Placenta: Órgão materno-fetal de mamíferos, altamente vascularizado, sendo o principal local de transporte de oxigênio, nutrientes e resíduos fetais. Na placenta há uma porção fetal (VILOSIDADES CORIÔNICAS, provenientes dos TROFOBLASTOS) e uma porção materna (DECÍDUA, proveniente do ENDOMÉTRIO uterino). A placenta produz uma série de hormônios esteroides, proteicos e peptídicos (HORMÔNIOS PLACENTÁRIOS).Doenças Placentárias: Processos patológicos ou funções anormais da PLACENTA.Placenta Prévia: Formação anormal da PLACENTA que se fixa no segmento inferior do ÚTERO (zona de dilatação), e pode recobrir parte ou toda a abertura do COLO. Frequentemente é associada com sangramento importante antes do parto e TRABALHO DE PARTO PREMATURO.Placenta Acreta: Aderência anormal de parte ou toda a PLACENTA ao MIOMÉTRIO devida à ausência parcial ou completa da DECÍDUA. Está associada com HEMORRAGIA PÓS-PARTO devido a um defeito da separação da placenta.Placenta Retida: Placenta que não é expelida após o NASCIMENTO do FETO. A PLACENTA é retida quando o ÚTERO não contrai após a liberação de seu conteúdo ou quando a placenta está anormalmente aderida ao MIOMÉTRIO.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Trofoblastos: Células que revestem a parte externa do BLASTOCISTO. Depois que os trofoblastos se ligam ao ENDOMÉTRIO, desenvolvem duas camadas distintas: uma camada interna (citotrofoblastos mononucleares) e outra externa (citoplasma multinuclear contínuo, os sinciciotrofoblastos) que forma a interface inicial entre o feto e a mãe (PLACENTA).Vilosidades Coriônicas: Projeções filamentosas e vasculares do cório. Podem estar livres ou incluídas no interior da DECÍDUA, formando o local (site) para troca de substâncias entre os sangues fetal e materno (PLACENTA).Troca Materno-Fetal: Troca de substâncias entre o sangue materno e o fetal na PLACENTA, através da CIRCULAÇÃO PLACENTÁRIA. A barreira placentária exclui a transmissão de micróbios ou vírus.Proteínas da Gravidez: Proteínas produzidas por órgãos da mãe ou da PLACENTA durante a GRAVIDEZ. Estas proteínas podem ser específicas da gravidez (presentes apenas durante a gravidez) ou associadas à gravidez (presentes durante a gravidez ou sob outras situações, como terapia hormonal ou certas doenças malignas).Placentação: Desenvolvimento da PLACENTA, órgão materno-fetal de mamífero, altamente vascularizado e principal local de transporte de oxigênio, nutrientes e produtos residuais fetais entre a mãe e o FETO. O processo começa na FERTILIZAÇÃO, com o desenvolvimento dos CITOTROFOBLASTOS e SINCICIOTROFOBLASTOS, formação das VILOSIDADES CORIÔNICAS ao aumento progressivo dos VASOS SANGUÍNEOS para sustentar o feto em crescimento.Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, [a idade gestacional] do filhote por nascer vai [é definida como sendo] do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.Pré-Eclâmpsia: Complicação de GRAVIDEZ, caracterizada por um complexo de sintomas incluindo HIPERTENSÃO materna e PROTEINURIA com ou sem EDEMA patológico. Os sintomas variam de brandos a graves. A pré-eclâmpsia ocorre após a 20a semana de gestação, porém pode se desenvolver antes deste tempo, na presença de doença trofoblástica.Idade Gestacional: A duração da gestação é medida a partir do primeiro dia do último período menstrual normal. A idade gestacional é expressa em dias ou semanas completas (por ex.: eventos que ocorrem de 280 a 286 dias após o início do último período menstrual normal são considerados como ocorridos na marca de 40 semanas de gestação). A idade gestacional é frequentemente uma fonte de confusão quando os cálculos são baseados em datas menstruais. Para os