Fístula Vascular: Passagem anormal entre dois ou mais VASOS SANGUÍNEOS, entre ARTÉRIAS, ou entre uma artéria e uma veia.Fístula: Comunicação anormal observada com maior frequência entre dois órgãos internos, ou entre um órgão interno e a superfície corporal.Fístula Arteriovenosa: Comunicação direta anormal entre artéria e veia sem passar pelos CAPILARES. Uma fístula arteriovenosa geralmente leva à formação de uma conexão semelhante a um saco dilatado (aneurisma arteriovenoso). As localizações e os tamanhos dos desvios determinam o grau dos efeitos nas funções cardiovasculares, como PRESSÃO ARTERIAL e FREQUÊNCIA CARDÍACA.Fístula Intestinal: Passagem anatômica anormal entre o INTESTINO e qualquer segmento do intestino ou outro órgão. A fístula intestinal externa está conectada à PELE (fístula enterocutânea). A fístula intestinal interna pode estar conectada a vários órgãos, como ESTÔMAGO (fístula gastrocólica), TRATO BILIAR (fístula colecistoduodenal) ou BEXIGA URINÁRIA do TRATO URINÁRIO (fístula colovesical). Entre os fatores de risco estão os processos inflamatórios, câncer, tratamento por radiação e acidentes cirúrgicos (ERROS MÉDICOS).Fístula Cutânea: Passagem ou comunicação anormal entre um órgão interno e a superfície do corpo.Fístula Brônquica: Via de passagem anormal ou comunicação entre um brônquio e outra parte do corpo.Fístula Retal: Passagem anatômica anormal conectando o RETO com o exterior, com um orifício no lugar da drenagem.Fístula Gástrica: Via anormal comunicando com ESTÔMAGO.Fístula Urinária: Passagem anormal em qualquer parte do TRATO URINÁRIO, entre si ou com outros órgãos.Fístula Esofágica: Passagem anormal comunicando com ESÔFAGO. O tipo mais comum é a FÍSTULA TRAQUEOESOFÁGICA entre esôfago e TRAQUEIA.Fístula Biliar: Passagem anormal em qualquer órgão do trato biliar ou entre órgãos biliares e outros órgãos.Fístula Pancreática: Via anormal comunicando com o PÂNCREAS.Fístula Retovaginal: Passagem anatômica anormal entre o RETO e VAGINA.Fístula Vesicovaginal: Passagem anatômica anormal entre a BEXIGA URINÁRIA e VAGINA.Fístula do Sistema Respiratório: Passagem anormal de comunicação entre qualquer componente do trato respiratório ou entre qualquer parte do sistema respiratório e órgãos vizinhos.Fístula Vaginal: Passagem anatomicamente anormal que conecta a VAGINA a outros órgãos, como BEXIGA (FÍSTULA VESICOVAGINAL) ou reto (FÍSTULA RETOVAGINAL).Fístula Traqueoesofágica: Passagem anormal entre ESÔFAGO e TRAQUEIA, adquirida ou congênita, frequentemente associada com ATRESIA ESOFÁGICA.Fístula da Bexiga Urinária: Passagem anormal na BEXIGA URINÁRIA ou entre a bexiga e qualquer órgão circunvizinho.Fístula Artério-Arterial: Comunicação anormal entre duas ARTÉRIAS, que pode resultar de lesão ou ocorrer como uma anomalia congênita.Derivação Arteriovenosa Cirúrgica: Derivação cirúrgica que permite a passagem direta de sangue de uma artéria a uma veia. (Dorland, 28a ed)Fístula Carotidocavernosa: Anormalidade espontânea ou adquirida em que há comunicação entre SEIO CAVERNOSO (uma estrutura venosa) e ARTÉRIAS CARÓTIDAS. Frequentemente está associada com TRAUMATISMO DA CABEÇA, especificamente fraturas