Gênero fúngico mitospórico e forma anamórfica de Arthroderma. Várias espécies atacam a pele, unhas e cabelos.
Infecção fúngica de tecidos queratinizados como cabelo, pele e unhas. Os principais fungos causadores incluem MICROSPORUM, TRICHOPHYTON, e EPIDERMOPHYTON.
Família de fungos ascomicetos, ordem Onygenales, caracterizados por ascósporos lisos. Os gêneros da família incluem Arthroderma, Keratinomyces e Ctenomyces. Várias formas anamórficas bem conhecidas parasitam a pele.
Gênero fúngico de Oxygenales mitospóricos que causam várias doenças cutâneas e pilosas. A espécie Microsporum canis produz TINHA DO COURO CABELUDO e tinha do corpo, que geralmente são adquiridas de cães e gatos domésticos. Teleomorfos incluem Arthroderma (Nannizzia).
Infecção fúngica na unha geralmente causada por DERMATÓFITOS, LEVEDURAS ou bolores não dermatófitos.
As infecções superficiais da pele ou seus apêndices por um de vários fungos.
Micose do couro cabeludo e o cabelo associado causado principalmente por espécies de MICROSPORUM, TRICHOPHYTON, e EPIDERMOPHYTON, que podem envolver, ocasionalmente, as sobrancelhas e as pestanas.
Gênero fúngico que cresce na epiderme e é a causa de TINHA.
Lesão dermatológica prurídica nos pés, causada por Trichophyton rubrum, T. mentagrophytes ou Epidermophyton floccosum.
Antifúngico usado no tratamento de infecções por TINEA.
Doença do escalpo que pode acometer a pele glabra e as unhas. É reconhecida pelas crostas côncavas de cor amarelo-sulfúrico que se formam ao redor de pelos soltos e encaracolados. Ocorre uma atrofia que deixa uma área branca como papel, suave, lisa e brilhante. Esse tipo de doença é rara nos Estados Unidos e é mais frequentemente vista no Oriente Médio, África, sudeste europeu e outros países ao redor do Mar Mediterrâneo.
Grupo de 1,2-benzenodióis que contêm a fórmula geral R-C6H5O2.
Substâncias que destroem fungos ao suprimir sua capacidade para crescer ou se reproduzir. Diferem dos FUNGICIDAS INDUSTRIAIS porque são defensores contra os fungos presentes em tecidos humanos ou de outros animais.
Antígenos [de seres] do gênero TRICHOPHYTON. A tricofitina tem sido usada em estudos de resposta imunológica a estes dermatófitos.
Procedimentos para identificar tipos e variedades de fungos.
Lâminas córneas e finas que cobrem a superfície dorsal das falanges distais dos dedos das mãos e dos dedos dos pés dos primatas.
Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de fungos.
Seguimentos intergênicos de DNA que estão entre os genes de RNA ribossômico (espaçadores transcritos internos) e entre as unidades de repetição em tandem de DNAr (espaçadores transcritos externos e espaçadores não transcritos)
Reino de organismos eucarióticos e heterotróficos que vivem parasitariamente como sáprobios, incluindo COGUMELOS, LEVEDURAS, fuligens, bolores ou mofos, etc. Reproduzem-se sexuada ou assexuadamente e possuem ciclos de vida que variam de simples a complexo. Os fungos filamentosos, geralmente conhecidos como 'mofo', referem-se àqueles que crescem como colônias multicelulares.
Derivado de imidazol usado comumente como agente antimicótico tópico.
Hidrocarbonetos cristalinos de dois anéis, isolados do alcatrão da hulha. São usados como intermediários na síntese química, como repelentes de insetos, fungicidas, lubrificantes, conservantes e, antigamente, como antissépticos tópicos.
Grande e heterogêneo grupo de fungos cuja característica em comum é a ausência de estado sexual. Muitos dos fungos patogênicos para humanos pertencem a este grupo.
Corpos reprodutivos produzidos por fungos.
Antifúngico do tipo triazol que inibe as enzimas dependentes de P-450 necessárias para a síntese de ERGOSTEROL.
Agente imidazólico antifúngico usado topicamente e por infusão intravenosa.
As infecções por bactérias do gênero CAMPYLOBACTER.
Gênero de fungo mitospórico que causa várias doenças cutâneas. A Malassezia furfur (Pityrosporum orbiculare) causa a TINHA VERSICOLOR.
Centros que prestam informações sobre drogas e tratamento de emergência para casos de intoxicações.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Moléculas encontradas na superfície de algumas, mas não de todos os linfócitos B, linfócitos T e macrófagos que reconhecem e se combinam com a porção Fc (cristalizável) das moléculas de imunoglobulinas.
