Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrados neste sábado (18), pais e crianças de 0 a 14 anos participaram de uma corrida no Parque da Cidade, em Brasília. O evento, que reuniu cerca de 800 pessoas, é uma iniciativa da Polícia Federal, com o apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do governo do Distrito Federal. O objetivo é alertar a sociedade sobre esse tipo de crime e envolver a família na prevenção e combate.. Dados do Disque 100 mostram que, só no ano passado, foram registradas um total de 17.093 denúncias de violência sexual contra menores de idade. A maior parte delas é de abuso sexual (13.418 casos), mas há denúncias também de exploração sexual (3.675). Só nos primeiros meses deste ano, o governo federal registrou 4,7 mil novas denúncias. Os números mostram que mais de 70% dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes são praticados por pais, ...
Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrados neste sábado (18), pais e crianças de 0 a 14 anos participaram de uma corrida no Parque da Cidade, em Brasília. O evento, que reuniu cerca de 800 pessoas, é uma iniciativa da Polícia Federal, com o apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do governo do Distrito Federal. O objetivo é alertar a sociedade sobre esse tipo de crime e envolver a família na prevenção e combate.. Dados do Disque 100 mostram que, só no ano passado, foram registradas um total de 17.093 denúncias de violência sexual contra menores de idade. A maior parte delas é de abuso sexual (13.418 casos), mas há denúncias também de exploração sexual (3.675). Só nos primeiros meses deste ano, o governo federal registrou 4,7 mil novas denúncias. Os números mostram que mais de 70% dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes são praticados por pais, ...
É uma violação dos direitos sexuais, que se traduz pelo abuso e/ou exploração do corpo e da sexualidade de crianças e adolescentes - seja pela força ou outra forma de coerção - , ao envolver meninas e meninos em atividades sexuais impróprias para sua idade cronológica ou a seu desenvolvimento físico, psicológico e social.. O abuso e exploração sexual são as duas formas, igualmente perversas, com que a violência sexual se manifesta.. O abuso é qualquer ato de natureza ou conotação sexual em que adultos submetem menores de idade a situações de estimulação ou satisfação sexual, imposto pela força física, pela ameaça ou pela sedução. O agressor costuma ser um membro da família ou conhecido. Já a exploração pressupõe uma relação de mercantilização, onde o sexo é fruto de uma troca, seja ela financeira, de favores ou presentes. A exploração sexual pode se relacionar a redes criminosas mais complexas e podendo envolver um aliciador, que lucra intermediando a ...
O relatório da CPI apresentou 36 recomendações para melhorar a fiscalização contra a pedofilia, entre elas estão: i) criação de um sistema de banco de dados integrado que priorize o conhecimento da realidade de exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes em cada município atingido, ii) fortalecimento da Rede de Proteção para o enfrentamento da exploração sexual e comercial, criação de delegacias especializadas em crimes contra crianças e adolescentes em polos regionais (conforme emenda parlamentar aprovada em 2010), iii) os municípios devem garantir uma infraestrutura básica aos Conselhos Tutelares, iv) o Tribunal de Justiça deve regulamentar a oitiva das vítimas em juízo para que não seja realizada na presença dos acusados pelos crimes, e a promoção de encontros setoriais entre o Poder Público (Judiciário, Legislativo e Executivo) e a sociedade, com o objetivo de discutir o problema da violência sexual no universo da criança e do adolescente. ...
O relatório da CPI apresentou 36 recomendações para melhorar a fiscalização contra a pedofilia, entre elas estão: i) criação de um sistema de banco de dados integrado que priorize o conhecimento da realidade de exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes em cada município atingido, ii) fortalecimento da Rede de Proteção para o enfrentamento da exploração sexual e comercial, criação de delegacias especializadas em crimes contra crianças e adolescentes em polos regionais (conforme emenda parlamentar aprovada em 2010), iii) os municípios devem garantir uma infraestrutura básica aos Conselhos Tutelares, iv) o Tribunal de Justiça deve regulamentar a oitiva das vítimas em juízo para que não seja realizada na presença dos acusados pelos crimes, e a promoção de encontros setoriais entre o Poder Público (Judiciário, Legislativo e Executivo) e a sociedade, com o objetivo de discutir o problema da violência sexual no universo da criança e do adolescente. ...