basilar do crânio (FRATURA BASILAR DO CRÂNIO). Entre os sinais clínicos, estão frequentemente os TRANSTORNOS DA VISÃO e HIPERTENSÃO INTRACRANIANA.Fístula do Sistema Digestório: Passagem anormal de comunicação entre qualquer componente do sistema digestório ou entre qualquer parte do sistema digestório e órgão(s) vizinho(s).Malformações Vasculares do Sistema Nervoso Central: Anormalidades congênitas, hereditárias ou adquiridas envolvendo ARTÉRIAS, VEIAS ou seios venosos no ENCÉFALO, MEDULA ESPINAL e MENINGES.Doenças Pleurais: Doenças que acometem a PLEURA.Fístula Bucal: Via de passagem anormal dentro da boca comunicando duas mais estruturas anatômicas entre si.Seio Cavernoso: Espaço venoso, de formato irregular, localizado na dura-máter em cada lado do osso esfenoide.Embolização Terapêutica: Método de hemóstase usando vários agentes [Gelfoam, Silastic, metal, vidro ou pellets plásticos, coágulo autólogo, gordura e músculo] como êmbolo. Tem sido usada nos tratamentos da medula espinal, MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS INTRACRANIANAS, fístulas arteriovenosas renais, sangramento gastrointestinal, epistaxe, hiperesplenismo, certos tumores altamente vascularizados, rupturas traumáticas de vasos sanguíneos e controle de hemorragia cirúrgica.Duodenopatias: Afecções na região do DUODENO do INTESTINO DELGADO.Doenças Uretrais: Processos patológicos envolvendo a URETRA.Atresia Esofágica: Anormalidade congênita caracterizada pela ausência de desenvolvimento completo do ESÔFAGO, que normalmente ocorre com FÍSTULA TRAQUEOESOFÁGICA. Entre os sintomas estão SALIVAÇÃO excessiva, ENGASGO, CIANOSE e DISPNEIA.Veias Braquiocefálicas: Veias calibrosas localizadas em cada lado da base do pescoço. São formadas pela junção das veias jugular interna e subclávia. Drenam sangue proveniente da cabeça e extremidades superiores. Unem-se para formar a veia cava superior.Fístula Bucoantral: Fístula entre o seio maxilar e a cavidade oral.Diálise Renal: Terapia para a purificação insuficiente do SANGUE pelos rins, baseado na diálise e incluindo a hemodiálise, DIÁLISE PERITONEAL e HEMODIAFILTRAÇÃO.Dura-Máter: A mais externa das três MENINGES, uma membrana fibrosa de tecido conjuntivo que cobre o encéfalo e cordão espinhal.Doenças da Aorta: Processos patológicos envolvendo qualquer parte da AORTA.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Retalhos Cirúrgicos: Pedaços de pele e tecido subcutâneo, às vezes incluindo músculos retirados de partes subjacentes, porém frequentemente ainda presas a uma extremidade. Eles retêm a própria microvasculatura que também é transferida para o novo local. São utilizados em cirurgias plásticas para reparar um defeito em região vizinha.Grau de Desobstrução Vascular: Grau em que os VASOS SANGUÍNEOS não estão bloqueados ou obstruídos.Doenças do Colo: Processos patológicos na região do COLO do INTESTINO GROSSO.Anomalias dos Vasos Coronários: Malformações de VASOS CORONÁRIOS, sejam artérias ou veias. Entre as origens anômalas das artérias coronárias estão FÍSTULA ARTERIOVENOSA, ANEURISMA CORONÁRIO, PONTE MIOCÁRDICA e outros.Veias: Vasos que transportam sangue para fora do leito capilar.

