Equinococose: Infecção causada pela infestação da forma larvária de Tênias do gênero Echinococcus. Fígado, pulmões e rins são as áreas mais comuns de infestação.Equinococose Hepática: Doença hepática causada por infecção com tênias parasitas do gênero ECHINOCOCCUS, como "Echinococcus granulosus" ou "Echinococcus multilocularis". Os ovos ingeridos do Echincoccus se alojam na mucosa intestinal. A migração das larvas para o fígado através da VEIA PORTA produz vesículas aquosas (Cistos Hidatídicos).Equinococose Pulmonar: A infecção por helmintos dos pulmões causada por Echinococcus granulosus e por Echinococcus multiocularis.Echinococcus: Gênero de TÊNIAS muito pequenas da família Taeniidae. A forma adulta é encontrada em vários CARNÍVOROS, mas não em humanos. Em humanos, a forma larval é observada em certas circunstâncias epidemiológicas.Echinococcus multilocularis: Espécie de tênia (CESTODA) do norte temperado, cuja forma adulta infecta ROEDORES selvagens e RAPOSAS. A forma larval pode infectar humanos, produzindo CISTOS HEPÁTICOS HIDÁTIDOS.Echinococcus granulosus: Espécie de tênia hidátide (classe CESTODA, família Taeniidae) cuja forma adulta infecta o TRATO DIGESTÓRIO de CÃES, outros caninos e GATOS. A forma larval infecta OVINOS, PORCOS, CAVALOS e pode infectar o intestino de humanos, de onde migram para vários órgãos e formam CISTOS HIDÁTICOS permanentes.Anticestoides: Fármacos usados para tratar infestação por tênias no homem ou nos animais.Albendazol: Anti-helmíntico benzimidazólico de largo espectro, relacionado estruturalmente com o MEBENDAZOL, que é eficaz contra muitas doenças.Anticorpos Anti-Helmínticos: Imunoglobulinas produzidas em uma resposta a ANTÍGENOS DE HELMINTOS.Anti-Helmínticos: Agentes destrutivos para os vermes parasitários. São usados terapeuticamente para tratar a HELMINTÍASE, tanto no homem como nos animais.Tibet: Região autônoma localizada na Ásia central, dentro da China.Antígenos de Helmintos: Qualquer parte ou derivado de um helminto que induz uma reação imune. Os antígenos de helmintos mais frequentemente encontrados são os do schistosomos.Mebendazol: Benzimidazol que atua interferindo no METABOLISMO DOS CARBOIDRATOS e inibindo a polimerização dos MICROTÚBULOS.Raposas: Qualquer dos vários carnívoros (família CANIDAE) que possuem orelhas eretas, longas caudas e menores que os LOBOS. São classificados em diversos gêneros encontrados em todos os continentes com exceção da Antártica.QuirguistãoDNA de Helmintos: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de helmintos.Zoonoses: Doenças de animais que podem ser transmitidas aos HUMANOS ou podem ser transmitidas dos humanos para os animais.Doenças dos Ovinos: Doenças das ovelhas domésticas e montanhosas do gênero Ovis.Doenças do Cão: Doenças do cão doméstico (Canis familiaris). Este termo não inclui doenças de cães selvagens, LOBOS, RAPOSAS e outros Canidae, para os quais o termo CARNÍVOROS é utilizado.UzbequistãoTestes Sorológicos: Procedimentos diagnósticos envolvendo reações de imunoglobulina.BulgáriaAntinematódeos: Substâncias usadas no tratamento ou no controle das infestações por nematoides. Também são usados na prática veterinária.Mongólia: País que faz fronteira com a RÚSSIA ao norte e com a CHINA a oeste, sul e leste. A capital é Ulan Bator.Doenças Endêmicas: Presença constante de doenças ou agentes infecciosos dentro de uma determinada área geográfica ou grupo populacional. Também pode se referir a uma prevalência de uma certa doença em uma área ou grupo. Inclui doenças holoendêmica e hiperendêmica. Uma doença holoendêmica é uma das quais o nível elevado de prevalência de infecção começa precocemente na vida e afeta a maioria das crianças de uma população, levando a um estado de equilíbrio como o que a população adulta mostra evidências muito menores da doença do que as crianças (malária em muitas comunidades é considerada uma doença holoendêmica). A doença hiperendêmica corresponde a uma presença constante com uma elevada taxa de incidência e/ou prevalência e que afeta todos os grupos igualmente. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 3d ed, p53, 78, 80)Cães: O cão doméstico (Canis familiaris) compreende por volta de 400 raças (família carnívora CANIDAE). Estão distribuídos por todo o mundo e vivem em associação com as pessoas (Tradução livre do original: Walker's Mammals of the World, 5th ed, p1065).Cestoides: Subclasse de vermes segmentados compreendendo as tênias.Cistos: Qualquer cavidade ou saco fechado preenchido por líquido, revestido por EPITÉLIO. Os cistos podem ser normais ou anormais com tecidos neoplásicos ou não neoplásicos.Ensaio de Imunoadsorção Enzimática: Imunoensaio utilizando um anticorpo ligado a uma enzima marcada, tal como peroxidase de raiz-forte (ou rábano silvestre). Enquanto a enzima ou o anticorpo estiverem ligados a um substrato imunoadsorvente, ambos retêm sua atividade biológica; a mudança na atividade enzimática como resultado da reação enzima-anticorpo-antígeno é proporcional à concentração do antígeno e pode ser medida por espectrofotometria ou a olho nu. Muitas variações do método têm sido desenvolvidas.Infecções por Cestoides: As infecções por tênias verdadeiras da subclasse CESTODA dos helmintos.PeruDoenças Transmissíveis Emergentes: Doenças infecciosas que são novas em relação à abrangência de seus surtos (geográficos e de hospedeiros) ou modo de transmissão.Antiparasitários: Fármacos usados para tratar ou para prevenir infecções parasitárias.Praziquantel: Anti-helmíntico usado na maioria das infestações por esquistossoma e muitos cestódeos.China: País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.UruguaiMatadouros: Lugares onde animais são sacrificados e preparados para a comercialização.Vetores de Doenças: Invertebrados ou vertebrados não humanos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro a outro.Doenças Parasitárias: Infecções ou infestações por parasitas. Frequentemente são contraídas por meio do contato com um vetor intermediário, mas podem ocorrer como resultado da exposição direta.Ovinos: Qualquer mamífero ruminante com chifres curvados (gênero Ovis, família Bovodae) que possuem sulco lacrimal e glândulas interdigitais (ausentes nas CABRAS).Animais Selvagens: Animais considerados selvagens ou ferozes ou não adaptados a uso doméstico. Não inclui animais selvagens em zoológicos para os quais ANIMAIS DE ZOOLÓGICO está disponível.Animais Domésticos: Animais que se tornaram adaptados por meio de cruzamentos em cativeiro a uma vida intimamente associada ao homem. Incluem animais domesticados pelo homem para viver e procriar em condições controladas em fazendas ou ranchos por razões econômicas, incluindo GADO (especificamente BOVINOS, OVINOS, CAVALOS etc.), AVES DOMÉSTICAS e aqueles criados ou mantidos por prazer e companhia, por exemplo, ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO ou especificamente CÃES, GATOS etc.Testes de Hemaglutinação: Testes sensíveis para medir certos antígenos, anticorpos ou vírus, usando suas habilidades de aglutinar certos eritrócitos.EsplenopatiasInterações Hospedeiro-Parasita: Relação entre um invertebrado e outro organismo (o hospedeiro), um dos quais vive às custas do outro. Tradicionalmente excluídos da definição de parasitas, são BACTÉRIAS patogênicas, FUNGOS, VÍRUS e PLANTAS; entretanto eles podem viver de modo parasitário.Reservatórios de Doenças: Fontes animadas ou inanimadas que normalmente abrigam organismos causadores de doenças, servindo, assim, como fontes potenciais para surtos de doenças. Os reservatórios são diferenciados em vetores (VETORES DE DOENÇAS) e transmissores, que são agentes de transmissão de doenças, ao invés de fontes contínuas de surtos potenciais.Parasitologia: Estudo de parasitas e DOENÇAS PARASITÁRIAS.Proteínas de Helminto: Proteínas encontradas em quaisquer espécies de helminto.Glutaral: Uma das proteínas dos REAGENTES PARA LIGAÇÕES CRUZADAS utilizada como desinfetante para esterilizar equipamentos sensíveis ao calor e como reagente laboratorial, especialmente como fixador.Doenças dos Macacos: Doenças dos macacos do Novo Mundo e Velho Mundo. Este termo inclui doenças de babuínos, mas não de chimpanzés ou gorilas (= DOENÇAS DOS SÍMIOS ANTROPOIDES).Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.