propósitos de cálculos da idade gestacional a partir da data do primeiro dia do último período menstrual normal e a data do parto, deve-se ter em mente que o primeiro dia é zero e não o dia um; os dias 0-6 correspondem então à "semana zero completa", os dias 7-13 à "semana completa um", e a quadragésima semana da gravidez atual é sinônimo de "semana completa 39". Quando a data do último período menstrual normal não é disponível, a idade gestacional deve ser baseada na melhor estimativa clínica. Para evitar confusão, as tabulações devem indicar tanto semanas quanto dias. (CID-10, vol.2, 8a ed., rev. e ampl. 2008)Membranas Extraembrionárias: Camadas finas de tecido que envolvem o embrião em desenvolvimento. Há quatro membranas extraembrionárias, geralmente encontradas em VERTEBRADOS, como RÉPTEIS, AVES e MAMÍFEROS. São: SACO VITELINO, ALANTOIDE, ÂMNIO e CÓRION. Estas membranas oferecem proteção e meios para o transporte de nutrientes e resíduos.Córion: Membrana extraembrionária mais externa que envolve o embrião em desenvolvimento. Nos RÉPTEIS e AVES, está aderida à casca e permite as trocas gasosas entre o ovo e seu ambiente. Nos MAMÍFEROS o córion evolui para a contribuição fetal da PLACENTA.Terceiro Trimestre da Gravidez: Último terço da GRAVIDEZ humana [que vai] do início da 29a até a 42a semana completa (197 a 294 dias) de gestação.Prenhez: Processo de carregar um ser em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero de mamíferos não humanos começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Primeiro Trimestre da Gravidez: Primeira terça parte da GRAVIDEZ humana, a partir do primeiro dia do último período menstrual normal (MENSTRUAÇÃO) até completar as 14 semanas (98 dias) de gestação.Lactogênio Placentário: Hormônio polipeptídico de aproximadamente 25 kDa produzido pelos sinciciotrofoblastos da PLACENTA, também conhecido como somatomamotropina coriônica. Apresenta atividades de HORMÔNIO DO CRESCIMENTO e de PROLACTINA no crescimento, lactação e produção de esteroides lúteos. Em mulheres, a secreção do lactogênio placentário começa logo após a implantação, aumentando para 1 g ou mais por dia na gravidez tardia. O lactogênio placentário também é um antagonista da insulina.Decídua: Camada glandular do ENDOMÉTRIO, que responde aos hormônios e que se desprende a cada fluxo menstrual (decidua menstrualis) ou no final da gravidez. Durante a gravidez, a parte mais espessa da decídua forma a porção materna da PLACENTA (decidua placentalis). A porção delgada da decídua que envolve o resto do embrião é a decidua capsularis.Circulação Placentária: Circulação de SANGUE, tanto da mãe como do FETO, através da PLACENTA.Coriocarcinoma: Forma de tumor trofoblástico maligno e metastático. Diferentemente da MOLA HIDATIFORME, o coriocarcinoma não contém VILOSIDADES CORIÔNICAS, mas uma camada de citotrofoblastos e sinciciotrofoblastos (TROFOBLASTOS) indiferenciados. Caracteriza-se pela secreção de grandes quantidades de GONADOTROPINA CORIÔNICA. A origem do tecido pode ser determinada por análise de DNA: origem placentária (fetal) ou origem não placentária (CORIOCARCINOMA NÃO GESTACIONAL).Retardo do Crescimento Fetal: Incapacidade do FETO para atingir o crescimento esperado em qualquer IDADE GESTACIONAL.Útero: Órgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.Desenvolvimento Fetal: Desenvolvimento morfológico e fisiológico do FETO.Hormônios Placentários: Hormônios produzidos pela placenta, entre eles a GONADOTROPINA CORIÔNICA e o LACTOGÊNIO PLACENTÁRIO, bem como os esteroides (ESTROGÊNIOS, PROGESTERONA) e hormônios neuropeptídicos semelhantes aos encontrados no hipotálamo (HORMÔNIOS HIPOTALÂMICOS).Aborto Animal: Expulsão prematura do FETO em animais.