Família de bactérias Gram-negativas, cujos membros predominam na flora bacteriana de PLÂNCTON, PEIXES e ÁGUA DO MAR. Alguns membros são importantes patógenos para humanos e animais.
Gênero de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbias e em forma de bastonete, que são comuns no ambiente marinho e nas superfícies e conteúdos intestinais de animais marinhos. Algumas espécies são bioluminescentes e são encontradas como simbiontes em órgãos luminosos especializados de peixes.
Gênero de VIBRIONACEAE composto de curtos bacilos ligeiramente curvos, com motilidade, que são Gram-negativos. Várias espécies produzem cólera e outros distúrbios gastrointestinais, bem como causam aborto em ovelhas e vacas.
Espécie de bactéria Gram-negativa do gênero ALIIVIBRIO que apresenta LUMINESCÊNCIA. A. fischeri é encontrada em relação simbiótica com a espécie de LULA Euprymna scolopes.
Espécie de bactérias (gênero VIBRIO) halofílicas, que habitam ÁGUA DO MAR quente. Podem causar infecção nas pessoas que ingerem alimentos marinhos crus contaminados ou nos que têm feridas abertas expostas à água do mar.
Espécie de bactéria encontrada no ambiente marinho, alimentos marinhos e fezes de pacientes com enterite aguda.
Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.
Invertebrados aquáticos que pertencem ao filo dos MOLUSCOS ou o subfilo dos CRUSTÁCEOS e utilizados como alimento.
Água salinizada dos OCEANOS E MARES que supre habitat para organismos marinhos.
As infecções por bactérias do gênero VIBRIO.
Filo composto por bactérias púrpura e seus parentes, que constitui um ramo da árvore eubacteriana. Este grupo de bactérias predominantemente Gram-negativas é classificado com base na homologia de sequências nucleotídicas equivalentes de RNA ribossômico 16S, ou pela hibridização de RNA ou DNA ribossômico com 16S e RNA ribossômico com 23S.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Estudo da estrutura, crescimento, função, genética e reprodução de bactérias, e de INFECÇÕES BACTERIANAS.
Um dos três domínios da vida, também denominado Eubacterias (os outros são Eukarya e ARCHAEA). São micro-organismos procarióticos, unicelulares, com parede celular geralmente rígida. Multiplicam-se por divisão celular e apresentam três formas principais: redonda (cocos), bastonete (bacilos) e espiral (espiroquetas). Podem ser classificadas pela resposta ao OXIGÊNIO (aeróbicas, anaeróbicas, ou anaeróbicas facultativas), pelo modo de obter energia: quimiotróficas (via reação química) ou PROCESSOS FOTOTRÓFICOS (via reação com luz), quimiotróficas, pela fonte de energia química. As quimiolitotróficas (a partir de compostos inorgânicos) ou CRESCIMENTO QUIMIOAUTOTRÓFICO (a partir de compostos orgânicos), e pela fonte de CARBONO, NITROGÊNIO, etc. PROCESSOS HETEROTRÓFICOS (a partir de fontes orgânicas) e PROCESSOS AUTOTRÓFICOS (a partir de DIÓXIDO DE CARBONO). Podem também ser classificadas por serem coradas ou não (com base na estrutura da PAREDE CELULAR) pelo CRISTAL VIOLETA: Gram-positivas ou Gram-negativas.
Constituintes da subunidade 30S dos ribossomos procarióticos contendo 1600 nucleotídeos e 21 proteínas. O RNAr 16S encontra-se envolvido no início da síntese polipeptídica.
Gênero de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbias e em forma de bastonete, que ocorrem nos intestinos de humanos e ampla variedade de animais, assim como em adubo, no solo e em águas poluídas. Suas espécies são patogênicas, causando infecções do trato urinário, e também são consideradas invasoras secundárias, causando lesões sépticas em outros locais do corpo.
Corante que é uma mistura de violetas rosanilinas com propriedades antibacterianas, antifúngicas e anti-helmínticas.
Gênero de plantas da família GENTIANACEAE cujos membros contêm SECOIRIDOIDES e têm sido usados na MEDICINA TRADICIONAL para suprimir INFLAMAÇÃO.
Corantes naturais ou sintéticos usados como agentes corantes em alimentos processados.
Substâncias que têm pouco ou nenhum valor terapêutico, mas são necessárias para a fabricação, composição, armazenamento, etc. de preparações farmacêuticas ou nas formas de administração do medicamento. Abrangem os SOLVENTES, diluentes, e agentes para suspensão e emulsão. Também incluem ANTIOXIDANTES, CONSERVANTES FARMACÊUTICOS, AGENTES CORANTES, AROMATIZANTES, VEÍCULOS, EXCIPIENTES e BASES PARA POMADAS.
Família de plantas (ordem Gentianales, subclasse Asteridae e classe Magnoliopsida.
Espécie de MORGANELLA previamente classificada como espécie de Proteus. É encontrada em fezes de humanos, cães, outros mamíferos e répteis.
Declarações anuais revendo o estado (status) das funções administrativas e operacionais e das realizações de uma instituição ou organização.
Som que expressa emoção por meio do ritmo, melodia, harmonia e timbre.
