Hemodinâmica: Movimento e forças envolvidos no movimento do sangue através do SISTEMA CARDIOVASCULAR.Resistência Vascular: Força que se opõe ao fluxo de SANGUE no leito vascular. É igual à diferença na PRESSÃO ARTERIAL através do leito vascular dividido pelo DÉBITO CARDÍACO.Circulação Renal: Circulação do SANGUE através dos vasos do RIM.Pressão Sanguínea: PRESSÃO do SANGUE nas ARTÉRIAS e de outros VASOS SANGUÍNEOS.Velocidade do Fluxo Sanguíneo: Valor igual ao volume total do fluxo dividido pela área de secção do leito vascular.Débito Cardíaco: Volume de SANGUE que atravessa o CORAÇÃO por unidade de tempo. Geralmente é expresso em litros (volume) por minuto. Não deve ser confundido com VOLUME SISTÓLICO (volume por batimento).Fluxo Sanguíneo Regional: Fluxo de SANGUE através ou ao redor do órgão ou região do corpo.Circulação Cerebrovascular: Circulação do sangue através dos VASOS SANGUÍNEOS do ENCÉFALO.Modelos Cardiovasculares: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade dos sistemas, processos ou fenômenos cardiovasculares; inclui o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Circulação Pulmonar: Circulação do SANGUE através do PULMÃO.Cães: O cão doméstico (Canis familiaris) compreende por volta de 400 raças (família carnívora CANIDAE). Estão distribuídos por todo o mundo e vivem em associação com as pessoas (Tradução livre do original: Walker's Mammals of the World, 5th ed, p1065).Hipertensão Pulmonar: Aumento da RESISTÊNCIA VASCULAR na CIRCULAÇÃO PULMONAR, geralmente secundária a CARDIOPATIAS ou PNEUMOPATIAS.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Rim: Órgão do corpo que filtra o sangue, secreta URINA e regula a concentração dos íons.Volume Sanguíneo: Volume de SANGUE circulante. É a soma do VOLUME PLASMÁTICO e VOLUME DE ERITRÓCITOS.Fluxo Pulsátil: Propagação rítmica e intermitente de um líquido através de VASOS SANGUÍNEOS ou de um sistema tubular contrasta com propagação constante e suave, que produz um fluxo laminar.Taxa de Filtração Glomerular: Volume de água filtrada do plasma através das paredes capilares glomerular nas cápsulas de Bowman (CÁPSULA GLOMERULAR), por unidade de tempo. É considerada equivalente à depuração da INULINA.Circulação Hepática: Circulação de SANGUE através do FÍGADO.Circulação Coronária: Circulação de sangue através dos VASOS CORONÁRIOS do CORAÇÃO.Pressão Propulsora Pulmonar: Pressão arterial registrada após a introdução de um CATETER em uma pequena ARTÉRIA PULMONAR. Acredita-se que [este registro] reflita a PRESSÃO [existente] nos CAPILARES pulmonares.Circulação Esplâncnica: Circulação de sangue através dos VASOS SANGUÍNEOS que abastecem as VÍSCERAS abdominais.Cardiografia de Impedância: Tipo de pletismografia por impedância onde a impedância bioelétrica é medida entre eletrodos posicionados ao redor do pescoço e em partes mais inferiores do tórax. É utilizada principalmente para calcular volume sistólico e volume cardíaco, mas também se relaciona com a contractilidade miocardíaca, conteúdo de líquido torácico e circulação das extremidades.Artéria Pulmonar: Vaso curto e calibroso que se origina do cone arterial do ventrículo direito e transporta sangue venoso para os pulmões.Oxigênio: Elemento com símbolo atômico O, número atômico 8 e peso atômico [15.99903; 15.99977]. É o elemento mais abundante da Terra e essencial à respiração.Consumo de Oxigênio: A velocidade com que o oxigênio é utilizado por um tecido; microlitros de oxigênio nas CNTP (condições normais de temperatura e pressão) usados por miligrama de tecido por hora; velocidade com que o oxigênio do gás alveolar entra no sangre, igual no estado de equilíbrio dinâmico, ao consumo de oxigênio pelo metabolismo tecidual em todo o corpo. (Stedman, 27a ed, p358)Função Ventricular Esquerda: Ação hemodinâmica e eletrofisiológica do ventrículo cardíaco esquerdo. Sua medida é um aspecto importante na avaliação clínica dos pacientes com doença cardíaca para determinar os efeitos da doença sobre o desempenho cardíaco.Hipertensão Portal: Aumento anormal de resistência ao fluxo sanguíneo dentro do SISTEMA PORTA hepático, frequentemente observado na CIRROSE HEPÁTICA e em situações com obstrução da VEIA PORTA.Gasometria: Medida de oxigênio e dióxido de carbono no sangue.Microcirculação: Circulação do SANGUE através da rede de MICROVASOS.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Ultrassonografia Doppler Transcraniana: Técnica não invasiva que utiliza ultrassom para medida da hemodinâmica cerebrovascular, particularmente a velocidade do fluxo sanguíneo cerebral e fluxo dos colaterais cerebrais. Com uma sonda de pulsos de alta intensidade e baixa frequência, as artérias intracranianas podem ser analisadas transtemporalmente, transorbitalmente ou abaixo do forame magno.Espectroscopia de Luz Próxima ao Infravermelho: Técnica não invasiva que utiliza propriedades de absorção diferencial de hemoglobina e mioglobina para avaliar a oxigenação do tecido e indiretamente pode medir regiões da hemodinâmica e fluxo sanguíneo. A luz próxima do infravermelho (NIR) pode se propagar através dos tecidos e a um comprimento de onda particular é diferencialmente absorvida por formas oxigenadas versus desoxigenadas de hemoglobina e mioglobina. A iluminação do tecido intacto com NIR permite a avaliação qualitativa das alterações na concentração de tecido dessas moléculas. A análise é também utilizada para determinar a composição corporal.Pressão Arterial: Pressão sanguínea nas ARTÉRIAS. É comumente medida com um esfingomanômetro na parte superior do braço, que representa a pressão arterial na ARTÉRIA BRAQUIAL.Volume Sistólico: Quantidade de SANGUE bombeada para fora do CORAÇÃO por batimento. Não deve ser confundido com débito cardíaco (volume/tempo). É calculado como a diferença entre o volume diastólico final e o volume sistólico final.Artérias: Os vasos que transportam sangue para fora do coração.Vasodilatadores: Fármacos usados para causar a dilatação dos vasos sanguíneos.Pressão Venosa: Pressão arterial em uma VEIA. Geralmente se mede para avaliar a PRESSÃO de preenchimento dos VENTRÍCULOS CARDÍACOS.Hipertensão: PRESSÃO ARTERIAL sistêmica persistentemente alta. Com base em várias medições (DETERMINAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL), a hipertensão é atualmente definida como sendo a PRESSÃO SISTÓLICA repetidamente maior que 140 mm Hg ou a PRESSÃO DIASTÓLICA de 90 mm Hg ou superior.Insuficiência Cardíaca: Afecção heterogênea em que o coração é incapaz de bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades metabólicas do corpo. A insuficiência cardíaca pode ser causada por defeitos estruturais, anomalias funcionais (DISFUNÇÃO VENTRICULAR), ou uma sobrecarga súbita além de sua capacidade. A insuficiência cardíaca crônica é mais comum que a insuficiência cardíaca aguda que resulta de injúria repentina à função cardíaca, como INFARTO DO MIOCÁRDIO.Diurese: Aumento na excreção de URINA. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Circulação Sanguínea: O movimento do SANGUE enquanto é bombeado através do SISTEMA CARDIOVASCULAR.Natriurese: Excreção de sódio por MICÇÃO.Hematócrito: Volume de ERITRÓCITOS acondicionados em uma amostra sanguínea. O volume é medido por centrifugação em um tubo graduado ou com contadores automáticos de células sanguíneas. É um indicador do estado dos eritrócitos em doenças. Por exemplo, em estados de ANEMIA apresentam-se valores baixos de hematócrito e de POLICITEMIA, valores altos.Suínos: Qualquer animal da família Suidae, compreendendo mamíferos onívoros, robustos, de pernas curtas, pele espessa (geralmente coberta com cerdas grossas), focinho longo e móvel, e cauda pequena. Compreendem os gêneros Babyrousa, Phacochoerus (javalis africanos) e o Sus, que abrange o porco doméstico (ver SUS SCROFA)Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sanguínea.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Troca Gasosa Pulmonar: Troca de OXIGÊNIO e DIÓXIDO DE CARBONO entre o ar alveolar e os capilares sanguíneos pulmonares que ocorre através da BARREIRA SANGUE-AR.Fluxometria por Laser-Doppler: Método não invasivo de medida contínua da MICROCIRCULAÇÃO. A técnica é baseada nos valores do EFEITO DOPPLER de luz laser de baixa energia, randomicamicamente distribuída pelas estruturas estáticas e partículas que se movem no tecido.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Fluxo Plasmático Renal: Quantidade de PLASMA que perfunde o RIM por unidade de tempo, aproximadamente 10 por cento maior que o FLUXO PLASMÁTICO RENAL EFETIVO. Deve ser diferente do FLUXO SANGUÍNEO RENAL (RBF) que se refere ao volume total de SANGUE fluindo através da vasculatura renal, enquanto o fluxo plasmático renal se refere à velocidade do fluxo plasmático (RPF).Anti-Hipertensivos: Fármacos usados no tratamento da HIPERTENSÃO (aguda ou crônica), independentemente do mecanismo farmacológico. Entre os anti-hipertensivos estão os DIURÉTICOS [especialmente os DIURÉTICOS TIAZÍDICOS (=INIBIDORES DE SIMPORTADORES DE CLORETO DE SÓDIO)], os BETA-ANTAGONISTAS ADRENÉRGICOS, os ALFA-ANTAGONISTAS ADRENÉRGICOS, os INIBIDORES DA ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA, os BLOQUEADORES DOS CANAIS DE CÁLCIO, os BLOQUEADORES GANGLIONARES e os VASODILATADORES.Cateterismo Cardíaco: Procedimento em que se colocam CATETERES CARDÍACOS para a realização de procedimentos terapêuticos ou diagnósticos.Óxido Nítrico: Radical livre gasoso produzido endogenamente por várias células de mamíferos. É sintetizado a partir da ARGININA pelo ÓXIDO NÍTRICO SINTETASE. O óxido nítrico é um dos FATORES RELAXANTES DEPENDENTES DO ENDOTÉLIO liberados pelo endotélio vascular e medeia a VASODILATAÇÃO. Inibe também a agregação de plaquetas, induz a desagregação de plaquetas agregadas e inibe a adesão das plaquetas ao endotélio vascular. O óxido nítrico ativa a GUANILATO CICLASE citosólica, aumentando os níveis intracelulares de GMP CÍCLICO.Renina: Endopeptidase altamente específica (Leu-Leu) que produz ANGIOTENSINA I de seu precursor ANGIOTENSINOGÊNIO, levando a uma cascata de reações que elevam a PRESSÃO ARTERIAL e aumentam a retenção de sódio pelo rim no SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA. A enzima fora previamente catalogada como EC 3.4.99.19.Anestesia: Estado caracterizado pela perda dos sentidos ou sensações. Esta depressão da função nervosa geralmente é resultante de ação farmacológica e é induzida para permitir a execução de cirurgias ou outros procedimentos dolorosos.Aneurisma Intracraniano: Bolsa externa anormal na parede de vasos sanguíneos intracranianos. Os aneurismas saculares (em grãos) são os mais comuns e estão localizados em pontos das ramificações no CÍRCULO ARTERIAL DO CÉREBRO na base do encéfalo. A ruptura resulta em HEMORRAGIA SUBARACNOIDE ou HEMORRAGIAS INTRACRANIANAS. Os aneurismas gigantes (maiores que 2,5 cm de diâmetro) podem comprimir as estruturas adjacentes, incluindo o NERVO OCULOMOTOR (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p841).Veia Porta: Veia curta e calibrosa formada pela união das veias mesentérica superior e esplênica.Glomérulos Renais: Grupo de capilares enovelados (sustentados pelo tecido conjuntivo) que se iniciam em cada túbulo renal.Cateterismo de Swan-Ganz: Colocação de um cateter com balão na artéria pulmonar através das veias antecubital, subclávia e, algumas vezes, a femoral. É utilizado para medir a pressão da artéria pulmonar e a pressão propulsora da artéria pulmonar que reflete a pressão atrial esquerda e a pressão diastólica final do ventrículo esquerdo. O cateter é introduzido no átrio direito, o balão é inflado e o cateter segue o fluxo sanguíneo através da válvula tricúspide no ventrículo direito saindo para a artéria pulmonar.Artérias Cerebrais: Vasos sanguíneos arteriais que suprem o CÉREBRO.Hemorreologia: Deformação e procedimento do fluxo de SANGUE e de seus elementos, isto é, PLASMA, ERITRÓCITOS, LEUCÓCITOS, e PLAQUETAS.Ultrassonografia Doppler em Cores: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com a sobreposição do fluxo de informação em cores, numa escala de cinza em uma imagem de tempo real. Este tipo de ultrassonografia é bem adequado para identificar a localização de fluxo de alta velocidade (como em uma estenose) ou mapear a extensão do fluxo em determinada região.Ressuscitação: A restauração à vida ou consciência de alguém aparentemente morto; inclui medidas tais como respiração artificial e massagem cardíaca. (Dorland, 28a ed)SulfonasChoque Hemorrágico: Hemorragia aguda ou perda excessiva de líquido resultando em HIPOVOLEMIA.Ultrassonografia Doppler: Ultrassonografia que aplica o efeito Doppler, com reflexões do ultrassom desviadas pela frequência, produzidas por alvos móveis (geralmente hemácias) na corrente sanguínea ao longo do eixo do ultrassom, diretamente proporcionais à velocidade de movimento dos alvos, para determinar tanto a direção quanto a velocidade do fluxo sanguíneo. (Stedman, 25a ed)Angiografia por Ressonância Magnética: Método não invasivo de imagem e determinação da anatomia vascular interna sem injeção de um meio de contraste ou exposição à radiação. A técnica é utilizada especialmente em ANGIOGRAFIA CEREBRAL assim como em estudos de outras estruturas vasculares.Veias: Vasos que transportam sangue para fora do leito capilar.Hidrodinâmica: Movimento de fluidos, especialmente líquidos não compressíveis, sob a influência de forças internas e externas.Acetazolamida: Um dos INIBIDORES DA ANIDRASE CARBÔNICA que, algumas vezes, é eficaz contra crises de ausência. Pode também ser útil como adjuvante no tratamento de crises tônico-clônicas, mioclônicas e atônicas, particularmente em mulheres cujas crises ocorrem ou são exacerbadas em períodos específicos do ciclo menstrual. Entretanto, sua utilidade é transitória frequentemente devido ao rápido desenvolvimento de tolerância. Seu efeito