O analista programador Alexandre Santos Costa, de 26 anos, nasceu com baixa visão em decorrência de um glaucoma congênito. A doença, que compromete a visão periférica, aliada a uma miopia, fez com que sua capacidade de enxergar fosse altamente prejudicada, mas não extinta. Costa consegue ver os objetos, mas precisa chegar bem perto deles. "Nos primeiros anos de escola eu tinha que ir até a lousa para enxergar", lembra. É importante frisar: baixa visão, também conhecida como visão subnormal, não é cegueira. "Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), existem 45 milhões de cegos e 135 milhões de portadores de baixa visão no mundo", diz Marcos Sampaio, coordenador do serviço de visão subnormal do Hospital das Clínicas.. "Cego para a OMS é quem tem acuidade visual inferior a 20/400. Quem tem visão subnormal está entre 20/60 e 20/400." Segundo o padrão, alguém que enxerga perfeitamente tem 20/20 de visão. A baixa visão começa aos 20/60, ou seja, uma visão pelo menos ...
este artigo requer apreciação de merge com Visão subnormal ou Deficiência visual. Visão subnormal é uma sub-especialidade dentro da oftalmologia e optometria onde os profissionais tratam de pessoas que tenham menos que a visão normal. A baixa visão pode ser resultado de fatores congênitos ou adquirida. Um exemplo é a neuropatia óptica hereditária de Leber e a degeneração macular relacionada à idade. Qualquer pessoa com visão reduzida não-corrigível é considerada uma deficiente visual, e pode ter um vasto leque de causas. A Organização Mundial de Saúde usa as seguintes classificações de deficiência visual. Quando a visão no melhor olho com a melhor correção é possível com uso de óculos: 20/30 a 20/60 : é considerado leve perda de visão, ou próximo da visão normal 20/70 a 20/160 : é considerada baixa visão moderada, baixa visão moderada 20/200 a 20/400 : é considerado grave deficiência visual, baixa visão grave 20/500 a 20/1000 : é considerado visão ...
A partir da obra é possível entender que a baixa visão é uma maneira muito própria de enxergar e de se relacionar com o mundo, o que coloca os autores - assim como uma grande parcela da população - em uma posição intermediária entre a cegueira e a visão dita "normal". Em todo o Brasil temos 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual. Desse total, conforme o último Censo do IBGE, apenas 500 mil são cegas. Os outros seis milhões de indivíduos tem baixa visão, ou seja, um nível de visão inferior a 30%. A pessoa com baixa visão possui um resíduo visual bastante útil em diversas situações cotidianas, não sendo nem uma pessoa que enxerga normalmente nem uma pessoa cega ...
Uma diretora de uma escola pública de São Bernardo do Campo compartilha como é lidar com a baixa visão no dia a dia do trabalho docente.. Comumente a educadora ouve das pessoas: Não é melhor escolher outra carreira?".. Essa é a história de Ellen Pouseiro, 34 anos, que decidiu estudar Pedagogia.. No entanto, desde cedo ela já sabia que sua condição de baixa visão severa não a impediria de ler, escrever e ter um futuro. A docente trabalha há 13 anos com educação. Já alfabetizou tanto crianças em Língua Portuguesa quanto adultos em Braille até assumir a direção da EE Jacob Casseb, em São Bernardo do Campo no estado de São Paulo.. ...
Sinais de baixa visão. - Dificuldade em reconhecer um rosto familiar;. - Dificuldade de leitura - as letras aparecem quebradas, distorcidas e incompletas; e. - Dificuldade em ver objetos e perigos potenciais, assim como: escadas, calçadas, paredes, superfícies e móveis irregulares.. Baixa Visão = Visão Útil. A boa notícia é que as pessoas com baixa visão geralmente retém visão útil. Um oftalmologista especializado em baixa visão pode avaliar como o paciente enxerga e poderá prescrever aparelhos ópticos para maximizar a visão remanescente.. Essa avaliação da visão funcional é um passo importante para ajudar na melhora da qualidade de vida.. Melhorando a sua visão funcional com a ajuda de aparelhos. Mesmo com óculos regulares ou lentes de contato, uma imagem visual - seja uma frase de um livro ou uma faixa de pedestre em uma rua movimentada - pode parecer distorcida, borrada ou incompleta se você tem baixa visão.. A reabilitação da visão: a chave para a sua segurança e ...