*  CID-10 Capítulo I: Algumas doenças infecciosas e parasitárias - Wikipedia

B66.4 Paragonimíase Distomatose pulmonar Infestação por espécie de Paragonismus Trematódeo pulmonar B66.5 Fasciolopsíase ... Equinostomose Heterofíase Metagonimíase Nanofietíase Watsoníase B66.9 Infecção não especificada por trematódeo B67 Equinococose ... A16.0 Tuberculose pulmonar com exames bacteriológico e histológico negativos Bronquiectasia tuberculosa Fibrose pulmonar ... tuberculosa Fibrose pulmonar tuberculosa Pneumopatia tuberculosa Pneumotórax tuberculoso A15.1 Tuberculose pulmonar, com ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/CID-10_Capítulo_I:_Algumas_doenças_infecciosas_e_parasitárias

*  cisto de conteudo espesso ou nodulo solido medindo 0,9cm

Equinococose Pulmonar. 1. + +. 39. Coristoma. 1. + +. 40. Doenças da Coluna Vertebral. 1. + +. ...
lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=cisto de conteudo espesso ou nodulo solido medindo 0,9cm&lang=3&parent=/&mode=F

*  Infecções Por Adenophorea - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=87

*  Doenças Dos Gânglios Da Base - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=382

*  MANCHAS ESCURAS NA GLANDE, ALGUM TIPO DE MANCHA MARROM AO RE - Página 5 - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewtopic.php?f=370&t=22618&sid=0e73f893401ce024473c8140f7353b7e&start=40

*  Afasia Acinética - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=127

*  Neoplasias Abdominais - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=3

*  Arritmia Sinusal - lookfordiagnosis.com

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/viewforum.php?f=294

*  lookfordiagnosis.com - Questões Mais Frequentes

Equinococose. * Equinococose Hepática. * Equinococose Pulmonar. * Equinostomíase. * Ecolalia. * Infecções Por Echovirus. * ...
https://lookfordiagnosis.com/portugueseforum/help/faq

