Idade Gestacional: A duração da gestação é medida a partir do primeiro dia do último período menstrual normal. A idade gestacional é expressa em dias ou semanas completas (por ex.: eventos que ocorrem de 280 a 286 dias após o início do último período menstrual normal são considerados como ocorridos na marca de 40 semanas de gestação). A idade gestacional é frequentemente uma fonte de confusão quando os cálculos são baseados em datas menstruais. Para os propósitos de cálculos da idade gestacional a partir da data do primeiro dia do último período menstrual normal e a data do parto, deve-se ter em mente que o primeiro dia é zero e não o dia um; os dias 0-6 correspondem então à "semana zero completa", os dias 7-13 à "semana completa um", e a quadragésima semana da gravidez atual é sinônimo de "semana completa 39". Quando a data do último período menstrual normal não é disponível, a idade gestacional deve ser baseada na melhor estimativa clínica. Para evitar confusão, as tabulações devem indicar tanto semanas quanto dias. (CID-10, vol.2, 8a ed., rev. e ampl. 2008)Recém-Nascido Pequeno para a Idade Gestacional: Recém-nascido que tem um peso de nascimento abaixo do esperado para sua idade gestacional.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Prematuro: Lactente humano nascido antes de 37 semanas de GESTAÇÃO.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Peso ao Nascer: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo no nascimento, expresso em unidades de quilogramas ou libras. (MeSH/NLM) É a primeira medida de peso do feto ou recém-nascido obtida após o nascimento. Para nascidos vivos, o peso ao nascer deve ser medido preferivelmente durante a primeira hora de vida antes que ocorra significativa perda de peso pós-natal. Embora as tabulações estatísticas incluam agrupamentos de 500 g para o peso ao nascer, os pesos não devem ser registrados nesses agrupamentos. O peso real deve ser registrado com o grau de exatidão resultante de sua medida. As definições de peso ao nascer "baixo", "muito baixo" e "extremamente baixo" não constituem categorias mutuamente exclusivas. Abaixo dos limites estabelecidos, elas são totalmente inclusivas e portanto se superpõe (isto é, "baixo", inclui "muito baixo" e "extremamente baixo", enquanto "muito baixo" inclui "extremamente baixo". (CID-10, vol.2, rev. e ampl., 2008, p.155)Ultrassonografia Pré-Natal: Visualização dos tecidos durante a gestação através do registro dos ecos das ondas ultrassônicas dirigidas para o corpo. O procedimento pode ser aplicado com referência à mãe ou ao feto e com referência aos órgãos ou à detecção de doença materna ou fetal.Nascimento Prematuro: PARTO antes de 37 semanas de GRAVIDEZ (259 dias a partir do primeiro dia do último período menstrual ou 245 dias após FERTILIZAÇÃO)Resultado da Gravidez: Resultados da concepção e subsequente gravidez, incluindo NASCIMENTO VIVO, NATIMORTO, ABORTO ESPONTÂNEO, ABORTO INDUZIDO. A evolução pode seguir de inseminação natural ou artificial, ou quaisquer das várias TÉCNICAS REPRODUTIVAS ASSISTIDAS, como TRANSFERÊNCIA EMBRIONÁRIA ou FERTILIZAÇÃO IN VITRO.Retardo do Crescimento Fetal: Incapacidade do FETO para atingir o crescimento esperado em qualquer IDADE GESTACIONAL.Doenças do PrematuroRecém-Nascido de Baixo Peso: Recém-nascido que tem um peso de nascimento de menos de 2500 gramas (5.5 lb.), mas o termo RECÉM-NASCIDO DE MUITO BAIXO PESO está disponível para crianças que têm um peso de nascimento de menos de 1500 gramas (3.3 lb.).Segundo Trimestre da Gravidez: Terceira parte da GRAVIDEZ humana, que compreende desde o início da 15a até a 28a semana completa (99 a 196 dias) de gestação.Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, [a idade gestacional] do filhote por nascer vai [é definida como sendo] do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.Terceiro Trimestre da Gravidez: Último terço da GRAVIDEZ humana [que vai] do início da 29a até a 42a semana completa (197 a 294 dias) de gestação.Desenvolvimento Fetal: Desenvolvimento morfológico e fisiológico do FETO.Recém-Nascido de muito Baixo Peso: Lactente cujo peso ao nascer é menos que 1500 gramas (3,3 lb), independentemente da idade gestacional.Trabalho de Parto Prematuro: Início de TRABALHO DE PARTO antes do NASCIMENTO A TERMO, mas geralmente após o FETO ter-se tornado viável. Nas mulheres ocorre em algum momento entre a 29a e a 38a semana de GRAVIDEZ. A TOCÓLISE inibe o trabalho de parto prematuro e pode impedir o NASCIMENTO de PREMATUROS.Complicações na Gravidez: Afecções ou processos patológicos associados com gravidez. Podem ocorrer durante ou após a gravidez e variam de pequenos mal-estares a graves doenças que requerem cuidados médicos. Incluem doenças em mulheres grávidas e gravidez de mulheres com doenças.Estatura Cabeça-Cóccix: Medida em útero, que corresponde à altura do feto sentado (da cabeça ao cóccix). A estatura é considerada um critério mais acurado da idade do feto do que o peso. A média da estatura cabeça-cóccix do feto a termo é de 36 cm.Primeiro Trimestre da Gravidez: Primeira terça parte da GRAVIDEZ humana, a partir do primeiro dia do último período menstrual normal (MENSTRUAÇÃO) até completar as 14 semanas (98 dias) de gestação.Líquido Amniótico: Líquido claro, amarelado que envolve o FETO dentro do saco do ÂMNIO. No primeiro trimestre é semelhante a um transudado do plasma materno ou fetal. No segundo trimestre, o líquido amniótico deriva principalmente do rim e pulmão fetal. Células ou substâncias neste líquido podem ser retiradas para testes de diagnóstico pré-natal (AMNIOCENTESE).Unidades de Terapia Intensiva Neonatal: Unidades hospitalares que proveem assistência intensiva e contínua a recém-nascidos em estado grave.Nascimento a Termo: NASCIMENTO ao final da duração normal da GRAVIDEZ , entre 37 a 40 semanas de gestação ou cerca de 280 dias a partir do primeiro dia do último período menstrual da mãe.Coração Fetal: Coração existente de feto de qualquer animal vivíparo. Refere-se ao coração do período pós-embrionário e é diferenciado do coração embrionário (CORAÇÃO/embriologia) somente por uma questão temporal.Doenças Fetais: Afecções fisiológicas do FETO no ÚTERO. Algumas doenças fetais podem ser tratadas com TERAPIAS FETAIS.Idade Materna: Idade da mãe na GRAVIDEZ.Índice de Apgar: Método, desenvolvido pela Dra. Virginia Apgar, para avaliar a adaptação de um recém-nascido à vida extrauterina. Cinco itens são avaliados: frequência cardíaca, esforço respiratório, tônus muscular, irritabilidade reflexa e coloração. Estes aspectos são avaliados 60 segundos após o nascimento e novamente após cinco minutos, numa escala de 0 - 2 (sendo 0 o mais baixo e 2 o normal). A soma dos cinco números compõe a contagem de Apgar. Uma contagem de 0-3 representa dificuldade intensa, 4-7 indica dificuldade moderada e uma contagem de 7-10 prognostica uma ausência de dificuldades de adaptação à vida extrauterina.Retinopatia da Prematuridade: Retinopatia bilateral que tipicamente ocorre em lactentes prematuros tratados com altas concentrações de oxigênio, caracterizada por dilatação vascular, proliferação e tortuosidade, edema e descolamento de retina e, por último, conversão da retina em uma massa fibrosa que pode ser vista sob a forma de uma membrana retrolental densa. Geralmente, o crescimento do olho é interrompido e pode resultar em microftalmia, e cegueira pode ocorrer. (Dorland, 28a ed)Gêmeos: Dois indivíduos originados de dois FETOS que foram fertilizados ao mesmo tempo ou em momentos muito próximos, desenvolveram-se simultaneamente no ÚTERO e nasceram da mesma mãe. Os gêmeos podem ser monozigóticos (GÊMEOS MONOZIGÓTICOS) ou dizigóticos (GÊMEOS DIZIGÓTICOS).Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido: Afecção do recém-nascido caracterizada por DISPNEIA com CIANOSE, anunciada por sinais prodrômicos, como dilatação das asas do nariz, grunhido expiratório e retração da incisura supraesternal ou margens costais. Frequentemente ocorrem mais em lactentes prematuros, crianças de mães diabéticas e lactentes extraídos por cesariana e, às vezes, sem nenhuma causa predisponente evidente.Mortalidade Infantil: Óbitos ocorridos desde o NASCIMENTO até 365 dias após o nascimento em uma dada população. Mortalidade pós-neonatal representa as mortes ocorridas entre 28 e 365 dias após o nascimento (conforme definição do National Center for Health Statistics). Mortalidade neonatal representa as mortes ocorridas até 27 dias após o nascimento.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Pré-Eclâmpsia: Complicação de GRAVIDEZ, caracterizada por um complexo de sintomas incluindo HIPERTENSÃO materna e PROTEINURIA com ou sem EDEMA patológico. Os sintomas variam de brandos a graves. A pré-eclâmpsia ocorre após a 20a semana de gestação, porém pode se desenvolver antes deste tempo, na presença de doença trofoblástica.Artérias Umbilicais: Vasos arteriais especializados no cordão umbilical. Transportam resíduos e sangue desoxigenado do FETO à mãe (via PLACENTA). Em humanos, geralmente há duas artérias umbilicais, raramente uma.Placenta: Órgão materno-fetal de mamíferos, altamente vascularizado, sendo o principal local de transporte de oxigênio, nutrientes e resíduos fetais. Na placenta há uma porção fetal (VILOSIDADES CORIÔNICAS, provenientes dos TROFOBLASTOS) e uma porção materna (DECÍDUA, proveniente do ENDOMÉTRIO uterino). A placenta produz uma série de hormônios esteroides, proteicos e peptídicos (HORMÔNIOS PLACENTÁRIOS).Morte Fetal: Morte do ser em desenvolvimento no útero. O NASCIMENTO de um FETO morto é NATIMORTO. (MeSH/NLM) Óbito fetal é a morte de um produto da concepção, antes da expulsão ou da extração completa do corpo da mãe, independentemente da duração da gravidez; indica o óbito o fato do feto, depois da separação, não respirar nem apresentar nenhum outro sinal de vida, como batimentos do coração, pulsações do cordão umbilical ou movimentos efetivos dos músculos de contração voluntária. (CID-10, vol.2, rev. e ampl. 2008, p.155) Para fins estatísticos, comparação internacional, e o uso da CID, se o produto da concepção, nesta ordem, (1) pesa menos que 500 g, tem (2) idade gestacional de menos de 22 semanas completadas ou (3) comprimento coroa-calcanhar de menos de 25 cm, é definido como um ABORTO. Se o produto da concepção pesa pelo menos 500 g ou tem idade gestacional de pelo menos 22 semanas completadas ou tem comprimento coroa-calcanhar de pelo menos 25 cm, é definido como NATIMORTO.Desenvolvimento Infantil: Maturação sequencial contínua (fisiológica e psicológica) desde o nascimento de um indivíduo, mas não inclui a ADOLESCÊNCIA.Displasia Broncopulmonar: Doença pulmonar crônica desenvolvida após OXIGENOTERAPIA ou VENTILAÇÃO MECÂNICA em certas crianças prematuras (PREMATUROS) ou recém-nascidos com síndrome do desconforto respiratório (SÍNDROME DO DESCONFORTO RESPIRATÓRIO DO RECÉM-NASCIDO). É caracterizada histologicamente por anormalidades incomuns dos bronquíolos, como a METAPLASIA, número reduzido de alvéolos e formação de CISTOS.Terapia Intensiva Neonatal: Cuidado e monitorização constantes de recém-nascidos com afecções que ameaçam a vida, em qualquer situação.Parto Obstétrico: Expulsão do FETO e PLACENTA sob os cuidados de um obstetra ou profissional da saúde. Os partos obstétricos podem envolver intervenções físicas, psicológicas, clínicas ou cirúrgicas.Natimorto: Evento em que um FETO é nascido morto (ou natimorto). (Tradução livre do original: MeSH/NLM) Óbito Fetal Tardio ou Nascido Morto ou Natimorto é o óbito com 28 semanas ou mais de geração. (IBGE: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/registrocivil/obito_fetal.shtm)Diagnóstico Pré-Natal: Determinação da natureza de uma afecção ou doença no EMBRIÃO pós-implantação, no FETO ou na gestante, antes do nascimento.Valores de Referência: Faixa (ou distribuição de frequências) dos [valores] medidos em uma população (de organismos, órgãos ou coisas) que não foi selecionada para [indicar] a presença de doença ou de anormalidade.Doenças do Recém-Nascido: Doenças dos recém-nascidos que se apresentam no nascimento (congênitas) ou se desenvolvem no primeiro mês de vida. Não incluem doenças hereditárias que não se manifestam no nascimento ou nos primeiros 30 dias de vida, tampouco incluem erros inatos do metabolismo. Tanto DOENÇAS HEREDITÁRIAS e ERROS INATOS DO METABOLISMO estão disponíveis como conceitos gerais.Recém-Nascido de Peso Extremamente Baixo ao Nascer: Recém-nascido cujo peso ao nascer é menor que 1.000 gramas (2,2 lbs) indiferente da idade gestacional.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Peso Fetal: Peso do FETO no útero, que geralmente é estimado por várias fórmulas, baseadas nas medidas feitas durante ULTRASSONOGRAFIA PRÉ-NATAL.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Lactente Extremamente Prematuro: Lactente humano que nasceu antes de 28 semanas de GESTAÇÃO.Sangue Fetal: Sangue do feto. A troca de nutrientes e de resíduos entre o sangue fetal e o materno ocorre através da PLACENTA. O sangue do cordão é o sangue contido nos vasos umbilicais (CORDÃO UMBILICAL) no momento do parto.Desenvolvimento Embrionário e Fetal: Desenvolvimento morfológico e fisiológico do EMBRIÃO e FETO.Macrossomia Fetal: Estado em que há o crescimento exagerado do feto, levando a um FETO grande em relação à idade gestacional. É definido como PESO AO NASCER maior que 4.000 g ou acima do 90 percentil das curvas de crescimento da população e específicas ao sexo. Geralmente esta situação se encontra na DIABETES GESTACIONAL, na GRAVIDEZ PROLONGADA e na gravidez complicada por diabetes mellitus pré-existente.Maturidade dos Órgãos Fetais: Capacidade funcional de órgãos específicos ou sistemas corporais do FETO no útero.Corioamnionite: INFLAMAÇÃO das membranas da placenta (CÓRION, ÂMNIO) e tecidos relacionados (connected) como VASOS SANGUÍNEOS fetais e CORDÃO UMBILICAL. Frequentemente associada com infecção intrauterina ascendente durante a GRAVIDEZ.Cesárea: Extração do FETO por meio de HISTEROTOMIA abdominal.Ruptura Prematura de Membranas Fetais: Ruptura espontânea das membranas que circundam o FETO em qualquer momento que precede o início de TRABALHO DE PARTO. Pré-termo PROM é a ruptura da membrana antes de 37 semanas de GESTAÇÃO.Deficiências do Desenvolvimento: Distúrbios nos quais há um atraso do desenvolvimento em relação ao esperado para uma determinada idade ou estágio de desenvolvimento; estes distúrbios incluem fatores biológicos e não biológicos.Cuidado Pré-Natal: Pré-natal inclui a prevenção, a promoção da saúde e o tratamento dos problemas que possam ocorrer durante o período gestacional e após o parto. A adesão das mulheres ao pré-natal está relacionada com a qualidade da assistência prestada pelo serviço e pelos profissionais de saúde, fator essencial para redução dos elevados índices de mortalidade materna