Radiculopatia: Doença envolvendo uma raiz nervosa espinhal (ver RAÍZES DE NERVOS ESPINHAIS) que pode resultar de compressão relacionada ao DESLOCAMENTO DO DISCO INTERVERTEBRAL, LESÕES DA MEDULA ESPINHAL, DOENÇAS DA COLUNA VERTEBRAL e outras afecções. As manifestações clínicas incluem dor radicular, fraqueza e perda sensorial referida a estruturas enervadas pela raiz nervosa envolvida.Raízes Nervosas Espinhais: Feixes pareados das FIBRAS NERVOSAS que penetram e partem de cada segmento da MEDULA ESPINAL. As raízes nervosas ventrais e dorsais unem-se para formar os nervos espinais mistos dos segmentos. As raízes dorsais são geralmente aferentes, formadas pelas projeções centrais das células sensitivas dos gânglios espinais (raiz dorsal), enquanto que as raízes ventrais são eferentes, compreendendo os axônios dos neurônios motores espinhais e FIBRAS AUTÔNOMAS PRÉ-GANGLIONARES.Vértebras Cervicais: As primeiras sete vértebras da COLUNA VERTEBRAL, correspondendo às vértebras do PESCOÇO.Vértebras Lombares: Vértebras na região inferior do DORSO abaixo da VÉRTEBRA TORÁCICA e acima da VÉRTEBRA SACRAL.Deslocamento do Disco Intervertebral: DISCO INTERVERTEBRAL em que o núcleo pulposo protruiu-se através da fibrocartilagem adjacente. Isso ocorre com maior frequência na região lombar inferior.Estenose Espinal: O estreitamento do canal espinhal.Canal Vertebral: Cavidade dentro da COLUNA VERTEBRAL pela qual a MEDULA ESPINAL passa.Injeções Epidurais: Injeção de medicamentos, na maioria das vezes analgésicos, no canal espinhal sem punção da dura máter.Substituição Total de Disco: Substituição de discos intervertebrais na coluna espinal com dispositivos artificiais. O procedimento é feito na coluna lombar ou cervical para aliviar dor severa resultante de DEGENERAÇÃO DO DISCO INTERVERTEBRAL.Espondilose: Doença degenerativa da coluna vertebral que pode afetar qualquer parte das VÉRTEBRAS, o DISCO INTERVERTEBRAL, e o tecido mole circunjacente.Região Lombossacral: Região das costas que inclui as VÉRTEBRAS LOMBARES, o SACRO e estruturas adjacentes.Ligamento Amarelo: Feixes pareados de tecido elástico amarelo, que conectam as lâminas adjacentes das vértebras. Forma (com as lâminas) a parede posterior do canal espinhal, contribuindo para manter o corpo ereto.Discotomia: Excisão, parcial ou total, de um DISCO INTERVERTEBRAL. A indicação mais comum é deslocamento de disco ou herniação. Além da remoção cirúrgica padrão, pode ser feita por discotomia percutânea (DISCOTOMIA PERCUTÂNEA) ou por discotomia laparoscópica, a anterior sendo a mais comum.Osteofitose Vertebral: Crescimento excessivo de processos ósseos imaturos ou esporões (OSTEÓFITO) da COLUNA VERTEBRAL, o que reflete a presença de doença degenerativa e calcificação. Ocorre comumente na ESPONDILOSE lombar e cervical.Cefaleia Pós-Traumática: Cefaleia secundária atribuída a TRAUMA da CABEÇA e/ou do PESCOÇO.Eletrodiagnóstico: Diagnóstico de estados de doença pelo registro da atividade elétrica espontânea de tecidos ou órgãos ou pela resposta à estimulação de um tecido eletricamente excitável.Disco Intervertebral: Qualquer uma das 23 placas de fibrocartilagem encontrada entre os corpos de VÉRTEBRAS adjacentes.Espaço Epidural: Espaço entre a dura-máter e as paredes do canal vertebral.Ciática: Afecção caracterizada por dor radiante na região das costas para dentro das nádegas e aspectos posterior/lateral da perna. A ciática