Hipertensão Induzida pela Gravidez: Afecção em uma mulher grávida com pressão sanguinea sistólica (maior que 140 mm Hg) e diastólica (maior que 90 mm Hg) registrada em pelo menos dois momentos com 6 h de intervalo entre as medidas. A HIPERTENSÃO complica 8 a 10 por cento de todas as gestações, geralmente após 20 semanas de gestação. A hipertensão gestacional pode ser dividida em várias amplas categorias de acordo com a complexidade e os sintomas associados, como EDEMA, PROTEINÚRIA, CONVULSÕES, anormalidades na COAGULAÇÃO SANGUÍNEA e funções hepáticas.Complicações Cardiovasculares na Gravidez: Coocorrência de gravidez e doença cardiovascular. A doença pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO e pode ou não, ter um efeito deletério na mulher grávida ou no FETO.Hipertensão: PRESSÃO ARTERIAL sistêmica persistentemente alta. Com base em várias medições (DETERMINAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL), a hipertensão é atualmente definida como sendo a PRESSÃO SISTÓLICA repetidamente maior que 140 mm Hg ou a PRESSÃO DIASTÓLICA de 90 mm Hg ou superior.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Pré-Eclâmpsia: Complicação de GRAVIDEZ, caracterizada por um complexo de sintomas incluindo HIPERTENSÃO materna e PROTEINURIA com ou sem EDEMA patológico. Os sintomas variam de brandos a graves. A pré-eclâmpsia ocorre após a 20a semana de gestação, porém pode se desenvolver antes deste tempo, na presença de doença trofoblástica.Eclampsia: Início de HIPER-REFLEXIA, CONVULSÕES ou COMA em um paciente previamente diagnosticado como pré-eclâmptico (PRÉ-ECLÂMPSIA).Complicações na Gravidez: Afecções ou processos patológicos associados com gravidez. Podem ocorrer durante ou após a gravidez e variam de pequenos mal-estares a graves doenças que requerem cuidados médicos. Incluem doenças em mulheres grávidas e gravidez de mulheres com doenças.Hipertensão Pulmonar: Aumento da RESISTÊNCIA VASCULAR na CIRCULAÇÃO PULMONAR, geralmente secundária a CARDIOPATIAS ou PNEUMOPATIAS.Prenhez: Processo de carregar um ser em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero de mamíferos não humanos começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Circulação Placentária: Circulação de SANGUE, tanto da mãe como do FETO, através da PLACENTA.Pressão Sanguínea: PRESSÃO do SANGUE nas ARTÉRIAS e de outros VASOS SANGUÍNEOS.Descolamento Prematuro da Placenta: Separação prematura da PLACENTA implantada normalmente no ÚTERO. Entre os sinais com grau variável de gravidade estão sangramento uterino (HEMORRAGIA UTERINA), HIPERTONIA MUSCULAR uterina e SOFRIMENTO FETAL ou MORTE FETAL.Resultado da Gravidez: Resultados da concepção e subsequente gravidez, incluindo NASCIMENTO VIVO, NATIMORTO, ABORTO ESPONTÂNEO, ABORTO INDUZIDO. A evolução pode seguir de inseminação natural ou artificial, ou quaisquer das várias TÉCNICAS REPRODUTIVAS ASSISTIDAS, como TRANSFERÊNCIA EMBRIONÁRIA ou FERTILIZAÇÃO IN VITRO.Hipertensão Renal: PRESSÃO SANGUÍNEA elevada e persistente devido a NEFROPATIAS, como aquelas envolvendo o parênquima renal, vasculatura renal ou tumores que secretam RENINA.Terceiro Trimestre da Gravidez: Último terço da GRAVIDEZ humana [que vai] do início da 29a até a 42a semana completa (197 a 294 dias) de gestação.Hipertensão Portal: Aumento anormal de resistência ao fluxo sanguíneo dentro do SISTEMA PORTA hepático, frequentemente observado na CIRROSE HEPÁTICA e em situações com obstrução da VEIA PORTA.Período Pós-Parto: Em fêmeas, [comprende] o período logo após se dar o nascimento (PARTO).Placenta: Órgão materno-fetal de mamíferos, altamente vascularizado, sendo o principal local de transporte de oxigênio, nutrientes e resíduos fetais. Na placenta há uma porção fetal (VILOSIDADES CORIÔNICAS, provenientes dos TROFOBLASTOS) e uma porção materna (DECÍDUA, proveniente do ENDOMÉTRIO uterino). A placenta produz uma série de hormônios esteroides, proteicos e peptídicos (HORMÔNIOS PLACENTÁRIOS).Idade Gestacional: A duração da gestação é medida a partir do primeiro dia do último período menstrual normal. A idade gestacional é expressa em dias ou semanas completas (por ex.: eventos que ocorrem de 280 a 286 dias após o início do último período menstrual normal são considerados como ocorridos na marca de 40 semanas de gestação). A idade gestacional é frequentemente uma fonte de confusão quando os cálculos são baseados em datas menstruais. Para os propósitos de cálculos da idade gestacional a partir da data do primeiro dia do último período menstrual normal e a data do parto, deve-se ter em mente que o primeiro dia é zero e não o dia um; os dias 0-6 correspondem então à "semana zero completa", os dias 7-13 à "semana completa um", e a quadragésima semana da gravidez atual é sinônimo de "semana completa 39". Quando a data do último período menstrual normal não é disponível, a idade gestacional deve ser baseada na melhor estimativa clínica. Para evitar confusão, as tabulações devem indicar tanto semanas quanto dias. (CID-10, vol.2, 8a ed., rev. e ampl. 2008)Útero: Órgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.Retardo do Crescimento Fetal: Incapacidade do FETO para atingir o crescimento esperado em qualquer IDADE GESTACIONAL.Paridade: Quantidade dos descendentes que uma mulher ou fêmea pariu. É diferente de NÚMERO DE GESTAÇÕES, que descreve quantas gestações a mulher teve, não importando o resultado.Trimestres da Gravidez: Três períodos aproximadamente iguais de uma GRAVIDEZ normal em humanos. Cada trimestre dura cerca de três meses ou 13 a 14 semanas dependendo de como é considerado o primeiro dia de gestação.Diabetes Gestacional: Diabetes mellitus induzida por GRAVIDEZ, porém resolvida no final da mesma. Não inclui mulheres previamente diagnosticadas como GRAVIDEZ EM DIABÉTICAS. A diabetes gestacional geralmente se desenvolve no final da gravidez quando os hormônios antagonistas da insulina atingem seus níveis máximos levando à RESISTÊNCIA À INSULINA, INTOLERÂNCIA À GLUCOSE e HIPERGLICEMIA.Artérias Umbilicais: Vasos arteriais especializados no cordão umbilical. Transportam resíduos e sangue desoxigenado do FETO à mãe (via PLACENTA). Em humanos, geralmente há duas artérias umbilicais, raramente uma.Cesárea: Extração do FETO por meio de HISTEROTOMIA abdominal.Transtornos Puerperais: Transtornos ou doenças associadas com o PUERPÉRIO, período de 6-8 semanas imediatamente após o PARTO em humanos.Hipertensão Renovascular: Hipertensão devido à compressão ou OBSTRUÇÃO DA ARTÉRIA RENAL.Anti-Hipertensivos: Fármacos usados no tratamento da HIPERTENSÃO (aguda ou crônica), independentemente do mecanismo farmacológico. Entre os anti-hipertensivos estão os DIURÉTICOS [especialmente os DIURÉTICOS TIAZÍDICOS (=INIBIDORES DE SIMPORTADORES DE CLORETO DE SÓDIO)], os BETA-ANTAGONISTAS ADRENÉRGICOS, os ALFA-ANTAGONISTAS ADRENÉRGICOS, os INIBIDORES DA ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA, os BLOQUEADORES DOS CANAIS DE CÁLCIO, os BLOQUEADORES GANGLIONARES e os VASODILATADORES.Artérias: Os vasos que transportam sangue para fora do coração.Segundo Trimestre da Gravidez: Terceira parte da GRAVIDEZ humana, que compreende desde o início da 15a até a 28a semana completa (99 a 196 dias) de gestação.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Hipertensão Maligna: Afecção caracterizada por PRESSÃO ARTERIAL marcadamente alta com PRESSÃO DIASTÓLICA geralmente maior que 120 mm Hg. A hipertensão maligna é caracterizada por dano vascular generalizado, PAPILEDEMA, retinopatia, ENCEFALOPATIA HIPERTENSIVA e disfunção renal.Doação de Oócitos: Transferência de oócitos pré-ovulatórios de um doador para um hospedeiro apto. Os oócitos são coletados, fertilizados in vitro, e transferidos ao hospedeiro que pode ser humano ou animal.Complicações Hematológicas na Gravidez: Coocorrência de gravidez e uma doença sanguínea (DOENÇAS HEMATOLÓGICAS) que envolve as CÉLULAS SANGUÍNEAS ou os FATORES DE COAGULAÇÃO SANGUÍNEA. O transtorno hematológico pode ser anterior ou posterior à FERTILIZAÇÃO e pode ou não ter um efeito deletério na mulher grávida ou no FETO.Resistência Vascular: Força que se opõe ao fluxo de SANGUE no leito vascular. É igual à diferença na PRESSÃO ARTERIAL através do leito vascular dividido pelo DÉBITO CARDÍACO.Recém-Nascido Pequeno para a Idade Gestacional: Recém-nascido que tem um peso de nascimento abaixo do esperado para sua idade gestacional.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, [a idade gestacional] do filhote por nascer vai [é definida como sendo] do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.Ultrassonografia Doppler em Cores: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com a sobreposição do fluxo de informação em cores, numa escala de cinza em uma imagem de tempo real. Este tipo de ultrassonografia é bem adequado para identificar a localização de fluxo de alta velocidade (como em uma estenose) ou mapear a extensão do fluxo em determinada região.Peso ao Nascer: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo no nascimento, expresso em unidades de quilogramas ou libras. (MeSH/NLM) É a primeira medida de peso do feto ou recém-nascido obtida após o nascimento. Para nascidos vivos, o peso ao nascer deve ser medido preferivelmente durante a primeira hora de vida antes que ocorra significativa perda de peso pós-natal. Embora as tabulações estatísticas incluam agrupamentos de 500 g para o peso ao nascer, os pesos não devem ser registrados nesses agrupamentos. O peso real deve ser registrado com o grau de exatidão resultante de sua medida. As definições de peso ao nascer "baixo", "muito baixo" e "extremamente baixo" não constituem categorias mutuamente exclusivas. Abaixo dos limites estabelecidos, elas são totalmente inclusivas e portanto se superpõe (isto é, "baixo", inclui "muito baixo" e "extremamente baixo", enquanto "muito baixo" inclui "extremamente baixo". (CID-10, vol.2, rev. e ampl., 2008, p.155)Primeiro Trimestre da Gravidez: Primeira terça parte da GRAVIDEZ humana, a partir do primeiro dia do último período menstrual normal (MENSTRUAÇÃO) até completar as 14 semanas (98 dias) de gestação.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Ultrassonografia Pré-Natal: Visualização dos tecidos durante a gestação através do registro dos ecos das ondas ultrassônicas dirigidas para o corpo. O procedimento pode ser aplicado com referência à mãe ou ao feto e com referência aos órgãos ou à detecção de doença materna ou fetal.Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Valores de Referência: Faixa (ou distribuição de frequências) dos [valores] medidos em uma população (de organismos, órgãos ou coisas) que não foi selecionada para [indicar] a presença de doença ou de anormalidade.Velocidade do Fluxo Sanguíneo: Valor igual ao volume total do fluxo dividido pela área de secção do leito vascular.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Hipertensão Ocular: Afecção em que a pressão intraocular está elevada acima do normal, podendo levar ao glaucoma.Artéria Pulmonar: Vaso curto e calibroso que se origina do cone arterial do ventrículo direito e transporta sangue venoso para os pulmões.Progesterona: Maior esteroide progestacional secretado principalmente pelo CORPO LÚTEO e PLACENTA. A progesterona atua no ÚTERO, GLÂNDULAS MAMÁRIAS e ENCÉFALO. É necessário para a IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO, manutenção da GRAVIDEZ e no desenvolvimento do tecido mamário para a produção de LEITE. A progesterona, convertida a partir da PREGNENOLONA, também serve como um intermediário na biossíntese dos HORMÔNIOS ESTEROIDES GONADAIS e dos CORTICOSTEROIDES da suprarrenal.Razão de Chances: É uma aproximação do risco relativo, característica de estudos de casos e controles, dada pela proporção entre a probabilidade de adoecer e não adoecer mediante a exposição e não exposição ao fator de risco em estudo.Ratos Endogâmicos SHR: Cepa de Rattus norvegicus com elevada pressão arterial que é utilizada como modelo para estudar hipertensão e derrame.Renina: Endopeptidase altamente específica (Leu-Leu) que produz ANGIOTENSINA I de seu precursor ANGIOTENSINOGÊNIO, levando a uma cascata de reações que elevam a PRESSÃO ARTERIAL e aumentam a retenção de sódio pelo rim no SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA. A enzima fora previamente catalogada como EC 3.4.99.19.Hipertensão Intracraniana: Pressão elevada dentro da abóbada craniana. Pode resultar de várias afecções, incluindo HIDROCEFALIA, EDEMA CEREBRAL, massas intracranianas, HIPERTENSÃO sistêmica grave, PSEUDOTUMOR CEREBRAL e outros transtornos.Determinação da Pressão Arterial: Técnica para medida da pressão sanguínea.Ratos Endogâmicos WKY: Cepa de Rattus norvegicus utilizada como controle normotensivo para ratos espontaneamente hipertensivos (SHR).Rim: Órgão do corpo que filtra o sangue, secreta URINA e regula a concentração dos íons.Desoxicorticosterona: Metabólito esteroidal que é o derivado 11-desoxi da CORTICOSTERONA e o derivado 21-hidroxi da PROGESTERONA.Hipertrofia Ventricular Direita: Aumento do VENTRÍCULO DIREITO do coração. Este aumento na massa ventricular é frequentemente atribuído à HIPERTENSÃO PULMONAR e é um fator contribuinte para a morbidade e mortalidade cardiovascular.Cloreto de Sódio na Dieta: Cloreto de sódio utilizado na alimentação.Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial: Método no qual são feitas repetidas leituras da pressão sanguinea enquanto o paciente passa por atividades diárias normais. Permite análise quantitativa da pressão sanguinea elevada ao longo do tempo e que pode auxiliar na distinção entre os tipos de HIPERTENSÃO e pode avaliar a eficácia da terapia anti-hipertensiva.Monocrotalina: Alcaloide de pirrolizidina e constituinte de uma planta tóxica que envenena o gado e humanos por meio da ingestão de grãos e outros alimentos contaminados. O alcaloide provoca hipertensão da artéria pulmonar, hipertrofia ventricular direita e alterações patológicas na vasculatura pulmonar. Atenuação significativa das alterações cardiopulmonares é observada após o tratamento com magnésio oral.Hemodinâmica: Movimento e forças envolvidos no movimento do sangue através do SISTEMA CARDIOVASCULAR.