Anestesia Geral: Procedimento em que os pacientes são induzidos a um estado de inconsciência por meio do uso de vários medicamentos, a fim de que não sintam dor durante a cirurgia.Anestesia: Estado caracterizado pela perda dos sentidos ou sensações. Esta depressão da função nervosa geralmente é resultante de ação farmacológica e é induzida para permitir a execução de cirurgias ou outros procedimentos dolorosos.Anestesia Local: Bloqueio da condução nervosa para uma área específica pela injeção de um agente anestésico.Anestesia Epidural: Procedimento em que um anestésico é injetado no espaço epidural.Raquianestesia: Procedimento em que um anestésico é injetado diretamente na medula espinal.Anestesia por Inalação: Anestesia causada pela respiração de gases ou vapores anestésicos pela insuflação de gases ou vapores anestésicos no trato respiratório.Anestesia por Condução: Injecção de um anestésico nos nervos para inibir a transmissão nervosa em determinada parte do corpo.Anestesia Intravenosa: Administração de um anestésico por meio de injeção direta na corrente sanguínea.Anestesia Obstétrica: Variedade de métodos anestésicos, como a ANESTESIA EPIDURAL, usada para controlar as dores do parto.Período de Recuperação da Anestesia: Período crítico da anestesia geral, onde diferentes elementos da consciência retornam em proporções diferentes.Anestesia Dentária: Variedade de métodos usados para reduzir a dor e a ansiedade durante procedimentos odontológicos.Anestésicos Inalatórios: São gases ou líquidos voláteis que, em diferentes graus, induzem anestesia, potência, [diferentes] graus de depressão (circulatória, respiratória, ou neuromuscular), além dos efeitos analgésicos. Os anestésicos inalatórios apresentam vantagens sobre os endovenosos, pois o grau de anestesia pode ser modificado rapidamente alterando-se a concentração do anestésico inalado. Devido a sua rápida eliminação, qualquer depressão respiratória pós-operatória tem duração relativamente curta.Anestésicos Intravenosos: São usados para induzir ação ultracurta. A perda de consciência é rápida e a indução é agradável, mas não há relaxamento muscular e, além disso, os reflexos frequentemente não são reduzidos adequadamente. A administração repetida resulta em acúmulo, prolongando o tempo necessário para recuperação. Como estes agentes apresentam pouca (quando apresentam) atividade analgésica, é raro serem usados isoladamente, exceto em rápidos procedimentos menores.Adjuvantes Anestésicos: Agentes administrados em associação com os anestésicos para aumentar sua eficiência, melhorar sua liberação, ou diminuir a dosagem necessária.Propofol: Anestésico intravenoso que possui a vantagem de ter um início muito rápido após infusão ou injeção de bolus, além de um período de recuperação muito curto (alguns minutos). (Tradução livre do original: Smith and Reynard, Textbook of Pharmacology, 1992, 1st ed, p206). O propofol tem sido utilizado como ANTICONVULSIVANTE e ANTIEMÉTICO.Isoflurano: Anestésico inalante estável, não explosivo, relativamente livre de efeitos colaterais significantes.Éteres Metílicos: Grupo de compostos que contêm a fórmula geral R-OCH3.Anestesiologia: Especialidade voltada para o estudo dos anestésicos e da anestesia.Anestésicos Locais: Fármacos que bloqueiam a condução nervosa quando aplicados localmente (no tecido nervoso) em concentrações adequadas. Atuam em qualquer parte do sistema nervoso e em todos os tipos de fibras nervosas. Em contato com um tronco nervoso, estes anestésicos podem causar paralisia sensitiva e motora na área inervada. Sua ação é totalmente reversível. (Tradução livre do original: Gilman AG, et. al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 8th ed). Quase todos os anestésicos locais atuam diminuindo a tendência para a ativação dos canais de sódio dependentes de voltagem.Anestésicos Combinados: Dois ou mais compostos químicos usados simultânea ou sequencialmente para induzir anestesia. Essas drogas não precisam estar na mesma forma de dosagem.Monitorização Intraoperatória: Verificação constante do estado ou condição de um paciente durante o curso de uma cirurgia (por exemplo, verificação dos sinais vitais).Anestésicos: Agentes capazes de induzir perda total ou parcial da sensação , especialmente das sensações tátil e dor. Eles podem induzir ANESTESIA geral, na qual se atinge um estado de inconsciência, ou agir localmente induzindo entorpecimento ou falta de sensibilidade em um local escolhido.Óxido Nitroso: Óxido de nitrogênio (N2O). Gás incolor e inodoro utilizado como anestésico e analgésico. Altas concentrações causam efeitos narcóticos e podem deslocar o oxigênio, levando a óbito por asfixia. É também utilizado como aerossol alimentar na preparação do creme "chantilly".Halotano: Anestésico hidrocarboneto, não inflamável, halogenado, que produz uma indução relativamente rápida com pouco ou nenhuma excitação.Lidocaína: Anestésico local e depressor cardíaco utilizado como antiarrítmico. Suas ações são mais intensas e seus efeitos mais prolongados em relação à PROCAÍNA, mas a duração de sua ação é menor do que a da BUPIVACAÍNA ou PRILOCAÍNA.Anestesia com Circuito Fechado: Anestesia por inalação, onde os gases exalados pelo paciente são reinalados, enquanto certa quantidade de dióxido de carbono é removida simultaneamente e o gás anestésico e o oxigênio são adicionados até que nenhum anestésico escape para a sala. A anestesia com circuito fechado é utilizada especialmente com anestésicos explosivos, para prevenir explosões já que é possível que partam faíscas elétricas dos instrumentos.Fentanila: Potente analgésico narcótico que leva ao hábito ou vício. É principalmente um agonista do receptor opioide mu. A fentanila é também usada como adjunto na anestesia geral e como anestésico para indução e manutenção. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1078)Anestésicos Gerais: Agentes que induzem vários graus de analgesia, depressão da consciência, da circulação, e da respiração, relaxamento da musculatura esquelética, redução da atividade reflexa e amnésia. Há dois tipos de anestésicos gerais: inalatórios e intravenosos. Com qualquer um dos dois, a concentração arterial da droga necessária para induzir a anestesia varia com a condição do paciente, com o grau desejado de anestesia e com o uso concomitante de outras drogas. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1994, p.173)Bupivacaína: Anestésico local utilizado amplamente.Medicação Pré-Anestésica: Drogas administradas antes da anestesia para diminuir a ansiedade do paciente e controla os efeitos do próprio anestésico.Ketamina: Derivado cicloexanona utilizado para a indução de anestesia. Seu mecanismo de ação não foi completamente elucidado, porém a ketamina pode bloquear os receptores NMDA (RECEPTORES DE N-METIL-D-ASPARTATO) e pode interagir com os receptores sigma.Procedimentos Cirúrgicos Ambulatórios: Cirurgia feita em paciente externo. Pode ser feita num hospital, consultório ou centro cirúrgico.Bloqueio Nervoso: Interrupção da CONDUÇÃO NERVOSA pelos nervos periféricos ou pelos troncos nervosos por meio de injeção local de substâncias anestésicas (ex.: LIDOCAÍNA, FENOL, TOXINAS BOTULÍNICAS) para controlar ou tratar a dor.Tiopental: Barbiturato administrado intravenosamente para a indução de anestesia geral ou para a produção de anestesia completa de curta duração.Anestesia Caudal: Anestesia epidural administrada através do canal sacral.Pentobarbital: Barbiturato de curta ação eficaz como agente sedativo e hipnótico (mas não como agente ansiolítico) e geralmente administrado por via oral. É prescrito mais frequentemente para indução do sono do que para sedação, mas como agentes similares, pode perder sua eficácia na segunda semana de administração contínua. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1994, p236)Anestésicos Dissociativos: Anestésicos endovenosos que induzem um estado de sedação, imobilidade, amnésia, e marcante analgesia. Os indivíduos podem sentir-se fortemente dissociados do ambiente. Embora causada pela administração de uma única droga, o estado resultante é semelhante ao da NEUROLEPTANALGESIA. (Tradução livre do original: Gilman et al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 8th ed)Enflurano: Anestésico inalante extremamente estável que permite ajustes rápidos da profundidade de anestesia com pouca alteração no pulso ou da frequência respiratória.Xilazina: Agonista alfa-2 adrenérgico usado como sedativo, analgésico e relaxante muscular de ação central em MEDICINA VETERINÁRIA.Intubação Intratraqueal: Procedimento que envolve a colocação de um tubo na traqueia através da boca ou do nariz a fim de proporcionar oxigénio e anestesia ao paciente.Serviço Hospitalar de Anestesia: Departamento hospitalar responsável pela administração de funções e atividades pertencentes à entrega de anestésicos.Sedação Consciente: Depressão da consciência induzida por droga durante a qual pacientes respondem propositadamente a comandos verbais, ou só ou acompanhados por estimulação de luz tátil. Nenhuma intervenção é exigida para manter uma via aérea patente (Tradução livre do original: American Society of Anesthesiologists Practice Guidelines).Anestesia IntratraquealComplicações Intraoperatórias: Complicações que afetam pacientes durante a cirurgia. Podem estar ou não associadas à doença para a qual a cirurgia é realizada ou, dentro do mesmo procedimento cirúrgico.Dor Pós-Operatória: Dor durante o período após a cirurgia.Período Intraoperatório: Período durante uma operação cirúrgica.Anestesia e Analgesia: Métodos de medicina para aliviar a dor causada por uma afecção específica ou para remover a sensação de dor durante uma cirurgia ou outro procedimento médico.Cesárea: Extração do FETO por meio de HISTEROTOMIA abdominal.Prilocaína: Anestésico local farmacologicamente similar à LIDOCAÍNA. Atualmente é utilizado com maior frequência na anestesia de infiltração em odontologia.Metoexital: Anestésico intravenoso de curta duração que pode ser usado na indução anestésica.Eletroencefalografia: Registro de correntes elétricas produzidas no cérebro, pela medida de eletrodos adaptados ao couro cabeludo, na superfície do cérebro, ou colocados no cérebro.Mepivacaína: Anestésico local quimicamente relacionado à BUPIVACAÍNA, mas farmacologicamente relacionado à LIDOCAÍNA. É indicado para infiltração, bloqueio nervoso e anestesia epidural. A mepivacaína é eficaz topicamente apenas em doses elevadas e por isso não deve ser usada por esta via.Estado de Consciência: Conhecimento de si mesmo e do ambiente.Alfentanil: Opioide anestésico e analgésico de curta duração, derivado do FENTANIL. Produz um pico inicial de efeito analgésico e rápida recuperação da consciência. Alfentanil é eficaz como anestésico durante a cirurgia, para suplementação da analgesia durante procedimentos cirúrgicos e como analgésico para pacientes criticamente enfermos.Hipnóticos e Sedativos: Drogas usadas para induzir sonolência, sono ou ainda para reduzir a excitação ou ansiedade psicológicas.Procedimentos Cirúrgicos Menores: Cirurgia restrita ao tratamento de problemas e lesões menores; procedimento cirúrgico de extensão relativamente pequena e não prejudicial à vida por si só. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Xenônio: Gás nobre com símbolo atômico Xe, número atômico 54 e peso atômico 131,30. É encontrado na atmosfera terrestre e é utilizado como anestésico.Náusea e Vômito Pós-Operatório: A emese e náusea ocorrendo após a anestesia.Fármacos Neuromusculares não Despolarizantes: Fármacos que interrompem a transmissão [do impulso nervoso] na junção neuromuscular esquelética sem causar depolarização da placa motora terminal. Impedem que a acetilcolina deflagre a contração muscular, sendo também usados como relaxantes musculares nos tratamentos com eletrochoque, em estados convulsivos e como adjuvantes anestésicos.ÉteresMidazolam: Droga hipnótico-sedativa com efeito de curta duração, com propriedades ansiolítica e amnésica. É usada para sedação em odontologia, cirurgia cardíaca, procedimentos endoscópicos, como medicação pré-anestésica e como adjunto para anestesia local. Devido a sua curta duração e estabilidade cardiorrespiratória torna-se útil em pacientes de risco, idosos e cardíacos. É hidrossolúvel em pH menor que 4 e lipossolúvel em pH fisiológico.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Hemodinâmica: Movimento e forças envolvidos no movimento do sangue através do SISTEMA CARDIOVASCULAR.Éter: Líquido móvel, muito volátil, altamente inflamável, utilizado como anestésico inalante e como solvente para ceras, gorduras, óleos, perfumes, alcaloides e gomas. É levemente irritante para a pele e mucosas.Procedimentos Cirúrgicos Operatórios: Operações conduzidas para correção de deformidades e defeitos, reparos de lesões e diagnóstico e cura de certas doenças.Cloralose: Derivado do HIDRATO DE CLORAL que foi utilizado como sedativo porém foi logo substituído por drogas mais seguras e mais eficazes. Seu principal uso é como anestésico geral em experimentos envolvendo animais.Método Duplo-Cego: Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual ambos, grupos estudados e investigador, desconhecem quem está recebendo o fator em questão. (Tradução livre do original: Last, 2001)Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Analgésicos Opioides: Compostos com atividade semelhante as dos ALCALOIDES OPIÁCEOS, atuando como RECEPTORES OPIOIDES. Entre as propriedades estão ANALGESIA ou ESTUPOR.Sufentanil: Analgésico opioide utilizado como adjunto em anestesia, anestesia equilibrada e como anestésico principal.Monitores de Consciência: Dispositivos usados para avaliar o nível de consciência, especialmente durante a anestesia. Medem a atividade cerebral baseada no eletroencefalograma.Máscaras Laríngeas: Tipo de via respiratória orofaríngea que dá uma alternativa à intubação endotraqueal e anestesia padrão com máscara em certos pacientes. É introduzida na hipofaringe formando um selo em volta da laringe, permitindo então ventilação por pressão espontânea ou positiva sem penetração da laringe ou esôfago. É utilizada no lugar de máscara facial em anestesia de rotina. A vantagem sobre máscaras de anestesia padrão é melhor controle das vias respiratórias, mínimo vazamento de gás anestésico, via respiratória segura durante transporte do paciente à área de recuperação e mínimos problemas pós-operatórios.Medetomidina: Agonista de RECEPTORES ADRENÉRGICOS ALFA-2, que é usado em Medicina Veterinária por suas propriedades analgésicas e sedativas. É o racemato de DEXMEDETOMIDINA.Bloqueadores Neuromusculares: Drogas que interrompem a transmissão dos impulsos nervosos na junção neuromuscular esquelética. Elas podem ser de dois tipos: bloqueadores estabilizantes competitivos (AGENTES NÃO DESPOLARIZANTES NEUROMUSCULARES) ou agentes despolarizantes não competitivos (DESPOLARIZANTES NEUROMUSCULARES). Esses dois tipos de drogas impedem que a acetilcolina dispare a contração muscular sendo usados como adjuvantes anestésicos, como relaxantes durante o eletrochoque, em estados convulsivos, etc.