As associações diretas entre a zoofilia e transtornos neuróticos referenciados no artigo citado devem ser vistos com alguma ponderação: vários outros transtornos mentais foram revistos ao longo da história da psicologia. De acordo com as teorias modernas a zoofilia poderia ser considerada como um transtorno mental se causar um enorme sofrimento humano à pessoa que a pratica. Há de se considerar, contudo, que as relações sexuais entre seres humanos e seres animais poderiam ser vistas como uma forma de abuso animal como citam algumas leituras. Em contrapartida é bem conhecido que muitos jovens chegam a manter relações sexuais com animais em sua adolescência sem que isso possa ter qualquer apelo dramático ...
Como você já percebeu existem, pelo menos, duas coisas que só crescem no mundo dos negócios: as metas e as pressões.. Dentro da lista (também crescente) de competências essenciais que você precisa possuir para garantir a sua empregabilidade em mundo sem empregos (mas com muito trabalho) estão duas intimamente ligadas: a resiliência e a saúde (física, mental e espiritual).. Além de ser extremamente competente e produtivo, o profissional hoje precisa de muita saúde para agüentar a sobrecarga de trabalho e pressão à qual é submetido todos os dias.. Apenas para termos uma idéia, as desordens psíquicas (especialmente a depressão e o estresse) são o segundo maior grupo responsável pelos afastamentos, perdendo apenas para as doenças osteomusculares (as velhas L.E.R e D.O.R.T).. Em ordem de prevalência a depressão representa cerca de 65% dos casos seguida por transtornos neuróticos potencializados pelo estresse, esquizofrenia e consumo de álcool e drogas.. As pessoas estão ...
Há 60 anos, a absorvente "psiquiatrização" da terapêutica das enfermidades mentais foi robustecida com o advento das primeiras drogas facilmente absorvida no Sistema Nervoso Central, porém seu uso tornou-se abusivo e indiscriminado, cristalizando a doença mental crônica e incapacitante. Mais recentemente, todavia e felizmente outras terapias têm surgido a exemplo da arteterapia e outras técnicas expressivas, todas consideradas intervenções admiráveis dentro desse novo "approach" (enfoque) mais humano.. Há grande contingente de expressão, viabilizados por atividades atreladas à música e ao teatro, trabalhando a ampliação da comunicação com o mundo interno e externo. A metodologia, enquanto manifestação criativa do ser humano na sua luta interior, tem sido resgatada enquanto prática terapêutica na assistência em saúde mental e destina-se tanto a transtornos neuróticos como psicóticos. No anfiteatro da psiquiatria, pesquisadores mais atrevidos já incluíam algumas ...
Neurose é um distúrbio emocional, afetivo e de personalidade e acontece quando o sistema nervoso de uma pessoa reage com exagero a uma determinada experiência já vivida. Uma pessoa neurótica passa a ter reações e comportamentos diferentes: fica muito ansiosa, evita sair de casa para ir a determinados lugares, tem medo de certas situações, imagina situações que pode fazer mal, ficam deprimidos mais constantemente, são mais preocupados… enfim, uma pessoa neurótica sente tudo o que uma pessoa normal sente no seu dia-a-dia mas sempre exageradamente. Em geral uma pessoa neurótica sabe do seu problema, sofre com isso mas se sente incapaz de solucioná-lo.. O tratamento mais adequado para ajudar um paciente neurótico a lidar com esse distúrbio é a psicoterapia. A psicoterapia permite transformações profundas de personalidades e pode ser feita individualmente, em grupo, com casal, entre família e intervenção institucional.. ...
Tempo de leitura: menos de 1 minuto. Querida leitora,. fiz mais um hangout com as pioneiras em Psicogenealogia no Brasil: Jaqueline Oliveira e Monica Justino. O tema, dessa vez, foi "neurose de classe".. Sabia que você pode estar sofrendo disso e, por esse motivo, não consegue progredir na vida? É porque a neurose de classe, de uma forma bem resumida, mostra como a sua história familiar pode influenciar na sua trajetória social e profissional (*).. Quer saber como? Assista ao hangout abaixo:. ...
A sociedade é neurótica. Ela existe sobre bases neuróticas. Toda a sua história é uma história de loucuras, de violência, guerras e destruições. Alguém diz, Meu país é o maior do mundo. Isto é uma neurose. Outro diz, Minha religião é a maior e a mais evoluída do mundo. Esta é outra neurose. E estas neuroses já entranharam no sangue e nos ossos e as pessoas tornaram-se muito embotadas e insensíveis. Elas tiveram que se tornar assim, caso contrário a vida ficaria impossível. ...
