Embora seja geralmente aceito que algum nível de mobilidade na sociedade é desejável, não há consenso sobre "quanto" a mobilidade social é "boa" ou "ruim" para a sociedade. Certamente muita mobilidade social significaria um fluxo social permanente, sem chance para construir tradições e instituições sociais. Pouca mobilidade leva à estagnação social, com poucas oportunidades de inovação e, muitas vezes, de classes inteiras de pessoas que se sentem marginalizados do benefício da participação social. Assim, não há uma "referência" internacional da mobilidade social, embora se possa comparar medidas de mobilidade entre regiões ou países ou dentro de uma determinada área ao longo do tempo.[6]. Em um estudo cujos resultados foram publicados pela primeira vez em 2009, Wilkinson e Pickett realizaram uma análise exaustiva de mobilidade social em países desenvolvidos.[7] Além de outras correlações com resultados sociais negativas para as sociedades com alta desigualdade, eles ...
Mobilidade social é o movimento de indivíduos, famílias ou grupos através de um sistema de hierarquia social ou Estratificação social. A mobilidade é mais frequentemente medida de forma quantitativa em termos de mudança de mobilidade económica, tais como mudanças na renda ou riqueza. A ocupação é outra medida utilizada na pesquisa de mobilidade, o que geralmente envolve tanto a análise quantitativa quanto qualitativa dos dados. No entanto, outros estudos podem concentrar-se na classe social.[2] A mobilidade pode ser intrageracional, dentro da mesma geração ou entre gerações, entre uma ou mais gerações.[3] Se a mobilidade envolve uma mudança de posição, especialmente de ocupação, mas nenhuma mudança na classe social, então é chamada de "mobilidade horizontal". Se, no entanto, o movimento envolve uma mudança de classe social, então é chamado de "mobilidade vertical" e envolve tanto a "mobilidade ascendente" quanto a "mobilidade descendente."[1] A mobilidade social é ...
Observa-se que Portugal terá uma das piores capacidades de promover a mobilidade social nos países da União Europeia, ou seja as crianças que nascem pobres, vão ser adultos e idosos pobres. A educação é um dos instrumentos para a promoção de mobilidade social e o desenvolvimento do indíviduo, todavia hoje em dia perante cenários de facilitismo das políticas educativas, o acesso a educação, nomeadamente superior, já não é por si só instrumento para promover a mobidade social, perpetuando ciclos de pobreza em várias gerações.. A exigência na educação é também um importante instrumento de mobilidade social, sem ela Portugal resultará como, por exemplo, o Reino Unido. Neste país, e de acordo com dados recentes da BBC e Sutton Trust, enquanto que o número de alunos que frequentaram o ensino privado é inferior a 10%, a percentagem de profissionais que estudou no ensino privado entre os magistrados é de 68%, Juizes 75%, gestão de empresas e bancos 70% e mesmo entre os ...
... , Movimento, O que é, Posição, Indivíduos, Famílias, Grupos, Sociedade, Estudo, Teoria, Definição, Classe, Status Mobilidade Social
Invocar a ideia de mobilidade social ou encher a boca com a defesa da classe média não pode iludir os portugueses minimamente informados e que têm memória.
Para sociologia, mobilidade social é um conceito de extrema importância uma vez que tal atributo representa o nível de deslocamento social dentro dos vários estratos que existem na sociedade.
Na última década o Brasil tem conseguido reduzir de forma significativa a pobreza extrema no país. Dentre as medidas que tem gerado essa mudança o Programa Bolsa Família tem uma parcela significante nos resultados obtidos. Objetiva-se analisar aspectos do comportamento de consumo relacionados à mobilidade social gerada pelo programa bolsa família. Trata-se de uma pesquisa exploratória e de campo, qualitativa, descritiva, analítica e dedutiva através da análise de conteúdo e da análise de discurso das entrevistadas. As entrevistas tiveram como base um roteiro de questionário semiestruturado e foram realizadas na capital e no interior do Estado do Ceará. As categorias encontradas foram: estabilidade financeira, estabilidade emocional, educação, comparação entre o EU e o OUTRO, trabalho, redução na jornada de trabalho (acomodação), consumo e a categoria da mobilidade social. As análises revelaram a partir da categorização das entrevistas realizadas que com o acesso a ...
