• A espécie foi descrita em 1909 pelo médico brasileiro Carlos Chagas, como Trypanosoma cruzi. (wikipedia.org)
  • No mesmo ano, Chagas recombinou-a em um novo gênero, o Schizotrypanum, após reconhecer particularidades biológicas no ciclo reprodutivo que a diferenciava das demais espécies do gênero Trypanosoma. (wikipedia.org)
  • Em 1912, Delanoë e Delanoë descrevem o parasita Pneumocystis carinii, demonstrando que as particularidades do ciclo reprodutivo observadas por Chagas eram na verdade de um outro parasita, fazendo com que Chagas retomasse o uso de Trypanosoma cruzi. (wikipedia.org)
  • T. cruzi é politípico, com duas subespécies reconhecidas: Trypanosoma cruzi cruzi, agente da doença de Chagas, e o Trypanosoma cruzi marinkellei, encontrado apenas em morcegos no Continente americano. (wikipedia.org)
  • T. cruzi II está mais associado aos casos crônicos a doença de Chagas, especialmente no cone sul da América do Sul. (wikipedia.org)
  • O protozoário Trypanosoma cruzi, gerador da doença de Chagas pode ser a nova solução da medicina contra o câncer. (mundodastribos.com)
  • Trypanosoma cruzi é um protozoário parasita que causa uma doença chamada doença de Chagas. (curiosidadesmisterios.com)
  • O Chagas é uma doença tropical causada pelo parasita Trypanosoma cruzi considerada negligenciada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). (dndial.org)
  • Para o diagnóstico na fase crônica da doença de Chagas, se busca a presença indireta de anticorpos (IgG, anti- T.cruzi ) no sangue da pessoa, por meio de exames sorológicos. (dndial.org)
  • O T. cruzi é um protozoário unicelular e parasita obrigatório. (wikipedia.org)
  • Em função desse ciclo digenético, Trypanosoma cruzi desenvolveu mecanismos adaptativos que permitem que o parasita sobreviva às diversas mudanças físico-químicas na passagem de um hospesdeiro para outro. (wikipedia.org)
  • O T. cruzi ocorre naturalmente do sul dos Estados Unidos até a Argentina, sendo relativamente incomum na bacia amazônica. (wikipedia.org)
  • Ao contrário das outras espécies do subgênero Schizotrypanum, o T. cruzi tem um amplo espectro de hospedeiros, sendo reportada a infecção em mais de 150 espécies de mamíferos. (wikipedia.org)
  • Apresentação de diapositivos acerca de aspectos parasitológicos e de resposta imunológica do organismo humano ao Trypanosoma cruzi. (slideshare.net)
  • Nova tripanozomiase humana: Estudos sobre a morfolojia e o ciclo evolutivo do Schizotrypanum cruzi n. gen., n. sp. (wikipedia.org)
  • Ciclo do T. Cruzi no Inseto Vetor. (slideshare.net)
  • As taxas de prevalência do T. cruzi em outros animais domésticos, como porcos, cavalos, bois e cabras, são geralmente muito baixas. (wikipedia.org)
  • Trypanosoma cruzi é uma espécie de protozoário flagelado da família Trypanosomatidae. (wikipedia.org)
  • REINO: Protista FILO: Euglenozoa CLASSE: Zoomastigophora ORDEM: Kinetoplastida FAMÍLIA: Trypanosomatidae GÊNERO: Trypanosoma ESPÉCIE: Trypanosoma cruzi Trypanossoma Cruzi. (slideshare.net)
  • Resumo: Experimentos realizados por ASSIS (1997), com camundongos scm mostraram que, a susceptibilidade desse animal ao Trypanosoma cruzi, era revertida através da repopulação com as células esplênicas da linhagem congênica BALB/c, e que os anticorpos anti- T cruzi transferidos passivamente, controlavam apenas a parasitemia, demonstrando a importância desse modelo experimental, nos estudos das funções dos linfócitos isoladamente na infecção pelo Trypanosoma cruzi. (unicamp.br)