*  Hemorragia digestiva alta - Wikipedia

Duodeno Úlcera duodenal: Também é uma causa frequente, associada a infecção por H. pylori; Malformação vascular: Pode ser ... congênita ou degenerativa; Hemorragia da via biliar ou pancreática: Pode ser por câncer, por fístula, ruptura de aneurisma... ... Ectasia vascular gástrica: Dilatação e enfraquecimento dos vasos sanguíneos do estômago. ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hemorragia_digestiva_alta

*  Anomalia vascular - Wikipedia

Elas constituem 14% de todas as malformações vasculares. Malformação arterial Fístula arteriovenosa : uma lesão onde ocorre ... divide as anomalias vasculares em dois grandes grupos: tumores vasculares e malformações vasculares Embora a aparência de ambos ... Malformação vascular é um termo coletivo para diferentes doenças ocasionadas por erros no desenvolvimento vascular. Pode ser ... A prevalência estimada de anomalias vasculares é de 4,5%. Anomalias vasculares podem ocorrer em qualquer parte do corpo (pele, ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Anomalia_vascular

*  Malformação vascular - Wikipedia

Malformação arterial Fístula arteriovenosa Malformação arteriovenosa (MAV) Uma combinação de duas ou mais malformações simples ... arteriovenosa Anomalias vasculares Tumor vascular Fishman SJ & Young AE. Slow-Flow Vascular Malformations, in Mulliken & ... Malformação vascular é uma anomalia vascular morfo-estrutural de vasos sanguíneos de diversos tipos. Pode ser formada por vasos ... Classificação de anomalias vasculares (em inglês) da Sociedade Internacional para o Estudo das Anomalias Vasculares Portal da ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Malformação_vascular

*  Traqueomalácia - Wikipedia

... como anéis vasculares, artéria inominada anômala, atresia esofagiana e fístula traqueoesofágica. Nos casos de traqueomalácia ... ou anormalidades vasculares, tais como arco aórtico duplo. No geral, esta condição é benigna, havendo resolução espontânea do ... sendo capaz de evidenciar colapso da parede traqueal devido a anomalias vasculares. Atualmente, pode ser feito também através ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Traqueomalácia

*  Doença renal crônica - Wikipedia

Não coçar a pele sobre a fístula. Evitar o uso de roupas apertadas no braço da fístula. Não colocar peso sobre a fístula. Não ... O acesso vascular ou acesso para hemodiálise é a via pela qual o sangue é retirado e devolvido ao paciente, durante a sessão de ... Por ser a união de uma veia com uma artéria, a fístula também é chamada de fístula artério venosa. O sangue é retirado da ... Esse tempo transcorrido entre a cirurgia e o momento ideal para usar a fístula é chamado de tempo de maturação da fístula, e ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doença_renal_crônica

*  Pneumotórax - Wikipedia

No entanto, em alguns casos, a persistência da passagem do ar cria uma fístula que pode manter o quadro por longo tempo. De ... contribuindo para aumento da pressão vascular pulmonar e suas conseqüências cardíacas. A cronificação do processo leva ao ... Punção venosa central infraclavicular e supraclavicular com cateter vascular Toracocentese Biópsia pleural Biópsia ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pneumotórax

*  Cirurgia vascular - Wikipedia

Para tratamento dos traumas vasculares Também a confecção de fístula artério-venosa para realização de hemodiálise em pacientes ... Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Clínica Vascular Zurbano en Madrid / Angiologia e Cirurgia Vascular do ... Cirurgia vascular é a especialidade médica que se ocupa do tratamento cirúrgico de doenças das artérias, veias e vasos ... A cirurgia vascular atua no diagnóstico, estudo e tratamento cirúrgico das enfermidades dos vasos. O tratamento cirúrgico pode ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cirurgia_vascular

*  CID-10 Capítulo XVII: Malformações congênitas, deformidades e anomalias cromossômicas - Wikipedia

... sem fístula Q39.1 Atresia de esôfago, com fístula traqueoesofágica Q39.2 Fístula traqueoesofágica congênita, sem atresia Q39.3 ... congênitas especificadas do sistema vascular periférico Q27.9 Malformação congênita não especificada do sistema vascular ... sem fístula Q42.2 Ausência, atresia e estenose congênita do ânus, com fístula Q42.3 Ausência, atresia e estenose congênita do ... fístula e cisto de origem branquial Q18.1 Seio, fístula e cisto pré-auricular Q18.2 Outras malformações da fenda branquial ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Capítulo_XVII:_Malformações_congênitas,_deformidades_e_anomalias_cromossômicas

