Metilfenidato: Estimulante do sistema nervoso central utilizado comumente nos tratamentos do TRANSTORNO DO DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE em crianças e de NARCOLEPSIA. Seu mecanismo de ação parece ser similar aqueles da DEXTROANFETAMINA. O d-isômero desta droga é conhecido como CLORIDRATO DE DEXMETILFENIDATO.Estimulantes do Sistema Nervoso Central: Grupo vagamente definido de drogas que tendem a aumentar o comportamento de alerta, agitação, ou excitação. Atuam por meio de vários mecanismos, mas normalmente não por excitação direta dos neurônios. As muitas drogas que apresentam estes efeitos colaterais devido ao uso terapêutico principal não foram incluídas aqui.Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade: Transtorno comportamental que tem origem na infância e cujas características essenciais são sinais de desatenção inconsistentes com o nível de desenvolvimento, impulsividade e hiperatividade. Embora muitos indivíduos tenham sintomas tanto de desatenção como de hiperatividade-impulsividade, um ou outro padrão podem ser predominantes. O transtorno é mais frequente em indivíduos do sexo masculino do que feminino. O início se dá na infância. Os sintomas geralmente são atenuados no fim da adolescência, embora uma minoria experimente o quadro completo de sintomas até o meio da idade adulta. (Tradução livre do original: DSM-V)PropilaminasInibidores da Captação de Dopamina: Drogas que bloqueiam o transporte de DOPAMINA para as extremidades dos axônios, ou para o interior das vesículas que armazenam dopamina nessas extremidades. A maioria dos INIBIDORES DA CAPTAÇÃO DE AGENTES ADRENÉRGICOS também inibe a captação de dopamina.Proteínas da Membrana Plasmática de Transporte de Dopamina: Simportadores de neurotransmissores dependentes de cloreto de sódio, localizados principalmente na MEMBRANA PLASMÁTICA dos neurônios dopaminérgicos. Eles retiram a DOPAMINA do ESPAÇO EXTRACELULAR recaptando-a com alta afinidade para os TERMINAÇÕES PRÉ-SINÁPTICAS e são o alvo dos INIBIDORES DA CAPTAÇÃO DE DOPAMINA.Inibidores da Captação Adrenérgica: Fármacos que bloqueiam o transporte de transmissores adrenérgicos para o interior dos terminais dos axônios ou para o interior de vesículas de armazenamento que se encontram nestes terminais. Os ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS e as anfetaminas são alguns dos fármacos importantes do ponto de vista terapêutico que podem agir através da inibição do transporte adrenérgico. Muitos destes fármacos também bloqueiam o transporte de serotonina.Dextroanfetamina: A forma d da ANFETAMINA. É um estimulante do sistema nervoso central e um simpatomimético. Foi também utilizada no tratamento da narcolepsia e nos distúrbios envolvendo déficits de atenção e hiperatividade em crianças. Dextroanfetamina possui múltiplos mecanismos de ação incluindo o bloqueio de adrenérgicos e dopamina, estimulação da liberação de monoaminas e inibindo a monaminoxidase. É também uma droga de abuso e um psicotomimético.Preparações de Ação Retardada: Preparações de uma droga que agem durante um intervalo de tempo por meio de processos ou tecnologia de liberação controlada .Anfetamina: Poderoso estimulante do sistema nervoso central e simpatomimético. Anfetamina apresenta múltiplos mecanismos de ação incluindo o bloqueio da recaptação de adrenérgicos e dopamina, estimulação da liberação de monoaminas e inibição da enzima monoamino oxidase. Anfetamina é também uma droga de abuso e psicotomimético. A forma l- e d,l- são incluídas aqui. A forma l apresenta menor atividade no sistema nervoso central, porém poderosos efeitos cardiovasculares. O forma d é a DEXTROANFETAMINA.Hipercinese: Movimento excessivo dos músculos do corpo como um todo, que pode estar associado com transtornos psicológicos ou orgânicos.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Dopamina: Uma das catecolaminas NEUROTRANSMISSORAS do encéfalo. É derivada da TIROSINA e precursora da NOREPINEFRINA e da EPINEFRINA. A dopamina é a principal transmissora no sistema extrapiramidal do encéfalo e importante na regulação dos movimentos. Sua ação é mediada por uma família de receptores (RECEPTORES DOPAMINÉRGICOS).Estudos Cross-Over: Estudos comparando dois ou mais tratamentos ou intervenções nos quais os sujeitos ou pacientes, após terminado o curso de um tratamento, são ligados a outro. No caso de dois tratamentos, A e B, metade dos sujeitos são randomicamente alocados para recebê-los pelo método A, B e metade para recebê-los pelo método B, A. Uma crítica deste desenho experimental é que os efeitos do primeiro tratamento podem ser transportados para o período quando o segundo é executado. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Método Duplo-Cego: Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual ambos, grupos estudados e investigador, desconhecem quem está recebendo o fator em questão. (Tradução livre do original: Last, 2001)Racloprida: Benzamida substituída que possui efeitos anti-psicóticos. É um antagonista dos receptores dopaminérgicos D2 (veja RECEPTORES DOPAMINÉRGICOS DO TIPO D2).Atividade Motora: Atividade física de um humano ou de um animal como um fenômeno comportamental.Pemolina: Estimulante do sistema nervoso central utilizado na fadiga e em estados depressivos e para tratar de transtornos hipercinéticos em crianças.Comportamento Animal: A resposta observável de um animal diante de qualquer situação.Apatia: Ausência de emoção ou de expressão de emoção; distúrbio da motivação que persiste ao longo do tempo.Placebos: Qualquer medicamento ou tratamento fictício. Embora originalmente os placebos fossem preparações medicinais sem atividade farmacológica específica contra uma condição alvo, o conceito foi estendido para incluir tratamentos ou procedimentos, especialmente aqueles administrados a grupos controle nos ensaios clínicos, visando obter medidas basais para o protocolo experimental.Metanfetamina: Estimulante do sistema nervoso central e um simpatomimético com ações e usos similares à DEXTROANFETAMINA. A forma fumável é uma droga de abuso e recebe os nomes de "crank", "crystal", "crystal meth", "ice" e "speed".Cocaína: Éster de alcaloide extraído de folhas de plantas incluindo a coca. É um anestésico local e vasoconstritor, clinicamente usado para esse propósito, particularmente no olho, orelha, nariz e garganta. Também tem efeitos potentes no sistema nervoso central similares aos das anfetaminas, e é uma droga que vicia. A cocaína, como as anfetaminas, age por mecanismos múltiplos nos neurônios catecolaminérgicos do cérebro. Considera-se que o mecanismo dos seus efeitos de reforço envolvam a inibição da captação da dopamina.Proteínas da Membrana Plasmática de Transporte de Norepinefrina: Simportadores de neurotransmissores dependentes de cloreto de sódio, localizados principalmente na MEMBRANA PLASMÁTICA dos neurônios noradrenérgicos. Eles retiram a NOREPINEFRINA do ESPAÇO EXTRACELULAR recaptando-a com alta afinidade para os TERMINAÇÕES PRÉ-SINÁPTICAS. Regulam a amplitude e duração do sinal nas sinapses noradrenérgicas e são o alvo dos INIBIDORES DA CAPTAÇÃO DE AGENTES ADRENÉRGICOS.Alcalose Respiratória: Estado devido à perda excessiva de dióxido de carbono do organismo. (Dorland, 28a ed)Sorbose: Açúcar de cetose que é comumente usado na síntese comercial de ÁCIDO ASCÓRBICO.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Nomifensina: Derivado isoquinolínico que impede a recaptação da dopamina nos sinaptossomos. O maleato fora anteriormente utilizado no tratamento da depressão. Foi retirado mundialmente em 1986 devido ao risco de anemia hemolítica aguda com hemólise intravascular resultante do seu uso. Em alguns casos, também se desenvolvia falência renal. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p266)Autoadministração: Administração de um medicamento ou substância química pelo indivíduo sob a supervisão de um médico. Abrange a administração clínica e experimental, a seres humanos ou animais.Condicionamento Operante: Situações de aprendizagem em que as respostas em sequência do indivíduo são instrumentais para a produção de reforço. Quando a resposta correta ocorre, o que envolve uma seleção a partir de um repertório de respostas, o indivíduo é imediatamente reforçado.Comportamento Estereotipado: Modo de comportamento relativamente invariável, eliciado ou determinado por uma situação particular; pode ser verbal, postural ou expressivo.Neurorretroalimentação: Técnica para auto-regular as atividades encefálicas dispostas como uma retroalimentação para controlar ou melhorar a sua própria desempenho, controle ou função. Isto é feito por meio da tentativa de trazer as atividades encefálicas em um nível associado com uma função ou estado encefálicos desejados.Monoaminas Biogênicas: Aminas biogênicas que possuem uma única parte amina. Incluídos neste grupo estão todas as monoaminas naturais formadas pela descarboxilação enzimática de aminoácidos naturais.Comportamento Exploratório: A tendência a explorar ou investigar um ambiente novo. É considerada uma motivação não se distingue claramente da curiosidade.

