Durante discurso na 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender hoje (17) a preservação do Protocolo de Quioto e cobrou que países ricos assumam compromissos para um acordo em Copenhague (Dinamarca). "Aqui em Copenhague não há lugar para conformismo. Os países desenvolvidos devem assumir metas ambiciosas de redução de emissões à altura de suas responsabilidades históricas e do desafio que enfrentamos", disse. "A hora de agir é essa. O veredicto da história não poupará os que faltarem com suas responsabilidades neste momento", acrescentou. Lula lamentou que os países com menos responsabilidades pelas emissões de gases de efeito estufa sejam as principais vítimas das alterações climáticas. Ele lembrou que o Protocolo de Quioto estabelece a obrigatoriedade de financiamento aos países pobres e em desenvolvimento para a execução de projetos na área. Segundo o presidente, será muito ...
Um novo estudo da OCDE, espécie de clube dos países ricos, mostra que o Brasil ainda vai demorar a se igualar com o primeiro mundo. Aqui, apenas 43% dos adultos entre 25 e 64 anos possuem o equivalente ao ensino médio. É muito menos do que a média da OCDE (75 ...
Do total de estoques de investimentos, porém, apenas US$ 29 bilhões foram investidos nos próprios países do bloco emergente. O mercado americano conta com um volume maior de investimentos dos Brics - cerca de US$ 31 bilhões - que os próprios sócios do grupo. Já na Europa os investimentos chegam a US$ 385 bilhões, 34% do total. No geral, os países ricos contam com estoques de investimentos dos Brics de US$ 470 bilhões. Mas o que mais chama a atenção dos especialistas da ONU é o padrão da entrada dessas empresas nos países ricos. Entre 2010 e 2012, enquanto as economias desenvolvidas viveram estagnações e recessões, o fluxo de investimentos dos Brics a suas economias chegou a US$ 105 bilhões em aquisições. ...
Segundo um relatório conjunto da UNAIDS e da kaiser Family Foundation, cerca de 7,7 bilhões de dólares foram efetivamente investidos pelos países ricos no combate mundial contra a AIDS em 2008. Cerca de 5,7 bilhões de dólares foram desembolsados diretamente (de forma bilateral e organizações multilaterais), 1,7 bilhão de dólares via Fundo Global de Combate à Tuberculose, AIDS e Malária, e 265 milhões de dólares por meio da iniciativa UNITAID. Desse total, cerca de 4 bilhões de dólares foi desembolsado pelos EUA, sendo que o Reino Unido foi o segundo maior doador, seguido por Holanda, França, Alemanha, Noruega e Suécia. Em 2007, esse valor foi de 4,9 bilhões de dólares, o que significou um aumento de 56% em 2008. Segundo o relatório, o desembolso dos países desenvolvidos para o combate à AIDS cresceu mais de cinco vezes no período de 2002 a 2008 ...
Os países ricos deveriampagar bilhões de dólares por ano pela preservação das florestastropicais, seja com doações ou pelo comércio de créditos decarbono, segundo relatório encomendado pelo governo britânico edivulgado na terça-feira.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silvadefendeu nesta terça-feira que os países ricos paguem paraproteger florestas tropicais e para conter as mudançasclimáticas. Ele reiterou as críticas aos Estados Unidos pelataxação ao etanol brasileiro.
significa quase a sua erradicação. Em 2008, o índice estava em 28,8%. A taxa de pobreza de 4% é de país rico. Nos coloca no patamar de ...
Assista gratuitamente ao vídeo de Rich Country, de Herbie Hancocks no álbum Death Wish e veja a arte da capa, letras e outros artistas parecidos.