Âmnio: Saco membranoso mais interno que envolve e protege o embrião em desenvolvimento, banhado pelo LÍQUIDO AMNIÓTICO. As células amnióticas são CÉLULAS EPITELIAIS secretoras e contribuem para o líquido amniótico.Cesárea: Extração do FETO por meio de HISTEROTOMIA abdominal.Trabalho de Parto: Contração uterina repetitiva durante o parto, associada com a dilatação progressiva do COLO DO ÚTERO. Um trabalho de parto bem sucedido resulta na expulsão do FETO e PLACENTA. O trabalho de parto pode ser espontâneo ou induzido (TRABALHO DE PARTO INDUZIDO).Segundo Trimestre da Gravidez: Terceira parte da GRAVIDEZ humana, que compreende desde o início da 15a até a 28a semana completa (99 a 196 dias) de gestação.Complicações Parasitárias na Gravidez: Ocorrências de doenças parasitárias ao longo da gravidez. A infecção parasitária pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO.Líquido Amniótico: Líquido claro, amarelado que envolve o FETO dentro do saco do ÂMNIO. No primeiro trimestre é semelhante a um transudado do plasma materno ou fetal. No segundo trimestre, o líquido amniótico deriva principalmente do rim e pulmão fetal. Células ou substâncias neste líquido podem ser retiradas para testes de diagnóstico pré-natal (AMNIOCENTESE).Imuno-Histoquímica: Localização histoquímica de substâncias imunorreativas utilizando anticorpos marcados como reagentes.Cordão Umbilical: Estrutura flexível semelhante à corda, que conecta um FETO em desenvolvimento à PLACENTA, em mamíferos. O cordão contém vasos sanguíneos que transportam oxigênio e nutrientes da mãe ao feto e resíduos para longe do feto.Mola Hidatiforme: Hiperplasia trofoblástica associada com gestação normal ou gravidez molar. Caracteriza-se pela dilatação das VILOSIDADES CORIÔNICAS e elevada GONADOTROPINA CORIÔNICA humana. A mola hidatiforme ou gravidez molar pode ser classificada como completa ou parcial, baseada em sua morfologia geral, histopatologia e cariótipo.Saco Vitelino: Primeira membrana embrionária, entre as quatro existentes, formada durante a EMBRIOGÊNESE. Em RÉPTEIS e AVES surge do endoderma e mesoderma para incorporar o SACO VITELÍNICO no TRATO DIGESTÓRIO para nutrição do embrião. Em MAMÍFEROS placentários, sua função nutricional é vestigial, entretanto, é a fonte da MUCOSA INTESTINAL, CÉLULAS SANGUÍNEAS, e CÉLULAS GERMINATIVAS. Como é chamado de saco vitelino, não deve ser confundido com a MEMBRANA VITELINA do ovo.Complicações na Gravidez: Afecções ou processos patológicos associados com gravidez. Podem ocorrer durante ou após a gravidez e variam de pequenos mal-estares a graves doenças que requerem cuidados médicos. Incluem doenças em mulheres grávidas e gravidez de mulheres com doenças.Impressão Genômica: Expressão fenotípica variável de um GENE dependendo de sua origem paterna ou materna que é uma função do padrão de METILAÇÃO DE DNA. Observou-se que as regiões de impressão são mais metiladas e transcripcionalmente menos ativas. (Tradução livre do original: Segen, Dictionary of Modern Medicine, 1992)Morte Fetal: Morte do ser em desenvolvimento no útero. O NASCIMENTO de um FETO morto é NATIMORTO. (MeSH/NLM) Óbito fetal é a morte de um produto da concepção, antes da expulsão ou da extração completa do corpo da mãe, independentemente da duração da gravidez; indica o óbito o fato do feto, depois da separação, não respirar nem apresentar nenhum outro sinal de vida, como batimentos do coração, pulsações do cordão umbilical ou movimentos efetivos dos músculos de contração voluntária. (CID-10, vol.2, rev. e ampl. 2008, p.155) Para fins estatísticos, comparação internacional, e o uso da CID, se o produto da concepção, nesta