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Angiotensina II: Octapeptídeo potente, mas vasoconstritor instável. É produzido da angiotensina I após a remoção de dois aminoácidos ao C-terminal pela ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA. Difere entre as espécies pelo aminoácido na posição 5. Para bloquear a VASOCONSTRIÇÃO e o efeito de HIPERTENSÃO da angiotensina II, pacientes frequentemente são tratados com INIBIDORES ACE ou com BLOQUEADORES DO RECEPTOR TIPO I DE ANGIOTENSINA II.Sistema Renina-Angiotensina: Sistema que regula a PRESSÃO SANGUÍNEA constituído pela RENINA, ANGIOTENSINOGÊNIO, enzima conversora da angiotensina (ver PEPTIDIL DIPEPTIDASE A), ANGIOTENSINA I e ANGIOTENSINA II e angiotensinase. A renina, uma enzima produzida no rim, atua sobre o angiotensinogênio, uma alfa-2 globulina produzida pelo fígado, formando a ANGIOTENSINA I. A enzima conversora da angiotensina contida no pulmão atua sobre a angiotensina I no plasma convertendo-a em ANGIOTENSINA II, um vasoconstritor potente. A angiotensina II causa a contração do MÚSCULO LISO VASCULAR renal e das arteríolas, levando à retenção de sal e água no RIM e aumento da pressão arterial. Além disso, a angiotensina II estimula a liberação de ALDOSTERONA do CÓRTEX SUPRARRENAL, que por sua vez também aumenta a retenção de sal e água no rim. A enzima conversora da angiotensina quebra também a BRADICININA, um vasodilatador potente e componente do SISTEMA CALICREÍNA-CININA.Aldosterona: Hormônio secretado pelo CÓRTEX SUPRARRENAL que regula o equilíbrio de eletrólitos e água aumentando a retenção renal de sódio e a excreção de potássio.Hiperaldosteronismo: Afecção causada pela produção elevada de ALDOSTERONA. Caracteriza-se por retenção de sódio e excreção de potássio resultando em HIPERTENSÃO e HIPOCALEMIA.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Pseudotumor Cerebral: Doença caracterizada pela pressão intracraniana elevada e, clinicamente, por CEFALEIAS, NÁUSEA, PAPILEDEMA, constrição periférica dos campos visuais, obscurações visuais transitórias e ZUMBIDO pulsátil. Com frequência, a OBESIDADE está associada com esta condição, que afeta principalmente mulheres entre 20 e 44 anos de idade. O PAPILEDEMA crônico pode levar à lesão do nervo óptico (v. DOENÇAS DO NERVO ÓPTICO) e perda visual (v. CEGUEIRA).Hipertrofia Ventricular Esquerda: Aumento do VENTRÍCULO ESQUERDO do coração. Este aumento na massa ventricular é atribuído à pressão anormal prolongada ou volume de entrada, e é um fator contribuinte para a morbidade e mortalidade cardiovascular.Doenças Cardiovasculares: Afecções que envolvem o SISTEMA CARDIOVASCULAR, incluindo CORAÇÃO, VASOS SANGUÍNEOS ou PERICÁRDIO.Sódio na Dieta: Sódio ou compostos de sódio utilizados na alimentação ou como alimento. O composto utilzado com mais frequência é o cloreto de sódio ou o glutamato sódico.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Sístole: Período de contração do CORAÇÃO, especialmente dos VENTRÍCULOS CARDÍACOS.Dieta Hipossódica: Dieta que contém muito pouco cloreto de sódio. É prescrita por alguns para hipertensão e estados edematosos. (Dorland, 28a ed)Vasodilatadores: Fármacos usados para causar a dilatação dos vasos sanguíneos.Diuréticos: Agentes que promovem a excreção da urina pelos seus efeitos sobre a função renal.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Ratos Endogâmicos Dahl: Ratos endogâmicos derivados de ratos Sprague-Dawley utilizados para o estudo de hipertensão dependente de sal. Cepas sensíveis e resistentes ao sal foram seletivamente criadas para apresentar opostas respostas geneticamente determinadas de pressão sanguínea à ingestão de cloreto de sódio em excesso.Hidroclorotiazida: Tiazida diurética frequentemente considerada membro protótipo desta classe. Reduz a reabsorção de eletrólitos dos túbulos renais. Isso resulta na excreção aumentada de água e eletrólitos, incluindo sódio, potássio, cloreto e magnésio. É usada no tratamento de várias doenças incluindo edema, hipertensão, diabete insípido e hipoparatireoidismo.Circulação Pulmonar: Circulação do SANGUE através do PULMÃO.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Obstrução da Artéria Renal: Estreitamento ou oclusão da ARTÉRIA RENAL ou das artérias. Geralmente, devido a ATEROSCLEROSE, DISPLASIA FIBROMUSCULAR, TROMBOSE, EMBOLISMO ou pressão externa. A perfusão renal reduzida pode levar a HIPERTENSÃO RENOVASCULAR.Síndrome da Persistência do Padrão de Circulação Fetal: Síndrome de HIPERTENSÃO PULMONAR persistente no RECÉM-NASCIDO, sem CARDIOPATIAS evidentes. Esta afecção neonatal pode ser causada por uma vasoconstrição pulmonar grave (tipo reativo), hipertrofia do músculo pulmonar arterial (tipo hipertrófico) ou alterações desenvolvidas nas arteríolas pulmonares (tipo hipoplástico). Os pacientes recém-nascidos apresentam CIANOSE e ACIDOSE devido ao padrão circulatório fetal persistente de desvio do sangue da direita para esquerda, através da PERSISTÊNCIA DO CONDUTO ARTERIOSO e, às vezes, um FORAME OVAL PATENTE.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Diabetes Mellitus: Grupo de transtornos heterogêneos caracterizados por HIPERGLICEMIA e INTOLERÂNCIA À GLUCOSE.Hipertensão Mascarada: Fenômeno em que medidas de PRESSÃO ARTERIAL aumentadas feitas fora de ambientes de consulta clínica (exemplo: monitorização caseira da pressão arterial) não são reproduzidas em ambientes ambulatoriais.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina: Classe de drogas cujas principais indicações são o tratamento da hipertensão e da insuficiência cardíaca. Exercem seu efeito hemodinâmico principalmente inibindo o sistema renina-angiotensina. Também modulam a atividade do sistema nervoso simpático e aumentam a síntese de prostaglandinas. Provocam principalmente vasodilatação e natriurese leve, sem afetar a velocidade e a contratibilidade cardíaca.Obesidade: Estado no qual o PESO CORPORAL está grosseiramente acima do peso aceitável ou ideal, geralmente devido a acúmulo excessivo de GORDURAS no corpo. Os padrões podem variar com a idade, sexo, fatores genéticos ou culturais. Em relação ao ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, um IMC maior que 30,0 kg/m2 é considerado obeso e um IMC acima de 40,0 kg/m2 é considerado morbidamente obeso (OBESIDADE MÓRBIDA).Pré-Hipertensão: Níveis de pressão sanguinea entre a normotensão e a hipertensão. Indivíduos com pré-hipertensão possuem maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Geralmente a pré-hipertensão é definida como a PRESSÃO SISTÓLICA de 131 a 139 mmHg e/ou a PRESSÃO DIASTÓLICA de 81 a 89 mmHg, quando a ideal é 120 (sistólica)/80 (diastólica) mmHg. Para diabetes e outras doenças metabólicas, a pré-hipertensão oscila ao redor de 110-129 / 70-19 mmHg.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Angiotensinogênio: Dependendo da espécie é uma alfa-globulina de 453 aminoácidos. É produzido pelo fígado e secretado na circulação sanguínea. O angiotensinogênio é o precursor inativo das angiotensinas naturais. Nas clivagens de sucessivas enzimas, o angiotensinogênio produz angiotensina I, II e III com aminoácidos numerados de 10, 8, 7, respectivamente.Óxido Nítrico: Radical livre gasoso produzido endogenamente por várias células de mamíferos. É sintetizado a partir da ARGININA pelo ÓXIDO NÍTRICO SINTETASE. O óxido nítrico é um dos FATORES RELAXANTES DEPENDENTES DO ENDOTÉLIO liberados pelo endotélio vascular e medeia a VASODILATAÇÃO. Inibe também a agregação de plaquetas, induz a desagregação de plaquetas agregadas e inibe a adesão das plaquetas ao endotélio vascular. O óxido nítrico ativa a GUANILATO CICLASE citosólica, aumentando os níveis intracelulares de GMP CÍCLICO.Doença Crônica: Doenças que têm uma ou mais das seguintes características: são permanentes, deixam incapacidade residual, são causadas por alteração patológica não reversível, requerem treinamento especial do paciente para reabilitação, pode-se esperar requerer um longo período de supervisão, observação ou cuidado.Anóxia: Ausência relativamente total de oxigênio em um ou mais tecidos.Cloreto de Sódio: Sal de sódio ubíquo que é comumente usado para temperar comida.Artéria Renal: Ramo da aorta abdominal que irriga os rins, glândulas adrenais e ureteres.Grupo com Ancestrais do Continente Africano: Indivíduos cujas origens ancestrais estão no