As infecções por nematoides da subclasse ADENOPHOREA.
Subclasse de nematoides caracterizados por papilas caudais reduzidas ou ausentes e sistema excretor sem canal lateral. Seus organismos são geralmente parasitas ao seu hospedeiro definitivo.
Infecção com nematoide do gênero ONCHOCERCA. Entre as características estão a presença de nódulos subcutâneos firmes preenchidos por vermes adultos, PRURIDO e lesões oculares.
Espécie de nematoides parasitas amplamente distribuídos pela África Central e também encontrados no norte da América do Sul, sul do México e Guatemala. Seu hospedeiro intermediário e vetor é a mosca preta ou espécies semelhantes.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Gênero de nematoides parasitas cujos organismos vivem e se reproduzem na pele e em tecidos subcutâneos. Microfilárias oncocercais podem também ser encontradas na urina, sangue ou escarro.
Grupo heterogêneo de transtornos, alguns hereditários, outros adquiridos, caracterizados por estrutura ou função anormal de um ou mais elementos do tecido conjuntivo, i. é, colágeno, elastina, ou os mucopolissacarídeos.
A infecção dos olhos por filárias que são transmitidas de pessoa a pessoa por picadas de moscas negras infectadas pelo Onchocerca volvulus. As microfilárias do Onchocerca são desta maneira depositadas através da pele. Elas migram por vários tecidos inclusive o olho. As pessoas infectadas têm prejuízo da visão e mais de 20 por cento estão cegas. A incidência de lesões nos olhos tem sido relatada por estar próxima a 30 por cento na América Central e partes da África.
Mistura composta na maior parte de avermectina H2B1a (RN 71827-03-7) com pouca avermectina H2B1b (Rn 70209-81-3), que são macrolídeos obtidos de STREPTOMYCES avermitilis. Esta mistura se liga aos canais de cloreto controlados por glutamato causando aumento na permeabilidade e hiperpolarização de células nervosas e musculares. Interagem também com outros CANAIS DE CLORETO. É um antiparasitário de amplo espectro e ativo contra microfilárias de ONCHOCERCA VOLVULUS, mas não contra a forma adulta.

Adenophorea é um termo taxonômico obsoleto que era anteriormente usado para se referir a um grupo de vermes parasitas, incluindo nemátodes (vermes redondos) e platyhelminthes (trematóides e cestóides). Atualmente, este termo não é mais utilizado em medicina ou biologia.

Infecções por Adenophorea seriam então infecções causadas por esses vermes redondos ou planos. No entanto, como o termo não é mais usado, também não há uma definição médica específica para "infecções por Adenophorea". Em vez disso, as infecções causadas por esses parasitas são agora classificadas e tratadas de acordo com seus respectivos grupos taxonômicos atuais.

Por exemplo, as infecções causadas por nemátodes são chamadas de "nematodoses" ou "infecções por vermes redondos", enquanto as infecções causadas por trematóides e cestóides são chamadas de "diseases caused by trematodes" ou "diseases caused by cestodes", respectivamente.

Adenomyomas, também conhecidos como adenofibromas, são tumores benignos (não cancerosos) que se desenvolvem a partir de glândulas glandulares e tecido conjuntivo. Eles geralmente ocorrem no revestimento do útero (endométrio) e no miométrio (camada muscular do útero). Embora benignos, esses tumores podem causar sintomas, como sangramento menstrual abundante ou prolongado, dor pélvica e dispareunia (dor durante o ato sexual).

A causa exata dos adenomyomas ainda é desconhecida. No entanto, alguns fatores de risco possíveis incluem idade avançada, história de partos, abortos ou cirurgias uterinas anteriores, e algumas condições inflamatórias do útero.

O diagnóstico geralmente é feito por meio de exames de imagem, como ultrassom ou ressonância magnética. Em alguns casos, uma biópsia do endométrio pode ser realizada para confirmar o diagnóstico.

O tratamento depende dos sintomas e da localização do tumor. Algumas opções de tratamento incluem medicamentos anti-inflamatórios, terapia hormonal, ou cirurgia para remover o tumor. Em alguns casos, a histerectomia (remoção do útero) pode ser recomendada se os sintomas forem graves e não responderem a outros tratamentos.

Onchocerciase, também conhecida como cegueira dos rios, é uma infecção parasitaria causada pela larva do nemátode Onchocerca volvulus. A infecção é geralmente adquirida por picadas de simulídeos infectados, que são mosquitos aquáticos pequenos que vivem perto de riachos e rios em áreas tropicais e subtropicais da África e, em menor medida, da América Central e do Sul.

Após a infecção, as larvas migram para a pele, onde se desenvolvem em vermes adultos que podem viver por anos. Os vermes machos e fêmeas produzem milhares de larvas microscópicas chamadas microfilárias, que migram para a pele e outros tecidos do corpo. É a morte das microfilárias na pele e no olho que causa os sintomas da doença, incluindo coceira intensa, erupções cutâneas, lesões oculares e cegueira.

A oncocercose é uma doença negligenciada que afeta principalmente as populações pobres rurais em áreas remotas. Embora a infecção em si não seja fatal, pode causar deficiência visual grave e cegueira permanente, com graves consequências sociais e econômicas para os indivíduos afetados e suas comunidades. A prevenção e o controle da doença geralmente envolvem a distribuição em massa de medicamentos anti-helmínticos, a eliminação de simulídeos infectados e a proteção das pessoas contra as picadas de mosquitos.

Onchocerca volvulus é um nematodo (verme redondo) parasita que causa a doença conhecida como oncocercose ou cegueira dos rios. Este parasito é transmitido ao ser humano através da picada de simulídeos infectados, mosquitos aquáticos pequenos que põem ovos em água doce parada. As larvas infeciosas, chamadas microfilárias, são injetadas na pele durante a picada do mosquito e podem migrar para os tecidos subcutâneos, causando reações inflamatórias e formando nódulos.

A infestação por Onchocerca volvulus pode levar ao desenvolvimento de diversas complicações clínicas, como coceira intensa, erupções cutâneas, lesões dérmicas crônicas e cicatriciais, além de problemas oftalmológicos graves, como conjuntivite, queratite e, em casos mais avançados, cegueira. A oncocercose é uma doença negligenciada que afeta principalmente as populações pobres rurais em regiões tropicais da África, América Central e do Sul.

'Enciclopedias as a Subject' não é uma definição médica em si, mas sim um tema ou assunto relacionado ao campo das enciclopédias e referências gerais. No entanto, em um sentido mais amplo, podemos dizer que esta área se concentra no estudo e catalogação de conhecimento geral contido em diferentes enciclopédias, cobrindo uma variedade de tópicos, incluindo ciências médicas e saúde.

Uma definição médica relevante para este assunto seria 'Medical Encyclopedias', que se referem a enciclopédias especializadas no campo da medicina e saúde. Essas obras de referência contêm artigos detalhados sobre diferentes aspectos da medicina, como doenças, procedimentos diagnósticos, tratamentos, termos médicos, anatomia humana, história da medicina, e biografias de profissionais médicos importantes. Algumas enciclopédias médicas são direcionadas a um público especializado, como médicos e estudantes de medicina, enquanto outras são destinadas ao grande público leigo interessado em conhecimentos sobre saúde e cuidados médicos.

Exemplos notáveis de enciclopédias médicas incluem a 'Encyclopedia of Medical Devices and Instrumentation', 'The Merck Manual of Diagnosis and Therapy', ' tabulae anatomicae' de Vesalius, e a 'Gray's Anatomy'. Essas obras desempenharam um papel importante no avanço do conhecimento médico, fornecendo uma base sólida para o estudo e prática da medicina.

Onchocerca é um gênero de nematóides (vermes redondos) que causam a doença conhecida como oncocercose ou cegueira dos rios. A espécie mais comum e clinicamente significativa é Onchocerca volvulus. Esses vermes são transmitidos ao ser humano através da picada de simúlides (moscas negras) infectadas, que depositam as larvas dos parasitas na pele do hospedeiro.

As larvas então migram para o tecido subcutâneo e se desenvolvem em vermes adultos, que podem viver por anos no corpo humano. Os vermes machos são significativamente menores do que as fêmeas e medem cerca de 3 a 5 cm de comprimento, enquanto as fêmeas podem chegar a medir até 70 cm.

