Platirrino é um termo utilizado em anatomia e antropologia para se referir a primatas com nariz achatado e largo, onde as narinas estão voltadas lateralmente em vez de para frente. O termo "platyrrhini" significa "nariz largo" ou "nariz plano", derivado das palavras gregas "platys" (largo) e "rhis" (nariz).

Este grupo inclui todos os macacos do Novo Mundo, como capuchinhos, micos, sagüis, entre outros. A maioria dos platirrinos habita florestas tropicais úmidas da América Central e do Sul. Sua dieta é onívora, mas a maior parte dela consiste em frutos, folhas, sementes e insetos.

A característica morfológica distintiva dos platirrinos é sua face plana com narinas laterais, que são separadas por uma pele nu e grossa chamada septo nasal. Além disso, eles possuem um número diferente de cromossomos em comparação aos primatas do Velho Mundo (catarrinos), como macacos, gorilas e humanos.

Em resumo, platirrinos é um termo médico que refere-se a um grupo específico de primatas com nariz largo e achatado, onde as narinas estão voltadas para os lados em vez de para frente, característica distintiva da maioria dos macacos do Novo Mundo.

Cebidae é uma família de primatas do Novo Mundo que inclui capuchinhos, macacos-pregos e micos. Eles são encontrados principalmente nas florestas da América Central e do Sul. A maioria das espécies tem caudas longas e não prehensis, exceto algumas do gênero Ateles (macacos-aranha), que têm caudas pré-hensis. Cebidae é dividido em duas subfamílias: Cebinae (que inclui capuchinhos e macacos-pregos) e Atelinae (que inclui macacos-aranha, muriquis e outros). Esses primatas são onívoros, com uma dieta que varia de frutas, folhas, insetos e pequenos vertebrados. Alguns deles também são conhecidos por sua inteligência e habilidade manual.

De acordo com a medicina veterinária e a zoologia, Pitheciidae é uma família de primatas da infraordem Platyrrhini (primatas do Novo Mundo), também conhecidos como sakis, uacaris e pitanguis. Esses primatas são encontrados principalmente nas florestas tropicais da América do Sul, especialmente nos países como Brasil, Colômbia, Peru, Equador e Bolívia.

A família Pitheciidae é dividida em três subfamílias: Pitheciinae (que inclui gêneros como Pithecia, Chiropotes e Cacajao), Callicebinae (com gêneros como Callicebus) e Aotinae (com o gênero Aotus).

Os membros da família Pitheciidae são conhecidos por sua dieta frugívora, habilidades de saltar e escalar árvores, e uma variedade de comportamentos sociais. Alguns deles apresentam dimorfismo sexual acentuado na coloração do pelo, com machos e fêmeas frequentemente tendo diferentes padrões de cores.

Em termos médicos, é importante conhecer as características dessa família de primatas para fins de pesquisa, conservação e manejo em zoológicos, além de fornecer cuidados adequados a esses animais em situações clínicas.

"Cebus" é um género de primatas da família Cebidae, também conhecidos como capuchinhos. Existem várias espécies diferentes de capuchinhos, mas geralmente são animais de pequeno a médio porte com cerca de 30 a 60 centímetros de comprimento e um peso que varia entre 1,3 a 4,5 quilogramas.

Os capuchinhos são originários da América Central e do Sul e são conhecidos por sua inteligência e adaptabilidade. Eles têm hábitos arborícolas e dieta onívora, alimentando-se de frutas, nozes, sementes, insetos, ovos e pequenos vertebrados.

Alguns capuchinhos são mantidos como animais de estimação ou usados em pesquisas científicas devido à sua inteligência e capacidade de aprender tarefas complexas. No entanto, é importante notar que a captura e manuseio de capuchinhos selvagens é ilegal em muitos países e pode causar danos às populações selvagens e à ecologia local.

Strepsirhini é um infraordem de primatas que inclui lêmures, loris e gálagos. Eles são caracterizados por terem um nariz úmido com uma divisão clara entre as narinas, um cérebro pequeno em comparação com outros primatas, um polegar opositor não totalmente ossificado e uma habilidade de produzir um tipo específico de secreção na glândula do braço. Além disso, a maioria dos strepsirrinos tem olhos voltados para frente e uma cauda longa. Eles são encontrados principalmente em habitats tropicais da África e Ásia.

Cercopithecidae é uma família de primatas Old World que inclui macacos e babuínos. Esses primatas são originários da África e da Ásia, e incluem cerca de 130 espécies diferentes. Geralmente, os membros dessa família apresentam caudas longas, narizes móveis e faces sem pelos. Alguns deles também têm glândulas odoríferas na região do quadril ou no peito que usam para marcar território ou atrair parceiros sexuais.