antiepiléptico pode se dar em virtude do seu poder inibitório sobre a anidrase carbônica encefálica, o que leva a um aumento do gradiente de cloreto transneuronal, do fluxo de cloreto e da inibição. (Tradução livre do original: Smith and Reynard, Textbook of Pharmacology, 1991, p337)Artéria Cerebral Média: A maior das artérias cerebrais. Trifurca-se nos ramos temporal, frontal e parietal fornecendo sangue à maior parte do parênquima dos lobos no CÓRTEX CEREBRAL. Estas são as áreas envolvidas nas atividades motora, sensitiva e da fala.Ventrículos do Coração: Câmeras inferiores direita e esquerda do coração. O ventrículo direito bombeia SANGUE venoso para os PULMÕES e o esquerdo bombeia sangue oxigenado para a circulação arterial sistêmica.Isoflurano: Anestésico inalante estável, não explosivo, relativamente livre de efeitos colaterais significantes.Dióxido de Carbono: Gás incolor, inodoro, não venenoso, componente do ar ambiental, também chamado de dióxido de carbono. É um produto normal da combustão de materiais orgânicos e da respiração. Tem um importante papel na vida dos animais e das plantas.Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sanguíneo.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Sistema Porta: Sistema de vasos pelos quais o sangue, após percorrer uma rede capilar, é transportado através de um segundo grupo de capilares antes de retornar à circulação sistêmica. Pertence principalmente ao sistema porta hepático.Resistência ao Cisalhamento: Resistência interna de um material para mover algumas de suas partes paralelas a um plano fixo, em contraste ao estiramento (RESISTÊNCIA À TRAÇÃO) ou compressão (FORÇA COMPRESSIVA). Os cristais iônicos são frágeis pois, quando submetidos a um cisalhamento, os íons de mesma carga são trazidos próximos entre si, causando a repulsão.Norepinefrina: Precursor da epinefrina, secretado pela medula da adrenal. É um neurotransmissor muito difundido no sistema nervoso central e autonômico. A norepinefrina é o principal transmissor da maioria das fibras simpáticas pós-ganglionares e do sistema de projeção cerebral difusa originária do locus ceruleous. É também encontrada nas plantas e é utilizada farmacologicamente como um simpatomimético.Fator Natriurético Atrial: Potente peptídeo natriurético e vasodilatador ou mistura de PEPTÍDEOS de diferentes tamanhos, baixo peso molecular, derivados de um precursor comum e secretados principalmente pelos ÁTRIOS DO CORAÇÃO. Todos esses peptídeos compartilham uma sequência de aproximadamente 20 AMINOÁCIDOS.Oxiemoglobinas: Composto formado pela combinação de hemoglobina e oxigênio. É um complexo no qual o oxigênio encontra-se diretamente ligado ao ferro sem causar a mudança do estado ferroso para o férrico.Vasodilatação: Dilatação fisiológica de VASOS SANGUÍNEOS por um relaxamento do MÚSCULO LISO VASCULAR subjacente.Artéria Renal: Ramo da aorta abdominal que irriga os rins, glândulas adrenais e ureteres.Estresse Mecânico: Condição puramente física que existe em qualquer material devido à distensão ou deformação por forças externas ou por expansão térmica não uniforme. É expresso quantitativamente em termos de força por área unitária.Contração Miocárdica: Atividade contrátil do MIOCÁRDIO.Hipotensão: PRESSÃO ARTERIAL anormalmente baixa que pode resultar em fluxo de sangue inadequado para o encéfalo e outros órgãos vitais. O sintoma comum é a VERTIGEM, mas impactos negativos maiores no corpo ocorrem quando há depravação prolongada de oxigênio e nutrientes.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Técnica de Fontan: Procedimento no qual o fluxo sanguíneo total do átrio direito ou da veia cava é canalizado diretamente dentro da artéria pulmonar ou no pequeno ventrículo direito que serve somente como um conduto. As principais malformações congênitas para as quais esta operação é utilizada são ATRESIA TRICÚSPIDE e ventrículo com estenose pulmonar.Hemodiluição: Redução da viscosidade sanguínea, geralmente pela adição de soluções livres de células. Usada clinicamente 1) em estados de microcirculação prejudicada, 2) para substituição de perda sanguínea intracirúrgica sem transfusão sanguínea homóloga, 3) em ponte cardiopulmonar e hipotermia.Infusões Intravenosas: Administração por um longo prazo (minutos ou horas) de um líquido na veia por venopunção, deixando o líquido fluir pela ação da gravidade ou bombeando-o.Epoprostenol: Prostaglandina que é um potente vasodilatador e inibe a agregação plaquetária. É biossintetizado enzimaticamente dos ENDOPERÓXIDOS DE PROSTAGLANDINA no tecido vascular humano. O sal de sódio também tem sido utilizado no tratamento da hipertensão pulmonar primária (v. HIPERTENSÃO PULMONAR).Função Ventricular Direita: Ação hemodinâmica e eletrofisiológica do ventrículo cardíaco direito (VENTRÍCULOS CARDÍACOS).Choque: Afecção manifestada por falha na perfusão ou oxigenação de órgãos vitais.Pressão Ventricular: Pressão dentro de um VENTRÍCULO CARDÍACO. A forma de onda da pressão ventricular pode ser medida no coração pulsante por cateterismo, ou estimada usando-se técnicas de processamento de imagens (p.ex., ECOCARDIOGRAFIA DOPPLER). A informação é útil para se avaliar a função do MIOCÁRDIO, das VÁLVULAS CARDÍACAS e DO PERICÁRDIO, particularmente com a medida simultânea de outras (p.ex., aórtica ou atrial) pressões.Rigidez Vascular: Perda da ELASTICIDADE vascular devido a fatores como ENVELHECIMENTO e ATEROSCLEROSE. A rigidez arterial aumentada é um dos FATORES DE RISCO para muitas DOENÇAS CARDIOVASCULARES.Receptores de Endotelina: Proteínas de superfície celular que ligam com alta afinidade às ENDOTELINAS e disparam alterações intracelulares influenciando o comportamento das células.Ecocardiografia: Registro ultrassônico do tamanho, movimentação e composição do coração e estruturas adjacentes. O acesso padrão é transtorácico.Angiotensina II: Octapeptídeo potente, mas vasoconstritor instável. É produzido da angiotensina I após a remoção de dois aminoácidos ao C-terminal pela ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA. Difere entre as espécies pelo aminoácido na posição 5. Para bloquear a VASOCONSTRIÇÃO e o efeito de HIPERTENSÃO da angiotensina II, pacientes frequentemente são tratados com INIBIDORES ACE ou com BLOQUEADORES DO RECEPTOR TIPO I DE ANGIOTENSINA II.Capilares: Minusculos vasos que conectam as arteríolas e vênulas.Pressão na Veia Porta: Pressão venosa medida na VEIA PORTA.Volume Plasmático: Volume de PLASMA na circulação. Geralmente mede-se por TÉCNICAS DE DILUIÇÃO DO INDICADOR.Veias Cerebrais: Veias que drenam o cérebro.Vasoconstrição: Estreitamento fisiológico dos VASOS SANGUÍNEOS por contração do MÚSCULO LISO VASCULAR.Artéria Carótida Interna: Ramo da artéria carótida primitiva que irriga a parte anterior do cérebro, os olhos e estruturas relacionadas, a face e o nariz.Soluções Isotônicas: Denotando uma solução que tem a mesma tonicidade que alguma outra solução com a qual ela é comparada, tal como solução fisiológica de cloreto de sódio e o soro sanguíneo. (Dorland, 28a ed)Hipotensão Controlada: Procedimento em que a pressão sanguínea arterial é intencionalmente reduzida para controlar a perda de sangue durante cirurgia. Este procedimento é realizado quer farmacologicamente ou por remoção pré-cirúrgica de sangue.Arteríolas: As menores ramificações das artérias. Estão localizadas entre as artérias musculares e os capilares.Sus scrofa: Espécie de SUÍNO (família Suidae) composto por várias subespécies, incluindo o porco doméstico (Sus scrofa domestica).Testes de Função Cardíaca: Exames realizados para diagnosticar e tratar doenças do coração.