Procedimentos Cirúrgicos Urológicos Masculinos: Cirurgias executadas na genitália masculina.Procedimentos Cirúrgicos Urológicos: Cirurgias executadas no trato urinário ou seus órgãos em indivíduos do sexo masculino ou feminino. Para cirurgia da genitália masculina está disponível o termo PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS UROLÓGICOS MASCULINOS.Procedimentos Cirúrgicos Operatórios: Operações conduzidas para correção de deformidades e defeitos, reparos de lesões e diagnóstico e cura de certas doenças.Procedimentos Cirúrgicos Menores: Cirurgia restrita ao tratamento de problemas e lesões menores; procedimento cirúrgico de extensão relativamente pequena e não prejudicial à vida por si só. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios: Cirurgia feita em paciente externo. Pode ser feita num hospital, consultório ou centro cirúrgico.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos: Procedimentos que evitam o uso de cirurgia aberta, invasiva, em favor de cirurgia fechada ou local. Esses geralmente envolvem o uso de dispositivos laparoscópicos e manipulação de instrumentos por controle remoto com observação direta do campo cirúrgico através de um endoscópio ou dispositivo similar.Procedimentos Cirúrgicos Bucais: Procedimentos cirúrgicos utilizados para tratar doenças, lesões e defeitos da região oral e maxilofacial.Procedimentos Cirúrgicos Vasculares: Procedimentos cirúrgicos para o tratamento de distúrbios vasculares.Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos: Cirurgias feitas no coração.Procedimentos Cirúrgicos Eletivos: Cirurgia que poderia ser adiada ou não ser realizada sem perigo ao paciente. A cirurgia eletiva inclui procedimentos para corrigir problemas médicos que não ameaçam a vida e também para aliviar afecções causadoras de estresse psicológico ou outro risco potencial a pacientes, por exemplo, cirurgia estética ou contraceptiva.Procedimentos Cirúrgicos em Ginecologia: Cirurgia executada na genitália feminina.Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos: Procedimentos utilizados para reconstruir, restaurar ou melhorar estruturas defeituosas, danificadas ou perdidas.Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório: Cirurgia feita no sistema digestório ou suas partes.Procedimentos Cirúrgicos Otorrinolaringológicos: Cirurgia feita na orelha e suas partes, nariz e cavidade nasal ou garganta, incluindo cirurgia de adenoide, tonsilas, faringe e traqueia.Procedimentos Cirúrgicos Obstétricos: Cirurgia feita na mulher grávida para doenças associadas à gravidez, trabalho de parto ou puerpério. Não incluem cirurgias do recém-nascido.Procedimentos Cirúrgicos Oftalmológicos: Cirurgia feita no olho ou qualquer de suas partes.Procedimentos Cirúrgicos Torácicos: Cirurgia feita nos órgãos torácicos, mais comumente nos pulmões e coração.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Procedimentos Cirúrgicos Cardiovasculares: Cirurgias feitas no coração ou vasos sanguíneos.Cirurgia Geral: Especialidade em que procedimentos manuais ou cirúrgicos são usados no tratamento de doenças, lesões, ou deformidades.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Cuidados Pré-Operatórios: Cuidados dispensados no período anterior à cirurgia, quando os preparativos psicológicos e físicos são feitos, de acordo com as necessidades especiais e individuais do paciente. Este período compreende o intervalo entre a admissão ao hospital e o início da cirurgia.Complicações Intraoperatórias: Complicações que afetam pacientes durante a cirurgia. Podem estar ou não associadas à doença para a qual a cirurgia é realizada ou, dentro do mesmo procedimento cirúrgico.Procedimentos Ortopédicos: Procedimentos utilizados para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões do SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO, articulações e estruturas associadas.Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos: Procedimentos cirúrgicos realizados na PELE.Laparoscopia: Procedimento em que um laparoscópio (LAPAROSCÓPIOS) é inserido através de uma pequena incisão próxima ao umbigo para examinar os órgãos abdominais e pélvicos na CAVIDADE PERITONEAL Se necessário, pode ser realizado biópsia ou cirurgia durante a laparoscopia.Reoperação: Operação refeita para a mesma doença, no mesmo paciente, devido à evolução ou recidiva da doença, ou como acompanhamento de cirurgia anterior que não atingiu seu objetivo.Procedimentos Neurocirúrgicos: Cirurgia feita no sistema nervoso ou suas partes.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Salas Cirúrgicas: Instalações equipadas para executar procedimentos cirúrgicos.Cuidados Pós-Operatórios: Período de cuidados que se inicia quando o paciente é removido da cirurgia, e que visa satisfazer as necessidades psicológicas e físicas do paciente logo após uma cirurgia.Procedimentos Cirúrgicos Pré-Protéticos Bucais: Cirurgia necessária para posicionar uma dentadura em uma base firme, livre de marcadas protuberâncias ou rebaixamentos ósseos, e destituídas de interferências na fixação dos músculos, excesso de mucoperiósteo, hiperplasias e crescimento fibroso ou papilar.Infecção da Ferida Operatória: As infecções que ocorrem no local da incisão cirúrgica.Período Pós-Operatório: Período que se segue a uma operação cirúrgica.Tempo de Internação: Período que um paciente permanece confinado em um hospital ou outra instituição de saúde.Anestesia: Estado caracterizado pela perda dos sentidos ou sensações. Esta depressão da função nervosa geralmente é resultante de ação farmacológica e é induzida para permitir a execução de cirurgias ou outros procedimentos dolorosos.Procedimentos Cirúrgicos Ultrassônicos: Uso de ondas de ONDAS DE CHOQUE DE ALTA ENERGIA no intervalo de frequência de 20 a 60 kHz, para cortar ou remover tecidos. A fragmentação de tecido por instrumentos cirúrgicos ultrassônicos é causada por efeitos mecânicos que não incluem calor, como com a ABLAÇÃO POR ULTRASSOM FOCALIZADO DE ALTA INTENSIDADE.Centro Cirúrgico Hospitalar: Departamento hospitalar que administra todas as funções departamentais e proporciona o diagnóstico cirúrgico e serviços terapêuticos.Cuidados Intraoperatórios: Procedimentos de cuidados ao paciente feitos durante a operação, que são auxiliares à cirurgia efetiva. Abrange monitorização, terapia líquida, medicação, transfusão, anestesia, radiografia e testes de laboratório.Toracotomia: Incisão cirúrgica na parede do tórax.Procedimentos Cirúrgicos Pulmonares: Cirurgia feita nos pulmões.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.Equipamentos Cirúrgicos: Aparelhos não consumíveis utilizados durante procedimentos cirúrgicos. Diferenciam-se de INSTRUMENTOS CIRÚRGICOS, usualmente mantidos na mão e utilizados no campo operatório imediato.Endoscopia: Procedimentos em que se empregam ENDOSCÓPIOS para diagnóstico e tratamento de doenças. A endoscopia envolve a passagem de um instrumento óptico através de pequena incisão na pele, isto é, percutânea; ou através de orifícios naturais e ao longo de vias naturais do corpo, como o trato digestório; e/ou através de incisão na parede de órgão ou estrutura tubular, isto é, transluminal, para examinar ou realizar cirurgia em partes interiores do corpo.Anestesia Geral: Procedimento em que os pacientes são induzidos a um estado de inconsciência por meio do uso de vários medicamentos, a fim de que não sintam dor durante a cirurgia.Monitorização Intraoperatória: Verificação constante do estado ou condição de um paciente durante o curso de uma cirurgia (por exemplo, verificação dos sinais vitais).Métodos: Série de etapas a adotadas para realizar uma pesquisa.Retalhos Cirúrgicos: Pedaços de pele e tecido subcutâneo, às vezes incluindo músculos retirados de partes subjacentes, porém frequentemente ainda presas a uma extremidade. Eles retêm a própria microvasculatura que também é transferida para o novo local. São utilizados em cirurgias plásticas para reparar um defeito em região vizinha.Instrumentos Cirúrgicos: Ferramentas ou implementos manuais usados por profissionais de saúde para o desempenho de tarefas cirúrgicas.Microcirurgia: Execução de procedimentos cirúrgicos com auxílio de um microscópio.Colecistectomia: Remoção cirúrgica da VESÍCULA BILIAR.Anastomose Cirúrgica: União cirúrgica ou passagem entre ductos, tubos ou vasos. Pode ser extremidade com extremidade, extremidade com borda, borda com extremidade ou borda com borda.Período Intraoperatório: Período durante uma operação cirúrgica.Técnicas de Sutura: Técnicas para juntar as bordas de uma ferida com alças de fio ou materiais semelhantes (SUTURAS).Descompressão Cirúrgica: Operação cirúrgica para aliviar a pressão em um compartimento do corpo. (Dorland, 28a ed)Procedimentos Cirúrgicos Otológicos: Cirurgia feita na orelha externa, média ou interna.

