*Pazopanibe

... é um potente e seletivo fármaco inibidor da angiogênese que atua no no receptor do fator de crescimento vascular endotelial e no receptor do fator de crescimento derivado de plaqueta, desenvolvido pelo laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline. Foi aprovado em outubro de 2009 para o tratamento de câncer renal avançado. O medicamento também apresentou bons resultados no tratamento de pacientes com câncer de ovário e sarcoma de partes moles. Um estudo de eficácia de fase III (VEG105192) mostrou que de 435 pacientes com câncer renal aumentou a sobrevida destes numa media de 11 meses, em relação ao placebo que foi de 2,8 meses. Medimagem. «Novo medicamento mostra resultados positivos em três tipos de câncer». Consultado em 27 de janeiro de 2010 POP. «Novo fármaco atrasa progressão do cancro nos rins avançado». Consultado em 27 de janeiro de 2010 Portal Fator. Câncer renal: Anvisa aprova medicamento oral para tratamento do carcinoma das células renais avançado ou ...

*Ranibizumabe - Wikipédia, a enciclopédia livre

Ranibizumabe, que é uma parte de um anticorpo - anticorpos são proteínas que reconhecem e ligam-se especificamente a outras proteínas únicas do corpo. O ranibizumabe liga-se seletivamente a uma proteína chamada fator de crescimento endotelial vascular humano A (VEGF-A), que está presente na retina (parte de trás do olho sensível à luz). O ranibizumabe reduz ambos, o crescimento e o vazamento de novos vasos no olho, processos anormais que contribuem para a progressão da forma úmida da degeneração macular relacionada à idade (DMRI), miopia patológica (MP, um tipo de miopia grave e progressiva) e o desenvolvimento de edema macular (inchaço) devido à diabetes (edema macular diabético, EMD) ou oclusão de veia retinal (OVR). Ranibizumabe é administrado pelo seu oftalmologista (médico dos olhos) como uma injeção no olho sob anestésico local. Cada frasco de Lucentis®,contém 2.3 mg of ranibizumab in 0.23 ml solution, correspondendo a concentração de 10 mg/ml solução[4]. ...

*Fator de crescimento - Wikipédia, a enciclopédia livre

Os fatores de crescimento são um conjunto de substâncias, a maioria de natureza proteica que juntamente com as hormonas e os neurotransmissores, desempenham uma importante função na comunicação intercelular.. A função principal dos fatores de crescimento é a o controlo externo do ciclo celular, mediante abandono da quiescência celular (fase G0) e entrada da célula na fase G1.. A função dos fatores de crescimento não é somente a de estimular a proliferação celular mediante a regulação do ciclo celular, iniciando a mitose, mas também a de manter a sobrevivência celular, estimular a migração celular, a diferenciação celular e também a apotose.. Geralmente promovem a diferenciação e a maturação da células, o que varia entre os fatores de crescimento. Por exemplo, as proteínas ósseas morfogenéticas estimulam a diferenciação óssea, enquanto que o fator de crescimento endotelial vascular estimula a diferenciação do vaso sangüíneo. Os fatores de crescimento agem ...

*Angiogênese

... é o termo usado para descrever o mecanismo de crescimento de novos vasos sanguíneos a partir dos já existentes. Em suma o crescimento de vasos sanguíneos pode acontecer por via de 2 mecanismos diferentes: vasculogênese, angiogênese Vasculogênese indica o desenvolvimento de novos vasos durante a fase embrionária. Angiogênese acontece já em adulto, sendo que a falta de oxigênio (hipoxia) representa um sinal para o início dos mecanismos moleculares e celulares que resultarão no crescimento de novos vasos sanguínenos de tamanho pequeno, tal como a diminuição de glicose plasmática (hipoglicémia) e a pressão originária da proliferação celular em neoplasias. A angiogênese ocorre em três passos principais: Degradação da membrana basal com formação de uma botão vascular; Migração de células endoteliais; Maturação, formação e inibição de crescimento. Estudos comprovam que uma das formas de combate ao câncer e muitas outras doenças, estão ligadas a ...