Ácido Meclofenâmico: Anti-inflamatório não esteroide com atividade antipirética e antigranulocitária. Também inibe a biossíntese das prostaglandinas.Pletismografia: Registro da mudança no tamanho de uma região quando modificada pela circulação presente.Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.Sístole: Período de contração do CORAÇÃO, especialmente dos VENTRÍCULOS CARDÍACOS.Diástole: Relaxamento pós-sistólico do CORAÇÃO, especialmente dos VENTRÍCULOS CARDÍACOS.Purinas: Série de compostos heterocíclicos substituídos de várias maneiras na natureza e conhecidos como bases púricas. Incluem a ADENINA e GUANINA, constituintes dos ácidos nucleicos, bem como muitos alcaloides, tais como a CAFEÍNA e a TEOFILINA. O ácido úrico é o produto final do metabolismo das purinas.Hiperemia: Presença de uma quantidade de sangue aumentada em uma parte ou órgão levando a congestão ou obstrução dos vasos sanguíneos. A hiperemia pode ser devido ao aumento do fluxo sanguíneo na área (ativa ou arterial), ou devido à obstrução do fluxo de sangue da área (passiva ou venosa).Ovinos: Qualquer mamífero ruminante com chifres curvados (gênero Ovis, família Bovodae) que possuem sulco lacrimal e glândulas interdigitais (ausentes nas CABRAS).Cardiotônicos: Agentes que têm efeito tônico sobre o coração, ou que podem aumentar o débito cardíaco. Podem ser GLICOSÍDEOS CARDÍACOS, SIMPATOMIMÉTICOS, ou ainda outras drogas. São usados após INFARTO DO MIOCÁRDIO, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS CARDÍACOS, CHOQUE, ou na insuficiência cardíaca congestiva (INSUFICIÊNCIA CARDÍACA).Artéria Oftálmica: Artéria originada a partir da artéria carótida interna. Irriga o olho, a órbita e estruturas faciais adjacentes.Simulação por Computador: Representação feita por computador de sistemas físicos e fenômenos como os processos químicos.Milrinona: Cardiotônico inotrópico positivo com propriedades vasodilatadoras. Inibe a atividade da AMPc-fosfodiesterase tipo 3 no miocárdio e no músculo liso vascular. A milrinona é um derivado da amrinona e possui de 20 a 30 vezes mais potência ionotrópica que a amrinona.Pressão: Tipo de estresse exercido uniformemente em todas as direções. Sua medida é a força exercida por unidade de área. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Vasoconstritores: Drogas usadas para causar constrição dos vasos sanguíneos.Endotelina-1: Peptídeo de 21 aminoácidos produzido por diversos tecidos, incluindo células endoteliais e da vasculatura de músculo liso, neurônios e astrócitos no sistema nervoso central e células do endométrio. Atua como moduladora do tônus vasomotor, da proliferação celular e da produção de hormônios.Pressão Venosa Central: Pressão arterial nas grandes VEIAS centrais do corpo. Diferencia-se da pressão venosa periférica que ocorre em uma extremidade.Ecocardiografia Doppler: Medida do fluxo sanguíneo intracardíaco por utilização de um ecocardiograma de sistema M e/ou um bidimensional (2-D) enquanto se registra simultaneamente o espectro do sinal Doppler audível (por exemplo, velocidade, direção, amplitude, intensidade, tempo), refletido do movimento das células sanguíneas vermelhas.Medetomidina: Agonista de RECEPTORES ADRENÉRGICOS ALFA-2, que é usado em Medicina Veterinária por suas propriedades analgésicas e sedativas. É o racemato de DEXMEDETOMIDINA.Nucleotídeo Cíclico Fosfodiesterase do Tipo 5: Subfamília de nucleotídeo cíclico fosfodiesterases altamente específicas para GMP CÍCLICO. É predominantemente encontrada em tecido vascular e desempenha um papel importante na regulação da contração do MÚSCULO LISO VASCULAR.Hipotensão Ortostática: Queda significativa da PRESSÃO ARTERIAL após assumir a posição de pé. A hipotensão ortostática é um achado e é definida como redução de 20 mm Hg na pressão sistólica, ou de 10 mm Hg na pressão diastólica, 3 minutos depois que a pessoa deitada (de costas) ficou em pé. Entre os sintomas geralmente estão VERTIGEM, vista embaçada e SÍNCOPE.Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina: Classe de drogas cujas principais indicações são o tratamento da hipertensão e da insuficiência cardíaca. Exercem seu efeito hemodinâmico principalmente inibindo o sistema renina-angiotensina. Também modulam a atividade do sistema nervoso simpático e aumentam a síntese de prostaglandinas. Provocam principalmente vasodilatação e natriurese leve, sem afetar a velocidade e a contratibilidade cardíaca.NG-Nitroarginina Metil Éster: Inibidor não seletivo da óxido nítrico sintase. Tem sido utilizada experimentalmente na indução da hipertensão.Sistema Nervoso Simpático: Divisão toracolombar do sistema nervoso autônomo. Fibras pré-ganglionares simpáticas se originam nos neurônios da coluna intermediolateral da medula espinhal e projetam para os gânglios paravertebrais e pré-vertebrais, que por sua vez projetam para os órgãos alvo. O sistema nervoso simpático medeia a resposta do corpo em situações estressantes, por exemplo, nas reações de luta e fuga. Frequentemente atua de forma recíproca ao sistema parassimpático.Doença Crônica: Doenças que têm uma ou mais das seguintes características: são permanentes, deixam incapacidade residual, são causadas por alteração patológica não reversível, requerem treinamento especial do paciente para reabilitação, pode-se esperar requerer um longo período de supervisão, observação ou cuidado.Viscosidade Sanguínea: Resistência interna do SANGUE para dividir forças. A medida in vitro da viscosidade do sangue total é de utilidade clínica limitada por ter pouca relação com a viscosidade real na circulação; entretanto um aumento na viscosidade do sangue circulante pode contribuir para a morbidez em pacientes que sofrem de transtornos, como ANEMIA FALCIFORME e POLICITEMIA.Testes de Função Renal: Exames de laboratório usados para avaliar o quão bem os rins estão funcionando por meio de exames de sangue e urina.Aorta: O principal tronco das artérias sistêmicas.Ratos Wistar: Linhagem de ratos albinos desenvolvida no Instituto Wistar e que se espalhou amplamente para outras instituições. Este fato diluiu marcadamente a linhagem original.