• Atua na rea de Bioqu mica, com nfase em Biologia Molecular Vegetal, principalmente nos seguintes temas: Eucalyptus, gen mica estrutural e funcional, regula o da express o g nica, transforma o gen tica, plantas transg nicas e biosseguran a. orientador de mestrado e doutorado pelo PPG Biologia Celular e Molecular do CBiot/UFRGS. (cnpq.br)
  • sequenciamento e an lise funcional de pequenos RNAs n o codificadores (e.g. microRNAs, siRNAs, e piRNAs): Professores Jo o Trindade Marques e Santuza Maria R. Teixeira. (ufmg.br)
  • A asma uma doen a inflamat ria cr nica caracterizada por hiper-responsividade das vias a reas e que se manifesta por obstru o ao fluxo a reo, revers vel espontaneamente ou pelo tratamento. (uerj.br)
  • A asma br nquica uma doen a cr nica caracterizada por inflama o da via a rea, hiper-responsividade br nquica e crises de broncoespasmo com obstru o revers vel ao fluxo a reo. (uerj.br)
  • Desta forma a asma br nquica uma doen a cr nica, caracterizada por inflama o da via a rea, hiper-responsividade br nquica e crises de broncoespasmo com obstru o revers vel ao fluxo a reo. (uerj.br)
  • Embora a aplica o de F tenha sido eficiente, o tempo de aplica o n o teve influ ncia na incorpora o de F nem na a o anticariog nica do FFA. (sbpqo.org.br)
  • Lyell era um advogado por profiss o e n o tinha prepara o em mec nica ou resist ncia dos materiais. (forumbrasil.net)
  • Uso: diagn stico do infarto do mioc rdio A troponina um complexo de tr s prote nas, que regula a intera o da miosina com a actina no processo contr til: a troponina T (liga o complexo a tropomiosina), a troponina C (liga o c lcio no in cio da contra o) e a troponina I (um inibidor que bloqueia a concentra o na aus ncia do c lcio). (biolabor.net.br)
  • evolu o de vias de regula o de fen menos biol gicos. (ufmg.br)
  • Processos patol gicos causados por estes microorganismos s o de dif cil diagn stico, devido caracter stica cr nica e inespec fica do processo e dificuldade de isolamento do germe nos locais afetados. (biolabor.net.br)
  • avalia o da reserva insul nica pancre tica. (biolabor.net.br)
  • Avalia o da reserva insul nica pancre tica: em muitas circunst ncias cl nicas, pode ser interessante determinar a exist ncia ou n o de uma reserva secretora de insulina. (biolabor.net.br)
  • A medida do pept deo C, em condi es basais ou ap s est mulo, considerada o melhor m todo para estudo da reserva insul nica pancre tica, por n o sofrer interfer ncias. (biolabor.net.br)
  • A carbamazepina um dos mais populares agentes antiepil ticos em uso na atualidade, sendo utilizada em epilepsia, controle de dor neurog nica, neuralgia trigeminal e neuropatia diab tica, al m de uso documentado em dist rbio bipolar e outras doen as psiqui tricas e neurol gicas. (biolabor.net.br)
  • ser feito pra reinventar um gênero uma vez falecido. (wikidot.com)
  • A brucelose uma patologia febril aguda, causada por bact rias do g nero Brucella sp. (biolabor.net.br)
  • O teste usado tamb m para pacientes com colestase cr nica, em nutri o parenteral prolongada, com doen a maligna (em especial aqueles com by pass intestinal cir rgico) e naqueles com s ndromes de m absor o (fibrose c stica, pancreatite cr nica, carcinoma pancre tico). (biolabor.net.br)
  • a nica vitamina sintetizada exclusivamente por microorganismos, sendo estocada primariamente no f gado sob a forma de adenosilcobalamina. (biolabor.net.br)
  • O antibiograma realizado para a bact ria isolada considerada potencialmente patog nica, segundo as normas do NCCLS. (biolabor.net.br)