Cistos Odontogênicos: Os cistos encontrados na região maxilomandibular e que têm origem a partir do epitélio envolvido na formação do dente. Eles incluem os cistos foliculares (p.ex., cisto primordial, cisto dentígero, cisto multilocular), cistos periodontais laterais e cistos radiculares. Eles podem ficar queratinizados (queratócitos odontogênicos). Os cistos foliculares podem dar origem a ameloblastomas e, em casos raros, passarem por uma transformação maligna.Cisto Odontogênico Calcificante: Lesão radiotransparente e radiopaca mista da mandíbula com aspectos tanto de um cisto como de uma neoplasia sólida. Caracterizada microscopicamente por um revestimento epitelial mostrando uma camada de células basais colunares em paliçada, presença de ceratinização, dentinoide e calcificação da célula fantasma. (Stedman, 25a ed)Doenças MaxilaresTumores Odontogênicos: Neoplasias produzidas a partir de tecidos formadores de dente.Doenças MandibularesNeoplasias Maxilomandibulares: Câncer ou tumores inespecíficos da MAXILA ou MANDÍBULA. Para neoplasias da maxila há o termo NEOPLASIAS MAXILARES e para a mandíbula há o termo NEOPLASIAS MANDIBULARES.Cisto Radicular: Saco epitelial preenchido de fluído e de crescimento lento que se situa no ápice de um dente com uma polpa que perdeu a vitalidade ou uma restauração do canal radicular defeituosa.Cisto Dentígero: O mais comum dos cistos odontogênicos foliculares. Ele ocorre em relação a um dente com erupção parcial ou sem erupção sendo que ao menos a coroa do dente no qual o cisto se encontra aderido se encontra protruída para dentro da cavidade do cisto. Ele pode dar origem a um ameloblastoma e, em circunstâncias raras, pode evoluir para uma transformação maligna.Ameloblastoma: Tumor epitelial imaturo da MANDÍBULA, originando-se de restos epiteliais de Malassez ou de outras reminiscências epiteliais do período de desenvolvimento do esmalte. É um tumor de crescimento lento, geralmente benigno, mas mostra uma acentuada propensão para crescimento invasivo.Neoplasias Mandibulares: Tumores ou câncer da MANDÍBULA.Neoplasias Maxilares: Câncer ou tumores da MAXILA ou maxilar superior.Cistos: Qualquer cavidade ou saco fechado preenchido por líquido, revestido por EPITÉLIO. Os cistos podem ser normais ou anormais com tecidos neoplásicos ou não neoplásicos.Odontoma: Tumor misto, de origem odontogênica, no qual tanto as células epiteliais e mesenquimais exibem diferenciação completa, resultando na formação de estruturas dentárias.Pilomatrixoma: Tumor composto por células que se assemelham àquelas da matriz do cabelo, que passam por 'mumificação' e podem calcificar. É um tumor relativamente incomum, que pode ocorrer em qualquer idade a partir da infância. A maioria dos pacientes situa-se abaixo dos 20 anos e as mulheres são afetadas mais do que os homens. A lesão é normalmente um tumor solitário no subcutâneo ou na derme profunda de 3 a 30 mm de diâmetro, situado na cabeça, pescoço ou extremidade superior.Cistos não Odontogênicos: Os cistos formados a partir de inclusões epiteliais nas linhas de fusão dos processos embriônicos que dão origem à região maxilomandibular. Eles incluem cistos nasopalatinos ou do canal incisivo, cisto da papila incisiva, cisto globulomaxilar, cisto palatal mediano, cisto alveolar mediano, cisto mandibular mediano e cisto nasoalveolar.Doenças MaxilomandibularesCisto Periodontal: Saco revestido por epitélio contendo fluído. Normalmente é encontrado no ápice de um dente envolto por pulpa. O tipo lateral ocorre menos frequentemente ao longo da lateral da raiz.Radiografia Panorâmica: Radiografia de seção corporal extraoral que retrata todo o maxilar, ou maxilar e mandíbula, em um único filme.Dente Impactado: Dente que se encontra impedido de erupção por uma barreira física, normalmente um outro dente. A impacção pode também ocorrer como resultado da orientação do dente numa posição dentro das estruturas periodontais que não a posição vertical.Fibroma Ossificante: Tumor ósseo central benigno, geralmente dos maxilares (especialmente a mandíbula), composto de tecido conjuntivo fibroso dentro do qual o osso é formado.Displasia Fibrosa Óssea: Doença do osso marcada por adelgaçamento do córtex e substituição da medula óssea por tecido fibroso arenoso contendo espículas ósseas, produzindo dor, incapacidade, e deformidade que aumenta gradualmente. Pode comprometer apenas um osso (DISPLASIA FIBROSA MONOSTÓTICA) ou vários (DISPLASIA FIBROSA POLIOSTÓTICA).Infecção