Óxido Nítrico Sintase: Enzima dependente de NADPH que catalisa a conversão de L-ARGININA e OXIGÊNIO para produzir CITRULINA e ÓXIDO NÍTRICO.Veias Cavas: Veias cavas superior e inferior.Ultrassonografia Doppler de Pulso: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com detecção de velocidade combinada com resolução à distância. Curtos disparos de ultrassom são transmitidos a intervalos regulares e os ecos são detectados quando retornam.Análise de Variância: Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.Hipertrofia Ventricular Direita: Aumento do VENTRÍCULO DIREITO do coração. Este aumento na massa ventricular é frequentemente atribuído à HIPERTENSÃO PULMONAR e é um fator contribuinte para a morbidade e mortalidade cardiovascular.Valores de Referência: Faixa (ou distribuição de frequências) dos [valores] medidos em uma população (de organismos, órgãos ou coisas) que não foi selecionada para [indicar] a presença de doença ou de anormalidade.Substitutos do Plasma: Qualquer líquido usado para repor o plasma sanguíneo, geralmente uma solução salina e, frequentemente, com albuminas séricas, dextrana ou ainda outras preparações. Estas preparações não aumentam a capacidade transportadora de oxigênio do sangue, apenas substituem o volume. Também são usadas para tratar a desidratação.Veia Cava Inferior: Tronco venoso que recebe sangue das extremidades inferiores dos órgãos abdominais e pélvicos.Ratos Endogâmicos SHR: Cepa de Rattus norvegicus com elevada pressão arterial que é utilizada como modelo para estudar hipertensão e derrame.Complacência (Medida de Distensibilidade): Medida da distensibilidade de uma câmara, como pulmões (COMPLACÊNCIA PULMONAR) ou bexiga urinária. Complacência é expressa como variação no volume por unidade de variação na pressão.Hipertensão Renal: PRESSÃO SANGUÍNEA elevada e persistente devido a NEFROPATIAS, como aquelas envolvendo o parênquima renal, vasculatura renal ou tumores que secretam RENINA.Distribuição Aleatória: Processo envolvendo a probabilidade usada em ensaios terapêuticos ou outra investigação que tem como objetivo alocar sujeitos experimentais, humanos ou animais, entre os grupos de tratamento e controle, ou entre grupos de tratamento. Pode também ser aplicado em experimentos em objetos inanimados.Fentanila: Potente analgésico narcótico que leva ao hábito ou vício. É principalmente um agonista do receptor opioide mu. A fentanila é também usada como adjunto na anestesia geral e como anestésico para indução e manutenção. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1078)Cardiopatias Congênitas: Anormalidades do desenvolvimento relacionadas a estruturas do coração. Estes defeitos estão presentes ao nascimento, mas podem ser descobertos mais tarde na vida.Veia Femoral: Veia que acompanha a artéria femoral dividindo a mesma bainha. É continuação da veia poplítea e continua-se como veia ilíaca externa.Estimulação Cardíaca Artificial: Regulação da frequência de contração dos músculos cardíacos por um marca-passo artificial.Cirrose Hepática: A doença hepática na qual a microcirculação normal, a anatomia vascular no geral, e a arquitetura hepática têm sido destruídas e alteradas de modo variado por septos fibrosos ao redor de nódulos parenquimatosos regenerados ou em regeneração.Sódio: Membro do grupo de metais alcalinos. Possui o símbolo Na, o número atômico 11 e peso atômico 23.Insuficiência Venosa: Fluxo de sangue venoso prejudicado ou retorno venoso (estase venosa), geralmente causado por valvas venosas inadequadas. Com frequência, a insuficiência venosa ocorre nas pernas e está associada com EDEMA e, às vezes, com ÚLCERA POR ESTASE VENOSA nos quadris.Hemoglobinas: Proteínas carreadoras de oxigênio dos ERITRÓCITOS. São encontradas em todos os vertebrados e em alguns invertebrados. O número de subunidades de globina na estrutura quaternária da hemoglobina difere entre as espécies. As estruturas variam de monoméricas a uma vasta possibilidade de arranjos multiméricos.Circulação Colateral: Manutenção do fluxo de sangue para um órgão apesar da obstrução do vaso principal. O fluxo de sangue é mantido através de pequenos vasos.Modelos Anatômicos: Representação tridimensional para mostrar estruturas anatômicas. Para ensinar, praticar e estudar pode-se usar modelos no lugar de animais ou organismos intactos.Choque Séptico: Sepse associada à HIPOTENSÃO ou hipoperfusão, apesar de restauração adequada de líquido. As anormalidades da perfusão podem incluir, mas não estão limitadas a ACIDOSE LÁCTICA, OLIGÚRIA ou alteração aguda no estado mental.Fenômenos Fisiológicos Cardiovasculares: Processos e propriedades do SISTEMA CARDIOVASCULAR como um todo, ou qualquer de suas partes.Sistema Cardiovascular: CORAÇÃO e VASOS SANGUÍNEOS, através dos quais o SANGUE é bombeado e circula pelo corpo.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Enalapril: Um dos inibidores da enzima conversora da angiotensina utilizada para tratar HIPERTENSÃO e a INSUFICIÊNCIA CARDÍACA.Edema Pulmonar: Acúmulo excessivo de fluido extravascular no pulmão, uma indicação de uma doença ou distúrbio básico (subjacente) sério. O edema pulmonar impede a TROCA GASOSA PULMONAR eficiente nos ALVÉOLOS PULMONARES, e pode oferecer risco à vida.Anestesia IntratraquealPressão Parcial: Pressão que seria exercida por um componente de uma mistura de gases se ele estivesse presente sozinho ou em um contêiner. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Prostaglandinas: Grupo de compostos derivados do ácido graxo insaturado de vinte carbonos, geralmente o ácido araquidônico, através da via da cicloxigenase. São mediadores potentes de um grupo diverso de processos biológicos.TetrazóisFenilpropionatosEstenose da Valva Aórtica: Constrição patológica que pode acontecer acima (estenose supravalvar), abaixo (estenose subvalvar), ou na VALVA AÓRTICA. Caracteriza-se por fluxo restrito do VENTRÍCULO ESQUERDO para a AORTA.Ritodrina: Agonista beta-2 adrenérgico utilizado no controle do TRABALHO DE PARTO PREMATURO.Receptor de Endotelina A: Subtipo de receptor de endotelina encontrado predominantemente no MÚSCULO LISO VASCULAR. Tem uma alta afinidade para ENDOTELINA-1 e ENDOTELINA-2.Reologia: Estudo da deformação e fluxo de uma substância, usualmente líquidos ou fluidos, e do fluxo plástico de sólidos. O conceito cobre consistência, dilatância, liquefação, resistência ao fluxo, cisalhamento, tixotropia e VISCOSIDADE.Descanso: Liberdade de atividade.Remodelação Ventricular: Alterações geométrica e estrutural que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS sofrem, geralmente depois de um INFARTO DO MIOCÁRDIO. Compreende a expansão do infarto e dilatação dos segmentos ventriculares saudáveis. Embora a maioria prevaleça no ventrículo esquerdo, também pode ocorrer no ventrículo direito.Veias Hepáticas: Veias que drenam o fígado.Teprotida: Nonapeptídeo sintético (Pir-Trp-Pro-Arg-Pro-Gln-Ile-Pro-Pro) idêntico ao do peptídeo do veneno de cobra Bothops jararaca. Atua como inibidor de cininase II e ANGIOTENSINA I e tem sido sugerida como um agente anti-hipertensivo.Vasos Retinianos: Vasos sanguíneos que nutrem e drenam a retina.Anóxia: Ausência relativamente total de oxigênio em um ou mais tecidos.