✅ Responda: 2 ✅ para a pergunta ✅ Cite características que determina a diferença emtre países rico(desenvolvido) e pobre(subdesenvolvido)​
No Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado nesta terça-feira (14), a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que as doações voluntárias e não remuneradas precisam aumentar rapidamente em mais da metade dos países para garantir um suprimento confiável de sangue seguro para os pacientes.. Leia mais Notícias no Portal Correio. Segundo a entidade, são colhidas anualmente 108 milhões de doações, metade em países de alta renda, onde estão menos de 20% da população do mundo. A taxa média de doação de sangue é nove vezes maior em países de alta renda do que nos de baixa renda.. O tema da campanha este ano - "O sangue nos une. Compartilhe vida, doe sangue" - destaca a solidariedade e o vínculo entre doador e paciente e chama a atenção para o papel dos sistemas de doação voluntária no sentido de incentivar as pessoas a cuidar umas das outras e a promover a coesão da comunidade.. Segundo a entidade, apenas 62 países têm o total do seu fornecimento de sangue a partir de ...
No Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado hoje (14), a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que as doações voluntárias e não remuneradas precisam aumentar rapidamente em mais da metade dos países para garantir um suprimento confiável de sangue seguro para os pacientes.. Segundo a entidade, são colhidas anualmente 108 milhões de doações, metade em países de alta renda, onde estão menos de 20% da população do mundo. A taxa média de doação de sangue é nove vezes maior em países de alta renda do que nos de baixa renda.. O tema da campanha este ano - "O sangue nos une. Compartilhe vida, doe sangue" - destaca a solidariedade e o vínculo entre doador e paciente e chama a atenção para o papel dos sistemas de doação voluntária no sentido de incentivar as pessoas a cuidar umas das outras e a promover a coesão da comunidade.. Segundo a entidade, apenas 62 países têm o total do seu fornecimento de sangue a partir de doadores voluntários. Trinta e quatro países ainda ...
PARIS (Reuters) - O cenário de crescimento para as principais economias emergentes está piorando mas permanece amplamente estável para as grandes economias avançadas, disse a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) nesta terça-feira.. A OCDE informou que seu indicador que cobre 33 países membros ficou inalterado em março pelo sexto mês consecutivo em 100,6, acima de sua média de longo prazo de 100.. A organização disse que o indicador, desenvolvido para marcar pontos de virada no ciclo econômico, sugere que há um "ímpeto estável de crescimento" no bloco dos principais países ricos desenvolvidos. Na semana passada, a OCDE reduziu sua perspectiva para o crescimento global por expectativas de que uma desaceleração nas economias emergentes vai pesar sobre a atividade econômica mais ampla.. Os Estados Unidos, maior economia do mundo, registrou leitura de 100,4 no indicador da OCDE, inalterado ante fevereiro. A Alemanha registrou, pelo terceiro mês ...
on maio 6 , em FIQUE POR DENTRO, Renctas na Mídia , by Renctas , with No Comments Por Redação com Reuters - de Brasília. Quase três quartos dos brasileiros acreditam que uma potência estrangeira pode invadir o país para assumir o controle de seus vastos recursos naturais, revelou uma pesquisa encomendada por um grupo de defesa dos animais.. A pesquisa, realizada pelo Ibope, foi a primeira a fazer essa pergunta aos habitantes do Brasil, país cujas Forças Armadas fizeram da defesa da Amazônia uma de suas prioridades depois do fim do regime militar, em 1985.. Segundo os números do Ibope, divulgados na quinta-feira, 75% dos brasileiros consideravam ser possível que uma potência estrangeira invadisse o país por causa de seus recursos naturais - 19% não achavam haver essa ameaça, e 6% não quiseram opinar.. - Nunca imaginamos que esse número seria tão grande - afirmou Dener Giovanini, coordenador geral do grupo Renctas, de proteção aos animais.. - Isso é praticamente uma paranóia ...
Em pesquisa sobre o conteúdo dos currículos de matemática envolvendo 50 países - o Brasil não está na lista -, Schmidt verificou que o desempenho na matéria das crianças de ensino fundamental nos cinco melhores e nos cinco piores países não segue uma linha homogênea. "Um país no top 5 pode ter uma ótima performance em geometria, mas uma nota mais baixa em fração. É aí que identificamos problemas curriculares, seja de hierarquia de conteúdo ou de intensidade do que é passado aos alunos ao longo de toda a educação básica. Nos EUA há um aprofundamento em álgebra, mas a aritmética é vista de forma superficial", comentou o acadêmico de Michigan, que defende um currículo matemático mais enxuto e consistente. "Hong Kong tem 79 tópicos de matemática abordados em seu currículo; os EUA, 186." Schmidt questiona também a falta de preparo dos professores para lecionar a disciplina. "Pelo menos dois terços dos professores americanos de matemática não são especialistas na ...
