Estudo prospectivo com duração de quatro anos avaliou o declínio cognitivo e sintomas depressivos observados entre500 idosos holandeses com mais de 85 anos de idade. De acordo com estudo publicado na mais recente edição da revista British Medical Journal, o avançar da idade favorece o surgimento de sintomas depressivos associados a déficits cognitivos, em especial no que tange ao quesito atenção. As conclusões são de estudiosos do Leiden University Medical Centre, na Holanda, que empregaram um método de avaliação anual dos participantes para detectarem alterações no humor ena cognição.. Fonte: [url=http://bmj.bmjjournals.com/cgi/content/full/329/7471/881]British Medical Journal[/url]Estudo prospectivo com duração de quatro anos avaliou o declínio cognitivo e sintomas depressivos observados entre500 idosos holandeses com mais de 85 anos de idade. De acordo com estudo publicado na mais recente edição da revista British Medical Journal, o avançar da idade favorece o ...
The Lancet é uma revista científica sobre medicina publicada semanalmente e com revisão por pares. É uma das mais antigas e conhecidas revistas médicas do mundo e descrita como uma das mais prestigiadas. É publicada pela Elsevier no Reino Unido pelo Lancet Publishing Group. O periódico foi fundado em 1823 pelo cirurgião e membro do parlamento inglês Thomas Wakley (1795 - 1862), que manteve-se como editor até à velhice, auxiliado e sucedido por um de seus filhos. Em 2014, no Journal Citation Reports, The Lancet foi classificada em segundo lugar dentre as revistas médicas (fator de impacto 45), atrás apenas do The New England Journal of Medicine (fator de impacto de 56). «The Lancet , British medical journal» (requer pagamento). Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2016 BBC (2009). «Pope distorting condom science». BBC (em inglês) «Prestigious Medical Journal, The Lancet, Issues Family Planning Series». Population Media Center. Consultado em ...
O British Medical Journal trouxe uma matéria assinada por dois médicos americanos, Rachel Vreeman e Aaron Carroll, sobre os chamados "mitos médicos". O objetivo é buscar a verdade científica. Um dos exemplos é que comer à noite engorda mais: não é verdade, as calorias que consumimos vão engordar independente da hora em que as ingerimos. Eis outros exemplos, tirados do British Medical Journal:. 1. Açúcar causa hiperatividade em crianças: independentemente do que os pais possam acreditar, o açúcar não pode ser responsabilizado pela perda de controle deles sobre os filhos", afirmaram os médicos Rachel Vreeman e Aaron Carroll , explicando que nenhum estudo, até hoje, mostrou algum papel do açúcar nos distúrbios comportamentais.. 2. Há mais suicídios nos feriados: "Feriados podem fazer surgir o pior de nós", comentaram Vreeman e Carroll, mas isso não é o suficiente para fazer ninguém se matar, mesmo nos meses de muito frio, quando ninguém sai de casa. Ao contrário: ...
Os analistas da Zion Market Research prevêem o mais recente relatório sobre "Mercado de equipamentos de dispensadores de bebidas: análise, tamanho, participação, crescimento, tendências e previsão da indústria global, 2018-2026", de acordo com seu último relatório. O relatório a seguir contém uma interpretação do marketing plano para o mercado de equipamentos de dispensadores de bebidas O relatório global do mercado de equipamentos de dispensadores de bebidas concentra-se na forte análise do estado atual do mercado de equipamentos de dispensadores de bebidas, que ajudará os leitores a desenvolver estratégias inovadoras que atuarão como um catalisador para o crescimento geral de sua indústria. Este relatório de pesquisa segmenta o mercado de equipamentos de dispensadores de bebidas de acordo com o tipo, aplicação e regiões e destaca as informações sobre os setores e mercado, tecnologias e habilidades sobre as tendências e os desenvolvimentos dos setores.. O relatório ...