*  Tipos de câncer | Minha Vida

Ou pode ser usada antes dos procedimentos cirúrgicos para encolher um tumor maior, para deixar a operação mais fácil. ... A Sociedade Americana para o Câncer e a Associação Urológica Americana recomendam testes anuais de PSA e exames de toque para ... Síndrome do ovário policístico, que aumenta as taxas de hormônios masculinos.. Histórico de câncer de mama. ...

*  TRANS*ZINE - Outubro 2013

Discute sempre a pesquisa médica mais recente e os prós e contras destes procedimentos com o teu médico. (...) Se um homem ... 4) Seguidamente, a equipa autorizará o início do tratamento hormonal e dos processos cirúrgicos (cirurgia ao peito, cirurgia ... à esterilização de trans masculinos. •Facultar às crianças trans tratamento hormonal destinado a bloquear os efeitos da ... 25 Ao nível do acompanhamento ginecológico ou urológico (para quem fez uma faloplastia ou metadioplastia), encontramo-nos ...

*  A LUZ DA ENFERMAGEM : Fevereiro 2015

Para solucionar o problema recorre-se por vezes a outros procedimentos cirúrgicos para dilatar a via aérea superior. Contudo, ... Há uma ampla gama de doenças urológicas que acometem homens e mulheres, jovens e idosos. ... é sabido que a irregularidade menstrual e as características decorrentes do excesso de hormônios masculinos, como aumento de ... Se não for possível controlar a apneia do sono com estes simples procedimentos, pode aplicar-se uma pressão positiva continua ...


No FAQ disponível com os "Procedimentos Cirúrgicos Urológicos Masculinos"

Clique em um termo à esquerda