A análise efectuada pelo Observatoire des Inégalités apresenta a sua análise da pobreza nos países ricos (estranhamente Portugal aparece nessa lista - será que não somos tão pobres quanto achamos que somos?).. Nesse ranking não ficamos muito mal principalmente quando se olha para a situação a 60% da mediana apesar de estarmos mal nos 40%.. Os paises nórdicos aparecem no topo da lista, será da flexisegurança?. É verdade que temos muito a melhorar, mas quem não tem?. PS : Chamo a atenção que a análise é efectuada sobre a mediana e não sobre a média ...
Os países da União Europeia cortaram suas emissões de ano a ano em 1,6% em média, liderados pela Dinamarca --que reduziu 6,1%. Mas os EUA, o maior emissor do grupo de 40 países industrializados, aumentou suas emissões em 1,4%. Japão, Austrália e Canadá também viram suas emissões crescerem ...
Estudo de competências da população entre 16 e 65 anos feito pela OCDE em 24 países mostra que uso médio da aptidão em leitura
A Bill & Melinda Gates Foundation acaba de publicar o primeiro relatório Goalkeepers, que deve ser divulgado anualmente até 2030. Nele podemos encontrar informações sobre quais ações são eficazes na saúde pública global e quais não estão sendo muito eficientes e devem ser modificadas.. "Por anos, temos ouvido pessoas questionando se investimentos na luta contra a pobreza global têm um impacto. Claramente, acreditamos que sim", diz a abertura do relatório. O objetivo da fundação é melhorar a eficácia dos investimentos.. "Investimos todos os nossos recursos nessa luta. Mas isso não significa que todo dólar investido em desenvolvimento tem o maior impacto possível. E este deve ser nosso objetivo", afirma o casal.. O casal alerta que países ricos não devem deixar de ajudar os países mais pobres, e que os países necessitados devem priorizar a qualidade de vida de seus cidadãos mais pobres. O final da década de 2010, porém, mostra uma retração na ajuda de países ricos, ...
Por Redação. Reportagem publicada pelo jornal Estado de São Paulo neste sábado (17), mostra que muitas solicitações de exames, podem ser feitas de forma indevida. De acordo com a matéria, os médicos de planos de saúde brasileiros já pedem mais exames de tomografia e ressonância do que profissionais de países desenvolvidos, segundo dados inéditos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) obtidos pelo Estado.. O número desses procedimentos por pacientes de convênios médicos no País cresceu 22% em apenas dois anos, o que, segundo a ANS e especialistas, indica que muitas solicitações podem estar sendo feitas indevidamente. Entre as principais razões para a realização excessiva dos procedimentos estão falhas na formação médica, interesses financeiros de hospitais e laboratórios e má remuneração por parte das operadoras aos prestadores de serviço. O fenômeno, além de aumentar o desperdício de recursos no sistema privado, ainda traz riscos aos pacientes, como a ...
BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro Momento Barros de Alencar. BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época ...
Em discurso que abriu a Assembleia-Geral da ONU, em Nova York (EUA), nesta quarta-feira (23), o presidente brasileiro afirmou ainda que o "Brasil não vai renunciar da agenda ambiental", e que "será uma potência mundial de energia verde ...
Cada vez percebo menos disto tudo. Depois de me terem azucrinado a cabeça durante anos dizendo que vivemos acima das nossas possibilidades, entra em vigor uma medida que não permite aos carros mais antigos e "poluentes" circularem na maior parte da cidade de Lisboa. ...