ordem, (1) pesa menos que 500 g, tem (2) idade gestacional de menos de 22 semanas completadas ou (3) comprimento coroa-calcanhar de menos de 25 cm, é definido como um ABORTO. Se o produto da concepção pesa pelo menos 500 g ou tem idade gestacional de pelo menos 22 semanas completadas ou tem comprimento coroa-calcanhar de pelo menos 25 cm, é definido como NATIMORTO.Corioamnionite: INFLAMAÇÃO das membranas da placenta (CÓRION, ÂMNIO) e tecidos relacionados (connected) como VASOS SANGUÍNEOS fetais e CORDÃO UMBILICAL. Frequentemente associada com infecção intrauterina ascendente durante a GRAVIDEZ.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Extratos Placentários: Extratos preparados a partir de tecido placentário; podem conter fatores ou proteínas específicos, com atividades específicas, mas ainda não caracterizados.Sangue Fetal: Sangue do feto. A troca de nutrientes e de resíduos entre o sangue fetal e o materno ocorre através da PLACENTA. O sangue do cordão é o sangue contido nos vasos umbilicais (CORDÃO UMBILICAL) no momento do parto.Alantoide: Saco membranoso extraembrionário derivado do SACO VITELINO de RÉPTEIS, AVES e MAMÍFEROS. Fica entre duas outras membranas extraembrionárias, o ÂMNIO e o CÓRION. O alantoide serve para armazenar resíduos urinários e mediar trocas de gases e nutrientes para o embrião em desenvolvimento.Sequência de Bases: Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.Complicações Infecciosas na Gravidez: Ocorrências da gravidez e INFECÇÃO. A infecção pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO.Feto Abortado: Feto de mamífero expelido pelo ABORTO INDUZIDO ou ABORTO ESPONTÂNEO.Distribuição Tecidual: Acúmulo de uma droga ou substância em vários órgãos (inclusive naqueles não relevantes para sua ação farmacológica ou terapêutica). Essa distribuição depende do fluxo sanguíneo ou da taxa de perfusão do órgão, da capacidade de a droga permear membranas de órgãos, da especificidade do tecido, da ligação a proteínas. A distribuição geralmente é expressa como razão tecido / plasma.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Hemorragia Pós-Parto: Excesso na perda de sangue por sangramento uterino associado com TRABALHO DE PARTO ou nascimento da criança. Definida como perda de sangue maior que 500 ml ou como uma quantidade que afeta adversamente a fisiologia materna (como PRESSÃO SANGUÍNEA e HEMATÓCRITO). É dividida em duas categorias: imediata (até 24 horas após o nascimento) ou tardia (24 horas pós-parto).Expressão Gênica: Manifestação fenotípica de um gene (ou genes) pelos processos de TRANSCRIÇÃO GENÉTICA e TRADUÇÃO GENÉTICA.Coriolaceae: Família de fungos da ordem POLYPORALES encontrados madeira em decomposição.Ultrassonografia Pré-Natal: Visualização dos tecidos durante a gestação através do registro dos ecos das ondas ultrassônicas dirigidas para o corpo. O procedimento pode ser aplicado com referência à mãe ou ao feto e com referência aos órgãos ou à detecção de doença materna ou fetal.Trimestres da Gravidez: Três períodos aproximadamente iguais de uma GRAVIDEZ normal em humanos. Cada trimestre dura cerca de três meses ou 13 a 14 semanas dependendo de como é considerado o primeiro dia de gestação.Receptor 1 de Fatores de Crescimento do Endotélio Vascular: Receptor de VEGF de 180 kDa encontrado principalmente em células endoteliais, essencial para a vasculogênese e manutenção dos vasos. Também é conhecido como Flt-1 (receptor 1 da tirosina quinase do tipo fms). Uma isoforma do receptor solúvel e obtida pelo processamento alternativo pode atuar como uma proteína ligante que regula a disponibilidade de vários ligantes do receptor VEGF e da transdução de sinal.