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Carticaína: Anestésico local que contém tiofeno, farmacologicamente similar à MEPIVACAÍNA.Consciência no Peroperatório: Situação em que um paciente fica consciente durante um procedimento realizado sob ANESTESIA GERAL e posteriormente lembra dos eventos sucedidos durante tal ocorrência. (Tradução livre do original: Anesthesiology 2006, 104(4): 847-64.)Pressão Sanguínea: PRESSÃO do SANGUE nas ARTÉRIAS e de outros VASOS SANGUÍNEOS.Medição da Dor: Escalas, questionários, testes e outros métodos utilizados para avaliar a severidade e duração da dor em pacientes ou animais experimentais, com o objetivo de ajudar no diagnóstico, terapêutica e estudos fisiológicos.Succinilcolina: Relaxante da musculatura esquelética quaternário geralmente utilizado na forma de brometos, cloretos e iodetos. É um relaxante despolarizante, atuando em aproximadamente 30 segundos e com uma duração de seus efeitos de 3 a minutos. Succinilcolina é utilizada em procedimentos cirúrgicos, anestésicos, entre outros, onde um curto período de relaxamento muscular se faz necessário.Bloqueio Neuromuscular: Interrupção intencional da transmissão na JUNÇÃO NEUROMUSCULAR, (por agentes externos) geralmente por agentes de bloqueio neuromuscular. Difere do BLOQUEIO NERVOSO, no qual a CONDUÇÃO NERVOSA é interrompida, ao invés da transmissão neuromuscular. O bloqueio neuromuscular é geralmente usado para produzir RELAXAMENTO MUSCULAR como um adjuvante da anestesia durante cirurgia e outros procedimentos médicos. Frequentemente também é usado em manipulador experimental em pesquisa básica. Não é um anestésico estritamente falando, mas está agrupado aqui com as técnicas anestésicas. A deficiência da transmissão neuromuscular como resultado de processos patológicos não é incluída aqui.Manuais como Assunto: Livros destinados a dar informação ou instruções factuais.Piperidinas: Família de hexa-hidropiridinas.Laringoscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do interior da laringe, feito com um endoscópio especialmente projetado.Androstanóis: Androstanos e derivados de androstano que são substituídos em qualquer posição com um ou mais grupos hidroxilas.Hipotensão Controlada: Procedimento em que a pressão sanguínea arterial é intencionalmente reduzida para controlar a perda de sangue durante cirurgia. Este procedimento é realizado quer farmacologicamente ou por remoção pré-cirúrgica de sangue.Etomidato: Anestésico e hipnótico derivado do imidazol com pouco efeito sobre os gases sanguíneos, ventilação ou sistema cardiovascular. Tem sido indicado na indução anestésica.Sedação Profunda: Depressão de consciência induzida por medicamento durante a qual os pacientes não podem ser facilmente despertados, mas respondem propositadamente a repetidas estimulações dolorosas. A capacidade para manter a função respiratória independente pode ser prejudicada. (Tradução livre do original: From: American Society of Anesthesiologists Practice Guidelines).Salas Cirúrgicas: Instalações equipadas para executar procedimentos cirúrgicos.Analgesia: Métodos de alívio da DOR que podem ser usados com/ou no lugar de ANALGÉSICOS.Cuidados Intraoperatórios: Procedimentos de cuidados ao paciente feitos durante a operação, que são auxiliares à cirurgia efetiva. Abrange monitorização, terapia líquida, medicação, transfusão, anestesia, radiografia e testes de laboratório.Procedimentos Cirúrgicos Oftalmológicos: Cirurgia feita no olho ou qualquer de suas partes.Uretana: Antineoplásico também utilizado como anestésico veterinário. Também tem sido usado como substância intermediária na síntese orgânica. Acredita-se que a uretana é um carcinógeno.Efedrina: Fenetilamina encontrada em EPHEDRA SÍNICA. A PSEUDOEFEDRINA é um isômero. É um agonista alfa e beta-adrenérgico que pode também aumentar a liberação de norepinefrina. Foi utilizada no tratamento de muitas patologias, inclusive asma, insuficiência cardíaca, rinite, incontinência urinária, e por seus efeitos estimulantes no sistema nervoso central. Foi utilizada no tratamento da narcolepsia e depressão. Foi se tornando menos utilizada com o aparecimento de agonistas mais seletivos.Dióxido de Carbono: Gás incolor, inodoro, não venenoso, componente do ar ambiental, também chamado de dióxido de carbono. É um produto normal da combustão de materiais orgânicos e da respiração. Tem um importante papel na vida dos animais e das plantas.Hipotensão: PRESSÃO ARTERIAL anormalmente baixa que pode resultar em fluxo de sangue inadequado para o encéfalo e outros órgãos vitais. O sintoma comum é a VERTIGEM, mas impactos negativos maiores no corpo ocorrem quando há depravação prolongada de oxigênio e nutrientes.Tremor por Sensação de Frio: Contração involuntária ou estremecimento dos músculos. É um método fisiológico de produção de calor no homem e outros mamíferos.Período Pós-Operatório: Período que se segue a uma operação cirúrgica.Hérnia Inguinal: Hérnia abdominal com uma saliência externa na região da VIRILHA. Pode ser classificada de acordo com a localização da herniação. As hérnias inguinais indiretas ocorrem através do anel inguinal interno. As hérnias inguinais diretas ocorrem através de defeitos na PAREDE ABDOMINAL (fáscia transversal) no triângulo de Hesselbach. O primeiro tipo, normalmente é observado em crianças e adultos jovens, o segundo em adultos.Respiração: Ato de respirar com os PULMÕES, consistindo em INALAÇÃO ou captação do ar ambiente para os pulmões e na EXPIRAÇÃO ou expulsão do ar modificado, que contém mais DIÓXIDO DE CARBONO que o ar inalado. (Tradução livre do original: Blakiston's Gould Medical Dictionary, 4th ed.). Não está incluída a respiração tissular (= CONSUMO DE OXIGÊNIO) ou RESPIRAÇÃO CELULAR.Droperidol: Butirofenona com propriedades gerais semelhantes àquelas do HALOPERIDOL. É utilizado em conjunto com um analgésico opioide, como o FENTANIL para manter o paciente em um estado calmo de neuroleptanalgesia com indiferença ao ambiente, mas ainda capaz de cooperar com o cirurgião. É também utilizado como um pré-medicamento, como antiemético e para o controle de agitação nas psicoses agudas. (Tradução livre do original de: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 