EquinococoseEchinococcus multilocularis: Echinococcus multilocularis é uma espécie de cestoda da família Taeniidae. Os adultos parasitam o intestino delgado de canídeos, e as larvas utilizam como hospedeiro intermediário roedores e o homem, causando o cisto hidático.Echinococcus granulosus: Echinococcus granulosus é uma espécie de platelminto cestódeo da família Taeniidae. Os adultos parasitam o intestino delgado de canídeos, e as larvas utilizam como hospedeiro intermediário animais herbívoros, como ovelhas e bois, além do homem, causando o cisto hidáticoO parasito tem distribuição mundial sendo encontrado endemicamente na Australia, algumas regiões na África como Quenia e Sudão na Europa mediterrânea e na América do Sul (Uruguai, Argentina, Chile, Perú e no sul do Brasil.TizoxanidaAlbendazolAnti-helmíntico: == Anti-helmínticos ==Rio TrishuliMebendazolFOX MusicChinghiz AitmatovTerrier: Terrier é um grupo de raças de cães produzidas inicialmente para caça de pequenos animais. Geralmente de porte pequeno e médio, estes cães são extremamente corajosos e resistentes, e têm uma personalidade vívida, e energética.Shavkat Mirziyayev: Shavkat Miromonovich Mirziyoyev (Jizzakh, 30 de dezembro de 1957) é o primeiro-ministro do Uzbequistão.Georgi Markov (escritor): Georgi Ivanov Markov (; 1 de março de 1929 – 11 de setembro de 1978) foi um dissidente escritor da Bulgária.Rózsa L, Nixdorff K 2006.Mongólia Exterior: A Mongólia Exterior (Ar Mongol, em mongol; Tülergi Monggo, em manchu; 外蒙古, em chinês, pinyin: Wài Měnggǔ) era a porção principal do território do Canado Bogdo, que proclamou sua independência em 29 de dezembro de 1911. Corresponde grosso modo ao território da atual Mongólia.American Kennel Club: American Kennel Club (ou AKC), é um dos maiores clubes de registro de genealogias de cachorro de sangue puro nos Estados Unidos. Fundado em 1884, o AKC registrou só em 2006 mais de 900.Cestoda: Cestoda é uma classe do filo Platyhelminthes que se caracterizam pela ausência do sistema digestório. Os alimentos são absorvidos pela pele que têm revestimento semelhante aos dos trematódeos.Madre de Deus (nau): A nau Madre de Deus foi o maior navio do mundo no seu tempo, deslocando 1 600 toneladas (900 das quais em carga). Construída na Ribeira das Naus em Lisboa em 1589, para a Carreira da Índia, tinha 50 metros de comprimento e 14,5 metros de largura.IvermectinaPraziquantelNordeste da ChinaLadislao MazurkiewiczDoença parasitária: Doença parasitária, enfermidade parasitária, ou parasitose, é uma doença infecciosa causada por um parasito protozoário ou metazoário (cestódeo, trematódeo, nematódeo e artrópode). O estudo das doenças parasitárias é denominado Parasitologia.Lacaune (ovelha)


Desde o teste do pezinho é possível detectar se a criança nasceu com a doença Fibrose Pulmonar?


  • Ouvi dizer que fazendo o teste do pezinho pode-se detectar a doença Fibrose pulmonar no bebê, posso estar enganada...meu pai descobriu a doença muito tarde e acabou falecendo recentemente. Como descobrir esta doença antes que seja tarde demais? obrigada.
  • O teste do pezinho não detecta fibrose pulmonar, o teste do pezinho expandido pode detectar a fibrose cística que também é uma grave doença pulmonar. A fibrose pulmonar é uma doença característica de indivíduos mais velhos (acima dos 60 anos) e normalmente o diagnóstico é feito tardiamente porque os sintomas começam devagar (tosse seca, cansaço) e depois vão evoluindo lentamente. O melhor é fazer sempre um check up com pneumologista anualmente, igual a gente faz com cardiologista, pois se houver qualquer problema é detectado mais cedo.

O que implica uma esternose pulmonar discreta em um cardiopata congênito operado há 22 anos?


  • Eu fiz cirurgia de correção total da Tetralogia de Fallot em 1989, assintomático desde então, mas em um êxame recente de ecocardiograma atestou esternose pulmonar discreta. Assim, gostaria de saber quais são os riscos que isto pode acarretar na minha saúde?
  • Na tetralogia de Fallot existe estenose pulmonar ( geralmente grave). Voce foi submetido a correção total há 22 anos e no Eco mostrou estenose pulmonar DISCRETA, eu diria que esta tudo bem, principalmente se voce esta sem sintomas cardíacos. Voce deverá controlar anualmente ou semestralmente com seu cardiologista e pronto.

A pessoa que morre de embolia pulmonar sofre muito nos últimos momentos?


  • Tenho familiares e uma amiga que tiveram trombose pós-cirúrgica, trombose profunda, e embolia por complicações de ca, e faleceram de embolia pulmonar. Queria muito saber se a pessoa sofre muito em seus últimos momentos?
  • Normalmente existe um rápido desconforto e agitação na pessoa, e após seu desfalecimento pré óbito. Em outros casos é súbito tal desfalecimento(desmaio), vindo a morte de forma suave e indolor, com a pessoa desacordada.