*  Percepções sobre implantação da rotina para a eficácia do metilfenidato sob o enfoque do progenitor, por Nemerson José Jesus;...
Percepções sobre implantação da rotina para a eficácia do metilfenidato sob o enfoque do progenitor'. Encontre opiniões e ... Percepções sobre implantação da rotina para a eficácia do metilfenidato sob o enfoque do progenitor. Downloads: 102 Páginas: 5 ... se há orientação médica e/ou psicopedagógica e as percepções sobre a implantação da rotina para a eficácia do metilfenidato sob ...
  https://portugues.free-ebooks.net/ebook/Percepcoes-sobre-implantacao-da-rotina-para-a-eficacia-do-metilfenidato-sob-o-enfoque-do-progenitor
*  Sessão Cultural: Outubro 2011
O Tratamento Medicamentoso trabalha com medicamentos psicoestimulantes (do lobo frontal) como: metilfenidato, anfetamina, ...
  http://selmacotidianomatematico.blogspot.com/2011_10_01_archive.html
*  Psicósmica: O Doping das Crianças
Uma observação: o metilfenidato é conhecido como "a droga da obediência".. O boletim da Anvisa é uma indicação de que o uso ... A pesquisa mostra que, entre 2009 e 2011, o consumo do metilfenidato, medicamento comercializado no Brasil com os nomes ... O uso do medicamento metilfenidato tem sido muito difundido nos últimos anos de forma, inclusive, equivocada, sendo utilizado ... Em muitos países, como os Estados Unidos, o metilfenidato tem sido largamente utilizado entre adolescentes para melhorar o ...
  http://www.psicosmica.com/2014/05/o-doping-das-criancas.html
*  Interação Medicamentosa: Metilfenidato x Levodopa
Metilfenidato é um fármaco indicado no tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), cujo mecanismo de ... INTERAÇÃO: O metilfenidato, sendo um inibidor da recaptação de dopamina, pode possuir relação com interações farmacodinâmicas ...
  http://www.interacaomedicamentosa.com/2016/02/metilfenidato-x-levodopa.html
*  Uso de Ritalina na infância pode causar alterações duradouras em neurotransmissor ⋆ Psicoativo
Ritalina (metilfenidato) é um estimulante do sistema nervoso central. (Crédito da foto: Wikimedia Commons ). Cientistas na ... Uma dose de metilfenidato também produziu um aumento significativo nos níveis de GABA nos doentes tratados na infância, mas não ... O estudo, publicado na revista NeuroImage: Clinical, foi o primeiro a investigar os efeitos do tratamento com metilfenidato na ... No entanto, o tratamento com metilfenidato para TDAH é realmente mais comum em crianças, e nenhum estudo até agora investigara ...