*  Hemodiálise - Wikipedia

Na hemodiálise, o sangue é obtido por um acesso vascular, unindo uma veia e uma artéria superficial do braço (cateter venoso ... central ou fístula artério-venosa) e impulsionado por uma bomba até o filtro de diálise, também conhecido como dialisador. No ... Após ser retirado do paciente e filtrado pelo dialisador, o sangue é então devolvido ao paciente pelo acesso vascular. As ... uma vez que tal situação aumenta o risco para a ocorrência de um acidente vascular encefálico hemorrágico. Hemodiálise: a ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hemodiálise

*  Estomatologia - Wikipedia

Hemangioma Linfangioma Tumor glômico Angiossarcoma Hemangioendotelioma Hemagiopericitoma Fístula bucoantral Fístula nasobucal ... tumores de origem vascular. Leiomioma Rabdomioma Mioblastoma de células granulares Tumor melanótico neuroectodérmico da ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Estomatologia


anomalias vasculares


  • Algumas anomalias vasculares desafiam a classificação, havendo controvérsia sobre sua natureza: tumor ou malformação (ex. (wikipedia.org)
  • As anomalias vasculares também podem ser uma parte de uma síndrome e, ocasionalmente, podem ser adquiridos por trauma. (wikipedia.org)
  • Anomalias vasculares podem ocorrer em qualquer parte do corpo (pele, osso, fígado, intestinos, etc), mas em 60% dos pacientes são localizadas na região da cabeça e pescoço. (wikipedia.org)
  • No entanto, em 1982, Mulliken introduziu uma classificação que substituiu esses termos descritivos e orientou o manejo das várias anomalias vasculares. (wikipedia.org)
  • Esta classificação, baseada em aspectos clínicos, história natural e características celulares, divide as anomalias vasculares em dois grandes grupos: tumores vasculares e malformações vasculares Embora a aparência de ambos seja semelhante, há diferenças importantes. (wikipedia.org)
  • MLVC está associada com a Síndrome de Klippel-Trenaunay ML-MAV: malformação linfática - arteriovenosa MC-MAV: malformação capilar - arteriovenosa Anomalias vasculares Tumor vascular Fishman SJ & Young AE. (wikipedia.org)
  • Esta última, por sua vez, utiliza contraste esofagiano, sendo capaz de evidenciar colapso da parede traqueal devido a anomalias vasculares. (wikipedia.org)

Angiologia e Cirurgia Vascular


  • Em Portugal, o internato de Angiologia e Cirurgia Vascular compreende 72 meses de prática clínica e cirúrgica com avaliação final (teórica, prática e curricular). (wikipedia.org)

anomalia vascular


  • Anomalia vascular é toda desordem de estrutura ou crescimento de vasos sanguíneos, podendo ser congênita, hereditária ou adquirida. (wikipedia.org)
  • Uma anomalia vascular é uma espécie de mancha, sinal ou marca de nascença (nevo congênito) caracterizada por uma desordem do desenvolvimento vascular. (wikipedia.org)
  • Malformação vascular é uma anomalia vascular morfo-estrutural de vasos sanguíneos de diversos tipos. (wikipedia.org)

tumores vasculares


  • Podem ser classificadas em tumores vasculares, anomalias onde ocorre proliferação celular em alguma fase de seu desenvolvimento (ex. (wikipedia.org)
  • Tumores vasculares, muitas vezes referidos como hemangiomas, são os tumores mais comuns em crianças, ocorrendo em 1-2% delas. (wikipedia.org)
  • A prevalência é ainda maior (10%) em prematuros de muito baixo peso ao nascer.Os tumores vasculares são caracterizados por crescimento excessivo de vasos normais, que mostram aumento da proliferação endotelial. (wikipedia.org)
  • Existem diferentes tipos de tumores vasculares, os quais podem ser divididos em tumores benignos, tumores de malignidade intermediária e tumores malignos. (wikipedia.org)
  • Lesões de crianças maiores ou adultos, mesmo semelhantes, provavelmente são hemangiomas em regressão ou outros tumores vasculares, menos comuns. (wikipedia.org)
  • Hemangioendoteliomas são um grupo de tumores vasculares de comportamento incerto. (wikipedia.org)
  • Os tumores vasculares verdadeiramente malignos são o angiossarcoma e o hemangioendotelioma epitelióide. (wikipedia.org)