pode ser uma manifestação de NEUROPATIA CIÁTICA, RADICULOPATIA (envolvendo as RAÍZES NERVOSAS ESPINHAIS L4, L5, S1 ou S2, geralmente associadas com DESLOCAMENTO DO DISCO INTERVERTEBRAL) ou lesões da CAUDA EQUINA.Síndromes de Compressão Nervosa: Compressão mecânica de nervos ou raizes de nervos de causas internas ou externas. Podem resultar em um bloqueio na condução de impulsos nervosos (devido à disfunção da BAINHA DE MIELINA) ou perda axonal. As lesões do nervo e da bainha de mielina podem ser causadas por ISQUEMIA, INFLAMAÇÃO ou um efeito mecânico direto.Neurite do Plexo Braquial: Síndrome associada com inflamação do PLEXO BRAQUIAL. Os sinais clínicos incluem dor severa na região dos ombros, podendo ser acompanhada de FRAQUEZA MUSCULAR e perda da sensação na extremidade superior. Esta afecção pode estar associada com DOENÇAS VIRAIS, IMUNIZAÇÃO, CIRURGIA, uso de heroína (ver DEPENDÊNCIA DE HEROÍNA) e outras circunstâncias. O termo neuralgia braquial geralmente se refere à dor associada com lesão do plexo braquial.Laminectomia: Procedimento cirúrgico que recorre à remoção total (laminectomia) ou parcial (laminotomia) da lâmina vertebral selecionada para aliviar a pressão na MEDULA ESPINAL e/ou RAÍZES NERVOSAS ESPINHAIS. A lâmina vertebral é a parede posterior achatada e fina do arco vertebral que forma o forame vertebral através do qual passa a medula espinal e raizes nervosas.Dor Lombar: Dor aguda ou crônica nas regiões lombar ou sacral podendo estar associada com ENTORSES E DISTENSÕES dos ligamentos dos músculos, DESLOCAMENTO DO DISCO INTERVERTEBRAL e outras afecções.Cervicalgia: Desconforto ou formas mais intensas de dor que estão localizadas na região cervical. Geralmente, este termo se refere à dor nas regiões posterior ou lateral do pescoço.Foraminotomia: Alargamento cirúrgico do forâme intervertebral para aliviar a compressão da raiz nervosa (ver RADICULOPATIA).Cisto Sinovial: Lesão não neoplásica (semelhante a um tumor) nas articulações que se desenvolve da MEMBRANA SINOVIAL de uma articulação, através da CÁPSULA ARTICULAR nos tecidos periarticulares. São preenchidas com LÍQUIDO SINOVIAL com uma aparência regular e translúcida. Um cisto sinovial pode se desenvolver em qualquer articulação, mas aparece mais frequentemente na porção posterior dos joelhos, onde são conhecidos como CISTO POPLITEAL.Compressão da Medula Espinal: Afecções agudas e crônicas caracterizadas por compressão mecânica externa da MEDULA ESPINAL devido à neoplasia extramedular, ABSCESSO EPIDURAL, FRATURAS DA COLUNA VERTEBRAL, deformidades ósseas dos corpos vertebrais e outras afecções. As manifestações clínicas variam de acordo com o local anatômico da lesão e podem incluir dor localizada, fraqueza, perda sensorial, incontinência e impotência.Polirradiculopatia: Doença ou lesão envolvendo múltiplas RAÍZES NERVOSAS ESPINHAIS. A polirradiculopatia se refere à inflamação de raizes nervosas espinhais múltiplas.Hematoma Epidural Espinal: Raro hematoma epidural no espaço epidural espinal, geralmente devido a uma malformação vascular (MALFORMAÇÕES VASCULARES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL) ou TRAUMA. O hematoma epidural espinal espontâneo é uma emergência neurológica devido a sua rápida evolução a uma MIELOPATIA compressiva.Sacro: Cinco vértebras fundidas que formam uma estrutura em forma de triângulo atrás da PELVE. Articula na parte superior com