*  Engravidar com Saúde: Junho 2011
4) Após qualquer sangramento da placenta (ectópica, DPP, placenta previa), em qualquer momento da gestação. ... Pode ser por ameaça de aborto, placenta prévia, descolamento de placenta, parto (que é o mais fácil de acontecer a contaminação ... A placenta vai envelhecendo no decorrer da gravidez, e no meio pro final, vai ocorrendo infartos e calcificações. Nesses ... Algumas se desenvolvem em forma de embrião, outras em forma da placenta e do saco gestacional. Em alguns casos, a parte do ...
  http://engravidarcomsaude.blogspot.com/2011_06_01_archive.html
*  Não há estudos que comprovem benefícios a mães que ingerem placenta - Agência Estado - UOL Notícias
A placenta é formada por tecidos dos óvulos e é responsável por manter o bebê vivo dentro da barriga da mãe. De lá, a criança ... acha que ela pode comer a placenta se quiser, mas tem de evitar fazer uma defesa de comer a placenta como se fosse trazer um ... A placenta é formada por tecidos dos óvulos e é responsável por manter o bebê vivo dentro da barriga da mãe. De lá, a criança ... Luíza ingeriu sua placenta em dois de seus três partos e notou a diferença. "Eu percebi que me deu muito mais energia no pós- ...
  https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/09/14/nao-ha-estudos-que-comprovem-beneficios-a-maes-que-ingerem-placenta.htm
*  Grau da Placenta - Desvendando Grau 1, 2, 3 e 0 | trocandofraldas.com.br
Como se classifica a placenta ao decorrer da gravidez? Saiba tudo sobre grau 1, 2 e 3 e quanto esta chegando a hora e quais as ... Porém a placenta tem graus de maturidade.. Quais os Graus da Placenta?. Os graus da placenta podem ser grau 1, grau 2 grau 3 e ... O que é placenta espessa?. Placenta espessa é uma placenta mais grossa que o considerado normal e pode ser causada por uma ... Grau da Placenta Acelera o Parto?. O que pode adiantar um parto não é o grau da placenta, mas sim as condições que ela está. ...
  https://www.trocandofraldas.com.br/grau-placenta-desvendando-grau1-grau-2-grau-3/
*  Placenta é mais sensível ao ataque do zika no primeiro trimestre da gestação | Revista Pesquisa Fapesp
Placenta é mais sensível ao ataque do zika no primeiro trimestre da gestação Estudo indica que no início da gravidez esse órgão ... "As células da placenta no final da gravidez são resistentes à infecção pelo vírus, pois não expressam os genes que codificam as ... Nessa fase, a placenta produz proteínas que estimulam a adesão e a entrada do agente infeccioso nas células do bebê em formação ... Com o passar do tempo, a placenta mais madura cria um cenário totalmente diferente e adverso ao avanço do vírus materno rumo ao ...
  http://revistapesquisa.fapesp.br/2017/02/13/placenta-e-mais-sensivel-ao-ataque-do-zika-no-primeiro-trimestre-da-gestacao/
*  Simulador de Parto Gemelar com Placenta e Cordão Umbilical - SDORF
01 Placenta;. 01 Bolsa em Nylon para acondicionamento e transporte;. 01 Manual em português,. 01 Termo de garantia.. Embalagem ... cordão umbilical e placenta; O modelo permite praticar o manejo intrauterino, pré-natal, intra parto e pós-parto. ...