Sinopse: "Há 26 anos, um incidente mudaria um colégio. A morte de uma estudante exemplar, comunicativa, bonita e simpática, muda o ciclo do colégio. Desde então a Sala 3 do 9° ano do ensino fundamental do Colégio Yomiyama da Zona Norte não é mais a mesma. Na primavera de 1998, um estudante de 15 anos, Sakakibara Kouichi, se muda de Tóquio para Yomiyama, a cidade natal de sua mãe, pelo fato de seu pai estar a trabalho na Índia. Pouco antes do início das aulas ele é internado com pneumotórax. É no hospital, após a visita de alguns dos seus futuros colegas de classe, que ele começa a sentir a atmosfera diferente que envolve a cidade e em especial o seu novo colégio. No hospital ele também conhece uma garota com um tapa olho. Kouichi percebe que somente a sua sala é diferente, e que algo estranho acontece ao seu redor, mesmo sem saber o por que. Aos poucos ele vai descobrindo o que houve na sala 3 do 9° ano, o incidente de 26 anos atrás, período que sua mãe estudava no ...
Muitas pessoas têm costume de apagar os históricos para não encher a memória do celular. Portanto, isso não é uma regra clara de quem está escondendo alguma coisa. Se assim realmente for, o namorado visando pelo bem-estar de ambos, poderia mostrar os textos e em seguida apagar justificando o porquê disso. Obviamente que não é necessário e nem deveria, mas conhecendo a namorada, porque não evitar alguns conflitos? Mas para isso a mulher também precisa colaborar, né ...
Sinopse: " Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele." ...
Sinopse: " Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. ...
O nosso país, ou melhor os seus atuais representantes, nos últimos tempos, têm se comportado como um individuo que, decorrente de um mecanismo subconsciente de compensação neurótica, por problemas de pequenez ou inferioridade mal resolvidos, passa a vida a fazer birras e se comportar como um individuo, capaz de tudo diante de todos, para conseguir passar a mensagem de que é grande, valente e rico e, como tal, não precisa de ajudas.. Todavia, sistematicamente, passada esta fase de pulsão neurótica inconsequente, caímos na realidade e deparamos com os sinais persistentes de fraqueza enraizados na estrutura do doente, que compromete, de forma radical, os objetivos decorrentes desta estratégia atípica e ingénua.. Reparem bem no conteúdo daquilo que suportou a mensagem política da atual maioria governamental, estando na oposição. Diziam eles, em especial o seu líder, Patrice Trovoada, que o país não poderia passar a vida como um pedinte crónico, não obstante a nossa pobreza e, ...
Ultimamente parece que minha vida gira em torno dele. Uma atitude dele na cidade dele pode afetar completamente meu humor durante o dia, me deixando praticamente incapaz de continuar meu dia como deveria ser. Se ele passa o dia com os amigos, eu fico ansiosa o dia inteiro. Não que eu não confie nele, mas sei lá, é como se eu tivesse medo que os sentimentos dele mudasse repentinamente. Se ele passa o dia todo sem falar comigo (o que por ele ele faria, já que não sente a mesma necessidade que eu de estar se falando durante o dia) eu também fico ansiosa, pensando se ele esqueceu de mim, se ele está ocupado com os amigos ...
Por Manaira Tobias. Hoje em dia um dos sites mais acessados da internet (se não o mais accessecado) é o Facebook. Lá é possivel encontrar amigos de diferentes lugares do mundo, comunicar-se com eles, criar amizades, conhecer pessoas novas, se conectar com elas e passar e receber informações. Também é possível excluir, bloquear, denunciar e parar de se comunicar com as pessoas. Mas só funciona de um único modo: utilizando energia elétrica.. Curiosamente o sistema nervoso funciona da mesma maneira, conforme necessita de algo, cria comunicações com diferentes partes do cérebro, gera novas sinapses, produz mais ou menos sinalizadores, pode ter bloqueio de comunicação, interrupção de sinais, pode ser muito rápido ou mais lento, tudo isso com impulsos nervosos gerados também por energia elétrica.. Dividido em sistema nervoso central e sistema nervoso periférico o sistema nervoso funciona como o centro comunicador do organismo, capaz de coordenar quaisquer funções que serão ...
quem tem dinheiro para uma outra rodada" e meu trabalho apesar de ser num horário incompatível com a faculdade pagava bem então eu falava "eu tenho". Eu dava moedas para ajudar sem-tetos a comer e achava que eu tava fazendo tudo certo. Que meus desvios eram permitidos pois, sabe, muito trabalho. Sabe, muita responsabilidade justificava eu agir irresponsavelmente. Então eu jogava fora meu dinheiro em coisas burguesas demais pois arcava com coisas demais sempre criando um paradoxo para justificar qualquer tolice. Eu era uma criança sem necessidades então recolhi emprestado todas as imposições alheias para cobrir qualquer coisa ou quem sabe algo que nem sequer existia. Eu berrava em festas coisas clichês e todo mundo ria e eu me sentia bem e eu não duvidava da autenticidade de nada ...