No eixo das abcissas, encontra-se a produtividade dos países da OCDE em 2012, medida em Produto Interno Bruto (dólares americanos a preços correntes) por hora de trabalho realizado. No eixo das ordenadas, encontra-se o salário médio dos países da OCDE em 2012, medido em paridade de poder de compra (dólares americanos a preços constantes de…
Brasil investe mais em proporção do PIB, mas gasto por aluno do ensino fundamental é de US$ 3,8 mil por ano contra US$ 8,6 mil em países desenvolvidos
Nós da UAEM propomos que as universidades licenciem simultaneamente a droga para as empresas de genéricos, que são capazes de produzir o medicamento para as pessoas que vivem em países de renda baixa e média, a um preço mais baixo, mais acessível. Nos termos destas disposições, empresas farmacêuticas ainda poderiam lucrar vendendo para países de alta renda, enquanto os produtores de genéricos garantiriam o acesso em países de baixa e média renda.. O preço da Estavudina, por exemplo, diminuiu mais de 100 vezes, para US$87,00 por paciente por ano[5], depois que ativistas estudantis e a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras pressionaram com sucesso a Universidade de Yale e a Bristol-Myers Squibb (o detentor da patente e o parceiro de licença) para que permitissem a produção de genéricos. A UAEM acredita que o aumento da produção e disponibilidade de medicamentos genéricos é uma das chaves para resolver a atual crise de acesso. Para mais informações sobre a ...
De acordo com o estudo, nos dez países de alta renda incluídos na pesquisa, 14,6% das pessoas, em média, já sofreram Episódio Depressivo Maior, nos 12 meses anteriores, a prevalência foi de 5,5%. Nos oito países de baixa ou média renda considerados no estudo, 11,1% da população passaram pelo episódio alguma vez na vida e 5,9% no mesmo período. A maior ocorrência nos últimos 12 meses foi registrada no Brasil, com 10,4%. A menor foi no Japão, com 2,2 ...
Pessoas de todas as partes do mundo estão engordando como nunca. Nosso planeta está ficando gordo, muito gordo. Nunca na história da humanidade tivemos esses corpos! Indivíduos acima do peso e obesos, homens, mulheres e crianças, agora são a maioria da população dos principais países do Ocidente. Nos Estados Unidos, 75% da população está acima do peso. Na Austrália, 68%; na Inglaterra, 61%; e no Brasil, 58%. Atualmente a Organização Mundial de Saúde admite a obesidade como uma epidemia.Antes, se achava que a obesidade só ocorria em países de alta renda, masssa teoria foi por água abaixo. Ela está presente também nos países de baixa e média renda. Por que isso acontece? Acredita-se que o grande causador seja o aumento da alimentação refinada, muito carboidrato e pouca atividade física… Mas parece que algo está sendo esquecido: nosso metabolismo parece não estar funcionando adequadamente.. ...
rvchudo: Sobre os países ricos e países pobres: Em época de eleições, um texto para reflexão e ação: Países ricos e países pobres A diferença entre os países pobres e os ricos não é a i ...
Os idosos representarão um quinto da população do planeta, mas os atuais sistemas de saúde não estão preparados para atendê-los de forma adequada, aponta a Organização Mundial da Saúde.
Incluímos 8 ensaios clínicos randomizados envolvendo 1.567 mulheres. Todos os estudos foram realizados em países de alta renda. O seguimento mais longo foi de 7 anos.. Relatamos os resultados do momento mais tardio do seguimento, de cada estudo incluído. No geral, encontramos evidência de qualidade moderada, segundo os critérios GRADE, para os seguintes desfechos medidos depois dos 24 meses de idade: desenvolvimento de linguagem e o peso das crianças. As evidências eram de baixa qualidade para os desfechos: inteligência ou habilidade para resolver problemas, desenvolvimento psicomotor, atenção e acuidade visual.. Não encontramos diferenças significantes no desenvolvimento neurológico das crianças no acompanhamento além dos 24 meses para os seguintes desfechos: desenvolvimento de linguagem (diferença da média padronizada, DMP, de -0,27, intervalo de confiança de 95%, 95% CI, de -0,56 a 0,02; dois estudos, 187 participantes); inteligência ou habilidade de resolver problemas ...