Lesão inflamatória nodular relativamente pequena, contendo fagócitos mononucleares agrupados, causadas por agentes infecciosos e não infecciosos.
Contagem do número de CÉLULAS BRANCAS DO SANGUE, por unidade de volume, no SANGUE venoso. Uma contagem diferencial de leucócitos mede os números relativos de diferentes tipos de células brancas.
A designação coletiva de três organizações com associação comum: a Comunidade Econômica Europeia (Mercado Comum), a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e a Comunidade de Energia Atômica Europeia (Euratom). Era conhecida como a Comunidade Europeia até 1994. É principalmente uma união econômica com os objetivos principais de movimentar livremente bens, capital e trabalho. Serviços profissionais, sociais, médicos e paramédicos estão incluídos dentro do trabalho. Os países constituintes são a Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.
Número de LEUCÓCITOS e ERITRÓCITOS por unidade de volume em uma amostra de SANGUE venoso. Uma contagem completa de sangue (CCS) também inclui medidas de HEMOGLOBINAS, HEMATÓCRITO e ÍNDICES DE ERITRÓCITOS.
Composto didesoxinucleosídeo no qual o grupo 3'-hidroxi da molécula de açúcar foi substituído por um grupo azida. Esta modificação impede a formação de ligações fosfodiester que são necessárias para o término das cadeias de ácidos nucleicos. O composto é um potente inibidor da replicação do HIV, agindo como um terminador de cadeia do DNA viral durante a transcrição reversa. Melhora a função imunológica, reverte parcialmente a disfunção neurológica induzida pelo HIV e melhora certas outras anormalidades clínicas associadas com a SIDA. Seu principal efeito colateral tóxico é a supressão dose-dependente da medula óssea, resultando em anemia e leucopenia.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
Capacidade de micro-organismos (especialmente bactérias) em resistir ou tornar-se tolerante a agentes quimioterápicos, antimicrobianos ou a antibióticos. Essa resistência pode ser adquirida através de mutação gênica ou plasmídeos transmissíveis com DNA estranho (FATORES R).
Células apresentadoras de antígenos, recirculantes e dendríticas, contendo grânulos característicos em forma de raquete de tênis (grânulos de Birbeck). São encontradas principalmente na camada espinhosa da EPIDERME, e são ricas em moléculas do COMPLEXO PRINCIPAL DE HISTOCOMPATIBILIDADE Classe II. As células de Langerhans foram as primeiras células dendríticas a serem descritas, e têm sido um modelo de estudo para outras células dendríticas (CDs), especialmente outras CDs migratórias, como as CDs dérmicas e CÉLULAS DENDRÍTICAS INTERSTICIAIS.
Bactérias fototróficas de forma vibrioide a espiral que são encontradas em água estagnada e lama expostas à luz.
Doenças da placa da unha e tecidos ao redor desta. O conceito é limitado a primatas.
Materiais impressos ou não impressos coletados, processados e armazenados por bibliotecas. Eles incluem livros, periódicos, folhetos, relatórios, microformas, mapas, manuscritos, filmes e todas as outras formas de registro audiovisuais.
Deformidades na estrutura ou aparência da unha, entre elas hipertrofia, rachaduras, sulcos, etc. As doenças genéticas, como PAQUIONÍQUIA CONGÊNITA pode resultar em unhas malformadas.
Grupo de nove ilhas e várias ilhotas pertencentes a Portugal no Oceano Atlântico afastadas da costa de Portugal. As ilhas foram assim denominadas devido aos açores (Accipiter gentilis) que vivem lá em abundância. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p102 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p42)
Subordem de CARNÍVOROS aquáticos composta por MORSAS; OTÁRIAS; LEÕES MARINHOS; e FOCAS VERDADEIRAS. Apresentam um corpo fusiforme com cauda curta e são encontradas em todas as costas marinhas. Os filhotes nascem em terra.
Publicações impressas e distribuídas diariamente, semanalmente ou a algum outro intervalo regular e normalmente pequeno, contendo notícias, artigos de opinião (como editoriais e cartas), matérias especiais, avisos e anuncios de interesse atual.
País da América do Sul localizado na parte meridional do continente. Atualmente a Argentina está dividida em 24 jurisdições (23 províncias e mais a Cidade Autônoma de Buenos Aires, sede do governo nacional).
A infecção por calicivirus que ocorre em suínos caracterizada por degeneração hidrópica dos epitélios bucal e cutâneo.
Grupo composto por várias espécies de carnívoros aquáticos (diferentes gêneros da família Otariidae). Comparado com as OTÁRIAS, apresentam pelos menores e menos densos.
Leis e regulamentos referentes à produção, dispensação e comercialização de medicamentos.