e perinatal. (Assistência Pré-Natal - Ministério da Saúde, 2000)Declaração de Nascimento: É aquela emitida pelo estabelecimento de saúde em que tenha o ocorrido o nascimento ou por médico habilitado que tenha assistido o parto em residência.Mortalidade Fetal: Número de mortes fetais com gestação declarada ou presumida de 20 semanas ou mais em uma determinada população. A mortalidade fetal tardia é a morte após 28 semanas ou mais.Estatura: Distância do solo à coroa da cabeça com o corpo em pé na superfície plana e totalmente estendida.Cordão Umbilical: Estrutura flexível semelhante à corda, que conecta um FETO em desenvolvimento à PLACENTA, em mamíferos. O cordão contém vasos sanguíneos que transportam oxigênio e nutrientes da mãe ao feto e resíduos para longe do feto.Frequência Cardíaca Fetal: Frequência cardíaca do FETO. A faixa normal no fim da gravidez fica entre 120 e 160 batimentos por minuto.Cabeça: Parte superior do corpo humano, ou a parte da frente ou da parte superior do corpo de um animal, tipicamente separado do resto do corpo por uma pescoço, e que contém o cérebro, a boca, e alguns dos órgãos dos sentidos.Paridade: Quantidade dos descendentes que uma mulher ou fêmea pariu. É diferente de NÚMERO DE GESTAÇÕES, que descreve quantas gestações a mulher teve, não importando o resultado.Monitorização Fetal: Monitoração fisiológica ou bioquímica do feto. Geralmente é feita durante o TRABALHO DE PARTO e pode ser realizada junto com a monitoração da atividade uterina. Pode também ser feita no pré-natal, quando a mãe está sofrendo a cirurgia.Ecoencefalografia: Utilização de ultrassom refletido no diagnóstico de processos patológicos intracranianos.Trimestres da Gravidez: Três períodos aproximadamente iguais de uma GRAVIDEZ normal em humanos. Cada trimestre dura cerca de três meses ou 13 a 14 semanas dependendo de como é considerado o primeiro dia de gestação.Trigêmeos: Três indivíduos originados de três FETOS que foram fertilizados ao mesmo ou quase ao mesmo tempo, desenvolvidos simultaneamente no ÚTERO e nascidos da mesma mãe.Anormalidades Congênitas: Malformações de órgãos ou partes do corpo durante o desenvolvimento no útero.Gravidez de Gêmeos: Situação de carregar GÊMEOS simultaneamente.Gravidez Múltipla: Gestação de dois ou mais FETOS simultaneamente.Exposição Materna: Exposição da mãe, humana ou animal, a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais no ambiente, ou a fatores ambientais que podem incluir radiação ionizante, organismos patogênicos ou substâncias tóxicas que podem afetar os descendentes. Inclui a exposição materna anterior à concepção.Troca Materno-Fetal: Troca de substâncias entre o sangue materno e o fetal na PLACENTA, através da CIRCULAÇÃO PLACENTÁRIA. A barreira placentária exclui a transmissão de micróbios ou vírus.Triagem Neonatal: Identificação de parâmetros selecionados nos recém-nascidos por vários testes, avaliações ou outros procedimentos. A triagem pode ser feita por medidas clínicas ou laboratoriais. Um teste de triagem é desenvolvido para selecionar recém-nascidos saudáveis (RECÉM-NASCIDO) daqueles que não o são, mas o teste de triagem não pretende ser um mecanismo diagnóstico e sim epidemiológico.Sínfise Pubiana: Articulação cartilaginosa levemente móvel que ocorre entre os ossos púbicos.Efeitos Tardios da Exposição Pré-Natal: Consequências da exposição do FETO no útero a certos fatores, como FENÔMENOS FISIOLÓGICOS DA NUTRIÇÃO, ESTRESSE FISIOLÓGICO, DROGAS, RADIAÇÃO e outros fatores físicos ou químicos. Estas consequências são observadas tardiamente na prole após o NASCIMENTO.Análise de Regressão: Procedimentos para encontrar a função matemática que melhor descreve a relação entre uma variável dependente e uma ou mais variáveis independentes. Na regressão linear (v. MODELOS LINEARES) a relação é construída para ser uma linha reta e usa-se a ANÁLISE DOS MÍNIMOS QUADRADOS para determinar o melhor ajuste. Na regressão logística (v. MODELOS LOGÍSTICOS) a variável dependente é qualitativa em vez de uma variável contínua e são usadas FUNÇÕES VEROSSIMILHANÇA para encontrar a melhor relação. Na regressão múltipla, considera-se que a variável dependente pende mais que uma única variável independente.Mortalidade Perinatal: Mortes que ocorrem da vigésima oitava semana de GESTAÇÃO ao vigésimo oitavo dia após o nascimento em uma dada população.Trabalho de Parto: Contração uterina repetitiva durante o parto, associada com a dilatação progressiva do COLO DO ÚTERO. Um trabalho de parto bem sucedido resulta na expulsão do FETO e PLACENTA. O trabalho de parto pode ser espontâneo ou induzido (TRABALHO DE PARTO INDUZIDO).Gravidez em Diabéticas: Estado de GRAVIDEZ em mulheres com DIABETES MELLITUS. Isto não inclui nem o diabetes sintomático e nem a INTOLERÂNCIA À GLUCOSE induzida pela gravidez (DIABETES GESTACIONAL), mas que é dissipada no final da gestação.Hipertensão Induzida pela Gravidez: Afecção em uma mulher grávida com pressão sanguinea sistólica (maior que 140 mm Hg) e diastólica (maior que 90 mm Hg) registrada em pelo menos dois momentos com 6 h de intervalo entre as medidas. A HIPERTENSÃO complica 8 a 10 por cento de todas as gestações, geralmente após 20 semanas de gestação. A hipertensão gestacional pode ser dividida em várias amplas categorias de acordo com a complexidade e os sintomas associados, como EDEMA, PROTEINÚRIA, CONVULSÕES, anormalidades na COAGULAÇÃO SANGUÍNEA e funções hepáticas.Complicações Cardiovasculares na Gravidez: Coocorrência de gravidez e doença cardiovascular. A doença pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO e pode ou não, ter um efeito deletério na mulher grávida ou no FETO.Aborto Espontâneo: Expulsão do produto da concepção antes que se complete a vigésima (20a) semana de gestação, sem interferência deliberada.Antropometria: Ciência que estuda as medidas de peso, tamanho e proporções do corpo humano. (MAHAN & ESCOTT-STUMP 2002)Ultrassonografia Doppler: Ultrassonografia que aplica o efeito Doppler, com reflexões do ultrassom desviadas pela frequência, produzidas por alvos móveis (geralmente hemácias) na corrente sanguínea ao longo do eixo do ultrassom, diretamente proporcionais à velocidade de movimento dos alvos, para determinar tanto a direção quanto a velocidade do fluxo sanguíneo. (Stedman, 25a ed)Enterocolite Necrosante: ENTEROCOLITE com ulcerações extensas (ÚLCERA) e NECROSE . É observada principalmente em RECÉM-NASCIDO DE BAIXO PESO.Hérnia Diafragmática: Protusão das estruturas abdominais dentro do TÓRAX como resultado de defeitos congênitos ou traumáticos no DIAFRAGMA respiratório.Amniocentese: Punção transabdominal percutânea do útero durante a gestação para obtenção do líquido amniótico. É geralmente utilizada para determinação do cariótipo fetal, no diagnóstico de fenômenos fetais anormais.Criança Pós-Termo: Criança nascida a ou depois de 42 semanas de gestação.Superfetação: FERTILIZAÇÃO de um ÓVULO quando um FETO já está presente no ÚTERO. A superfetação é o resultado de uma GRAVIDEZ incomum, com fetos de diferentes idades e tamanhos se desenvolvendo simultaneamente no útero.Gravidez de Alto Risco: Gravidez em que a mãe e/ou o FETO correm risco de MORBIDADE ou MORTALIDADE maior que o normal. Entre as causas estão a falta de CUIDADO PRÉ-NATAL inadequado, antecedentes obstétricos (ABORTO ESPONTÂNEO), doença materna pré-existente, doença induzida pela gravidez (hipertensão gestacional) e GRAVIDEZ MÚLTIPLA, bem