a VÉRTEBRA LOMBAR, na parte inferior com o CÓCCIX e anteriormente com o ÍLEO da PELVE. O sacro reforça e estabiliza a PELVE.Plexo Lombossacral: Reunião dos plexos lombar e sacral. As fibras do plexo lombossacral se originam nas regiões lombar e sacral superior da medula espinhal (entre L1 e S3) e inervam as extremidades inferiores.Articulação Zigapofisária: A articulação que se encontra entre as facetas dos processos articulares interior e superior das vértebras adjacentes.Medição da Dor: Escalas, questionários, testes e outros métodos utilizados para avaliar a severidade e duração da dor em pacientes ou animais experimentais, com o objetivo de ajudar no diagnóstico, terapêutica e estudos fisiológicos.Doenças da Medula Espinal: Afecções caracterizadas por disfunção ou danos a MEDULA ESPINAL, incluindo transtornos que envolvem as meninges e espaços perimeníngeos ao redor da medula espinal. Lesões traumáticas, doenças vasculares, infecções e processos inflamatórios/autoimunes podem afetar a medula espinal.Descompressão Cirúrgica: Operação cirúrgica para aliviar a pressão em um compartimento do corpo. (Dorland, 28a ed)Fusão Vertebral: Imobilização ou ancilose operatória de duas ou mais vértebras, por fusão dos corpos vertebrais com um curto enxerto ósseo ou muitas vezes com discectomia ou laminectomia.Cauda Equina: Parte inferior da MEDULA ESPINAL formada pelas raizes nervosas lombares, sacrais e coccígeas.Doenças da Coluna VertebralMúsculos Paraespinais: Músculos das COSTAS cuja função é estender e rotacionar a COLUNA VERTEBRAL e manter a POSTURA. Consiste de esplênio, semiespinal, multífido, rotador, interespinais, intertransversais e sacrospinal.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Neuropatias do Plexo Braquial: Doenças das raizes cervicais (primeiras raizes torácicas), tronco nervoso, medula e componentes nervosos periféricos do PLEXO BRAQUIAL. As manifestações clínicas incluem dor regional, PARESTESIA, FRAQUEZA MUSCULAR e diminuição da sensação (HIPESTESIA) na extremidade superior. Estes transtornos podem estar associados com trauma (incluindo TRAUMATISMOS DO NASCIMENTO), SÍNDROME DO DESFILADEIRO TORÁCICO, NEOPLASIAS, NEURITE, RADIOTERAPIA e outras afecções.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Espondilolistese: Deslocamento para frente de um corpo vertebral superior sobre o corpo vertebral abaixo dele.Debilidade Muscular: Queixa vaga de debilidade, fadiga e exaustão que é atribuída à fraqueza de vários músculos. A fraqueza pode ser caracterizada como subaguda ou crônica, frequentemente progressiva, e é a manifestação de muitas doenças musculares e neuromusculares.Bloqueio Nervoso: Interrupção da CONDUÇÃO NERVOSA pelos nervos periféricos ou pelos troncos nervosos por meio de injeção local de substâncias anestésicas (ex.: LIDOCAÍNA, FENOL, TOXINAS BOTULÍNICAS) para controlar ou tratar a dor.Mielografia: Visualização da medula através de raio x, após injeção de um meio de contraste no espaço aracnóideo espinhal.Fluoroscopia: Produção de uma imagem quando os raios X encontram uma tela fluorescente.Parestesia: Sensações cutâneas subjetivas (ex., frio, aquecimento, formigamento, pressão, etc.) que são vivenciadas espontaneamente na ausência de estimulação.Manipulação da Coluna: Ajustamento e manipulação da coluna vertebral.Dor nas Costas: Dor aguda ou crônica localizada nas regiões posteriores do TÓRAX, REGIÃO