Espécie de vírus (gênero PHLEBOVIRUS) causador da FEBRE POR FLEBÓTOMOS, doença semelhante à gripe. Fazem parte de alguns sorotipos relacionados, os vírus Toscana e Tehran.
Gênero da família BUNYAVIRIDAE constituído por vários vírus cuja maioria é transmitida pelas moscas Phlebotomus, causando FEBRE POR FLEBÓTOMOS. O representante da espécie é o VÍRUS DA FEBRE DO VALE DO RIFT.
A doença viral febril semelhante à influenza que é causada por vários membros da família BUNYAVIRIDAE e é transmitida no mais das vezes pelo mosquito-pólvora hematófago Phlebotomus papatasii.
Gênero da família PSYCHODIDAE que age como vetor de vários organismos patogênicos, incluindo LEISHMANIA DONOVANI, LEISHMANIA TROPICA, Bartonella bacilliformis e o vírus da febre Papataci (VÍRUS DA FEBRE DO FLEBÓTOMO NAPOLITANO).
Família de vírus, principalmente arbovírus, constituídos por uma única fita de RNA. Os virions são partículas encapsuladas com diâmetro de 90 a 120 nm. A família completa contém mais de 300 membros distribuídos em cinco gêneros: ORTHOBUNYAVIRUS, HANTAVIRUS, NAIROVIRUS, PHLEBOVIRUS e TOSPOVIRUS.
Moscas parecidas com mariposas, pequenas e peludas, que são de considerável importância para a saúde pública como vetores de certos organismos patogênicos. Importantes gêneros relacionados a doenças são PHLEBOTOMUS, Lutzomyia e Sergentomyia.