Segundo a OMS, em 55 dos 168 países pesquisados, mais de um terço da população não praticava atividade física suficiente. De acordo com a pesquisa, o sedentarismo avançou principalmente nos países ricos - houve um aumento de 5% na inatividade física em nações de renda alta, de 32% em 2001 para 37% em 2016. Nos Estados de baixa renda, o crescimento foi de apenas 0,2%, no mesmo período, alcançando 16,2%.. Na América Latina e no Caribe, foi identificada uma tendência crescente no índice de inatividade física - de 33% para 39%. Brasil e Argentina foram citados pelo estudo como países que impulsionam essa expansão de modos de vida sedentários não apenas na região, mas também no mundo, ao lado da Alemanha, Nova Zelândia e Estados Unidos.. Nos países mais ricos, a transição para ocupações e formas de recreação mais sedentárias, bem como para meios de transporte motorizados poderia explicar os níveis mais altos de inatividade física. De acordo com os autores do ...
Vamos continuar as negociações e é possível fechar acordos", afirmou hoje (12) o assessor especial de mudanças climáticas do Ministério de Ciência e Tecnologia, Haroldo Machado Filho, durante seminário sobre o tema em São Paulo, no Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone). Ele citou como exemplo o Fundo Limpo (Green Climate Fund), anunciado na convenção do ano passado, em Copenhague, na Dinamarca. Oliveira acredita na possibilidade de avançar ainda neste ano na estruturação do fundo, que prevê recursos de US$ 30 bilhões de países ricos para financiar projetos de redução das emissões em países pobres e em desenvolvimento, entre 2010 e 2012. As projeções iniciais para o plano preveem que os recursos cheguem a US$ 100 bilhões até 2020 ...
A diminuição dos gases de efeito estufa em países ricos compensou o aumento de países pobres. Mas ainda é cedo para comemorar.
O TGV é um transporte adequado a países de dimensão continental, extensos, onde o comboio rápido é, numa perspectiva de tempo de viagem/custo por passageiro, competitivo com o transporte aéreo. É por isso, para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem essas tecnologias, que existe TGV em França ou Espanha (com pequenas extensões a países vizinhos). É por razões de sensatez que não o encontramos na Noruega, na Suécia, na Holanda e em muitos outros países ricos. Tirar 20 ou 30 minutos ao Lisboa-Porto à custa de um investimento de cerca de 7,5 mil milhões de euros não trará qualquer benefício à economia do País ...
As faixas levadas à manifestação tinham frases fortes e bem- humoradas. Havia dizeres como: País rico é país sem corrupção (referência ao slogan do governo federal; País rico é país sem pobreza); Fim do voto secreto; Corrupto safado, pede para sair (referência bem-humorada ao filme Tropa de Elite); Contra Sarney e sua gangue; Menos ratos e mais ratoeiras; Deus, salve o Brasil; Não precisa de CPMF, basta não roubar, e Jack horroriza (alusão à deputada Jaqueline Roriz, flagrada em vídeo recebendo maços de dinheiro do esquema de corrupção no Distrito Federal ...
O Brasil é o 4o, dentre os maiores emissores de gases poluentes. Em 1994, emitíamos mais de um bilhão de toneladas de dióxido de carbono e mais de 13 toneladas de metano. Três quartos são causadas por queimadas e desmatamentos e não por queima de combustíveis. Para tentar enfrentar este quadro, foi aprovada na ECO 92 a redução de 5,2% do conjunto da emissão de gases poluentes entre os países mais emissores. Em 1997, os EUA, a Austrália e outros se recusaram a assinar o Protocolo de Kioto. Estes países mais desenvolvidos emitem mais de 50% dos poluentes, com 20% da população mundial. Em média, um habitante dos países ricos tem um consumo igual a 11 vezes o de um habitante de uma nação pobre (…).. O Governo britânico apresentou relatório que aponta como conseqüência possível dos problemas climáticos uma grande recessão mundial, semelhante à do início da década de 1930. O texto cita implicações econômicas do aquecimento global, por exemplo, na produção do café ...