como idade materna avançada (maior que 35 anos).Trabalho de Parto Induzido: CONTRAÇÃO UTERINA induzida artificialmente. Geralmente o TRABALHO DE PARTO é induzido com a intenção de provocar a expulsão do feto e término da gravidez.Hidropisia Fetal: Acúmulo anormal de líquido sérico em dois ou mais compartimentos fetais, como PELE, PLEURA, PERICÁRDIO, PLACENTA, PERITÔNIO e LÍQUIDO AMNIÓTICO. O EDEMA fetal pode ser de origem não imunológica, ou imunológica como é o caso da ERITROBLASTOSE FETAL.Comportamento do Lactente: Toda reposta ou ação observável de um neonato ou lactente até a idade de 23 meses.Neonatologia: Subespecialidade de Pediatria [preocupada com] voltada para a criança recém-nascida.Ordem de Nascimento: A sequência de nascimentos dos filhos de uma mesma família.Paralisia Cerebral: Grupo heterogêneo de transtornos motores não progressivos causados por lesões cerebrais crônicas, que se originam no período pré-natal, período perinatal ou primeiros cinco anos de vida. Os quatro subtipos principais são espástico, atetoide, atáxico e paralisia cerebral mista, sendo a forma espástica a mais comum. O transtorno motor pode variar desde dificuldades no controle motor fino à espasticidade severa (v. ESPASTICIDADE MUSCULAR) em todos os membros. A diplegia espástica (doença de Little) é o subtipo mais comum, e é caracterizado por espasticidade mais proeminente nas pernas que nos braços. Esta afecção pode estar associada com LEUCOMALÁCIA PERIVENTRICULAR. (Tradução livre do original: Dev Med Child Neurol 1998 Aug;40(8):520-7)Diabetes Gestacional: Diabetes mellitus induzida por GRAVIDEZ, porém resolvida no final da mesma. Não inclui mulheres previamente diagnosticadas como GRAVIDEZ EM DIABÉTICAS. A diabetes gestacional geralmente se desenvolve no final da gravidez quando os hormônios antagonistas da insulina atingem seus níveis máximos levando à RESISTÊNCIA À INSULINA, INTOLERÂNCIA À GLUCOSE e HIPERGLICEMIA.Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Mães: Genitores do sexo feminino, humanos ou animais.Leucomalácia Periventricular: Degeneração da substância branca adjacente aos VENTRÍCULOS CEREBRAIS, seguida de hipoxia cerebral ou ISQUEMIA CEREBRAL em neonatos. A afecção acomete primeiramente a substância branca na zona de perfusão, entre as ramificações superficial e profunda da ARTÉRIA CEREBRAL MÉDIA. As manifestações clínicas incluem TRANSTORNOS DA VISÃO, PARALISIA CEREBRAL, PARAPLEGIA, ATAQUES e transtornos cognitivos. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1021; Joynt, Clinical Neurology, 1997, Ch4, pp30-1)Córion: Membrana extraembrionária mais externa que envolve o embrião em desenvolvimento. Nos RÉPTEIS e AVES, está aderida à casca e permite as trocas gasosas entre o ovo e seu ambiente. Nos MAMÍFEROS o córion evolui para a contribuição fetal da PLACENTA.Aborto Induzido: Remoção intencional de um feto do útero por qualquer uma das numerosas técnicas.Assistência Perinatal: Cuidados com a mulher parturiente e com um feto ou recém-nascido, antes, durante e após o nascimento, da vigésima oitava semana de gestação ao sétimo dia após o nascimento.Circulação Placentária: Circulação de SANGUE, tanto da mãe como do FETO, através da PLACENTA.Oligo-Hidrâmnio: Afecção em que o volume de LÍQUIDO AMNÍOTICO encontra-se anormalmente baixo. As principais causas incluem malformação do TRATO URINÁRIO fetal, RETARDO DO CRESCIMENTO FETAL, HIPERTENSÃO GESTACIONAL, envenenamento por nicotina e GRAVIDEZ PROLONGADA.Modelos Lineares: Modelos estatísticos nos quais os valores dos parâmetros são linearmente proporcionais às variáveis dependentes, ex. y = a + bx, onde y é a resposta, x é o fator de interesse e a & b são os parâmetros.Transfusão Feto-Fetal: Passagem de sangue de um feto para outro, através de uma comunicação arteriovenosa ou outra via, em uma gestação de gêmeos monozigóticos. Resulta em anemia em um dos gêmeos e policitemia no outro.Cerclagem Cervical: Fechamento cirúrgico do colo do útero incompetente com material de sutura.Modelos Logísticos: Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.Poli-Hidrâmnios: LÍQUIDO AMNIÓTICO em volume anormalmente maior que 2 000 ml no ÚLTIMO TRIMESTRE e geralmente diagnosticado por critérios ultrassonográficos (índice de líquido amniótico). Esta afecção está associada com DIABETES MELLITUS da mãe, GRAVIDEZ MÚLTIPLA, TRANSTORNOS CROMOSSÔMICOS e anomalias congênitas.Circunferência Craniana: Medida das dimensões da CABEÇA.Velocidade do Fluxo Sanguíneo: Valor igual ao volume total do fluxo dividido pela área de secção do leito vascular.Betametasona: Glicocorticoide dado oralmente, parenteralmente, por injeção local, por inalação, ou aplicado topicamente no tratamento de vários transtornos nos quais os corticoesteroides são indicados. A ausência de propriedades mineralocorticoides torna a betametasona particularmente adequada para se tratar o edema cerebral e a hiperplasia adrenal congênita.Fetoscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do feto e cavidade amniótica por inserção abdominal ou uterina.Cuidado do Lactente: Cuidados prestados a crianças com idade até dois anos em casa ou em instituições. Para crianças com mais de dois anos de idade use CUIDADO DA CRIANÇA.Doenças Placentárias: Processos patológicos ou funções anormais da PLACENTA.Cardiotocografia: Monitoração da frequência cardíaca fetal para avaliar a iminência de prematuridade em relação ao padrão ou intensidade da CONTRAÇÃO UTERINA.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Hiperbilirrubinemia Neonatal: Acúmulo de BILIRRUBINA, um produto da quebra das HEMEPROTEÍNAS, no SANGUE durante as primeiras semanas de vida. Isto pode levar à ICTERÍCIA NEONATAL. O excesso de bilirrubina pode estar nas formas não conjugada (indireta) ou conjugada (direta). A afecção pode ser autolimitante (icterícia fisiológica neonatal) ou patológica com níveis tóxicos de bilirubina.Complicações Infecciosas na Gravidez: Ocorrências da gravidez e INFECÇÃO. A infecção pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO.Permeabilidade do Canal Arterial: Defeito cardíaco congênito caracterizado por abertura persistente do CANAL ARTERIAL fetal que conecta a ARTÉRIA PULMONAR à AORTA DESCENDENTE, permitindo que o sangue desoxigenado desvie do pulmão e flua para a PLACENTA. Normalmente o canal se fecha logo após o nascimento.Gravidez Prolongada: Termo utilizado para descrever gestações que excederam o limite superior do período gestacional normal. Em humanos, uma gravidez prolongada é definida como aquela que se estende além de 42 semanas (294 dias) após o primeiro dia do último período menstrual (MENSTRUAÇÃO) ou nascimento com idade gestacional de 41 semanas ou mais.Sofrimento Fetal: Estado fetal preocupante (NRFS, Nonreassuring Fetal Status), indicando que o FETO está comprometido (segundo o American College of Obstetricians and Gynecologists, 1988). Pode ser identificado pelos valores subótimos de FREQUÊNCIA CARDÍACA FETAL, oxigenação do SANGUE FETAL e outros parâmetros.Asfixia Neonatal: Insuficiência respiratória no recém-nascido. (Dorland, 28a ed)Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Síndrome de Down: Transtorno cromossômico associado com um cromossomo 21 adicional ou com trissomia parcial do cromossomo 21. As manifestações clínicas estão hipotonia, baixa estatura, braquicefalia, fissuras oblíquas na pálpebra, epicanto, manchas de Brushfield na íris, língua protrusa, orelhas