Terapêutica tripla no tratamento da doença pulmonar obstrutiva crônica reduz exacerbações dos sintomas - Revisão sistemática e metanálise publica, no periódico The British Medical Journal (BMJ) , os resultados de um ensaio clínico randomizado sobre o uso de terapia tripla no tratamento da doença pulmonar obstrutiva crônica. - Medical Journal - news.med.br
LOBO, Antonio et al. Somatisation in primary care in Spain I: estimates of prevalence and clinical characteristics. BRITISH JOURNAL OF PSYCHIATRY. , v. 168, 344-348, 1996 ...
Pedras na vesícula podem ser fator de risco independente para diabetes mellitus tipo 2, segundo artigo do American Journal of Epidemiology - Em artigo publicado no American Journal of Epidemiology , a presença de pedras na vesícula (colelitíase) foi identificada como um fator de risco independente para o desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2. A nefrolitíase (pedras nos rins) não foi associada ao maior risco de desenvolvimento deste tipo de diabetes. - Medical Journal - news.med.br
Os artigos de revisão, aqueles trabalhos científicos que organizam dados da literatura existente em uma determinada área do conhecimento, nem sempre são escritos com o cuidado necessário para evitar a citação de papers com dados incorretos ou com suspeita de má conduta. A conclusão é de um estudo realizado por pesquisadores da Suíça, França e Alemanha, publicado pela revista BMJ Open. Foram analisados 118 artigos de revisão publicados em 2013 em quatro periódicos da área médica: Annals of Internal Medicine, The British Medical Journal, The Journal of the American Medical Association e The Lancet.. Os pesquisadores investigaram se os autores haviam seguido seis procedimentos importantes para prevenir a inclusão de dados equivocados ou fraudados nos artigos de revisão. A conclusão é que em apenas metade dos trabalhos os autores adotaram três ou mais desses procedimentos capazes de detectar problemas.. Os procedimentos são os seguintes: cotejar resultados de papers citados ...
A descoberta de suas outras funções foi gradativa. Hoje, uma das áreas nas quais é possível encontrar conhecimento mais sólido a esse respeito é a do câncer. A relação entre a melatonina e a doença começou a ser mais investigada quando surgiram indicações de uma associação entre o risco aumentado para a enfermidade e o trabalho noturno. A última delas foi divulgada há poucas semanas na edição online do "British Medical Journal", uma das mais importantes publicações científicas do mundo. Realizado no Queens University, no Canadá, um levantamento mostrou que mulheres que trabalharam em turnos noturnos por mais de 30 anos apresentaram duas vezes mais chances de desenvolver tumor de mama. Outra, divulgada no "American Journal of Epidemiology", indicou a associação entre homens trabalhadores noturnos a risco elevado para câncer de próstata, pulmão, bexiga, reto, pâncreas e linfoma não Hodgkin. Os resultados levantaram a hipótese de que a ligação entre as duas coisas ...
MF Rural bebidas Comprar Vender bebidas Compra de bebidas Preço bebidas Venda bebidas Comércio de bebidas Mercado bebidas Classificados de bebidas Ven
INTERNATIONAL JOURNAL ON WORKING CONDITIONS ISSN : riscos e alternativas Isabel Ferreira 1, Marta Santos 2 1 Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Rua Alfredo
INTERNATIONAL JOURNAL ON WORKING CONDITIONS ISSN Rui Pedro Fonseca Universidade do Porto / Instituto de Sociologia, Porto, Portugal. Resumo: Este estudo aborda
Movimento periódico é todo aquele que se repete identicamente em intervalos de tempo iguais. O intervalo de tempo correspondente a um movimento completo é o período do movimento e o número de movimentos completos realizados em uma unidade de tempo, é a frequência. O movimento circular e uniforme (MCU) é um movimento periódico, o mesmo vale para o movimento pendular. Por sinal, o movimento do pêndulo pode ser aproveitado para fornecer a cadência certa para um relógio. E os ponteiros de um relógio também realizam um movimento periódico. O ponteiro dos minutos por exemplo tem período de 1 hora, ou 60 minutos ou 3.600 segundos. A frequência desse ponteiro pode ser 24 rotações por dia. Já o ponteiro das horas tem frequência de 2 rotações por dia (00:00 as 11:59 = Uma volta; 12:00 as 23:59 = uma volta). O movimento de rotação da Terra ao redor de seu próprio eixo é um movimento periódico com período de 0,99727 dia ou 23,9345 horas ...