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Anestesia Geral: Procedimento em que os pacientes são induzidos a um estado de inconsciência por meio do uso de vários medicamentos, a fim de que não sintam dor durante a cirurgia.Antagonistas de Receptores de Angiotensina: Agentes que antagonizam os RECEPTORES DE ANGIOTENSINA. Muitas drogas desta classe são dirigidas especificamente ao RECEPTOR TIPO 1 DE ANGIOTENSINA.Coração Auxiliar: Pequenas bombas, com frequência implantáveis, projetadas para ajudar temporariamente o coração, geralmente o VENTRÍCULO ESQUERDO, a bombear sangue. Consistem de uma câmara de bombeamento e uma fonte de energia, que podem ser parcial ou totalmente externas ao corpo e ativadas por motores eletromagnéticos.Processos Fisiológicos Respiratórios: Ações e eventos biológicos que apoiam as funções do SISTEMA RESPIRATÓRIO.Inibidores de Fosfodiesterase: Compostos que inibem ou antagonizam a biossíntese ou ações das fosfodiesterases.Valva Aórtica: Válvula localizada entre o ventrículo esquerdo e a aorta ascendente que previne o refluxo de sangue para dentro do ventrículo esquerdo.Lipressina: Hormônio antidiurético suíno (VASOPRESSINAS). É um nonapeptídeo cíclico que difere da ARGININA VASOPRESSINA por um aminoácido contendo uma LISINA no resíduo 8 ao invés de uma ARGININA. A lisina-vasopressina é utilizada para tratar DIABETES INSÍPIDO ou corrigir o tono vasomotor e a PRESSÃO ARTERIAL.Natriuréticos: Substâncias químicas endógenas ou exógenas que regulam o EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO no corpo. Consistem em compostos peptídicos e não peptídicos.Método Duplo-Cego: Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual ambos, grupos estudados e investigador, desconhecem quem está recebendo o fator em questão. (Tradução livre do original: Last, 2001)Ponte Cardiopulmonar: Desvio do fluxo sanguíneo da entrada do átrio direito diretamente para a aorta (ou artéria femoral) através de um oxigenador, desviando desse modo o coração e os pulmões.Cloreto de Sódio: Sal de sódio ubíquo que é comumente usado para temperar comida.Sulfonamidas: Grupo de compostos que contêm a estrutura SO2NH2.Estenose das Carótidas: Estreitamento ou restrição em qualquer parte das ARTÉRIAS CARÓTIDAS, mais frequentemente por formação de placas ateroscleróticas. As ulcerações podem formar placas ateroscleróticas e induzir a formação de TROMBOS. Os êmbolos de colesterol ou plaquetas podem surgir de lesões carótidas estenóticas e induzir um ATAQUE ISQUÊMICO TRANSITÓRIO, ACIDENTE CEREBROVASCULAR, ou cegueira temporária (AMAUROSE FUGAZ). (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp 822-3)Artéria Retiniana: Artéria central da retina juntamente com suas ramificações. Origina-se da artéria oftálmica, penetra no nervo óptico correndo através do seu centro, penetra no olho através do disco óptico e ramifica-se a fim de irrigar a retina.Antagonistas de Prostaglandina: Compostos que inibem a ação das prostaglandinas.Hipertensão Renovascular: Hipertensão devido à compressão ou OBSTRUÇÃO DA ARTÉRIA RENAL.Artérias Carótidas: Cada uma das duas principais artérias em ambos os lados do pescoço, que suprem de sangue a cabeça e o pescoço. Cada uma se divide em dois ramos, a artéria carótida interna e artéria carótida externa.Hemofiltração: Técnica de ULTRAFILTRAÇÃO extracorpórea sem HEMODIÁLISE, para tratamento da sobrecarga de fluidos e distúrbios eletrolíticos que afetam as funções renal, cardíaca ou pulmonar.ômega-N-Metilarginina: Inibidor competitivo da enzima óxido nítrico sintetase.

*  Instabilidade hemodinâmica - Wikipedia
Instabilidade hemodinâmica é um termo que se reporta comummente, na área médica, a uma pressão arterial persistentemente ... A Instabilidade Hemodinâmica, ocorrer devido a um aumento da pressão intratorácica, que acarretará na diminuição do retorno ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Instabilidade_hemodin%C3%A2mica
*  Hemodinâmica - Wikipedia
Hemodinâmica é o capítulo da Fisiologia que estuda a circulação do sangue. Para termos uma ideia, é o equivalente da ... A hemodinâmica, estudada em fisiologia, é estudada de uma maneira mais aprofundada na especialidade de cardiologia. Pode ser ... separada em três grandes capítulos: A hemodinâmica venosa é mais complexa pois não há uma bomba a criar um gradiente de ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Hemodin%C3%A2mica
*  PPT - Hemodinâmica das Valvopatias PowerPoint Presentation - ID:943499
Hemodinâmica das Valvopatias. Márcio Alves de Urzêda, MD, MSc. INSUFICIÊNCIA MITRAL. Cálculo de área valvar. Lei de Torricelli ... PowerPoint Slideshow about 'Hemodinâmica das Valvopatias' - kalea. Download Now An Image/Link below is provided (as is) to ... Hemodinâmica das Valvopatias -. márcio alves de urzêda, md, msc. insuficiÊncia mitral. cálculo de área valvar. lei de ... Hemodinâmica das Valvopatias. Márcio Alves de Urzêda, MD, MSc. INSUFICIÊNCIA MITRAL. Cálculo de área valvar. Lei de Torricelli ...
  https://www.slideserve.com/kalea/hemodin-mica-das-valvopatias
*  Ordem dos Médicos quer Hemodinâmica na região
O BASTONÁRIO da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirmou na sexta-feira que está empenhado e a desenvolver esforços para a que a região possa ter um serviço de cardiologia de intervenção, especialidade que é praticada nas unidades de hemodinâmica.. "É absolutamente fundamental. As pessoas que vivem aqui não têm exatamente a mesma equidade no acesso aos cuidados de saúde que têm as pessoas que vivem noutras zonas e regiões", disse, sublinhando que é importante "respeitar aquilo que é o código genético do Serviço Nacional de Saúde (SNS).. A falar na cerimónia de entrega das batas brancas aos estudantes de Medicina da UBI, este responsável não especificou qual a localização ideal para desenvolver esse serviço, mas vincou que a resposta deverá abranger a região da Guarda, Covilhã, Castelo Branco e até Portalegre.. Tal, corresponde exatamente ao projeto que está traçado para a Covilhã, localização que também é apontada pela Coordenação Nacional das ...
  https://www.jornaldofundao.pt/saude/ordem-dos-medicos-quer-hemodinamica-na-regiao/
*  Simulação computacional da hemodinâmica em artérias humanas
O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia ...
  http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/79535
*  SonoSite introduz o novo perfil BioZ Cardio na Anestesia de Hemodinâmica de acompanhamento | SonoSite | BR
Foi pioneira pela NASA na década de 1960, a monitorização hemodinâmica ICG tem sido tradicionalmente usada para tratar ... Foi pioneira pela NASA na década de 1960, a monitorização hemodinâmica ICG tem sido tradicionalmente usada para tratar ... SonoSite introduz o novo perfil BioZ Cardio na Anestesia de Hemodinâmica de acompanhamento. ...