continente africano.Sistema Nervoso Simpático: Divisão toracolombar do sistema nervoso autônomo. Fibras pré-ganglionares simpáticas se originam nos neurônios da coluna intermediolateral da medula espinhal e projetam para os gânglios paravertebrais e pré-vertebrais, que por sua vez projetam para os órgãos alvo. O sistema nervoso simpático medeia a resposta do corpo em situações estressantes, por exemplo, nas reações de luta e fuga. Frequentemente atua de forma recíproca ao sistema parassimpático.Endotelina-1: Peptídeo de 21 aminoácidos produzido por diversos tecidos, incluindo células endoteliais e da vasculatura de músculo liso, neurônios e astrócitos no sistema nervoso central e células do endométrio. Atua como moduladora do tônus vasomotor, da proliferação celular e da produção de hormônios.Albuminúria: Presença de albumina na urina, um indicador de NEFROPATIAS.Nefropatias: Processos patológicos do RIM ou de componentes de seus tecidos.Fatores Sexuais: Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.Sódio: Membro do grupo de metais alcalinos. Possui o símbolo Na, o número atômico 11 e peso atômico 23.Inibidores de Simportadores de Cloreto de Sódio: Agentes que inibem os SIMPORTADORES DE CLORETO DE SÓDIO. Atuam como DIURÉTICOS. O uso excessivo é associado com HIPOPOTASSEMIA.Peso Corporal: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo, expresso em unidades de quilogramas ou libras.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Bloqueadores do Receptor Tipo 1 de Angiotensina II: Agentes que antagonizam o RECEPTOR TIPO 1 DE ANGIOTENSINA II. Estão incluídos os análogos da ANGIOTENSINA II, como a SARALASINA e bifenilimidazóis, como LOSARTAN. Alguns são usados como ANTI-HIPERTENSIVOS.Vasodilatação: Dilatação fisiológica de VASOS SANGUÍNEOS por um relaxamento do MÚSCULO LISO VASCULAR subjacente.Endotélio Vascular: Camada única de células que se alinham na superfície luminal em todo o sistema vascular e regulam o transporte de macromoléculas e componentes do sangue.Receptores de Proteínas Morfogenéticas Ósseas Tipo II: Sub-tipo de receptores de proteínas morfogenéticas ósseas com baixa afinidade pelas PROTEÍNAS MORFOGENÉTICAS ÓSSEAS. São PROTEÍNAS-SERINA-TREONINA QUINASES que podem interagir com/ou fosforilar os RECEPTORES DE PROTEÍNAS MORFOGENÉTICAS ÓSSEAS TIPO I.Vasoconstrição: Estreitamento fisiológico dos VASOS SANGUÍNEOS por contração do MÚSCULO LISO VASCULAR.Medição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Índice de Massa Corporal: Indicador da densidade do corpo que é determinado pela relação entre o PESO CORPORAL e a ESTATURA. IMC=peso (kg)/altura ao quadrado (m2). O IMC se correlaciona com a gordura corporal (TECIDO ADIPOSO). Sua relação varia com a idade e o gênero. Para adultos, o IMC se encontra nestas categorias: abaixo de 18.5 (subpeso), 18.5-24.9 (normal), 25.0-29.9 (sobrepeso), 30.0 ou superior (obeso). (Tradução livre do original: National Center for Health Statistics, Centers for Disease Control and Prevention)Captopril: Potente e específico inibidor da PEPTIDIL DIPEPTIDASE A. Bloqueia a conversão da ANGIOTENSINA I em ANGIOTENSINA II, um vasoconstritor e importante regulador da pressão arterial. O captopril atua suprimindo o SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA e inibe respostas pressóricas à angiotensina exógena.Pressão Arterial: Pressão sanguínea nas ARTÉRIAS. É comumente medida com um esfingomanômetro na parte superior do braço, que representa a pressão arterial na ARTÉRIA BRAQUIAL.SulfonasDiástole: Relaxamento pós-sistólico do CORAÇÃO, especialmente dos VENTRÍCULOS CARDÍACOS.Ecocardiografia: Registro ultrassônico do tamanho, movimentação e composição do coração e estruturas adjacentes. O acesso padrão é transtorácico.Anlodipino: Bloqueador de canal de cálcio di-hidropiridínico de longa duração. É eficaz no tratamento da ANGINA PECTORIS e HIPERTENSÃO.Vasoconstritores: Drogas usadas para causar constrição dos vasos sanguíneos.Complicações do Diabetes: Afecções ou processos mórbidos associados com diabetes melito. Devido ao controle deficiente do nível de GLICEMIA em pacientes diabéticos, desenvolvem-se processos doentios em vários tecidos e órgãos, incluindo o OLHO, RIM, VASOS SANGUÍNEOS e TECIDO NERVOSO.Epoprostenol: Prostaglandina que é um potente vasodilatador e inibe a agregação plaquetária. É biossintetizado enzimaticamente dos ENDOPERÓXIDOS DE PROSTAGLANDINA no tecido vascular humano. O sal de sódio também tem sido utilizado no tratamento da hipertensão pulmonar primária (v. HIPERTENSÃO PULMONAR).Atenolol: Bloqueador beta-1 adrenérgico cardiosseletivo que apresenta propriedades e potência semelhantes ao PROPRANOLOL, mas sem um efeito inotrópico negativo.Norepinefrina: Precursor da epinefrina, secretado pela medula da adrenal. É um neurotransmissor muito difundido no sistema nervoso central e autonômico. A norepinefrina é o principal transmissor da maioria das fibras simpáticas pós-ganglionares e do sistema de projeção cerebral difusa originária do locus ceruleous. É também encontrada nas plantas e é utilizada farmacologicamente como um simpatomimético.TetrazóisLosartan: Antagonista do RECEPTOR TIPO I DE ANGIOTENSINA com atividade anti-hipertensiva, devido à redução do efeito pressor da ANGIOTENSINA II.Nefrectomia: Excisão de um rim.Circulação Renal: Circulação do SANGUE através dos vasos do RIM.Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Aorta: O principal tronco das artérias sistêmicas.Hidralazina: Vasodilatador de ação direta utilizado como anti-hipertensivo.Músculo Liso Vascular: Tecido muscular não estriado e de controle involuntário que está presente nos vasos sanguíneos.Proteinúria: Presença de proteínas na urina, um indicador de NEFROPATIAS.Receptor Tipo 1 de Angiotensina: Subtipo de receptor de angiotensina que se expressa em altos níveis em vários tecidos adultos, incluindo o SISTEMA CARDIOVASCULAR, RIM, SISTEMA ENDÓCRINO e SISTEMA NERVOSO. A ativação do receptor tipo 1 de angiotensina provoca VASOCONSTRIÇÃO e retenção de sódio.Clortalidona: Benzenosulfonamida-ftalimida que se tautomeriza, formando uma BENZOFENONA. É considerada um diurético semelhante aos tiazídicos.Iloprosta: Eicosanoide, derivado da via da cicloxigenase no metabolismo do ácido araquidônico. É um análogo estável e sintético do EPOPROSTENOL, porém com maior meia-vida que seu composto relacionado. Sua ação é semelhante à da prostaciclina. A Iloprosta produz vasodilatação e inibe a agregação plaquetária.Taxa de Filtração Glomerular: Volume de água filtrada do plasma através das paredes capilares glomerular nas cápsulas de Bowman (CÁPSULA GLOMERULAR), por unidade de tempo. É considerada equivalente à depuração da INULINA.Modelos Logísticos: Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.Pressão Propulsora Pulmonar: Pressão arterial registrada após a introdução de um CATETER em uma pequena ARTÉRIA PULMONAR. Acredita-se que [este registro] reflita a PRESSÃO [existente] nos CAPILARES pulmonares.Receptores de Endotelina: Proteínas de superfície celular que ligam com alta afinidade às ENDOTELINAS e disparam alterações intracelulares influenciando o comportamento das células.Bloqueadores dos Canais de Cálcio: Classe de drogas que agem inibindo seletivamente a entrada de cálcio através da membrana celular.Estados UnidosComorbidade: Presença de doenças coexistentes ou adicionais com relação ao diagnóstico inicial ou com relação à doença índice que é o objetivo do estudo. A comorbidade pode afetar o desempenho de indivíduos afetados