Ai conheci a Ana e a Mia... Meu mundo mudou (não pra melhor...) fiquei com esperanças de emagrecer com ajuda da Ana, e realmente consegui uma parte, mas minha compulsão por comida sempre volta, não consigo me controlar, é mais forte q eu! Não gosto da Mia pois me faz sentir mal, me sinto um lixo de pessoa, a Ana me dá tontura, cansaço, e as vezes alguns quase desmaios mas me faz sentir bem pois estou seguindo meu objetivo. Não aconselho ninguém a fazer oq faço, a saúde fica aos trapos... Mas acho q pra mim é a unica saida, ou talvez... ...
Minha vida mudou muito desde que te conheci, antes eu estava na pior, guardava tudu de ruim pra mim, me sentia péssima, e hoje eu tenho vc, sei q posso contar com vc, e o que me deixa mais feliz, é saber que vc confia em mim, e q se sente segura em contar seus problemas ...
Por Manaira Tobias O sistema nervoso autônomo (também chamado sistema neurovegetativo ou sistema nervoso visceral) está mais relacionado ao controle e comunicação interna do organismo, a vida vegetativa ...
isso se justifica, pelo simples afastamento, já piégas e reconfirmado, entre as práticas universitárias e os bancos escolares! mas, ao refletir, re-refletir novamente sobre todas essas questões insolúveis, tentei pensar mais originalmente... e se? se na verdade, não dividíssimos a história entre aquela produzida na academia e aquela nos livros didáticos? se pensassemos na história como uma só coisa, uma ciência ou disciplina, da qual existem diferentes práticas ou níveis de aprofundamento. bom, nesse caso, o que teríamos não seria a aparente histeria, fruto da esquizofrenia coletiva dos acadêmicos, distantes por excelência do mundo real. nesse caso, teriamos uma ciência neurótica ...
O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose Depressão Neurose A A maior doença a hoje, não é a lepra ou a tuberculose, mas a sensação de abandono, de não ser amado. Madre Tereza de Calcutá Infarto Agudo do
Este livro reúne em um único volume textos espalhados ao longo de mais de trinta anos de pesquisa clínica, que lançaram os fundamentos das estruturas clínicas freudianas: neurose, psicose e perversão. Os principais eixos da psicopatologia psicanalítica foram estabelecidos em um arco que se inicia no contexto da correspondência com Fließ, no fim do século XIX, até os célebres artigos sobre o masoquismo e o fetichismo, redigidos no entreguerras. Embora mais ou menos um século nos separe desses escritos, eles continuam contemporâneos. Freud não esteve apenas à frente de seu tempo, mas também do nosso. Por exemplo, quando afirma que
A pesquisa comparou imagens do funcionamento do cérebro de pessoas entre 12 e 79 anos e descobriu que a estabilidade emocional continua a aumentar, mesmo depois dos 70 anos.. O estudo, realizado na Universidade de Sydney, vai contra a crença de que o funcionamento do cérebro se reduz com a idade.. Um total de 242 homens e mulheres saudáveis foram submetidos a exames de ressonância magnética e tiveram a atividade elétrica do cérebro monitorada enquanto reagiam a imagens de expressões faciais com diferentes emoções.. Traços de neurose foram se reduzindo com o avanço da idade - com o grupo de 12 a 19 anos mostrando-se o mais neurótico, e o grupo de 50 a 79 anos o menos neurótico.. Quando viam imagens de rostos com diferentes expressões, os mais jovens reconheciam melhor os que demonstravam medo e tinham dificuldade de identificar alegria.. As imagens do cérebro das pessoas estudadas também mostraram que a área pré-frontal do cérebro fica mais ativa quando processa emoções ...
A neurose é um termo genérico utilizado na psiquiatria para descrever doenças caracterizadas por transtorno no funcionamento do sistema nervoso sem que uma causa anatômica possa ser identificada. Esse termo foi depois substituído por transtorno de...