  http://www.cardiomed.com.br/simulador-de-parto-gemelar-com-placenta-e-cordao-umbilical-sdorf
*  A placenta - do Bebé
As calcificações da placenta. Esse fenômeno de deposição de cálcio na placenta ocorre durante toda a gestação; é microscópico ... Grau 0 é a placenta homogênea, placa corial lisa e ausência de sinais de calcificação.. Grau I é a placenta com placa corial ... Quando a Placenta descola.. O sangramentos vaginal é relativamente comum durante a gestação, causando um grau de ansiedade ... Grau II é a placenta que apresenta a placa basal calcificada e porções septais parcialmente calcificadas.. Grau III é quando a ...
  http://dobebe.com/a-placenta/
*  33 Semanas - SONHO TER UM FILHO
Eu que nao tinha trauma anterior escolhi a cesariana porque a placenta estava ligeiramente baixa e embora a medica me disse que ... isso não era problema eu fiquei com medo que algo acontecesse ao bebe ou que a placenta com os movimentos do bebe se colocasse ...
  http://sonhoterumfilho.blogs.sapo.pt/113075.html
*  O que fazer em caso de descolamento da placenta - Tua Saúde
O descolamento de placenta durante a gravidez pode causar sangramento e até parto prematuro. Saiba como identificar e o que ... Como saber se é descolamento da placenta. O descolamento prematuro da placenta pode causar sinais e sintomas, como:. *Dor ... O descolamento prematuro da placenta acontece quando a placenta é separada da parede do útero, causando cólica abdominal forte ... O descolamento da placenta é uma das principais causas de sangramento no terceiro trimestre da gravidez, período em o feto e a ...
  https://www.tuasaude.com/descolamento-da-placenta/
*  Bela Gil consome a placenta do filho com vitamina de banana | VEJA.com
... baseia-se na crença de que a placenta concentra nutrientes e hormônios benéficos para a saúde ... Logo, as mães não conseguiriam levar sua placenta para casa.. Notícias sobre Bela GilDieta e NutriçãoGravidez chat_bubble_ ... os hormônios e nutrientes da placenta se perdem após o parto. "O que sobra da placenta não é nada além de um agrupamento de ... A placenta é um agrupamento de vasos sanguíneos que une o feto à parede do útero materno, permitindo a passagem de materiais ...
  https://veja.abril.com.br/saude/bela-gil-consome-a-placenta-do-filho-com-vitamina-de-banana/?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter&utm_campaign=Feed%3A+noticiasveja+
*  Pesquisa: Tumores e Nodulos Hipofisarios | MedicinaNET
Eventualmente os anticorpos maternos TSH-RaB podem atravessar a placenta e causar tir...... ...
  http://www.medicinanet.com.br/pesquisas/tumores_e_nodulos_hipofisarios.htm
*  Descomplicando o Grau da Placenta | Mulher Descomplicada
Há quem diga que é a principal, pois sem placenta não há bebê. É a placenta a fonte de oxigênio e nutrientes para o feto, ou ... Grau III: as calcificações desenham todo o lobo da placenta;. Essa pesquisa sugeriu que nos casos em que a placenta tinha um ... porque o grau da placenta está II ou III!!! Devemos nos basear pela idade gestacional e não pela placenta! Exemplo: Caso você ... O grau da placenta nada mais é do que a forma que visualizamos estas calcificações ao ultrassom, elas aparecem como pontos ...
  http://mulherdescomplicada.com.br/descomplicando-o-grau-da-placenta/
*  Engravidar com Saúde: Vacina Rogam Sabem para que Serve?
4) Após qualquer sangramento da placenta (ectópica, DPP, placenta previa), em qualquer momento da gestação. ... Pode ser por ameaça de aborto, placenta prévia, descolamento de placenta, parto (que é o mais fácil de acontecer a contaminação ... A placenta vai envelhecendo no decorrer da gravidez, e no meio pro final, vai ocorrendo infartos e calcificações. Nesses ... Há um mês, tivemos um caso de uma paciente Rh negativo com placenta previa, que sangrou. Sangrou, tem que vacinar!!! Após a ...