Podemos pegar os princípios de adequação visual para confeccionar brinquedos para crianças com baixa visão e usar o que tiver no nosso dia-a-dia. Aproveitamos para reutilizar materiais que seriam descartados no lixo ou usá-los de forma diferente. Fiz este chocalho para um bebê que também apresentava disfunção neuromotora e precisava de ajuda para poder segurar os brinquedos. Usei um potinho comum de produto lácteo disponível no mercado, forrei com tecido em cor de alto contraste e coloquei uma espécie de alça elástica (tirada de uma roupa) para a criança segurar o chocalho e brincar por conta própria.﻽ Esta alça pode ser substituída por um elástico largo, tendo cuidado para não apertar a mão do bebê. O principal disto tudo é acharmos soluções para as crianças fazerem suas próprias experimentações ...
Notícias, artigos e informações em oftalmologia: Catarata, Córnea, Glaucoma, Retina, Óculos, Lentes de Contato, Baixa Visão, Doenças nos olhos.
Uma parceria entre a Secretaria de Saúde do Paulista e a Fundação Altino Ventura (FAV), realizará entre os dias 31 de julho e 04 de agosto, um mutirão de diagnóstico e tratamento gratuito para pessoas da cidade que convivem com baixa visão e cegueira, na Políclínica Correia Mandu, na Avenida B, S/N, em Maranguape II, a partir das 8h. ...
O objetivo principal do VEJAM é informar sobre o glaucoma e as suas possíveis consequências, como a baixa visão e a cegueira. A interação e a troca de informações, através de pessoas que entendem desses assuntos, por algum motivo, é o foco principal do nosso portal que vem se recriando, implementando ferramentas que favoreçam cada vez mais essa interação entre os seus usuários.. A sua participação é importante e poderá acontecer através dos comentários em todas as novas publicações, bem como através das opções linkadas logo abaixo. Vamos interagir!!!. ...
Tenho dificuldade em enxergar e vou fazer a prova do Enem no próximo ano. Quero realizar meu sonho de ser um universitário! No entanto, o Ministério da Educação não oferece o Enem adaptado ao tipo de deficiência visual que eu e milhares de outros alunos brasileiros temos. Quero a chance de fazer a prova com as letras ampliadas!. Por isso, criei este abaixo-assinado, para exigir uma adaptação na prova do Enem. A prova tem formatos adaptados a vários tipos de deficiência, inclusive para cegos, mas não para quem tem baixa visão. Nenhum formato atende às minhas necessidades - a estimativa é que 2 milhões de pessoas no Brasil tenham baixa visão, como eu.. Tenho 17 anos e sou aluno do Colégio Pedro II, uma escola pública no Rio de Janeiro. Eu e outros alunos corremos risco de sermos injustiçados, após anos de preparo para o vestibular. Se não houver essa adaptação com letras ampliadas, meu sonho fica mais distante.. Me ajude a lutar contra essa desigualdade! Mais de 16 milhões ...
China Lâmpada de mesa LED Lux alta para leitura de pessoas de baixa visão com atacado de alta qualidade, líderes Lâmpada de mesa LED Lux alta para leitura de pessoas de baixa visão Fabricantes e Fornecedores, encontrar Lâmpada de mesa LED Lux alta para leitura de pessoas de baixa visão Fábrica e exportadores, Lâmpada de mesa LED Lux alta para leitura de pessoas de baixa visão para venda.
O atendimento especializado em baixa visão identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade que eliminem as barreiras para a aprendizagem, considerando as suas necessidades específicas. As atividades desenvolvidas no atendimento especializado diferenciam-se daquelas realizadas na sala de aula comum, não sendo substitutivas à escolarização.. ...
«Baixa visão em pediatria e no adulto» é o tema central das XXIX Jornadas de Oftalmologia de Coimbra, organizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de
Grupos do Facebook para o Suporte Social de Pessoas com Baixa Visão: uma análise de redes sociais baseada nas relações de amizade
Está ficando difícil enxergar os comandos no teclado? Já desejou que as letras, números e sinais fossem maiores? O teclado Letrão da Leadership foi desenvolvido especificamente para ajudar as pessoas com dificuldade para enxergar ou com baixa visão.