Longe de ser sinônimo de loucura, a neurose é uma doença emocional associada à capacidade de adaptação às experiências e situações vividas, podendo ser mais sensíveis ou suscetíveis a determinadas situações. Abaixo, você encontra especialistas em tratar esse tipo de problema.
Nomear a neurose pode ser um grande perigo, porque ela ganha um significado tremendo. Não que o analista não deva conhecer a teoria, mas é como Jung mesmo disse devemos conhecer todas as teorias, dominar todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana. ...
E será que o stress influência o sistema imunológico? Para responder a esta pergunta os cientistas, pediram ao grupo de voluntários que, após receberem a 3ª dose da vacina para o Hepatite B, fizessem um discurso público, perante câmaras de televisão. Antes e após esta situação de stress foram colhidas amostras de sangue, e novamente verificou-se que, nos indivíduos classificados com tendo uma personalidade neurótica a resposta imunitária foi claramente inferior aos outros elementos do grupo de estudo ...
A neurótica, o maníaco sexual, o tímido e a sonhadora. Quatro estereótipos que se tornam personalidades mais profundas, desencadeando em uma história. Jovens que recém descobriram a sexualidade passam a ter responsabilidades de
Podemos mudar de vida, de aspeto, de amigos, de namorado, de trabalho, de hábitos, de prioridades. E o mais importante, será que podemos mesmo mudar?. A resposta, onde quer que a pro-curemos, parece ser unâni-me. Mas não é. A nossa per-sonalidade, pelo menos, não podemos mudar; está forma-da antes do final da adoles-cência. Podemos mudar alguns comporta-mentos, limar arestas, largar vícios, empre-ender decisões que transformam a nossa vida e lhe mudam o rumo, mas tudo isto - que implica já muito esforço e força de von-tade - é apenas um arranhar na superfície do que somos. «Na vida adulta podemos al-terar alguns mecanismos de defesa ou mo-dos de funcionar perante os outros, mas a mudança de aspetos relacionados com a personalidade é particularmente difícil em termos clínicos», assegura o psiquiatra Cláudio Moraes Sarmento.. De resto, e se pusermos de parte pato-logias e distúrbios psiquiátricos, os tipos de organização de personalidade são ape-nas três: neurótica - ...
Em uma foto que o cantor compartilhou de sua mulher Monica Benini, que espera o primeiro filho do casal, a internauta comentou que Sandy era "neurótica" em relação a uma possível exposição do filho e que Junior parecia ser mais relaxado, "menos fresco que Sandy".. "1- Julgar as pessoas já é errado. Julgar sem conhecer a pessoa de verdade, é pior ainda. 2- Vir fazer isso no perfil do irmão dela e comentar como se estivesse falando de um objeto, não de um ser humano, é ofensivo. 3- Comparar a gestação de uma pessoa com uma vida inteira exposta (e atacada pela mídia em boa parte dela) à gestação de alguém com uma vida completamente diferente é sem sentido algum . 4- No seu comentário já vem uma cobrança e um peso de como eu devo agir em relação ao meu filho q nem nasceu ainda. Sendo q a forma como vou criá-lo, não diz respeito a você! 5- Cuide da sua vida e seja a mudança que vc quer ver no mundo. 6- Ler comentários inteiros sem nenhuma nenhuma pontuação sim, é um ...
O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" narra a história de uma menina que desenvolve uma sensibilidade enorme pelo fato de viver sempre isolada das pessoas. Esse distanciamento estabeleceu uma relação diferente com as coisas e os seres, desenvolvendo um jeito especial de enxergar e lidar com o mundo.. Amélie (Audrey Tautou) leva uma vida aparentemente insossa. Sem namorado, sem amigos, com um pai indiferente e uma mãe neurótica, trabalha como garçonete ao lado de pessoas comuns, com seus problemas rotineiros, neuras, carências e decepções.. Mas a vida de Amélie rompe a monotonia ao encontrar uma caixinha atrás do azulejo do seu banheiro, contendo "pequenas" lembranças de um menino que lá morara por volta de 1950. Diante disso, resolve encontrar esse menino, agora já um homem, para lhe entregar seu tesouro de infância.. A reação do homem ao encontrar a caixinha com suas recordações desencadeia em Amélie uma nova percepção e um novo sentido para sua vida.. ...