e até mesmo a sua sobrevivência. Pode ser usado como um indicador prognóstico para a duração da hospitalização, fatores de custos e de melhoria ou sobrevivência.Análise Multivariada: Conjunto de técnicas usadas quando a variação em diversas variáveis deve ser estudada simultaneamente. Em estatística, a análise multivariada se interpreta como qualquer método analítico que permita o estudo simultâneo de duas ou mais variáveis dependentes. Análise e interpretação das inter-relações entre três ou mais variáveis.Cardiomegalia: Aumento do CORAÇÃO, geralmente indicado por uma proporção cardiotorácica acima de 0,50. O aumento do coração pode envolver os VENTRÍCULOS CARDÍACOS direito, esquerdo ou os ÁTRIOS DO CORAÇÃO. A cardiomegalia é um sintoma não específico observado em pacientes com INSUFICIÊNCIA CARDÍACA ou formas graves de CARDIOMIOPATIAS.Análise de Variância: Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.Diabetes Mellitus Tipo 2: Subclasse de DIABETES MELLITUS que não é responsiva ou dependente de INSULINA (DMNID). Inicialmente, caracteriza-se por RESISTÊNCIA À INSULINA e HIPERINSULINEMIA e finalmente, por INTOLERÂNCIA À GLUCOSE, HIPERGLICEMIA e obviamente diabetes. O diabetes mellitus tipo 2 não é mais considerado uma doença encontrada exclusivamente em adultos. Os pacientes, raramente desenvolvem CETOSE, porém com frequência exibem OBESIDADE.Peptidil Dipeptidase A: Peptidil-dipeptidase que catalisa a liberação de um dipeptídeo C-terminal, -Xaa-*-Xbb-Xcc, em que nem Xaa nem Xbb é prolina. É uma glicoproteína com zinco, dependente de Cl(-), que geralmente está ligada à membrana e é ativa em pH neutro. Pode também ter atividade endopeptidase sobre alguns substratos. (Tradução livre do original: From Enzyme Nomenclature, 1992) EC 3.4.15.1.Falência Renal Crônica: Estágio final da INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA. Caracterizada por danos renais graves e irreversíveis (segundo os dados de PROTEINURIA) e pela redução na TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR para menos que 15 ml por min (Kidney Foundation: Kidney Disease Outcome Quality Initiative, 2002). A condição destes pacientes geralmente exige HEMODIÁLISE ou TRANSPLANTE RENAL.Varizes Esofágicas e Gástricas: Vasos sanguíneos dilatados no ESÔFAGO ou FUNDO DO ESTÔMAGO que desviam o sangue da circulação portal (SISTEMA PORTA) para a circulação venosa sistêmica. São observadas com frequência em indivíduos com HIPERTENSÃO PORTAL.Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.Tamanho do Órgão: Medida de um órgão em volume, massa ou peso.Função Ventricular Direita: Ação hemodinâmica e eletrofisiológica do ventrículo cardíaco direito (VENTRÍCULOS CARDÍACOS).Análise de Regressão: Procedimentos para encontrar a função matemática que melhor descreve a relação entre uma variável dependente e uma ou mais variáveis independentes. Na regressão linear (v. MODELOS LINEARES) a relação é construída para ser uma linha reta e usa-se a ANÁLISE DOS MÍNIMOS QUADRADOS para determinar o melhor ajuste. Na regressão logística (v. MODELOS LOGÍSTICOS) a variável dependente é qualitativa em vez de uma variável contínua e são usadas FUNÇÕES VEROSSIMILHANÇA para encontrar a melhor relação. Na regressão múltipla, considera-se que a variável dependente pende mais que uma única variável independente.JapãoCreatininaAntagonistas Adrenérgicos beta: Fármacos que se ligam aos receptores beta adrenérgicos sem ativá-los, bloqueando assim as ações de agonistas adrenérgicos beta. Os antagonistas adrenérgicos beta são usados no tratamento da hipertensão, arritmias cardíacas, angina pectoris, glaucoma, enxaquecas e ansiedade.Grupo com Ancestrais do Continente Europeu: Indivíduos cujas origens ancestrais estão no continente europeu.Purinas: Série de compostos heterocíclicos substituídos de várias maneiras na natureza e conhecidos como bases púricas. Incluem a ADENINA e GUANINA, constituintes dos ácidos nucleicos, bem como muitos alcaloides, tais como a CAFEÍNA e a TEOFILINA. O ácido úrico é o produto final do metabolismo das purinas.Quimioterapia Combinada: Terapia administrada simultaneamente com duas ou mais preparações diferentes para obter um efeito combinado.Ratos Wistar: Linhagem de ratos albinos desenvolvida no Instituto Wistar e que se espalhou amplamente para outras instituições. Este fato diluiu marcadamente a linhagem original.Inibidores da Fosfodiesterase 5: Compostos que especificamente inibem a FOSFODIESTERASE 5.Óxido Nítrico Sintase Tipo III: Forma de óxido nítrico sintase, expressa constitutivamente e dependente de CÁLCIO, encontrada principalmente em CÉLULAS ENDOTELIAIS.Doenças Vasculares: Processos patológicos que envolvem quaisquer dos VASOS SANGUÍNEOS da circulação cardíaca ou periférica. Incluem doenças das ARTÉRIAS, VEIAS e do resto do sistema vascular do corpo.

*  pré-eclámpsia (Hipertensão induzida pela gravidez) Archives - Diabete
pré-eclámpsia (Hipertensão induzida pela gravidez) Hipertensão na gravidez aumenta risco de diabetes tipo 2. Estudo analisou ...
  http://www.diabete.com.br/tag/pre-eclampsia-hipertensao-induzida-pela-gravidez/
*  Teflon, DuPont, A Mestre do Engodo - Nosso Futuro Roubado
Hipertensão induzida pela gravidez. *Enfermidade da tiroide (Thyroid disease). *Câncer de rins e testicular. ...
  https://nossofuturoroubado.com.br/teflon-dupont-a-mestre-do-engodo/
*  Síndrome do ovário policístico - Wikipedia
Aumento do risco de diabetes gestacional (diabetes durante a gravidez), hipertensão arterial induzida pela gravidez e parto ... Ao que tudo indica, igualmente, a exposição da mãe ao BPA durante a gravidez também pode levar ao desenvolvimento da SOP na ... Evitar os riscos relacionados à gravidez, assim como os demais riscos de vida associados à obesidade severa, ao que tudo indica ... Uma alternativa é progestagênio bucal tomado em intervalos (por exemplo, de três em três meses) para induzir uma hemorragia ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_do_ov%C3%A1rio_polic%C3%ADstico
*  gravidez; Gestação
... Assistente em linha para diagnóstico médico. Lista detalhada de doenças possíveis dados diversos sintomas ... Hipertensão Induzida pela Gravidez. 2. + +. 47. Poli-Hidrâmnios. 2. + +. 48. Anormalidades Congênitas. 2. + +. ...
  https://lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=gravidez%3B%20Gesta%C3%A7%C3%A3o&lang=3&parent=%2F&mode=F
*  Hipertensão gestacional - Wikipedia
A hipertensão gestacional ou hipertensão induzida pela gravidez é definida como o desenvolvimento de uma nova hipertensão ... A hipertensão pode surgir antes de 20 semanas se a mulher tiver múltiplos fetos ou uma mola hidatiforme. Não há um tratamento ... Metildopa, hidralazina e labetalol são mais comumente utilizados para a hipertensão gestacional grave. Vintch, Janine; Bongard ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Hipertens%C3%A3o_gestacional
*  Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - OMS: mais de 800 mulheres morrem por dia em complicações da gravidez
Mais de 800 mulheres morrem todos os dias devido a complicações na gravidez e no parto, mostra a Organização Mundial da Saúde ( ... Outras causas identificadas são a hipertensão induzida pela gravidez (14%), as infeções (11%), obstruções e outras complicações ... OMS: mais de 800 mulheres morrem por dia em complicações da gravidez. Tamanho do Texto:. +A. -A. Imprimir. ... Mais de 800 mulheres morrem todos os dias devido a complicações na gravidez e no parto, mostra a Organização Mundial da Saúde ( ...