A Prefeitura de Cacoal meio da Secretaria Municipal de Ação Social e Trabalho- SEMAST, realiza atividades de conscientização e prevenção da violência sexual
Você não consegue ter total prazer no sexo? Você teve uma experiência traumática e desde então não voltou a ser a mesma? Quando temos uma disfunção ou um bloqueio em nossa sexualidade, os relacionamentos se tornam difíceis. A terapia tântrica e saiba como ela pode ajudar as vítimas de abuso.
O Conselho Tutelar foi instituído pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com a intenção de zelar pelos direitos dos menores de 18 anos. De acordo com a lei, é necessário que haja uma unidade do Conselho para cada 100 mil habitantes de um município. É um órgão autônomo e permanente, que integra a administração pública local.. O Brasil tem 5.956 conselhos tutelares instalados em 5.559 municípios. São cerca de 30 mil conselheiros tutelares, responsáveis por defender crianças e adolescentes com direitos violados. No exercício das atividades, atuam no combate a situações de negligência, exploração sexual e violência física e na fiscalização e aplicação das políticas públicas direcionadas à infância e à adolescência.. Fonte: Prefeitura de Monte Carmelo.. ...
A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH) de Petrolina promoveu, nesta quarta-feira (17), uma roda de conversa com o tema: Qual o meu papel no combate à violência e exploração sexual de crianças e adolescentes? Fortalecendo a rede de cuidados. Na ocasião, a secretária executiva de Direitos Humanos, Bruna Ruana, palestrou sobre o papel das entidades da Rede de Proteção no combate à violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.. O evento aconteceu no auditório do IGEPREV e teve o objetivo de integrar a rede de cuidados, informando e viabilizando a participação da comunidade nas discussões acerca das políticas públicas e atuação da rede de enfrentamento à violência que atinge as crianças e adolescentes.. Participaram do de evento, Kátia Carvalho, secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos; Doriane Secchi, secretaria executiva de Desenvolvimento Social; Maria Lúcia da Silva Souza, assistente social, gestora e presidente ...
CRIME CONTRA A INFÂNCIA A exploração sexual de crianças e adolescentes é uma grave vio-lação dos direitos humanos, que causa um sofrimento muito grande às vítimas, deixando sequelas que serão levadas para a vida toda. Márcia conta que um estudo recente aponta que cerca de 90% das meninas e meninos explorados têm vontade de morrer.. Visando contribuir para proteção de crianças e adolescentes, os motoristas são fundamentais na cadeia de combate à exploração sexual. Por atuarem em todo o país, tornam-se vigias do crime e podem comunicar os abusos por meio do número 100: disque--denúncia nacional que recebe informações anônimas e gratuitamente de qualquer parte do Brasil.. Outro meio de comunicação é o novo aplicativo para iPhone ou celular com sistema Android criado para facilitar denúncias e infor-mar sobre violência contra crianças e adolescentes. Basta baixá-lo pela App Store e pelo Google Play que o usuário fará parte de uma grande rede de proteção dos ...
O Ministério Público ofereceu ontem mais cinco denúncias em casos de exploração sexual de adolescentes em Londrina. Segundo o MP, oito novos investigados foram denunciados, dentre os quais um servidor do Judiciário, um agricultor e dois empresários - um deles está foragido desde o primeiro semestre. Duas aliciadoras e um empresário de Cambé que já são réus em outras ações também foram denunciados. Segundo o MP, essas ações relatam crimes cometidos contra 17 vítimas que tinham entre 14 e 17 anos de idade na época em que eles aconteceram, entre 2008 e 2014.. Hoje, a Justiça de Londrina liberou nomes destes envolvidos no caso de exploração sexual de menores. Conforme o blogueiro Cláudio Osti, os nomes são: Octávio Cesário Pereira Neto: vice-presidente da Sociedade Rural do Paraná, filiado ao PSC e ex-presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização e dono de uma Rádio na cidade de Cambé; o advogado José Vieira da Silva Filho; o proprietário rural e ...