O ser humano é de um lirismo ácido. A energia gasta pela necessidade neurótica de ser perfeito é caríssima, esmaga o prazer de viver.. O medo da crítica, do vexame, da rejeição, tem feito mentes brilhantes apagarem seus luzeiros. Por nada e ninguém podemos deixar de decifrar o código da espontaneidade. Quem não o decifra, pouco a pouco se deprime. Nossa liberdade não pode estar à venda por preço algum. Mas a vendemos por bobagens, a trocamos com incrível facilidade.. Quando alguém nos aponta um erro, mudamos de cor e troamos de humor. Quando alguém revela alguma atitude estúpida, ficamos indignados. Nada tão absurdo! Nada tão imaturo!. Nas relações desiguais, o vírus do orgulho contagia em frações de segundo o cérebro daquele que se considera superior, levando-o a silenciar a voz do que está em posição inferior. Quem usa a relação de poder para impor suas ideias não é digno do poder em que está investido.. Quem não decifra os códigos da inteligência acaba ...
Nunca tive grandes problemas com as ex-namoradas dos meus namorados. O Babe, felizmente, não tem ex. Ou melhor, tem, mas sou eu, portanto não me chateia muito. Mas houve outro que tinha ex e que, ainda por cima, era uma daquelas neuróticas que lhe exigia explicações de tudo como se ainda namorassem e que controlava cada passinho dele ao milímetro. Nós chamavamos-lhe carinhosamente de Psycho, porque a miúda era mesmo neurótica.. Uma vez, adormeci em casa dele (já não me lembro o que é que ele estava a fazer mas, fosse o que fosse, deu-me sono) e acordei sobressaltada depois de sonhar com ela sentada numa cadeira de baloiço, com uma faca na mão, agitando-se precisamente ao som daquela música estridente do filme Psycho. God, ela arrepiava mesmo, especialmente quando lhe dedicava estados no MSN com frases tão românticas como: FILHO DA P#%!, CABRÃO DE M#[email protected]&, EU MATO-TE CAR#$%[email protected], EU VOU-ME VINGAR!!!!!!!. Era tão amorosa.. Ele, por sua vez, mostrava-se um rapaz bastante inteligente, ...
Não é ficar neurótica, é pensar na saúde, no bem-estar, no condicionamento físico... Isso não tem que ser o assunto de todas as conversas também, né meninas? Eu não aguento ficar ouvindo as pessoas falando só sobre isto... Certa vez eu li, no livro "As Mulheres Francesas Não Engordam" que as francesas não falam sobre dieta, isso é assunto de fórum íntimo na vida delas, ou seja, elas comem de tudo, pouca quantidade, e se mantém na linha, caso estejam um pouco acima do peso ideal, elas dão uma alinhada, mas não ficam falando igual sobre isso com os outros... ...
TESSÁLIA - Todo mundo espera por essa né? Primeiro um geralzão pra quem não conhecia a face dela pré-BBB: A Tessália (que diabos que mãe bota um nome desses? Tinha que ser a mãe da Tessália mesmo...) é uma publicitária (tsc tsc) curitibana que ficou famosa depois de ativar scripts em seu twitter pra ter um maior número de followers. A idéia é vir followers reais e ver aquele número enorme e se perguntar "Nossa, ela é bastante seguida, o que ela deve ter de tão interessante pra isso?". E é aí que tá: ela não tem nada. E é possível que você já tenha percebido isso no próprio reality. Boba, neurótica, sem-sal. Bem imatura mesmo. Aquelas geeks sem conteúdo que não tem nada pra fazer. Juntando isso tudo o que dá? Milhões de brasileiros metendo o pau na boqueTess. Por mais que tenhamos, não era necessário motivo algum! Só pelo fato dela ser a Tessaranha zoada já seria o suficiente. Mas não é que ela roubou o namorado de uma mina muito gostosa (que já tá na ...
Chegamos em casa e só conseguíamos pensar em dormir. Tudo preparado, nos acomodamos e , ao fazer a inspeção diária na Pitty, notei umas feridinhas nas costas dela, que não se pareciam nem um pouco com os seus ferimentos costumeiros, devido suas tentativas de fuga. Sei lá, umas cascas, que tinham pus embaixo (perdoe quem acabou de comer). Fiquei gelada, pq aqui em Mato Grosso tá tendo um surto violento de Leishmaniose, e , apesar de ser possível o tratamento, o Estado obriga a Eutanásia, uma vez que , contraída a doença, mesmo que o cão tenha os sintomas curados, o vírus fica encubado, transformando ele em um transmissor. Estamos prevenindo com um spray chamado Defendog, muito bom por sinal, e que deixa ela com um cheirinho delicioso de cachorrinho que acabou de sair do Pet Shop, mas estou bastante neurótica com essa questão. E outra, o spray acabou, e custa os olhos da cara. Fiquei apavorada, ainda mais por ver que ela estava muito incomodada com aquelas feridinhas... Maridão tb ...