A baixa visão pode ser um fator hereditário, isto é, a criança pode nascer com alguma patologia que gere a baixa visão. Quando isto ocorre, o acompanhamento para reabilitação da criança acontecerá desde cedo, estimulando os seus olhos a trabalhar o pouco de visão que a criança tem. Se isso não ocorrer, a criança deixará de usar os olhos e utilizará outros sentidos como o tato para manter contato com o mundo. Assim, acompanhamento oftalmológico, estimulação visual precoce e reabilitação visual são imprescindíveis à criança, sempre acompanhada dos familiares. Já se a baixa visão for adquirida, isto é, a criança não nasceu com ela, o processo é o mesmo, mas um fato importante deve ser observado: a aceitação da criança e dos familiares com a nova situação - a baixa visão - é bem mais difícil ...
A partir da obra é possível entender que a baixa visão é uma maneira muito própria de enxergar e de se relacionar com o mundo, o que coloca os autores - assim como uma grande parcela da população - em uma posição intermediária entre a cegueira e a visão dita "normal". Em todo o Brasil temos 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual. Desse total, conforme o último Censo do IBGE, apenas 500 mil são cegas. Os outros seis milhões de indivíduos tem baixa visão, ou seja, um nível de visão inferior a 30%. A pessoa com baixa visão possui um resíduo visual bastante útil em diversas situações cotidianas, não sendo nem uma pessoa que enxerga normalmente nem uma pessoa cega ...
GRAFIA CORRETA: visão subnormal. TERMO CORRETO: baixa visão. É preferível baixa visão a visão subnormal. A rigor, diferencia-se entre deficiência visual parcial (baixa visão) e cegueira (quando a deficiência visual é total).. * Trabalho publicado no livro Mídia e Deficiência, de Veet Vivarta, coord. (Brasília: Andi/Fundação Banco do Brasil, 2003, p. 160-165).. ** Consultor de inclusão social. E-mail: [email protected] Autor do livro Inclusão: Construindo uma Sociedade para Todos (3.ed., Rio de Janeiro: Editora WVA ,1999) e do livro Inclusão no Lazer e Turismo: Em Busca da Qualidade de Vida (São Paulo: Áurea, 2003). Co-autor do livro Trabalho e Deficiência Mental: Perspectivas Atuais (Brasília: Apae-DF, 2003) e do livro Inclusão dá Trabalho (Belo Horizonte: Armazém de Idéias, 2000). REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS. ANTUNES, Celso. A construção do afeto: Como estimular as múltiplas inteligências de seus filhos. São Paulo: Augustus, 2000, 157 p ...
Piso Tátil é o piso diferenciado com textura e cor sempre em destaque com o piso que estiver ao redor. Deve ser perceptível por pessoas com deficiência visual e baixa visão.. É importante saber que o piso tátil tem a função de orientar pessoas com deficiência visual ou com baixa visão.. Pode parecer abstrato para as pessoas que enxergam, mas para o deficiente visual e a pessoa com baixa visão este piso é fundamental para dar autonomia e segurança no dia a dia!. Existem dois tipos de piso tátil: piso tátil de alerta e piso tátil direcional.. O piso tátil de alerta é conhecido popularmente como "piso de bolinha".. Sua função, como o próprio nome já diz, é alertar. Por isso é instalado em início e término de escadas e rampas; em frente à porta de elevadores; em rampas de acesso às calçadas ou mesmo para alertar quanto a um obstáculo que o deficiente visual não consiga rastrear com a bengala.. ...
Na próxima quinta-feira (19/09), às 20h, o Teatro Alfredo Mesquita recebe o monólogo "O Subnormal", que conta a história do Ator Cleber Tolini, vítima de um problema de visão conhecida como Baixa Visão, ou " Visão Subnormal". Entrada é franca.. Aos 24 anos, o ator Cleber Tolini tem seu nervo ótico afetado após uma neurocirurgia, ficando com 20% de visão. No Brasil, a cada cinco pessoas com deficiência visual, quatro tem Baixa Visão. O espetáculo traz também, material documental original de outras pessoas em condição similar. ...