  http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/05/06/oms-mais-de-800-mulheres-morrem-por-dia-em-complicacoes-da-gravidez/?from_rss=None
*  CID-10 Capítulo XV: Gravidez, parto e puerpério - Wikipedia
... induzida pela gravidez] sem proteinúria significativa (O14) Hipertensão gestacional [induzida pela gravidez] com proteinúria ... O00) Gravidez ectópica (O00.0) Gravidez abdominal (O00.1) Gravidez tubária (O00.2) Gravidez ovariana (O00.8) Outras formas de ... induzidos pela gravidez], sem hipertensão (O12.0) Edema gestacional (O12.1) Proteinúria gestacional (O12.2) Edema gestacional ... Hipertensão secundária pré-existente complicando a gravidez, o parto e o puerpério (O10.9) Hipertensão pré-existente não ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Cap%C3%ADtulo_XV:_Gravidez,_parto_e_puerp%C3%A9rio
*  Logística Hospitalar e Saúde: Como funcionam os exames pré-natais
Cerca de 5% das grávidas apresentam hipertensão induzida pela gravidez a partir da vigésima semana de gravidez. E esse problema ... Hipertensão induzida pela gravidez, inchaço e proteína na urina (albuminúria) consistem em uma condição conhecida como pré- ... A gravidez envolve muitos exames pré-natais. No decorrer da gravidez, uma mulher grávida deve fazer vários exames. Eles são ... medir a pressão sanguínea regularmente para detectar quaisquer sinais de pressão arterial ou hipertensão induzida pela gravidez ...
  http://gestaodelogisticahospitalar.blogspot.com/2015/11/como-funcionam-os-exames-pre-natais.html
*  Borges j.-d.-m.-inda-l.-f.-compreensão-de-gestantes-acerca-da-pré-ecl… - Portugues
A hipertensão induzida pela gravidez é a classificação geral das síndromes hipertensivas gestacionais que incluem: hipertensão ... a hipertensão induzida pela gravidez é considerada uma das que mais efeitos nocivos provoca no organismo materno, fetal e ... 2.2 Síndrome hipertensiva na gravidez A hipertensão arterial é a doença que mais complica a gravidez, estando presente em 5% a ... às mudanças físicas que a gravidez impõe, não tenha que preocupar-se com um mau desfecho de sua gravidez (OLIVEIRA, 2005). ...
  https://pt.slideshare.net/AdrianoPires/borges-jdmindalfcompreensodegestantesacercadapreclmpsiaeclmpsiaeaadesoaotratamento
*  Eclâmpsia e Pré-Eclâmpsia - Sintomas, Tratamento, Causas, Riscos, e Exames de Diagnóstico - Especialista 24
Frequentemente, as pacientes com síndrome de HELLP desenvolvem hipertensão induzida pela gravidez, o que faz com que se tornem ... Primeira gravidez;. - Ter 35 ou mais anos;. - Gravidez durante a adolescência;. - Gravidez de gémeos ou mais gestações;. - ... A pré-eclâmpsia (toxemia gravídica) e a eclâmpsia são problemas que ocorrem durante a gravidez, ainda com causas desconhecidas ... A eclâmpsia ocorre após a pré-eclâmpsia, que é caracterizada por um conjunto de complicações para a gravidez, levando a um ...
  http://www.especialista24.com/eclampsia-pre-eclampsia/
*  Obesidade gestacional - Casos - Regicapelinha
A obesidade aumenta a incidência de diabetes mellitus gestacional, hipertensão induzida pela gravidez, infecção do trato ... A obesidade na gravidez é um problema comum e perigoso. Cerca de 45% das mulheres obesas no mundo ganharam peso após a gravidez ... A gravidez é um momento delicado e requer cuidados especiais, principalmente quando o assunto é a alimentação que, nessa fase, ... Quando associada à gravidez, torna-se um assunto de grande relevância, uma vez que predispõe a gestante e seu concepto a uma ...
  http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Obesidade-Gestacional/249473.html
*  MONOGRAFIA SOBRE TOXEMIA GRAVÍDICA RESUMO
Hipertensão Induzida pela Gravidez - É definida como PA,140/90mmHg durante a segunda metade da gravidez em uma mulher ... Mulheres com hipertensão prévia ou doença renal ou ambos, que não desenvolve hipertensão induzida pela gravidez ou preeclampsia ... tem uma gravidez melhor que aquela paciente com hipertensão, proteinúria , trombocítopenia durante a gravidez. A hipertensão ... Com o aumento da paridade, o diagnósticos de hipertensão induzida pela gravidez é mais errôneo e uma doença renal é mais ...
  http://www.procurandodicas.com.br/2012/08/monografia-sobre-toxemia-gravidica.html
*  OMS: mais de 800 mulheres morrem por dia em complicações da gravidez | Portal do São Caetano - Itabuna
Segundo a OMS, 289 mil mulheres morreram em 2013 devido a complicações relacionadas à gravidez e… ... Mais de 800 mulheres morrem todos os dias devido a complicações na gravidez e no parto, mostra a Organização Mundial da Saúde ( ... Outras causas identificadas são a hipertensão induzida pela gravidez (14%), as infeções (11%), obstruções e outras complicações ... OMS: mais de 800 mulheres morrem por dia em complicações da gravidez. 6 de Maio de 2014 Saúde No comments ...
  http://bairrosaocaetano.com.br/oms-mais-de-800-mulheres-morrem-por-dia-em-complicacoes-da-gravidez/
*  Diário da Lorena!
Se alguma situação de alto risco é detectada (pré-eclâmpsia ou hipertensão induzida pela gravidez, Diabetes Gestacional, ... Quando resolvi me mudar para a cidade da minha mãe já estava com 5 meses de gravidez.. e sempre orava pedindo a Deus que eu ... me explicou tudo que acontece no nosso corpo na gravidez, o que eu ia sentir ou deixar de sentir, desejos, tudoooooooooooo ... Chegando lá a enfermeira me pesou engordei 6 Kg até agora desde o começo da gravidez, mediu minha altura, pressão.. essas ...
  http://omundodelolo.blogspot.com/2011/06/
*  Pesquisa: Hipertensao Arterial Induzida Por Drogas | MedicinaNET
... as mulheres que desenvolvem hipertensão em gravidez pode-se qualificar para uma estratégia preventiva. Em 2011 as diretrizes ... hipertensão secundária ...ica ou urinária Hiperaldosteronismo primário confirmado TC ou RM de adrenais Hiperplasia ou ausência ... São menos efetivos em idosos, negros e pacientes com hipertensão sistólica isolada, entretanto, esta...... ... "Hipertensao Arterial Induzida Por Drogas". Sua busca por "Hipertensao Arterial Induzida Por Drogas" obteve 93 resultados. ...
  http://medicinanet.com.br/pesquisas/hipertensao_arterial_induzida_por_drogas.htm
*  CASTRO PERSONAL TRAINER - EXERCÍCIO FÍSICO É SAÚDE.: Março 2011
Quem teve complicações na gravidez (diabetes gestacional e hipertensão induzida pela gestação) ou tem artrite reumatoide ou ... Porém, ela também havia tido hipertensão na gravidez - problema que a associação acaba de incluir como fator de risco. Nesta ... Agora, diabetes na gravidez está incluída na lista de ameaças.Isto É - IndependenteA Associação Americana de Cardiologia, ... gravidez e menopausa.. À medida que a medicina avança, novas informações têm sido levantadas. A associação com o câncer é um ...
  http://castropersonaltrainer.blogspot.com/2011/03/
*  Parto pré-termo - Wikipedia
Entre os fatores de risco estão a diabetes, hipertensão arterial, uma gravidez múltipla, obesidade ou baixo peso, uma série de ... Recomenda-se que o parto não seja induzido antes das 39 semanas de gestação a não ser que seja imperioso por razões médicas. A ... Em pessoas com risco acrescido, a administração da hormona progesterona durante a gravidez pode prevenir o parto prematuro. As ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Parto_pr%C3%A9-termo
*  Exercícios físicos na gravidez: os benefícios e as contraindicações da prática
... dão dicas e apontam os cuidados que devem ser tomados para a prática de exercícios na gravidezA gravidez é o período mais ... Hipertensão induzida pela gestação (pré-eclâmpsia). Hipertireoidismo, hipertensão ou diabetes tipo 1 não controlados ... Exercícios físicos na gravidez: os benefícios e as contraindicações da prática. Publicado em março 6, 2014 por mbagestaodesaude ... A gravidez é o período mais esperado e o de maior transformação na vida de uma mulher. É neste momento que as futuras mães ...