LOMBOSSACRAL ou regiões adjacentes.Doenças do Sistema Nervoso Periférico: Doenças dos nervos periféricos externos ao cérebro e medula espinhal, incluindo doenças das raizes dos nervos, gânglios, plexos, nervos autônomos, nervos sensoriais e nervos motores.Dura-Máter: A mais externa das três MENINGES, uma membrana fibrosa de tecido conjuntivo que cobre o encéfalo e cordão espinhal.Carcinomatose Meníngea: Neoplasia primária ou secundária no espaço ARACNOIDE ou ESPAÇO SUBARACNOIDE. Aparece como um espessamento das meninges associadas a diferentes níveis de inflamação.Bursite: Inflamação ou irritação de uma bolsa sinovial, o saco membrano-fibroso que age como um amortecedor entre as estruturas móveis dos ossos, músculos, tendões ou pele.Fixadores Internos: Dispositivos internos usados na osteossíntese para manter a posição da fratura no alinhamento apropriado. Pela aplicação dos princípios de engenharia biomédica, o cirurgião utiliza placas de metal, pregos, barras, etc., para a correção dos defeitos do esqueleto.Cistos de Tarlov: Cistos perineurais, normalmente encontrados na REGIÃO SACRAL. Surgem da membrana do perineuro dentro das RAIZES NERVOSAS ESPINHAIS. A característica diferencial destes cistos é a presença de fibras da raiz nervosa espinhal dentro da parede do cisto, ou mesmo uma cavidade no próprio cisto.Aparelhos Ortopédicos: Aparelhos utilizados para suportar, alinhar, prevenir ou corrigir deformidades ou melhorar a função de partes móveis do corpo.Procedimentos Neurocirúrgicos: Cirurgia feita no sistema nervoso ou suas partes.Fibrocartilagem: Tipo de CARTILAGEM cuja matriz contém grandes feixes de COLÁGENO TIPO I. A fibrocartilagem é tipicamente encontrada no DISCO INTERVERTEBRAL, SÍNFISE PÚBICA, MENISCO TIBIAL e nos discos articulares das ARTICULAÇÕES sinoviais. (Tradução livre do original: Ross et al, Histology, p. 132,136)Coxeadura Animal: Marcha diferente da normal em animais.Manipulações Musculoesqueléticas: Várias manipulações dos tecidos corporais, músculos e ossos (por mãos ou equipamentos) para melhorar a saúde, circulação, alívio da fadiga e promoção da cicatrização.Exame Físico: Inspeção sistemática e minuciosa do paciente para sinais físicos de doença ou anormalidade.Triancinolona: Glucocorticoide dado, ou na forma de álcool livre, ou na forma esterificada, oralmente, intramuscularmente, por injeção local, por inalação, ou aplicado topicamente, no tratamento de vários transtornos nos quais os corticosteroides são indicados.Posicionamento do Paciente: Movimentação de um paciente para uma posição determinada ou POSTURA para facilitar o exame, a cirurgia ou com propósitos terapêuticos.Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos: Procedimentos que evitam o uso de cirurgia aberta, invasiva, em favor de cirurgia fechada ou local. Esses geralmente envolvem o uso de dispositivos laparoscópicos e manipulação de instrumentos por controle remoto com observação direta do campo cirúrgico através de um endoscópio ou dispositivo similar.Artroplastia: Reconstituição cirúrgica de uma articulação para aliviar a dor ou restaurar o movimento.Imobilização: Restrição do MOVIMENTO do corpo ou partes do corpo por meios físicos (RESTRIÇÃO FÍSICA), ou quimicamente por ANALGESIA ou uso de TRANQUILIZANTES ou AGENTES NÃO DESPOLARIZANTES NEUROMUSCULARES. Inclui protocolos experimentais usados para avaliar os efeitos fisiológicos de imobilidade.