Um moderado reforço da silhueta broncovascular é indicativo de enfisema pulmonar?


  • No resultado de um raio-x toráxico um moderado reforço da silhueta broncovascular é indicativo de enfisema pulmonar?Mesmo que seja esse a única anomalia do raio-x? Os exames efectuados ao coração não apresentam quaisquer animalias bem como o análise de sangue.
  • Patrícia Bom dia!!! td bem?!?! Pergunta: Um moderado reforço da silhueta broncovascular é indicativo de enfisema pulmonar? Resposta: gostaria apenas de estar lembrando, que isso não consulta online, ok?! não tire conclusões com o que for conversado na internet. Reforço na silhueta broncovascular: Trata-se da visualização de uma imagem que representa o local da ligação pulmões e coração, local esse chamado Hilo num raio x; O fato desta imagem aparecer em uma radiografia de tórax, não necessáriamente pode ter correlação com problemas como o DPOC por exemplo. Nós médicos de maneira usual. costumamos nós próprios vermos os exames (neste caso uma radiografia de tórax) somente por um laudo de um exame, como vc nos conta é muito complicado tirarmos quaisquer dúvidas, até porque não tratamos exames e sim pacientes. Sugestão, na sua próxima consulta sugue o máximo de suas dúvidas , escreva num papel antes e pergunte ao médico na presença do mesmo..isso não é vergonha não! Espero ter ajudado Abço Rhuam

Qual a quantidade de liquido no pulmão que caracteriza perigo?


  • Meu marido teve uma embolia pulmonar a 2 meses operou,tirou parte do pulmão esquerdo e agora apresenta cerca de 500ml de liquido no pulmão.Qual a gravidade?Grata desde já.
  • Qualquer quantidade de líquido no pulmão é perigoso e 500ml é uma quantidade grande.

é a infeçao pulmonar que provoca baixa de globulos brancos?


  • ou é a baixa de globulos brancos que propencia uma infeçao pulmonar?
  • Amiga, sua pergunta é muito difícil de responder, porque seria necessário um resultado de exame feito antes da infecção e outro resultado feito depois da infecção. Infecções virais baixam os glóbulos brancos e infecções bacterianas elevam os glóbulos brancos. Mas obviamente se a pessoa estava com os glóbulos brancos baixos previamente por qualquer motivo, isso pode favorecer uma infecção bacteriana. Boa sorte.

Num quadro de edema pulmonar agudo, um paciente já entubado, tem o quanto de chance de sobreviver ?


  • Num atropelamento, o paciente perdeu o lobo direito do fígado. Dois dias após a cirurgia desenvolveu-se um edema pulmonar agudo. Quanto tem de chance numa escala de 0 à 10 ?
  • fatores a serem considerados: 1-idade... adulto jovem tem melhor prognostico 2-doenças previas... se o pcte tem alguma outra patologia... cardiopatia, diabetes, pneumopatia... tem pior prognostico 3-infecçao associada... se tem infecção associada piora o prognostico 4-causa do edema agudo de pulmao... geralmente é visto em pessoas cardiacas ou com doença renal qye receberam muito liquido/soro/sangue no atendimento do trauma se for um adulto jovem sem doença previa, sem infecçao e sem insuficiencia renal ele tem boas chances de sair dessa se estiver sendo atendido numa uti bem equipada

Pode a infecção respiratória gravíssima ser causada pela pseudonoma?


  • A evolução de infecção pulmonar gravíssima para infecção generalizada, já sendo tratada em UTI, é normal ocorrer? Identificação de ser causada por Pseudonoma.
  • Olá! Sim, a Pseudomonas aeruginosa é uma das bactérias causadoras de pneumonia intra-hospitalar. Como é muito agressiva, e normalmente é multi resistente, e acomete pacientes debilitados, pode evoluir rapidamente para SEPSE (infecção generalizada). Boa noite! :))