É divertido acompanhar o dia a dia da vida adulta através da visão da autora em suas tirinhas. É real, é normal, é atual, é gente como a gente, a identificação rola solta e em determinados momentos você se pega gritando: SOU EU! O que mais me encantou nesta obra é que de maneira despretensiosa e simples a autora consegue nos fazer refletir sobre os altos e baixos da vida, sobre os pequenos detalhes que em meio à rotina corrida nos passa despercebidos e que às vezes o que realmente precisamos é apenas gargalhar, tacar o foda-se e ser feliz. Tudo bem ser dramática, neurótica, um pouco maluquinha e permitir que uma criança interior siga habitando em você, afinal de contas, ninguém quer se tornar um adulto de verdade ...
Núbia Óliiver não cansa de mostrar que está muito bem aos 42 anos. Para provar, a modelo fez um ensaio sem roupa e contou que aos 40, o sexo está muito mais intenso do que quando era mais jovem. "Em muitas das minhas entrevistas sempre dizia que era louca pra chegar aos 40, pois o sexo ficaria mais intenso por tudo que li e aprendi.E isso e um fato!", disse Núbia.. A modelo se sente mais atraente e, com isso, acredita que o sexo fica melhor. "Hoje me sinto muito mais gostosa em todos os sentidos. Sou mais calma, porém mais intensa! Aprendi como aproveitar cada minuto a meu favor. O tempo está a meu favor, me fazendo muito bem", acredita ela.. Para manter o corpão em dia, Núbia disse que sua dieta é simples e que não faz restrição a nada. "Como de tudo sem exageros. Como até dois carboidratos por dia, muita proteína e refeições a cada três horas. Agora se tenho vontade de comer algo, como, não sou neurótica. Não sou daquelas que se pesa toda hora na balança, conferindo as ...
Quando a gente descobre um lance, um sentimento, uma interface lá dentro do disco rígido, não adianta fingir que nada aconteceu. A gente vê o lance e a gente tem que mudar de comportamento ou aguentar represálias do sub-consciente. E depois, no meu caso, neurótica, melancólica, ansiosa, linda e loira, poxa, tenho milhões de coisas pra descobrir e mudar. Haja tempo de vida viu! Não é à toa que os Suleimans têm alta longevidade. Meu avô morreu com 94 anos, e o bisavô com 104. Resumindo, acaba uma crise, vem outra, e assim estou em crise há 54 anos. E, no meio delas, desfruto desse fazer nada interior, a não ser, ser feliz ...
Essa espera dura anos, dias, meses. Às vezes, acho que você nunca vai chegar e que estou aqui sentada, sendo iludida. Bom, talvez eu devesse ir atrás, quem sabe? Mas fico pensando que se não aconteceu, é porque não deve acontecer. Ou sou neurótica? Está bom. Isso sou mesmo. Porém, não me vejo com você e nem com ninguém. Sabe o que é? É que você parece tão perfeito que parece que nem existe. Quer dizer, que demora!. Não sei quem é você, nem se te conheço ou se já nos vimos por aí. O que sei, é que esses dias venho me perguntando o porquê de tanta espera. Por que você não aparece? O que está te impedindo?. Não sei se vamos dar certo, mas vejo gente por aí encontrando quem eles esperam e isso nunca acontece comigo. Seria melhor eu me completar. Ninguém deveria ter que precisar de alguém pra sentir-se completo e realizado, mas a verdade é que eu, nós, todo mundo, necessitamos desse alguém.. Só que você nunca chega. E no fundo, tenho medo de não chegar. Tenho medo ...
Insegura. Neurótica. Viciada em coca cola, amendoim e pessoas. Durmo pouco. Falo muito. Beijo pouco. Mordo todo mundo. Sistemática ao extremo. Leonina, com todas as letras. Sou extremamente cansativa, monótona, feia, magrela e pobre (afinal, sou estudante de letras ...
Muitos querem, só que poucos correm atrás para ter a tão sonhada independência perfeita. Eu sou neurótica, como todos sabem, com praticamente tudo. Se eu me dedico à alguma coisa é de corpo e alma mas também se não quero não tem quem me faça querer aquilo, seja lá o que for. Quero ser jornalista, quero ser escritora, quero uma casinha pequena, um cachorro buldogue, um escritório fofinho e confortável onde eu possa botar os pés na mesa, passar a taaaaaaaaarde inteira escrevendo as minhas bobagens e tomando café, quero ajudar meus pais, quero ajudar meus amigos, quero ajudar a favela do jacarezinho e viajar muito por esse mundo todo aí. Daí que para conseguir o que a gente quer, temos que fazer do mínimo ao máximo de esforço possível ...