De acordo com estudo publicado no periódico The British Medical Journal (BMJ), as estatinas não mostraram benefício na prevenção primária de doença cardiovascular aterosclerótica e mortalidade global em pacientes não diabéticos com mais de 75 anos.. O estudo envolveu 46.864 pessoas, com 75 anos ou mais sem doença cardiovascular aterosclerótica clinicamente reconhecida, entre 2006 e 2015. Os participantes foram estratificados pela presença de diabetes mellitus tipo 2 e como não-usuários de estatina ou novos usuários. Dos participantes, 7502 indivíduos (16,0%) estavam tomando uma estatina, e 7880 (16,8%) tinham diabetes tipo 2. O tempo médio de acompanhamento da pesquisa foi de 5,6 anos.. Entre os indivíduos sem diabetes, o tratamento com estatina não foi associado a uma redução nas doenças cardiovasculares ou mortalidade globais em ambos os grupos etários pesquisados - entre 75 a 84 anos; e muito idosos (85 anos de idade ou mais).. Para os participantes com diabetes tipo ...
Astros que consomem uísque, vinho ou cerveja em um filme são uma força invisível, mas potente, que incentivam o consumo de álcool por jovens, afirma um estudo feito na Faculdade de Medicina de Dartmouth, nos Estados Unidos. A pesquisa concluiu que a exposição a cenas com consumo de álcool no cinema é um fator de risco mais influente para que os adolescentes consumam bebida alcoólica do que pais que bebem ou o fácil acesso à bebida em casa. A análise foi publicada nesta semana no periódico BMJ Open, do British Medical Journal ...
Estudos anteriores já mostraram que beber com moderação pode fazer bem para a saúde. Inclusive, muitos especialistas recomendam a ingestão de uma taça de vinho à noite ou um copo de cerveja para proteger o coração. No entanto, um novo estudo, publicado no periódico científico British Medical Journal (BMJ), sugere que até mesmo o consumo moderado de bebidas alcoólicas podem não ser tão saudável assim, pelo menos para o cérebro. ...
Uma das grandes dúvidas dos fumantes que desejam abandonar o tabagismo é se parar de fumar realmente contribui para o ganho de peso. A resposta para essa questão é: sim! Um estudo publicado no periódico British Medical Journal revelou que o ganho médio de peso para um ex-fumante é de, pelo menos, 4 quilos no […]. ...
A recomendação para beber de seis a oito copos de água por dia para prevenir a desidratação pode não fazer tanto sentido, defende texto publicado no periódico British Medical Journal. Isso porque não existem evidências claras dos benefícios de beber exatamente essa quantidade. A ingestão de 1,5 a dois litros é defendida por inúmeras instituições, incluindo o National Health Service, do Reino Unido, além da classe médica. No entanto, argumenta a análise, não existem estudos empíricos que confirmem que essa quantidade de água realmente é a ideal. Além disso, a água, sozinha, não seria a solução para muitos problemas de saúde ...
A pesquisa foi publicada no periódico "British Medical Journal" e analisou dados de registros da Dinamarca envolvendo mais de 1,5 milhão de mulheres com idades entre 15 anos e 49 anos, acompanhadas de 2001 a 2010 ...
Escrevi ontem que uma revista britânica - a British Medical Journal - havia se levantado contra a Humanae Vitae, publicando, no quadragésimo aniversário do documento de Paulo VI, um editorial que era a anti-encíclica, até mesmo pelas expressões utilizadas. O G1 fez o papel do "retransmissor" tupiniquim do besteirol.. Por outro lado, a edição de 30 de julho da VEJA (que já estava em circulação na sexta-feira, 25 de julho) traz uma matéria de capa gratificante, abordando o mesmíssimo assunto, mas (a julgar pela capa, pois ainda não li a matéria) sem a cegueira voluntária do especialista britânico. Ei-la:. ...