*  Radiculopatia - Wikipedia

A radiculopatia é o acometimento da raiz nervosa (L. radicula = pequena raiz; pathos = doença). As raízes nervosas são nervos ...

*  Coluna Legal: Mielopatia x Radiculopatia

A RADICULOPATIA pode ser causada por uma pressão exercida sobre a raiz nervosa que emana da medula e se irradia para os membros ... Sempre tivemos essa dúvida da diferença entre RADICULOPATIA e MIELOPATIA, e pelo que vimos na literatura médica, esse ... Sendo assim: uma doença na coluna vertebral pode causar uma estenose, que por sua vez pode também causar radiculopatia e/ou ... Conceitualmente a MIELOPATIA compromete a medula espinhal, e a RADICULOPATIA as raízes nervosas.(compare a diferença da ...

*  25+ melhores ideias de Radiculopatia no Pinterest | Dores na coluna, Dores e Doenças

Encontre e salve ideias sobre Radiculopatia no Pinterest. , Veja mais ideias sobre Dores na coluna, Dores e Doenças. ... Neuropatia y Radiculopatia Eliminada Gracias a Quiropractico en Caguas. No más sufrimiento, si tienes dolores y quieres mejorar ... Dores no pescoço até os braços, fraqueza muscular e formigamento são sintomas de Radiculopatia Cervical. Conheça as causas e os ...

*  Radiculopatia; Radiculite; Avulsão da Raiz Nervosa; Compressão da Raiz Nervosa; Transtorno da Raiz Nervosa

... Assistente em linha ... Radiculopatia (Radiculite; Avulsão da Raiz Nervosa; Compressão da Raiz Nervosa; Transtorno da Raiz Nervosa). doença envolvendo ... Informaçao detalhada em uma pesquisa personalizadaLista de doenças relacionadas com a "Radiculopatia"Prontuário Terapêutico e " ...

*  Exemplos de ruptura

Radiculopatia. ...ssa compress o pode ser resultado de ruptura de algum disco intervertebral (almofa.... Ruptura. ...

*  Monoplegia - Wikipedia

Radiculopatia lombar; Infecção dos nervos (encefalite); Má formação congênita. Depende muito da causa. Costumam incluir ...

*  Escápula alada - Wikipedia

Radiculopatia da sétima cervical. Dependendo da causa pode ser útil iniciar com uma massagem terapêutica para relaxar os ...

*  Lembra | Fofoca.ORG

Radiculopatia. Radiculopatia é uma condição devido a um nervo comprimido na coluna vertebral que pode causar dor, dormência, ...

*  Mieloma múltiplo - Wikipedia

Radiculopatia, visão borrosa e dor de cabeça são as complicações neurológicas mais comuns, causadas pelo aumento da viscosidade ...

*  Modelo

ID: Tomografia computadorizada de coluna lombar compatível com Hérnia discal L3-L4 sem sinais de radiculopatia. .Presença de ... ID: Tomografia computadorizada de coluna lombar compatível com Hérnia discal T3-T4 sem sinais de radiculopatia. com corpos ... ID: Tomografia computadorizada de coluna lombar compatível com Hérnia discal L4-L5 com sinais de radiculopatia.Nome: Modelo ... ID: Tomografia computadorizada de coluna lombar compatível com Hérnia discal L4-L5 sem sinais de radiculopatia.Ausência de ...

*  dor ao urinar,urina muito, gases, intestino preso, dor nas costas

Radiculopatia. 4. + +. 15. Doença Crônica. 3. + +. 16. Deslocamento do Disco Intervertebral. 3. + +. ...

*  Repositório Científico do Hospital de Braga: Percorrer o repositório

Semana Internacional de Acesso Aberto - 23 a 29 de ...

*  anisocitose, dor nos musculos das pernas , calafrios

Radiculopatia. 2. + +. 326. Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular. 2. + +. 327. Deficiência Intelectual. 2. + ...

*  Coluna Legal: Dor nas Costas causa Fadiga ?

Oi Mara, já fu diagnosticada com fibromialgia há uns anos atrás, em função de uma dor difusa no lado esquerdo do corpo, que começou após o nascimento de meu primeiro filho. Porém também sei que falta de vitamina B12 faz a dor piorar. Tudo muito confuso. Agora comecei com insônia, então, saio antes do computador, tenho deixado o quetao mais escuro e com a homeopatia tenho melhorado. A questão é que não tenho nenhum dos pontos dolorosos, e vou levando a vida. Acredito que temos aprender a lidar com o dia a dia, porém, muitas vezes a vontade é se entregar mesmo, pois somos humanos e isso nos faz também frágil. O que termos é que procurar nossa força maior. Bjks amada. ResponderExcluir ...

*  Coluna Legal: Este Projeto!

Conto com a ajuda do meu marido Luciano que trabalha como web designer e que tem sido meu grande companheiro nesta luta, e continua neste projeto sendo meu porta-voz junto ao seu instrumento de trabalho principal que é o computador e que por ironia do destino, é o mesmo instrumento pelo qual lutamos para que não nos faça robôs e que não nos tire a essência e a alegria de viver através das dores e limitações das doenças trazidas com essa evolução que é a tecnologia ...