*Rubeose

A rubeose ou Rubeosis iridis é a neovascularização da íris. As causas mais comuns de rubeose são a retinopatia diabética proliferativa e a oclusão de uma veia retiniana. É geralmente associada com os processos de doença na retina, esta ao se tornar carente de oxigênio (isquemia). A retina isquêmica libera uma variedade de fatores, o mais importante dos quais é VEGF. Esses fatores estimulam a formação de novos vasos sanguíneos (angiogênese). Estes novos vasos contudo, não têm as mesmas características que os vasos sanguíneos que originalmente formava o olho. Além disso, novos vasos sanguíneos podem se formar em áreas que não os tinha. Especificamente, novos vasos sanguíneos podem ser observados na íris. Além dos vasos sanguíneos na íris, eles podem crescer no ângulo do olho. Estes vasos sanguíneos em seguida, bloqueiam o fluido que sai do olho e resultam em um aumento na pressão intra-ocular. Isso é chamado de glaucoma neovascular ...

*Angiogênese

... é o termo usado para descrever o mecanismo de crescimento de novos vasos sanguíneos a partir dos já existentes. Em suma o crescimento de vasos sanguíneos pode acontecer por via de 2 mecanismos diferentes: vasculogênese, angiogênese Vasculogênese indica o desenvolvimento de novos vasos durante a fase embrionária. Angiogênese acontece já em adulto, sendo que a falta de oxigênio (hipoxia) representa um sinal para o início dos mecanismos moleculares e celulares que resultarão no crescimento de novos vasos sanguínenos de tamanho pequeno, tal como a diminuição de glicose plasmática (hipoglicémia) e a pressão originária da proliferação celular em neoplasias. A angiogênese ocorre em três passos principais: Degradação da membrana basal com formação de uma botão vascular; Migração de células endoteliais; Maturação, formação e inibição de crescimento. Estudos comprovam que uma das formas de combate ao câncer e muitas outras doenças, estão ligadas a ...

*Rubeose

A rubeose ou Rubeosis iridis é a neovascularização da íris. As causas mais comuns de rubeose são a retinopatia diabética proliferativa e a oclusão de uma veia retiniana. É geralmente associada com os processos de doença na retina, esta ao se tornar carente de oxigênio (isquemia). A retina isquêmica libera uma variedade de fatores, o mais importante dos quais é VEGF. Esses fatores estimulam a formação de novos vasos sanguíneos (angiogênese). Estes novos vasos contudo, não têm as mesmas características que os vasos sanguíneos que originalmente formava o olho. Além disso, novos vasos sanguíneos podem se formar em áreas que não os tinha. Especificamente, novos vasos sanguíneos podem ser observados na íris. Além dos vasos sanguíneos na íris, eles podem crescer no ângulo do olho. Estes vasos sanguíneos em seguida, bloqueiam o fluido que sai do olho e resultam em um aumento na pressão intra-ocular. Isso é chamado de glaucoma neovascular ...

*Pazopanibe

... é um potente e seletivo fármaco inibidor da angiogênese que atua no no receptor do fator de crescimento vascular endotelial e no receptor do fator de crescimento derivado de plaqueta, desenvolvido pelo laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline. Foi aprovado em outubro de 2009 para o tratamento de câncer renal avançado. O medicamento também apresentou bons resultados no tratamento de pacientes com câncer de ovário e sarcoma de partes moles. Um estudo de eficácia de fase III (VEG105192) mostrou que de 435 pacientes com câncer renal aumentou a sobrevida destes numa media de 11 meses, em relação ao placebo que foi de 2,8 meses. Medimagem. «Novo medicamento mostra resultados positivos em três tipos de câncer». Consultado em 27 de janeiro de 2010 POP. «Novo fármaco atrasa progressão do cancro nos rins avançado». Consultado em 27 de janeiro de 2010 Portal Fator. Câncer renal: Anvisa aprova medicamento oral para tratamento do carcinoma das células renais avançado ou ...

*Pazopanibe

... é um potente e seletivo fármaco inibidor da angiogênese que atua no no receptor do fator de crescimento vascular endotelial e no receptor do fator de crescimento derivado de plaqueta, desenvolvido pelo laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline. Foi aprovado em outubro de 2009 para o tratamento de câncer renal avançado. O medicamento também apresentou bons resultados no tratamento de pacientes com câncer de ovário e sarcoma de partes moles. Um estudo de eficácia de fase III (VEG105192) mostrou que de 435 pacientes com câncer renal aumentou a sobrevida destes numa media de 11 meses, em relação ao placebo que foi de 2,8 meses. Medimagem. «Novo medicamento mostra resultados positivos em três tipos de câncer». Consultado em 27 de janeiro de 2010 POP. «Novo fármaco atrasa progressão do cancro nos rins avançado». Consultado em 27 de janeiro de 2010 Portal Fator. Câncer renal: Anvisa aprova medicamento oral para tratamento do carcinoma das células renais avançado ou ...

*Fator de crescimento - Wikipédia, a enciclopédia livre

Os fatores de crescimento são um conjunto de substâncias, a maioria de natureza proteica que juntamente com as hormonas e os neurotransmissores, desempenham uma importante função na comunicação intercelular.. A função principal dos fatores de crescimento é a o controlo externo do ciclo celular, mediante abandono da quiescência celular (fase G0) e entrada da célula na fase G1.. A função dos fatores de crescimento não é somente a de estimular a proliferação celular mediante a regulação do ciclo celular, iniciando a mitose, mas também a de manter a sobrevivência celular, estimular a migração celular, a diferenciação celular e também a apotose.. Geralmente promovem a diferenciação e a maturação da células, o que varia entre os fatores de crescimento. Por exemplo, as proteínas ósseas morfogenéticas estimulam a diferenciação óssea, enquanto que o fator de crescimento endotelial vascular estimula a diferenciação do vaso sangüíneo. Os fatores de crescimento agem ...

*Pazopanibe

... é um potente e seletivo fármaco inibidor da angiogênese que atua no no receptor do fator de crescimento vascular endotelial e no receptor do fator de crescimento derivado de plaqueta, desenvolvido pelo laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline. Foi aprovado em outubro de 2009 para o tratamento de câncer renal avançado. O medicamento também apresentou bons resultados no tratamento de pacientes com câncer de ovário e sarcoma de partes moles. Um estudo de eficácia de fase III (VEG105192) mostrou que de 435 pacientes com câncer renal aumentou a sobrevida destes numa media de 11 meses, em relação ao placebo que foi de 2,8 meses. Medimagem. «Novo medicamento mostra resultados positivos em três tipos de câncer». Consultado em 27 de janeiro de 2010 POP. «Novo fármaco atrasa progressão do cancro nos rins avançado». Consultado em 27 de janeiro de 2010 Portal Fator. Câncer renal: Anvisa aprova medicamento oral para tratamento do carcinoma das células renais avançado ou ...

*Fator de crescimento - Wikipédia, a enciclopédia livre

Os fatores de crescimento são um conjunto de substâncias, a maioria de natureza proteica que juntamente com as hormonas e os neurotransmissores, desempenham uma importante função na comunicação intercelular.. A função principal dos fatores de crescimento é a o controlo externo do ciclo celular, mediante abandono da quiescência celular (fase G0) e entrada da célula na fase G1.. A função dos fatores de crescimento não é somente a de estimular a proliferação celular mediante a regulação do ciclo celular, iniciando a mitose, mas também a de manter a sobrevivência celular, estimular a migração celular, a diferenciação celular e também a apotose.. Geralmente promovem a diferenciação e a maturação da células, o que varia entre os fatores de crescimento. Por exemplo, as proteínas ósseas morfogenéticas estimulam a diferenciação óssea, enquanto que o fator de crescimento endotelial vascular estimula a diferenciação do vaso sangüíneo. Os fatores de crescimento agem ...

*Célula endotelial

... é um tipo de célula achatada de espessura variável que recobre o interior dos vasos sanguíneos, especialmente os capilares sanguíneos, formando assim parte da sua parede. O núcleo das células endoteliais é achatado e aparenta uma forma elíptica em cortes visualizados no microscópio. A região nuclear e mais compacta da célula evidencia-se à luz. A região periférica e mais delgada da célula é muito fina e as membranas de um lado e de outro da célula estão separadas por uma camada de citoplasma com uma grossura de 0,3 a 0,5 microns. Existe na região próxima ao núcleo um aparelho de Golgi e algumas mitocôndrias. Na região delgada e periférica do citoplasma existem elementos tubulares do retículo endoplasmático. Os lisossomas são raros. Mas frequentes são outros corpos multivesiculares. Uma característica chamativa das células endoteliares é a presença de uma numerosa população de vesículas do plasmalema, com cerca de 70 nanómetros de diâmetro, ...