29th ed, p593)Plexo Braquial: A maior rede de fibras nervosas que inervam a extremidade superior. O plexo braquial estende-se do pescoço até a axila. Em humanos, os nervos deste plexo usualmente se originam dos segmentos inferior cervical e primeiro torácico da medula espinhal (C5-C8 e T1), porém variações não são incomuns.Epinefrina: Hormônio simpatomimético ativo da MEDULA SUPRARRENAL. Estimula os sistemas alfa- e beta-adrenérgicos, causa VASOCONSTRIÇÃO sistêmica e relaxamento gastrointestinal, estimula o CORAÇÃO e dilata os BRÔNQUIOS e os vasos cerebrais. É utilizado na ASMA e na FALÊNCIA CARDÍACA e para retardar a absorção de ANESTÉSICOS locais.Laringismo: Distúrbio em que os músculos adutores das PREGAS VOCAIS apresentam atividade aumentada, o que leva a espasmo laringeo. O laringismo causa o fechamento das PREGAS VOCAIS e a obstrução do ar durante a inspiração.Gasometria: Medida de oxigênio e dióxido de carbono no sangue.Nervo Mandibular: Ramo do nervo trigêmeo (V nervo craniano). O nervo mandibular transporta fibras motoras para os músculos da mastigação e fibras sensitivas para os dentes e gengiva, região mandibular da face e partes da dura-máter.Oxigênio: Elemento com símbolo atômico O, número atômico 8 e peso atômico [15.99903; 15.99977]. É o elemento mais abundante da Terra e essencial à respiração.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Enfermeiras Anestesistas: Enfermeiras profissionais com pós-graduação em anestesia e que trabalham sob a responsabilidade de um cirurgião.Brometo de Vecurônio: Homólogo monocatenário do PANCURÔNIO. Agente bloqueador neuromuscular não despolarizante com duração mais curta que o pancurônio. Sua falta de efeitos cardiovasculares significativos e falta de dependência de uma boa função renal para eliminação, bem como sua curta duração e fácil reversibilidade, provêm vantagens sobre, ou alternativas para, outros agentes bloqueadores neuromusculares estabelecidos.Acepromazina: Fenotiazina usada no tratamento de TRANSTORNOS PSICÓTICOS.Hipotermia: Temperatura corporal mais baixa que o normal, especialmente em animais de sangue quente.Nervo Maxilar: Divisão sensitiva intermediária do nervo trigêmeo (V nervo craniano). O nervo maxilar transporta fibras aferentes gerais provenientes da região intermediária da face, incluindo a pálpebra inferior, nariz e lábio superior, dentes maxilares, e partes da dura-máter.Procedimentos Cirúrgicos Eletivos: Cirurgia que poderia ser adiada ou não ser realizada sem perigo ao paciente. A cirurgia eletiva inclui procedimentos para corrigir problemas médicos que não ameaçam a vida e também para aliviar afecções causadoras de estresse psicológico ou outro risco potencial a pacientes, por exemplo, cirurgia estética ou contraceptiva.Amidas: Compostos orgânicos que contêm o radical -CO-NH2. As amidas são derivadas de ácidos pela substituição dos grupos -OH por grupos -NH2 ou então a partir da amônia, pela substituição do H por um grupo acila.Temperatura Corporal: Medida do nível de calor de um animal, incluindo o ser humano.Tetracaína: Anestésico local potente do tipo éster utilizado em anestesias superficiais e espinhais.Dexmedetomidina: Derivado de imidazol que é um agonista dos RECEPTORES ADRENÉRGICOS ALFA-2. É estreitamente relacionado com MEDETOMIDINA, que é a forma racêmica deste composto.Plexo Cervical: Rede de fibras nervosas que se origina dos quatro segmentos superiores da MEDULA CERVICAL. O plexo cervical distribui nervos cutâneos para partes do pescoço, ombros e região posterior da cabeça. Também distribui fibras motoras para músculos da COLUNA VERTEBRAL, músculos infra-hióideos e DIAFRAGMA.Barbitúricos: Classe de compostos químicos derivados do ácido barbitúrico ou ácido tiobarbitúrico. Muitos desses são MODULADORES GABAÉRGICOS utilizados como HIPNÓTICOS E SEDATIVOS, como ANESTÉSICOS, ou mesmo, como ANTICONVULSIVANTES.Atracúrio: Agente bloqueador neuromuscular não despolarizante de curta duração. Sua ausência de efeitos cardiovasculares significativos e falta de dependência de uma boa função renal para eliminação provêm uma vantagem clínica sobre agentes bloqueadores neuromusculares não despolarizantes alternativos.Cães: O cão doméstico (Canis familiaris) compreende por volta de 400 raças (família carnívora CANIDAE). Estão distribuídos por todo o mundo e vivem em associação com as pessoas (Tradução livre do original: Walker's Mammals of the World, 5th ed, p1065).Extração Dentária: A remoção cirúrgica de um dente. (Dorland, 28a ed)Pré-Medicação: Administração preliminar de um medicamento que antecede um procedimento diagnóstico, terapêutico ou cirúrgico. Os tipos mais comuns de pré-medicação são antibióticos (PROFILAXIA DE ANTIBIÓTICOS) e agentes ansiolíticos. Não abrange MEDICAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA.Conscientização: O ato de levar em conta um objeto ou estado de coisas. Não implica em avaliação das qualidades ou da natureza do objeto, nem em atenção às mesmas.Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos: Procedimentos cirúrgicos realizados na PELE.Tecnologia de Fibra Óptica: Tecnologia da transmissão da luz por longas distâncias através de fios de vidro ou outro material transparente.Etil-ÉteresTiletamina: Proposto anestésico com possíveis propriedades anticonvulsivas e sedativas.Agulhas: Instrumentos afiados usados para puncionar ou suturar.Procedimentos Cirúrgicos em Ginecologia: Cirurgia executada na genitália feminina.Mistura de Alfaxalona Alfadolona: Mistura 3:1 de alfaxalona com o acetato de alfadolona que foi usada previamente como anestésico geral. Não é mais comercializada ativamente. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1445)Monitorização Fisiológica: Medida contínua dos processos fisiológicos, pressão sanguínea, batimento cardíaco, débito renal, reflexos, respiração, etc., em pacientes ou animais experimentais; inclui monitorização farmacológica, dosagem de drogas administradas ou seus metabólitos no sangue, tecidos ou urina.Assistência Odontológica para Pessoas com Deficiências: Assistência odontológica para pacientes emocionalmente, mentalmente ou fisicamente deficientes. Não inclui assistência odontológica para cronicamente enfermos (= ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA PARA CRONICAMENTE ENFERMOS).Pancurônio: Esteroide bis-quaternário que é um antagonista nicotínico competitivo. Como agente bloqueador neuromuscular, é mais potente que o CURARE, mas menos eficaz no sistema circulatório e na liberação de histamina.Analgesia Epidural: Alívio da dor sem perda da consciência através da introdução de um agente analgésico no espaço epidural do canal vertebral. É diferente de ANESTESIA EPIDURAL que se refere ao estado de insensibilidade à sensação.Assistência Perioperatória: Intervenções para prover cuidado antes, durante e imediatamente após uma cirurgia.Morfina: Principal alcaloide do ópio e protótipo de opiato analgésico e narcótico. A morfina tem efeitos variados no sistema nervoso central e na musculatura lisa.Injeções: Introdução de uma substância no corpo usando-se uma agulha e uma seringa.