Focal Dentária: As infecções secundárias ou sistêmicas devido à disseminação pelo corpo de microrganismos cujo foco primário de infecção se encontra nos tecidos periodontais.Líquido Cístico: Material líquido encontrado nas cavidades ou sacos fechados revestidos por epitélio.Doenças do Cabelo: Doenças que afetam a conservação e o último crescimento do cabelo.Granuloma de Células Gigantes: Lesão inflamatória não neoplásica, normalmente da região maxilomandibular ou da gengiva que contém células multinucleadas grandes. Inclui granuloma de células gigantes reparativo. O granuloma de células gigantes periférico refere-se à gengiva (lesão periférica de células gigantes); central refere-se à região maxilomandibular.Abscesso Periodontal: Área de inflamação purulenta, circunscrita e localizada no tecido periodontal. É derivado da periodontite marginal e normalmente está associado com bolsões acima e abaixo do osso e acometimento entre as os canais radiculares, em contraste com o abscesso periapical, que é atribuído à necrose da polpa.Cistos Ovarianos: Termo geral para CISTOS e doenças císticas do ovário.Odontogênese: Processo de formação do DENTE, dividido em vários estágios, entre eles: estágios de lâmina dentária, botão, capuz e campânula. A odontogênese inclui produção de esmalte dentário (AMELOGÊNESE), dentina (DENTINOGÊNESE) e cemento dentário (CEMENTOGÊNESE).Tumor Odontogênico Escamoso: Proliferação 'hamartomatosa' benigna, bem diferenciada do epitélio odontogênico, provavelmente oriunda dos restos de Malassez.Mandíbula: O maior (e o mais forte) osso da FACE; constitui o maxilar inferior, que sustenta os dentes inferiores.Cisto Epidérmico: Estrutura em forma de saco intradérmico ou subcutâneo, cuja parede é de epitélio estratificado contendo grânulos de ceratoialina.Queratinas: Classe de proteínas fibrosas ou escleroproteínas que representa o principal constituinte da EPIDERME, CABELO, UNHAS, tecido córneo, e matriz orgânica do ESMALTE dentário. Dois principais grupos conformacionais foram caracterizados: a alfa-queratina, cuja estrutura peptídica forma uma alfa-hélice espiralada consistindo em QUERATINA TIPO I, uma QUERATINA TIPO II e a beta-queratina, cuja estrutura forma um zigue-zague ou estrutura em folhas dobradas. As alfa-queratinas são classificadas em pelo menos 20 subtipos. Além disso, foram encontradas várias isoformas dos subtipos que pode ser devido à DUPLICAÇÃO GÊNICA.Fibroma: Tumor benigno fibroso ou tecido conjuntivo completamente desenvolvido.Mixoma: Neoplasia benigna derivada do tecido conjuntivo, consistindo principalmente em células poliédricas ou estreladas frouxamente incrustradas em uma matriz mucoide mole, assemelhando-se por isso ao tecido mesenquimatoso primitivo. Ocorre com frequência no meio intramuscular, onde pode ser confundido com um sarcoma, também nos ossos da mandíbula e encistado na pele (mucinose focal e gânglio dorsal do punho). (Stedman, 25a ed)Cisto Mediastínico: Cistos de uma das partes do mediastino: a parte superior, contendo a traqueia, esôfago, duto torácico e timo; a parte média inferior, contendo o pericárdio; a parte anterior inferior contendo alguns gânglios linfáticos e a parte posterior inferior, contendo o duto torácico e esôfago.Neoplasias Gengivais: Tumores ou câncer da gengiva.Cisto Sinovial: Lesão não neoplásica (semelhante a um tumor) nas articulações que se desenvolve da MEMBRANA SINOVIAL de uma articulação, através da CÁPSULA ARTICULAR nos tecidos periarticulares. São preenchidas com LÍQUIDO SINOVIAL com uma aparência regular e translúcida. Um cisto sinovial pode se desenvolver em qualquer articulação, mas aparece mais frequentemente na porção posterior dos joelhos, onde são conhecidos como CISTO POPLITEAL.Cistos Ósseos: Áreas líticas uniloculares benignas na extremidade proximal de um osso longo com margens endosteais estreitas e bem definidas. Os cistos contêm líquido e as paredes contêm algumas células gigantes. Os cistos ósseos, normalmente ocorrem em meninos entre as idades de 3 a 15 anos.Dente: Uma de um conjunto de estruturas semelhantes a ossos na boca usadas para morder e mastigar.Cisto Folicular: O cisto devido à oclusão de um duto de um folículo ou de uma glândula pequena.Cisto Broncogênico: Cisto normalmente esférico, surgindo a partir de uma bolsa protruída de origem embrionária do intestino anterior ou traqueia. É geralmente encontrado no mediastino ou pulmão e é normalmente assintomático, a não ser venha a ficar infectado.

