• Transferrina ou siderofilina é uma glicoproteína (proteínas modificadas por ligações covalentes a hidratos de carbono) plasmática do sangue que transporta o ferro. (wikipedia.org)
  • As glicoproteínas de transferrina se ligam avidamente ao ferro, porém de forma reversível. (wikipedia.org)
  • Embora o ferro ligado à transferrina seja inferior a 0,1% (4 mg) do ferro total do corpo, forma o pool de ferro mais vital com a maior taxa de renovação (25 mg / 24 h). (wikipedia.org)
  • Quando não ligada ao ferro, a transferrina é conhecida como "apotransferrina" (ver também apoproteína). (wikipedia.org)
  • Quando uma proteína transferrina carregada com ferro encontra um receptor de transferrina na superfície de uma célula, por exemplo, precursores eritroides na medula óssea, liga-se a ela e é transportada para dentro da célula numa vesícula por endocitose mediada por receptor. (wikipedia.org)
  • O pH da vesícula é reduzido por bombas de íons de hidrogênio (H+ ATPases) a cerca de 5.5, fazendo com que a transferrina libere os seus íons de ferro. (wikipedia.org)
  • O receptor com sua ligante transferrina é então transportado através do ciclo endocítico de volta à superfície da célula, pronto para outra rodada de absorção de ferro. (wikipedia.org)
  • Cada molécula de transferrina tem a capacidade de transportar dois íons de ferro na forma férrica (Fe3+). (wikipedia.org)
  • Profissionais médicos devem verificar o nível sérico de transferrina na deficiência de ferro e em distúrbios de sobrecarga de ferro, como a hemocromatose. (wikipedia.org)
  • O principal papel da transferrina é administrar ferro a partir de centros de absorção no duodeno e macrófagos para todos os tecidos. (wikipedia.org)
  • O receptor ajuda a manter a homeostase do ferro nas células, controlando as concentrações de ferro. (wikipedia.org)
  • Encontra-se na mucosa e liga-se ao ferro, criando assim um ambiente com baixo teor de ferro livre que impede a sobrevivência bacteriana num processo chamado retenção de ferro. (wikipedia.org)
  • Um nível aumentado de transferrina no plasma é frequentemente observado em pacientes que sofrem de anemia por deficiência de ferro, durante a gravidez, e com o uso de contraceptivos orais, refletindo um aumento na expressão da proteína transferrina. (wikipedia.org)
  • Quando os níveis plasmáticos de transferrina aumentam, há uma diminuição recíproca na porcentagem de saturação de ferro na transferrina e um aumento correspondente na capacidade total de ligação de ferro nos estados deficientes em ferro. (wikipedia.org)
  • Por ter grande afinidade pelo ferro na forma férrica (Fe+3), o remove da hemossiderina e ferritina e em menor extensão da transferrina. (medicinanet.com.br)
  • Pertence ao transportador de ferro ou família de glicoproteínas de transferrina. (portalsaofrancisco.com.br)