pequenas, mãos pequenas e largas, clinodactilia do quinto dedo, ruga dos símios e DEFICIÊNCIA INTELECTUAL moderada a grave. Malformações gastrointestinais e cardíacas, aumento marcante na incidência de LEUCEMIA e o início precoce de DOENÇA DE ALZHEIMER também estão associados com este estado. Sinais clínicos incluem o desenvolvimento de EMARANHADOS NEUROFIBRILARES nos neurônios e a deposição de PROTEÍNA-BETA AMILOIDE, semelhante à DOENÇA DE ALZHEIMER. (Tradução livre do original: Menkes, Textbook of Child Neurology, 5th ed, p213)Nascimento Vivo: Evento em que um FETO é nascido vivo com batimentos cardíacos ou RESPIRAÇÃO indiferentemente da IDADE GESTACIONAL. Tal nativivo é chamado de RECÉM-NASCIDO. (Tradução livre do original: MeSH/NLM) Nascimento vivo é a expulsão ou extração completa do corpo da mãe, independentemente da duração da gravidez, de um produto de concepção que, depois da separação, respire ou apresente qualquer outro sinal de vida, tal como batimentos do coração, pulsações do cordão umbilical ou movimentos efetivos dos músculos de contração voluntária, estando ou não cortado o cordão umbilical e estando ou não desprendida a placenta. Cada produto de um nascimento que reúna essas condições se considera como uma criança viva. (CID-10, vol.2, rev. e ampl. 2008; Fundação Nacional de Saúde, Brasil. Manual de Instruções para o Preenchimento da Declaração de Nascido Vivo: Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, 2001 http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/declaracao_nasc_vivo.pdf) Produto de concepção expulso pela mãe ou dela extraído, independente da duração da gravidez, e que respira ou mostra algum outro sinal de vida (batimento cardíaco, pulsação do cordão umbilical ou movimentos claros dos músculos voluntários) tanto antes como depois do corte do cordão umbilical; nado-vivo. (Dic. Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa, 2002)Descolamento Prematuro da Placenta: Separação prematura da PLACENTA implantada normalmente no ÚTERO. Entre os sinais com grau variável de gravidade estão sangramento uterino (HEMORRAGIA UTERINA), HIPERTONIA MUSCULAR uterina e SOFRIMENTO FETAL ou MORTE FETAL.Movimento Fetal: Atividade física do FETO no ÚTERO. Os movimentos (grandes ou muito pequenos) do corpo fetal podem ser monitorados pela mãe, PALPAÇÃO ou ULTRASSONOGRAFIA.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Biometria: Emprego de métodos estatísticos e matemáticos para analisar observações e fenômenos biológicos.Incompetência do Colo do Útero: O colo uterino incompetente geralmente é diagnosticado no segundo trimestre da GRAVIDEZ, sendo caracterizado por dilatação cervical indolor passiva, sem CONTRAÇÃO UTERINA, HEMORRAGIA, INFECÇÃO e às vezes com o saco amniótico (MEMBRANA AMNIÓTICA) extravazando através do colo parcialmente dilatado. Sem tratamento, esta situação pode levar a uma perda prematura, como o ABORTO HABITUAL.Doença da Membrana Hialina: Síndrome do desconforto respiratório em recém-nascidos, geralmente prematuros com SURFACTANTES PULMONARES insuficientes. A doença é caracterizada pela formação de uma membrana semelhante à HIALINA que recobre os espaços aéreos respiratórios terminais (ALVÉOLOS PULMONARES) e o subsequente colapso do pulmão (ATELECTASIA PULMONAR).Cordocentese: Coleta de amostras de sangue fetal tipicamente via ASPIRAÇÃO POR AGULHA FINA GUIADA POR ULTRASSOM ENDOSCÓPICO da veia umbilical.Canal Arterial: Vaso sanguíneo fetal que conecta a artéria pulmonar à aorta descendente.Hipóxia Fetal: Deficiência na oxigenação do SANGUE FETAL.Número de Gestações: Número de gestações, completas ou incompletas, experimentada por fêmeas. É distinto de PARIDADE, que é a condição de ter dado a luz uma ou mais crianças, vivas ou mortas. (Stedman, 25a ed)Osso Parietal: Osso de um par de ossos quadrilaterias de forma irregular situados entre o OSSO FRONTAL e o OSSO OCCIPITAL, que, juntos, formam as partes laterais do CRÂNIO.Viabilidade Fetal: Potencial do FETO sobreviver fora do ÚTERO após o nascimento, natural ou induzido. A viabilidade fetal depende amplamente da MATURIDADE DOS ÓRGÃOS FETAIS e das condições ambientais.Cardiopatias Congênitas: Anormalidades do desenvolvimento relacionadas a estruturas do coração. Estes defeitos estão presentes ao nascimento, mas podem ser descobertos mais tarde na vida.Bem-Estar do Lactente: Esforços organizados por comunidades ou organizações para melhoria da saúde e do bem-estar do lactente.Ultrassonografia Doppler de Pulso: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com detecção de velocidade combinada com resolução à distância. Curtos disparos de ultrassom são transmitidos a intervalos regulares e os ecos são detectados quando retornam.Ganho de Peso: Aumento de PESO CORPORAL acima do existente.Redução de Gravidez Multifetal: Aborto seletivo de um ou mais embriões ou fetos em uma gravidez de gestação múltipla. O objetivo usual é melhorar as condições para os embriões e fetos restantes.Ovinos: Qualquer mamífero ruminante com chifres curvados (gênero Ovis, família Bovodae) que possuem sulco lacrimal e glândulas interdigitais (ausentes nas CABRAS).Fluxo Pulsátil: Propagação rítmica e intermitente de um líquido através de VASOS SANGUÍNEOS ou de um sistema tubular contrasta com propagação constante e suave, que produz um fluxo laminar.Início do Trabalho de Parto: Início do verdadeiro TRABALHO DE PARTO é caraterizado pelas contrações uterinas cíclicas de frequência, duração e força crescentes, causando de início a DILATAÇÃO DO COLO (PRIMEIRA FASE DO TRABALHO DE PARTO).Valor Preditivo dos Testes: O valor preditivo de um teste diagnóstico é a probabilidade de um resultado positivo (ou negativo) corresponder a um indivíduo doente (ou não doente). Depende da sensibilidade e especificidade do teste (adaptação e tradução livre do original: Last, 2001)Complicações do Trabalho de Parto: Problemas médicos associados com TRABALHO DE PARTO, como APRESENTAÇÃO PÉLVICA, TRABALHO DE PARTO PREMATURO, HEMORRAGIA ou outros. Estas complicações podem afetar o bem-estar da mãe, do FETO ou de ambos.Estatísticas não Paramétricas: Classe de métodos estatísticos aplicáveis a um grande grupo de distribuição de probabilidades utilizado para testes de correlação, localização, independência, etc. Na maioria dos testes não paramétricos, o escore original ou as observações são substituídas por outra variável contendo menos informação. Uma classe importante de testes utiliza informação sobre se uma observação está acima ou abaixo de algum valor fixado, tal como uma mediana, e uma terceira classe é baseada na frequência de ocorrência dos períodos no dado.Apneia: Ausência transitória da respiração espontânea.Colo do Útero: Porção compreendendo o pescoço do ÚTERO (entre o istmo inferior e a VAGINA), que forma o canal cervical.Mecônio: Material mucilaginoso (espesso, de cor variando entre verde e preto) encontrado nos intestinos de fetos a termo. Constituído por secreções de glândulas intestinais, PIGMENTOS BILIARES, ÁCIDOS GRAXOS, LÍQUIDO AMNIÓTICO e fragmentos intrauterinos. O mecônio constitui as primeiras evacuações feitas pelo recém-nascido.