  https://midiassociaissite.wordpress.com/2014/03/06/exercicios-fisicos-na-gravidez-os-beneficios-e-as-contraindicacoes-da-pratica/
*  DIAGNÓSTICO MÉDICO E PLANTAS MEDICINAIS
Hipertensão. Hipertensão do Jaleco Branco. Hipertensão Induzida pela Gravidez. Hipertensão Intra-Abdominal. Hipertensão ... Gravidez Abdominal. Gravidez Ectópica. Gravidez em Diabéticas. Gravidez Heterotópica. Gravidez Prolongada. Gravidez Tubária. H ... Hipertensão Maligna. Hipertensão Mascarada. Hipertensão Ocular. Hipertensão Portal. Hipertensão Pulmonar. Hipertensão Renal. ... Complicações na Gravidez. Complicações Neoplásicas na Gravidez. Complicações Parasitárias na Gravidez. Complicações Pós- ...
  https://lookfordiagnosis.com/diseases.php?lang=3
*  Prefeitura de Amparo - SP
2.5.12 Doença hepática induzida por drogas e agentes químicos. 2.5.13 Cirrose hepática. 2.5.14 Hipertensão porta. 2.5.15 ... 2.5.20 Fígado e gravidez. 2.5.21 Doença granulomatosa do fígado. 2.5.22 Síndrome de Budd-Chiari e outras afecções vasculares do ... Hipertensão Arterial Primária; Hipertensão Arterial Secundária; Uso de Medicamentos na Insuficiência Renal; Terapia Renal ... Hipertensão portal. Arteriopatias oclusivas. Insuficiência arterial aguda. Infecções, tumores e cistos, da pele e do tecido ...
  https://www.pciconcursos.com.br/concurso/prefeitura-de-amparo-sp-129-vagas
*  Acidentários. Previden- - PDF
... se O13 Hipertensão gestacional [induzida pela gravidez] sem proteinú O14 Hipertensão gestacional [induzida pela gravidez] com ... na gravidez O23 Infecções do trato geniturinário na gravidez O24 Diabetes mellitus na gravidez O25 Desnutrição na gravidez O26 ... Gravidez, parto e puerpério (O00-O99) O00-O08 Gravidez que termina em aborto O00 Gravidez ectópica O01 Mola hidatiforme O02 ... proteinúria e transtornos hipertensivos na gravide O10 Hipertensão pré-existente complicando a gravidez, o parto e o O11 ...
  http://docplayer.com.br/2929192-Acidentarios-previden.html
*  AULA DE PATOLOGIA GERAL by Juliana Faria on Prezi
crescimento fisiológico do útero durante a gravidez é induzido por hormônios estrogênicos. - aumento das fibras musculares em ... aumento do CORAÇÃO devido sobrecarga hemodinâmica crônica devido a hipertensão ou valvas deficientes. 2 - HIPERPLASIA. aumento ... 3 - Alterações moleculares e morfológicas: são as alterações bioquímicas e estruturais induzidas nas células e órgãos. 4 - ... 3 - Alterações moleculares e morfológicas: são as alterações bioquímicas e estruturais induzidas nas células e órgãos. 4 - ...
  https://prezi.com/dzrgrlmjn_78/aula-de-patologia-geral/
*  Cistocele Rio de Janeiro
Hipertensão Induzida Pela Gravidez Rio de Janeiro. *Distúrbios Do Início E Da Manutenção Do Sono Rio de Janeiro ...
  http://www.doctoralia.com.br/enfermidade/cistocele-14053/especialistas/rio+de+janeiro-116704-1
*  Cuidados com a Hipertensão na gravidez
A hipertensão gestacional é uma complicação que acompanha entre 5 e 7% das grávidas brasileiras. O aumento da pressão é um mal ... o nascimento do bebê precisa ser acelerado com um parto induzido. Caso contrário, o pequeno e a mãe correm o risco de morte. "É ... Cuidados com a Hipertensão na gravidez. A hipertensão gestacional é uma complicação que acompanha entre 5 e 7% das grávidas ... 2. Quais são as causas da hipertensão na gravidez?. Não existe uma única causa. Há o consenso de que o problema é resultado, ...
  https://cellulablog.wordpress.com/2016/09/15/cuidados-com-a-hipertensao-na-gravidez/
*  Carbamazepina - Wikipedia
IMAO pode produzir convulsões, hipertensão e crises de febre. Existem outras interações. Seu uso durante a gravidez está ... Entre eles, podem ser citados o valproato, fenitoína e fenobarbital pois induzem CYP3A4 o que eleva o metabolismo da ... O uso do medicamento durante a gravidez pode prejudicar o bebê; no entanto recomenda-se que não se interrompa a medicação em ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Carbamazepina

Hipertensão gestacionalHipertensão arterialFast Future Generation: Fast Future Generation é um "rockumentary" sobre os Good Charlotte noEclampsia: Eclampsia ou Eclâmpsia ou da , nos dois casos com origem ; a pronúncia corrente, contudo, é eclâmpsiaDicionário Aurélio, verbete eclampsia}}}} é a hipertensão específica da gravidez. Produz uma série de complicações da gravidez e é precedida da pré-eclâmpsia.Descolamento prematuro da placenta: Descolamento prematuro da placenta, desprendimento prematuro da placenta ou placenta abrupta (latim:abruptio placentae) é uma complicação da gravidez obstétrica em que ocorre separação inopinada, intempestiva e prematura da placenta, normalmente inserta após a vigésima ou vigésima primeira semana de gestação. Gera alterações fisiopatológicas uterinas, decoagulação, renais e hipofisárias.Nefropatia hipertensivaHipertensão portalPlacenta: A placenta é um anexo embrionário existente apenas na infraclasse Eutheria, onde estão os mamíferos placentários ou nos marsupiais, através da qual ocorrem as trocas entre a mãe e seu filho. É formada pelos tecidos do óvulo, embriologicamente derivada do córion.Idade gestacional: A idade gestacional é o tempo, medido em semanas ou em dias completos, decorrido desde o início da última menstruação (ou data da última menstruação - DUM) da mulher grávida.Ministério da saúde brasileiro- definições da OMSTransplante uterino: Transplante uterino é um procedimento cirúrgico no qual um útero é transplantado para outra pessoa.Artéria: Artérias são vasos sanguíneos que carregam sangue a partir dos ventrículos do coração para todas as partes do nosso corpo. Elas se contrastam com as veias, que carregam sangue em direção aos átrios do coração.Hipertensão maligna: Hipertensão maligna ResumoVaso sanguíneo: Os vasos sanguíneos são órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo da maior parte dos seres-vivos, como o ser humano, por onde circula o sangue: artérias, arteríolas, vênulas, veias e capilares.Local de nascimento: As expressões Local de nascimento, lugar de nascimento ou naturalidade indicam o local onde uma pessoa nasceu. É um dado usado frequentemente em documentos, juntamente com o nome e a data de nascimento, para identificar uma pessoa de forma inequívoca.Caso-controle: Em epidemiologia, caso-controle ou caso-controlo é definido como uma forma de pesquisa observacional, longitudinal, em geral retrospectivo e analítico em que se compara dois grupos expostos a um determinado fator, o primeiro de indivíduos com determinada condição (p.e.Renina: A renina ou angiotensinogenase é uma enzima circulante liberada pelas células justaglomerulares dos rins em resposta a uma série de estímulos fisiológicos e provoca a ativação do sistema renina-angiotensina-aldosterona.Rim: Rim (lat. ren, grc.Monitorização ambulatorial de pressão arterial: A Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, cujo acrônimo é MAPA, é um método de análise do comportamento da pressão arterial, através da utilização de esfigmomanômetros automatizados, realizando medidas fora do ambiente de consultório médico, a intervalos programados.Etiopatogenia da hipertensão arterial: Etiopatogenia da hipertensão arterial ou fisiopatologia da hipertensão arterial é o estudo dos mecanismos que ocasionam a doença crónica denominada hipertensão arterial.Hipertensão arterial secundária: Hipertensão arterial secundária é a situação de Hipertensão arterial na qual existe um fator causal.SobretreinamentoDiurético da ansa: Os diuréticos da ansa ou da alça, são um grupo de fármacos diuréticos que actuam no Rim, aumentando o volume e diminuindo a concentração da urina.Taxa de mortalidade padronizada para a idade: Taxa de mortalidade padronizada para a idade é uma taxa de mortalidade que foi padronizada de modo a eliminar os efeitos da diversidade da estrutura etária nas populações a comparar.Doença não transmissível: Uma doença não-transmissível ou DNT; doenças não infecciosas; doenças crônicas não transmissíveis; doenças crônico degenerativas são terminologias usadas para definir grupos de patologias caracterizadas pela ausência de microrganismos, ou seja é uma doença não infecciosa, como também pelo longo curso clínico e irreversibilidade.