É por isso, para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem essas tecnologias, que existe TGV em França ou Espanha (com pequenas extensões a países vizinhos). É por razões de sensatez que não o encontramos na Noruega, na Suécia, na Holanda e em muitos outros países ricos. Tirar 20 ou 30 minutos ao Lisboa-Porto à custa de um investimento de cerca de 7,5 mil milhões de euros não trará qualquer benefício à economia do País ...
É por isso, para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem essas tecnologias, que existe TGV em França ou Espanha (com pequenas extensões a países vizinhos). É por razões de sensatez que não o encontramos na Noruega, na Suécia, na Holanda e em muitos outros países ricos. Tirar 20 ou 30 minutos ao Lisboa-Porto à custa de um investimento de cerca de 7,5 mil milhões de euros não trará qualquer benefício à economia do País ...
A manifestação de 15 de Setembro de 2012 mostrou com clareza a importância das manifestações de massas, abertas e apartidárias e, no contexto agravado pelo anúncio da medida da TSU, desempenhou um papel decisivo no recuo do governo nessa altura. Mas o governo tem vários outros recursos e, com algum cinismo pelo meio, pôs em prática novas medidas que acabam por conduzir, no essencial, ao mesmo projecto político de fundo em curso: a transferência de dinheiro dos mais pobres para o pequeno grupo dos mais ricos. Passa pelo empobrecimento generalizado das populações, por cargas brutais de impostos sobre a classe média e pensionistas, mesmo os de mais baixos rendimentos, e por um claro favorecimento dos bancos e grupos financeiros, locais ou globais. Este projecto global, que esmaga os vários países do Sul da Europa, sob a orientação dos países ricos do Norte e as suas instituições financeiras associadas às políticas neoliberais (que se transferiram parcialmente dos EUA para a ...
Munasinghe acredita na chamada "justiça climática", que diz que a maioria dos gases foi emitida pelos países ricos, então, eles têm maior dever em cortar emissões e ainda financiar ações em países mais pobres, os que sofrem mais com os impactos do aquecimento."As pessoas ricas de todo o mundo também devem carregar as maiores responsabilidades nesta questão", sentencia ao apontar que o consumo dos 1,3 bilhão mais rico corresponde a 75% das emissões. "Eles podem contribuir para a solução ao escolher comprar produtos mais verdes".Para ele, parte da solução está em criar um circulo virtuoso, que identifica onde estão as maiores emissões e as combate buscando alternativas simples, sem a necessidade de novas tecnologias, apenas com um consumo mais sustentável, não escolhendo produtos que foram responsáveis por grandes emissões, por exemplo ...
Construir un país sin marginación y sin discriminaciones para las lesbianas y para las personas travestis, transgéneros y transexuales, donde la diversidad sexual sea reconocida y valorada. * Exigir al gobierno que cumpla sus promesas con los pueblos indígenas y se hagan realidad los derechos de todas las mujeres indígenas, cuyas condiciones de vida han empeorado en los últimos 5 años. * Estar codo a codo con las mujeres rurales para que haya una reforma agraria integral con igualdad de género. ¡Basta de dilaciones! ¡Tenemos todo para terminar con la pobreza vergonzosa, el Paraguay es un país rico, con tierras fértiles y gente empobrecida! * Repudiar la violencia en todas sus formas. Lo hemos hecho ante intentos de golpe de Estado, ante el asesinato político y ante los secuestros. Pero no es posible que las autoridades y la población sigan cruzándose de brazos ante la persistencia de la violencia hacia las mujeres, ni que los periodistas continúen hablando de crímenes pasionales ...