Academic Journals Database is a universal index of periodical literature covering basic research from all fields of knowledge, and is particularly strong in medical research, humanities and social sciences. Full-text from most of the articles is available. Academic Journals Database contains complete bibliographic citations, precise indexing, and informative abstracts for papers from a wide range of periodicals.
Academic Journals Database is a universal index of periodical literature covering basic research from all fields of knowledge, and is particularly strong in medical research, humanities and social sciences. Full-text from most of the articles is available. Academic Journals Database contains complete bibliographic citations, precise indexing, and informative abstracts for papers from a wide range of periodicals.
Vamos combinar: não é fácil andar pelo supermercado e passar pela seção de biscoitos recheados e salgadinhos sem resistir aquela tentação de colocar um pacotinho de cada dentro do carrinho e levar para casa. E é bom mesmo evitar o corredor destas guloseimas porque os alimentos ultraprocessados podem trazer danos reais para a saúde, inclusive aumentando o risco de câncer.. Um estudo feito por pesquisadores franceses da Universidade de Sorborne sobre alimentos ultraprocessados, publicado na revista médica British Medical Journal, observou um risco mais elevado de câncer, em geral, em pessoas que tem uma dieta a base de macarrão instantâneo, bebidas açucaradas, salgadinhos, nuggets, almôndegas, embutidos (salame, presunto com aditivos) e pratos congelados. A pesquisa, que foi feita com 104.980 pessoas, apontou que um aumento de apenas 10% na ingestão destes alimentos pode ser associado a elevação no risco da doença, especialmente os cânceres de mama (entre 2% e 22%), estômago ...
Bloqueadores dos canais de cálcio e losartan estão associados a um menor risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial. Já os diuréticos, bloqueadores β, inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA), bloqueadores dos receptores da angiotensina II não-losartan podem aumentar o risco de ter a doença.. Para determinar as relações independentes entre o uso de medicamentos anti-hipertensivos e o risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial foi realizado um estudo caso-controle publicado pelo British Medical Journal (BMJ).. Depois dos ajustes estatísticos necessários, os resultados mostraram que os bloqueadores dos canais de cálcio e o losartan estão associados a um menor risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial. Já os diuréticos, bloqueadores β, inibidores da enzima conversora da angiotensina e os bloqueadores dos receptores da angiotensina II não-losartan estão associados a um risco aumentado para esta patologia.. ...
Isto ciclo da dieta detox deve ser realizada imediatamente após a período depurativa bem como sua constância é de 7 dias. Após acabar a semana, você pode voltar a abrir circuito da abstinência detox, começando, de novo, com a período depurativa.Certa mulher com 47 anos ocasionou certa dieta detox baseada na ingestão de bebedeira e a muitos medicamentos herbais. Em seguida de certo período a acanhamento e também de animar dos dentes, a fêmea colapsou e também sofreu uma agitação, conforme contam os médicos que a assistiram num texto na British Medical Journal - Case Reports. Melhor uma vez, análise foi hiponatrémia - graus bem baixa de sódio no organismo -, porém, adversário a família, a mulher nunca estaria a beber quantidades anormais a água. A autoria seria capaz tornar-se de um dos componentes usados: a raíz a valeriana, que pode conservar acelerado a situação.Isto regime jamais acaba ajudar você a acudir-se a sua alimentação mais saudável… editorial explica ...
Londres, 22 jan (EFE).- As pessoas com mais vitamina D no sangue têm menos possibilidades de desenvolver câncer de cólon que as que têm baixos níveis do composto, segundo um estudo publicado hoje na revista médica British Medical Journal (BMJ).
Introdução. Conhece-se bem o impacto da propaganda de medicamentos e demais produtos relacionados à saúde tanto na prática dos profissionais do setor, como nas demandas das populações. As indústrias farmacêuticas, por exemplo, gastam em média 35% do valor das vendas com a chamada "promoção farmacêutica", publicidade e marketing de seus produtos. São inúmeros os estudos que mostram a influência das estratégias utilizadas pelos fabricantes de medicamentos na qualidade da prescrição médica. Basta citar pesquisadores como Lexchin1,2, Herxheimer3, Silverman4,5, Avorn6 e, no Brasil, Barros7-9, entre aqueles que publicam estudos sobre o tema há cerca de três décadas, alertando para as conseqüências das relações conflitantes entre profissionais da saúde e indústria farmacêutica. O problema é tão grave que o British Medical Journal (BMJ) publicou em maio de 2003 um número exclusivamente dedicado a esse debate. Já há ONGs e sítios na Internet como o Healthy Skepticism, ...