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Abdome: Região do corpo que se localiza entre o TÓRAX e a PELVE.Atelectasia Pulmonar: Ausência de ar no pulmão inteiro ou em parte dele, como no pulmão incompletamente inflado do recém-nascido ou num pulmão adulto colapsado. Atelectasia pulmonar pode ser causada obstrução das vias respiratórias, compressão pulmonar, contração fibrótica ou outros fatores.Pressão Parcial: Pressão que seria exercida por um componente de uma mistura de gases se ele estivesse presente sozinho ou em um contêiner. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Cuidados Pré-Operatórios: Cuidados dispensados no período anterior à cirurgia, quando os preparativos psicológicos e físicos são feitos, de acordo com as necessidades especiais e individuais do paciente. Este período compreende o intervalo entre a admissão ao hospital e o início da cirurgia.Hidrato de Cloral: Hipnótico e sedativo utilizado no tratamento da INSÔNIA.Metoxiflurano: Anestésico inalante. Atualmente o metoxiflurano é raramente utilizado na anestesia cirúrgica, obstetra ou odontológica. Se empregado, deve ser administrado em conjunto com o ÓXIDO NITROSO para a obtenção de uma anestesia relativamente leve e um bloqueador neuromuscular dado concomitantemente para a obtenção de um relaxamento muscular nos níveis desejados. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1994, p180)Procaína: Anestésico local do tipo éster que apresenta uma ação de lento início e lenta duração. É principalmente utilizado para anestesias de infiltração, bloqueio do sistema nervoso periférico e bloqueio espinal. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1016).Bloqueio Nervoso Autônomo: Interrupção das vias simpáticas, pela injeção local de um agente anestésico, em qualquer dos quatro níveis: bloqueio dos nervos periféricos, bloqueio dos gânglios simpáticos, bloqueio extradural e bloqueio subaracnóideo.Teste da Polpa Dentária: Investigações realizadas sobre a saúde física dos dentes que envolve a utilização de uma ferramenta que transmite corrente elétrica quente ou fria na superfície de um dente e que podem determinar problemas com esse dente dependendo das reações às correntes.Cuidados Pós-Operatórios: Período de cuidados que se inicia quando o paciente é removido da cirurgia, e que visa satisfazer as necessidades psicológicas e físicas do paciente logo após uma cirurgia.Procedimentos Cirúrgicos Bucais: Procedimentos cirúrgicos utilizados para tratar doenças, lesões e defeitos da região oral e maxilofacial.Procedimentos Ortopédicos: Procedimentos utilizados para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões do SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO, articulações e estruturas associadas.Guaifenesina: Expectorante que também possui alguma ação de relaxante muscular. É utilizado em muitas preparações contra a tosse.Zolazepam: Pirazolodiazepinona com ações farmacológicas semelhantes aos ANSIOLÍTICOS. É geralmente utilizada em combinação com TILETAMINA para obter imobilização e anestesia em animais.Extração de Catarata: Remoção de um CRISTALINO cataratoso do olho.Meperidina: Analgésico narcótico que pode ser utilizado para o alívio da maioria dos tipos de dor (moderada a severa) incluindo dor pós-operatória e dor de parto. O uso prolongado pode levar a dependência do tipo da morfina. Os sintomas da abstinência aparecem mais rapidamente do que com a morfina e são de menor duração.Respiração Artificial: Qualquer método de respiração artificial que emprega meios mecânicos ou não mecânicos para forçar a entrada e saída de ar dos pulmões. A respiração ou ventilação artificial é usada em indivíduos que sofreram parada respiratória ou têm INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA para aumentar sua captação de oxigênio (O2) e a liberação de dióxido de carbono (CO2).Espasmo Brônquico: Contração espasmódica da musculatura lisa do brônquio.Regulação da Temperatura Corporal: Os processos de aquecimento e resfriamento que um organismo utiliza para controlar sua temperatura.Assistência Odontológica para Doentes Crônicos: Assistência odontológica a pacientes com doenças crônicas. Essas doenças incluem doenças cardiovasculares crônicas, doenças endocrinológicas, hematológicas, imunológicas, neoplásicas e renais. O conceito não abrange assistência odontológica para os mentalmente ou fisicamente deficientes que é a ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA PARA DEFICIENTES.Apneia: Ausência transitória da respiração espontânea.Injeções Intravenosas: Injeções feitas em uma veia, para fins terapêuticos ou experimentais.Potenciais Evocados Auditivos: Resposta elétrica evocada no CÓRTEX CEREBRAL por ESTIMULAÇÃO ACÚSTICA ou estimulação das VIAS AUDITIVAS.Torniquetes: Instrumento para compressão de um vaso sanguíneo pela aplicação em torno de uma extremidade para controlar a circulação e impedir o fluxo de sangue para ou a partir da área distal. Os torniquetes são de vários tipos, denominados principalmente conforme os seus inventores. (Dorland, 28a ed)Pneumonia Aspirativa: Tipo de inflamação pulmonar resultante da aspiração de comida, líquido ou conteúdos gástricos para dentro do TRATO RESPIRATÓRIO superior.Dor: Sensação desagradável induzida por estímulos nocivos que são detectados por TERMINAÇÕES NERVOSAS de NOCICEPTORES.Gestão de Riscos: Identificação, avaliação das perdas e controle de riscos, que geralmente não são assegurados visando minimizar as obrigações financeiras.Método Simples-Cego: Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual os grupos estudados desconhecem quem está recebendo o fator em questão, mas o investigador, sim. (Tradução livre do original: Last, 2001)Sensação: Processo no qual CÉLULAS RECEPTORAS SENSORIAIS transduzem estímulos periféricos (físicos ou químicos) em IMPULSOS NERVOSOS que são, então, transmitidos para os vários centros sensoriais no SISTEMA NERVOSO CENTRAL.Interações de Medicamentos: Ação de uma droga que pode afetar a atividade, metabolismo ou toxicidade de outra droga.Temperatura Cutânea: TEMPERATURA na superfície externa do corpo.Manuseio das Vias Aéreas: Avaliação, planejamento e uso de uma gama de procedimentos e dispositivos para a manutenção e restauração da ventilação de um paciente.Infusões Intravenosas: Administração por um longo prazo (minutos ou horas) de um líquido na veia por venopunção, deixando o líquido fluir pela ação da gravidade ou bombeando-o.Propoxicaína: Anestésico local do tipo éster que apresenta uma ação de rápido início e longa duração, em relação ao cloridrato de procaína. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1017)Débito Cardíaco: Volume de SANGUE que atravessa o CORAÇÃO por unidade de tempo. Geralmente é expresso em litros (volume) por minuto. Não deve ser confundido com VOLUME SISTÓLICO (volume por batimento).Analgésicos: Compostos que aliviam dor sem a perda de ESTADO DE CONSCIÊNCIA.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.gama-Ciclodextrinas: GLUCANAS cíclicas que consistem de oito (8) unidades de glucopiranose unidas por ligações 1,4-glicosídicas.Obstrução das Vias Respiratórias: Qualquer impedimento na passagem de ar para dentro ou para fora dos pulmões.Fármacos Neuromusculares Despolarizantes: Fármacos que interrompem a transmissão [do impulso nervoso] na junção neuromuscular esquelética determinando uma despolarização contínua da placa motora terminal. São basicamente usados como adjuvantes na anestesia cirúrgica para causar relaxamento de músculos esqueléticos.Emergências: Situações ou condições que requerem intervenção imediata para evitar resultados adversos sérios.Distribuição Aleatória: Processo envolvendo a probabilidade usada em ensaios terapêuticos ou outra investigação que tem como objetivo alocar sujeitos experimentais, humanos ou animais, entre os grupos de tratamento e controle, ou entre grupos de tratamento. Pode também ser aplicado em experimentos em objetos inanimados.Sala de Recuperação: Unidade hospitalar que monitoriza continuamente o paciente após a anestesia.Cirurgia Bucal: Especialidade dentária preocupada com o diagnóstico e tratamento cirúrgico de doenças, lesões e defeitos da região oral e maxilofacial humana.Inconsciência: Perda da capacidade em manter consciência de si próprio e do ambiente, combinados com uma resposta acentuadamente reduzida a estímulos ambientais. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp344-5)Reflexo: Movimento involuntário, ou exercício de função, de determinada região estimulada, em resposta ao estímulo aplicado na periferia e transmitido ao cérebro ou medula.Analgesia Controlada pelo Paciente: Alívio da DOR sem perda do ESTADO DE CONSCIÊNCIA, através de analgésicos administrados pelo paciente. Tem sido usada sucessivamente para controlar a DOR PÓS-OPERATÓRIA, durante TRABALHO DE PARTO, após QUEIMADURAS e ASSISTÊNCIA TERMINAL. A escolha do analgésico, dose e intervalo de administração são imensamente influenciados pela eficácia. O potencial para "overdose" pode ser minimizado pela combinação de pequenas doses homeopáticas com um intervalo obrigatório entre as doses sucessivas (intervalo de bloqueio).Antieméticos: Medicamentos usados para impedir NÁUSEA ou VÔMITO.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Relaxantes Musculares Centrais: Grupo heterogêneo de fármacos usados para produzir relaxamento muscular, exceto os agentes bloqueadores neuromusculares. São usados na clínica e na terapêutica, basicamente para o tratamento de espasmo muscular e da imobilidade associados com distensões, entorses, lesões das costas e, em menor grau, lesões no pescoço. Também tem sido usado para o tratamento de várias situações clínicas que têm em comum somente a hiperatividade muscular esquelética, por exemplo, os espasmos musculares que podem ocorrer na ESCLEROSE MÚLTIPLA (Tradução livre do original: Smith and Reynard, Textbook of Pharmacology, 1991, p358).Satisfação do Paciente: O grau pelo qual o indivíduo considera o serviço ou produto de saúde ou o modo pelo qual este é executado pelo provedor como sendo útil, efetivo ou que traz benefício.Volume de Ventilação Pulmonar: Volume de ar inspirado ou expirado durante cada ciclo respiratório normal, tranquilo. As abreviações comuns são VVP (TV) ou V com VP (T) subscrito.Nervo Femoral: Nervo que se origina na região lombar da medula espinhal (geralmente entre L2 e L4) e corre através do plexo lombar a fim de fornecer inervação motora para os extensores da coxa e inervação sensitiva para partes da coxa, região inferior da perna, pé e junturas do quadril e do joelho.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Vigília: Estado no qual há um potencial elevado de sensibilidade e uma receptividade eficiente aos estímulos externos.Bradicardia: Arritmias cardíacas caracterizadas por FREQUÊNCIA CARDÍACA excessivamente baixa, normalmente abaixo de 50 batimentos por minuto em humanos adultos. Podem ser amplamente classificadas na disfunção do NÓ SINOATRIAL e no BLOQUEIO ATRIOVENTRICULAR.Etidocaína: Anestésico local com início da ação rápido e efeito prolongado, semelhante à BUPIVACAINA.Circulação Cerebrovascular: Circulação do sangue através dos VASOS SANGUÍNEOS do ENCÉFALO.Diazepam: Benzodiazepina com propriedades anticonvulsiva, ansiolítica, sedativa, de relaxante muscular, amnésica e de efeito de longa duração. Suas ações são mediadas pelo aumento da atividade do ÁCIDO GAMA-AMINOBUTÍRICO.

*  Julho 2008 - O Diário de uma Infância
Pois...Quero a epidural! Teve mesmo de ser! A anestesista não demorou muito a aparecer,a administração não dói nada, o dificil ... levei a anestesia, começei a deixar de sentir tudo e fiquei ali num estado de acalmia...não sei quanto tempo passou,penso que ... Lembram-se de eu dizer que não queria epidural?? Pois bem, não sei se foi por ser induzido, mas não consegui. Assim que vi a ... Assim fomos, tarde fora...lá para o final da tarde levei o reforço da epidural e voltou a acontecer a mesma coisa, puseram-me ...
  http://diariodeumainfancia.blogs.sapo.pt/2008/07/
*  Dois Contigo: Obesidade: um risco acrescido na gravidez
No caso de utilização de anestesia loco-regional (epidural) existe uma maior dificuldade no acesso ao local onde se deve ... No entanto, "no caso de necessidade de anestesia geral, existe uma maior dificuldade na introdução do tubo necessário para a ...
  http://doiscontigo.blogspot.com/2010/08/obesidade-um-risco-acrescido-na.html
*  Utentes de Hospital de Leiria reclamam epidural em partos 24 horas por dia | ALERT® ONLINE - PT
Parto com Anestesia Epidural pode dificultar amamentação. Mulher deve poder escolher tipo de parto no SNS ... No serviço de Ginecologia do Hospital de Santo André Leiria, a epidural estava assegurada todos os dias entre as 8:00 e as 20: ... Contactado pela Lusa, fonte hospitalar justificou a redução da epidural com a ausência de dois anestesistas que diminuiu a ... Utentes de Hospital de Leiria reclamam epidural em partos 24 horas por dia ...
  http://www.alert-online.com/pt/news/health-portal/utentes-de-hospital-de-leiria-reclamam-epidural-em-partos-24-horas-por-dia
*  Anjo da luz: 03 Agosto
Não sei como consegui manter-me sentada e sem gritar o tempo suficiente para me darem a anestesia (epidural). As dores ... Nesta altura a anestesia já se tinha ido embora, o médico a cada ponto, pedia desculpa ("eu sei que estou a magoar, querida") ... Nesta altura, no auge da epidural, não tinha dores e fazia força quando me mandavam. Colocaram um forcep (penso que para ajudar ... mas, naquela altura mais anestesia era impensável e eu, sinceramente, JÁ NÃO SENTIA NADA.... ...
  http://caminhacaminhando.blogspot.com/2008_08_03_archive.html
*  Os cinco na Holanda: 2010
Tenho sempre a possibilidade de receber anestesia, tenho à minha disposição a epidural e uma coisa com um botãozinho em que eu ... sobre formas de aliviar as dores e prepararam-me um banho quente enquanto aguardava pela epidural ou outro tipo de anestesia. ... Fui examinada mais uma vez e estava já com a dilatação máxima, informaram-me que iriam retirar a epidural para sentir as ... Fiquei deitada de lado para receber a epidural, virar-me foi das experiências mais dolorosas de todo o parto. A doula ...
  http://5naholanda.blogspot.com/2010/
*  anestesia peridural
Se você já é mãe, provavelmente já ouviu falar em anestesia peridural (ou epidural), certo? Para quem não sabe exatamente o que ... Tag: anestesia peridural. Estudo afirma que anestesia peridural diminui chance de depressão pós-parto. 1 de dezembro de 2016Por ... Arquivado em: Saúde Tags: anestesia peridural • dor no parto • estudo • featured • parto • saúde ... Quando este tipo de anestesia é aplicado, a mulher fica insensível somente do peito para baixo, ou seja, […] ...
  http://www.mildicasdemae.com.br/tag/anestesia-peridural
*  Anestesia epidural - Wikipedia
Anestesia epidural é uma forma de controle da dor baseado na administração de substâncias por via epidural (peridural), mais ... Anestesiologia O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anestesia epidural. ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Anestesia_epidural
*  Anestesia espinhal - Wikipedia
É diferente da anestesia epidural, na qual é injetado um fármaco através de um cateter colocado no espaço epidural. A primeira ... Anestesia espinhal é uma forma de anestesia local que envolve a injeção de um anestésico no espaço subaracnóideo através de uma ... anestesia espinhal planejada para cirurgia em um ser humano foi administrada por August Bier em 16 de agosto de 1898 em Kiel, ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Anestesia_espinhal
*  O parto com que sonhei escapou-me por entre os dedos - Just NATURAL Please
Eu levei epidural das 2 vezes, mas no 1º parto passei 8 horas com contrações terríveis até conseguir que me dessem a anestesia ... Para mim o facto de estar sozinha também foi muito determinante em aceitar a epidural e acredito que foi a epidural que ... 00h30 "Joana, viemos dar-lhe a epidural. Vai querer, não é?". Eu apenas grunhi, já não conseguia falar. As contrações estavam a ... Tome um duche, faça os microclisteres e já mando alguém para epidural. Vai querer, não vai?" "Não sei...Já não sei nada, estou ...
  http://justnaturalplease.weebly.com/ultimos-coisas-da-vida-e-da-parentalidade/o-parto-com-que-sonhei-escapou-me-por-entre-os-dedos
*  anestesia para parto Archives - Mamãe Tagarela
Em países de alta renda, 50% a 80% das mulheres toma anestesia peridural (ou epidural) durante o parto. Porém, a grande maioria ... Tag: anestesia para parto. Publicado em: 16.Jun.2016. Como a Anestesia Peridural Afeta os Bebês. Categorias: Gravidez , Parto ... Você está em: Início » anestesia para parto. ...
  http://www.mamaetagarela.com/tag/anestesia-para-parto/
*  Anestesia epidural - Wikipédia, a enciclopédia livre
Anestesia epidural é uma forma de controle da dor baseado na administração de substâncias por via epidural (peridural), mais ... O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anestesia epidural ... Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Anestesia_epidural&oldid=43118667" ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Analgesia_epidural
*  Parto | Blausen Medical
Anestesia Epidural. Ao fim de aproximadamente 40 semanas de gravidez, uma mulher inicia o trabalho de parto. Isto significa a ...
  https://blausen.com/pt-br/video/parto/
*  Pesquisa avançada - INFARMED, I.P.
agulhas de anestesia epidural espinal. * agulhas estéreis para acupunctura. * agulhas estéreis para acupunctura de uso único ...
  http://www.infarmed.pt/web/infarmed/pesquisa-avancada
*  RCAAP - Tipo de parto : expectativas, experiências, dor e satisfação
Assunto(s): Experiência de parto; Expectativas; Dor; Satisfação; Cesariana; Parto normal; Anestesia epidural; Anestesia geral; ... Os resultados apontam para os benefícios da analgesia epidural em termos da menor intensidade de dor no parto, quando o parto é ... Our results seem to indicate the benefits of epidural anaesthesia for reducing the delivery pain intensity during vaginal ... and when epidural anaesthesia is used either on the vaginal or in the caesarean delivery instead of occurring without ...
  https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:repositorium.sdum.uminho.pt:1822/4232
*  Via de administração - Wikipedia
diálise peritoneal epidural (sinônimo: peridural) (injeção ou infusão no espaço epidural), p. ex. anestesia epidural intratecal ... antibióticos, anestesia espinhal ou anestesia geral Algumas vias de administração podem ser usadas tanto para propósitos ... teste de alergia, anestesia local tópica inalável, p. ex. medicamentos para asma enema, p. ex. meio de contraste para imagem ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Via_de_administra%C3%A7%C3%A3o
*  Comparation between the technique of substitution of the round ligamentum by glycerin-preserved bubaline fascia lata implant...
Em associação à anestesia inalatória, promoveu-se a anestesia epidural lombossacral (L7-S1) com cloridrato de lidocaína 2% (2mg ... O procedimento ocorreu sob o mesmo protocolo anestésico, com exceção da anestesia epidural. Realizaram-se incisão da pele de ... Ao atingir o estágio III de Guedel, procedeu-se à intubação orotraqueal para manutenção da anestesia com halotano em 100% de ...
  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
*  Carbetocina - Wikipedia
É indicado na prevenção da atonia uterina e do sangramento excessivo após o parto por cesariana eletiva sob anestesia epidural ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Carbetocina
*  Gravidez - Wikipedia
... sendo as mais comuns a anestesia espinhal e a combinação de anestesia espinhal com anestesia epidural. Em ambas a grávida ... É usada anestesia local em 95% das cesarianas, ...
  https://pt.wikipedia.org/wiki/Gravidez
*  Maternidade Natural
Anestesia Epidural (1) * barriga de gesso (1) * bebés (3) * belly painting (1) ...
  http://maternidadenatural.blogspot.com
*  Espinheiro Medicinal
Parto sem dor com anestesia epidural. Maquiagem Make-up para olhos pequenos. ...
  http://pt.altarta.com/01_11/espinheiro-medicinal/
*  Lift das coxas | MyClinique . Cl nica de Nutri o e Est tica Lisboa, Santar m
A cruroplastia realizada sob anestesia epidural. A sua dura o de 2 a 4 horas. Se forem seguidas corretamente as recomenda es m ... A cruroplastia realizada sob anestesia epidural. A sua dura o de 2 a 4 horas. Se forem seguidas corretamente as recomenda es m ...
  http://www.myclinique-nutricao-estetica.com/tratamentos/cirurgia_plastica/corpo/lift_coxas
*  Significado e origem dos nomes de bebês. Letra J
É claro que anestesia epidural, utilizada no parto cesáreo, torna-se útil e imprescindível em alguns casos. O parto normal ...
  https://br.guiainfantil.com/nomes-de-bebes/168-significados-e-origem/256-significado-e-origem-dos-nomes-de-bebes-letra-j.html
*  11 de abril: Dia do Parto
Foi horrível, mas nao demorou nada para que chegasse a anestesista com a epidural. Depois da anestesia, tudo foi muito ... Acabou de gotear a anestesia e dentro de pouco tempo começaria a sentir dores. Pedi anestesia e a matrona disse que nao me ... Eu precisava concentrar minhas forças onde ela tinha a cabecinha, mas a anestesia, entre todas suas vantagens, existe a ... Sem sentir nada graças a epidural. Pensei que duraria alguns minutos, mas nao foi tao fácil como imaginei. ...
  http://fotosdelcotidiano.blogspot.com/2009/04/eu-tinha-medo-do-parto.html
*  Cris Doula: Feliz Natal!!