  http://psicoativo.com/2017/07/uso-de-ritalina-infancia-alteracoes-duradouras-neurotransmissor.html
*  TDAH Crianças que Desafiam: Abril 2016
O metilfenidato é uma anfetamina que pode causar danos graves sim, e pior ainda quando administrada em pequenos, que ainda não ... Erros de diagnóstico - metilfenidato - ritalina, concerta, venvance - também risperidona, etc.. *Escolas Matam a Aprendizagem ... Em um jornal alemão, o Frankfurter Allgemeine Zeitung, Gerd Glaëske, farmacologista que é contrário ao uso de metilfenidato em ... Aumento do consumo de metilfenidato nas Região Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil ...
  http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com/2016/04/
*  Saúde!: Junho 2012
Se o metilfenidato potencializa a fixação do evento traumático, aprofundando a cicatriz mnemônica, ele funciona como um ... Em cinco anos, o uso de metilfenidato por tropas americanas cresceu 1.000%. Um estudo de 289 mil veteranos dos conflitos ... No campo das drogas lícitas, o que dizer do metilfenidato, uma das mais ardentes febres farmacológicas de nossos tempos? ... Entretanto, por agir de forma mais lenta e duradoura que essas outras drogas, o metilfenidato tem efeitos fisiológicos mais ...
  http://saude-joni.blogspot.com/2012/06/
*  TDAH Crianças que Desafiam: TDAH - Diário Oficial publica Resolução do CONANDA sobre o direito de crianças e adolescentes a não...
"O metilfenidato é uma anfetamina que pode causar danos graves sim, e pior ainda quando administrada em pequenos, que ainda não ... Marcadores: CONANDA, Livro TDAH Crianças que Desafiam, Marise Jalowitzki, metilfenidato, não à medicalização de crianças, ... Erros de diagnóstico - metilfenidato - ritalina, concerta, venvance - também risperidona, etc.. *Escolas Matam a Aprendizagem ... Considerando que o Brasil se tornou o segundo mercado mundial no consumo do metilfenidato, com cerca de 2.000.000 de caixas ...
  http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com/2015/12/tdah-diario-oficial-publica-resolucao.html
*  criança
O programa recentemente transmitido na RTP Cérebro meu - falsos diagnósticos de PHDA e os efeitos do metilfenidato - levanta ...
  http://oqueeojantar.blogs.sapo.pt/tag/crian%C3%A7a
*  PARTILHAR OMBRO AMIGO: Junho 2008
1. O Metilfenidato é um medicamento recente? O Metilfenidato começou a ser usado no tratamento do défice de atenção nos EUA há ... Aprendi que Rubifen é o nome do medicamento, mas o tratamento é muito conhecido por Terapia de Metilfenidato.. "O metilfenidato ... O Metilfenidato é a forma mais eficaz de tratar o défice de atenção. O seu sucesso é muito alto, atingindo 80% de bons ... O que o Metilfenidato faz é repor valores normais de Dopamina, de forma a que as células responsáveis pela concentração possam ...
  http://partilharombroamigo.blogspot.com/2008_06_01_archive.html
*  TDAH: Abordagens Alternativas ao Modelo Biomédico | Mad In Brasil
... por 3 anos resisti ao metilfenidato e hoje é estudante de medicina humana e compreende suas limitações pelo TDAH. Ainda tem ...
  https://madinbrasil.org/2017/09/tdah-abordagens-alternativas-ao-modelo-biomedico/
*  Metilfenidato - Wikipedia
... o metilfenidato pode favorecer a quebra do "círculo vicioso" criado pela hiperatividade em especial. O metilfenidato só pode ... A ação do metilfenidato sobre o organismo humano revelou, comparado às classes farmacêuticas conhecidas até o momento, surtir ... O metilfenidato é um inibidor da recaptação da dopamina e da noradrenalina. Bloqueia a captura das catecolaminas pelas ... O metilfenidato possui efeitos agonistas sobre os receptores alfa e beta adrenérgico. Nisto resulta num incremento no estado de ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Metilfenidato
*  Psicopedagogia em Ação: Junho 2014
Quando a medicação é necessária, os estimulantes à base de metilfenidato são os mais prescritos pelos médicos. Ao elevar o ...