  • Tem experi ncia na rea de Parasitologia, com nfase em Protozoologia Parasit ria Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: Trypanosoma cruzi, Toxoplasma gondii, microscopia confocal, microscopia eletr nica e citoesqueleto. (cnpq.br)
  • Tem experiência na área de biologia celular, com ênfase em tripanossomatídeos, atuando principalmente nos seguintes temas: Biologia celular, Trypanosoma cruzi, amastigota extracelular, Interação parasita hospedeiro, citoesqueleto de actina e membrana celular. (ufsc.br)
  • Publicado no segundo semestre deste ano, estudo realizado por nosso grupo de colaboração coordenado pelo Dr. André Tempone do Instituto Adolfo Lutz demonstrou que derivados mais simples dos alcaloides guanidínicos isolados da esponja Monanchora arbuscula também matam os parasitas Leishmania ( L .) infantum e Trypanosoma cruzi . (qosbioiqsc.blog)
  • O exame convencional para Leishmania pode apresentar resultados falso-positivos pois, no momento do exame, o animal pode ter produzido anticorpos contra outros parasitas que são da mesma família da Leishmania , como Trypanosoma cruzi . (jor.br)
  • Nas amostras dos cães de Bauru, 65% dos testes sorológicos foram positivos para Leishmania e 40% para Trypanosoma cruzi . (jor.br)
  • Patógenos de interesse atual: Trypanosoma cruzi, Leishmania amazonensis, Candida albicans e não-albicans. (ufsc.br)
  • Inoculado no organismo pela picada do barbeiro, um inseto de hábitos noturnos que se alimenta de sangue, o protozoário Trypanosoma cruzi influencia o funcionamento das células humanas antes mesmo de as invadir. (fapesp.br)
  • O barbeiro macho e as ninfas também são hematófogos e, deste modo, podem infectar o ser humano com o protozoário Trypanosoma cruzi que esteja nas fezes. (culturalivre.com)
  • O Trypanosoma cruz i entra no sangue a partir do contato das fezes do inseto "barbeiro" através da pele ferida ou mucosa do olho, ou pela ingestão de alimentos contaminados com esse material. (saude.gov.br)
  • O Trypanosoma cruzi pode ser transmitido pelo barbeiro, que pica a vítima para se alimentar de sangue e, no ato, defeca, evacuando o parasita. (uol.com.br)
  • O Trypanosoma cruzi pode ser transmitido pelo barbeiro. (abril.com.br)
  • Formas tripomastigotas metacíclicas de cepas de Trypanosoma cruzi do grupo genético TcI são pouco invasivas, sendo essa propriedade atribuída à expressão e liberação de altos níveis de gp90, molécula de superfície que funciona como modulador negativo da invasão celular. (fapesp.br)
  • Neste projeto, estamos interessados em usar a pinça óptica e quantum dots como uma nova ferramenta no estudo da interação triatomíneos/tripanossomatídeos utilizando o Hemíptera-Reduviideo, R. prolixus como modelo, pois é o hospedeiro invertebrado do Trypanosoma cruzi/ Trypanosoma rangeli.Imagem de células vivas em tempo real é um dos maiores desafios para a biologia celular. (inct-infabic.net.br)
  • Os resultados demonstram que VNI inibe especificamente uma enzima do protozoário Trypanosoma cruzi essencial para a multiplicação e integridade celular. (isaude.net)
  • Neste trabalho apresentamos um estudo das inter-relações recentes entre os ciclos de transmissão silvestre e doméstico do T. cruzi no município de Bambuí, Minas Gerais, Brasil. (scielo.br)
  • América Latina (WHO, 2002), 1,9 milhão pelo protozoário Trypanosoma cruzi (T. cru- delas no Brasil (OPS, 2004). (bvsalud.org)
  • Segundo o Ministério da Saúde, existem entre dois e três milhões de indivíduos infectados pelo Trypanosoma cruzi no Brasil. (unifesp.br)