Portugal ocupa, este ano, a 24ª posição do ranking mundial de mobilidade social do Fórum Económico Mundial (FEM), em 82 nações analisadas, com 72 pontos em 100 possíveis.. Os cuidados de saúde, educação, acesso a tecnologia, oportunidades de carreira, condições de trabalho, salários justos, protecção social e instituições inclusivas foram os 10 critérios tidos em conta pelo FEM.. Assim, ainda de acordo com o mesmo relatório, a maioria das economias não disponibiliza as condições necessárias para a evolução dos seus cidadãos. As áreas mais desfavoráveis são os salários, a protecção social, as condições de trabalho e a formação ao longo da vida.. Ainda assim, a probabilidade de um descendente de uma família de fracos recursos socioeconómicos chegar a rico é muito maior nos países nórdicos. Dados do FEM indicam que a Dinamarca, Noruega, Finlândia, Suécia e Islândia são as cinco nações com mais mobilidade social, principalmente graças ao investimento ...
Indiscutivelmente, a nossa sociedade mudou muito - e para melhor - nas últimas décadas, fruto de inúmeras reformas programadas e de acasos felizes. Aumento do nível de escolaridade por democratização do acesso, alteração do estatuto da mulher, melhoria global do nível de vida e terciarização acelerada são algumas das alavancas dessa transformação. Assim se reduziu o determinismo a que estavam sujeitas, há algumas décadas, as novas gerações na sua mobilidade social. É bom lembrar que durante séculos, filho de sapateiro, sapateiro seria. Nesse tempo, seria heresia pensar-lhe outro destino. Hoje já não é obrigatoriamente assim. Claro que ainda restam limitações, mas, por regra, ninguém vê bloqueada a sua mobilidade social só por causa da origem humilde da sua família. É bom que possamos transmitir às novas gerações que está ao seu alcance construírem o futuro que ambicionam e que será muito mais importante o seu mérito pessoal que a origem familiar ou social. ...
Iniciativa voltada para educação esportiva seleciona jovens de baixa renda para formar profissionais do tênis A HDI Seguros, quinta maior seguradora de automóvel e a sexta de residência no
Os números não mentem como os delatores premiados pelo paladino da (in)justiça brasileira. Mesmo sob tortura só confessam o que é a realidade estatística. Os interpretes que se enganam. Fato: na sociedade brasileira, quem tinha investido R$ 35.000 em 100% do CDI de um LFT (título pós-fixado), no final do ano de 1994, e permaneceu com esse…
Sendo assim, uma das atrações das sociedades livres é que elas são caracterizadas por aquilo que os sociólogos rotulam de "rodízio de elites", em que ninguém é impedido de fazer parte da elite econômica. Em economias de mercado, as elites econômicas estão sempre abertas a novos membros; já em sociedades mais estatizadas, essas elites econômicas tendem a ser estáticas, fortemente dependentes ou do poderio militar ou das ligações com os membros do governo. Havia mobilidade social na URSS? Há mobilidade social em Cuba ou na Coréia do Norte ...
Quem não está inserido neste meio acadêmico pode desconfiar de uma indicação minha, sendo eu uma estudante (apaixonada) de Letras, para a leitura de um livro de Literatura Comparada. É natural que exista o medo de que seja uma leitura densa, maçante. Felizmente, inclusive para mim, o livro de Márcio Azevedo é uma ótima leitura, leve e precisa, com todo o embasamento teórico apresentado de forma simples e pertinente. É uma leitura rápida por seu conteúdo interessante e, certamente, será bem avaliada por todos os seus leitores, sobretudo os fãs de Austen e Alencar.. O livro foi dividido em três capítulos: Contexto histórico e apresentação dos autores; Análise comparativa: contrastes e semelhanças em Orgulho e Preconceito e Senhora e, Literatura e Cinema. Neste último, o autor destrincha a adaptação de Orgulho e Preconceito, produzida em 2005, com direção de Joe Wright e também a adaptação de Senhora, do diretor e roteirista Geraldo Vietri, do ano de 1976. Aqui, além ...
Testamos a hipótese de que indivíduos de classes sociais mais altas seriam mais propensos a endossar as teorias leigas essencialistas de categorias de classe social (tipo racismo), do que indivíduos de classes sociais mais baixas, e essas crenças diminuem o suporte para justiça restorativa (exemplo: aquela que procura reabilitar os delinquentes ao invés de apenas puni-los). Nos estudos, quanto mais elevada a classe social, mais associada estava com o aumento do essencialismo de categorias de classe, e menos suportiva de justiça restorativa. Além disso, a associação entre classe social e teorias essencialistas potencialmente diminuem oportunidades e mobilidade sociais. Estes resultados sugerem que indivíduos que se percebem pertencendo aos alto escalões das camadas sociais estão inclinados a endossar crenças essencialistas, em parte para justificar ou legitimar sua posição social, e em parte para explicar a si mesmos que seu sucesso provém de sua superioridade, ao invés de ...