E então fomos pro Kali River Rapids. Eu adoro os que molham mas não tava afim de ficar encharcada. Mas o João queria muito ir e pediu pra ir sozinho. Pensei bem, marido achou que não tinha problema. E lá se foi meu menino sozinho. Mas mal ele saiu de perto de mim bateu um faniquito porque me toquei que a entrada era de um lado e a saída de outro completamente diferente. E eu fui lá pra ponte de onde dá pra ver os botes passando. Esse menino não aparecia, foi me dando um desespero. Jesus! Deixei o marido com a Alice lá na ponte vigiando os botes e entrei na atração, percorri todo o caminho da fila (que é enorme!), empurrando o povo, dizendo em português: "dá licença, tô procurando meu filho!" hahaha.... pense num apavoramento! Meodeos. Não desejo pra ninguém. E cheguei até onde o povo entra nos botes e nada dele. Voltei, né? Com o coração na boca e lá estavam os três me esperando na porta da atração, morrendo de rir da minha cara e me chamando de neurótica. Ok, sou ...
Quem me conhece sabe: estou longe de ser uma pessoa neurótica por dietas, mas com o verão chegando, biquinis na gaveta aguardando serem usados, praia a vista, preciso continuar com a minha "dieta" sem muitas regras rígidas mas que vem dando certo: comer de tudo em pequenas quantidades e em curto período de tempo (3 em 3 horas mais ou menos). Mas acho que a minha principal atitude e que considero a responsável pela dieta estar surtindo efeitos (além da "quase" total abolição do ex adorado chocolate!) foi a de diminuir muito a quantidade de comida ingerida após as 19:00hs, jantar apenas coisinhas muito leves e pouco calóricas. Só me permito maior liberdade alimentar aos finais de semana, quando considero um risotinho uma verdadeira orgia! Assim, este omelete que lhes apresento tem sido um grande aliado meu. Além de colaborar com a dieta é simples, fácil de fazer e muito rápido. O melhor de tudo é que fica tão gostoso quanto o omelete de frigideira mas não exige sua atenção ...
Existe um plano? existe uma escapatória pra resolver um dilema? acho que nao. mas existe sim algumas distraçoes e atitudes que podem preencher esse espaço que realmente eu nao consigo e nao provoco isso em ninguem! é necessário ter algumas coisas que agora nao tenho! eu nao sei exatamente o que a minha estratégia vai me ajudar, mas no momento é o meu plano! nao ando escrevendo como antigamente, mas voltarei a ser a mesma escritora de antes! eu nao tinnha parado pra pensar em fazer algo pra mim! nao tinha percebido esse vazio que tem nos minutos e nas horas que eu passo ajudando alguem ou sendo alguem pra alguem q sempre tem um outro alguem, eu preciso de alguma coisa pra mim, mesmo q isso dure algumas semanas! nao sei se vou esquecer essa minha vontade neurótica porem sentimental. mas eu vou tentar! nas maluquices da minha vida, existe O plano! bi murer! ...
Quando ele sorri desarmado, limitado e impotente, para todas as minhas dúvidas, inconstâncias e chatices, eu sei que é daquele sorriso que minha alma precisava. Ele não faz muito pela minha angústia existencial, até por não saber. E consegue tudo de mim. Consegue até o que ninguém nunca conseguiu: me deixar leve. (…) Eu quero parar com tudo isso, ele é um menino que não pode acompanhar minha louca linha de raciocínio meio poeta, meio neurótica, meio madura. Eu quero colocar um fim neste tormento de desejar tanto quem ainda tem tanto para desejar por aí. E aí eu me pergunto: pra quê? Se está tão bom, se é tão simples. Ele me ensinou que a vida pode ser simples, e tão boa ...
Essa clareza é estabilidade.Compreende? Só a mente que está confusa, contraditória, partida é instável, neurótica, buscando, lutando, brigando. Então chegamos ao ponto em que a mente está totalmente clara e, portanto, completamente imóvel. Compreende? Imóvel não no sentido de uma montanha, mas imóvel no sentido de que é tão completamente... não tem problemas, nem - entende? - tudo isso, assim é extraordinariamente estável e, portanto, flexível. Certo? Agora: tal mente está quieta. E você precisa ter uma mente que está absolutamente silenciosa, absolutamente, não relativamente - há silêncio quando você vai numa tarde aos bosques, há grande silêncio, todos os pássaros foram para a cama, o vento, o sussuro das folhas acabou, há grande quietude, há a quietude exterior. E a pessoa observa essa quietude e diz, "Devo ter essa quietude", e assim depende da quietude de estar só - compreende? - estar em solidão. Isso não é quietude. E existe a quietude criada pelo ...