Diminuir em 10% o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, afirma um estudo publicado nesta quarta-feira (11) pela revista médica britânica The British Medical Journal. O sal aumenta os riscos de hipertensão e de doenças cardiovasculares. As informações são da Rádio França Internacional. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia, no máximo. O excesso de sal, presente principalmente em alimentos industrializados, está na origem de cerca de 1,65 milhão de mortes provocadas por doenças cardíacas em todo o mundo, de acordo com a OMS. Apesar de poucos países até agora terem adotado políticas públicas para tentar diminuir o consumo de sal, pesquisadores, atuando conjuntamente com a indústria alimentícia, avaliaram o impacto de estratégias públicas de prevenção em 183 países. E concluíram que investir o equivalente a apenas 10 centavos de dólar por pessoa (cerca de R$ ...
Em um editorial publicado no periódico científico British Medical Journal, Russell Viner, presidente do Royal College de Pediatria e Saúde da Infância, afirma que um dos principais componentes dos energéticos é a cafeína, que aumenta os níveis de atenção e consciência. A substância traz prejuízos para o corpo, principalmente de crianças e adolescentes, pois eleva os níveis de ansiedade, reduz o sono - importante para a recuperação do organismo - e está ligada a problemas comportamentais em crianças. Uma lata pode conter pelo menos 320 miligramas por livro (mg/L); uma xícara de café tem entre 60 e 120 miligramas.. A cafeína leva mais tempo para ser eliminada do corpo em crianças e adolescentes em comparação aos adultos. Como resultado, essas bebidas podem levar a dores de cabeça, problemas comportamentais, insônia e problemas de ansiedade em grupos etários mais jovens.. "Os energéticos são altamente comercializadas para adolescentes de maneiras que encorajam ...
Os homens que passam mais de 20 horas por semana na frente da televisão produziriam um esperma de qualidade inferior ao daqueles que se abstêm de assistir à telinha, segundo um estudo americano que será publicado na terça-feira em um periódico britânico.. Cientistas da Escola de Saúde Pública de Harvard, em Boston, analisaram amostras de esperma de 189 homens jovens, com idades entre 18 e 22 anos, aos quais fizeram perguntas precisas sobre seu estilo de vida, como prática de exercícios, alimentação, tempo passado em frente à televisão.. O grupo que ficou mais de 20 horas por semana assistindo à televisão apresentou uma concentração de espermatozoides 44% menor do que o grupo que passou menos tempo vendo TV.. Um outro fator importante é a prática de exercícios físicos, revelou o estudo publicado na edição online da revista britânica Sports Medicine, do grupo British Medical Journal.. Os homens que praticam atividades físicas durante 15 horas ou mais por semana têm uma ...
Já havia sido bem demonstrado que o uso de maconha por jovens está associado à queda no desempenho escolar, à evasão escolar, à formação acadêmica inferior e ao aumento do desemprego medido aos 25 anos. Igualmente, está bem demonstrado o aumento da prevalência dos quadros depressivos em usuários de maconha. Agora, a prestigiosa revista British Medical Journal acaba de publicar um estudo bem controlado de seguimento de 10 anos e conduzido em diferentes centros de pesquisa, entre os quais o Kings College of London e o Max Planck Institute de Munique, com jovens usuários de maconha, concluindo o que outros autores tinham suspeitado: que o uso de maconha duplica a chance de alguém ter um quadro psicótico ...
A mulher com gravidez de baixo risco pode ter a opção de fazer o parto em casa, afirmam médicos ingleses em um estudo publicado nesta semana na revista médica "British Medical Journal". Segundo eles, embora o risco de complicações seja mais elevado no parto domiciliar, ele não é alto o suficiente para tirar a opção das mães ...