Na Agência Brasil: "Brasília - A exploração sexual de crianças e adolescentes índias tem crescido por causa da construção de estradas que cruzam as reservas indígenas ou que passam a sua margem. Segundo o índio Gilberto Xerente, este é um dos principais problemas, além da questão ambiental, vivido pelas comunidades que participam em Brasília da Mobilização dos Povos Indígenas do Cerrado. "As pessoas que circulam por lá são pessoas não-indígenas que acabam tendo contato com nossas mulheres o que causa grande impacto em nossas comunidades. Agora elas estão se envolvendo com pessoas não-indígenas descaracterizando nossa cultura. Tem até no meio destas comunidades a exploração sexual infantil", afirmou o índio. Gilberto Xerente esteve no Congresso Nacional, junto com 20 representantes de etnias do cerrado, para apresentarem aos parlamentares várias reivindicações." [notícia completa ...
De acordo com Eliana, a exploração sexual é uma epidemia na Capital. Essa constatação veio a partir dos dados apresentados pela CPI. Segundo o documento completo, que foi apresentado um ano após o início dos trabalhos e revelaram a situação da exploração sexual na Capital, em maio de 2012, há uma incidência do problema na periferia, onde se centraliza a prática voltada para o público "interno", ou seja, habitantes de Fortaleza. São 74 pontos de exploração, que relacionam dezenas de estabelecimentos comerciais, entre eles bares, restaurantes, hotéis, motéis, pontos de taxi e postos de gasolina, e territórios onde se concentram a exploração, com destaque para "epidemia" na Barra do Ceará, com 22 pontos de exploração, e a Praia de Iracema, com 12 ...
A exploração sexual é caracterizada pela relação sexual de uma criança ou adolescente com adultos, mediada pelo pagamento em dinheiro ou qualquer outro benefício.. Conheça as principais formas de exploração sexual:. A pornografia se configura como exploração sexual quando há produção, utilização, exibição, comercialização de material (fotos, vídeos, desenhos) com cenas de sexo explicito envolvendo crianças e adolescentes ou imagem, com conotação sexual, das partes genitais de uma criança.. O tráfico para fins sexuais é a prática que envolve cooptação e/ou aliciamento, rapto, intercâmbio, transferência e hospedagem da pessoa recrutada para essa finalidade. O mais recorrente é que o tráfico para fins de exploração sexual ocorra de forma disfarçada por agências de modelos, turismo, trabalho internacional, namoro-matrimônio, e, mais raramente, por agências de adoção internacional.. A exploração sexual agenciada é quando há a intermediação por uma ou ...
Introdução. A violência contra crianças e adolescentes é um relevante problema de saúde devido às consequências para o seu crescimento e desenvolvimento pleno 1. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) instituiu um novo paradigma de proteção integral, reconhecendo crianças e adolescentes como sujeitos de direitos. Nesta perspectiva, a população brasileira infanto-juvenil passa a ser prioritária no campo da formulação de políticas públicas e definição de recursos das instâncias político-administrativas do país. Com o promulgação do ECA, prevenir a ameaça ou violação de direitos contra crianças e adolescentes se tornou um dever de cada um e de toda a sociedade 2.. Dentre as formas severas de violência contra crianças e adolescentes estão a violência intrafamiliar e a exploração sexual. A violência intrafamiliar pode se materializar sob a forma de abusos físicos, psicológicos, sexuais e pela negligência. Consiste em dinâmicas familiares pautadas no uso ...
Em comemoração ao Dia Nacional de Combate a Exploração de Crianças, celebrado no dia 18 de maio, militares da Bela Vista de Minas e o Conselho Tutela da cidade, realizaram uma campanha de combate à exploração sexual infantil.. Segundo o sargento Vila Nova, da Polícia Militar, a operação ocorreu no pátio do posto de combustíveis "Girassol, que fica às margens da BR-381, na divisa com a cidade de Nova Era.. Foram realizadas diversas abordagens em bares, postos de combustíveis, restaurante e veículos, além de pessoas que circulavam pelas ruas da cidade. Durante a campanha eram distribuídos panfletos alusivos à campanha.. Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, quem souber de algum caso de violência sexual infantil, deve procurar o Conselho Tutelar, Polícia Militar ou o Cras de sua cidade.. ...