Ao lado encontra-se a imagem de uma iluminura francesa do século XII retratando os três principais grupos sociais do feudalismo. Condizente com a citação "Uns rezam, alguns lutam e outros trabalham", a imagem corrobora que a função social de cada grupo na época medieval era bem demarcada, relacionando o papel de cada classe na sociedade com o tipo de atividade que desempenhava. Para tanto era necessário uma rigidez em relação a mobilidade social, costumava-se a dizer que o nascimento determinava a condição social do indivíduo, a classe social que uma pessoa nascia indicava quem ela era, ou seja quem nasce servo será servo e quem nasce nobre será nobre, embora existissem exceções a esta regra. Importante ressaltar que comerciantes e artesãos também faziam parte da sociedade feudal. Contudo, não se pode negar que além da servidão, a escravidão (foi a base do sistema econômico da antiguidade) estava presente, em pequena escala, no medievo. Era incomum mas ocorria. Outro ...
Ao lado encontra-se a imagem de uma iluminura francesa do século XII retratando os três principais grupos sociais do feudalismo. Condizente com a citação "Uns rezam, alguns lutam e outros trabalham", a imagem corrobora que a função social de cada grupo na época medieval era bem demarcada, relacionando o papel de cada classe na sociedade com o tipo de atividade que desempenhava. Para tanto era necessário uma rigidez em relação a mobilidade social, costumava-se a dizer que o nascimento determinava a condição social do indivíduo, a classe social que uma pessoa nascia indicava quem ela era, ou seja quem nasce servo será servo e quem nasce nobre será nobre, embora existissem exceções a esta regra. Importante ressaltar que comerciantes e artesãos também faziam parte da sociedade feudal. Contudo, não se pode negar que além da servidão, a escravidão (foi a base do sistema econômico da antiguidade) estava presente, em pequena escala, no medievo. Era incomum mas ocorria. Outro ...
No debate conflituoso sobre o EAD, pauta uma reflexão sobre o seu público alvo. Pontua-se ações mitigadoras de inclusão digital, atrelada as mazelas da gestão de ensino aprendizagem contribuindo para o distanciamento da possibilidade de acesso as ferramentas de mobilidade social no Brasil, através da organização e aparelhamento da Educação Básica e Superior. O distanciamento da sociedade informacional alimenta a exclusão e impede que nossa sociedade se prepare massivamente para os desafios cada vez maiores do mercado de trabalho e da inserção minimamente competitiva no atual cenário de mundialização{...} (SILVEIRA 2001) . No EAD teremos que perpassar o canal da desigualdade social, pois trata-se de uma modalidade que emerge nas demandas da sociedade excluídas das relações educacionais formais, pautadas na produção mercadológica. O EAD, no seu processo de operacionalização da Educação, no sentido mais democrático, cumpre papel fundamental na construção de uma ...
Desvendando a espuma: o enigma da classe média brasileira Enviado por Renato Souza, qua, 30/10/2013 - 18:51 AUTOR: Renato Santos de Souza (UFSM/RS) A primeira vez que ouvi a Marilena Chauí bradar contra a classe média, chamá-la de fascista, violenta e ignorante, tive a reação que provavelmente a maioria teve: fiquei perplexo e tendi a rejeitar a tese quase impulsivamente. Afinal, além de pertencer a ela, aprendi a saudar a classe média. Não dá para pensar em um país menos desigual sem uma classe média forte: igualdade na miséria seria retrocesso, na riqueza seria impossível. Então, o engrossamento da classe média tem sido visto como sinal de desenvolvimento do país, de redução das desigualdades, de equilíbrio da pirâmide social, ou mais, de uma positiva mobilidade social, em que muitos têm ascendido na vida a partir da base. A classe média seria como que um ponto de convergência conveniente para uma sociedade mais igualitária. Para a esquerda, sobretudo, ela indicaria ...
Desvendando a espuma: o enigma da classe média brasileira Enviado por Renato Souza, qua, 30/10/2013 - 18:51 AUTOR: Renato Santos de Souza (UFSM/RS) A primeira vez que ouvi a Marilena Chauí bradar contra a classe média, chamá-la de fascista, violenta e ignorante, tive a reação que provavelmente a maioria teve: fiquei perplexo e tendi a rejeitar a tese quase impulsivamente. Afinal, além de pertencer a ela, aprendi a saudar a classe média. Não dá para pensar em um país menos desigual sem uma classe média forte: igualdade na miséria seria retrocesso, na riqueza seria impossível. Então, o engrossamento da classe média tem sido visto como sinal de desenvolvimento do país, de redução das desigualdades, de equilíbrio da pirâmide social, ou mais, de uma positiva mobilidade social, em que muitos têm ascendido na vida a partir da base. A classe média seria como que um ponto de convergência conveniente para uma sociedade mais igualitária. Para a esquerda, sobretudo, ela indicaria ...