  • mulher
  • A hipertensão pode surgir antes de 20 semanas se a mulher tiver múltiplos fetos ou uma mola hidatiforme. (wikipedia.org)
  • Juntos, os dois relatórios destacam a necessidade de investir em soluções comprovadas, como cuidados de saúde de qualidade para todas as mulheres durante a gravidez e o parto, e cuidados especiais para grávidas com problemas clínicos pré-existentes", disse a diretora-geral adjunta da OMS para a Saúde da Família, Mulher e Criança, Flavia Bustreo, citada em comunicado da OMS. (jb.com.br)
  • No decorrer da gravidez, uma mulher grávida deve fazer vários exames. (blogspot.com)
  • O aumento no volume de sangue e na circulação sanguínea do feto que ocorrem durante a gravidez também intensifica a demanda do sistema cardiovascular da mulher grávida, especialmente sobre o coração. (blogspot.com)
  • Percebe-se também que o principal meio efetivo e resolutivo de ajudar e apoiar a gestante com hipertensão é o pré-natal realizado conjuntamente pelo médico e pela enfermeira, visto que isso torna a assistência mais qualificada, possibilitando à mulher no estado de gestação, compreender os cuidados prescritos e identificar riscos para ela. (slideshare.net)
  • 140/90mmHg durante a segunda metade da gravidez em uma mulher previamente normotensa. (procurandodicas.com.br)
  • A gravidez é o período mais esperado e o de maior transformação na vida de uma mulher. (wordpress.com)
  • Gestação" ou "gravidez" designa a condição de uma mulher ("gestante") que já concebeu e que na qual evolui o produto da concepção. (wikipedia.org)
  • Região sacrolombar e abdominal da mulher em período menstrual ou gravidez. (wikipedia.org)
  • Drogas
  • Entre os cuidados de saúde essenciais estão a suplementação com ácido fólico, a restrição do consumo de tabaco, álcool e drogas, a prática de exercício físico adequado à gravidez, a comparência às consultas de acompanhamento e a realização dos exames médicos e ecografias recomendados. (wikipedia.org)
  • Existem 3 tipos de Lúpus: o lúpus discoide, o lúpus sistêmico e o lúpus induzido por drogas. (wikipedia.org)
  • Ver artigo principal: lúpus eritematoso induzido por drogas O lúpus eritematoso induzido por drogas ocorre como consequência do uso de certas drogas ou medicamentos. (wikipedia.org)
  • hemorragia
  • A fase terminal da preeclampsia geralmente se apresenta no terceiro trimestre de gravidez, como um processo que progride para proteinúria maciça, trombocitopenia, animaemotítica microangiopática, hemorragia hepática subcapilares, ruptura hepáticas, CID, convulsão, morte maternal e fetal. (procurandodicas.com.br)
  • Outra aplicação da furosemida - esta no âmbito da medicina veterinária - tem sido na prevenção da síndrome da hemorragia pulmonar induzida pelo exercício em cavalos de corrida, que se manifesta por epistaxe durante a corrida. (wikipedia.org)
  • tipo
  • É um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões. (wikipedia.org)
  • melhor
  • Os efeitos anti-hipertensores estão relacionados com o grau de hipertensão, havendo uma melhor resposta nas hipertensões moderadas (diastólica entre 105 e 114 mm Hg). (wikipedia.org)
  • deve
  • Deve-se administrar o fármaco com precauções em pessoas que sofrem de hipertireoidismo, colite ulcerosa, corionopatias, insuficiência cardíaca congestiva, disritmias cardíacas ou hipertensão porque pode aumentar estes transtornos ou dificultar seus tratamentos. (wikipedia.org)
  • Deve-se evitar o uso na gravidez, já que não há estudos que comprovem a inocuidade do fármaco. (wikipedia.org)
  • Durante a gravidez, a furosemida só deve ser usada se estritamente indicada e somente por curtos períodos de tempo. (wikipedia.org)
  • O termo "hipnose" (grego hipnos = sono + latim osis = ação ou processo) deve o seu nome ao médico e pesquisador britânico James Braid (1795-1860), que o introduziu pois acreditou tratar-se de uma espécie de sono induzido (Hipnos era também o nome do deus grego do sono). (wikipedia.org)
  • resultados
  • Não existem estudos sobre o seu efeito durante a gravidez no ser humano, porém os resultados em animais de experiência não são indicadores de um perfil seguro, devendo ser evitados. (wikipedia.org)
  • tratamento
  • A hidroclorotiazida é freqüentemente utilizada para o tratamento da hipertensão, insuficiência cardíaca congestiva, edema sintomático, diabetes insipidus e acidose tubular renal. (wikipedia.org)
  • Se é o terapeuta que se acha em estado ou transe hipnótico (usualmente auto-induzido, conquanto possa ser também alter-induzido) - e, nesse estado hipnótico, prescreve tratamento para a cura de doenças ao paciente em estado não-hipnótico, emprega-se o termo hipniatria, sendo que o terapeuta, neste caso, passa a ser chamado de hipniatra. (wikipedia.org)
  • muitos
  • Como muitos diuréticos induzem eliminar potássio na urina é importante comer alimentos ricos em potássio como batata, laranja, tomate e banana. (wikipedia.org)
  • morte
  • Em 2013, as complicações da gravidez causaram a morte a 230 000 pessoas, uma diminuição em relação às 377 000 em 1990. (wikipedia.org)
  • cuidados
  • A gravidez é um momento delicado e requer cuidados especiais, principalmente quando o assunto é a alimentação que, nessa fase, tem relação direta com a saúde da mãe e a do bebê, tanto na vidaintra-uterina como no futuro. (trabalhosfeitos.com)
  • embora
  • Hipnose alter-induzida pode, por analogia, ser chamada alter-hipnose - embora esta não seja expressão de uso corrente - e consiste na aplicação de sugestões hipnóticas por outra (latim alter = outro) pessoa (o hipnotizador) num aquiescente (hipnotizado, paciente). (wikipedia.org)
  • Em anestesiologia, o termo hipnose pode referir-se ao estado de inconsciência temporário induzido pela administração de fármacos específicos, segundo a concepção original do termo, embora seja uso inapropriado do termo. (wikipedia.org)
  • efeito
  • Pode incrementar consideravelmente o efeito cardiovascular dos simpaticomiméticos (epinefrina, norepinefrina e anfetamina), originando arritmias, taquicardia ou hipertensão. (wikipedia.org)
  • gestante
  • Quando associada à gravidez, torna-se um assunto de grande relevância, uma vez que predispõe a gestante e seu concepto a uma maior incidência de morbimortalidade. (trabalhosfeitos.com)
  • segundo
  • Se o teste for positivo, é recomendado ligar para seu médico e realizar um segundo teste no consultório para confirmar a gravidez. (blogspot.com)
  • causa
  • A eclâmpsia é uma doença caracterizada pela ocorrência de convulsões durante a gravidez , sem qualquer causa relacionada com doenças já existentes no sistema nervoso. (especialista24.com)
  • importante
  • Associado ao seu baixo custo, factor importante numa terapia que se pode prolongar para o resto da vida, faz dele um fármaco de primeira linha no controlo da hipertensão. (wikipedia.org)