  https://www.sonosite.com/br/blog/sonosite-introduz-o-novo-perfil-bioz-cardio-na-anestesia-de-hemodin%C3%A2mica-de-acompanhamento
*  Pesquisa: Monitoracao Hemodinamica no Politrauma o Que e Melhor | MedicinaNET
"Monitoracao Hemodinamica no Politrauma o Que e Melhor". Sua busca por "Monitoracao Hemodinamica no Politrauma o Que e Melhor" ... Monitoração hemodinâmica no politrauma: o que é melhor? - 15 min ...Nesta aula, o dr. José Paulo Ladeira investiga qual é a ...
  http://www.medicinanet.com.br/pesquisas/monitoracao_hemodinamica_no_politrauma_o_que_e_melhor.htm
*  Hemodinâmica | Hospital Icaraí
Na Hemodinâmica do Hospital Icaraí são realizados procedimentos vasculares, coronarianos e cerebrais de alta complexidade e ...
  http://www.hospitalicarai.com.br/hemodinamica/
*  Hemodinâmica | Hospital São Carlos
... o Hospital São Carlos dispõe de um dos mais modernos Centros de Hemodinâmica do país, preparado para realizar um dos mais ... Hemodinâmica Preocupado em oferecer os mais avançados recursos da medicina a seus clientes, o Hospital São Carlos dispõe de um ... dos mais modernos Centros de Hemodinâmica do país, preparado para realizar um dos mais completos leques de opções diagnosticas ...
  http://www.hospitalsaocarlos.com.br/servicos/hemodinamica
*  Alterações da mecânica respiratória e hemodinâmica após protocolo de fisioterapia respiratória em pacientes com ventilação...
Alterações da mecânica respiratória e hemodinâmica após protocolo de fisioterapia respiratória em pacientes com ventilação ... Alterações da mecânica respiratória e hemodinâmica após protocolo de fisioterapia respiratória em pacientes com ventilação ... Alterações da mecânica respiratória e hemodinâmica após protocolo de fisioterapia respiratória em pacientes com ventilação ...
  http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/69176
*  Hemodinâmica
... Parceira da Hemodinâmica brasileira desde seus primeiros anos de funcionamento, a TEB é referência na área. ...
  http://www.teb.com.br/produtos/hemodinamica/
*  Monitorização hemodinâmica - A sua Medicina em Casa
O futuro da monitorização hemodinâmica Março 4, 2016. /dentro Medicina Intensiva, Monitorização hemodinâmica /by Dr. Augusto ... Quais os paradigmas da monitorização hemodinâmica? Agosto 27, 2014. /dentro Medicina Intensiva, Monitorização hemodinâmica /by ... dentro Medicina Intensiva, Monitorização hemodinâmica /by Dr. Augusto Faria. Considera-se que um doente está em choque quando ... dentro Medicina Intensiva, Monitorização hemodinâmica /by Dr. Augusto Faria. Apesar do DC ser sempre igual em qualquer secção ...
  http://medicinaemcasa.com/monitorizacao-hemodinamica-cat/
*  Visão Crítica da Otimização Hemodinâmica na Sepse
VMNI no pós operatório e em procedimentos Ricardo Goulart Rodrigues [email protected] Cenário Atual Cada ano são realizadas aprox. 234 milhões de cirurgias com anestesia geral ou raqui. Complicações pulmonares ocorrem em 9 -40% das cirurgias. Podem aumentar tempo de internação, morbidade, mortalidade e custos hospitalares. Importância de escores de fatores de risco para complicações pulmonares Chiumello D, et Al. Intensive Care Med 2011;37(6):918-929 Hess D, et Al.. Respir Care 2013;58(6):950-969 Alterações Pulmonares Variam de acordo com o tipo e tempo de cirurgia. Atelectasias  Shunt  Hipoxemia Disfunção dos mm respiratórios ( pp Diafragma) com queda da Capacidade Vital ( anestesia, manipulação) Redução dos volumes pulmonares ( indução, cir abd e torácica) TEP, Broncoespasmo, SIRS (CEC), Paralisia Nervo frênico, TRALI Preditores de Complicações pulmonares Tipo de Cirurgia Duração da Cirurgia ( , 3-4h) ASA , 2 Obesidade Idade , 60 anos Jaber S et Al. ...
  http://slidegur.com/doc/100291/vis%C3%A3o-cr%C3%ADtica-da-otimiza%C3%A7%C3%A3o-hemodin%C3%A2mica-na-sepse
*  Sopro com Repercussão Hemodinâmica? Quê bicho é esse? - SoproNoCoração
Sopro sem Repercussão Hemodinâmica? Quê bicho é esse? Isso é grave? Devo me preocupar? ... Sem repercussão hemodinâmica.. Repercussão Hemodinâmica: o que é?. Quando o cardiologista usa o termo repercussão hemodinâmica ... Sopro com Repercussão Hemodinâmica? Sopro sem Repercussão Hemodinâmica? Quê bicho é esse? Já não bastava me assustar com a ... Situações SEM Repercussão Hemodinâmica:. Então, não ter repercussão hemodinâmica significa que o coração do paciente é saudável ...
  http://sopronocoracao.com/sopro-com-repercussao-hemodinamica-sem-repercussao/
*  Emprego de Vendedor Externo - Hemodinâmica - São Paulo - SP
Emprego de Vendedor Externo - Hemodinâmica - São Paulo - SP 29/06/2015. , São Paulo-SP/BR , BRL , Médio , Efetiva , 6 Meses , ...
  https://www.empregasampa.com/2015/06/emprego-de-vendedor-externo-hemodinamica-sao-paulo-sp.html
*  XVII Jornada Brasileira de Enfermagem em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - PDF
XVII Jornada Brasileira de Enfermagem em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista Reserva de Fluxo Fracionado - FFR Recurso ... Laboratório de Hemodinâmica Serviço de Cardiologia I C.H.L.N. Diogo Torres Laboratório de Hemodinâmica Serviço de Cardiologia I ... Cardiologia Hemodinâmica 1 Concurso Público 2011 Cardiologia Hemodinâmica Questão 1: Homem de 40 anos de idade, brasileiro (RJ ... Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista Hospital São Paulo Hospital do Rim e Hipertensão UNIFESP - EPM Curso de ...
  http://docplayer.com.br/1325979-Xvii-jornada-brasileira-de-enfermagem-em-hemodinamica-e-cardiologia-intervencionista.html
*  Hospital e Maternidade Paulo Sacramento ganha nova área de Hemodinâmica - GNDI
Hospital e Maternidade Paulo Sacramento ganha nova área de Hemodinâmica. Inauguração do espaço será nesta quinta-feira, 26/10, ... Hospital e Maternidade Paulo Sacramento ganha nova área de Hemodinâmica. O Grupo Saúde 24/10/2017 ... A capacidade de atendimento do novo espaço de Hemodinâmica do Hospital e Maternidade Paulo Sacramento será de 600 exames por ... seu novo espaço de Hemodinâmica. Localizada no primeiro andar do Hospital, à rua XV de novembro, 865, no centro de Jundiaí, a ...
  http://www.gndi.com.br/grupo/imprensa/hospital-e-maternidade-paulo-sacramento-ganha-nova-area-de-hemodinamica
*  Hemodinâmica do Francisca Mendes volta a funcionar nesta quinta-feira - Manaus Alerta
Hemodinâmica do Francisca Mendes volta a funcionar nesta quinta-feira. 29 de junho de 2017 ... A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informa que a máquina de hemodinâmica do Hospital Universitário Francisca Mendes, que ...