*  Tumor odontogênico - Wikipedia

... cistos odontogênicos queratinizantes e calcificantes, tumor odontogênico adenomatóide, ameloblastoma. Tratamento - Dado que o ... Os tumores odontogênicos compreendem um grupo complexo de lesões de comportamento clínico e tipos histológicos diversos. ... Representa 1% dos tumores odontogênicos. Localmente invasivo, tem um grande índice de recidivas. Ocorre em pacientes a partir ... Um terceiro grupo de tumores odontogênicos é composto principalmente de ectomesenquima odontogênico. O epitélio odontogênico ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tumor_odontogênico

*  Radiologia Odontológica, Friedrich A. Pasler - Livro - WOOK

Cistos dos maxilares. Tumores odontogênicos, hamartomas e displasias. Tumores não-odontogênicos e lesões similares a tumores. ...
https://wook.pt/livro/radiologia-odontologica-friedrich-a-pasler/186740

*  Ceratocisto odontogênico - Wikipedia

A maioria dos COs é tratado de forma similar a outros cistos odontogênicos, ou seja, através da enucleação e curetagem, além de ... Os ceratocistos odontogênicos da região de linha média anterior da maxila podem mimetizar cistos do ducto nasopalatino. Por ... Na penúltima classificação dos tumores odontogênicos feita pela OMS (2005), essas lesões foram denominadas de "tumor ... Raros exemplos de ceratocistos odontogênicos periféricos nos tecidos moles gengivais já foram relatados. ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ceratocisto_odontogênico

*  Edital Concurso Prefeitura de Várzea Nova - BA

Cistos e tumores odontogênicos; Doenças dermatológicas; Manifestações Orais de Doenças Sistêmicas; Diagnóstico Diferencial das ... Aspectos radiográficos dos cistos e pseudocistos da cavidade bucal; Aspectos radiográficos dos tumores benignos e malignos da ... Tratamento dos cistos do complexo maxilomandibular; Tratamento dos tumores do complexo maxilomandibular. Socorro de emergência ...
https://concursosnobrasil.com.br/concursos/edital/edital-varzea-nova.html