  http://engravidarcomsaude.blogspot.com/2011/06/vacina-rogam-sabem-para-que-serve.html?showComment=1458864338773
*  Placenta - Wikipedia
... à placenta que se adere anormalmente à decídua ou à parede uterina. Placenta acreta: Denominação da placenta que penetra mais ... A placenta "acreta" é aquela que atinge a camada basal da decídua. Quando alguma área da placenta está acreta, ela não ... A placenta cresce ao longo da gravidez. O desenvolvimento do fornecimento de sangue materno para a placenta é completo até ao ... Placenta increta: Quando a placenta penetra mais profundamente no útero e atinge a camada muscular (miométrio) mais ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Placenta
*  Trachycystis placenta - Wikipedia
Trachycystis placenta é uma espécie de gastrópode da família Charopidae. É endémica da África do Sul. Os seus habitats naturais ... Trachycystis placenta. 2006 IUCN Red List of Threatened Species. Dados de 7 de Agosto de 2007.. ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Trachycystis_placenta
*  Placenta prévia - Wikipedia
Placenta prévia é uma complicação obstétrica na qual a placenta está fixada à parede uterina cobrindo parcial ou totalmente o ... A placenta prévia incide em 0,5 a 1,0% das gestações sendo que ocorre com maior freqüência nas multíparas (1:20) e em gestante ... A placenta fica implantada, inteira ou parcialmente, no segmento inferior do útero, a partir da 22.ª semana de gestação. Que ... A placenta acreta é muito raramente reconhecida antes do nascimento, sendo muito difícil de ser diagnosticada. Enquanto ela ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Placenta_pr%C3%A9via
*  Placenta acreta - Wikipedia
Placenta acreta é a denominação que se dá à placenta que se adere anormalmente à decídua ou à parede uterina. É uma complicação ... A placenta "acreta" é aquela que atinge a camada basal da decídua. Quando alguma área da placenta está acreta, ela não ... Placenta increta: Quando a placenta penetra mais profundamente no útero e atinge a camada muscular (miométrio) mais ... Placenta acreta: Denominação da placenta que penetra mais profundamente na decídua, atingindo o miométrio (músculo uterino) ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Placenta_acreta
*  Placenta (botânica) - Wikipedia
Placentação marginal - quando a placenta se distribui ao longo da margem do carpelo de um ovário unilocular. Glossário de ... Em Botânica, o termo placenta designa um tecido pertencente ao ovário, que faz parte dos carpelos (órgãos reprodutores ... Placentação central livre - em que a placenta forma uma coluna de tecido central, sendo exclusiva dos ovários uniloculares. ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Placenta_(bot%C3%A2nica)
*  Descolamento prematuro da placenta - Wikipedia
Descolamento prematuro da placenta, desprendimento prematuro da placenta ou placenta abrupta (latim:abruptio placentae) é uma ... Mapa mental sobre descolamento prematuro da placenta». Universidade Federal Fluminense. Consultado em 28 de maio de 2009 ... complicação da gravidez obstétrica em que ocorre separação inopinada, intempestiva e prematura da placenta, normalmente inserta ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Descolamento_prematuro_da_placenta
*  PatEdu.com : Placenta Previa
The female reproductive organs include: The ovaries. The Fallopian tubes. The uterus. The vagina. The female reproductive organs are located in the pelvis, between the urinary bladder and the rectum.
  http://www.patient-education.com/englisha/interactive/placenta-previa/section2_page2
*  Placenta prévia - Sintomas, Tratamentos e Causas | Minha Vida
... é a implantação da placenta na porção mais baixa da cavidade uterina. Conheça as causas e tratamentos de placenta prévia. ... O que é Placenta prévia? Sinônimos: placenta baixa A placenta prévia é a implantação da placenta na porção mais baixa da ... Placenta prévia marginal. A placenta prévia marginal acontece quando a parte inferior na placenta encosta nas margens do ... A posição da placenta pode mudar à medida que o útero cresce. Assim, até ao final da gravidez, a placenta pode estar no lugar ...