Âmnio: Saco membranoso mais interno que envolve e protege o embrião em desenvolvimento, banhado pelo LÍQUIDO AMNIÓTICO. As células amnióticas são CÉLULAS EPITELIAIS secretoras e contribuem para o líquido amniótico.Menstruação: Eliminação periódica do ENDOMÉTRIO associada com o sangramento no CICLO MENSTRUAL de humanos e primatas. A menstruação se deve à diminuição da PROGESTERONA circulante e ocorre no final da FASE LUTEAL quando ocorre a LUTEÓLISE do CORPO LÚTEO.Ultrassonografia: Visualização de estruturas profundas do corpo por meio do registro dos reflexos ou ecos dos pulsos das ondas ultrassônicas direcionadas ao interior dos tecidos. A utilização de ultrassom para imagens ou fins diagnósticos usa frequências que variam de 1,6 a 10 mega-hertz.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Sistema de Registros: Sistemas e processos relativos ao estabelecimento, manutenção, administração e operação de registros e cadastros como por exemplo, registros de doenças.Tocolíticos: Fármacos que impedem o parto prematuro e o nascimento de crianças imaturas, suprimindo as contrações uterinas (TOCÓLISE). Entre as substâncias usadas para retardar a atividade uterina prematura se incluem o sulfato de magnésio, os beta-miméticos, os antagonistas da ocitocina, os inibidores dos canais de cálcio e os agonistas dos receptores adrenérgicos beta. O uso de álcool intravenoso como tocolítico é agora obsoleto.Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Medição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Transfusão de Sangue Intrauterina: Transfusão de SANGUE no FETO para tratamento de DOENÇAS FETAIS no útero, como a ERITROBLASTOSE FETAL.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Aborto Terapêutico: Aborto induzido para salvar a vida ou a saúde, física ou mental, de uma mulher grávida; às vezes efetuado após estupro ou incesto. (Dorland, 28a ed.)Inteligência: Habilidade para aprender e manejar novas situações e desempenhar eficientemente tarefas que envolvam abstração.Ventrículos Cerebrais: Quatro cavidades preenchidas com LÍQUIDO CEFALORRAQUIDIANO dentro dos hemisférios cerebrais (VENTRÍCULOS LATERAIS) na linha mediana (TERCEIRO VENTRÍCULO) e dentro da PONTE e o BULBO (QUARTO VENTRÍCULO).Aborto Legal: Finalização de gestação em condições permitidas pela legislação local.Peso Corporal: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo, expresso em unidades de quilogramas ou libras.Perinatologia: Ramo da medicina (obstetrícia e pediatria) que lida com o feto e o lactente durante o período perinatal. O período perinatal começa na vigésima oitava semana de gestação e termina vinte e oito dias após o nascimento. (Tradução livre do original: Dorland, 27th ed)Útero: Órgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.Medição da Translucência Nucal: Medição pré-natal por ultrassonografia do tecido mole atrás do pescoço fetal. É medida a área translúcida abaixo da pele na parte posterior do pescoço fetal (translucência nucal) ou a distância entre o osso occipital e a camada de pele externa (prega nucal).Respiração Artificial: Qualquer método de respiração artificial que emprega meios mecânicos ou não mecânicos para forçar a entrada e saída de ar dos pulmões. A respiração ou ventilação artificial é usada em indivíduos que sofreram parada respiratória ou têm INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA para aumentar sua captação de oxigênio (O2) e a liberação de dióxido de carbono (CO2).Razão de Chances: É uma aproximação do risco relativo, característica de estudos de casos e controles, dada pela proporção entre a probabilidade de adoecer e não adoecer mediante a exposição e não exposição ao fator de risco em estudo.Imagem Tridimensional: Processo de geração de imagens tridimensionais por métodos eletrônicos, fotográficos, ou outros. Por exemplo, imagens tridimensionais podem ser geradas por montagem de imagens tomográficas variadas, com o auxilio de um computador, enquanto as imagens fotográficas em 3-D (HOLOGRAFIA) podem ser feitas por exposição de filme ao padrão de interferência criado quando duas fontes de luzes a laser iluminam sobre um objeto.Medida do Comprimento Cervical: Parâmetro usado geralmente na ULTRASSONOGRAFIA PRÉ-NATAL para medir o comprimento do colo uterino (CÉRVIX UTERINO). O comprimento cervical ou seu encurtamento é usado para identificar e evitar a abertura cervical precoce e o NASCIMENTO PRÉ-TERMO.Ultrassonografia Doppler em Cores: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com a sobreposição do fluxo de informação em cores, numa escala de cinza em uma imagem de tempo real. Este tipo de ultrassonografia é bem adequado para identificar a localização de fluxo de alta velocidade (como em uma estenose) ou mapear a extensão do fluxo em determinada região.Tocólise: Qualquer modalidade de tratamento medicamentoso desenvolvida para inibir a CONTRAÇÃO UTERINA. Utilizada em gestantes com risco de trabalho de parto prematuro.Icterícia Neonatal: Descoloração amarela da pele, da MEMBRANA MUCOSA e ESCLERA do recém-nascido. É sinal de HIPERBILIRRUBINEMIA NEONATAL. A maioria dos casos é autolimitante e transitória (ICTERÍCIA NEONATAL) e ocorre na primeira semana de vida, porém alguns casos podem ser sinal de desordem patológica, particularmente as HEPATOPATIAS.Síndrome HELLP: Síndrome de HEMÓLISE, ENZIMAS elevadas hepáticas e baixa contagem de plaquetas (TROMBOCITOPENIA). A síndrome HELLP é observada em mulheres grávidas com PRÉ-ECLÂMPSIA ou ECLÂMPSIA que também manifestam dano no FÍGADO e anormalidades na COAGULAÇÃO SANGUÍNEA.Fórmulas Infantis: Formulações líquidas para a nutrição de LACTENTES que podem substituir o LEITE HUMANO.Prole de Múltiplos Nascimentos: Prole em GRAVIDEZ MÚLTIPLA: GÊMEOS, TRIGÊMEOS, QUADRIGÊMEOS, QUÍNTUPLOS, etc.Estudos Longitudinais: Estudo no qual as variáveis relacionadas a um indivíduo ou grupo de indivíduos são acompanhadas por anos e com contato a intervalos regulares.Parto: Processo de nascimento de um ou mais filhos.Gastrosquise: Defeito congênito com uma grande fissura na PAREDE ABDOMINAL lateral ao (porém não no) UMBIGO. Isto resulta em extrusão das VÍSCERAS. Diferentemente da onfalocele, as estruturas com hérnia na gastrosquise não são recobertas por um saco ou pelo PERITÔNIO.Abortivos Esteroides: Compostos esteroides com atividade abortiva.Insuficiência Placentária: Insuficiência da PLACENTA em garantir um suprimento adequado de nutrientes e OXIGÊNIO ao FETO.SuéciaFenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente: Fisiologia nutricional de crianças do nascimento a 2 anos de idade.DinamarcaHemorragia Uterina: Hemorragia dos vasos sanguíneos do ÚTERO, às vezes, manifestada como sangramento vaginal.Crescimento: Aumento gradual no número, tamanho e complexidade das células de um indivíduo. Geralmente o crescimento produz um aumento do PESO DO ÓRGÃO, PESO CORPORAL e ESTATURA.Trofoblastos: Células que revestem a parte externa do BLASTOCISTO. Depois que os trofoblastos se ligam ao ENDOMÉTRIO, desenvolvem duas camadas distintas: uma camada interna (citotrofoblastos mononucleares) e outra externa (citoplasma multinuclear contínuo, os sinciciotrofoblastos) que forma a interface inicial entre o feto e a mãe (PLACENTA).Ecocardiografia Quadridimensional: Ecocardiografia dinâmica tridimensional que utiliza a dimensão adicional de tempo para comunicar a percepção cinemática do movimento.Fatores Sexuais: Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.Aleitamento Materno: Amamentação de um lactente no peito da mãe.Artéria Uterina: Ramificação da artéria ilíaca interna, presente em mulheres, que fornece sangue para o útero.Abortivos não Esteroides: Compostos químicos não esteroides com atividade abortiva.