  • As taxas de prevalência do T. cruzi em outros animais domésticos, como porcos, cavalos, bois e cabras, são geralmente muito baixas. (wikipedia.org)
  • Manutencao do T. cruzi em animais. (ufmg.br)
  • Entre 1895 e 1896, David Bruce verificou que os tripanossomos Trypanosoma rucei eram agentes da doença conhecida como "magana", uma doença que afeta equídeos e outros animais. (wikipedia.org)
  • É nas fezes do inseto que está o Trypanossoma cruzi , um protozoário flagelado que parasita animais selvagens como o tatu. (todamateria.com.br)
  • A conversão de histidina em glutamato, aminoácido cujo metabolismo vem sendo estudado no nosso laboratório, parece plausível, já que os genes codificantes para as enzimas dessa via metabólica foram identificados no genoma do T. cruzi. (fapesp.br)
  • O fato de TcTREZO ser encontrado apenas em T. cruzi sugere que ele possa ter tido algum papel na especiação deste parasita por amplificação e distribuição no genoma. (epm.br)
  • Até onde se sabe, o T. cruzi é o único organismo em que a MVK exerce uma segunda, e inesperada, função além de sintetizar colesterol", diz a bióloga Diana Bahia, pesquisadora do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Unifesp e coordenadora da pesquisa. (fapesp.br)
  • Com a padronização deste sistema de PCR multiplex novas possibilidades nos processos de caracterização molecular do T. cruzi serão alcançadas permitindo determinar com segurança a DTU para as cepas do T. cruzi empregando uma única amostra de DNA. (blucher.com.br)
  • Após décadas de pesquisa, vários marcadores moleculares foram descritos para o T. cruzi e com base em seus perfis eletroforéticos, um grupo de pesquisadores estabeleceu um consenso para a nomenclatura do T. cruzi: as cepas do T. cruzi são referidas como Discretas Unidades Taxonômicas (DTUs) chamadas de T. cruzi I a T. cruzi VI. (blucher.com.br)
  • Nenhuma amostra foi positiva pela PCR para pesquisa de T. cruzi . (jor.br)
  • Laboratory analysis of the flight of Rhodnius brethesi Matta, 1919, potential wild vector of Trypanosoma cruzi in the Brazilian Amazon. (bvsalud.org)
  • Em 1909 o pesquisador alemão Friedrich Klein e publicou o desenvolvimento do Trypanosoma brucei gambiense , o agente da tripanossomíase humana africana na mosca, provando que o parasito estava presente nas moscas glossinas por um período mínimo antes de causar infecção. (wikipedia.org)
  • A presença do material genético do parasita Trypanosoma cruzi foi detectada em 14 produtos (10% do total das amostras). (pebmed.com.br)
  • Neste projeto pretendemos caracterizar o envolvimento do estresse oxidativo causado pela infecção por T. cruzi na formação de dano no material genético e no metabolismo do DNA da célula hospedeira. (usp.br)
  • T tulo: Isolamento e caracteriza o da forma amastigota do Trypanosoma cruzi. (cnpq.br)
  • No Trypanosoma cruzi , a tiossemicarbazona atravessa a membrana da célula e atua diretamente na forma amastigota (que não possui flagelo), considerada a mais resistente. (usp.br)
  • Os nossos dados demonstram que camundongos infectados pelo T cruzi produzem metabólicos do ácido aracdônico como PGE IND. (usp.br)
  • Amostras de T. cruzi isoladas via xenodiagnóstico e hemocultura de 43 gambás ( Didelphis albiventris ) capturados em ambiente peridomiciliar e silvestre foram caracterizadas isoenzimaticamente e, independentemente da via de isolamento, apresentaram perfil de zimodema Z1. (scielo.br)
  • A razão IL-4 /IFN-g foi maior nos pacientes com a co- infeccão pelo HIV /T. cruzi, que sugere um balanco favorável para perfil Th2 nesse grupo de pacientes . (bvsalud.org)