Para a delegada Renata Vieira, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a Campanha é de grande importância, dada a dificuldade de lidar com o tema. "A soma de esforços é necessária, é preciso envolver as instituições públicas em ações integradas como esta, mas não só isso, a participação da sociedade é fundamental para a proteção da criança", afirma a delegada que enfatiza ainda que as pessoas devem estar atentas a comportamentos diferenciados da criança para poder ajudá-la.. A DPCA vai lançar, também no dia 18 de maio, o Projeto Infância Livre, o qual tem por finalidade percorrer as escolas para ensinar as crianças o significado do abuso e da exploração sexual. "Muitas crianças não sabem que são abusadas por não compreender que é um tipo de violência, que fere sua liberdade e, além disso, na maioria das vezes, as vítimas são ameaçadas e manipuladas para manter os atos em segredo", explica Renata.. Segundo dados da DPCA, em 2012 a ...
O dia 18 de maio é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000. A infância e adolescência são importantes etapas no ciclo vital, onde são desenvolvidas e ampliadas as capacidades e habilidades cognitivas, afetivas, físicas e sociais de uma pessoa. Geralmente, na infância são geradas as mais inocentes e intensas memórias de uma vida, enquanto a adolescência pode ser encarada como a fase das descobertas, mudanças e de transição.. Mas, e quando os padrões da normalidade são brutalmente violados? Situações de violência, abuso e exploração sexual interrompem este ciclo, afetando a autoestima da vítima e sua capacidade de formar vínculos de amor, de iniciar e manter relacionamentos e desenvolver boa relação com o próprio corpo.. Dados mais recentes do Ministério da Saúde mostram que, entre 2011 e 2017, o Brasil teve um aumento de 83% nas notificações gerais de violências ...
O Amapá está no topo do ranking nacional do tráfico de pessoas para fins de exploração sexual nas regiões de fronteira do País. Os dados foram divulgados na última sexta-feira (18) pelo Ministério da Justiça e fazem parte da primeira pesquisa nacional sobre tráfico de pessoas nas áreas de fronteira. Na mesma condição estão os estados de Roraima, Pará e Mato Grosso. Segundo dados fornecidos pela Polícia Federal, um terço dos casos acontece nos 11 estados fronteiriços do País. O Amapá, por ser a principal porta de saída para a Europa, acaba se tornando uma das maiores rotas do tráfico internacional de pessoas. A pesquisa aponta que essas pessoas são recrutadas e convencidas de que existe uma vida melhor do outro lado da fronteira. No caso das crianças, elas são simplesmente levadas. Gastos com transporte, alimentação e alojamento se transformam em dívidas a serem pagas com exploração, violência e represálias em casos de tentativa de fuga. Ainda de acordo com a ...
15/05/2017. 18 de maio é o Dia de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e a Visão Mundial, junto com a Renas, Rede Social do Centro, a Secretária de Direitos Humanos e Cidadania da Cidade de São Paulo e a Primeira Igreja Batista de São Paulo, vai realizar um seminário para expor e debater esse tema. Eu conversei com Raniere Pontes, idealizador do seminário e responsavel pela área de programas e projetos da Visão Mundial, que começou falando sobre a instituição.. ...
A Prefeitura Municipal de Viçosa-RN através da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação, Meio Ambiente e Assistência Social (SEMTHAS), realizou nessa terça-feira, 17 de maio, no auditório do CRAS- Centro de Referência de Assistência Social, mais uma atividade com o grupo de crianças de 0 a 06 anos de idade, relacionado a prevenção e ao combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Por se tratar de crianças foi trabalhado esse tema de forma lúdica, através de apresentação de teatro de fantoche e de contação de histórias. Esta atividade com as crianças é parte das ações que estão sendo desenvolvidas durante toda a semana alusiva ao 18 de maio e tem como objetivo a prevenção e o combate de toda e qualquer forma de violação dos direitos das crianças e adolescentes. ...