Os cercopitecideos são onívoros, com uma dieta que inclui frutas, folhas, sementes, insetos e outros animais pequenos. Alguns deles também se alimentam de raízes e tubérculos. Esses primatas geralmente vivem em grupos sociais complexos, com hierarquias claras e sistemas de comunicação elaborados.

Algumas espécies de cercopitecideos estão ameaçadas de extinção devido à perda de habitat e caça excessiva. A conservação desses primatas é importante não apenas por razões éticas, mas também porque eles desempenham um papel crucial nos ecossistemas em que vivem.

Os primatas são um grupo de mamíferos que incluem humanos e os seus parentes próximos, assim como macacos, lemures, loris e tarsiers. Eles são caracterizados por terem dedos alongados com unhas em vez de garras (com exceção dos tarsiers), além de possuírem um polegar oponível que lhes permite uma variedade de movimentos complexos das mãos e pés. Os primatas também apresentam um cérebro relativamente grande em comparação com outros mamíferos, bem como uma visão estereoscópica aprimorada e um sistema nervoso central mais desenvolvido. A maioria dos primatas é arbórea, ou seja, vivem nos bosques e arvores, embora alguns tenham adaptado-se a ambientes terrestres.

Filogenia é um termo da biologia que se refere à história evolutiva e relacionamento evolucionário entre diferentes grupos de organismos. É a disciplina científica que estuda as origens e desenvolvimento dos grupos taxonômicos, incluindo espécies, gêneros e outras categorias hierárquicas de classificação biológica. A filogenia é baseada em evidências fósseis, anatomia comparada, biologia molecular e outros dados que ajudam a inferir as relações entre diferentes grupos de organismos. O objetivo da filogenia é construir árvores filogenéticas, que são diagramas que representam as relações evolutivas entre diferentes espécies ou outros táxons. Essas árvores podem ser usadas para fazer inferências sobre a história evolutiva de organismos e características biológicas. Em resumo, filogenia é o estudo da genealogia dos organismos vivos e extintos.

'Glue' não é um termo usado diretamente em medicina, mas há algumas substâncias adesivas usadas em procedimentos médicos e cirúrgicos que podem ser descritas como "cola". Essas substâncias são frequentemente utilizadas para fixar tecidos ou dispositivos médicos durante a cirurgia.

Um exemplo é o uso de cola de fibrina, uma substância adesiva natural produzida pelo corpo durante a coagulação sanguínea. É às vezes usada em cirurgias para ajudar a parar o sangramento e promover a cura. Outras colas sintéticas, como as baseadas em cianoacrilato, também são utilizadas em procedimentos médicos e cirúrgicos, geralmente para fixar materiais como tecidos ou dispositivos médicos.

No entanto, é importante notar que essas substâncias adesivas específicas têm propriedades e usos diferentes, e seu uso deve ser avaliado e decidido por profissionais médicos qualificados com base nas necessidades individuais do paciente.

Cheirogaleidae é uma família de primatas Lemuriformes endêmicos da região de Madagascar. Eles são popularmente conhecidos como lêmures-voadores, embora apenas algumas espécies tenham a habilidade real de planar. Esses pequenos primatas têm uma pelagem densa e macia, com tamanhos que variam de 12 a 30 cm de comprimento, além de caudas longas. Eles pesam entre 30 a 500 gramas.

A definição médica de Cheirogaleidae inclui as seguintes características:

* Ordem Primatas
* Subordem Strepsirrhini
* Infraordem Lemuriformes
* Parvordem Lorisiformes
* Família Cheirogaleidae

Existem cerca de 30 espécies reconhecidas em quatro gêneros dentro da família Cheirogaleidae: Microcebus, Mirza, Allocebus e Cheirogaleus. Esses lêmures são noturnos e onívoros, com uma dieta que inclui frutas, insetos, aranhas, lagartos, ovos de pássaros e, em alguns casos, néctar e gomas das árvores.

Alguns lêmures-voadores têm a capacidade de entrar em um estado de torpor, reduzindo sua taxa metabólica e temperatura corporal para conservar energia durante períodos de escassez de alimentos ou condições climáticas adversas. Isso é uma adaptação importante para a sobrevivência em ambientes instáveis.