A infecção por Onchocerca volvulus pode causar diversos sintomas clínicos, como coceira intensa, erupções cutâneas e lesões na pele, que podem levar ao desenvolvimento de nódulos subcutâneos. Além disso, os microfilários (larvas imaturas) dos vermes podem migrar para outros órgãos, como os olhos, causando inflamação e cicatrização que podem levar à perda da visão ou cegueira completa.

A oncocercose é uma doença endêmica em muitas regiões da África subsariana, bem como em partes da América Central e do Sul. É considerada uma das principais causas evitáveis de cegueira no mundo.

As doenças do tecido conjuntivo (DC) são um grupo heterogêneo de condições clínicas que afetam diferentes partes do corpo, especialmente o tecido conjuntivo. O tecido conjunctivo é uma estrutura fundamental que fornece suporte e conecta outros tecidos e órgãos em nosso corpo. Essas doenças envolvem alterações inflamatórias e/ou degenerativas nas fibras de colágeno, elastina e proteoglicanos que compõem o tecido conjunctivo.

Existem mais de 200 tipos diferentes de DC, incluindo doenças como artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, esclerose sistêmica, dermatomiosite e síndrome de Sjögren. Essas condições podem afetar diversos sistemas corporais, incluindo pele, articulações, músculos, vasos sanguíneos, pulmões, coração e rins.

Os sintomas variam amplamente dependendo do tipo específico de DC, mas geralmente incluem:

1. Dor e rigidez articulars
2. Inchaço e vermelhidão na pele
3. Fadiga e fraqueza muscular
4. Tosse seca ou falta de ar
5. Seca na boca e olhos (xerostomia e xeroftalmia)
6. Manchas roxas ou vermelhas na pele (vasculite)
7. Náuseas, vômitos ou dor abdominal

O diagnóstico dessas doenças geralmente requer uma avaliação clínica cuidadosa, exames laboratoriais e, em alguns casos, biópsias de tecidos. O tratamento depende do tipo específico de DC e pode incluir medicamentos anti-inflamatórios, imunossupressores ou terapias biológicas para controlar a inflamação e minimizar os danos aos órgãos. Em alguns casos, a fisioterapia e exercícios também podem ser benéficos para manter a força muscular e a flexibilidade articular.

Onchocerciasis ocular, comumente conhecida como cegueira dos rios, é uma doença parasitarica causada pela infecção pelo nematódeo Onchocerca volvulus. A infecção ocorre através da picada de simulídeos infectados, que transmitem microfilárias (larvas imaturas) para a pele humana. Essas larvas crescem e se desenvolvem em tecidos subcutâneos, formando nódulos onchocercais.

A infecção ocular ocorre quando as microfilárias migram para os olhos, causando uma resposta inflamatória crônica que pode levar à cicatrização e opacificação da córnea, catarata, glaucoma e atrofia óptica. A infecção grave e prolongada pode resultar em cegueira permanente.

A oncocercose ocular é frequentemente encontrada em comunidades que vivem perto de rios infestados com simulídeos infectados, particularmente nas regiões da África subsariana e da América Central e do Sul. A prevenção inclui a utilização de medidas de controle de vetores, como a distribuição de insecticidas e a proteção individual contra picadas de simulídeos, bem como o tratamento macrolídeo com ivermectina, que mata as microfilárias.

Ivermectina é um fármaco antiparasitário amplamente utilizado em medicina humana e veterinária. Foi descoberto na década de 1970 e desde então tem sido usado para tratar uma variedade de infestações parasitárias, incluindo onchocercose, strongiloidíase, escabicide e pediculose em humanos. Também é eficaz contra vários outros vermes e insetos que afetam animais.

A ivermectina atua interrompendo o ciclo de vida dos parasitas, paralisando ou matando-os ao afetar seus sistemas nervoso e reprodutivo. É geralmente seguro e bem tolerado, mas podem ocorrer efeitos adversos em alguns indivíduos, especialmente em doses altas. Esses efeitos adversos podem incluir reações alérgicas, erupções cutâneas, prisão de ventre, diarreia, tontura e vômitos. Em casos raros, a ivermectina pode causar problemas neurológicos graves em pessoas com infestações parasitárias do sistema nervoso central.