*  Coluna Legal: Ossos

Mielopatia x Radiculopatia. *Guia para diminuir as dores nas costas. *Cuidado com as Plantas Medicinais ...

*  Coluna Legal: Dicas GNT

Este blog tem dois objetivos para um mesmo fim:"Buscar e levar ajuda aos que sofrem diariamente com os problemas da coluna vertebral." Conto aqui com a ajuda do meu marido Luciano(http://www.sabit.com.br), já que não tenho condições de ficar muito tempo no computador, assim ele vai me acompanhar nesta jornada pela busca de mais qualidade de vida a todos nós!. ...

*  Coluna Legal: Nossa Semana

no domingo fomos convidados pra visitar um rancho de um amigo, que já conhecíamos e é muito bom, transmite uma paz imensa junto com a natureza, aí fomos passar o dia… foi tudo ótimo, porém… pra chegar temos que passar por um longo trecho de estrada de chão, e com essa seca que tá fazendo por aqui, muita pedra e trepidação… em consequência, na madrugada seguinte, minha cervical me judiou muito, tive muuuita dor, nada resolvia… fomos de novo pro pronto-socorro… + tramal (derivado de morfina) na veia… tá ficando rotineiro isso, e cada vez mais limitados os passeios ...

*  Coluna Legal: Pilates (relembrando...)

Eu gostaria muito de fazer pilates, talvez no futoro. Nunca tinha feito academia, preciso fazer atividade física para melhorar, então fui me aventurar e fui em uma boas para não ter erro. Comecei em dias alternados, alongamento, esteira e musculação bem levinha para não causar dor, só que na primeira vez já senti uma dor na nuca, pensei que poderia ser tensão porque tive medo de sentir dor na hora e depois. Essa dor continuou nas outras tres vezes em que fui, então deixei de ir por isso e também por ter ficado resfriada. Quando eu retornar vou fazer apenas esteira e alongamento. Ainda não falei c/ meu médico, continuo c/ dor na nuca, mas não todos os dias. Não pelo melhor dos motivos, mas tenho me lembrado com muita frequência de vc. Cuide-se ...

*  Coluna Legal: Plantas Medicinais também podem fazer mal à sua saúde

Radiculopatia Cervical. *Assim se entorta a humanidade. *Plantas Medicinais também podem fazer mal à sua sa... ...

*  Coluna Legal: Nem só de Cálcio Vivem os Ossos!

Este blog tem dois objetivos para um mesmo fim:"Buscar e levar ajuda aos que sofrem diariamente com os problemas da coluna vertebral." Conto aqui com a ajuda do meu marido Luciano(http://www.sabit.com.br), já que não tenho condições de ficar muito tempo no computador, assim ele vai me acompanhar nesta jornada pela busca de mais qualidade de vida a todos nós!. ...

*  lookfordiagnosis.com - Tópicos ativos

radiculopatia c8-T1. Última Mensagem por marcia helena da silva « segunda nov 20, 2017 1:11 am Enviado em Radiculopatia ... por marcia helena da silva » segunda nov 20, 2017 1:11 am » em Radiculopatia ...

*  ARTRODESE LOMBAR E EXERCÍCIOS - Dra Maike Heerdt

Componente radicular (Obs.: a dor neuropática já estava bem controlada). Radiculopatia S1 (dor ciática); ...


Pode

  • Pode ser Radiculopatia! (pinterest.com)
  • uma doença na coluna vertebral pode causar uma estenose, que por sua vez pode também causar radiculopatia e/ou mielopatia. (colunalegal.com.br)
  • A RADICULOPATIA pode ser causada por uma pressão exercida sobre a raiz nervosa que emana da medula e se irradia para os membros, causando dor e formigamento nos membros, e ainda fraqueza muscular. (colunalegal.com.br)

fraqueza muscular

  • Dores no pescoço até os braços, fraqueza muscular e formigamento são sintomas de Radiculopatia Cervical. (pinterest.com)

Cervical