*  Anais 1º Simpósio de Cirurgia da FO/UFG - Parte 2 - English

... há relatos deassociações ou de desenvolvimento sincrônicos em uma mesma região entre oadenoma pleomorfo e cistos odontogênicos ... Batista AC.Os odontomas são tumores odontogênicos mistos, compostos de tecido dentáriomineralizado tanto de origem epitelial ...
https://slideshare.net/barbaraufg/anais-1-simpsio-de-cirurgia-da-foufg

*  Dente incluso - Wikipedia

Cistos e tumores odontogênicos podem surgir quando estão presentes os dentes inclusos, quando devemos fazer um controle ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Dente_incluso

*  Doença periodontal - Wikipédia, a enciclopédia livre

Cistos odontogênicos. Cisto Dentígero - Cisto de erupção - Ceratocisto odontogênico - Cisto Odontogênico Ortoceratinizado - ... Tumores odontogênicos. Tumor de epitélio odontogênico Ameloblastoma - Ameloblastoma Maligno - Tumor Odontogênico Adenomatoide ... Tumor Odontogênico Epitelial Calcificante - Tumor Odontogênico Escamoso - Tumores de odontogênicos mistos Fibroma Ameloblástico ...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doença_periodontal

*  cisto de conteudo espesso ou nodulo solido medindo 0,9cm

Cistos Odontogênicos. 4. + +. 19. Cistos Maxilomandibulares. 4. + +. 20. Cisto do Úraco. 3. + +. ...
lookfordiagnosis.com/results.php?symptoms=cisto de conteudo espesso ou nodulo solido medindo 0,9cm&lang=3&parent=/&mode=F

*  Grupo O Meu Dentista insolvente fecha clínicas em grandes … | Medicina Dentária

Curso Preparatório Odontologia - Cistos Odontogênicos 46 Likes. Planejamento do Diagnóstico e Tratamento Endodôntico ...
medicinadentaria.pt/grupo-o-meu-dentista-insolvente-fecha-clinicas-em-grandes/

*  Dentistas em São Gabriel Da Cachoeira - Busque médico, marque consulta

Cistos Odontogênicos Rio de Janeiro. *Dente Supranumerário Curitiba. *Doenças Do Nervo Trigêmeo Belo Horizonte ...
doctoralia.com.br/medicos/especialidade/dentistas-1433/sao gabriel da cachoeira-157920-1



tumores


  • Os tumores odontogênicos compreendem um grupo complexo de lesões de comportamento clínico e tipos histológicos diversos. (wikipedia.org)
  • Tumores odontogênicos, semelhantes à odontogênese normal apresentam interações indutivas variadas entre o epitélio odontogênico e o ectomesênquima odontogênico (elementos mesenquimais). (wikipedia.org)
  • Alguns tumores odontogênicos são compostos apenas de epitélio odontogênico, sem participação do mesênquima odontogênico. (wikipedia.org)
  • Outros, algumas vezes denominados tumores odontogênicos mistos, são compostos de epitélio odontogênico e elementos do ectomesênquima. (wikipedia.org)
  • Um terceiro grupo de tumores odontogênicos é composto principalmente de ectomesenquima odontogênico. (wikipedia.org)
  • Representa 1% dos tumores odontogênicos. (wikipedia.org)
  • Na penúltima classificação dos tumores odontogênicos feita pela OMS (2005), essas lesões foram denominadas de "tumor odontogênico ceratocístico", pois diversos investigadores sugeriram que os ceratocistos odontogênicos fossem considerados como uma neoplasia cística benigna, em vez de cistos. (wikipedia.org)

podem


  • Os ceratocistos odontogênicos da região de linha média anterior da maxila podem mimetizar cistos do ducto nasopalatino. (wikipedia.org)

central


  • Diagnóstico Diferencial Fibroma odontogênico central, cistos odontogênicos queratinizantes e calcificantes, tumor odontogênico adenomatóide, ameloblastoma. (wikipedia.org)