  http://psicopedagogia-em.blogspot.com/2014/06/
*  Ritalina - Metilfenidato
Abusos potenciais no uso da ritalina (metilfenidato). Internacionalmente o metilfenidato classificado como subst ncia ... O que ritalina e metilfenidato. A ritalina o nome comercial do metilfenidato, um estimulante comumente usado para tratar ... Efeitos colaterais da ritalina (metilfenidato). Quando usada sob prescri o m dica nas dosagens corretas a ritalina geralmente ... Indica es da ritalina (metilfenidato). A ritalina indicada no tratamento de pessoas que sofrem ou de narcolepsia, ou de d ficit ...
  http://copacabanarunners.net/ritalina.html
*  Interação Medicamentosa: Metilfenidato - aumento do uso indiscriminado
O metilfenidato é utilizado por alguns indivíduos para fins não médicos e de forma indevida, visando aumentar o estado de ... Os relatos de abuso de metilfenidato se tornam cada vez mais comuns com a popularização do Transtorno do Déficit de Atenção e ... A grande preocupação quanto ao metilfenidato consiste no uso inadequado, não relacionado ao uso aprovado para o TDAH, apesar de ... a compra e a distribuição gratuita de metilfenidato, a chamada "droga da obediência". ...
  http://www.interacaomedicamentosa.com/2017/03/metilfenidato-aumento-do-uso.html
*  Alzheimer - Metilfenidato pode Reduzir Sintomas de Apatia - Neurologia | Neurologia Hoje
Veja neste artigo como o medicamento metilfenidato pode reduzir a apatia e melhorar a cognição em pessoas com doença de ... Alzheimer - Metilfenidato pode Reduzir Sintomas de Apatia. Dr Willian Rezende - Data de Publicação: dezembro 29, 2017 - ... O Metilfenidato na Apatia - Como o Estudo foi Conduzido. Foi realizado um estudo duplo-cego de 12 semanas com 60 homens em ... O grupo metilfenidato também demonstrou melhora nos escores no MMSE, em comparação à observada com inibidores da colinesterase ...
  https://www.willianrezende.com.br/alzheimer-metilfenidato-reduz-apatia/
*  ELOIDEMAR GUILHERME: TDAH: Estudo aponta crescimento no consumo de metilfenidato
O consumo do metilfenidato apresenta um comportamento aparentemente variável. "Chama atenção a redução do consumo nos meses de ... Na região Norte, Rondônia obteve o maior consumo de metilfenidato, entre 2009 e 2011. Já na região Sul, o Rio Grande do Sul ... O Boletim apresenta o panorama da prescrição e consumo de metilfenidato no Brasil, nos anos de 2009 a 2011. Os dados foram ... Esse número representa uma alta de 28,2 % em relação a 2009 (557.588 caixas de metilfenidato), já considerando o aumento do ...
  http://eloidemar.blogspot.com/2013/02/tdah-estudo-aponta-crescimento-no.html
*  TDAH Crianças que Desafiam: TDAH - Metilfenidato é Schedulle II - Mesma Classificação que a cocaína - Segundo a Classificação...
Metilfenidato (Ritalina, Concerta) está na mesma classificação que a cocaína. TDAH - Metilfenidato é Schedulle II - Mesma ... TDAH - Metilfenidato é Schedulle II - Mesma Classificação que a cocaína - Segundo a Classificação de Drogas dos EUA, que o ... Erros de diagnóstico - metilfenidato - ritalina, concerta, venvance - também risperidona, etc.. *Escolas Matam a Aprendizagem ... Marcadores: concerta, Livro TDAH Crianças que Desafiam, metilfenidato, ritalina, TDAH Crianças que Desafiam ...
  http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com/2015/10/tdah-metilfenidato-e-schedulle-ii.html
*  Uso do Cloridrato de Metilfenidato em crianças de dois colégios no município de Sete Lagoas-MG | Revista Brasileira de...