Um plano de reabilitação da visão ajuda as pessoas a alcançar o seu verdadeiro potencial visual quando nada mais pode ser feito a partir de um ponto de vista médico ou cirúrgico", disse Mark Wilkinson, OD, um especialista da visão baixa na Universidade de Iowa Hospitais e Clínicas e um membro do comitê de planejamento NEHEP . "A reabilitação da visão pode fazer um mundo de diferença para uma pessoa se ajustar à perda de visão e deve ser considerada parte da continuidade dos cuidados. Exorto os profissionais de saúde para ajudar seus pacientes com baixa visão a procuram os serviços de reabilitação da visão." O NEI está empenhado em encontrar novas maneiras de melhorar a vida das pessoas que vivem com deficiência visual. O NEI dedica atualmente mais de US $ 24 milhões para projetos de pesquisa que visem baixa visão. Os projetos incluem a aprendizagem como o cérebro se adapta a perda da visão, estratégias para melhorar a reabilitação da visão, e o desenvolvimento de ...
O Dia Nacional do Deficiente Visual é comemorado anualmente em 13 de dezembro.. Também conhecido como o Dia Nacional do Cego, esta data tem o objetivo de conscientizar a população contra o preconceito e discriminação, incentivando o espírito de solidariedade humana.. A cegueira ou deficiência visual é caracterizada pela perda total ou parcial da visão, seja por consequências congênita (com o nascimento) ou adquirida ao longo da vida.. Uma das principais conquistas nos últimos anos foi a implantação de legislações que garantissem métodos de ensino específicos para crianças e adultos com deficiência visual, através do sistema braille.. As pessoas de baixa visão, por sua vez, são aquelas que conseguem enxergar, por exemplo, materiais com as letras ampliadas ou através de lentes de aumento. Os pacientes com baixa visão podem ter dificuldades para verificar objetos distantes; outros podem apresentar campo visual restrito; e existem até mesmo aqueles que possuem dificuldade ...
Apresento, de seguida, um trabalho subordinado ao tema: "Produtos de apoio para a cegueira e a baixa visão". Nesta apresentação, ainda que de forma muito superficial porque o mundo da tiflotecnologia é muito vasto, apresento um conjunto de recursos direcionados para a cegueira e baixa visão. Estruturei a minha abordagem da seguinte forma: tentei explicar o que são produtos de apoio e elucidei como chegar a eles, fiz uma curta viagem pela legislação aplicável a este assunto e elenquei de seguida um conjunto de produtos para a cegueira e para a baixa visão. No final da minha apresentação elenquei um conjunto de organizações, entidades e empresas que poderão ser úteis a quem trabalha com esta problemática da deficiência visual ...
Apresento, de seguida, um trabalho subordinado ao tema: "Produtos de apoio para a cegueira e a baixa visão". Nesta apresentação, ainda que de forma muito superficial porque o mundo da tiflotecnologia é muito vasto, apresento um conjunto de recursos direcionados para a cegueira e baixa visão. Estruturei a minha abordagem da seguinte forma: tentei explicar o que são produtos de apoio e elucidei como chegar a eles, fiz uma curta viagem pela legislação aplicável a este assunto e elenquei de seguida um conjunto de produtos para a cegueira e para a baixa visão. No final da minha apresentação elenquei um conjunto de organizações, entidades e empresas que poderão ser úteis a quem trabalha com esta problemática da deficiência visual ...
Estou no Guarujá é um Site de busca exclusivo do Guarujá, você acha empresas de diversos ramos. Bar e Boteco, Pousada, Mercado, Banco, Desentupidora
Os cuidados com a visão devem manter-se ao longo da vida. "Aos 40-50 anos, quando surge a presbiopia, deve consultar-se um oftalmologista e iniciar o despiste de glaucoma. Em idades mais avançadas é obrigatória a observação anual para despiste de catarata, glaucoma e degenerescência macular da idade. O envelhecimento da população significa que o risco de desenvolver deficiência visual relacionada com a idade é cada vez maior. Cerca de 65 por cento das pessoas com deficiência visual têm 50 anos ou mais e em Portugal temos vindo a assistir a um aumento de casos de baixa visão por degenerescência macular da idade e retinopatia diabética. Nestas situações é obrigatório o exame oftalmológico anual", diz Maria João Quadrado ...