Assim como a febre do Pokémon Go, a vontade de andar de seus jogadores durou pouco. Um estudo publicado no renomado British Medical Journal (BMJ) revelou que o aumento na quantidade de passos entre os usuários do game ocorreu por apenas um breve período de tempo.. Para determinar isso, pesquisadores analisaram a contagem de passos de 560 jogadores frequentes de Pokémon Go - definidos como aqueles que atingiram o nível cinco ou superior - e de outras 622 pessoas que não tinham baixado o jogo. Todos os participantes do estudo tinham idades entre 18 e 35 anos e tinham um iPhone 6. Suas atividades foram monitoradas quatro semanas antes de o app ser baixado e seis semanas após o download.. Nas semanas que antecederam o lançamento do jogo, não houve diferença significativa entre a quantia de passos dada pelos dois grupos. Na semana que o aplicativo ficou disponível, no entanto, o grupo dos jogadores andou em média 955 passos a mais por dia. Já o time dos não-jogadores manteve sua rotina ...
20/10/2011 17:26 Fonte: El Mundo.. Sabe-se que o cigarro é o responsável direto ou indireto de várias enfermidades de podem surgir desde bronquite crônica até o câncer de pulmão, sendo a principal causa evitável de mortes em todo o mundo, Assim, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) se continuarem os atuais níveis de consumo, o tabaco mataria a oito milhões de pessoas em 2030. Mas e aquelas pessoas que não fumam?. Segundo um estudo que publicou a British Medical Journal (BMJ) aquelas mulheres que nunca fumaram na vida, mas sofrem com problemas de sobrepeso e pertencem aos grupos sociais de ingresos baixos estão propensas a desenvolver enfermidades cardiovasculares e também podem chegar a morrer precosemente.. "Ainda que o tabagismo seja claramente responsável de um taxa de mortalidade muito alta, a obesidade também é um fator importante que contribui à morte precose, explica o doutor Laurence Gruer, diretor do estudo.. Para chegar a esta conclusão, os investigadores ...
et_pb_section admin_label="section"][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="4_4″][et_pb_text admin_label="Texto" background_layout="light" text_orientation="left" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"] Quer viver mais? Coma menos salsichas! Estudo realizado pelo British Medical Journal volta a evidenciar algo […] ...
Bloqueadores dos canais de cálcio e losartan estão associados a um menor risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial. Já os diuréticos, bloqueadores β, inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA), bloqueadores dos receptores da angiotensina II não-losartan podem aumentar o risco de ter a doença.. Para determinar as relações independentes entre o uso de medicamentos anti-hipertensivos e o risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial foi realizado um estudo caso-controle publicado pelo British Medical Journal (BMJ).. Depois dos ajustes estatísticos necessários, os resultados mostraram que os bloqueadores dos canais de cálcio e o losartan estão associados a um menor risco de gota entre pessoas com hipertensão arterial. Já os diuréticos, bloqueadores β, inibidores da enzima conversora da angiotensina e os bloqueadores dos receptores da angiotensina II não-losartan estão associados a um risco aumentado para esta patologia.. ...
O consumo excessivo de álcool concentrado nos fins de semana dobra os riscos de se morrer de parada cardíaca com relação a um consumo continuado, revelou um estudo comparativo feito na França e na Irlanda do Norte e publicado esta terça-feira (23) na edição on-line do "British Medical Journal" (BMJ ...
Segundo um artigo divulgado pela British Medical Journal, uma das mais influentes e conceituadas publicações sobre medicina no mundo, a cada salsicha ingerida a
As notificações devem ser feitas pelo sistema Notivisa, disponível no sítio da Anvisa pelo endereço eletrônico. Esse acompanhamento mais atento se deve à publicação de estudos recentes no British Medical Journal e no sítio eletrônico da agência norte-americana para medicamentos e alimentos, o FDA (Food and Drugs Administration). ...