As crianças e educadores da escola se uniram à ONG CEÁTICA no bairro Teimosos e Walfredo Gurgel para mobilizar os moradores sobre a luta contra a violência, abuso e exploração sexual e comercial de adolescentes e crianças ...
Mais de 400 pessos participaram nesta sexta-feira, 18 de Maio, Dia Nacional contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes de uma caminhada em defesa da causa.. A caminhada partiu da Av. Pedro Miranda e se estendeu até a Aldeia Cabana com o objetivo de chamar a atenção da população a denunciar esses tipos de crimes. Neste ano, a campanha da Prefeitura de Belém também tem como tema "Exploração sexual é crime! Calar é consentir, denunciar é combater!", que será trabalhado durante o ano todo em ações educativas.. A presidente da Funpapa, Roseléa Teixeira afirmou que a caminhada é importante para mostrar à população as várias formas de denúncia. "Queremos chamar atenção para várias questões e uma delas é de que a denúncia é anônima. As pessoas ainda têm medo. Não podemos permitir que a sociedade aceite que as crianças sejam violadas. Quem não denuncia também é culpado", analisa.. Após a caminhada, houve apresentações artísticas e culturais. ...
Manaus deve receber em torno de 150 mil turistas para os jogos do Torneio Olímpico de Futebol e, devido à proporção do evento, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), vai realizar ações de prevenção e sensibilização contra crimes de exploração sexual e violência com crianças, mulheres, idosos e pessoas com deficiência. As ações fazem parte do Grupo Temático de Programas Especiais dos Jogos Olímpicos Rio 2016, e vai envolver, aproximadamente, 300 servidores públicos estaduais, municipais e de instituições ligadas às causas desses públicos.. ...
A ilha do Maio conta com uma rede local de prevenção contra o abuso e exploração sexual da criança e adolescente, criada por representantes da sociedade civil, em parceria ...
A ideia de se celebrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes surgiu em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do ECPAT no Brasil. O ECPAT é uma organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes, surgida na Tailândia. A então deputada federal capixaba Rita Camata, atuando como presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente da Câmara dos Deputados, propôs um projeto de lei estabelecendo o dia da morte de Araceli como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O projeto virou a Lei N° 9.970, sancionada em 17 de maio de 2000 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Desde então ...
A avenida principal da cidade de Lagoa Grande (PE) foi tomada ontem (17) por professores, crianças, adolescentes e jovens que saíram numa caminhada de sensibilização contra o abuso e exploração sexual de menores.. O evento faz parte do cronograma de atividades do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS) que teve início, desde o dia 09 de maio e segue até o dia 21 com uma panfletagem na feira livre da cidade.. Além das instituições de ensino, também fazem parte da programação, o Conselho Tutelar e conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.. ...
Foram convidados representantes da Câmara dos Vereadores e Assembléia Legislativa , secretários municipais e estaduais de várias pastas de governo, membros dos ministérios da Saúde, do Desenvolvimento e da Educação, além de entidades civis para integrar o comitê. Entre as medidas que serão discutidas pelo comitê estão envolver a sociedade nas denúncias de exploração sexual infantil; organizar ações sistêmicas em todos os locais onde meninos e meninas consomem crack e se prostituem; melhorar e ampliar os abrigos específicos para estas crianças e adolescentes; ampliar o número de vagas em clínicas especializadas para o tratamento a este tipo de droga e desenvolver busca ativa para identificar os familiares deste jovens ...
A Casa Liberdade é um lugar para meninas de até 18 anos que foram vítimas de exploração sexual e/ou tráfico de pessoas para fins de exploração sexual. A Casa Liberdade tem como objetivo oferecer acolhimento, segurança, privacidade e acesso aos cuidados necessários para que essas sobreviventes sejam restauradas integralmente e reinseridas na sociedade.. Por Que Existe?. A exploração sexual e o tráfico de pessoas para fins de exploração sexual é um problema mundial. O Brasil está posicionado como o segundo maior mercado mundial e a cidade de São Paulo se encaixa como destino e trânsito para o "mercado" de tráfico de pessoas tanto no âmbito nacional quanto internacional. A cidade apresenta altos números de casos que mesmo após serem identificados, apresentam grandes desafios de serem solucionados e principalmente de serem encaminhados para um processo de acompanhamento visando o cuidado integral e a proteção. As experiências traumáticas sofridas por vítimas de tráfico ...