Notícias, artigos e informações em oftalmologia: Catarata, Córnea, Glaucoma, Retina, Óculos, Lentes de Contato, Baixa Visão, Doenças nos olhos.
Exposição Olhar do Coração. Fotografias de Jaquelina Rolim. Tocar, sentir e imaginar. A exposição Olhar do Coração da fotógrafa cratense Jaquelina Rolim expressa de uma forma simples e marcante a sua percepção do mundo. Com proposta de inclusão, as fotos tem relevo e os textos estão em braile para que as pessoas possam tocar e senti-las. Precursora da luta pela inclusão das pessoas com deficiência visual na região do cariri, Jaquelina vem mostrar em sua Exposição Artística a necessidade de se trabalhar com o foco voltado para as potencialidades dos indivíduos, independente da sua condição física, e não preestabelecer ou medir suas capacidades. Massoterapeuta, Jaquelina Caldas Rolim de Oliveira, tem baixa visão decorrente no seu caso específico, da perda gradual da visão na área central da retina, enxergando apenas com a sua visão periférica. Começou a fotografar a partir das experiências adquiridas no curso básico de Fotografia Digital, promovido pelo SENAC do ...
Exposição Olhar do Coração. Fotografias de Jaquelina Rolim. Tocar, sentir e imaginar. A exposição Olhar do Coração da fotógrafa cratense Jaquelina Rolim expressa de uma forma simples e marcante a sua percepção do mundo. Com proposta de inclusão, as fotos tem relevo e os textos estão em braile para que as pessoas possam tocar e senti-las. Precursora da luta pela inclusão das pessoas com deficiência visual na região do cariri, Jaquelina vem mostrar em sua Exposição Artística a necessidade de se trabalhar com o foco voltado para as potencialidades dos indivíduos, independente da sua condição física, e não preestabelecer ou medir suas capacidades. Massoterapeuta, Jaquelina Caldas Rolim de Oliveira, tem baixa visão decorrente no seu caso específico, da perda gradual da visão na área central da retina, enxergando apenas com a sua visão periférica. Começou a fotografar a partir das experiências adquiridas no curso básico de Fotografia Digital, promovido pelo SENAC do ...
O glaucoma é a segunda causa de cegueira no mundo, perdendo apenas para a catarata, segundo um estudo realizado pela Evidências - Kantar Health. Irreversível, a doença atinge o nervo ótico, que faz a transmissão de imagens do olho para o cérebro. Desenvolvendo-se lentamente, o paciente não percebe que possui o glaucoma até perder 90% do nervo ótico. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 285 milhões de pessoas no mundo vivem com baixa visão ou cegueira. No Brasil, o número de cegos chega a 1,2 milhões, dos quais cerca de 60% a 80% são casos evitáveis ou tratáveis. Em entrevista para o Bahia Notícias, Remo Susanna Júnior, professor e chefe do departamento de oftalmologia da Universidade de São Paulo (USP), afirmou que é de extrema importância a visita frequente ao oftalmologista, principalmente para os pacientes que possuem histórico familiar da doença. 700 mil brasileiros poderiam estar enxergando se tivessem recebido diagnóstico e ...
Se você mal se lembra quando foi sua última visita ao oftalmologista, fique em alerta. Independente da idade, criança, adulto ou idoso, realizar uma consulta oftalmológica periodicamente é de extrema importância. E nada de esperar que surjam sintomas. Muitas doenças podem ser diagnosticadas precocemente, mesmo sem quaisquer sinais de problemas.. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, doenças como catarata, glaucoma, retinopatia e degeneração macular estão entre as principais causas de cegueira e baixa visão em todo o mundo. Ocorre que, em boa parte dos casos, esse quadro poderia ter sido evitado se diagnosticado e tratado precocemente. Diversos problemas podem ser identificados ainda no consultório e outros tantos podem dar sinais que somente o oftalmologista percebe. A consulta não é o momento para fazer, somente, a refratometria, que é o exame para verificar o grau dos óculos. Outros exames que avaliam a estrutura ocular, as funções motoras e sensoriais, além da ...
De acordo com o Decreto nº 3.298/99 e o Decreto nº 5.296/04, conceitua-se como deficiência visual a cegueira ou baixa visão, independente do grau.. Então tente imaginar uma pessoa cega ou com deficiência visual utilizando o espaço da Biblioteca Universitária. Não na sua forma mais profunda, mas naquela mais ao alcance dos olhos. Quando falo em [...]. Leia mais... » ...