Gênero de bacilos retos, Gram-negativos e facultativamente anaeróbios, que se movem por flagelos peritricosos. Estes organismos são quimiorganotróficos e possuem os tipos de metabolismo tanto respiratório quanto fermentativo. (Tradução livre do original: Bergey's Manual of Determinative Bacteriology, 9th ed)
Nome vulgar de peixes (família Cichlidae, subordem Labroidei, ordem PERCIFORMES) semelhantes a perca.
Peixe (família Cichlidae) de água doce, usado como organismo experimental e como alimento. Os membros deste gênero (CÍCLIDES) habitam nas Américas Central e do Sul (uma espécie estende-se ao norte até o Texas), na Índia Ocidental, África, Madagascar, Síria e na costa da Índia.
Família de bactérias Gram-negativas, anaeróbias facultativas e em forma de bastonete, que não formam endosporos. Seus organismos são distribuídos por todo o mundo, alguns sendo saprófitas e outros parasitas de plantas e animais. Muitas espécies são de considerável importância econômica devido a seus efeitos patogênicos na agricultura e em animais de criação.
Elemento metálico de símbolo Fe, número atômico 26 e massa atômica de 55,85. É um constituinte essencial de HEMOGLOBINAS, CITOCROMOS e PROTEÍNAS LIGANTES DE FERRO. Desempenha papel em reações de oxido-redução celulares e no transporte de OXIGÊNIO.
Grupo de vertebrados aquáticos de sangue frio que possuem brânquias, nadadeiras, endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso e corpos alongados cobertos com escamas.
Leis e regulamentos, relativos ao campo da medicina veterinária, propostos para aprovação ou aprovados por um corpo legislativo.
A designação coletiva de três organizações com associação comum: a Comunidade Econômica Europeia (Mercado Comum), a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e a Comunidade de Energia Atômica Europeia (Euratom). Era conhecida como a Comunidade Europeia até 1994. É principalmente uma união econômica com os objetivos principais de movimentar livremente bens, capital e trabalho. Serviços profissionais, sociais, médicos e paramédicos estão incluídos dentro do trabalho. Os países constituintes são a Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.
Processo através do qual um medicamento recebe aprovação por uma agência de regulamento governamental. Inclui qualquer teste pré-clínico ou clínico requisitado, revisão, submissão e avaliação das aplicações e resultados de testes, e vigilância "pós-marketing" da droga.
Agência especializada das Nações Unidas, designada como uma autoridade coordenadora no trabalho internacional de saúde. Sua intenção é promover o nível mais alto possível de saúde para todos os povos.
Interação de pessoas ou grupos de pessoas que representam várias nações na busca de uma meta ou interesse comum.
Procedimento de ação ou princípio adotado ou proposto por um governo, partido, negócio ou indivíduo que se refere às interações humanas com a natureza e com os recursos naturais.
Exame de imagem do TRATO BILIAR em que um corante de contraste (MEIO RADIOPACO) é injetado no DUCTO COLÉDOCO e são tiradas radiografias por raios X.
Família de moluscos marinhos (classe BIVALVIA) comumente conhecidos por ostras. Possuem concha áspera e irregular, fechada por um único músculo adutor.
Nome vulgar de peixes (ordem Anguilliformes) teleósteos vorazes e alongados (forma de serpente).
Peixe do mar e mariscos usados como alimento ou adequados para alimento. MARISCOS e PRODUTOS PESQUEIROS são tipos mais específicos de FRUTOS DO MAR.
Camada mais externa de uma célula na maioria das PLANTAS, BACTÉRIAS, FUNGOS e ALGAS. Geralmente é uma estrutura rígida externa à MEMBRANA CELULAR, e oferece uma barreira protetora contra agentes físicos e químicos.
Inibidor do tipo pirimidina de di-hidrofolato redutase, que é um antibacteriano relacionado à PIRIMETAMINA. É potencializado por SULFONAMIDAS e a COMBINAÇÃO TRIMETOPRIMA E SULFAMETOXAZOL é a forma mais frequentemente utilizada. Algumas vezes é administrado sozinho como um antimalárico. Tem-se observado a RESISTÊNCIA A TRIMETOPRIMA.
Propriedade de objetos que é percebida visualmente criada pela absorção ou reflexão de comprimentos de onda específicos da luz.
Bactérias que retêm a coloração de cristal violeta quando tratadas pelo método de Gram.
Elemento metálico que possui número atômico 13, símbolo atômico Al e peso atômico 26,98.
Doença causada por potentes NEUROTOXINAS proteicas produzidas por CLOSTRIDIUM BOTULINUM que interferem com a liberação pré-sináptica de ACETILCOLINA na JUNÇÃO NEUROMUSCULAR. Entre as características clínicas estão dor abdominal, vômitos, PARALISIA aguda (incluindo paralisia respiratória), visão embaçada e DIPLOPIA. O botulismo pode ser classificado em vários subtipos (p.ex., transmitido por alimento, lactente, feridas e outros). (Tradução livre do original : Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1208)
Disciplina interessada no estudo dos fênomenos biológicos em termos de interações químicas e físicas das moléculas.
Contaminação de corpos d'água (como LAGOS, RIOS, OCEANOS E MARES e ÁGUAS SUBTERRÂNEAS).
Meio ou processo de abastecimento de água (como para uma comunidade) que geralmente inclui reservatórios, túneis e tubulações e frequentemente a represa da qual a água provém. (Webster, 3d ed)
Presença de bactérias, vírus e fungos na água. A expressão não se restringe [apenas] aos organismos patogênicos.