  http://www.minhavida.com.br/saude/temas/placenta-previa
*  Comer a placenta depois de dar à luz? Famosas começam a aderir > TVI24
Consiste em ingerir a placenta depois de ter um filho. Há quem acredite que ajuda a prevenir a depressão pós-parto. Kim ... Comer a placenta depois de dar à luz? Famosas começam a aderir. Sabe o que é a placentofagia? Consiste em ingerir a placenta ... Yummy...PLACENTA pills! No joke...I will be sad when my placenta pills run out. They are life changing! #benefits #lookitup ... A The Red Placenta Encapsulation, por exemplo, é responsável por recolher a placenta útero, começando por preparar primeiro uma ...
  http://www.tvi24.iol.pt/internacional/kim-kardashian/comer-a-placenta-depois-de-dar-a-luz-famosas-comecam-a-aderir

Placenta: A placenta é um anexo embrionário existente apenas na infraclasse Eutheria, onde estão os mamíferos placentários ou nos marsupiais, através da qual ocorrem as trocas entre a mãe e seu filho. É formada pelos tecidos do óvulo, embriologicamente derivada do córion.Placenta préviaFrísio (cavalo): Frísio (ou frisão), também chamado de friesian, é uma raça de cavalos de cor negra originária da Frísia. É um animal de temperamento dócil e fisicamente bastante robusto.Fast Future Generation: Fast Future Generation é um "rockumentary" sobre os Good Charlotte noTrofoblastoIdade gestacional: A idade gestacional é o tempo, medido em semanas ou em dias completos, decorrido desde o início da última menstruação (ou data da última menstruação - DUM) da mulher grávida.Ministério da saúde brasileiro- definições da OMSNidação: Nidação é o momento em que, na fase de blástula, o embrião fixa-se no endométrio.CoriocarcinomaTransplante uterino: Transplante uterino é um procedimento cirúrgico no qual um útero é transplantado para outra pessoa.Vesícula vitelinaLong terminal repeat: Long Terminal Repeats (LTR) são grandes sequências repetitivas de nucleotídeos que medem centenas ou milhares de bases. As LTRs são encontradas nas extremidades de uma molécula de ácido nucléico, flanqueando genes funcionais, como em DNA retroviral e em retrotransposons.Estrutura primária: A estrutura primária é dada pela sequência de aminoácidos ao longo da cadeia polipeptídica. É o nível estrutural mais simples e mais importante, pois dele deriva todo o arranjo espacial da molécula.Hemorragia obstétrica


  • parto
  • Tal conformação tem especial importância no momento da dequitação: por ser constituída por tecido frouxo (semelhante a um rendilhado ou aos picotes existentes entre selos), facilita a separação natural da placenta logo após ao parto. (wikipedia.org)
  • Nas porções mais baixas do útero, assim como nas áreas em que o endométrio estiver adelgaçado, lesado, fibrosado ou ausente, ocorreria penetração trofoblástica excessiva, resultando numa placenta muito aderente, incapaz de descolar durante o parto. (wikipedia.org)
  • A via de parto dependerá, além das condições maternas, do tipo de placenta prévia. (wikipedia.org)
  • Exemplo: Caso você não queira o parto normal (sem polêmicas aqui), é mais seguro agendar uma cesárea com 40 semanas e placenta grau I, do que com 38 semanas e placenta grau 2! (mulherdescomplicada.com.br)
  • casos
  • A condição afeta aproximadamente 10% dos casos de placenta prévia, e possui incidência aumentada com a presença de tecido cicatricial de uma secção cesariana prévia. (wikipedia.org)
  • Essa pesquisa sugeriu que nos casos em que a placenta tinha um grau mais avançado, maior a relação lecitina/esfingomielina, que traduzindo, significa que provavelmente é maior a maturidade do bebê. (mulherdescomplicada.com.br)
  • maior
  • A placenta prévia incide em 0,5 a 1,0% das gestações sendo que ocorre com maior freqüência nas multíparas (1:20) e em gestante com idade mais avançada. (wikipedia.org)