Gênero de plantas (família SOLANACEAE) cujos membros contêm ALCALOIDES DE SOLANÁCEOS. Algumas espécies deste gênero são chamadas 'Beladona' que também é o nome vulgar para ATROPA BELLADONNA.
Espécie de plantas (gênero SOLANUM, família SOLANACEAE) cuja raiz (rica em amido) é utilizada como alimento. A SOLANINA é encontrada nas partes verdes.
Espécie de plantas (gênero SOLANUM, família SOLANACEAE) contendo glicosídeos esteroides.
Espécie vegetal do gênero SOLANUM, família SOLANACEAE. O fruto consiste de uma grande baga em forma de ovo, que varia na cor, indo do roxo escuro ao vermelho, amarelado ou branco. As folhas são grandes e ovaladas. As flores são pendentes, violetas e com uns cinco centímetros de comprimento.
Espécie de plantas (família SOLANACEAE) nativas da América do Sul, amplamente cultivadas por seu fruto, geralmente vermelho, carnudo e comestível. Também são usadas como medicamento homeopático.
Família de plantas (ordem Solanales, subclasse Asteridae) entre as mais importantes estão BATATAS, TOMATES, CAPSICUM (pimentões verdes e vermelhos), TABACO e BELADONA.
Raízes ou caules subterrâneos dilatados de algumas plantas. São normalmente ricos em carboidratos. Alguns, como as BATATAS, são ALIMENTOS importantes para seres humanos. Podem se reproduzir vegetativamente a partir de brotos.
Espécie de OOMICETOS parasita da família Peronosporaceae que é o agente causador da requeima da batata.
Alcaloides, principalmente tropanos, elaborados por plantas da família Solanaceae, incluindo Atropa, Hyoscyanus, Mandragora, Nicotiana, Solanum, etc. Alguns agem como antagonistas colinérgicos; a maioria é muito tóxica; muitos são usados como remédios.
Proteínas encontradas em plantas (flores, ervas, arbustos, árvores, etc.). O conceito não inclui proteínas encontradas em vegetais para os quais PROTEÍNAS DE VERDURAS estão disponíveis.
O ovário desenvolvido de uma planta, podendo ser carnudo ou seco, portando a(s) semente(s).
Espécie de plantas (gênero SOLANUM, family SOLANACEAE) causadoras da CALCINOSE no pasto de animais domésticos de uma fazenda, devido à níveis altos de 1 alfa,25-di-hidroxivitamina D 3 (CALCITRIOL).
Estruturas expandidas, geralmente verdes, de plantas vasculares, consistindo caracteristicamente de uma expansão em lâmina ligada a um caule, funcionando como o principal órgão de fotossíntese e transpiração.
Doenças de plantas.
PLANTAS (ou seus descendentes) cujo GENOMA foi alterado por ENGENHARIA GENÉTICA.
Qualquer dos processos pelos quais os fatores nucleares, citoplasmáticos ou intercelulares influem no controle diferencial da ação gênica nas plantas.
Unidades hereditárias funcionais de PLANTAS.
Capacidade de um organismo de se defender de processos mórbidos ou dos agentes destes processos. Na maioria das vezes, envolve a imunidade inata por meio da qual o organismo responde a patógenos de uma forma genérica. O termo resistência a doenças é usado mais frequentemente para os vegetais.
Estruturas complexas de nucleoproteínas que contêm o DNA genômico e parte delas estão no NÚCLEO CELULAR DE PLANTAS.
Porções geralmente subterrâneas de uma planta, que servem como suporte e estocagem de alimento, e pelas quais a água e nutrientes minerais penetram na planta.
Gênero de algas parasitas destrutivas OOMICETOS da família Peronosporaceae, ordem Peronosporales, que afetam numerosos frutos, vegetais e outras culturas. A diferenciação dos zoósporos geralmente acontece no esporângio e não há a formação de vesículas. Fora previamente considerado fungo.
Partes de plantas que geralmente crescem verticalmente para cima, em direção à luz, e que dão suporte às folhas, às células germinativas e às estruturas reprodutivas.
Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de plantas.
Preparações farmacêuticas concentradas de plantas obtidas pela remoção dos constituintes ativos com um solvente adequado (que é eliminado por evaporação) e ajuste do resíduo [seco] a um padrão prescrito.
Complemento genético de uma planta (PLANTAS) como representado em seu DNA.
Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.
Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.
Ácido ribonucleico de plantas, que tem papéis regulatórios e catalíticos, bem como envolvimento na síntese proteica.