Homem tampou a boca e o nariz durante o espirro, fraturando gravemente a garganta. Um britânico de 34 anos rompeu a parte de trás da garganta ao segurar um espirro. Ele ficou temporariamente sem fala e com dificuldade para engolir, segundo publicado no "British Medical Journal Case Reports". De acordo com o texto, o homem colocou a mão ne boca e apertou o nariz para tentar conter o espirro e fraturou gravemente a garganta.. De acordo com os médicos que realizaram o atendimento, o caso surpreendeu, pois fraturas como esta ocorrem principalmente em traumas e acidentes. Há casos de fraturas durante vômitos e tosse intensa, mas não costuma ocorrer após um único espirro.. Ainda de acordo com a publicação, o homem teve dores intensas e bolhas de ar invadiram tecidos, o que fez com que ele precisasse ser internado. Ele permaneceu sete dias internados, se alimentando por tubos e tomando antibióticos.. ...
Mulheres que tomam antidepressivos da classe da paroxetina em associação ao tamoxifeno - medicamento indicado para o tratamento contra o câncer de mama - têm 25% mais risco de sofrer recidiva (volta do tumor) e de morrer da doença. A conclusão é de um estudo da Universidade de Toronto (Canadá), publicado no British Medical Journal.…
Mesmo se consumido moderadamente, o álcool aumenta as chances de surgimento de tumores. É o que revela uma pesquisa de cientistas da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha. Pesquisas anteriores já relacionavam a ingestão de bebidas alcoólicas ao câncer, mas, desta vez, os pesquisadores encontraram indícios de que o risco não está apenas em casos de consumo excessivo de bebida. Até quem consome álcool em quantidade inferior ao limite diário recomendado - o equivalente a uma taça de vinho, uma dose de uísque ou 250 mililitros de cerveja - corre mais risco de sofrer de câncer do que pessoas abstêmias. De acordo com a pesquisa, publicada no British Medical Journal, 1 em cada 10 casos da doença em homens, e 1 a cada 33 nas mulheres, é causado pelo álcool na Grã-Bretanha. Embora a maioria dos casos seja provocada pelo consumo de bebidas em excesso, os pesquisadores britânicos afirmam que o risco existe entre quem consome álcool moderadamente - e as chances de aparecimento de ...
Quantidades moderadas de cálcio (cerca de 700 mg por dia) são vitais para manter a saúde dos ossos, mas não há necessidade de começar a aumentar a ingestão da substância para reduzir os riscos de fraturas ou osteoporose no futuro, segundo estudo publicado no British Medical Journal.. Conforme as pessoas envelhecem, os ossos perdem cálcio e há mais riscos de fraturas e osteoporose, especialmente para as mulheres. Com o envelhecimento da população, essa carga vai aumentar nos próximos anos. Impedi-la é uma questão de saúde pública, escrevem os autores, liderados por Eva Warensjö, da Universidade de Uppsala, na Suécia.. Em vez de investigar a relação entre a ingestão prolongada de cálcio e os riscos de fraturas, os autores revisaram dados de um grande estudo populacional feito com mulheres na Suécia, em 1987. Mais de 61.433 mulheres (nascidas entre 1914 e 1948) fizeram parte do Estudo Sueco de Mamografia e, dessas, 5.022 participaram em um subgrupo de pesquisa. Todas as ...
A redução do consumo diário de álcool diminui os riscos de doença coronária, de pressão arterial elevada e ajuda a perder peso, mostra estudo publicado hoje (10) no British Medical Journal.Ao contrário dos conselhos que muitos médicos dão ...
Se tarar dentre o impacto da obesidade sobre a saúde da organização se conhece a contar há muito tempo, em vez de tem sido até agora, quando foi associado ao excesso dentre quilos com a qualidade e com as relações sexuais. Especialistas do Instituto Vernáculo com a Saúde e entre a Pesquisa Médica (INSERM), em França, foram inquiridos essa mais dentre 10.000 pessoas (2.725 homens e 3.651 mulheres com peso normal, 1.488 homens e 1.010 mulheres com peso e 350 homens e 411 mulheres com obesidade), com idades compreendidas do que entre os 18 e os 69 anos. Para nascente trabalho publicado no British Medical Journal se perguntava sobre seus hábitos na sua vida sexual.. Segundo os resultados com a pesquisa, o número com mulheres obesas têm tido encontros sexuais em um zero significativamente menor que os membros com normopeso, e também foram os itens que menos importância lhe foi oferecido em direção à sexualidade em sua vida pessoal. No caso dos homens, também os que sofrem ...