*  Cuidados com bebê Prematuro
... é idade gestacional prematura: são os que nascem somente antes de ... Conforme o Datasus.gov.br a idade gestacional é contada a partir do primeiro dia do último período menstrual normal, isso em ... Para começarmos a falar sobre os cuidados com bebê prematuro, vamos entender o que é idade gestacional prematura: são os que ...
  http://www.cuidadoscombebe.com/cuidados-com-bebe-prematuro
*  6 semanas fotos e tamanho - Junho de 2016 - BabyCenter
5mm e 113 btm será q tá certo para idade gestacional ? Ou é menos tempo ? - BabyCenter ... Meninas o meu tinha 4,5mm e 113 btm será q tá certo para idade gestacional ? Ou é menos tempo ? ...
  https://brasil.babycenter.com/thread/1938109/6-semanas-fotos-e-tamanho-
*  Idade Gestacional - Gravidez - Assuntos gerais - BabyCenter
Idade Gestacional: 18 Semanas + - 15% nao entendi isso que constatou no meu laudo da ultra, pois quando fiz a minha primeira ... Idade Gestacional: 18 Semanas + - 15% nao entendi isso que constatou no meu laudo da ultra, pois quando fiz a minha primeira ...
  https://brasil.babycenter.com/thread/2965372/idade-gestacional
*  Morfologia e funcionalidade do pneumócito tipo II e sua relação e variação com a idade gestacional em bovinos
Esses órgãos em fetos com seis meses de idade gestacional estavam em fase de saco terminal, com presença de pneumócitos tipo I ... Morfologia e funcionalidade do pneumócito tipo II e sua relação e variação com a idade gestacional em bovinos. Cienc. Rural [ ... Pulmões de fetos com quatro meses de idade gestacional estavam na fase canalicular de desenvolvimento, sem a presença de ... correlacionando a idade gestacional com a síntese de surfactante durante o desenvolvimento fetal. ...
  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0103-84782009000800031&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Briza e Marcelo
Até aqui, um exame ultrassonográfico deve ter sido realizado para confirmar a idade gestacional (6ª a 12ª semana), para avaliar ... a ultra cada vez diz uma coisa em relação a idade do baby, como vou esperar a bolsa romper, tanto faz o que diz a ultra, na ...
  http://brizaemarcelo.blogspot.com/2011/07/12-semanas-ontem.html
*  Como se calcula a Idade Gestacional (Duração da Gestação)? | Fetalmed - Medicina Fetal em Curitiba
A idade gestacional (ou tempo de gravidez) terá que ser contada em semanas e não em meses. Não podemos usar os meses pois eles ... Como se calcula a Idade Gestacional (Duração da Gestação)?. Categorias: Dúvidas, Gestantes. Data: 10/09/2014 35976 Views ... A idade gestacional, quando calculada com base na última menstruação, pressupõe que a ovulação e a concepção aconteceram cerca ... Quando a menstruação está atrasada em 2 semanas (numa mulher com ciclo de 28 dias), a idade gestacional será de 6 semanas. Mas ...
  http://www.fetalmed.net/como-se-calcula-idade-gestacional/
*  Idade gestacional - Wikipedia
... entre a idade gestacional (IG) e o CCN, conforme a tabela a seguir: Numa fórmula aproximada calcula-se a idade gestacional em ... Observa-se, assim, uma diferença aproximada de duas semanas entre a idade gestacional e a idade embrionária (considerada a ... A idade gestacional é o tempo, medido em semanas ou em dias completos, decorrido desde o início da última menstruação (ou data ... É considerada uma medida mais exacta do que o DBP para o cálculo da idade gestacional. Após as 14 semanas pode-se ao medir o ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Idade_gestacional
*  Idade gestacional: Meses X Semanas | Mulher Descomplicada
... responde a sua idade gestacional atual em semanas. Então nessa hora a mulher começa a calcular essas semanas pra saber quantos ... para quando a família ou amigos perguntarem a idade gestacional você poderá responder com maior facilidade em meses, pois se ... pois será mais tranquilo de encontrar informações sobre o seu período gestacional, agendar exames e tirar suas dúvidas! ...
  http://mulherdescomplicada.com.br/idade-gestacional-meses-x-semanas/
*  Acompanhamento sistematizado da hiperbilirrubinemia em recém-nascidos com 35 a 37 semanas de idade gestacional
... J. Pediatr. ( ... de 350/7 a 376/7 semanas de idade gestacional e estabelecer fatores de risco para reinternação para fototerapia pós-alta ...
  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0021-75572011000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Curva dos valores normais de peso fetal estimado por ultra-sonografia segundo a idade gestacional
1991). Calcularam-se os valores dos percentis 10, 50 e 90 do peso fetal, por idade gestacional, com construção de curva ... Keywords : Peso Fetal; Idade Gestacional; Retardo do Crescimento Fetal; Ultrasonografia Pré-Natal. ... Curva dos valores normais de peso fetal estimado por ultra-sonografia segundo a idade gestacional. Cad. Saúde Pública [online ...
  http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2000000400026&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Saúde Pública - Validade do exame clínico do recém-nascido para a estimação da idade gestacional: uma comparação do escore New...
Ademais, nota-se que a diferença decresce conforme aumenta a idade gestacional, sendo positiva em crianças com idade inferior a ... o procedimento deveria ser recomendado apenas como ferramenta acessória na avaliação da idade gestacional. Palavras-chave Idade ... do escore NB superestima a idade gestacional em recém-nascidos com menor duração da gestação e subestima a idade gestacional em ... Validade do exame clínico do recém-nascido para a estimação da idade gestacional: uma comparação do escore New Ballard com a ...
  https://scielosp.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2000000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Como calcular a Data Provável do Parto (DPP) e a Idade Gestacional (IG)?
A Idade Gestacional corresponde à duração da gestação, isto é, o tempo em semanas completas e dias completos. Este cálculo ... Por convenção, os médicos do mundo inteiro utilizam o mesmo critério para saber a Idade Gestacional (IG) e este cálculo é feito ... Se a gestante não souber ou não conseguir precisar a DUM, a idade gestacional será calculada medindo a Altura do Fundo do Útero ... Como calcular a Data Provável do Parto (DPP) e a Idade Gestacional (IG)? ...
  http://www.gestarpariramar.com/2010/10/como-calcular-data-provavel-do-parto.html
*  Crescimento intra uterino restrito - Wikipedia
Adequado para idade gestacional (AIG); pequeno para idade gestacional (PIG); grande para idade gestacional (GIG) CIUR é quando ... Crescimento intra uterino restrito (CIUR)é a definição para o feto que chegou a idade gestacional adequada para o nascimento ... o peso do recém nascido se situa abaixo do perecentil l0 para a idade gestacional. A ultra-sonografia é realizada por muitas ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Crescimento_intra_uterino_restrito
*  Ultrassonografia morfológica fetal de primeiro trimestre: como funciona o exame? | Minha Vida
Determinar a idade gestacional do bebê e estimar a data provável do parto, caso ainda não tenha sido estabelecida ... Isso é um direito que lhe é assegurado, independentemente da idade, de quantos filhos ela já teve, se todos são saudáveis ou ...
