Exemplos: Zanamivir, Oseltamivir, Rimantadina e Amantadina. PDAMED. «ANTIVIRAL». Consultado em 26 de setembro de 2009. ...
OS derivados do adamantano são úteis em medicina, por exemplo amantadina e rimantadina. Adamantanos condensados ou diamantóides ...
... a amantadina e a rimantadina. La Roche. «Vírus da Gripe - Proteínas de superfície» ...
Dados referêntes ao carboxilato de oseltamivir Zanamivir Influenzavirus A Proteína M2 Rimantadina Amantidina «Oseltamivir ...
No entanto, em 2005 observou-se que a resistência à amantidina e rimantadina em isolados de H3N2 aumentou 91%. Este nível ... Os antivirais amantidina e rimantadina bloqueiam um canal iónico viral, a proteína M2, e impedem que o vírus infete células. ...
Quando um surto de gripe está ocorrendo, medicamentos, tais como amantadina, rimantadina, zanamivir, e oseltamivir pode ajudar ...
A resistência medida aos medicamentos antivirais padrão amantadina e rimantadina no H3N2 aumentou de 1% em 1994 para 12% em ...
Os antivirais atualmente disponíveis para o tratamento da Influenza são os derivados do adamantano, amantadina e rimantadina, ...
Os antivirais amantidina e rimantadina bloqueiam um canal iónico viral, a proteína M2, e impedem que o vírus infete células.[ ... à amantidina e rimantadina em isolados de H3N2 aumentou 91%.[125] Este nível elevado de resistência pode ser devido à fácil ...
A rimantadina é um fármaco antiviral de administração oral usado no tratamento de infeções de gripe pelo influenzavirus A. O ... Antiviral Agents for the Treatment and Chemoprophylaxis of Influenza». Consultado em 13 de maio de 2014 Rimantadina no DrugBank ...
H9N2 é um subtipo de Influenzavirus A, um género de ortomixovírus, que são os vírus responsáveis pela gripe.[1][2] Ao longo dos anos, a cepa de influenza H9N2 causou a doença em várias crianças com idades entre nove meses a 5 anos em Hong Kong com a última ocorrendo em dezembro de 2009.[3] ...
Um esforço para recriar a estirpe da gripe de 1918 (um subtipo da estirpe aviária H1N1) foi realizado em colaboração entre o Instituto de Patologia das Forças Armadas, o Laboratório de Pesquisa de Aves do Sudeste e a Escola de Medicina Monte Sinai de Nova Iorque. O esforço resultou no anúncio, em 5 de outubro de 2005, de que o grupo havia determinado com sucesso a sequência genética do vírus, usando amostras históricas de tecido recuperadas pelo patologista Johan Hultin de uma vítima da gripe do sexo feminino enterrada no Alasca e amostras preservadas de soldados norte-americanos.[151] Em janeiro de 2007, Kobasa et al. (2007) relataram que macacos (Macaca fascicularis) infectados com a estirpe da gripe recriada exibiram sintomas clássicos da pandemia e morreram devido a tempestades de citocinas[152] - uma reação exagerada do sistema imunológico. O resultado pode explicar o por quê a gripe espanhola teve um efeito surpreendente em pessoas mais jovens e saudáveis, pois uma ...
O método diagnóstico mais eficiência e econômico depende do vírus a ser investigado. A Microscopia eletrônica e PCR detectam quase todos, mas são muito caros e exigem equipamentos complexos, por isso outras técnicas tem preferência quando possíveis. ELISA e hemaglutinação são muito usados por serem baratos, mas não são os mais sensíveis. Uma segunda técnica mais sensível, porém mais cara, pode ser usada para confirmar ou refutar o diagnóstico. ...
Amantidina • Baloxavir marboxil • Laninamivir • Oseltamivir • Peramivir • Rimantadina • Umifenovir • Zanamivir. Pandemia. Gripe ...
Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0); pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso ...