A arqueologia processual é uma corrente teórica da Arqueologia formulada na década de 1960 pelo arqueólogo estadunidense Lewis Binford e também conhecida como Nova Arqueologia. Recebeu influências do neo-evolucionismo, através dos antropólogos culturais Julian Steward e Leslie White. O advento da Nova Arqueologia, movimento surgido entre as décadas de 1960 e 1990 nos EUA, foi responsável pelo questionamento de muitos conceitos tradicionais da Arqueologia. Por intermédio de um viés analítico, e de certo modo exato, através do rigor científico, a Nova Arqueologia apresentou-se como uma ruptura radical das dimensões subjetivistas e empiricistas do pensamento arqueológico anterior, introduzindo maneiras diferentes de se entender a teoria e a prática arqueológica. A falta de fundamentos racionalmente observáveis às conclusões obtidas pela Arqueologia tradicional deu impulso ao movimento que, através de noções mais claras e objetivas, definiram um novo caminho ao ...
Definição de arqueologia no Dicionário Português Online. Significado de arqueologia tradução arqueologia. Traduções de arqueologia. O que é casa arqueologia sinônimos. Informações sobre arqueologia no dicionário e enciclopédia gratuitos em inglês. nome feminino estudo dos vestígios do passado
Aculturação (6) Africa (13) agricultura (18) água (8) aldea (2) aldeia (1) aliança (1) America (10) antropologia (91) antropologia cognitiva (25) antropologia do direito (3) antropologia politica (6) antropologia social (2) antropologos (5) apresentação (18) armas (19) arqueoastronomia (7) Arqueologia (683) Arqueologia celta (123) Arqueologia Clássica (196) arqueologia cognitiva (11) arqueologia da arquitetura (6) arqueologia da morte (39) arqueologia da paisagem (18) arqueologia ecológica (1) arqueologia espacial (4) Arqueologia experimental (15) Arqueologia historica (4) arqueologia subaquática (3) arqueologos (13) arqueólogos (3) arqueometalurgia (23) arquitetura (5) arte (57) artesãos (7) asentamentos (19) Asia (1) assembleia (6) astures (6) Asturias (11) Atlântico (50) atualidade (199) audios (2) áudios (5) audiovisuais (74) Augusto (1) avunculus (1) banquete (7) bárbaros (14) bases de dados (20) bebida (3) bibliografia (52) biografia (1) biologia (1) bloges (1) Bretanha (2) ...
Aculturação (6) Africa (13) agricultura (18) água (8) aldea (2) aldeia (1) aliança (1) America (10) antropologia (91) antropologia cognitiva (25) antropologia do direito (3) antropologia politica (6) antropologia social (2) antropologos (5) apresentação (18) armas (19) arqueoastronomia (7) Arqueologia (683) Arqueologia celta (123) Arqueologia Clássica (196) arqueologia cognitiva (11) arqueologia da arquitetura (6) arqueologia da morte (39) arqueologia da paisagem (18) arqueologia ecológica (1) arqueologia espacial (4) Arqueologia experimental (15) Arqueologia historica (4) arqueologia subaquática (3) arqueologos (13) arqueólogos (3) arqueometalurgia (23) arquitetura (5) arte (57) artesãos (7) asentamentos (19) Asia (1) assembleia (6) astures (6) Asturias (11) Atlântico (50) atualidade (199) audios (2) áudios (5) audiovisuais (74) Augusto (1) avunculus (1) banquete (7) bárbaros (14) bases de dados (20) bebida (3) bibliografia (52) biografia (1) biologia (1) bloges (1) Bretanha (2) ...
Amanhã começam as inscrições para o concurso de professor no departamento de arqueologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Pré-requisito: ser graduado em arqueologia e/ou área afim, e ter doutorado em arqueologia ou doutorado que possua área de concentração em arqueologia. O salário tem vencimento básico de R$3.804,29, mais uma retribuição de R$4.540,35 pelo título…
RESENHAS. Fábio Py Murta de Almeida. Historiador e mestre em Ciências da Religião pela UMESP. Professor de História da Faculdade Batista do Rio de Janeiro (FABAT) e pesquisador do grupo de Arqueologia do Mundo Bíblico ligado a UMESP Faculdade Batista do Rio de Janeiro. Rua Jose Higino 416, Tijuca, Rio de Janeiro. CEP: 20510-412. [email protected]. FUNARI, Pedro Paulo. Arqueologia. São Paulo: Contexto, 2010, 125p.. O livro Arqueologia, do professor doutor Pedro Paulo Funari, livre docente de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), é uma composição ímpar, indicado especialmente aos cursos introdutórios de História, Arqueologia e de História da Literatura do Antigo Oriente Próximo. Seu texto tem forma agradável e objetiva; mérito do autor, fruto dos anos de atividade profissional e dedicação ao estudo arqueológico. Assim, pela larga experiência na temática, Pedro Funari busca objetivamente apresentar a Arqueologia tendo em vista o ramo da história cultural, ...
No dia 01/12/2017, Jaciara Andrade Silva defendeu sua tese de doutorado em Arqueologia sobre o sítio arqueológico Justino localizado no município de Canindé do São Francisco no estado de Sergipe. A tese de Jaciara abordou o período de ocupação pós-colonial, trazendo novos dados sobre o período de utilização do sítio, sobretudo o contato nativo - europeu.. Jaciara Andrade Silva possui graduação em Arqueologia Bacharelado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), concluída no ano de 2010. É mestre em Arqueologia na área de concentração em Arqueologia e interfaces disciplinares pelo Programa de Pós-Graduação em Arqueologia pela UFS e agora doutora pela mesma instituição.. Para Jaciara É muito gratificante essa aprovação, toda minha vida acadêmica foi feita no Campus Laranjeiras, estive na primeira turma de graduação e mestrado, no doutorado, entrei na segunda turma, eu consigo ver uma evolução do curso, inclusive ao perceber que ele tornou-se referencia nacional, ...
Numa iniciativa conjunta do Museu Nacional Arqueologia, da ARQA - Associa o de Arqueologia da Amadora e da Rede Portuguesa de Museus, decorreu no fim-de-semana de 18 e 19 de Junho, no Museu Nacional de Arqueologia (Mosteiro dos Jer nimos, em Lisboa), uma Feira de R plicas e Material Did ctico de Arqueologia. Este evento teve por objectivo promover iniciativas de valoriza o e divulga o patrimonial no campo da produ o de r plicas e material did ctico de arqueologia, com a apresenta o de projectos desenvolvidos neste mbito por institui es p blicas e privadas a n vel nacional, bem como propiciar o debate e troca de experi ncias entre os participantes sobre quest es t cnicas e funcionais associadas produ o de r plicas, e sobre a sua import ncia na valoriza o, compreens o e divulga o do patrim nio. A ades o foi bastante significativa, tendo participado cerca de 20 entidades, entre Museus, Associa es culturais e empresas do sector.. A Feira desenvolveu-se em tr s reas distintas, estando dispostos numa ...
As regras e procedimentos para a execução do licenciamento ambiental de empreendimentos sofreram diversas adequações nos últimos anos e com a arqueologia não poderia ser diferente. Essas mudanças foram estabelecidas em procedimentos administrativos publicados na Instrução Normativa nº 001 de 25 de Março de 2015. Mediante este cenário, a larga experiência da Biometria em gestão de projetos ambientais fez com que surgisse a PANGEIA Arqueologia e Patrimônio. A PANGEIA é uma consultoria com foco 100% em projetos de arqueologia, dispondo de equipe multidisciplinar e experiente no licenciamento arqueológico de empreendimentos de médio e grande porte. Seu surgimento deu-se com o intuito de clarificar e simplificar os processos referentes aos projetos de arqueologia em que atua, proporcionando ao empreendedor uma experiência de gestão de projetos única.. Acesse o site da PANGEIA Arqueologia e Patrimônio e veja todas as soluções oferecidas. www.pangeiaarqueologia.com.br. ...
Arqueologia é a disciplina científica que estuda as culturas e os modos de vida do passado a partir da análise de vestígios materiais. É uma ciência social que estuda as sociedades já extintas, através de seus restos materiais, sejam estes móveis - como por exemplo um objeto de arte - ou objetos imóveis - como é o caso das estruturas arquitectónicas. Incluem-se também no seu campo de estudos as intervenções feitas pelo homem no meio ambiente. A maioria dos primeiros arqueólogos, que aplicaram sua disciplina aos estudos das antiguidades, definiram a arqueologia como o estudo sistemático dos restos materiais da vida humana já desaparecida. Outros arqueólogos enfatizaram aspectos psicológico-comportamentais e definiram a arqueologia como a reconstrução da vida dos povos antigos. A disciplina da arqueologia envolve trabalhos de prospecção, escavação e eventualmente analises de informação recolhida para aprender mais sobre o passado humano. Na maioria das vezes, a ...
Arqueóloga formada pela UFS com a monografia Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro Uma viagem pelo Nilo. [Leia seu perfil] ...
Arqueóloga formada pela UFS com a monografia Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro Uma viagem pelo Nilo. [Leia seu perfil] ...
A Casa da Cultura realizará, na terça (9/5), às 10h, uma Oficina sobre arqueologia, promovida pela empresa Zanettini Arqueologia de São Paulo. O evento será para uma turma de alunos do 8º ano da Escola Estadual Afonso Pena. Lá, serão abordados temas de arqueologia em geral e especificamente sobre os sítios arqueológicos de Varginha. Também haverá uma conversa e troca de experiências sobre as referências culturais locais. A oficina contará com exposição de alguns objetos arqueológicos e um painel explicativo, além de réplicas de objetos arqueológicos para os participantes manipularem.. Arqueologia é a disciplina científica que estuda as culturas e os modos de vida do passado a partir da análise de vestígios materiais. É uma ciência social que estuda as sociedades já extintas, através de seus restos materiais, sejam estes móveis como, por exemplo, um objeto de arte ou objetos imóveis, como é o caso das estruturas arquitetônicas. Incluem-se também no seu campo de ...
ADN (14) AESDA (1) AGRICULTURA (1) ALQUEVA (1) ANTROPOLOGIA (21) ARQUEOBOTÂNICA (1) ARQUEOGENÉTICA (2) ARQUEOLOGIA AO SUL (12) ARQUEOLOGIA E SOCIEDADE (15) ARQUEOLOGIA EXPRIMENTAL (3) ARQUEOLOGIA SUBAQUÁTICA (8) ARQUEOMALACOLOGÍA (1) ARTE (4) ARTE RUPESTRE (12) ARTIGO (5) AUSTRALAPITHECUS (2) BIOANTROPOLOGIA (9) BIOLOGIA (1) BOLSA (1) CALCOLÍTICO (1) CERÂMICA (1) CIAS (1) CIÊNCIA (2) CLIMA (2) CÔA (8) COLÓQUIO (20) CONCURSO (3) CONFERÊNCIA (58) CONGRESSO (35) CRO-MAGNON (1) CSIC (1) CURSO (9) DARWIN (1) DATAÇÃO RADIOCARBONO (3) DENDROCRONOLOGIA (1) DGPC (1) EGIPTOLOGIA (1) ENCONTRO (10) ESPELEOLOGIA (1) ETNOARQUEOLOGIA (2) EVOLUÇÃO (5) EVOLUÇÃO HUMANA (86) EXPOSIÇÃO (12) FAUNA (5) FOTOGRAFIA (3) GEEVH (16) GRAVURAS RUPESTRES (1) HOMO SAPIENS (6) IDADE DO COBRE (1) IDADE DO FERRO (2) IGESPAR IP (2) ISLÂMICO (4) JIA (12) JORNADAS (16) LAPEDO (1) LÍTICOS (22) MATÉRIAS-PRIMAS (2) MATRIZ DE HARRIS (1) MEDIEVAL (1) MEGALITISMO (1) MESOLÍTICO (3) METAL (1) MNA (20) MUGE (9) MUSEU ...
Texto de João Carlos Moreno de Sousa Última atualização: 10/04/2020 Este site é voltado à divulgação de assuntos relacionados à arqueologia, principalmente à arqueologia pré-histórica (ou seja, estudos de sociedades humanas não-letradas - sem escrita moderna). Mas devido a alta confusão que muitas pessoas ainda fazem da Arqueologia com a Paleontologia se fez necessário publicar…
Dr. Torres - O meu doutorado não é bem na área de arqueologia bíblica, mas arqueologia clássica; embora tenha tentado fazer um estudo interdisciplinar voltado tanto para a arqueologia de Roma e Grécia quanto para a arqueologia cristã. A motivação principal foi minha paixão pela língua em que foi escrito o Novo Testamento e meu desejo de ter um conhecimento de primeira mão da história da Igreja Cristã primitiva. Roma era a metrópole do mundo naquela época e exerceu profunda influência sobre o desenvolvimento do Cristianismo. Eu quis voltar no tempo, até o Império Romano, a fim de verificar em que sentidos esse poder secular exerceu impacto sobre a fé dos primeiros cristãos. Minha tese de doutorado diz respeito às razões por que a basílica, um edifício secular comumente usado pelos gregos e romanos muito antes da fundação do Cristianismo, foi adotada como principal edifício de culto dos cristãos. Minha hipótese é que esse edifício, ocasionalmente usado para os ...
Quando Hermanfrid Schubart chega, em 59, à Península Ibérica, qual é o pano de fundo da prática arqueológica realizada em Espanha e Portugal? Não é este o momento oportuno para desenvolver a história da arqueologia nos dois países ibéricos ao longo do séc. XX. Creio até que, apesar de todos os trabalhos escritos, nomeadamente sobre a arqueologia espanhola (Díaz-Andreu, M., 1995, 2002), se encontra ainda por fazer uma reflexão profunda sobre o enquadramento histórico e sociológico que determinou o perfil e o peso relativo da arqueologia nestes dois países. É óbvio que, apesar do atraso global do desenvolvimento da arqueologia na Península Ibérica, em comparação com o resto da Europa, houve sempre, entre Portugal e Espanha, e antes do último terço do séc. XX, uma diferença marcante. Em Espanha, desde o início do séc. XX, que a Universidade formava quadros. Por ex, a escola de Barcelona, polarizada em torno da figura incontornável de Bosch Gimpera, forneceu alguns dos ...
O Laboratório de Geografia (LaGeo) da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (Fafidam/Uece), em Limoeiro do Norte, realizará no dia 18 de janeiro de 2017, às 19h, a mesa redonda Arqueologia, Patrimônio e Memória no Vale do Jaguaribe e Quixadá mediada pela professora Mariana Navarro, com as seguintes temáticas e convidados:. a) Arqueologia do Vale do Jaguaribe, Ceará: perspectivas e potencial de pesquisa.. Agnelo Queirós, Cientista Social (Antropologia e Sociologia), Mestre em Arqueologia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), investigador da áreas de cultura, arqueologia e patrimônio. É membro do conselho científico da Fundação Casa Grande Memorial Homem do Kariri.. b) O Patrimônio Natural e a Paisagem Cultural no Ceará: Monólitos de Quixadá.. Claúdio Vieira é Geógrafo, Mestre em Desenvolvimento e Planejamento pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), atualmente está concluindo mestrado em Patrimônio pelo IPHAN.. c) Memória e patrimônio: ...
Já na parte da tarde, foi assinado o acordo de adesão do Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa à Rede de Clubes de Arqueologia do MNA. Este ato público, que decorreu na sede de agrupamento contou com a presença do Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, na sua condição de Presidente do Conselho Administrativo da Fundação da Casa de Bragança. O acordo foi assinado por Rui de Sá, diretor do Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa e por António Carvalho, Director do Museu Nacional de Arqueologia em representação do Museu e da Direção-Geral do Património Cultural. Na sua intervenção apresentou à assistência a relação entre o Museu, José Leite de Vasconcelos e Vila Viçosa e o Alandroal. O coordenador da rede, Mário Antas fez uma apresentação aos alunos e professores do agrupamento sobre a Rede Nacional de Clubes de Arqueologia. Por iniciativa da Fundação, 150 alunos deste Agrupamento deslocar-se-ão ao Museu Nacional de arqueologia dia 4 de Junho próximo para a ...
Festa da Arqueologia 2012 Após o sucesso da primeira edição da Festa da Arqueologia em Julho de 2010, num fim-de-semana que reuniu mais de 2500 visitantes e proporcionou experiências práticas de interação e experimentação de Arqueologia ao vivo, encontra-se em preparação a segunda edição do evento. Missão: A Festa da Arqueologia é um evento vocacionado…
Arqueologia é a ciência que estuda as culturas e os modos de vida das diferentes sociedades humanas - tanto do passado como do presente - a partir da análise de objetos materiais. É uma ciência social que estuda as sociedades através das materialidades produzidas pelos seres humanos sem limites de caráter cronológico[1], sejam estes móveis - como por exemplo um objeto de arte - ou objetos imóveis - como é o caso das estruturas arquitectónicas. Incluem-se também no seu campo de estudos as intervenções feitas pelo homem no meio ambiente. A maioria dos primeiros arqueólogos, que aplicaram sua disciplina aos estudos das antiguidades, definiram a arqueologia como o estudo sistemático dos restos materiais da vida humana já desaparecida. Outros arqueólogos enfatizaram aspectos psicológico-comportamentais e definiram a arqueologia como a reconstrução da vida dos povos antigos. A ciência arqueológica pode envolver trabalhos de prospecção e escavação, ou somente prospecção, ...
ABSÁBER, A. N. Brasil, paisagens de exceção: o litoral e o Pantanal mato-grossense, patrimônios básicos. Cotia, SP: Ateliê, 2006. AITKEN, M. J. Physics and Archaeology. Nova York: Interscience, 1961. ALVES, J. J. A.; LOURENÇO, J. S. Métodos geofísicos aplicados à arqueologia no estado do Pará. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Série Geologia, v. 26, p. 1-52, 1981. ALVES, M. A. M. S. et al. Morfodinâmica das praias de meso-macromarés da zona costeira do estado do Pará. In: X CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS DO QUATERNÁRIO (ABEQUA), 10., 2005, Guarapari, ES. CD-ROM de resumos expandidos, n. 0258.pdf. BARRETO, C. A construção de um passado pré-colonial: uma breve história da arqueologia no Brasil. Revista USP, São Paulo, n. 44, p. 32-51, dez. 1999/fev. 2000. BUTZER, K. W. Arqueología - una ecología del hombre: método y teoría para un enfoque contextual. Barcelona: Bellaterra, 1989. COSTA, F. H. J. A. Projeto baixo Tocantins: salvamento arqueológico ...
Um grupo de arqueólogos do Laboratório de Arqueologia e Conservação do Património Subaquático do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) e do Grupo de Pesquisa de Educação Patrimonial e Arqueologia, da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) descobriram, na última semana, novos vestígios de ocupação humana datadas da época clássica durante uma escavação no interior da gruta do Bacelinho, em Alvaiázere. A cavidade, uma antiga mina romana, possui mais de 500m2 e uma humidade relativa bastante alta, integrando-a nas metodologias da arqueologia subaquática. Entre os vários objectos exumados destacam-se os elementos metálicos, alguns de armamento pertencentes aos militares que guardavam a mina, como é o caso de duas espadas, uma ponta de seta e parte de uma ponta de lança. Foram ainda exumadas diversas vasilhas de diferentes tipologias, lamparinas comummente utilizadas para iluminação de locais fechados e fragmentos de pequenos recipientes em vidro. Os vestígios apontam ...
A conferência final de Carlos Fabião, com um balanço da Arqueologia empresarial portuguesa da última década, que relacionou o seu forte crescimento essencialmente com a repercussão do caso Côa, em termos públicos e institucionais (criação do IPA e ratificação da Convenção de Malta); defendeu que a Arqueologia dita preventiva é, na sua maioria, reactiva e centrada na generalização de um princípio que devia ser excepção, o da conservação pelo registo; e salientou as desigualdades de uma actividade muito exposta e concentrada nos meios urbanos, com escassa participação no ordenamento do território e grave insuficiência de reconhecimento público, político e social. No debate subsequente, voltou a enfatizar-se que esta última tem como uma das causas próximas a deficiente comunicação dos arqueólogos para com públicos não especializados. Apetece dizer que há muito que este diagnóstico está feito, e até já se apontaram vários processos terapêuticos... ...
Arqueologia das terras da Bíblia II: Entrevista com os arqueólogos Israel Finkelstein e Amihai Mazar (Avulso) eBook: José Ademar Kaefer: Amazon.com.br: Loja Kindle
O lago Titicaca, a 4 mil metros de altitude na Cordilheira dos Andes, entre a Bolívia e o Peru, esconde restos de civilizações com mais de 2 mil anos, que um inovador projeto de arqueologia subaquática pretende revelar.
O famoso arqueólogo inglês Vere Gordon Childe, para enfatizar a velocidade e o drama da passagem cunhou a expressão revolução Neolítico (Childe, 1934). Estudos recentes da história da agricultura, juntamente com novas técnicas de pesquisa aplicadas à arqueologia, estão questionando as teorias consideradas válidas até algumas décadas atrás. A contribuição cada vez maior que as ciências naturais dão para a reconstrução das expectativas da vida material do homem durante a sua história nos permite formular novas hipoestas e Puglia campos interessantes de investigação. A atenção dos estudiosos mudou, nos últimos anos, do estudo das formas e da sintaxe decorativa dos objetos para a análise dos restos orgânicos presentes nos assentamentos pré-históricos.. Confira as próximas Exposições em um dos Melhores Museus de Portugal. Dos lares vêm semi-combustão ou avelã; Depósitos de ossos de animais, submetidos à pesquisa tafonomic para compreender se foram abatidos ou ...
Dia 15 de Outubro, apresenta-se a nova exposição temporária de Arqueologia do Museu da Lourinhã intitulada Da Pedra ao Osso - Na Pré-História. A Sessão terá início às 16:00 e será acompanhada com uma visita guiada ao Museu.. A exposição debruça-se sobre o objecto pré-histórico utilitário, de adorno, funerário e estatuária, feitos de pedra e osso, ligando os exemplos clássicos dos manuais escolares aos achados da Lourinhã.. A exposição conta com a colaboração do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto e com a Câmara Municipal de Boticas, através do empréstimo de diversas peças que vem complementar a colecção permanente do museu.. A exposição estará patente até Setembro de 2017 nos horário habitual do Museu da Lourinhã.. Descarregue gratuitamente o catálogo 2016_Expo_temp_arqueo,aquiaqui. ...
Antes de ser a Olisipo romana, a da presença fenício/orientalizante e, antes desta, a dos sucessivos povoados que entre colinas e vales testemunham a ocupação humana de um espaço de encontro e travessia entre a fachada norte- -atlântica e sul-mediterrânea peninsular, a região de Lisboa cedo é lugar aonde se chega e de onde se parte. Incontornável para moldar e condicionar tal vaivém, o estuário do Tejo será, desde o seu estabelecimento holocénico, porta de entrada e saída, passagem entre margens e progressivamente o fulcro de muitas das acções que contribuirão para o surgimento da realidade a que hoje chamamos Portugal. Neste andamento, o título que abre este segundo número dos Fragmentos de Arqueologia de Lisboa, Meios, Vias e Trajectos… Entrar e Sair de Lisboa trata inevitavelmente da própria constituição desta via fluvial e da sua relação com as gentes que pelas duas margens se foram instalando (Pereira, A. R. e Senna-Martinez, J. C.).. ...
No Museu Nacional de Arqueologia, durante 141 dias, ouviu-se o bramir dos gládios contra falcatas e adagas, o pó levantou-se com o bater das calígulas, o latim ecoou no espaço com poetas e oradores, vestiram-se togas, alisaram-se estolas e … fomos Romanos. Agora as Musas partem da Lusitânia e viajam para a vizinha Tarraconense (Museu Arqueológico Nacional, em Madrid). Assim, neste dia único e imperdível convidamos-te a despedires-te das filhas de Zeus e Mnemósine. ...
A mais de 3.000 anos atrás, a Bíblia já descrevia corretamente o interior da Terra. É um conhecimento básico da geociência, que há lava, um ardente lago de fogo no interior da terra em que pisamos. Porém, até o século 19, as pessoas achavam que, ou esse lago de fogo no interior da Terra era o inferno, ou simplesmente não conseguiam acreditar na Bíblia, achavam tal afirmação um absurdo. Isto porque a estrutura interna da Terra, só veio a ser descoberta no século XX. O geofísico Andrija Mohorovicic (1857 - 1936), descobriu o manto em 1905 por ondas sísmicas. Gutemberg (1889 - 1960) descobriu o manto externo da Terra em 1930. E somente em 1936, a geofísica Inge Lehmann (1888 - 1993) veio a descobrir o núcleo interno da Terra. Esses homens e mulheres abençoados por DEUS, vieram a descobrir, o que outro homem abençoado por DEUS, o profeta bíblico, revelou a mais de 3.000 anos atrás: Da terra procede o pão, mas embaixo é revolvida como por fogo - (Jó :28:5). É a ciência ...
Compre o livro A Bíblia, a Arqueologia e a História de Israel e Judá, de Jose Ademar Kaefer na Amazon Livros. Confira livros em oferta na Amazon.com.br
Em arqueologia, conservação e restauro somos a empresa portuguesa mais experiente. Com o conhecimento acumulado ao longo de muitos anos, contribuímos para o sucesso dos nossos clientes.
O Museu de Arqueologia de Itaipu (MAI/Ibram), em Niterói (RJ), comemora 40 anos no dia 23 de março. E para celebrar a data, o museu preparou, em parceria com o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ, o I Festival UFRJMar Itaipu.. O MAI tem buscado o desenvolvimento local através de atividades de educação, cultura e lazer. Também suas ações são voltadas para a preservação da memória dos povos tradicionais da região e do desenvolvimento da Região Oceânica de Niterói e o festival envolverá toda a comunidade da vila de pescadores e da Praia de Itaipu.. O evento acontece entre os dias 23 e 26 de março e nos dias 1 e 2 de abril. A programação vai de oficinas a atividades culturais e esportivas.. São 9 oficinas ministradas por alunos da UFRJ voltadas para crianças - que acontecem nos dias 23 e 24, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h. Há oficina de amarelinha, carretel, informática educativa, malabares, fontes alternativas de energia, surimi, waterball, ...
No dia 30 de março de 1978 a múmia Tothmea, depois de uma longa permanência no Museu Schenectady, retornou à vila de Round Lake para um festival. O prefeito John Evers e a historiadora Mary Hesson a prepararam devidamente para uma recepção de boas vindas que foi levada a cabo no dia 13 de maio. Tal fato inusitado levou os jornais da época a noticiarem que Round Lake tem um dia de múmia. Inspirados por este episódio temos o prazer de convidá-los para participar do Dia da Múmia, uma parceria entre o Museu de Arqueologia, em Ponta Grossa, e o Museu Egípcio e Rosacruz de Curitiba para a 10ª semana de museus. ...
Em 13 de maio de 1978, a historiadora Mary Hesson planejou uma recepção de boas vindas por ocasião do regresso da múmia Tothmea à vila de Round Lake, nos Estados Unidos, local que já havia sido seu lar. Este retorno acabou, curiosamente, sendo noticiado por um jornal da época com o título Feliz dia da múmia. Inspirados por este episódio da história de Tothmea o Museu de Arqueologia de Ponta Grossa e o Museu Egípcio e Rosacruz, em nova parceria apresentam o Feliz Dia da Múmia! 2, por ocasião da XIª Semana Nacional de Museus. ...
Oi oi, gente! Como vocês estão? Anteriormente eu trouxe para vocês as formas de obter as montarias Rédeas do Draco Fosforecente e Rédeas do Draco Vítreo, no post de hoje vamos falar dos outros dois Dracos de Pedra restantes: Bora caçar montarias novas para a sua coleção? Draco de Arenito - Para levar os amigos O Draco de Arenito é aquele tipo de montaria que é mais simples de se obter se você comprá-la pronta na Casa de Leilões. Se você não se importa em ter trabalho e quer fazer sua própria montaria e, até mesmo, fazer para vender, aqui vão as dicas de como conseguir a receita necessária e quais materiais você vai precisar. Você precisa das profissões de Alquimia e Arqueologia. Nesse caso, começamos com a Arqueologia. 1º Passo - Arqueologia: Pra começar você precisa que sua Arqueologia esteja, pelo menos, no nível 450. Feito isso, você precisará coletar fragmentos arqueológicos Tolvíricos em Uldum para conseguir seu Vaso Canópico, que... ...
A edição de 2019 do Arqueociências reúne um conjunto de investigadores com formação de base em arqueologia ou antropologia física desenvolvida em universidades portuguesas, mas percursos profissionais ou de investigação que os levaram a integrar equipas e projectos pluridisciplinares de âmbito internacional. Focados em diferentes cronologias, geografias e contextos, estes projectos nasceram da conjugação de diferentes circunstâncias e procuraram (ou procuram ainda) dar resposta a inquéritos e objectivos específicos. Implicaram a articulação entre diversas instituições, pessoas e saberes; o recurso à formação de base dos investigadores e a sua abertura a outras aprendizagens.. Tendo como ponto de partida a experiência e perspectiva dos comunicantes, pretende-se visitar cada um dos espaços de intervenção: espaços dotados de uma escala, história e identidade próprios. Pretende-se, de igual modo, conhecer a natureza da abordagem a que foram sujeitos; as metodologias ...
O Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, o Diretor-Geral do Património Cultural e o Diretor do Museu Nacional de Arqueologia, têm a honra de o convidar para a inauguração da exposição O TEMPO RESGATADO AO MAR, que terá lugar no Museu da Pedra, no dia 27 de novembro de 2015, pelas 16h00. ...
O Museu Nacional de Arqueologia situa-se na ala ocidental do Mosteiro dos Jerónimos. Foi fundado em 1893 por iniciativa de José Leite de Vasconcelos (1858-1941). No museu está o principal centro de investigação arqueológica de Portugal, com peças provenientes de todo o país. Além das exposições permanentes, o museu apresenta mostras temporárias sobre diversos temas, como a mostra Ídolos. Olhares Milenares patente no Museu Arqueológico de Alicante, em Espanha, no início de 2020 e, até janeiro de 2021, no Museu Arqueológico Regional de Madrid, em Alcalá de Henares, sendo comissários científicos da mostra Jorge A. Soler e Primitiva Bueno Ramírez comissariada por Primitiva Bueno Ramírez e Jorge A. Soler Díaz, organizada pela Fundação C.V. MARQ em colaboração com o Museu Arqueológico Regional de Madrid ...
O Museu de Antropologia do Vale do Paraíba está com duas exposições acontecendo simultaneamente em seu espaço, ambas abertas ao público, de terça a sábado, das 9h às 16h.. A exposição Fragmentos do Homem Valeparaibano faz um resgate da história de cidades como Jacareí, São José dos Campos e Santa Branca, por meio da arqueologia. A outra exposição, chamada Igualdade de Gênero - Qual a importância? disserta sobre o feminismo radical, negro e liberal, por meio da igualdade entre homens e mulheres.. O Museu de Antropologia do Vale do Paraíba (MAV) fica na Rua XV de Novembro, 143, na região central da cidade.. ...
A UFPI acaba de criar um Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia (PPGAArq). Todas as informações sobre o Programa estão disponíveis no site: www.ufpi.br/ppgaarq. ...
Para os apaixonados por livros de suspense no estilo de Dan Brown. Um assassinato e uma valiosa coleção de artefatos micênicos roubados do Museu Nacional de Arqueologia de Atenas, são descobertos pela curadora Deborah Miller, que se envolve num perigoso jogo de investigações. Os elementos do livro A máscara de Atreu são perfeitos para quem gosta de aventura e suspense; uma narrativa e história que envolvem o leitor do início ao fim. As emoções são comparáveis ao estilo Indiana Jones e o final é surpreendente. Depois de encontrar o corpo de Richard Dixon, fundador do museu de arqueologia de Atlanta, Estados Unidos, numa parede secreta, a curadora Deborah Miller resolve investigar o caso paralelamente à polícia. No local onde estava o morto, vários artefatos Micênicos de muito valor foram descobertos, o que levou a personagem a acreditar que haviam sido roubados do Museu Nacional de Arqueologia de Atenas. A partir daí, Deborah viaja para Atenas e as aventuras começam. Ela é ...
No passado dia 05 de maio, o CCD Cascais, organizou uma visita, à Praça do Império em Belém, (Museu Nacional de Arqueologia e o Museu de Marinha). Tivemos a especial participação, do nosso colega e atual diretor do Museu Nacional de Arqueologia, Dr. António Carvalho. Para visualizar as imagens do Museu de Arqueologia e Museu […]. Ler mais ... ...
Quando os pesquisadores removeram o jarro de cerâmica a partir do local da escavação, não tinham idéia de que haviam jóias escondidas dentro. As jóias foram bem preservadas e envoltas em tecidos, mas as circunstâncias que as rodeiam são misteriosas. De acordo com Prof. Finkelstein, é provável que o jarro não fosse o lugar normal de armazenamento das jóias. É claro que as pessoas tentaram esconder a coleção, e por algum motivo, não foram capazes de voltar para buscá-las. Os proprietários podem ter morrido ou terem sidos obrigados a fugirem, diz ele. Prof Ussishkin acredita que foi a coleção de jóias foi de uma mulher cananéia, que morava na casa. ...
Fotos fornecidas pelo Instituto Nacional de Arqueologia da Bulgária, tiradas em 26 de setembro, mostram os restos de um pequeno povoado na cidade de Provadia, no leste da Bulgária. Os arqueólogos também encontraram restos de um homem com uma tigela de cerâmica em uma necrópole. O local pode ser a mais antiga cidade pré-histórica na Europa, fundada em torno de uma mina de sal e que remonta o século V a.C.Arqueólogos anunciaram a descoberta da cidade pré-histórica mais antiga da Europa no leste da Bulgária, onde foi encontrada também uma arcaica produção de sal, que teria sido a origem de grandes riquezas descobertas no local. Escavações feitas no sítio, próximo à cidade moderna de Provadia, até agora revelaram os vestígios de um assentamento de casas de dois pavimentos, uma série de buracos no chão usados em rituais, assim como pedaços de um portão, estruturas de uma fortaleza e três muros de fortificação posteriores, todos com datação de carbono referente aos ...
Arqueólogos descobrem esqueleto de homem das cavernas gay 07-04-2011 Por TVI24 / MM. http://www.tvi24.iol.pt/internacional/cavernas-gay-homossexual-arqueologia-travesti-tvi24/1245124-4073.html Uma equipa de arqueólogos checos descobriu o esqueleto daquele que acreditam ser o primeiro homossexual ou travesti da História. Os restos mortais do homem foram descobertos numa escavação nos arredores de Praga e estavam enterrados num local e numa posição…
Arqueólogos acreditam ter encontrado os restos mortais da mulher que inspirou o famoso quadro Mona Lisa. De acordo com informações do jornal Daily Mail, escavações revelaram um esqueleto humano em uma vala no interior do Convento Medieval de Santa Úrsula, em Florença, Itália. O grupo de arqueólogos acredita que o convento foi o local do enterro de Lisa Gherardini, mulher do rico mercador florentino Francesco del Giocondo, que serviu de modelo para a pintura de Leonardo da Vinci. O quadro também é conhecido como La Gioconda ...
Quando é que viveram os últimos neandertais da Península Ibérica? Uma teoria defende que se mantiveram até há cerca de 30.000 anos. O reduto final desta população seria a sul do rio Ebro e da cordilheira Cantábrica até Gibraltar. Estas populações teriam estado em contacto com o homem moderno, com a possibilidade teórica de as duas espécies se terem reproduzido.. Mas novas medições de carbono 14 feitas em dois sítios arqueológicos onde se encontram vestígios de neandertais mostram que os nossos parentes extintos estiveram nestes locais até há cerca de 45.000 anos, extinguindo-se muito antes do que se esperava.. O artigo, publicado na revista norte-americana Proceedings of the National Academy of Science, questiona o último acto da história da evolução humana na Península Ibérica. E põe a hipótese de ter havido um período de interregno na colonização desta região, em que durante alguns milhares de anos nenhuma espécie humana viveria cá. A ascensão e queda do ...
Para responder a essa pergunta, precisamos voltar a dezembro de 1892 quando George Smith apresentou uma notável descoberta à sociedade de arqueologia bíblica de Londres. Ele entregou a tradução de uma tábua mesopotâmica contendo o relato de um dilúvio. Talvez, o mesmo dilúvio que levou Noé a construir sua arca. Esse fato criou uma febre entre arqueólogos e historiadores que passaram a pesquisar a arqueologia bíblica como uma ciência.. A Bíblia, em particular o antigo testamento, formam um conjunto de histórias contadas através da tradição oral. Enquanto todas essas histórias circulavam, surgiam os primeiros sistemas de escrita do mundo. Por volta de 3.200 a.C. o povo da mesopotâmia desenvolveu a escrita cuneiforme, na qual símbolos eram prensados em placas de argila ou em entalhos na pedra.BEITZEL, Barry J. Bíblica - o Atlas da Bíblia, p. 16.. Concomitantemente, o Egito desenvolveu o sistema de hieróglifos. Essas duas nações desempenharam papéis fundamentais na ...
BBC Brasil (14/09/2009: Vídeo: Arqueólogos encontram em Israel sinagoga da época de Jesus Cristo: Segundo a arqueóloga Dina Avshalom-Gorni, as ruínas descobertas no norte de Israel são da época do Segundo Grande Templo de Jerusalém, entre os anos 50 antes de Cristo e 100 depois de Cristo. >>> Veja mais, clique aqui. ...
Os pergaminhos são como uma nova peça de quebra-cabeça de um conjunto maior de textos milenares que foi descoberto entre as décadas de 1940 e 1950 na mesma região. A coleção, que ficou conhecida como Manuscritos do Mar Morto, forneceu aos arqueólogos e historiadores uma espécie de retrato da sociedade e religião judaicas de muito antes até algum tempo depois da época de Jesus.. Os novos manuscritos foram encontrados enrolados na Caverna do Horror, que fica a cerca de 80 metros abaixo do topo de um penhasco. Segundo a AAI, o local é ladeado por desfiladeiros e só pode ser acessada com [equipamentos de] rapel.. A partir dos fragmentos dos pergaminhos, a equipe de arqueólogos conseguiu reconstruir até agora 11 linhas do texto, escrito em grego. Os trechos identificados correspondem a passagens bíblicas dos livros de Zacarias e Naum, que fazem parte de um conjunto conhecido como profetas menores.. Estas são as coisas que deveis fazer: Falai a verdade cada um com o seu ...
Numa escavação iniciada em 2006, Levy e os seus colegas conseguiram descer cerca de 6 m e montaram um quadro em alta resolução da história de Khirbat en-Nahas. A ocupação começa com uma estrutura rectangular de pedra, com protuberâncias ou chifres. Pode ter sido um altar, conta o arqueólogo - esses chifres eram usados como plataforma para besuntar o sangue dos animais sacrificados na antiga Palestina. Acima dessa estrutura, pelo menos duas grandes fases de extracção de cobre estão documentadas, com paredes de pedra que serviam como instalação industrial. Uma das formas de datar a actividade da extracção do minério é a presença de artefactos egípcios - um escaravelho e um colar - que aparentemente datam da época dos faraós Siamun e Shesonq (chamado de Sisac na Bíblia) - o século 10 a.C. Mas os pesquisadores também usaram o método do carbono 14 para estimar directamente a idade de restos de madeira usados para derreter o minério e extrair o cobre. Qual foi a ...
O objetivo do curso é CONHECER O CONTEXTO HISTÓRICO, POLÍTICO, SOCIAL E ESPIRITUAL DO TEXTO BÍBLICO À LUZ DOS ACHADOS ARQUEOLÓGICOS. O programa oferece um interessante roteiro pelos sítios arqueológicos mais significativos de Israel e também permitirá conhecer sítios menos visitados como Séfores, Beit Shean ou Tel Hatzor. O programa combina um dia de conferências de introdução nas instalações da Universidade Hebraica de Jerusalém com visitas de estudo a sítios Bíblicos onde o estudo se realiza in loco. Além da Bíblia, serão utilizadas fuentes históricas contemporâneas como Flavio Josefo, Plinio o Velho e outros.. ...
Arqueologia e astronomia (arqueoastronomia) A próxima palestra dos encontros Ciência e Cultura irá realizar-se no dia 21 de março, no Centro de Ciência Viva do Algarve, das 14h30 às 16h00 e o tema a abordar será a arqueoastronomia. Neste âmbito iremos contar com o contributo da Dra. Catarina Oliveira (Arqueóloga) e do Prof. Doutor Cândido Marciano da Silva (Físico da FCT - UNL). A arqueologia e a astronomia cruzam-se na história da humanidade, onde a observação dos astros e a compreensão da natureza e do universo se sedimentaram na materialização de conhecimento e do seu reflexo nas diferentes atividades quotidianas, festivas e religiosas. Os calendários, o ciclo lunar e solar, assim como os equinócios e os solstícios fazem parte desta busca do ser humano... ...
Uma equipa de arqueólogos analisou três múmias do Museu Nacional de Arqueologia, fazendo uso de tecnologia moderna para reconstruir digitalmente as imagens dos corpos mumificados.. As múmias, que chegaram a Portugal num navio alemão que atracou ao Tejo durante a Primeira Guerra Mundial e foi arrestado pelas autoridades portuguesas depois de uma denúncia da embaixada inglesa sobre a presença de armas a bordo, fazem parte do espólio do Museu Nacional de Arqueologia.. Para mais informações:. Lisbon Mummy project - www.mnarqueologia-ipmuseus.pt/…/The%20Lisbon%20Mummy%20Project.pdf. ...
Quando, no ano passado, os arqueólogos descobriram aquilo que eles acreditam ser parte do muro reconstruido por Neemias (Neeemias 2:17-6:15), não puderam deixar de ficar surpresos. Ficámos surpreendidos admitiu a chefe da equipa a Drª Eilat Mazar, não deixando de notar que esta descoberta foi feita numa altura em que muitos estudiosos afirmavam que o…
Direção Regional de Cultura do Norte tem a responsabilidade de gerir alguns dos mais importantes monumentos e museus do norte do País: catedrais e igrejas, grandes complexos monásticos, sítios arqueológicos, castelos ou as impressionantes paisagens do Douro e do Côa.
De Arqueologia Costão do Santinho, Histórico de Santa Catarina, Forte São José da Ponta Grossa, Aberto da Tartaruga Marinha, Forte SantAnna e Museu de Armas, Victor Meirelles, de Arte de Santa Catarina, da Policia Militar de Santa Catarina Major Lara Ribas, Fundação Cultural Badesc, do Naufrágio, Planetário da Universidade Federal de Santa Catarina, da Escola Catarinense, do Homem do Sambaqui Pe. João Alfredo Rohr,da História Natural,de Arqueologia e Etnografia, da Tortura, de Brunidores. Do Índio, da Imagem e do Som de Santa Catarina, de Geociências e Litoteca de Santa Catarina, do Lixo, do Presépio, Ecomuseu do Ribeirão da Ilha, Sacro-Capela Menino Deus, do Judiciário Catarinense, do Esporte de Santa Catarina, O Mundo Ovo de Eli Heil, Universitário UFSC, de Brinquedo de Santa Catarina, Fundação Hassis, do Contador Renato Gonçalves. ...
llll➤ Melhor cupom Clovis Calçados: Cupom de desconto Clovis Calçados com 5% de desconto na primeira compra. 9 Cupons de descontos Clovis Calçados Grátis : Encontre as melhores marcas e novidades no site Clovis Calçados. Confira as ofertas que Clovis Calçados criou para você! As Ofertas e Promoções Clovis Calçados podem não ser acumulativos com outras promoções.. Use os melhores Cupom de descontos Clovis Calçados Grátis 【setembro 2021】⭐ cupom Clovis Calçados ⭐ 21 promoções + 9 cupons Clovis Calçados ✚✚✚ setembro 2021 ✅ cupom de desconto Clovis Calçados ➤ Grátis Clovis Calçados | Códigos, Ofertas e Promoções 2021 | Frete Grátis Clovis Calçados
Pesquisadores conseguiram sequenciar proteínas presentes em dente de um Homo antecessor, último ancestral comum aos humanos modernos e aos neandertais
Uma análise recente de grãos de pólen em sedimentos na região do Mar da Galiléia e do Mar Morto sugere que a seca pode ter desempenhado um importante papel para o chamado colapso da Idade do Bronze. Cada planta produz uma impressão de pólen distinta, e os estudos recentes mostram uma diminuição nas árvores que requerem uma grande quantidade de água e um aumento no cultivo de plantas mais resistentes às secas, como as oliveiras, durante o período entre 1250 e 1100 a.C. Quando comparados com os dados das amostras de pólen da Anatólia , Chipre , Síria e do Delta do Nilo , os novos estudos sugerem uma mudança climática mais ampla em todo o Mediterrâneo Oriental na época em questão. O estudo do pólen faz parte de um projeto de investigação científica mais amplo conduzida pelo professor Israel Finkelstein do Instituto Weizmann Steve Weiner , que inclui a análise do DNA e estudos moleculares de dados arqueológicos.. Qual a importância disto?. Compreender o contexto ...
A fabricação, o comércio e o consumo de vinho foram um dos pilares da economia do império romano. O doutor em arqueologia Romana, Ives Rolland, ministra no próximo dia 3 de setembro, sábado, das 11h às 13h, a palestra In vino veritas : o vinho na época romana na Fundação Ema Klabin. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas pelo e-mail:[email protected]. Entre histórias mitológicas e descobertas arqueológicas, a palestra destacará as semelhanças e diferenças entre os vinhos antigos e os atuais, as técnicas de produção e conservação da bebida e as preferências ao longo do tempo.. Sobre o palestrante:. Yves Rolland é doutor em Arqueologia Romana pela Université Lumière , Lyon. É especialista em navegação e transporte de mercadorias, graduado em história pela Université Pierre Mendès France - Grenoble. Participou de diversas escavações arqueológicas, incluindo uma vila vitícola romana; foi educador e chefe de projeto no Museu da ...
Localizado no Centro do Recife, o museu expõe material encontrado num cemitério indígena da pré-história, em Brejo da Madre de Deus
11 de Setembro (1) 144 mil (1) 2012 (44) 3° Guerra Mundial (5) Abduções (3) Abominação da Desolação (1) Ação & Reação (1) Agartha (2) Agenda Alienígena (1) Água Potável (3) Akhenaton (2) Alcoolismo (1) Alienígenas (11) Allan Kardec (1) Alterações Climáticas (1) Angeologia (5) AntiCristos (4) Anunnaki (11) Apocalipse (9) Apócrifos (8) Área 51 (1) Armagedom (1) Arqueo-ufologia (25) Arqueologia (23) Arqueologia Insólita (23) Arquivos Secretos (10) Arrebatamento (6) Ashtar Sheran (1) Astro Intruso (15) Atlântida (5) Atualidades (33) Bestas Apocalipticas (8) Bíblia (16) Bilderberg (2) Boicotes (1) Bolsonaro Lula (1) Bolsonaro presidente (1) Cabala (4) Calendario Maia (2) Câncer (1) Cannabis (1) Capitalismo (1) Céu & Inferno (1) Chakras (4) Chemtrails (1) Chico Xavier (3) CIA (1) Ciência (26) Ciência & Religião (4) Ciência e Religião (1) Civilizações Antigas (1) Civilizações Extraterrenas (1) Civilizações Perdidas (3) Clarividência (1) Colapso Financeiro (2) ...
As extraordinárias ruínas de Baalbek, no Líbano, a 85 quilômetros de Beirute. Foi considerado uma das sete maravilhas do mundo antigo. Os romanos usaram essas ruínas para construírem seu templo dedicado ao deus Júpiter. Os romanos construíram o templo em cima das ruínas mais antigas. Nessas ruínas mais antigas existem 9 blocos de pedra cada um com 300 toneladas. Ao lado encontram-se os famosos blocos megalíticos conhecidos como Trílito, com 3 pedras pesando cada uma 800 toneladas. Ajustadas de forma tão perfeita que é quase impossível inserir algo entre as pedras. Também existe outro bloco conhecido como a Pedra do Sul pesando 1000 toneladas. Como essas pedras foram conduzidas por 500 metros em elevação? E o templo de Júpiter está construído num terraço muito maior. Todas essas ruínas foram convenientemente esquecidas, pois se fossem estudadas seriamente, mudariam toda a história oficial desta civilização atual. E isso é um tabu total. ...