Espécie de bactérias Gram-positivas, anaeróbicas (família Clostridiaceae) utilizadas frequentemente para o estudo de ENZIMAS.
Gênero de bactérias (família Clostridiaceae) Gram-positivas, móveis ou imóveis, com várias espécies identificadas, sendo algumas patogênicas. Ocorrem na água, solo e trato intestinal de humanos e de animais inferiores.
Classe de enzimas que catalisa as reações de oxidorredução de aminoácidos.
Cobamidas referem-se a um grupo de compostos relacionados, incluindo vitaminas B12, que atuam como cofatores em reações enzimáticas envolvendo o metabolismo de aminoácidos e ácidos graxos.
Aminoácido produzido no ciclo da ureia por meio da remoção da ureia da arginina.
Elemento com símbolo atômico Se, número atômico 34 e peso atômico 78,96. É um micronutriente essencial para mamíferos e outros animais, mas é tóxico em grandes quantidades. O selênio protege estruturas intracelulares contra dano oxidativo. É um componente essencial da GLUTATIONA PEROXIDASE.
Habitante comum da flora do colo em crianças e às vezes em adultos. Produz uma toxina que causa ENTEROCOLITE PSEUDOMEMBRANOSA em pacientes recebendo antibioticoterapia.
As infecções por bactérias do gênero CLOSTRIDIUM.
Espécie de bactérias (família Clostridiaceae) Gram-positivas, anaeróbicas (forma de bastonete), que produzem proteínas com neurotoxicidade característica. Agente etiológico do BOTULISMO em humanos, patos selvagens, CAVALOS e BOVINOS. Há sete subtipos (muitas vezes chamados de tipos ou linhagens antigênicas), cada um produzindo uma toxina botulínica diferente (TOXINAS BOTULÍNICAS). Este organismo e seus esporos estão amplamente distribuídos na natureza.
Gênero de bactérias cocoides, Gram-positivas e anaeróbias, que são parte da flora normal de humanos. Seus organismos são patógenos oportunistas, causando bacteremias e infecções de tecido mole.
Grupo de enzimas que catalisam a redução de 1-pirrolina carboxilato a prolina na presença de NAD(P)H. Inclui tanto a 2-oxidorredutase (EC 1.5.1.1) quanto a 5-oxidorredutase (EC 1.5.1.2). A primeira também reduz 1-piperidina-2-carboxilato a pipecolato, e a última também reduz 1-pirrolina-3-hidroxi-5-carboxilato a hidroxiprolina.
A inflamação aguda da MUCOSA INTESTINAL caracterizada pela presença de placas ou pseudomembranas no INTESTINO DELGADO (enterite pseudomembranosa) e no INTESTINO GROSSO (colite pseudomembranosa). Ela é normalmente associada com tratamentos por antibiótico e colonização por CLOSTRIDIUM DIFFICILE.
Espécie de bactéria Gram-positiva (família Clostridiaceae) utilizada na produção industrial de SOLVENTES.

'Clostridium sticklandii' é uma bactéria gram-positiva, anaeróbia e em forma de bastonete que pertence ao gênero Clostridium. Foi descoberta por Karl F. Stickland em 1934. Essa bactéria é conhecida por sua capacidade única de realizar a fermentação sticklandiana, um processo metabólico que envolve a degradação de aminoácidos essenciais em compostos voláteis, geralmente produzindo acetato e butirato como principais produtos finais.

A bactéria 'Clostridium sticklandii' é capaz de utilizar diferentes aminoácidos como fontes de carbono e energia, mas tem uma preferência especial por alanina e glicina. Além disso, essa bactéria produz compostos voláteis sulfurados, como sulfídrico de hidrogênio (H2S), durante o seu crescimento.

Embora 'Clostridium sticklandii' não seja considerada uma bactéria patogênica, sua presença pode ser um indicador de condições anaeróbicas favoráveis ao crescimento de outras bactérias potencialmente prejudiciais. Portanto, é importante ter em mente que a identificação e o monitoramento adequados desse tipo de bactéria podem ser úteis no controle de ambientes propícios ao crescimento de patógenos.

"Clostridium" é um gênero de bactérias gram-positivas, anaeróbicas, sporuladas e móveis que ocorrem em solo e matéria fecal. Algumas espécies desse gênero são patogênicas para humanos e animais, causando doenças como botulismo, tétano, gangrena gasosa e infecções intestinais. As bactérias Clostridium produzem toxinas potentes que podem levar a sintomas graves ou até mesmo fatais em humanos e animais. A identificação dessas bactérias geralmente é feita por meio de técnicas microbiológicas, como cultura e testes bioquímicos, bem como por métodos moleculares, como PCR e sequenciamento de genes. O tratamento das infecções causadas por Clostridium geralmente inclui antibióticos e, em alguns casos, cirurgia.