Eu não conheço a autora e nem suas obras, não sou muito adepta ao gênero policial. Amo assistir, mas ler realmente não me atraí, o que é bem estranho admito. Gostei bastante do fato de que logo de cara você já sabe quem é o assassino, nunca ouvi falar de um livro em que isso ocorre, mas não sou uma grande pesquisadora sobre o assunto para saber se outros livros tem a mesma abordagem. Um ponto contra foi essa falha na revisão que você citou, eu sou um pouco neurótica, se for apenas um erro eu deixo passar, me incômoda, ma fico ok. Se tiver outros eu já fico triste. Fico feliz que tenha gostado tanto da obra, a resenha está maravilhosa, dá até vontade de ler. Então, obrigada pela dica ...
O olho do cu é o charco na massa solta a arder na translação boémia. Um porto ensopado. A ribeira, almejante, almo janda, al mo janda, em torno de um ponteiro descalçado. Um território, aceso, coberto de musgo, cintilações, mugidos, e de odores que aceleram os vocabulários nos lagos pelos sexos engolidos. Nos roucos roncos do pénis que gulosamente grita de entre as peçonhentas substâncias da terra coberta de chuva. A boca, masculina, é uma alcateia de águas que foge de entre os curtos caules húmidos das árvores. A mudez descoberta passa, invisível, aprofunda a intimidade indizível no decote que pelos olhos esvoaça e cisalhará mentalmente o homem, enlaçando-o no tesão no marulhar peregrino dos símbolos abertos ao sexo que rutila o silvo da sua afirmação demasiado neurótica, a universalidade intransmissível nas árias, o denunciar de todas as coisas geradoras que envidraçam os sorvos da carne que fere o fundo e que mantêm a cama viva ao final do dia. No foder que enche ...
Quanto melhor for a sua aparência, melhor você vai se sentir. Não gostar do que vê no espelho é um dos grandes motivos que fazem a pessoa deixar de gostar de si mesmo. No entanto, cuidar da aparência não quer dizer bancar a neurótica, exagerar na academia e fazer dietas malucas só para tentar conquistar um visual de modelo. Tudo o que você precisa é encontrar formas de cuidar do seu corpo para se sentir bonita, saudável e bem disposta ...
Ta até pareço neurótica neste post, mas não sou. Ou ainda não me descobri. Só gostaria de entender, por que algumas coisas são tão difíceis para mim, ou sei lá, um tanto complicado de acontecer. Já tentei descobrir isso de várias formas, algumas respostas eu já tenho, mas outras ainda estão por ai perdida no tempo.A menos de 15 dias do meu casamento, estou sem vestido (por que deu uma serie de problemas) e hoje depois de um dia bem bacana, recebi um e-mail da floricultura dizendo que não tem como entregar meu bouquet na data combinada, sendo mais clara "procura outro lugar". Claro que estou tentando além do meu ser, mostrar que sou equilibrada, que tenho classe e que a esperança é a ultima que morre. Como se tudo isso ainda não bastasse, fui obrigada a ouvir de um ser que trabalha na empresa, que esta morrendo de inveja pelo fato de estar casando - não falo que mulher é uma merda - quase cai dura pra trás com esta afirmação. Ainda não terminou, recebi um e-mail da ...
aproveitei a deixa pra ficar olhando a minha vista privilegiada do alto do primeiro andar da minha casa (ohhh). mas, putz, essa vista seria bem legal se não fosse um diabo dum prédio que tem aqui, quase na frente. parece um cortiço. o prédio é daqueles finos na frente e largo dos lados (acho que é daquele arquiteto idiota que botou combogós na frente daquele prédio lá no recife antigo, lá pela década de 70) completamente cheio de janelas com coisas penduradas, um horror. fiquei imaginando como seria maravilhosamente lindo se eu pudesse usar ali aquela ferramentinha do photoshop, rubber stamp, que copia uma área xis e pinta igual em qualquer lugar. pois é, eu copiaria esse céu nublado de quarta feira à tarde e pintaria em cima daquelas janelas de gente neurótica e brega, com toalhas e calcinhas penduradas. eu ficaria com quase todo o céu livre pra olhar e não teria mais náuseas ...