Construir un país sin marginación y sin discriminaciones para las lesbianas y para las personas travestis, transgéneros y transexuales, donde la diversidad sexual sea reconocida y valorada. * Exigir al gobierno que cumpla sus promesas con los pueblos indígenas y se hagan realidad los derechos de todas las mujeres indígenas, cuyas condiciones de vida han empeorado en los últimos 5 años. * Estar codo a codo con las mujeres rurales para que haya una reforma agraria integral con igualdad de género. ¡Basta de dilaciones! ¡Tenemos todo para terminar con la pobreza vergonzosa, el Paraguay es un país rico, con tierras fértiles y gente empobrecida! * Repudiar la violencia en todas sus formas. Lo hemos hecho ante intentos de golpe de Estado, ante el asesinato político y ante los secuestros. Pero no es posible que las autoridades y la población sigan cruzándose de brazos ante la persistencia de la violencia hacia las mujeres, ni que los periodistas continúen hablando de crímenes pasionales ...
Os países ricos que já sentem os efeitos do referido sismo, adotaram medidas contra a acentuada implosão demográfica e promovem a natalidade, retardo da idade de aposentadoria, aumento da produtividade pela escassa população jovem e abriram, ( agora com seletividade), as portas para a imigração. Tudo em vão, pois já se prevê que estas medidas serão apenas procrastinadoras. Nem sequer o deslocamento das atividades econômicas de menor tecnologia para os países que ainda estão livres deste sismo demográfico - México, Brasil, China, Turquia, Indonésia - solucionará os graves problemas políticos, sociais e os econômicos ...
Cerca de 45 milhões de norte-americanos, 15% da população, não tem seguro de saúde. As despesas com serviços de saúde por habitante nos EUA são mais de duas vezes superior ao da média das despesas nos países da OCDE - 6.102/ano contra 2.571 dólares, segundo as contas do Commonwealth Fund ...
O estudo foi realizado por pesquisadores americanos, ingleses e suíços e revela que em 2008 mais de uma pessoa em cada dez, na população mundial adulta, já era obesa, com maior porcentagem entre as mulheres. Entre os países ricos, os Estados Unidos aparecem em primeiro lugar, desde 1980, na taxa de obesidade, enquanto a população japonesa se mostra como a menos afetada pelo problema. O Brasil está na 19ª posição no ranking mundial de obesidade masculina e na 15ª posição na obesidade feminina ...
O lado real dos conflitos. A história universal está repleta de conflitualidades entre os povos, pelas mais diversas e distintas razões. A verdade é que desde os primórdios tempos da descoberta do fogo, entre nomadismos e sedentarismos, o homem, as comunidades ou os povos, viveram sempre em permanente confronto político-ideológico, religioso e cultural, económico, estratégico e territorial. E apesar de estarmos em pleno século XXI, com tudo o que isso representa em relação ao desenvolvimento das sociedades, da ciência, das comunidades, o mundo está longe de deixar de sentir essa permanente conflitualidade, seja ela do ponto de vista económico (supremacia dos países ricos em relação aos subdesenvolvidos e mais pobres), social e cultural (conflito religioso, ocidente-oriente) ou geopolítico (relação de poder e de força estratégica internacionais). Se o 11 de Setembro de 2001 fazia regressar o mundo aos tempos medievais das cruzadas e das guerras ocidente-oriente, ...
As estruturas globais de hoje são formadas por duas grandes tendências: o surgimento de potências não-tradicionais que não são totalmente integradas ao sistema e a emergência de desafios globais - como o problema das mudanças climáticas - que já não podem ser resolvidos por um pequeno grupo de países ricos, exigindo respostas muito mais complexas.
Os países mais ricos do mundo são aqueles que apresentam o maior PIB, tendo em conta a paridade do poder de compra (PPC), usada para comparações...
Para acabar com a doença, precisaremos de uma vacina segura e eficaz. Se fizermos tudo certo, poderíamos ter uma em menos de 18 meses - o período de tempo mais rápido que uma vacina já foi desenvolvida. Mas criar uma vacina é apenas metade da batalha. Para proteger americanos e pessoas de todo o mundo, precisamos fabricar bilhões de doses. (Sem uma vacina, os países em desenvolvimento correm um risco ainda maior do que os países ricos, porque é ainda mais difícil para eles fazerem distanciamentos e paralisações físicas.) ...
O trabalho em domicílio é um fenômeno global crescente, com mais de 100 milhões de pessoas que trabalham em suas casas, tanto em países ricos como pobres.