  https://manausalerta.com.br/hemodinamica-do-francisca-mendes-volta-funcionar-nesta-quinta-feira/
*  Unidades de Radiologia Intervencionista/Hemodinâmica: caracterização do enfermeiro e da estrutura da unidade - PDF
Artigo Original Unidades de Radiologia Intervencionista/Hemodinâmica: caracterização do enfermeiro e da estrutura da unidade ... Este estudo descritivo se propôs a conhecer o perfil do enfermeiro e caracterizar as unidades de hemodinâmica e radiologia que ... O número médio de enfermeiros atuando em unidades de hemodinâmica e radiologia nos hospitais governamentais foi de 2,8 e nos ... PROTEÇÃO RADIOLÓGICA NO PROCESSO DE TRABALHO EM HEMODINÂMICA: O OLHAR DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR International Joint Conference ...
  http://docplayer.com.br/2165348-Unidades-de-radiologia-intervencionista-hemodinamica-caracterizacao-do-enfermeiro-e-da-estrutura-da-unidade.html
*  EMS Technical Solutions - Manutenção Equipamentos Tomografia, Hemodinamica, Arcos Cirurgicos, Mamografos, Tubo RX GE,...
Empresa especializada na manutencao preventiva e corretiva de equipamentos de imagem. Tomografia Computadorizada, Hemodinamicas, Mamografia, Raio X, Densitometria e Arco Cirurgico
  http://emsts.com.br/index.php
*  DPOC descompensado | MedicinaNET
ü instabilidade hemodinâmica. ü incapacidade de proteger as vias aéreas ü secreção excessiva ...
  http://www.medicinanet.com.br/conteudos/casos/1296/dpoc_descompensado.htm

Vaso sanguíneo: Os vasos sanguíneos são órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo da maior parte dos seres-vivos, como o ser humano, por onde circula o sangue: artérias, arteríolas, vênulas, veias e capilares.Hemodinâmica: Hemodinâmica é o capítulo da Fisiologia que estuda a circulação do sangue. Para termos uma ideia, é o equivalente da hidrodinâmica se o líquido fosse água e não sangue.American Kennel Club: American Kennel Club (ou AKC), é um dos maiores clubes de registro de genealogias de cachorro de sangue puro nos Estados Unidos. Fundado em 1884, o AKC registrou só em 2006 mais de 900.SobretreinamentoRim: Rim (lat. ren, grc.Volemia: Volemia é um termo médico para a quantidade de sangue circulando no corpo. Em um humano adulto ela é de aproximadamente 75 ml/kg logo um homem de 60 kg possui cerca de 4,5 litros de sangue.Oxigénio dissolvido: Oxigénio dissolvido (OD ou DO), ou por vezes saturação em oxigénio, é uma medida relativa da quantidade de oxigénio que está dissolvido num determinado fluido ou é por ele transportado. A unidade padrão é em geral miligramas por litro (mg/l) ou partes por milhão (ppm).Respirómetro: Um respirómetro um aparelho que mede a taxa de respiração de um organismo vivo: mede a taxa de troca de oxigénio e dióxido de carbono.Hipertensão portalArtéria: Artérias são vasos sanguíneos que carregam sangue a partir dos ventrículos do coração para todas as partes do nosso corpo. Elas se contrastam com as veias, que carregam sangue em direção aos átrios do coração.Hipertensão arterialClassificação funcional da New York Heart Association: A Classificação funcional da New York Heart Association (NYHA) proporciona um meio simples de classificar a extensão da insuficiência cardíaca. Categoriza os doentes em uma de quatro categorias baseada na limitação da atividade física (dispnéia).Hematócrito: Hematócrito (ou Ht ou Htc) é a percentagem de volume ocupada pelos glóbulos vermelhos ou hemácias no volume total de sangue.Achy Breaky Heart: "Achy Breaky Heart" é uma canção escrita por Don Von Tress, e gravada pelo cantor country Billy Ray Cyrus, lançada em 1992 no álbum Some Gave All. Tornou-se o primeiro single a atingir o status de platina triplo na Austrália e o mais vendido no país em 1992.Renina: A renina ou angiotensinogenase é uma enzima circulante liberada pelas células justaglomerulares dos rins em resposta a uma série de estímulos fisiológicos e provoca a ativação do sistema renina-angiotensina-aldosterona.Podócito: Podócitos são células do epitélio visceral dos rins que formam um importante componente da barreira de filtração glomerular, contribuindo para a seletividade de tamanho e mantendo uma superfície de filtração massiva.Cateter de Swan-Ganz: O cateter de Swan-Ganz é um cateter flexível e fabricado em poliuretano que, introduzido através de uma veia central de adequado calibre, chega as estruturas cardíacas e pulmonares.Sulfona: Uma sulfona é um composto químico contendo um grupo sulfonil ligado a dois átomos de carbono. A estrutura é análoga à das cetonas.Veia cubital mediana: Veia cubital mediana (ou veia basílica mediana), na anatomia humana, é uma veia superficial do membro superior. Ela conecta a veia basílica e a veia cefálica e freqüentemente é utilizada para punção venosa (retirar sangue).Fluidodinâmica computacional: Fluidodinâmica computacional ou dinâmica dos fluidos computacional (em inglês: Computational Fluid Dynamics — CFD), pode ser descrita de forma generalizada como a simulação numérica de todos aqueles processos físicos e/ou físico-químicos que apresentam escoamento.Hipercapnia: Hipercapnia é o aumento do gás carbônico no sangue arterial que pode ser provocada por uma hipoventilação alveolar (em caso de asfixia, por exemplo). Os hormônios da tireóide aumentam a resposta respiratória à hipercapnia.VasodilataçãoHipotensãoProstaciclinaChoque circulatórioCapilar sanguíneo: Os capilares sanguíneos, ou vasos capilares, são vasos sanguíneos do sistema circulatório com forma de tubos de pequeníssimo calibre. Constituem a rede de distribuição e recolhimento do sangue nas células.


  • resposta
  • Num doente em choque dever-se-ão fazer desafios de volume (fluid challenge) repetidos (15 ml/kg em 30 minutos), monitorizando a resposta hemodinâmica (frequência cardíaca e PA) bem como a PVC (até 8-12 mmHg se em respiração espontânea ou 12-15 mmHg se ventilado). (medicinaemcasa.com)
  • Sistema
  • Trata-se de uma técnica com base na hemodinâmica, cuja finalidade é a de restabelecer a drenagem do sistema venoso superficial para o profundo, re-direccionando o sangue venoso das veias doentes para as que estão saudáveis e aptas para esta drenagem. (wikipedia.org)
  • O presente resumo, relata surto de infecção por este agente, possivelmente relacionado à contaminação do esfigmomanômetro utilizado para calibração do sistema de monitorização hemodinâmica. (wikipedia.org)
  • pacientes com
  • Foi pioneira pela NASA na década de 1960, a monitorização hemodinâmica ICG tem sido tradicionalmente usada para tratar pacientes com insuficiência cardíaca e hipertensão, e está agora pronto para desempenhar um papel significativo na suite anestesia. (sonosite.com)
  • grandes
  • Portanto, sem querer correr grandes riscos diria que o futuro da monitorização hemodinâmica poderá residir no desenvolvimento de novas tecnologias, novos parâmetros hemodinâmicos, novos métodos de análise e de avaliação. (medicinaemcasa.com)