Em geral, os lêmures-voadores são animais arbóreos e solitários, embora algumas espécies sejam encontradas em grupos familiares. Eles têm hábitos reprodutivos variados, com filhotes que nascem após um período de gestação que varia entre 50 a 70 dias. Os jovens são desmamados após cerca de dois meses e alcançam a maturidade sexual entre 10 a 24 meses de idade, dependendo da espécie.

A conservação dos lêmures-voadores é uma preocupação importante devido ao seu status vulnerável ou ameaçado em muitas regiões. A destruição do habitat, caça e captura para o comércio de animais de estimação são as principais ameaças à sua sobrevivência. A proteção dos habitats naturais e a educação do público sobre a importância desses animais únicos são essenciais para garantir a conservação da diversidade biológica e a sustentabilidade dos ecossistemas em que vivem.

"Gorilla gorilla" é a espécie científica que inclui os gorilas de planalto ocidental, um dos dois morros de gorilas existentes no mundo. Esses primatas são nativos das florestas tropicais da África Central e são os maiores primatas não humanos sobre a terra. Eles têm uma estrutura corporal robusta, com braços longos e poderosos, um torso grande e pernas fortes. Seus pelos são geralmente castanhos ou negros, dependendo da idade e do sexo.

Os gorilas de planalto ocidental são conhecidos por sua inteligência e complexa estrutura social. Eles vivem em grupos familiares liderados por um silverback macho dominante, que é responsável pela proteção do grupo contra predadores e outros gorilas. Sua dieta consiste principalmente de folhas, frutos, brotos e cascas de árvores.

Infelizmente, os gorilas de planalto ocidental estão em risco crítico de extinção devido à perda de habitat, caça ilegal e doenças transmitidas por humanos. A conservação da espécie é uma prioridade importante para garantir sua sobrevivência a longo prazo.

De acordo com a medicina veterinária e a zoologia, Lemures não são termos médicos, mas sim um grupo de primatas prosimianos endêmicos da ilha de Madagascar. Eles estão relacionados às loris e galagos, e formam o infraordem Lemuriformes.

Existem cerca de 100 espécies e subespécies de lemures, variando em tamanho, forma e comportamento. Alguns têm aparência similar a macacos ou gatos, enquanto outros se assemelham a roedores ou morcegos. Seu peso varia entre 30 gramas e 9 kg.

Os lemures são conhecidos por suas habilidades noturnas e locomoção arbórea, além de possuírem um olho parietal (ou "terceiro olho") rudimentar para detectar predadores noturnos. Eles têm uma dieta variada, incluindo frutas, folhas, flores, cascas e insetos.

Embora o termo 'lemur' tenha sido originalmente aplicado por Carl Linnaeus em 1758 com um significado mais amplo para designar vários primatas noturnos, atualmente refere-se especificamente a esses primatas endêmicos de Madagascar.

'Enciclopedias as a Subject' não é uma definição médica em si, mas sim um tema ou assunto relacionado ao campo das enciclopédias e referências gerais. No entanto, em um sentido mais amplo, podemos dizer que esta área se concentra no estudo e catalogação de conhecimento geral contido em diferentes enciclopédias, cobrindo uma variedade de tópicos, incluindo ciências médicas e saúde.

Uma definição médica relevante para este assunto seria 'Medical Encyclopedias', que se referem a enciclopédias especializadas no campo da medicina e saúde. Essas obras de referência contêm artigos detalhados sobre diferentes aspectos da medicina, como doenças, procedimentos diagnósticos, tratamentos, termos médicos, anatomia humana, história da medicina, e biografias de profissionais médicos importantes. Algumas enciclopédias médicas são direcionadas a um público especializado, como médicos e estudantes de medicina, enquanto outras são destinadas ao grande público leigo interessado em conhecimentos sobre saúde e cuidados médicos.

Exemplos notáveis de enciclopédias médicas incluem a 'Encyclopedia of Medical Devices and Instrumentation', 'The Merck Manual of Diagnosis and Therapy', ' tabulae anatomicae' de Vesalius, e a 'Gray's Anatomy'. Essas obras desempenharam um papel importante no avanço do conhecimento médico, fornecendo uma base sólida para o estudo e prática da medicina.

Desculpe por qualquer confusão, mas "Madagáscar" é na realidade uma ilha localizada no Oceano Índico, situada a cerca de 400 quilômetros da costa leste da África. Não há um termo médico associado a "Madagáscar". No entanto, é importante notar que Madagáscar possui uma biodiversidade única e rica, com muitas espécies endêmicas de plantas e animais, o que torna o estudo da ecologia e biologia da ilha muito interessante. Algumas dessas espécies são objeto de pesquisa médica, especialmente em termos de potenciais aplicações farmacológicas.