O Estado Moderno serve de base à Ciência Política. Esta é uma conseqüência da própria modernização da sociedade que começa no século XVI e culmina com a Revolução Industrial. Este processo tem um elemento central, a tecnologia. Esta modernização possibilita igualmente uma maior mobilidade social. A sociedade moderna é caracterizada pela tecnologia, pelo aumento da produtividade, pela mobilidade da população e pelo aparecimento de novos grupos sociais. É a época da ascensão da Burguesia. Outra novidade do Estado Moderno é a nova forma de legitimação de poder. Antes quem legitimava o poder era um Deus Absoluto, mas quem vai se tornar o novo elemento legitimador é o Povo. Assim, surgem novas Instituições como os Parlamentos, onde o povo se faz representar ...
Neste momento a educação universitária está na mira de grupos de interesses neoliberais, em particular, nos países do Ocidente, com destaque para a Itália e Reino Unido. A grande questão que se coloca é a seguinte: quem deverá suportar os custos com a educação dos jovens universitários e investigadores: os contribuintes, ou seja, a sociedade no geral, ou os próprios estudantes e investigadores? Acontece que esta segunda hipótese - a de serem os próprios estudantes e suas famílias a terem de suportar os custos dos seus estudos - vem acentuar as desigualdades de oportunidade entre estudantes ricos e estudantes pobres e veda o acesso ao ensino superior a muitos jovens dos grupos socialmente mais desfavorecidos que não terão outra escolha a fazer senão a de trabalhar, abandonando dessa forma os estudos. Além disso, contribui para perpetuar uma estrutura social desigual e para obstaculizar a mobilidade social.. ...
O deputado do PS Alexandre Quintanilha sublinhou hoje, numa declaração política no Parlamento, que "o Partido Socialista e o XXI Governo Constitucional consagraram a educação e a formação como alicerces fundamentais para a valorização das pessoas, o desenvolvimento do país e a construção de uma sociedade mais coesa e progressista".. Alexandre Quintanilha lembrou que o Conselho de Ministros aprovou, "coerentemente", em junho, "a agenda do Compromisso com o Conhecimento e a Ciência para os anos 2016 a 2020, onde é dada particular relevância aos desafios da qualificação dos portugueses, do reforço ao emprego científico e à convergência do investimento para a concretização das metas europeias".. O deputado socialista revelou que os objetivos dos ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para este ano letivo serão "combater o insucesso e o abandono escolar precoce", "promover a igualdade de oportunidade e a mobilidade social", "valorizar a escola ...
O lulismo não legou ao Brasil nenhuma iniciativa estruturante, nem no domínio da economia física nem no do aperfeiçoamento das instituições republicanas. Compará-lo ao getulismo, como o próprio Lula gosta de fazer, é um disparate. Falando de cabeça, Getúlio Vargas encontrou o Brasil na condição de uma fazenda de café, comandada pelos velhos "coronéis", com eleições feitas a bico de pena, e nos legou quase todas as instituições que criaram o Brasil moderno: Petrobras, Vale do Rio Doce, BNDE (hoje BNDES), Álcalis, Companhia Siderúrgica Nacional, Fábrica Nacional de Motores, IBGE, Furnas (embrião da Eletrobras), DASP - além do voto feminino e secreto, dos direitos do trabalho, do salário mínimo, do Código de Águas, do conceito de serviço público... Tudo isso com uma espantosa mobilidade social ascendente - da qual o próprio Lula se beneficiou quando jovem -, que foi uma das marcas do período desenvolvimentista. Mobilidade sólida e vigorosa, pois associada, antes de ...
Na abertura da Conferência Nacional da "Autorreforma", economista apontou uma série de equívocos das políticas adotadas pelo atual governo. O Brasil precisa de uma estratégia que combine a mobilidade social da população e uma agenda ambiental para gerar crescimento econômico e empregos de qualidade. Para a economista Mônica de Bolle, essa é a fórmula para se retomar as expectativas positivas dos brasileiros, evitando assim os riscos de tensões sociais e políticas, como ocorrem atualmente na América Latina (Chile, Bolívia, Colômbia).. "O governo atual tem uma percepção muito antiquada do que o crescimento pode proporcionar. Há total descuido com a agenda ambiental e mudanças climáticas", disse a economista brasileira, que mora hoje nos Estados Unidos e falou em um vídeo para os participantes da abertura da conferência magna da "Autorreforma".. A sessão de abertura apresentou visões de renomados especialistas sobre o tema da desigualdade no Brasil - o economista Eduardo ...
A pesquisa "A mídia impressa no Brasil e a agenda de promoção de igualdade racial" teve como principal conclusão o fato de que os jornais são contra a criação de políticas que incentivam a mobilidade social dos negros no Brasil. "Não podemos nos iludir porque os jornais têm uma lógica capitalista. Mas podemos reagir e este evento serve como exemplo", explicou Rosângela Malachias, professora do Ceert. Realizada pelo Ceert (Centro de Estudo de Trabalho e Desigualdade), a pesquisa analisou o conteúdo editorial dos jornais O Globo, Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo entre 2001 e 2008 ...
A intenção inicial de Apted era documentar, ao longo de décadas, as consequências das diferenças econômicas e de classe. De fato, a mobilidade social existiu, mas não foi grande. Os mais ricos, que estudavam nas melhores escolas, foram para as melhores universidades e, hoje, estão, como se diz, bem de vida. Os mais pobres (alguns vinham de uma espécie de asilo para crianças carentes, outros, do East End de Londres) tiveram uma vida mais dura. Em suma, tudo tocante e mais ou menos previsível, salvo a sensação com a qual fiquei ao sair do único cinema de Manhattan em que o filme está passando, o IFC Center, na Sexta Avenida, na altura de 3rd Street. ...
O ministro da Saúde reforçou a orientação da pasta para manter o isolamento social. De acordo com Mandetta, na próxima semana "vamos colher os frutos da difícil redução da mobilidade social", determinada por estados e municípios nas últimas duas semanas. "Hoje eu vi que o pessoal começou a andar mais, vamos pagar esse preço ali na frente. Esse vírus adora aglomeração, adora contato, adora que as pessoas achem que ele é inofensivo. E aí, as cidades podem pegar a transmissão sustentada [ou comunitária]", ressaltou. ...
Afinal, tal regime permite que repitam essas barbaridades sem que sofram nada além de rejeição social. Quem defende regimes de liberdades, como restrição à ação do Estado, sabe perfeitamente que não vai "criar um novo homem", tampouco irá resolver os problemas do mundo. Quem prometeu isso, entregou milhões de cadáveres de seu próprio povo em tempos de paz. O conservador e o libertário são céticos. Conhecem as próprias falhas e a natureza humana. Sabem que não têm as soluções para tudo. A vida traz em si riscos. Mas sabem também que enquanto garantirem regimes de liberdades, como possibilidade de mobilidade social e poder limitado do Estado, estarão o mais perto possível da justiça e da felicidade. ...
Jovens batalhadores de baixa renda que trabalham e estudam, em busca de mobilidade social e melhores condições econômicas. São majoritariamente pessoas entre 20 e 35 anos, solteiros e, em grande parte, mulheres. Embora independentes economicamente, normalmente vivem com seus pais em periferias e esforçam-se para melhorar sua condição de vida com exaustivas jornadas de trabalho e estudo.. ...
Ela ressaltou ainda que a metodologia do seu Plano de Governo será desenvolvida durante atividades e diálogos com a população. Essa será a base para aprimorar, inovar e iniciar as ações que devem ser implementadas na sua gestão. "Uma construção constante, com novos desafios, como a segurança pública, como uma ação municipal. Uma ação não de secretaria, mas de cidadania, entre outros, com cultura, esporte e uma guarda preparada para promover a cidadania", detalhou. Calendário - O vice-presidente municipal do PSB, Rubens Freire, apresentou o calendário de seminários e atividades do programa de governo, o qual destacou atividades como os Seminários temáticos a respeito de uma cidade justa generosa e com mobilidade social; Políticas públicas - democracia participativa, saúde, educação para cidadania, assistência social, cultura, esporte e lazer, geração de emprego e renda e cidadania para as mulheres ...
As organizações tendem a substituir os trabalhadores mais velhos e menos escolarizados (desqualificados) por trabalhadores mais adolescentes com alto nível de escolarização clique em meio a próxima do documento (qualificados). Em qualidade de um mercado altamente concorrencial, a qualificação da mão-dicas de otmização para site-obra tem um efeito direto sobre a expansão dos ganhos de produtividade. O mercado estimula os adolescentes a obter maior grau de escolaridade, em razão de, segundo a ideologia da mobilidade social, a única maneira de ser bem sucedido em uma meritocracia é alcançar o máximo de escolaridade que se possa68. Você podes comparar valores de variáveis e o que mais precisar. O foreach é uma das maneiras que o PHP fornece pra fazer loops (laços). Ele literalmente fica dando voltas até não ter mais o que repetir. Temos um array com imensas palavras. Colocando isso em um foreach ele vai nos imprimir cada uma das posições do array, ou seja, nossas ...