O número de pedidos de atendimento especializado e específico para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 foi menor que o registrado em 2016. Neste ano foram feitos 52.270 pedidos de atendimento especializado e 8.716 de atendimento específico, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Educação (MEC). No ano passado, foram registrados 72 mil pedidos de atendimento especializado e 107,4 mil atendimentos específicos.. Leia mais Notícias no Portal Correio. Grande parte da redução dos atendimentos específicos se deve aos sabatistas. No ano passado, 78,8 mil candidatos pediram para começar a prova mais tarde no sábado, após o sol se pôr, por motivos religiosos. Neste ano, o exame será aplicado em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.. O atendimento especializado é concedido àqueles com condições de autismo, baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência intelectual/mental, déficit de atenção, discalculia, ...
A Laramara é uma das mais atuantes instituições especializadas em deficiência visual e um centro de referência na América Latina. Realiza atendimento socioeducativo especializado, com ações complementares e atividades específicas essenciais à aprendizagem e desenvolvimento das pessoas com deficiência visual e com deficiências associadas. As atividades são realizadas em grupos, organizados por faixa etária e os usuários dispõem ainda de atendimentos específicos de Braille, Soroban, Desenvolvimento da Eficiência Visual (Baixa Visão) e Orientação e Mobilidade. Disponibiliza recursos humanos para apoio à inclusão social, colabora para o aperfeiçoamento e a capacitação de profissionais e divulga suas experiências e aquisições para todo o Brasil, por meio de 30 recursos instrucionais produzidos por sua equipe, como livros, manuais e DVDs, contribuindo para que todas as crianças brasileiras possam ser educadas e beneficiadas. Laramara trouxe para o Brasil a fabricação ...
Somos uma instituição sem fins lucrativos que há quase 80 anos trabalha para possibilitar o desenvolvimento integral e a inclusão social das pessoas com deficiência visual. São crianças, jovens, adultos e idosos atendidos gratuitamente com orientações, projetos e serviços especializados, desenvolvidos com a participação de voluntários e empresas que lutam conosco por uma vida melhor para pessoas cegas ou com baixa visão.. ...
O Departamento de Saúde do ICBC tem por objetivo facilitar o acesso da Pessoa com Deficiência Visual aos serviços de saúde, através de marcação de consultas especializadas, exames e procedimentos de pequena, média e alta complexidade; medicamentos básicos e de alto custo; internações e intervenções cirúrgicas, inclusive para colocação de próteses oculares; acesso rápido á óculos de grau para as pessoas com baixa visão e tratamentos dentários . Tais serviços são passíveis de implementação rápida, tanto pelos serviços de excelência em saúde que dispomos através de parceiras que o ICBC tem com Hospitais e Clínicas Particulares quanto pelo serviços de saúde da rede pública. Modalidades de Atendimentos de Saúde Especializados: Avaliação Funcional da Visão Treinamento com Lupas Estimulação Visual Estimulação Essencial Estimulação Sensorial Orientação e Mobilidade Fisioterapia Fonoaudiologia Psicologia Oftalmologia Odontologia Terapia Ocupacional
Quando os colegas estão trabalhando com as letras móveis, a alternativa encontrada para João Vitor, que tem baixa visão, é o uso de letras feitas de borracha em tamanho ampliado. Maria Helenita ajuda o garoto a reconhecer, pelo tato, o formato da primeira letra de seu nome. "Como ele não desenvolveu a linguagem oral, o fato de manusear a letra e mostrá-la é uma maneira de participar do conteúdo proposto pela professora", analisa Daniela. "Utilizar a percepção tátil com a ajuda da monitora é uma forma de reconhecer as competências do menino e pode ser um estímulo para novas aquisições." Daniela também elogia a designação da professora monitora. "O quadro docente foi reorganizado para atender a uma necessidade específica. É importante que as duas participem de reuniões periódicas, integrando o trabalho com especialistas da Educação Especial", aconselha ...
No mês de Março e agora no mês de Abril o Prefeito Vilton Cunha enviou para a Câmara Municipal projetos de lei de doação de terrenos para a construção da sede da Associação dos Pais e Portadores da Síndrome de Berardinelli do Estado do Rio Grande do Norte (ASPOSBERN) e Associação de Pais, Amigos e Deficientes Visuais do Seridó (APADEVIS) atendendo solicitação através de requerimento do vereador Odon Júnior (PT) protocolado no final de 2013 na Câmara Municipal de Currais Novos. A ASPOSBERN e a APADEVIS são entidades que lutam em favor dos direitos de integração e aumento da qualidade de vida das pessoas portadoras da Síndrome de Berardinelli e dos portadores de deficiência visual e baixa visão, respectivamente. Atualmente as entidades funcionam em sedes provisórias localizadas no prédio do Instituto de Previdência do Estado - IPE, na Rua Dix Sept Rosado, em Currais Novos e na Rua Vereador Tomaz Pinheiro, Bairro Antônio Rafael. Com a doação do terreno e com recursos ...
Este artigo propõe uma reflexão sobre o percurso autoformativo e experiência de vida de um professor de discentes cegos e com baixa visão no Centro de Apoio ao Deficiente Visual-CADV localizado na cidade de Mossoró-RN. A pesquisa aqui apresentada foi produzida a partir dos pressupostos da abordagem qualitativa aliada ao método (auto)biográfico. As reflexões serão feitas a luz de teóricos como Nóvoa (1992), Cunha (1996), Huberman (1992), Josso (1988), Dominicé (1988), Larrosa (1996), Freire (2014) entre outros, estes autores afirmam que ouvir as narrativas das histórias que compõem a vida dos docentes é oportunizar momentos de reflexão, apresentando alternativas que podem ajudar na sua formação e na de outros. A partir de sua narrativa e da análise das informações contidas no depoimento observa-se que foi na prática com os discentes cegos que o docente vivenciou o percurso formativo de seus alunos bem como o fez refletir sobre sua própria formação docente ...
Além disso a Jornada Sensorial oferecerá práticas de fotografia e animação como expansão do projeto Imagem e Percepção, criado pelo setor de Acessibilidade do MAM-SP criado com o propósito de atender a cegos, a pessoas com baixa visão e a todos que desejam refletir sobre a experiência fotográfica como um canal de expressão que vai além da experiência visual ...
Ajudas técnicas e ou tecnologias assistivas tem como objetivo equiparar as oportunidades de participação da pessoa com deficiência em diferentes contextos, são equipamentos, serviços e apoios pensados para a aquisição de autonomia pessoal. As ajudas técnicas no contexto da educação inclusiva são muito variadas e estão em constante evolução, envolvem o conhecimento da especificidade de cada deficiência e o contexto da escola (acessibilidade física, atitudinal e da comunicação). Para cada deficiência existem condições básicas que devem ser respeitadas, por exemplo: Deficiência física exige de um modo geral acessibilidade arquitetônica (rampas, banheiro adaptado, mobiliário desenho universal e/ou adaptado, adequação postural, órteses, próteses). Deficiência visual necessita de conteúdo em Braille e/ou digitalizado para os cegos e materiais em letra ampliada e com contraste para aqueles que têm baixa visão. Em auto relevo podemos encontrar mapas, histórias e ...
É por meio da orientação e mobilidade que a pessoa cega ou com baixa visão adquire a capacidade de locomover-se e orientar-se nos diversos espaços - escola, lar, comunidade. Ao dominar estes espaços e sentir-se neles inserido com independência e naturalidade, o cego adquire maior autoconfiança, grande domínio pessoal e melhora a sua autoestima por exercitar um direito fundamental do cidadão: o "direito de ir e vir".. ...
As dificuldades enfrentadas por pessoas com deficiência para participar de atividades culturais, como uma peça teatral, por exemplo, não se limitam à entrada nos espaços, que muitas vezes não têm rampas ou piso tátil. Elas incluem outros aspectos, como a ausência de cenários adaptados para pessoas cegas ou com baixa visão para que possam entender onde as cenas serão interpretadas, a falta de programas escritos em braile e a ausência de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras). Para mobilizar artistas, os governos e a sociedade civil em relação a essas questões, previstas nas leis de acessibilidade, foi lançada a campanha Teatro Acessível: Arte, Prazer e Direitos, em audiência pública na Câmara dos Deputados. Pela primeira vez na história da Casa, uma audiência foi feita com total acessibilidade - tradução para Libras, transcrição por texto e audiodescrição de todas as discussões. Uma das ações previstas na campanha é a veiculação de anúncios em ...
Sou Geysa Martins Freire, professora da Rede Municipal de Ensino de Natal. Tenho vinte anos de experiência na Educação Fundamental. Estou há quatro anos trabalhando na Educação Especial (desde o ano de 2009), na Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Ascendino de Almeida, nos dois turnos diurnos, tenho vários cursos na área de educação inclusiva, entre eles o curso de Libras, Braille, Baixa Visão, Inclusão pela UFRN, Distúrbio de Comportamento, Dificuldades de Aprendizagens, Tecnologia Assistiva pela UFRS e outros. Em 2011 conclui o curso de Especialização no AEE ( Atendimento Educacional Especializado) pela UFC/MEC. Esta nova função foi um enorme presente de Deus para minha vida. É como se estivesse começando uma nova carreira, estou aprendendo muito e me realizando com as novas descobertas que faço a cada dia trabalhando com as crianças com deficiência. Peço a Deus que me dê sabedoria e muito amor para fazer este trabalho até o dia em que ele quiser ...
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 disponibilizará atendimento especializado a mais de 50 mil participantes que manifestaram necessidades especiais para fazer o exame. O número equivale a 1% dos 5,1 milhões de inscritos.. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação da prova, oferece 15 recursos para que as pessoas com deficiência realizem as provas com comodidade.. Entre os recursos oferecidos pelo Inep, estão apoio para pernas e pés; mesa para usuários de cadeira de rodas; salas de fácil acesso; e prova impressa em braile.. Para os participantes com baixa visão, o instituto também disponibiliza as provas nas modalidades ampliada ou superampliada,ou seja, impressas com fontes caligráficas e imagens aumentadas.. Os candidatos que apresentaram também laudo, declaração ou parecer que comprovando a necessidade de tempo adicional poderão dispor de um ...
Uma das consequências do distúrbio é a deficiência visual, característica que enquadra os albinos como deficientes de baixa visão. Thiego Marques, Luan Pimentel, Gabriel Nascimento e João Sousa não são parentes. Entretanto, nos últimos dias, o quarteto formou a "Família Albina" da seleção brasileira de judô para jovens. A união deu certo. Todos os quatro foram campeões em suas respectivas categorias nos Jogos Parapan-Americanos de São Paulo. Mais um motivo para as brincadeiras entre os próprios atletas. ...
A Escola Estadual José de Carvalho Déda está com matrículas abertas na sala de recursos para alunos com necessidades especiais (alunos com surdez, surdo-cego, cego, baixa visão e deficiência intelectual). A escola fica localizada na Praça Lucila Macêdo Déda ao lado da Tawanne Supermercados ...
2. Destinatários: Docentes a exercer funções em Agrupamentos/Escolas que integram alunos cegos ou com baixa visão ou em Centros de Recursos TIC para a Educação Especial, até ao limite de 25 candidatos ...
Damdo um tempo para me descontaminar das tretas, hoje faço um vídeo falando como fiz para tornar Minecraft mais acessivel para mim, que sou um deficiente visual, baixa visão.. Leia mais. ...
Sou Geysa Martins Freire, professora da Rede Municipal de Ensino de Natal. Tenho vinte anos de experiência na Educação Fundamental. Estou há quatro anos trabalhando na Educação Especial (desde o ano de 2009), na Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Ascendino de Almeida, nos dois turnos diurnos, tenho vários cursos na área de educação inclusiva, entre eles o curso de Libras, Braille, Baixa Visão, Inclusão pela UFRN, Distúrbio de Comportamento, Dificuldades de Aprendizagens, Tecnologia Assistiva pela UFRS e outros. Em 2011 conclui o curso de Especialização no AEE ( Atendimento Educacional Especializado) pela UFC/MEC. Esta nova função foi um enorme presente de Deus para minha vida. É como se estivesse começando uma nova carreira, estou aprendendo muito e me realizando com as novas descobertas que faço a cada dia trabalhando com as crianças com deficiência. Peço a Deus que me dê sabedoria e muito amor para fazer este trabalho até o dia em que ele quiser ...