Refrigerante aumenta risco de artrite aguda. Uma pesquisa realizada por cientistas americanos e canadenses sugere que os refrigerantes e outras bebidas açucaradas podem ser os culpados pelo aumento no número de casos de gota - uma doença que causa fortes dores nas articulações e pode causar artrite aguda.. Segundo o estudo, publicado na revista especializada British Medical Journal, homens que tomam dois ou mais copos de refrigerante por dia têm 85% mais chances de desenvolver a enfermidade do que os que tomam menos de um copo. Os pesquisadores afirmaram que o aumento de casos de gota nos Estados Unidos havia coincidido com o crescimento substancial no consumo de refrigerantes.. Para averiguar se os dois fatos estariam relacionados, os especialistas pesquisaram, durante 12 anos, 46 mil homens na faixa etária dos 40 anos, sem histórico de gota. Eles aplicaram questionários para investigar o consumo de 130 tipos de comida e bebida, incluindo refrigerantes dietéticos ou não, além de ...
Uma pesquisa britânica divulgada no mês passado contradiz a tese de que o câncer de ovário é um vilão silencioso por não apresentar sintomas. Publicado na revista British Medical Journal, o estudo, da Universidade de Bristol, listou pelo menos oito sinais da doença que aparecem meses antes do diagnóstico e que, se percebidos, podem agilizar o tratamento e, com isso, aumentar as chances de cura.
O grupo dos pesquisadores examinou a dieta de 3 mil mulheres que possuem o câncer de mama, e puderam detectar que a ingestão de grandes quantidades de carne vermelha logo no início da fase adulta, pode sim, oferecer risco para o câncer de mama, eles relataram o estudo para a revista "British Medical Journal".. Contudo, mesmo comprovando que há um risco, o grupo afirmou que pode ser classificado como pequeno. Já o epidemiologista da Universidade de Oxford Tim Key, deu sua opinião sobre o assunto e garantiu que o estudo americano constatou nada mais do que um elo fraco entre comer a carne e o câncer de mama, mas que isso não basta para mudar as afirmações citadas em estudos anteriores, de que por enquanto não existe nenhum tipo de relação entre eles.. O especialista também dá dicas, dizendo que uma forma de reduzir o câncer de mama, também é cuidando do peso, cuidando na ingestão excessiva de álcool e também com exercícios físicos, o que não quer dizer que não se deve ...
Olá amigos!. É tempo de comer devagar..bem devagar.. na medida das possibilidades e da gestão do tempo!. Uma pesquisa sobre hábitos alimentares da Universidade de Osaka, no Japão, publicada na British Medical Journal concluiu que comer depressa engorda mais. Segundo os investigadores, a velocidade com que se come pode ser tão decisiva para a obesidade como a quantidade dos alimentos ingeridos. Os investigadores analisaram 3287 japoneses, com idades entre os 30 e os 69 anos, de zonas rurais e urbanas e sem distúrbios alimentares. Além de calcular o índice de massa corporal - um método que permite medir o excesso de peso-, os investigadores avaliaram os hábitos alimentares através de questionários, fazendo incidência na velocidade com que comiam (tinham que escolher entre muito lento, lento, médio, rápido e muito rápido) e se costumavam comer até ficarem completamente cheios. Metade dos homens e quase 60% das mulheres reconheceram que comiam até ficarem satisfeitos. Na questão ...
O Professor Gordon Parker, um dos mais proeminentes psiquiatras australianos, afirmou que há demasiados diagnósticos de depressão quando as pessoas estão simplesmente descontentes. Num artigo do British Medical Journal, o prof. Gordon Parker classifica a depressão como um diagnóstico «para tudo», conduzido por um marketing muito inteligente. O psiquiatra afirmou ainda que os parâmetros para…