Anestesia Epidural: conheça as vantagens e desvantagens dessa escolha (1) * Apoio contínuo no parto diminui os riscos de ...
  http://crisdoula.blogspot.com/2011/12/feliz-natal.html
*  Pérolas Mini-Arrojadas: PERDER UM BEBÉ...
Boas notícias no meio disto tudo! A anestesia raquidiana*** (mais conhecida como raqui) é tipo epidural, local e ficamos ... A raquianestesia, também chamada de bloqueio subaracnóideo ou anestesia raquidiana, é o nome dado para a anestesia decorrente ... Existe uma intervenção cirúrgica em que se recorre a anestesia.) Estive meia hora na sala de partos. Entre a anestesia, a ... Entretanto, mesmo que não se corte nada, é uma cirurgia, e assim deve ser encarada, porque frequentemente inclui anestesia, ...
  http://perolasminiarrojadas.blogspot.com/2013/07/perder-um-bebe.html

Anestesia espinhalPropofolAnestésico local: ==Introdução==HalotanoLidocaínaBupivacaína: A bupivacaína é um anestésico local do tipo amino-amida de longa duração com efeitos anestésico e analgésico. A administração de altas doses produz anestesia cirúrgica, enquanto que em baixas doses, produz bloqueio sensitivo (analgesia) com bloqueio motor menor.Anestesia: Anestesia (do grego antigo , an-, "ausência"; e , aisthēsis, "sensação") tradicionalmente significa a condição de ter a sensibilidade (incluindo a dor) bloqueada ou temporariamente removida. Isso permite que os pacientes passem por cirurgias e outros procedimentos sem a angústia e a dor que experienciariam de outra maneira.Epe: * EPE - sigla de Entidade Pública Empresarial,EnfluranoBotijão de gásEletroencefalografia: A eletroencefalografia (EEG) é o estudo do registro gráfico das correntes elétricas desenvolvidas no encéfalo, realizado através de eletrodos aplicados no couro cabeludo, na superfície encefálica, ou até mesmo dentro da substância encefálica. A maioria dos sinais cerebrais observados situam-se entre os 1 e 20 hertz.Qualia: 160px|thumb|"Vermelhidão" é o exemplo canônico de qualia.Hipnótico: Hipnóticos ou soníferos são fármacos capazes de induzir o sono. Podem ser considerados hipnóticos fármacos como benzodiazepínicos, barbitúricos, além dos próprios medicamentos pertencentes a esta classe.Lâmpada de arco de xenônio: Lâmpada de arco de xenônio (Xenon, em português europeu), muitas vezes chamadas simplesmente de lâmpadas de xenônio, são lâmpadas acionadas por eletricidade, do tipo descarga, de alta pressão, pertencentes a um grupo de fontes de luz denominadas de HID (do inglês High Intensity Discharge). Dois eletrodos montados em um bulbo separados por poucos milímetros de distância, na qual forma-se um pequeno arco voltaico, o qual, apesar do pequeno tamanho, emite luz de extrema intensidade.Éter: Éter é um grupo de moléculas orgânicas, em que as suas estruturas são caracterizadas pela presença de um átomo de oxigênio ligado a dois (e entre estes) de carbono da cadeia. Podem ser formados pela desidratação intermolecular de álcoois.Midazolam: O Midazolam ( nome IUPAC 8-cloro-6-(2-fluorofenil)-1-metil-4H-Imidazo(1,5-a)(1,4)benzodiazepina ), de formula química C18H13ClFN3, à semelhança do diazepam, faz parte da classe dos benzodiazepínicos. Seu principal mecanismo de ação é nos receptores gabarérgicos aumentando a permeabilidade neuronal aos íons cloretos, colocando a célula em um estado de hiperpolarização.Constante de Faraday: A "constante de Faraday" (símbolo: F) é uma constante física fundamental que representa a carga molar elementarIUPAC Compendium of Chemical Terminology, Electronic version, Faraday constant. Disponível em: .SobretreinamentoOpiáceo: Os opiáceos são substâncias derivadas do ópio e, portanto, estão incluídos na classe dos opioides - grupo de fármacos que atuam nos receptores opioides neuronais. Eles produzem ações de insensibilidade à dor (analgesia) e são usados principalmente na terapia da dor crônica e da dor aguda de alta intensidade.SufentanilaPiperidinaClassificação de MallampatiEfedrina: A efedrina é um composto químico cristalino, encontrada em certas plantas da família das efedráceas, dotados de folhas escamiformes, ramos delgados e articulados, e floração dióica, ou sintetizada, que possui mais de 40 espécies distribuídas em regiões de clima temperado e subtropical. É empregada como medicamento e também empregado em doping.Hipercapnia: Hipercapnia é o aumento do gás carbônico no sangue arterial que pode ser provocada por uma hipoventilação alveolar (em caso de asfixia, por exemplo). Os hormônios da tireóide aumentam a resposta respiratória à hipercapnia.HipotensãoHérnia


  • parto
  • É indicado na prevenção da atonia uterina e do sangramento excessivo após o parto por cesariana eletiva sob anestesia epidural ou espinal. (wikipedia.org)
  • Conversei com muitas mulheres anteriormente que me contaram suas experiencias de parto nesse hospital e nao sofreram quase nada, graças a injeçao epidural, e eu já estava sofrendo bastante de dor e só em pensar em voltar outra vez a casa me deixou desesperada. (blogspot.com)
  • horas
  • Depois da anestesia, tudo foi muito tranquilo, pude descansar um pouco e o fato de nao sentir dor, deixavam que as horas me inundassem de uma grande espera. (blogspot.com)
  • A descompressão cirúrgica por meio de laminectomia ou outras abordagens podem ser feitas dentro de 48 horas a partir do desenvolvimento dos sintomas, se for demonstrada uma lesão compressiva, como uma disco rompido, abscesso epidural, tumor ou hematoma. (wikipedia.org)
  • paciente
  • Em 16 de Outubro de 1846 a anestesiologia tem seu marco inicial com William Thomas Green Morton, realizando uma anestesia baseada em éter no paciente Edward Gilbert Abbott para que o cirurgião John Collins Warren excisasse um tumor que lhe tomava a glândula submaxilar e uma parte da língua. (wikipedia.org)
  • vaginal
  • The results show that women's experience is significantly more positive when the delivery is vaginal (and not a caesarean) and when epidural anaesthesia is used either on the vaginal or in the caesarean delivery instead of occurring without anaesthesia or with general anaesthesia, respectively. (rcaap.pt)
  • Our results seem to indicate the benefits of epidural anaesthesia for reducing the delivery pain intensity during vaginal childbirth as well as postpartum pain intensity of women with caesarean childbirth, that in this case seem to experience some incapacity to enjoy the first contact with the baby. (rcaap.pt)
  • onde
  • Incontinência urinária ou incontinência fecal Diminuição da sensibilidade na região do corpo humano, onde se senta uma pessoa, na sela de um cavalo (anestesia em sela) Disfunção dos movimentos de uma ou ambas as pernas Dor, dormência, fraqueza ou paresia de uma ou ambas as pernas, que podem ocasionar quedas frequentes, dificuldades para subir escadas ou levantar-se de uma cadeira e para caminhar. (wikipedia.org)