  http://www.minhavida.com.br/saude/tudo-sobre/18787-ultrassonografia-morfologica-fetal-de-primeiro-trimestre
*  Útero - Wikipédia, a enciclopédia livre
Feto com 40 semanas de idade gestacional.. Classicamente, o útero é descrito como estando direccionado em ante-verso-flexão. ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%9Atero
*  Assistência Especial - Avianca
Caso opte pelo atestado médico, este deve conter: idade gestacional, data provável do parto e declaração do médico assistente ... a passageira deve providenciar a documentação necessária de acordo com a idade gestacional, tipo de gestação (única ou múltipla ... Passageiros com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos receberão tratamento preferencial e adequado às suas necessidades. ...
  https://www.avianca.com.br/assistencia-especial
*  Prefeitura de Praia Grande - SP
Anatomia ultra-sonográfica do saco gestacional e do embrião; Anatomia ultra-sonográfica fetal; Avaliação da idade gestacional; ... caso haja candidato idoso empatado, será utilizado como primeiro critério de desempate o de maior idade. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-praia-grande-sp-49-vagas
*  Prefeitura de Santa Bárbara D´Oeste - SP
Anatomia da idade gestacional. Anomalias fetais, propedêutica e tratamento pré-natal. Crescimento intra-uterino retardado. ... m) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos, na data da posse; ... Anatomia ultra-sonográfica do saco gestacional e do embrião. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-santa-barbara-d-oeste-sp-25-vagas
*  Prefeitura de Mogi das Cruzes - SP
Anatomia ultra-sonográfica do saco gestacional e do embrião. Anatomia ultra-sonográfica fetal. Avaliação da idade gestacional. ... b) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;. c) estar em dia com as obrigações do Serviço Militar, se do sexo masculino ... a) candidato com idade igual ou superior a 60 anos, nos termos da Lei Federal nº 10.741/03, entre si e frente aos demais, sendo ... f) candidato mais idoso entre aqueles com idade inferior a 60 anos. ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-mogi-das-cruzes-sp-4-vagas
*  Programa de Educação Médica Continuada em Diabetes. Programa de Educação Continuada - PDF
Diabetes Tipo 1 e Cirurgia em Idade Pediátrica Diabetes Tipo 1 e Cirurgia em Idade Pediátrica Protocolo de atuação Importância ... TIPOS: Diabetes tipo 1 Diabetes tipo 2 Diabetes secundária Diabetes gestacional INSULINOTERAPIA DIABETES MELLITUS: conjunto de ... O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade ... CONTROLE GLICÊMICO DE MULHERES COM DIABETES GESTACIONAL TRABALHO SUBMETIDO AO 4º ENDORIO PRÊMIO INGEBORG LAUN (MÉRITO ...
  http://docplayer.com.br/2383851-Programa-de-educacao-medica-continuada-em-diabetes-programa-de-educacao-continuada.html
*  Gravidez com Alegria: 5º Ultrassom - 20/10/2010 com 23 semanas e 3 dias (FOTOS)
Está com ótimas medidas para sua idade gestacional, tem 30 cm e 647gramas... é muita grama gente...é um gramado inteirooo.... ...
  http://gravidezcomalegria.blogspot.com/2010/10/5-ultrassom-20102010-com-23-semanas-e-3.html
*  Abril 2010
Perda Gestacional num dia que merece ser festejado e dignificado por. todas quantas já geraram, carregaram e guardam nos seus ... Receitas coloridas para todas as idades. # Que alimentos evitar?. # Truques & Estratégias na cozinha. Duração: 3 horas. ...
  http://pingassodecor.blogspot.com/2010/04/
*  Yoga no Tratamento do Diabetes - Yoga Dṛṣṭi
O DM2 pode ocorrer em qualquer idade, mas é geralmente diagnosticado após os 40 anos. Os pacientes não são dependentes de ... outros tipos específicos de DM e diabetes mellitus gestacional. Ainda existem duas categorias, referidas como pré-diabetes, que ...
  http://drashtayoga.blogspot.com/2014/05/yoga-no-tratamento-da-diabetes.html
*  Identification of risk factors for the (central) auditory processing disorder in preschool children
Em relação à idade, 14 (17,7%) tinham 4 anos de idade; 31 (39,2%), 5 anos; 19 (24,1%), 6 anos; 11 (13,9%), 7 anos; 3 (3,8%), 8 ... Além dos resultados apresentados na Tabela 1, os familiares identificaram como causa da intercorrência gestacional, ao ... falaram entre um e dois anos de idade; oito (10,1%) falaram entre dois e três anos de idade e três (3,8%) com mais de três anos ... A variável idade mostrou-se estatisticamente significativa ao identificar a maior frequência de meninas com seis anos ou mais ( ...
  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462011000400009&lng=es&nrm=iso

Idade gestacional: A idade gestacional é o tempo, medido em semanas ou em dias completos, decorrido desde o início da última menstruação (ou data da última menstruação - DUM) da mulher grávida.Ministério da saúde brasileiro- definições da OMSFast Future Generation: Fast Future Generation é um "rockumentary" sobre os Good Charlotte noLocal de nascimento: As expressões Local de nascimento, lugar de nascimento ou naturalidade indicam o local onde uma pessoa nasceu. É um dado usado frequentemente em documentos, juntamente com o nome e a data de nascimento, para identificar uma pessoa de forma inequívoca.Fulminato: Fulminatos são compostos químicos os quais incluem o ânion fulminato. O ânion fulminato é um pseudohaleto, atuando como um halogênio quanto a sua carga e reatividade.Placenta: A placenta é um anexo embrionário existente apenas na infraclasse Eutheria, onde estão os mamíferos placentários ou nos marsupiais, através da qual ocorrem as trocas entre a mãe e seu filho. É formada pelos tecidos do óvulo, embriologicamente derivada do córion.Diagnóstico pré-natal: O diagnóstico pré-natal é o conjunto de de exames médicos realizados durante a gravidez com o objetivo de detectar doenças ou problemas no feto ou no embrião antes do parto. Entre as doenças congénitas mais frequentemente diagnosticadas estão os defeitos no tubo neural, síndroma de Down, anomalias cromossómicas, anomalias genéticas e outras condições, como espinha bífida, fissura labiopalatal, doença de Tay-Sachs, anemia falciforme, talassemia, fibrose cística, distrofia muscular e síndrome do X frágil.Ruptura prematura de membranas: Ruptura prematura de membranas anteriormente conhecida como Amniorexe prematura, esta relacionado ao trabalho de parto prematuro. A ruptura prematura de membranas (RPM) é um transtorno que acontece na gravidez quando o saco amniótico rasga-se mais de uma hora antes do início do trabalho de parto.Cartilagem fibrosa: A cartilagem fibrosa ou fibrocartilagem é um tecido com características intermediárias entre o tecido conjuntivo denso e a cartilagem hialina. É encontrado nos discos intervertebrais, nos pontos em que alguns tendões e ligamentos se inserem nos ossos,e na sínfise púbica.Hipertensão gestacionalMacrossomia fetal: Macrossomia fetal é uma doença que se caracteriza, principalmente, pelo excesso de peso de recém-nascidos. Foi definida de várias formas, incluindo o peso de nascimento de 4 kg - 4,5 kg.Diplegia: Diplegia, no singular, caracteriza a paralisia que afeta partes simétricas do corpo, por exemplo, a diplegia facial ou a diplegia de Little na paralisia cerebral. Diferencia-se da quadriplegia ou tetraplegia, que envolve os quatro membros, não necessariamente de modo simétrico; da hemiplegia, que denomina a paralisia de um hemicorpo; e da paraplegia, que é a paralisia dos membros inferiores sem acometimento dos membros superiores.


  • foram
  • Contribuições significativas na predição de trissomia 21 foram fornecidos por idade materna, concentração sérica de PlGF, PAPP-A e fração livre de ß-hCG, e as taxas de detecção no rastreamento com a combinação destas variáveis foi de 70% e 80% e com taxas de falso-positivo de 3% e 5% respectivamente. (fetalmed.net)