granulares. 1. + +. ...
lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=minha lingua sempre tem uma sensaçaão de estar queimando e fica manchas vermelhas e migram de um lado para outro&lang=3&parent=/&mode=F

*  Doença Autoimune - Tratamentos, Sintomas, Causas, Complicações e Prevenção - Especialista 24

Arterite de Células Gigantes. - Arterite de Takayasu. - Artrite Enteropática. - Artrite Idiopática Juvenil. - Artrite ... Sempre que há uma possível invasão, o sistema imunológico produz células de defesa e anticorpos que visam essencialmente ... órgão a mesma coisa e até cada célula, por isso quando ocorre uma diferença de funções e principalmente de objetivos, o mais ... é obtido através do desequilíbrio das células da composição do sistema imunológico. ...
especialista24.com/doenca-autoimune/

*  Prefeitura de Caruaru - PE

... polimialgia reumática e arterite de células gigantes; do sistema imunológico: principais afecções otorrinolaringológicas, ... Imunologia: conceitos gerais sobre antígenos e anticorpos, células do sistema imunológico. Mecanismos da resposta humoral, ...
https://pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-caruaru-pe-263-vagas

*  Dermatologia Geriátrica | dos Sintomas ao Diagnóstico e Tratamento | MedicinaNET

Xerose, prurido senil, psoríase vulgar, dermatite seborreica, arterite temporal de células gigantes ... linfoma cutâneo de células B, linfoma cutâneo de células T (micose fungoide), metástases cutâneas para pele, melanoma maligno ... Carcinoma de células de Merkel. Melanoma maligno amelanótico, neuroblastoma, sarcoma de Ewing, neoplasias anexiais, metástases ... Sugere-se também que exista uma perda da regulação da célula B, o que normalmente traz autorreatividade reprimida em clones de ...
medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1748/dermatologia_geriatrica.htm

*  Rede Aquarius - Programa de Internet - Números que Curam - Grabovoi

Artrite de células gigantes (arterite craniana, ARTERITE. TEMPORÁRIA DOENÇA DE HORTON) - 9998102. Takayasu ARTRITE - 8945432 ... Tumor de células de ilhas - 8951432. TUMOR ÚTERO -9817453. Tumor da paratireóide - 1548910. TUMOR SUPRARRENAL- 5678123 ...
redeaquarius.com/index.php/artigos/1789-numeros-que-curam-grabovoi

*  CID-10 Capítulo XIII: Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo - Wikipedia

Arterite de células gigantes com polimialgia reumática (M31.6) Outras arterites de células gigantes (M31.8) Outras ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Capítulo_XIII:_Doenças_do_sistema_osteomuscular_e_do_tecido_conjuntivo

*  Adolf Hitler - Wikipedia

... arterite de células gigantes com arterite temporal, e acufeno. Em um relatório feito para a Agência de Serviços Estratégicos em ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Adolf_Hitler

*  Neuralgia do trigêmeo - Wikipedia

Arterite de células gigantes, Neuralgia de nervo glossofaríngeo, Tumor intracraniano, Enxaqueca/Migrânea, Esclerose múltipla, ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Neuralgia_do_trigêmeo

*  Doença arterial periférica - Wikipedia

Entre estas vasculites pode-se citar a Tromboangeite obliterante e a Arterite de células gigantes ou de Takayasu Problemas ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doença_arterial_periférica

*  Dor de cabeça - Cefaléia: Neuralgia do trigêmeo

... arterite de células gigantes, linfoma intracraniano, sinusite etmoidal ou esfenoidal, esclerose múltipla, trauma, neuralgia pós ... artrites temporal de células gigantes).. A International Headache Society (IHS) as dividiu consoante critérios diagnósticos, ...
medicinageriatrica.com.br/2007/12/09/nevralgia-do-trigemeo/comment-page-8/

*  Melatonina eficaz nas fases aguda e cr nica da Doen a de Chagas

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=melatonina-eficaz-fases-aguda-cronica-doenca-chagas&id=11305

*  Seu sim e seu n o est o nos seus olhos

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=sim-e-nao-estao-seus-olhos&id=9066

*  Governo quer incentivar produ o nacional de equipamentos m dicos

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=incentivo-producao-nacional-equipamentos-medicos&id=6392

*  Fetos n o sentem dor antes de 24 semanas de gesta o, dizem cientistas

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=dor-fetos-aborto&id=5389

*  Antirretroviral gen rico produzido no Brasil j est no mercado

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=antirretroviral-generico-produzido-brasil&id=6502