A tese de doutorado Estrutura familiar e mobilidade social: estudos dos japoneses no estado de São Paulo foi lançada como livro em 1995, em português e japonês. Em 1997 foi publicado 3º Setor, Desenvolvimento Social Sustentado, com a participação de vários autores. Outra obra de referência é Bibliografia sobre a Juvetude, que analisa livros e ensaios sobre o tema, escrito em parceria com Helena Sampaio ...
Qual o significado de uma comédia brasileira chamada "O Candidato Honesto" (sobre um candidato à presidência popular, corrupto e mentiroso) ser lançada nos cinemas em plena reta final das eleições? Mais do que senso de oportunismo mercadológico, a produção surfa na onda da aversão popular à Política e o fenômeno da despolitização. A inclusão de grande parte dos brasileiros na sociedade de consumo implementada pelo neodesenvolvimentismo dos governos do PT parece mandar a conta: chocou o ovo da serpente que agora arma o bote. Sem educação política, a sociedade de consumo brasileira produz os efeitos ideológicos do próprio consumismo verificados desde o pós-guerra - ideologia meritocrática, ilusão de mobilidade social por meio do consumo de gadgets e aparatos tecnológicos, a competitividade e o ressentimento. Combustíveis para o discurso midiático da corrupção que ironicamente só cola no PT ...
O que dirão da nossa época os nossos sucessores daqui a 200 anos? Como nosso século será visto à distância? É certo que vivemos grandes avanços tecnológicos. É certo que temos mais conforto e mais possibilidades de ação, como viagens, alcance de conhecimento, mobilidade social, expressão sexual. Por outro lado,… Continue lendo…. ...
A nova campanha publicitária da Folha de São Paulo aposta na parcialidade como mote para continuar vendendo assinaturas. Além de outros temas que estão em constante debate em âmbito nacional, pretende continuar dividindo opiniões sobre a legitimidade das cotas raciais nas universidades e em concursos públicos: "A Folha é contra as cotas raciais. Concordando ou não, siga a Folha, porque ela tem suas posições, mas sempre publica opiniões divergentes" ,http://naofo.de/129q,. Como se já não soubéssemos da parcialidade desse jornal e das suas opiniões desfavoráveis às políticas de promoção da igualdade racial, ao contrário do que se propõe, não considera as lutas históricas dos movimentos negros e de mulheres negras e suas pautas sobre racismo e mobilidade social da população negra.. O debate sobre cotas raciais foi acirrado quando o Partido Democratas (DEM) moveu ação contra a Universidade de Brasília e sua política de reserva de vagas para negras/os. Em 2012, o ...
A proletarização refere-se ao processo social elo qual pessoas auto-empregadas ou empregadoras (e inclusive desempregadas que não precisavam trabalhar) passam a ser mão de obra assalariada por parte de um empregador. Para a teoria marxista, a proletarização tem sido uma das formas mais importantes de mobilidade social descendente. Para Marx, o processo de proletarização era uma das caras da acumulação de capital. O crescimento do capital implicava um crescimento da classe operária. A expansão dos mercados capitalistas precisava de um processo de acumulação primitiva e privatização, que transferia a cada vez mais bens a mãos privadas, concentrando a riqueza numas poucas pessoas. Desta maneira, cada vez uma maior percentagem da população foi dependendo de um trabalho assalariado, vendendo sua força de trabalho a um empleador por um salário ao carecer de outros bens que permitissem a sobrevivência. Êxodo rural Proletariado Camponês Classe trabalhadora Mecanização ...
Grandíssima e exemplar é a capacidade do candomblé de juntar os santos aos pecadores, o maculado ao limpo, o feio ao bonito. Se concordarmos que as maiores concentrações relativas de homossexuais e bissexuais ocorrem nas grandes cidades, onde podem refugiar-se no anonimato e na indiferença que os grandes centros oferecem (além de oferecerem locais e instituições de publicitação, que na cidade grande podem funcionar como espaços fechados, isto é, públicos porém privatizados), encontramos uma razão a mais para o sucesso do candomblé em São Paulo - a possibilidade de fazer parte de um grupo religioso, isto é, voltado para o exercício da fé, mas que ao mesmo tempo é lúdico, reforçador da personalidade, capaz de aproveitar os talentos estéticos individuais e, por que não?, um nada desprezível meio de mobilidade social e acumulação de prestígio, coisas muito pouco ou nada acessíveis aos homossexuais em nossa sociedade. Ainda mais quando se é pobre, pardo, migrante, ...
Procede a uma reforma da tributação das pessoas singulares, orientada para a família, para a simplificação e para a mobilidade social, altera o Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares, o Código do Imposto do Selo, o Estatuto dos Benefícios Fiscais, a lei geral tributária, o Código de Procedimento e de Processo Tributário, o Regime Geral das Infrações Tributárias e o Decreto-Lei n.º 26/99, de 28 de janeiro, e revoga o Decreto-Lei n.º 42/91, de 22 de janeiro
O ensino técnico-profissional deve passar a ser uma prioridade da educação em Portugal, afastando tabus e preconceitos do passado. Trata-se do meio mais eficaz de combate ao abandono escolar e de promoção da mobilidade social, conferindo ferramentas de trabalho facilitadoras da entrada no mercado de emprego. É também fundamental tornar universal e mesmo obrigatório o ensino pré-escolar como factor decisivo para o futuro sucesso escolar. Tudo isto no quadro de uma escola mais autónoma, com projecto e gestão descentralizada, em que a liberdade de escolha (mesmo nas públicas) seja incrementada." ...
O primeiro cientista da História foi Robert Grosseteste, embora o seu trabalho seja pouco conhecido na educação popular dos dias correntes. Ele nasceu em cerca de 1170 no seio de uma família humilde de Suffolk. Ele descobriu a sua vocação na Igreja Católica - uma fonte importante de mobilidade social desses tempos tal como o sistema universitário o é hoje.. Foi Grosseteste quem formulou a primeira descrição do processo científico. Ele foi o primeiro europeu (em séculos) a estudar o trabalho de Aristóteles e a estudar os escritos do filósofo natural Abu Ibn al-Haytham.. A partir destes pensadores ele desenvolveu a ideia de "composição e resolução" que é o método científico em si. ...
Nesse cenário, a classe média vai sendo espremida, a mobilidade social é para baixo e o mercado de trabalho vai ficando cada vez mais polarizado no país das oportunidades. No extremo superior, pouquíssimos executivos bem remunerados, que têm sua renda diretamente atrelada ao mercado financeiro. No extremo inferior, uma massa de serviçais pessoais mal pagos sem nenhuma segurança, que vivem uma realidade não muito diferente dos mais de 100 milhões que recebem algum tipo de assistência direta do Estado. O Welfare State, ao invés de se espalhar pelo planeta, encampando as tradicionais hordas de excluídos, encolhe, aumentando a quantidade de deserdados. ...
Ascensão social tira milhões de brasileiros da invisibilidade e cria mercado de consumo de massa no Brasil A partir de 2003, a mobilidade social no Brasil deixou de acontecer apenas no plano individual para ser um amplo fenômeno social.
Antecedentes Alta Idade Média (apogeu do feudalismo) Características do feudalismo: Fusão dos costumes bárbaros e romanos, predominando relações de lealdade, conhecidas como suserania e vassalagem. Abandono das cidades. Economia agrícola, auto suficiente, centrada nos feudos (grandes propriedades rurais). Decadência do comércio. Divisão da sociedade de maneira hierarquizada, sem mobilidade social. Enfraquecimento do poder real. Grande influência da Igreja
Um macro-zoneamento dividiu o campus em quatro áreas: a central, no Ciclo Básico, que apresenta ruas bem direcionadas, sendo possível desafogar o trânsito; a das vias próximas à Reitoria; a da área da Saúde, onde há maior demanda de veículos cerca de 30 mil trafegam por ali diariamente e é a mais problemática de todas, por ser a menor; e a região da Feagri. Não havia articulação entre elas, o que está sendo implementado. A equação mais difícil, porém, é a relação entre espaço e o grande número de veículos incorporados anualmente à malha viária. Esse aumento é causado, segundo Lauro Luiz, em razão do crescimento vegetativo do campus e pela mobilidade social a facilidade na compra de automóveis praticamente duplicou a demanda por espaço. São duas frentes a serem tratadas: o tráfego intenso, sobretudo nos horários de pico, e a de vagas em estacionamentos ...
A Prefeitura de Eldorado realizou, na última quinta-feira (29), a etapa municipal da 5.ª Conferência Nacional das Cidades. Este é um evento criado pelo Ministério das Cidades, e tem o objetivo de trabalhar e estimular o desenvolvimento de áreas como: habitação, programas urbanos e transporte, saneamento básico e mobilidade social.. Em Eldorado, o evento serviu para discutir sobre as diretrizes municipais e assuntos de interesse para toda a sociedade. Através de palestra realizada pelo Psicólogo Ademar Oliveira, do CRAS, o público presente pode entender melhor sobre a atuação dos conselhos administrativos e o impacto positivo que pode ser gerado entre a atuação conjunta do poder Executivo (Prefeitura) e a participação civil, ou seja, parceria entre funcionalismo público e população.. Nesta conferência, cuja temática central foi: Reforma Urbana, foram debatidos 4 eixos centrais, os quais serão apresentados e discutidos na etapa estadual desta Conferência, sendo: ...
A primeira é cair no mito da objetividade. Os filósofos e os cientistas lhes dirão que ela não existe. Aqueles que estão surfando com êxito nas ondas da globalização lhes dirão que seja objetivo e, para sê-lo, não deve escutar e reportar sobre minorias descontentes. A única maneira de ver o país é por meio da macroeconomia, que divide a riqueza por habitante, e não da microeconomia, que se detêm em fatores complicados, como o nível de renda, a redistribuição, a mobilidade social, e assim sucessivamente. Em nome da objetividade, é preciso se informar sobre o que o sistema diz, sem ficar entorpecido com tantas vozes diferentes na rua. Os políticos são eleitos, os líderes da sociedade civil não são. Apenas as estatísticas oficiais são confiáveis. As estatísticas da Oxfam sobre a fome ou as do Greenpeace sobre o meio ambiente não são objetivas. O mesmo acontece com as conclusões do Grupo Intergovernamental de Especialistas para o Controle do Clima, que defende a ...
Ministrante:. Prof. Dr. Ricardo Colturato Festi - Professor de Sociologia do Cotil-Unicamp. Ementa:. O curso problematizará o surgimento e o desenvolvimento da disciplina sociologia do trabalho nas décadas de 1950 e 1960 na América Latina, em particular no Brasil e no Chile. Partir-se-á da tese de que um projeto de sociologia vinculado às políticas modernizadoras do pós-guerra foi defendido e impulsionado por instâncias internacionais, tais como a Unesco e a Associação Internacional de Sociologia (ISA), e nacionais, como os governos e as universidades. Estas buscaram consolidar uma comunidade acadêmica internacional que pretendia estudar e pesquisar temas correlatos ao mundo da indústria e do trabalho. Nesse marco, a América Latina surgiu como paradigma e entrave da modernização capitalista ocidental devido as suas singularidades frente a uma industrialização tardia. A mobilidade social, a participação dos sujeitos, as particularidades da então recém-criada classe operária ...
Sem revelar spoilers, os Kims percebem rapidamente como sua segurança é frágil e quão pouco é necessário para perder tudo. Tornam-se calejados em sua busca pela mobilidade social, endurecidos para com as pessoas que acham que a têm ainda pior do que eles. E enquanto Parasite ganhou elogios da crítica em todo o mundo, parecendo impressionar o público por seus comentários brutos da classe, a mensagem do filme não é clara. É uma comédia sombria, mas no final você não tem certeza se a piada está com você, afinal. Os vilões ou heróis do Kims estão tentando criar seu próprio sucesso? E o que acontece quando um emprego estável e salário ainda ficam aquém do que você precisa? ...
Fosse verossímil, de fato, na prática e realmente, a altruística preocupação com a VIDA do ser humano, por cuidadosos, zelosos, generosos, bondosos e samaritanos alcaides, teríamos todas as cidades, municípios, distritos e povoados altamente saneados (com o imprescindível saneamento básico mínimo adequado e com suas estações de tratamentos de redes de esgotos e galerias pluviais tratadas), hospitais e unidades e postos de Saúde suficientes, para pronto-atendimento de urgência e emergência, todas as ruas, vias, estradas e logradouros públicos devidamente sinalizadas, pavimentadas e sem os buracos ou crateras, iluminadas, limpas, urbanizadas e seguras e adequada infraestrutura com transportes-coletivos públicos gratuitos, saudáveis, salutares e seguros e uma mobilidade social e urbana no mínimo razoáveis ou aplicariam os recursos dimanados das multas e infrações de trânsito na Educação, Sinalização, conservação, manutenção e preservação e, sobretudo, na Segurança ...
Até pouco essas fragilidades da República, das instituições, embora percebidas, não encontravam contestação mais ampla. Os setores politizados da sociedade criticavam-nas, mas na medida em que os governos ampliavam os mecanismos de integração social e que os interesses organizados conseguiam ser corporativamente atendidos, a crise institucional limitava-se aos círculos do poder. A própria dinâmica da sociedade, a urbanização abrangente, o aumento no fluxo de rendas e a mobilidade social por ele gerada e, principalmente, as novas tecnologias de comunicação que conectam as pessoas dispensando organizações e lideranças formais, estão dando os primeiros sinais de que há algo mais grave do que as crises habituais entre Congresso, Executivo e sociedade. Essas até agora eram circunscritas ao que chamamos de "opinião pública", que desde o Império funcionava separada da "opinião nacional". Estamos assistindo aos primórdios da fusão entre uma e outra opinião. A ampliação da ...