A lei que transforma em hediondo o crime de exploração sexual de criança, adolescente ou pessoa vulnerável será publicada na edição de amanhã (22) do Diário Oficial da União e já estará em vigor durante a Copa do Mundo, que ...
A lei que transforma em hediondo o crime de exploração sexual de criança, adolescente ou pessoa vulnerável será publicada na edição de amanhã (22) do Diário Oficial da União e já estará em vigor durante a Copa do Mundo, que ...
O presente trabalho pretende abordar o tema tráfico de mulheres para fins de exploração sexual, enfocando desde o perfil das vítimas até a análise da legislação internacional e nacional.
A ação é decorrente de cooperação mútua entre a diretoria de Inteligência e a diretoria de Operações, ambas vinculadas à secretaria. Houve também colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega, em Brasília, que ofereceu cursos e capacitações que subsidiaram as quatro fases da operação.. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o secretário de Operações Integradas, Rosalvo Ferreira Franco, o diretor de Operações, Cesar Augusto Martinez, e o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética, delegado Alesandro Barreto, concedem entrevista coletiva sobre a operação hoje às 11h, em Brasília.. A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de um a quatro anos de prisão, de três a seis anos de prisão por compartilhar, e de quatro a oito anos de prisão por produzir conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.. A Operação Luz na Infância 4 cumpre 87 ...
Luciano Alcântara explicou que presa foi encaminhada para penitenciária feminina Uma mulher de 43 anos foi presa nesta quarta-feira (25), no bairro Lourival Parente, localizado na Zona Sul de Teresina, por favorecimento de prostituição, exploração sexual de vulnerável e rufianismo, conhecido popularmente como
O Secretário de Assistência Social, Dagmando Lopes, disse que há casos de exploração sexual contra crianças e adolescentes no Município, mas que a Prefeitura, em parcerias com os órgãos de proteção vêm combatendo, e ainda destacou a importância da denúncia de casos pelo dique 100, que pode ser feito de forma anônima. De acordo com Dagmando os movimentos de mobilizações também servem para que casos sejam descobertos ...
Professor Salvador Neto (Dodô) Através deste cordel Uma arte cultural Deixo aqui minha mensagem Sobre abuso e exploração sexual...
O dia 23 de setembro é o dia Internacional Contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças. Neste dia, em 1913, a Argentina promulgou a lei "Palácios", a primeira lei que punia quem promovesse ou facilitasse a prostituição e a corrupção de menores de idade. Esta lei inspirou muitos outros países a proteger mulheres e crianças contra a exploração sexual e o tráfico de pessoas. ...
... - Notícias em Campo Grande e Mato Grosso do Sul - Política, esporte, economia e muito mais.
O Rio de Janeiro vai sediar a partir de amanhã o III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que deve reunir três mil delegados, representando 150 países. O evento, que acontece até sexta-feira, vai recolher assinaturas para a mobilização do Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) contra a exploração sexual de crianças e adolescentes lançada na última semana.
O Fórum Africano para as Políticas da Infância (ACPF, sigla em inglês) acaba de lançar um relatório explosivo sobre a transformação em curso do continente africano num espaço em franca expansão para a exploração sexual de crianças.
... - Notícias em Campo Grande e Mato Grosso do Sul - Política, esporte, economia e muito mais.
O cantor Marcelo, da dupla João Lucas e Marcelo, está sendo investigado pela Polícia Civil da Bahia por exploração sexual e favorecimento a pros
O Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal e o Ministério Público do Trabalho (MPT) deflagraram hoje (13) a Operação Cinderela na região de Ribeiro Preto, no interior de São Paulo, para investigar a exploração sexual e trabalho escravo env
A campanha iniciou em 2010 com o mote da Copa do Mundo e a ideia era desenvolver uma ação em alusão ao evento mundial na situação da exploração sexual no turismo.