Uso do Cloridrato de Metilfenidato em crianças de dois colégios no município de Sete Lagoas-MG * Micheli Di Mingo Sartori ... O metilfenidato é utilizado como estimulante do sistema nervoso central, mais especificamente na atividade intelectual. É ... Uso do Cloridrato de Metilfenidato em crianças de dois colégios no município de Sete Lagoas-MG. Revista Brasileira de Ciências ...
  http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/349
*  Pemolina - Wikipedia
Semelhante ao metilfenidato, sua ação consiste em inibir a recaptação da dopamina do SNC. Metilfenidato Anfetamina Thieme ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Pemolina
*  99257205 tecido-nervoso - English
... metilfenidato). Uso terapêutico: sistema hipercinético. Nomes populares: bolinha, bola, rebite, 'ice'. IV. Cocaína Aspectos ...
  https://www.slideshare.net/JaquelineMesquita/99257205-tecidonervoso

MetilfenidatoDriven to Distraction: Driven to Distraction (Tendência à Distração em português) é um livro de 1994 sobre o distúrbio do déficit de atenção (DDA), escrito pelos psiquiatras americanos Edward Hallowell e John Ratey.Di-isopropilamida de lítioInibidor da recaptação de dopamina: Inibidores da recaptação de dopamina (IRD) são substâncias que agem como inibidoras da recaptação do neurotransmissor dopamina, ao impedir a ação do transportador deste neurotransmissor. Isto causa aumento na concentração extracelular de dopamina.Inibidor selectivo da recaptação da serotonina e da noradrenalina: Os inibidores selectivos da recaptação da serotonina e da noradrenalina (ISRSN ou SNRI) são fármacos relativamente recentes, utilizados no tratamento da depressão. Tal como os inibidores selectivos de recaptação de serotonina (SSRI), não possuem acção agonista sobre os receptores; a sua acção farmacológica limita-se a impedir a recaptação de serotonina e noradrenalina, possuindo por isso um perfil farmacológico mais seguro e com menos efeitos adversos do que fármacos do género dos antidepressivos tricíclicos.DextroanfetaminaAnfetaminaCompetência social: Competência social designa, em psicologia, a habilidade da pessoa no contato social.Receptor de dopamina: Os receptores de dopamina são uma classe de receptores acoplados à proteína G que tem a dopamina como ligante endógeno.PemolinaSíndrome amotivacional: Síndrome amotivacional é um distúrbio que afeta muitos consumidores crónicos de cannabis. A síndrome é caracterizada pela passividade, apatia, conformismo, isolamento, introversão, perda dos ideais e das ambições pessoais, falta de emoção ou interesse pelas coisas, indiferença pelo que acontece ao seu redor, relutância e falta de cuidado na aparência, assim como diminuição das funções cognitivas como a concentração, a atenção, a memória, a capacidade de cálculo, assim como o juizo autocrítico e heterocrítico.MetanfetaminaCocaetilenoAlcalose respiratóriaSorboseNeurofeedbackCuriosidade: A curiosidade é a capacidade natural e inata da inquiribilidade, evidente pela observação de muitas espécies animais, e no aspecto dos seres vivos que engendra a exploração, a investigação e o aprendizado. A curiosidade faz parte do instinto humano, pois faz com que um ser explore o universo ao seu redor compilando novas informações às que já possui.


  • sistema
  • Esse número representa uma alta de 28,2 % em relação a 2009 (557.588 caixas de metilfenidato), já considerando o aumento do fluxo de informações recebidas pelo sistema da Anvisa neste período. (blogspot.com)
  • pois
  • Internacionalmente o metilfenidato classificado como subst ncia controlada pela Conven o de Subst ncias Psicotr picas pois, apesar do seu valor m dico, apresenta grande probabilidade de abuso por causa do seu potencial de depend ncia. (copacabanarunners.net)
  • classe
  • Em 1970 o U.S. Food and Drug Administration (FDA) inclui na classe II ("Schedule II") simpaticomiméticos como o metilfenidato. (wikipedia.org)
  • Esta classe especial de medicamentos é semelhante à MSRM-E, aplicando-se a fármacos como a buprenorfina e o metilfenidato. (wikipedia.org)
  • Segundo
  • Segundo dados do DEA (Drug Enforcement Administration), aproximadamente 3.601 atendimentos dos pronto-socorros em 2010 estavam relacionados ao uso indiscriminado do metilfenidato, e 186 mortes estavam ligadas ao uso do medicamento. (globo.com)