Embora a ivermectina seja frequentemente usada para tratar infestações parasitárias, recentemente tem havido um interesse crescente em sua possível eficácia contra vírus, incluindo o SARS-CoV-2, que causa a COVID-19. No entanto, é importante notar que os estudos sobre seu uso contra vírus ainda estão em andamento e seus benefícios clínicos não foram plenamente estabelecidos ou aprovados pela comunidade científica e médica.

8 milhões tem alguma perda de visão a partir da infecção.[6][4] A maioria das infecções ocorrem na África Subsaariana, embora ... Adenophorea. Trichinella spiralis (Triquinelose) · Trichuris trichiura (Tricuríase) · Capillaria philippinensis (Capilaríase ... Nas áreas endêmicas da África antes dos programas de contenção, a infecção repetida levava a que mais de 50% dos homens ficarem ... Após cerca de um ano da infecção, surgem os sintomas relativos à reação contra as formas adultas. O seu alojamento debaixo da ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Equinas por Estrôngilos Infecções Equinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Equinas por Estrôngilos Infecções Equinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Equinas por Estrôngilos Infecções Equinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ... Infecções das Vias Respiratórias use Infecções Respiratórias Infecções das Vias Respiratórias Superiores use Infecções ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Eqüinas por Estrôngilos Infecções Eqüinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ... Infecções por Sarcomastigophora use Infecções por Sarcomastigóforos Infecções por Schaerophorus use Infecções por Fusobacterium ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea. Infecções por Afasmidia use Infecções por Adenophorea ... Infecções Oportunistas Relacionadas com o HIV use Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS ... Infecções por Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano use Infecções por HIV ... Infecções Virais do Sistema Nervoso Central use Viroses do Sistema Nervoso Central ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Eqüinas por Estrôngilos Infecções Eqüinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ... Infecções por Sarcomastigophora use Infecções por Sarcomastigóforos Infecções por Schaerophorus use Infecções por Fusobacterium ...
Infecções por Nematoides * Infecções por Adenophorea [C01.610.335.508.100] Infecções por Adenophorea ... Infecções por Nematoides - Conceito preferido Identificador do conceito. M0014560. Nota de escopo. As infecções por nematoides ...
Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea. Infecções por Afasmidia use Infecções por Adenophorea ... Infecções Oportunistas Relacionadas com o HIV use Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS ... Infecções por Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano use Infecções por HIV ... Infecções Virais do Sistema Nervoso Central use Viroses do Sistema Nervoso Central ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Equinas por Estrôngilos Infecções Equinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ... Infecções das Vias Respiratórias use Infecções Respiratórias Infecções das Vias Respiratórias Superiores use Infecções ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea. Infecções por Afasmidia use Infecções por Adenophorea ... Infecções Oportunistas Relacionadas com o HIV use Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS ... Infecções por Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano use Infecções por HIV ... Infecções Virais do Sistema Nervoso Central use Viroses do Sistema Nervoso Central ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecção de Ferida Pós-Operatória use Infecção da Ferida Operatória Infecção de Ferimento Pós-Operatório use Infecção da Ferida ... Infecção do Ferimento Operatório use Infecção da Ferida Operatória Infecção do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema ... Infecções do Sistema Reprodutivo use Infecções do Sistema Genital Infecções do Sistema Respiratório use Infecções Respiratórias ...
Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea. Infecções por Afasmidia use Infecções por Adenophorea ... Infecções Oportunistas Relacionadas com o HIV use Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS ... Infecções por Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano use Infecções por HIV ... Infecções Virais do Sistema Nervoso Central use Viroses do Sistema Nervoso Central ...
Infecções por Actinomyces use Actinomicose Infecções por Actinomycetales Infecções por Adenóforos use Infecções por Adenophorea ... Infecções Equinas por Strongylidae use Infecções Equinas por Estrôngilos Infecções Equinas por Strongyloidea use Infecções ... Infecções Fúngicas e Bacterianas use Infecções Bacterianas e Micoses Infecções Fúngicas Oculares use Infecções Oculares ... Infecções das Vias Respiratórias use Infecções Respiratórias Infecções das Vias Respiratórias Superiores use Infecções ...

No FAQ disponível com os "infecções por adenophorea"

No imagens disponível com os "infecções por adenophorea"