Diga não à exploração sexual de crianças e adolescentes. Esta é a inscrição do adesivo que circulará a partir do dia 12 de outubro em mais de 100 mil carros da frota de veículos de locadoras de automóveis de todo o país, filiadas à Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla). A campanha é da Abla, em parceria com o Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB) e o Ministério do Turismo. A idéia é sensibilizar profissionais do segmento sobre como podem proteger crianças e adolescentes da exploração sexual no turismo. Com a campanha, espera-se atingir mais de 185 mil funcionários das locadoras associadas e, aproximadamente, 300 mil turistas, estimativa de usuários dos veículos durante a campanha. O CET/UnB promoverá, periodicamente, palestras de conscientização promovidas por gestores da Universidade nos eventos do TS&I. "É fundamental abolir do país o flagelo da exploração sexual no turismo. A Abla entende que esse é um ...
A prostituição é uma profissão reconhecida na Classificação Brasileira das Ocupações (CBO), contudo não é regulamentada. Ou seja, para as pessoas maiores de 18 anos a prostituição pode ser uma escolha que não envolva exploração sexual nem outras violações de direitos, desde que o trabalho seja exercido seguindo normas e procedimentos que minimizam a vulnerabilidades da profissão. (...) Já a exploração sexual é a obtenção de lucro por meio da prostituição de outra pessoa. As características de trabalho forçado - como cerceamento da liberdade, servidão por dívida, retenção de documentos e ameaça - podem ou não estar presentes nesse caso, como vemos na reportagem "Libertações em boate: exploração sexual, dívidas e escravidão", da Repórter Brasil, de dezembro de 2010, que mostra a situação de 20 mulheres e 04 homens obrigados a se prostituir. Eles não trabalhavam por livre e espontânea vontade, pois ficavam 24 horas a disposição para atender os clientes ...
Os veículos especializados têm ajudado no enfrentamento da exploração sexual nas rodovias, conversando com os cerca de 2,5 milhões de caminhoneiros do País. A revista O Carreteiro, há 30 anos em circulação, começou a publicar matérias sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes em 1995, mostrando que muitas das meninas exploradas haviam fugido de casa devido aos maus tratos. "Nesta época, mesmo sabendo do risco das blitze, muitos motoristas se envolviam com as garotas alegando estar cansados e precisando de carinho", conta o editor João Geraldo. Outra situação muito comum constatada são as meninas enviadas pelos próprios pais para a exploração sexual nas rodovias, para que possam arcar com as despesas da casa. "Ainda hoje há motoristas que acham normal explorar meninas, porque consideram que elas que escolheram esta vida", diz Geraldo. Com a revista, existe a oportunidade de desmistificar essa alegação e aprofundar o debate ...
A violência sexual cometida contra crianças e adolescentes é um problema multidimensional de extrema violação aos direitos humanos e que demanda um conjunto de estratégias onde o Poder Público e a Sociedade devem juntar esforços no enfrentamento à tão odiosa temática", afirmou o Coordenador de Defesa da Infância e da Juventude do MP/AC, Carlos Roberto da Silva Maia ...
No dia 16 deste mês, a Bahia firmou o compromisso de desenvolver e executar políticas públicas de combate ao abuso sexual infanto-juvenil. A partir de agor
O criminoso que for condenado pela prática de exploração sexual de crianças e adolescentes terá, como um dos efeitos obrigatórios da condenação, a perda de valores e de bens utilizados na prática desses atos ilícitos. É o que prevê projeto de lei do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que altera dispositivo do Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA (Lei 8.069/90). A proposição receberá decisão terminativa na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal. A relatora é a senadora Patrícia Saboya (PDT-CE), que presidiu a Comissão Parlamentar Mista (CPMI) de inquérito que, entre 2003 e 2004, investigou situações de violência e de exploração sexual infanto-juvenil.. O projeto (PLS 38/08) assinado por Demóstenes retoma o tema de proposta de emenda à Constituição apresentada em 2000 pelo então deputado Pedro Canedo - a PEC foi arquivada na Câmara em 2003, por causa do encerramento da legislatura. O senador explica que a relevância ...