Aminoácido oxirredutases são uma classe específica de enzimas que catalisam a transferência de elétrons entre moléculas, processo conhecido como reação de oxirredução. No caso das aminoácido oxirredutases, essas enzimas estão envolvidas na oxirredução de aminoácidos, que são as unidades estruturais básicas dos polipeptídeos e proteínas.

Essas enzimas desempenham um papel crucial em diversos processos metabólicos, incluindo a biossíntese e degradação de aminoácidos, o ciclo do ácido cítrico, e a geração de energia celular. Além disso, as aminoácido oxirredutases também estão envolvidas em processos de detoxificação celular, como a neutralização de compostos tóxicos que contenham enxofre ou nitrogênio.

A atividade das aminoácido oxirredutases é regulada por diversos fatores, incluindo a disponibilidade de substratos e cofatores, as condições redox celulares, e a presença de outras enzimas e proteínas. A deficiência ou excesso de atividade dessas enzimas pode levar a diversos distúrbios metabólicos e doenças, como a fenilcetonúria, a deficiência de biotina, e a doença de Alzheimer.

Em resumo, as aminoácido oxirredutases são enzimas que catalisam a transferência de elétrons entre moléculas, desempenhando um papel crucial em diversos processos metabólicos e regulatórios celulares.

Cobamidas são uma classe de compostos que incluem vitaminas do complexo B, especificamente vitaminas B-12, B-7 (biotina), e outras formas sintéticas ou naturais de cobalaminas. Eles contêm um anel corrido de tetrapirrolo com um átomo de cobalto no centro. A vitamina B-12 é a cobamida mais conhecida e importante clinicamente. Ela desempenha um papel crucial em vários processos metabólicos, especialmente na formação dos glóbulos vermelhos e no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. A deficiência de vitamina B-12 pode resultar em anemia megaloblástica, neurologia degenerativa e outros distúrbios graves de saúde. Cobamidas também são importantes para a manutenção da função normal do sistema nervoso central e podem desempenhar um papel na síntese de DNA e RNA.

Ornithina é um composto orgânico natural, mais especificamente um aminoácido. Ele não é considerado um aminoácido essencial, pois o corpo humano pode produzi-lo a partir de outros aminoácidos, como a arginina e a cetoglutarato.

Ornithina atua em diversas funções no organismo, incluindo no ciclo da ureia, um processo metabólico que ocorre no fígado e tem como finalidade eliminar o amoníaco do corpo. Além disso, ela também desempenha um papel importante na síntese de proteínas e outros aminoácidos, como a citrulina e a arginina.

Em condições normais, a ornithina é produzida e eliminada em quantidades equilibradas no organismo. No entanto, em certas situações patológicas, como na deficiência de enzimas envolvidas no ciclo da ureia, sua concentração pode ficar alterada, podendo levar a acúmulo de amônia no sangue e, consequentemente, a sintomas neurológicos graves.

Em suma, ornithina é um aminoácido importante para diversas funções metabólicas no corpo humano, especialmente no ciclo da ureia e na síntese de outros aminoácidos.

Selenium é um elemento essencial encontrado em traços em humanos e outros seres vivos. É um micronutriente importante que desempenha um papel crucial como um componente de várias enzimas importantes, conhecidas como selenoproteínas. Essas enzimas estão envolvidas em diversas funções biológicas, incluindo a proteção das células contra os danos causados por radicais livres e a regulação da função imune. O selênio também pode desempenhar um papel na prevenção de certos tipos de câncer e doenças cardiovasculares, embora mais estudos sejam necessários para confirmar esses possíveis benefícios à saúde.

A deficiência de selênio é rara em humanos, mas pode ocorrer em indivíduos que consumem dietas pobres em fontes dessa substância, como nozes, cereais integrais, mariscos e carnes magras. Os sintomas da deficiência de selênio podem incluir debilidade muscular, problemas cardiovasculares e aumento do risco de desenvolver certos tipos de câncer.

Embora o selênio seja importante para a saúde humana, é importante notar que um excesso de selênio também pode ser prejudicial. A ingestão excessiva de selênio pode causar sintomas tóxicos, como problemas gastrointestinais, perda de cabelo e unhas frágeis. Portanto, é importante consumir quantidades adequadas de selênio como parte de uma dieta equilibrada e saudável.

'Clostridium difficile' é um tipo de bactéria gram-positiva anaeróbia sporulada que pode ser encontrada no ambiente e no trato gastrointestinal saudável de alguns indivíduos. No entanto, em certas circunstâncias, especialmente após o uso de antibióticos de largo espectro que podem alterar a microbiota intestinal normal, essas bactérias podem crescer em excesso e produzir toxinas, levando ao desenvolvimento da doença conhecida como colite por *Clostridium difficile* (CDAD) ou diarreia associada a antibióticos.