acidentes vasculares


  • Se esses vasos afectados forem no cérebro, podem ocorrer acidentes vasculares cerebrais (tromboses no cérebro). (wikipedia.org)
  • 21. Os acidentes vasculares encefálicos (AVE) têm pico de incidência entre as 7ª e 8ª décadas de vida. (blogspot.com)

podem ocorrer


  • A isquemia digital, fácil formação de hematoma, epistaxe, doença ácido-péptica ou hemorragia gastrointestinal podem ocorrer devido a estase vascular ou trombocitose. (wikipedia.org)

Pode


  • Hemorragia da via biliar ou pancreática: Pode ser por câncer, por fístula, ruptura de aneurisma. (wikipedia.org)
  • pode também ser resultado de processos difusos ou alterações localizadas, como anéis vasculares, artéria inominada anômala, atresia esofagiana e fístula traqueoesofágica. (wikipedia.org)
  • O exame radiográfico pode revelar hiperinsulação, exacerbado estreitamento do lúmen traqueal durante o processo de expiração, ou anormalidades vasculares, tais como arco aórtico duplo. (wikipedia.org)
  • Entre as doenças vasculares passíveis de tratamento cirúrgico pode-se citar: Oclusões arteriais - Causadas geralmente por trombos ou placas ateromatosas Aneurismas - Dilatações arteriais Varizes - Dilatações venosas Anastomoses de artérias e veias - Para tratamento dos traumas vasculares Também a confecção de fístula artério-venosa para realização de hemodiálise em pacientes portadores de insuficiência renal crônica em geral é conduzida por cirurgião vascular. (wikipedia.org)

vasos


  • Ectasia vascular gástrica: Dilatação e enfraquecimento dos vasos sanguíneos do estômago. (wikipedia.org)
  • Cirurgia vascular é a especialidade médica que se ocupa do tratamento cirúrgico de doenças das artérias, veias e vasos linfáticos. (wikipedia.org)
  • A cirurgia vascular atua no diagnóstico, estudo e tratamento cirúrgico das enfermidades dos vasos. (wikipedia.org)

arterial


  • Em outros casos, são adquiridas ao longo da vida, às vezes por trauma São classificadas em dois grupos principais: malformações vasculares de baixo fluxo, caso em que não têm componente arterial, e malformações vasculares de alto fluxo, caso em que têm componente arterial em sua estrutura. (wikipedia.org)
  • Malformação arterial Fístula arteriovenosa Malformação arteriovenosa (MAV) Uma combinação de duas ou mais malformações simples, envolvendo mais de um tipo de vaso sanguíneo. (wikipedia.org)
  • Doppler (Ecografia Vascular) Arterial e Venoso dos membros, de carótidas e vertebrais. (portalhsr.com.br)

acesso


  • Na hemodiálise, o sangue é obtido por um acesso vascular, unindo uma veia e uma artéria superficial do braço (cateter venoso central ou fístula artério-venosa) e impulsionado por uma bomba até o filtro de diálise, também conhecido como dialisador. (wikipedia.org)
  • Após ser retirado do paciente e filtrado pelo dialisador, o sangue é então devolvido ao paciente pelo acesso vascular. (wikipedia.org)
  • Confecção de acesso definitivo para hemodiálise (fístula). (portalhsr.com.br)

Hemangiomas


  • Slow-Flow Vascular Malformations, in Mulliken & Young's Vascular Anomalies, Hemangiomas and Malformations/ John B. Mulliken, Patricia E. Burrows, Steven J. Fishman. (wikipedia.org)

Estudo


  • A angiologia encarrega-se do estudo, diagnóstico e tratamento clínico das doenças vasculares. (wikipedia.org)

conduzida


  • 22. O acidente vascular encefálico (AVE) é uma emergência médica conduzida prontamente por equipe médica coordenada por neurologista. (blogspot.com)