*  leo de peixe melhora toler ncia glicose

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=oleo-peixe-tolerancia-glicose&id=5766

*  Efeito antic ncer do br colis pode ser ampliado

Arterite de Células Gigantes. *Artrite. *Artrose. *Asma. *Astrocitoma. *Aterosclerose. *Autismo. *Beribéri. *Bradicardia ...
diariodasaude.com.br/news.php?article=efeito-anticancer-brocolis&id=5884

Arterite temporalBruit: Bruit é o som anómalo feito pelo sangue quando passa por uma obstrução arterial, sendo detectável através da auscultação com estetoscópio.Arterite de Takayasu: A arterite de Takayasu, ou síndrome do arco aórticode causa desconhecida que afeta a aorta] e seus ramos. Embora já tenha sido relatada em todo o mundo, ela mostra uma predileção por mulheres [[ásia|asiáticas jovens.Prednisolona: Prednisolona é um fármaco pertencente ao grupo dos antiinflamatórios esteróides. A Prednisolona é um metabólito ativo da prednisona, logo, é um pró-fármaco que é metabolizado pelo fígado convertendo-se à forma esteroidal ativa.Poliarterite nodosaSíndrome de Adie: Síndrome de Adie, às vezes conhecida como pupila tônica de Adie é um transtorno neurológico que afeta a pupila do olho e o sistema nervoso autônomo. É causada por uma lesão nas fibras pós-ganglionares do sistema nervoso parassimpático do olho, geralmente por uma infecção viral ou bacteriana que causa inflamação e é caracterizada por um pupila tônica dilatada.Equimose: Equimose é uma infiltração de sangue na malha dos tecidos com 2 a 3 centimetros de diâmetro. Surge com a ruptura de capilares.Metilprednisolona: Metilprednisolona é um glucocorticoide (corticosteroide) sintético utilizados na medicina por sua atividade imunossupressora, antialérgica e antiinflamatória. Tem potência glucocorticoide 5 vezes maior que a hidrocortisona com metade do efeito mineralocorticoide, ou seja, retêm menos água e sódio, sendo uma melhor opção para pacientes hipertensos.Ensaio sobre a Cegueira


temporal


  • A arterite temporal, também chamada de arterite de células gigantes (GCA) é uma doença inflamatória nos vasos sanguíneos (comumente artérias grandes e médias da cabeça). (wikipedia.org)
  • Outras doenças relacionadas com arterite temporal são Lupus eritematoso sistêmico, artrite reumática e infecções severas. (wikipedia.org)
  • O padrão de ouro para diagnosticar arterite temporal é a biópsia, pois envolve a remoção de uma parte pequena do vaso sanguíneo e o seu exame microscópico à procura de células gigantes que infiltram o tecido. (wikipedia.org)
  • Exame radiológico da artéria temporal com ultra-som rende um sinal de halo. (wikipedia.org)
  • As síndromes vasculíticas dividem-se de acordo com o calibre dos vasos envolvidos em: vasculites de grandes vasos (por exemplo, arterite temporal de células gigantes, doença de Takayasu), vasculites de médios vasos (por exemplo, poliarterite nodosa, granulomatose de Wegener, síndrome de Churg-Strauss) e vasculites de pequenos vasos (por exemplo, púrpura de Henoch-Schõenlein, poliangeíte microscópica, vasculite de hiper-sensibilidade). (medicinaemcasa.com)

vasos


  • Para estabelecer um diagnóstico definitivo é necessária a demonstração histologia de inflamação vascular ou a demonstração angiográfica de aneurismas ao nível dos vasos de médio e grande calibre. (medicinaemcasa.com)
  • É de salientar que estas divisões não são rígidas e existe grande sobre-posição no calibre dos vasos atingidos (por exemplo, a doença de Behçet atinge artérias e veias de todos os calibres, a poliarterite nodosa atinge vasos de médio e pequeno calibre, etc. (medicinaemcasa.com)
  • Existem critérios para classificação das vasculites que têm em consideração o calibre dominante dos vasos atingidos, a presença ou não de granulomas, o atingimento de órgão e algumas particularidades laboratoriais, mas nenhuma classificação existente é aceite de forma incontestada. (medicinaemcasa.com)

vasculite


histologia


  • Esteróides não previnem a diagnose, que depois deve ser confirmada através da biópsia, pois mesmo que possam ser observadas certas mudanças na histologia até o fim da primeira semana de tratamento, é mais difícil de identificá-la depois de dois meses. (wikipedia.org)