A CDAD pode variar em gravidade, desde casos leves de diarreia até formas graves e potencialmente perigosas para a vida, como colite pseudomembranosa, que é caracterizada pela formação de placas brancas ou amareladas nos revestimentos do intestino grosso. Sinais e sintomas comuns da CDAD incluem diarreia aquosa frequente, crônica ou explosiva, febre, dor abdominal, náuseas e perda de apetite.

Além disso, algumas cepas de *C. difficile* têm desenvolvido resistência a múltiplos antibióticos e podem produzir quantidades maiores de toxinas, tornando-se mais difíceis de tratar e associadas a taxas mais altas de recidiva. A infecção por *C. difficile* pode ocorrer em qualquer idade, mas os idosos e pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos estão em maior risco.

As infecções por Clostridium referem-se a um tipo específico de infecção bacteriana causada pelo gênero de bactérias anaeróbicas chamado Clostridium. Existem mais de 100 espécies de bactérias Clostridium, e muitas delas são parte normal da flora intestinal humana. No entanto, algumas espécies podem ser patogênicas e causar uma variedade de infecções, dependendo do local de invasão e fatores relacionados à saúde do hospedeiro.

Algumas infecções notáveis por Clostridium incluem:

1. Tetanus (Clostridium tetani): Essa é uma infecção grave que afeta o sistema nervoso, causando rigidez muscular e espasmos dolorosos. A bactéria entra geralmente no corpo através de feridas sujas ou cortes e produz uma toxina potente que afeta o sistema nervoso.

2. Botulismo (Clostridium botulinum): Essa infecção rara, mas grave, é causada pela neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Os sintomas incluem paralisia muscular flácida, visão dupla e dificuldade em falar e engolir. A infecção pode ser adquirida por ingerir alimentos contaminados com a toxina ou por exposição a esporos da bactéria em feridas de contaminação.

3. Colite pseudomembranosa (Clostridium difficile): Essa infecção ocorre geralmente em indivíduos que receberam antibióticos por longos períodos, levando a alterações na flora intestinal e permitindo que C. difficile se multiplique. Os sintomas variam de diarreia leve a colite grave, com possível desidratação e complicações sistêmicas.

4. Infecções miogénicas (Clostridium perfringens): C. perfringens é uma bactéria comum no ambiente e pode ser encontrada em alimentos mal processados ou armazenados inadequadamente. A infecção geralmente ocorre após a ingestão de grandes quantidades de bactérias, resultando em sintomas gastrointestinais agudos, como diarreia e dor abdominal. Em casos graves, pode ocorrer mioglobalinemia (liberação de mioglobina nos rins), insuficiência renal aguda e morte.

5. Infecções cutâneas e teciduais (Clostridium spp.): As infecções cutâneas e teciduais por Clostridium spp., como C. tetani, C. septicum e outros, geralmente ocorrem em indivíduos com feridas profundas ou imunossuprimidos. Os sintomas podem incluir dor, vermelhidão, inchaço e necrose tecidual localizada, bem como possíveis complicações sistêmicas.

Em resumo, as infecções por Clostridium spp. são graves e podem causar diversas manifestações clínicas, dependendo do tipo de bactéria envolvida e da localização da infecção. O tratamento geralmente inclui antibioticoterapia adequada e, em alguns casos, cirurgia para remover o tecido necrosado. A prevenção é crucial e pode ser alcançada através de medidas adequadas de higiene, processamento e armazenamento de alimentos, bem como cuidados com feridas e imunização contra tetanos.

'Clostridium botulinum' é um bacilo gram-positivo, anaeróbio, formador de esporos, que ocorre no solo e em ambientes aquáticos. Ele produz uma potente neurotoxina chamada toxina botulínica, que é responsável por causar a doença conhecida como botulismo. Existem sete tipos de toxina botulínica (A-G), sendo as formas A, B e E as mais comumente associadas à doença em humanos.

A intoxicação por toxina botulínica ocorre quando as pessoas ingerem alimentos contaminados com a neurotoxina ou com esporos de C. botulinum que germinam e produzem a toxina no intestino. A toxina afeta o sistema nervoso, inibindo a liberação do neurotransmissor acetilcolina nas junções neuromusculares, levando a paralisia flácida dos músculos.

Os sintomas do botulismo incluem fraqueza muscular, visão dupla, visão borrada, dificuldade em falar e engolir, e paralisia que pode se espalhar para os músculos respiratórios, causando insuficiência respiratória. O botulismo é uma doença grave que requer hospitalização e tratamento imediato com antitoxina botulínica e suporte ventilatório, se necessário.

Peptostreptococcus é um gênero de bactérias gram-positivas anaeróbias ou microaerofílicas, que pertence à família Peptostreptococcaceae. Essas bactérias são parte da flora normal do trato respiratório superior, sistema geniturinário e trato gastrointestinal de humanos e animais.

Em um ambiente clínico, Peptostreptococcus pode ser encontrado em infecções associadas a tecidos necróticos ou abscessos, como por exemplo, infecções de feridas, pneumonia, meningite, endocardite e infecções do trato urinário. Essas bactérias também estão frequentemente envolvidas em infecções associadas a procedimentos odontológicos e cirúrgicos.

Embora geralmente consideradas de baixa virulência, as infecções por Peptostreptococcus podem ser difíceis de tratar devido à sua resistência a muitos antibióticos comuns. A penicilina é o tratamento antibiótico preferido para essas infecções, mas outras opções incluem clindamicina, metronidazol e vancomicina.

Pyrroline-5-carboxylate reductase (P5CR) é uma enzima que catalisa a redução da pyrroline-5-carboxylate (P5C) a prolina, um aminoácido. Esta reação é parte do ciclo da ureia e do metabolismo de arginina e prolina em humanos e outros mamíferos. A enzima P5CR desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio entre a P5C e a prolina, que estão envolvidas em vários processos fisiológicos, como a síntese de colágeno e a resposta ao estresse oxidativo. A deficiência dessa enzima pode resultar em doenças genéticas raras, como a síndrome de Hylak-Reardon.

A reação catalisada pela P5CR é a seguinte:

Pyrroline-5-carboxylate + NADPH + H+ ⇌ Prolina + NADP+ + H2O

Em resumo, as pirrolina carboxilato redutases são enzimas que catalisam a redução da pyrroline-5-carboxylate a prolina, desempenhando um papel importante no metabolismo de arginina e prolina em humanos e outros mamíferos.

A Enterocolite Pseudomembranosa é uma doença inflamatória do intestino grosso e delgado, frequentemente observada como complicação após o uso de antibióticos de largo espectro. É causada por infecção por Clostridioides difficile (antiga nomenclatura: Clostridium difficile), uma bactéria que produz toxinas e causa diarreia aquosa, crampes abdominais, náuseas e, em casos graves, megacólon tóxico e peritonite.

A infecção por C. difficile ocorre geralmente em indivíduos cuja microbiota intestinal foi alterada devido ao uso de antibióticos, permitindo que a bactéria se multiplique livremente no trato gastrointestinal. A infecção pode também ser adquirida através do contato com superfícies ou objetos contaminados com fezes infectadas.

A característica distintiva da enterocolite pseudomembranosa é a formação de placas (pseudomembranas) nas paredes do intestino, compostas por leucócitos, mucus e bactérias mortas. Essas placas podem ser observadas durante endoscopia ou na autópsia.

O tratamento geralmente consiste em antibioticoterapia específica contra C. difficile, como metronidazol ou vancomicina, além de medidas de suporte para manter a hidratação e nutrição do paciente. Em casos refratários, podem ser necessárias intervenções adicionais, como transplante fecal.

'Clostridium acetobutylicum' é um tipo de bactéria gram-positiva, anaeróbia e formatadora de esporos pertencente ao gênero Clostridium. Essas bactérias são conhecidas por sua capacidade de fermentar uma variedade de açúcares e outros carboidratos, produzindo ácidos orgânicos, particularmente ácido acético e ácido butírico, bem como gases, como dióxido de carbono e hidrogênio.

Além disso, 'Clostridium acetobutylicum' é capaz de produzir solventes, como o álcool butílico e o acetona, através do processo de fermentação conhecido como acetona-butanol-etanol (ABE). Esse processo tem sido estudado para a produção industrial de biocombustíveis e outros produtos químicos de interesse.

Apesar de sua capacidade de produzir solventes úteis, 'Clostridium acetobutylicum' também pode ser patogênica em humanos e animais, causando doenças como a fermentação entérica necrosante e o botulismo. Portanto, é importante manusear essa bactéria com cuidado e seguir as precauções adequadas de laboratório ao trabalhar com ela.

Clostridium sticklandii [B03.300.390.400.200.710] Clostridium sticklandii * Clostridium symbiosum [B03.300.390.400.200.713] ... Clostridium tetani - Conceito preferido Identificador do conceito. M0004639. Nota de escopo. [Espécie de bactéria gram-positiva ... Clostridium tetani. Nota de escopo:. Causa del TÉTANOS en humanos y animales domésticos. Es un habitante común de los ... Espécie de bactéria gram-positiva do gênero Clostridium] Causadora o TÉTANO em humanos e animais domésticos. É um habitante ...

No FAQ disponível com os "clostridium sticklandii"